Meu Feed

No mais...

Brasil vence o Chile e fatura o bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Superesportes - Mais esportes Seleção Masculina de Vôlei termina em terceiro e se garante no pódio Veja Mais

Jovem é preso após jogar criança de 6 anos do 10º andar da Tate Modern

O Tempo - Mundo Vítima foi levada de helicóptero para o hospital e está em condição crítica. O suspeito está sendo investigado por tentativa de assassinato Veja Mais

Como editar suas fotos no Pixlr Express Online

Como editar suas fotos no Pixlr Express Online

canaltech O Pixlr Express é um editor online que pode ser utilizado gratuitamente e não requer que nenhum download seja feito. Além disso, ele pode ser usado em qualquer navegador. O editor conta com cerca de 600 efeitos e é possível clarear, remover olhos vermelhos, criar layouts personalizados, sobrepor, entre outras funções. Todas essas ferramentas podem ser acessadas direto no navegador, o que é uma grande vantagem para o usuário, uma vez que não ocupa o armazenamento do computador. Em princípio, o serviço foi lançado somente para a versão web. No entanto, hoje em dia os donos de smartphones podem contar com versões disponíveis tanto na App Store quando na Google Play. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Confira abaixo como editar as suas fotos de maneira prática no Pixlr Express: Abra a imagem Ao abrir o Pixlr Express na versão web, é possível selecionar a imagem que será editada de quatro maneiras diferentes. Em “browse”, você pode selecionar arquivos que estão salvos no computador. Já, em “open URL”, a imagem é buscada a partir de um endereço online. Ao selecionar a opção “webcam”, é possível tirar uma foto diretamente na webcam e editá-la logo em seguida. Já, selecionando “collage”, você terá a opção de montar uma espécie de mural” de fotos, com quatro imagens. Uma vez que tiver selecionado o modo através do qual você deseja abrir a sua foto, pressione “open”, para abri-la no editor. Tela inicial do Pixlr Express (Captura de tela: Ariane Velasco) Corte a imagem Caso você queira recortar a imagem selecionada, também é possível fazê-lo. Para fazer isso, selecione a opção “adjustment”, localizada na barra inferior da tela. Diversas opções irão surgir. Selecione “crop” para escolher o tamanho no qual deseja que a imagem seja exibida (você também pode arrastar o cursor do mouse nos quadradinhos localizados nas extremidades para selecionar um tamanho personalizado). Captura de tela: Ariane Velasco Destaque elementos específicos É possível, através do recurso “focal”, selecionar somente as partes de uma imagem às quais será dado destaque. Essa função, assim como a anterior, pode ser encontrada em “adjustment”, selecionando, em seguida, a opção “focal”. Uma nova tela será aberta, onde são localizadas três abas diferentes, sendo que cada uma realiza um tipo de desfoque específico. São elas: “blurring”, color boost”, e “glow bust”. A primeira desfoca algumas partes. Já, a segunda deixa algumas em preto e branco enquanto outras ficam coloridas. A última dá mais brilho a alguns pontos enquanto outros brilham menos. Captura de tela: Ariane Velasco Insira textos em suas imagens Também é possível inserir textos e palavras em suas fotos editadas no Pixlr Express, onde várias fontes são disponibilizadas. Primeiro, clique em “type” para acessar a função de escrita. Captura de tela: Ariane Velasco Depois, na caixa que irá aparecer sobre a foto, digite o que deseja escrever, juntamente com a fonte e a cor das palavras. Captura de tela: Ariane Velasco Adicione efeitos às imagens Também é possível adicionar efeitos às suas fotos no Pixlr Express (alguns deles semelhantes aos do Photoshop). Primeiro, selecione a opção “effect”, que é localizada ao lado de “adjustment”. Depois, selecione uma das categorias que serão disponibilizadas. Captura de tela: Ariane Velasco Em seguida, os filtros que pertencem àquela categoria serão exibidos. Selecione o seu preferido e clique em “apply” para que ele seja adicionado à foto. Captura de tela: Ariane Velasco Redimensione suas imagens Também é possível redimensionar o tamanho e a resolução de suas fotos no Pixlr Express. Primeiro, selecione a opção “resize”, localizada em "adjustment". Captura de tela: Ariane Velasco Depois, digite os números que correspondem ao tamanho que deseja deixar a sua foto. Em seguida, clique em “apply” e suas mudanças serão aplicadas. Captura de tela: Ariane Velasco Seguindo os passos acima, é possível editar as suas fotos de uma maneira prática, fácil e gratuita! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Médicos americanos alertam para o risco na utilização de carregadores genéricos Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Amigo HostGator | O que é e como funciona o novo Programa de Indicação Veja Mais

Mombojó promove a edição em LP do primeiro álbum da banda

G1 Pop & Arte O grupo Mombojó se divide entre o presente e o passado neste ano de 2019. Enquanto apresenta a série de singles que compõem o repertório inédito do sexto álbum de estúdio da banda pernambucana, Felipe S (guitarra e voz), Marcelo Machado (guitarra e voz), Missionário José (baixo e voz), Chiquinho Moreira (teclado e vocoder) e Vicente Machado (bateria e voz) promovem a primeira reedição em LP de Nadadenovo (1994), primeiro disco do Mombojó. Lançado em 1994, o álbum Nadadenovo completa 15 anos em 2019 e chega ao vinil dentro da coleção Três selos. A edição em LP tem tiragem limitada de 500 cópias. Com 15 músicas, o álbum Nadadenovo fez com que o Mombojó fosse saudado como uma das grandes sensações do universo pop brasileiro em 2004 pela sonoridade inusual deste disco que combinou o rock com toques de bossa nova, jazz, surf music, música eletrônica e choro. Capa da edição em LP do álbum 'Nadadenovo', do grupo Mombojó Reprodução Veja Mais

General Motors não pretende mais lançar carros autônomos neste ano

General Motors não pretende mais lançar carros autônomos neste ano

Tecmundo A Cruise, unidade de carros autônomos da General Motors, adiou a estreia dos seus veículos sem motorista. A ideia inicial era lançar os primeiros modelos até o fim de 2019, porém a empresa preferiu aguardar para ter tempo de realizar mais testes de segurança. Nenhum prazo novo foi anunciado até o momento.A GM vem trabalhando com a Honda e alguns investidores, como SoftBank e T. Rowe Price, desde 2018 para lançar um serviço comercial com carros autônomos. De acordo com o presidente-executivo da Cruise, Dan Ammann, o serviço só será lançado quando houver certeza de que os veículos são seguros.Leia mais... Veja Mais

Com varejo e mídia social, XP cresce em ofertas de ações

Valor Econômico - Finanças Nos rankings de emissão de renda variável da Anbima no semestre, corretora lidera na categoria varejo Veja Mais

Trump mira juro com novas tarifas, dizem analistas

Valor Econômico - Finanças Leitura é de que a escalada das tensões comerciais pode ter o intuito de forçar ainda mais cortes por parte do BC americano Veja Mais

Pernambucana Érica Sena conquista bronze na marcha atlética, mas lamenta resultado

Superesportes - Mais esportes Atleta liderou a prova de 20 km durante maior parte do percurso e ainda foi punida Veja Mais

Número de mulheres praticando corridas de rua no mundo ultrapassa o de homens

Superesportes - Mais esportes Estudo denominado State of Running 2019 analisou cerca de 70 mil corridas de rua, disputadas em 193 países, de 1986 até o ano passado Veja Mais

Veja concursos e seleções com editais publicados na Paraíba de 4 a 11 de agosto

G1 Economia São 10 editais com mais de 540 vagas. Pelo menos 541 vagas são oferecidas em 10 editais de concursos e seleções publicados na Paraíba nesta semana de 4 a 11 de agosto. Editoria de arte/G1 Seleção para o Hospital Metropolitano de Santa Rita Vagas: 76 Nível: técnico e superior Remuneração: R$ 998 a R$ 6 mil Prazo de inscrição: até quarta-feira (7) Local de inscrição: setor de RH do hospital, em Santa Rita Taxa de inscrição: gratuita Provas: 19, 20 e 21 de agosto Edital de seleção do Hospital Metropolitano de Santa Rita Seleção da Prefeitura de Várzea Vagas: 43 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 998 a R$ 10 mil Prazo de inscrição: até 22 de agosto Local de inscrição: site da organizadora, EducaPB Taxas de inscrição: R$ 40 (fundamental), R$ 50 (médio/técnico) e R$ 90 (superior) Provas: 22 de setembro Edital da seleção da Prefeitura de Várzea Concurso da Prefeitura de Boa Ventura Vagas: 111 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 998 a R$ 1,6 mil Prazo de inscrição: até 22 de agosto Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 13 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Boa Ventura Concurso da Câmara Municipal de Santa Rita Vagas: 10 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 1.562 a R$ 3 mil Prazo de inscrição: 8 de agosto a 5 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Câmara Municipal de Santa Rita Concurso da Prefeitura de Sumé Vagas: 34 Níveis: médio, técnico e superior Salários: R$ 1.108,63 a R$ 6.646,32 Prazo de inscrição: 7 de agosto a 4 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Sumé Concurso e seleção da Prefeitura de Piancó Vagas: 27 | 130 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior | fundamental Salários: R$ 998 a R$ 1.725 | R$ 998 Prazo de inscrição: 8 de agosto a 5 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso e da seleção da Prefeitura de Piancó Seleção da Prefeitura de Borborema Vagas: 9 Níveis: fundamental e superior Salários: R$ 1.250 a R$ 1.989,81 Prazo de inscrição: 7 de agosto a 4 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital da seleção da Prefeitura de Borborema Concurso da Prefeitura de São José dos Cordeiros Vagas: 28 Níveis: todos Salários: R$ 998 a R$ 12.188 Prazo de inscrição: 7 de agosto a 4 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio e técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de São José dos Cordeiros Concurso da Prefeitura de Serraria Vagas: 73 Níveis: todos Salários: R$ 998 a R$ 3.339 Prazo de inscrição: até 10 de setembro Local de inscrição: site da organizadora, Contemax Consultoria Taxas de inscrição: R$ 40 (fundamental), R$ 45 (médio e técnico) e R$ 50 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Serraria Veja Mais

Técnico mantém computador criado em 1959 funcionando perfeitamente

Técnico mantém computador criado em 1959 funcionando perfeitamente

canaltech Em meio à vasta tecnologia que se reinventa a cada dia, sempre tem aqueles usuários nostálgicos que dão valor aos aparelhos mais antigos. No entanto, uma empresa japonesa chamada Fujitsu Tokki Systems se superou definitivamente, ao manter em pleno funcionamento um computador criado em 1959. Trata-se do FACOM128B, que conta até com um funcionário sob a função exclusiva de preservá-lo. O técnico destinado a manter o funcionamento do FACOM128 se chama Tadao Hamada, de 49 anos, que acredita que assegurar a operacionalidade histórica do computador dos anos 60 ajudará a transferir a herança tecnológica do Japão para a posteridade. "Vou mantê-lo para sempre", o técnico declara ao portal asiático The Asahi Shimbum. Hamada trabalha em uma subsidiária da Fujitsu. O computador antigo, que pesa três toneladas, é conhecido por fazer alguns barulhos bem altos a cada vez que é ligado ou desligado, por meio de interruptores que utilizam um eletroímã. Tadao Hamada mantendo o FACOM128B em pleno funcionamento (Foto: The Asahi Shimbum) O modelo FACOM128B, que foi desenvolvido pela Fujitsu em 1959 como um computador pioneiro fabricado no Japão para competir com a International Business Machines Corp. nos Estados Unidos, adotou a tecnologia de retransmissão usada para o núcleo das centrais telefônicas. O uso de tubos de vácuo era a maneira mais comum para a utilização de aparelhos, na época. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- O FACOM128B ficou conhecido pela indescritível contribuição aos avanços tecnológicos durante o período de alto crescimento econômico do Japão, do início dos anos 1960 até o início dos anos 1970. O computador foi usado no projeto de lentes de câmeras e no avião YS-11, o primeiro a levar passageiros do Japão, desenvolvido após o fim da Segunda Guerra Mundial. Em 2018, o computador da Fujitsu entrou para a lista de Materiais Históricos Essenciais para Ciência e Tecnologia pelo Museu Nacional da Natureza e da Ciência. O profissional destinado a cuidar do FACOM128B não esconde que adora trabalhar com máquinas desde a infância, e se formou em uma escola de ensino médio na província japonesa de Nagasaki. "Minha verdadeira vocação”, diz o técnico sobre a manutenção do computador em questão. Três anos depois de entrar na Fujitsu Tokki Systems, Hamada foi implantado na divisão de manutenção da empresa para “se envolver em tratamento de máquinas”. Posteriormente, o técnico foi selecionado como o líder de um projeto da Fujitsu que começou em 2006, por ter mantido sistemas de computação para agências governamentais. Inicialmente, Hamada não se adaptou muito bem ao computador, já que seu mecanismo operacional é totalmente diferente daquele dos computadores atuais que empregam chips semicondutores. "Eu não conseguia entender as palavras em seus desenhos de projeto no início", admite Hamada. FACOM128B pesa três toneladas e ocupa 70 metros quadrados (Foto: Fujitsu) Atualmente, ele visita frequentemente a Fujitsu Numazu para verificar e reparar o FACOM128B, embora seu principal local de trabalho seja em Tóquio. Como o local aceita visitas do público, os visitantes ficam surpresos quando o enorme computador, que ocupa 70 metros quadrados na sala de exposições, começa a funcionar, com perfeição ainda por cima. "Se o computador não funcionar, ele se tornará um mero enfeite", afirma Hamada. “O que as pessoas sentem e o que veem são coisas diferentes para cada indivíduo. A diferença não pode ser identificada a menos que seja mantida operacional", o rapaz completa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

Xiaomi superando Apple, Mate 30 Pro com câmera para matar Note 10 e + | Plantão TC

tudo celular Mercado de celulares com possíveis mudanças, Huawei com novas tecnologias de câmera, Redmi e Realme com lançamentos agendados e muito mais no Plantão TC desta semana. Veja Mais

Não é desarmando o povo que você evita ataques como dos EUA, diz Bolsonaro

O Tempo - Política Declaração do presidente foi dadas na manhã deste domingo quando ele deixava o Palácio do Alvorada em direção a um culto de uma igreja evangélica Veja Mais

Aos 42 anos, Tom Brady renova com os Patriots por mais duas temporadas

Superesportes - Mais esportes Maior jogador da história do futebol americano permanece no New England Veja Mais

Quer transferir mensagens do WhatsApp? Apps dr.fone evitam perda de conversas importantes

tudo celular Soluções facilitam migração de conta no WhatsApp. Veja Mais

Ford adquire Quantum Signal com foco no desenvolvimento de carros autônomos

Ford adquire Quantum Signal com foco no desenvolvimento de carros autônomos

canaltech A Ford anunciou a aquisição da Quantum Signal, empresa especializada em robótica, sensores, simulação em tempo real e desenvolvimento de algoritmos. Com a compra, a montadora espera acelerar o seu plano de entrada no negócio de veículos autônomos. Embora seja pouco conhecida do público, a Quantum Signal foi fundada em 1999 na cidade de Saline, Michigan/EUA, e atuava na vanguarda da robótica móvel para diversos clientes, incluindo o Exército dos Estados Unidos. Ela ajudou os militares a desenvolverem um software que permite controlar veículos robóticos a milhares de quilômetros de distância, além de ter construído um ambiente de simulação robusto para projetos de veículos autônomos que é usado até hoje. Além de softwares, a empresa tem experiência em robótica e sistemas de detecção e percepção, que ajudarão os veículos autônomos da Ford a melhorarem sua capacidade de analisar o ambiente ao redor. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- A ampla experiência dessa companhia vai ajudar a montadora a criar um negócio de serviços de transporte com veículos autônomos, incluindo o desenvolvimento de software e protótipos. A Quantum Signal é conhecida pela criação do ambiente de modelagem e simulação ANVEL, usado em programas de robótica militar com sistemas remotos e autônomos não-tripulados. Imagem: Ford Essa experiência será de grande importância para o desenvolvimento de ambientes de simulação abrangentes, nos quais a Ford poderá testar e melhorar o desempenho de seus veículos e seu modelo de negócios. A Ford prometeu preservar toda a cultura de trabalho da Quantum, que está instalada no prédio de uma antiga escola em Saline. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto

COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   Comprar uma TV nova é bom, mas que tal comprar 2 smart TVs Samsung de uma só vez, pagando mais barato pelo "combo"? Pois é, pessoal: o gerente do Magazine Luiza ficou maluco e por tempo limitadíssimo você poderá comprar 2 televisores 4K da sul-coreana de uma só vez sem desembolsar o valor cheio pelos dois aparelhos. É pegar ou largar! -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Mas atenção: a oferta vale para a compra via site do "Magalu", não funcionando no aplicativo para celular, tudo bem? Se estiver apenas com um celular por perto para poder fazer a compra, você pode abrir a oferta pelo navegador instalado no smartphone. Ainda, a promoção vale para a compra online com entrega via transportadora, não sendo possível retirar a compra nas lojas físicas da rede, ok? Série RU7100 da Samsung Todos os modelos da promoção fazem parte da série RU7100 da Samsung, com resolução 4K (Ultra HD) e qualidade de imagem garantida por certificações das principais associações internacionais do setor (CEA - Consumer Eletronics Association e DE - Digital Europe). Ainda, o recurso HDR Premium deixa as imagens ainda mais realistas, com taxas de brilho e contraste intensificadas, além de cores mais vivas. Quanto ao áudio, a potência dos alto-falantes é de 20W RMS. Os aparelhos da série oferecem 3 portas HDMI e 2 USB, além de conversor digital integrado e controle remoto único — ele é capaz controlar diversos aparelhos conectados à TV, então você pode dar adeus aos controles da TV a cabo, da soundbar, de consoles de videogames, e outros. Ainda, as TVs desta série têm um design pensado para esconder os cabos que saem do aparelho, contando com canaletas na traseira para deixar o visual de sua casa mais clean e organizado. Além de Wi-Fi integrado, esses televisores também têm Bluetooth e sistema operacional Tizen. Ou seja: você conecta outros aparelhos à TV por meio do Bluetooth, e acessa uma imensidão de conteúdos de informação, esportes e entretenimento por meio dos diversos apps que você pode instalar na TV. Ah, o acesso a dispositivos conectados, como pendrives e HDs externos, é rápido e intuitivo por meio do menu. Por fim, também é possível jogar nessas TVs graças ao app SteamLink, que oferece um catálogo de milhares de jogos diretamente na telinha. Combos em destaque Confira, abaixo, quatro combos com 2 TVs Samsung 4K que fazem parte das ofertas. Mas atenção: a promoção é relâmpago e os estoques são limitados, então não marque bobeira! Smart TV 4K LED 55" + Smart TV 4K LED 50": R$ 4.511,46 à vista ou 10x de R$ 474,89 Smart TV 4K LED 58" + Smart TV 4K LED 50": R$ 5.248 em 10x sem juros Smart TV 4K LED 75" + Smart TV 4K LED 50": R$ 7.998 em 10x sem juros E confira também os outros combos em oferta no "Magalu" neste momento! *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no WhatsApp para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. O que é o Magazine Você? Acessou os links e não entendeu o que é o Magazine Você? Trata-se do canal de divulgação das ofertas do site Magazine Luiza, conforme consta em comunicado oficial. Somos um dos parceiros oficiais de divulgação e nossa loja chama-se Magazine Canaltechbr. Todo o processo de cobrança, faturamento e logística é feito pelo próprio Magazine Luiza que, além do site, possui mais de 800 lojas físicas espalhadas pelo Brasil. Uma dúvida comum de nossos leitores é o motivo dos preços em nossa loja serem muitas vezes diferentes dos anunciados no site principal do Magazine Luiza. O motivo é que o Magazine Você recebe ofertas exclusivas que não são divulgadas no site principal. Então aproveite as promoções e acesse nossa loja para garantir ofertas exclusivas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung LANÇAMENTO | Xiaomi Mi A3 com estoque no Brasil por apenas 10x de R$ 138 Veja Mais

Life Coaching: Comunicação, cérebro e coração – o poder da mente direcionada

R7 - Economia Por Rafaela Rabaiolli – Para o Instituto Life Coaching Enquanto o cérebro é indiscutivelmente um dos mais importantes órgãos do corpo, há outro órgão que tem um poder milagroso além do que muitos percebem o coração aquele que unifica todos os aspectos de uma pessoa. É o órgão que canaliza o amor, compreende o incompreensível […] Veja Mais

Os experimentos científicos mais perturbadores da história da humanidade

Os experimentos científicos mais perturbadores da história da humanidade

canaltech É indiscutível que a ciência tenha sido responsável por muitos passos da evolução na humanidade, mas também foi muito cruel no decorrer da história, com experimentos capazes de levantar um verdadeiro debate em torno da ética. Levando isso em consideração, trazemos nesta matéria sete desses experimentos inacreditáveis e simplesmente assustadores. Armas Biológicas da União Soviética A União Soviética acreditava que a doença era uma arma muito mais poderosa que a bala (Foto: Pixabay) O programa de guerra biológica soviética começou nos anos 1920, porque o exército percebeu, depois de uma epidemia brutal de tifo, que a doença era muito mais perigosa do que a bala. Em 1946, foi construído um complexo de pesquisa biológica do exército. Dez anos depois, armas químicas e biológicas passaram a ser utilizadas em guerras. A proposta era muito cruel porque, segundo as crenças do próprio governo soviético, os melhores agentes eram aqueles para os quais não havia nenhuma cura conhecida. Por meio disso, eles desenvolveram o maior e mais avançado sistema de guerra biológica do mundo, armazenando centenas de toneladas de antraz e dezenas de toneladas de peste e varíola para uso contra os EUA e os aliados ocidentais. Além de experimentos com animais, cientistas testaram vírus mortais nos prisioneiros das Gulags (sistemas de campos de trabalhos forçados destinados a criminosos), gerando um número expressivo de mortes muito dolorosas. O objetivo era encontrar um produto químico insípido e inodoro que não pudesse ser detectado após a morte. Em meio a esses experimentos, as vítimas ingeriam venenos que eram dados junto com uma refeição ou bebida, como uma medicação. A pesquisa também teve um grande impacto sobre os próprios pesquisadores: vários deles morreram como resultado de seus experimentos. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- No livro Biohazard: A verdadeira história arrepiante do maior programa secreto de armas biológicas do mundo contado por dentro pelo homem que o conduziu, autobiografia do cazaque Ken Alibek, vemos que o primeiro vice-chefe da Biopreparat (a agência farmacêutica responsável por desenvolver e produzir armas feitas a partir de vírus, toxinas e bactérias para a União Soviética) descreve vários experimentos que foram realizados. Dentre eles, um em que cem macacos foram enfileirados enquanto eram bombardeados com gás nocivo: "Cerca de setenta e cinco metros acima do solo, uma nuvem da cor da mostarda escura começa a se desdobrar, dissolvendo-se suavemente à medida que desliza em direção aos macacos. Os macacos puxam suas correntes e começam a chorar. Alguns enterram a cabeça entre as pernas. Alguns cobrem a boca ou o nariz, mas é tarde demais: já começaram a morrer", conforme consta no livro. Unidade 731 Na Unidade 731, os japoneses realizavam experimentos em prisioneiros de guerra e os adoeciam propositalmente (Foto: Unit731) Não foi apenas a União Soviética que utilizou armas biológicas para abater os inimigos com muita dor. Antes disso, o Japão já tinha feito esse tipo de experimento, durante a segunda guerra sino-japonesa. O estudo dos efeitos das armas biológicas em seres humanos foram desenvolvidos em um lugar chamado Unidade 731, que foi criado pelo general japonês Shiro Ishii, com autorização do Imperador Hirohito. Para registrar os limites do corpo humano quando submetido a situações extremas que poderiam acontecer no front de batalha, os japoness contaminavam propositalmente seus prisioneiros chineses com diversas doenças. Durante o funcionamento, a tática foi responsável pela morte de milhares de pessoas. Edward Behr trouxe em seu livro, Hirohito – por trás da lenda, relatos de pessoas que trabalharam na Unidade 731. Em um deles, Ozono, que trabalhou na emissão de documentos secretos, descreve os marutas (era assim que os japoneses chamavam os prisioneiros de guerra chineses) e os experimentos realizados: "Eram vítimas de diversas formas de pesquisas: alguns eram infectados com disenteria ou injetados com tétano; outros (alguns usando máscaras, outros não) eram levados a um lugar aberto e bombardeados com cianureto; outros ainda eram enterrados em câmaras frias, a 50 graus negativos, e congelados até a morte. Outros experimentos eram ainda mais aterradores: para controlar os limites da duração humana, prisioneiros eram obrigados a carregar pesadas mochilas do Exército e marchar em círculo no clima frio da Manchúria, com quantidades mínimas de alimento e água, até morrerem de exaustão". Os gêmeos de Auschwitz Crianças de Auschwitz, vítimas do "Anjo da Morte" (Foto: BBC) O nazismo é um dos acontecimentos da humanidade mais associados à crueldade. Os prisioneiros eram submetidos a uma série de experimentos perturbadores, e muitos deles foram administrados pelo médico alemão Josef Mengele, que chegou a morar por alguns anos em São Paulo. Mengele foi apelidado de "Anjo da Morte", e era fascinado pela genética humana. As cobaias favorita para os seus experimentos eram os irmãos gêmeos, que eram recebidos de maneira especial pelo médico assim que chegavam no campo de concentração em Auschwitz, na Polônia. Eles recebiam até brinquedos e acomodação isolada antes que a tortura começasse. Mengele extraía amostras sanguíneas dos gêmeos diariamente e às vezes injetava o sangue de um irmão no outro para analisar as reações. Além disso, o médico acreditava que a população de gêmeos deveria crescer, e forçava casais de irmãs gêmeas e irmãos gêmeos a ter relações sexuais. Além disso, Mengele também costumava injetar tinta nos olhos dos gêmeos visando a alteração da pigmentação da íris, o que muitas vezes ocasionava em infecção imediata ou mesmo cegueira. Quando os gêmeos já não eram mais úteis, Mengele matava, arrancava os olhos e os expunha na parede da sala. No entanto, um dos experimentos mais cruéis do médico constituía em injetar clorofórmio no coração de dois irmãos gêmeos, fazendo com que o sangue coagulasse e os batimentos cardíacos parassem, e então ele fazia autópsias para ver se os dois órgãos tinham reações diferentes ao produto químico. Lavagem cerebral O psiquiatra Ewen Cameron realizava experimentos em cobaias involuntárias (Foto: Pixabay) Entre os anos 1950 e 1960, um psiquiatra chamado Ewen Cameron se concentrava em encontrar a cura para a esquizofrenia. Ele acreditava que o cérebro do esquizofrênico era capaz de ser reprogramado por meio da imposição de novos padrões de pensamento, voltando assim a ser um cérebro saudável. No hospital psiquiátrico onde ele trabalhava, o Allan Memorial Clinic, em Montreal (Canadá), Cameron realizava diversos experimentos em pacientes, esquizofrênicos ou não. O psiquiatra fazia com que seus pacientes usassem fones de ouvido e ouvissem mensagens repetidamente durante dias ou semanas, que batizou de "condução psíquica", mas foi rebatizado pela imprensa de "lavagem cerebral benéfica". Alguns pacientes chegavam com doenças que não tinham nada a ver com esquizofrenia, como ansiedade, por exemplo, mas acavam sendo sedados pelo médico e amarrados numa cama para serem submetidos à lavagem cerebral. Cameron chegou a chamar a atenção da CIA com seus experimentos, e passou até a ser financiado por ela, mas depois de um tempo os seus testes foram considerados como um fracasso, e a verba foi cortada. Posteriormente, o próprio psiquiatra chegou a descrever sua série de experimentos como "uma viagem de dez anos pela estrada errada". Vale ressaltar que, no final da década de 1970, os ex-pacientes de Cameron chegaram até a processar a CIA por ter financiado o trabalho do psiquiatra. O cão de duas cabeças O experimento do cão de duas cabeças é um clássico das atrocidades da ciência (Foto: Twitter/New Scientist) O cientista soviético Vladimir Demikhov foi responsável por um dos experimentos mais bizarros presenciados pela humanidade, ao criar o cachorro de duas cabeças, em 1954, em um laboratório próximo a Moscou. Demikhov enxertou a cabeça, os ombros e as patas dianteiras de um filhote no pescoço de um pastor alemão. O experimento foi responsável por causar o choque no público, principalmente porque o cientista fez questão de apresentar seu experimento para a imprensa mundial. Um ponto do caso que chama a atenção é que, na época, a União Soviética chegou a ostentar o cachorro como prova da proeminência médica do país. A proposta do cientista soviético, afinal, era descobrir uma técnica para o transplante de coração e de pulmão em seres humanos. Demikhov seguiu criando cães de duas cabeças ao longo de quinze anos, e todos eles morriam em pouco tempo, vítimas de consequências voltadas à rejeição de tecido. O cão de duas cabeças com maior longevidade foi um que viveu pouco mais de um mês. Decapitando ratos  Carney captava a expressão facial dos voluntários durante vários estímulos (Foto: Bizzarro Bazar) Carney Landis, aluno do curso de psicologia da Universidade de Minnesota, desenvolveu um experimento em 1924 cuja proposta era perceber se os sentimentos eram representados por expressões faciais específicas. Em outras palavras, o rapaz queria saber se havia uma expressão universal para demonstrar felicidade, nojo, choque, tristeza e outros tipos de emoções. O estudante universitário recrutou voluntários para o seu experimento, que em sua maioria eram outros alunos da Universidade de Minnesota, levou-os até um laboratório e fez riscos em suas faces visando uma observação precisa dos movimentos dos músculos faciais, posteriormente submetendo-os a estímulos que envolviam colocar a mão em um balde cheio de animais pegajosos, assistir pornografia ou mesmo cheirar amônia, e registrando suas reações por meio de fotos. O experimento passou a ficar obscuro a partir do momento em que Landis ordenou que os voluntários decapitassem um rato que era entregue vivo, em uma bandeja. A maior parte dos voluntários apresentou resistência diante da ordem, mas alguns acabaram aceitando decapitar o roedor. Em resposta aos que negavam, o próprio Landis fazia o serviço, certificando-se de registrar a expressão facial do colega em questão enquanto decapitava o rato diante dele. Criando assassinos A ideia do experimento era ver até que ponto ia a empatia e a obediência dos voluntários (Foto:  A ideia de matar uma pessoa, por motivos óbvios, gera resistência. No entanto, a Universidade de Yale decidiu estudar, durante a década de 1960, se era tarefa fácil fazer com que o ser humano se torne um assassino. A parte mais bizarra de tudo é que a faculdade provou que, sim, é muito fácil fazer com que alguém vire um assassino, a depender de uma questão de autoridade e obediência. O experimento, inclusive, levou justamente esse nome: o Experimento da Obediência, e foi conduzido por Stanley Milgram. Milgram foi responsável pela seleção de alguns voluntários para fazer parte de seu experimento. Ele disse aos voluntários, no entanto, que aquilo se tratava de um experimento para verificar o efeito da punição no aprendizado de uma pessoa. O aprendiz, em questão, era um ator. A proposta era que ele deveria memorizar uma série de palavras, que seria acompanhada pelos voluntários por meio da leitura de um gabarito. Se o ator (que, para os voluntários, tratava-se de outro voluntário, já que eles não sabiam que tudo era armado) errasse uma palavra, a ordem era que dessem uma descarga elétrica nele. A cada erro, os choques (que eram secretamente de mentira) aumentariam a voltagem. Durante o experimento, o ator errava de propósito, e os voluntários eram obrigados a aumentar a potência do choque. Em resposta, o aprendiz começava a gritar e chorar, e até implorar que o libertassem. Se os voluntários perguntassem para os pesquisadores o que deveria ser feito, eles apenas encorajavam a continuar o experimento, uma vez que a proposta de Milgram era, justamente, saber quanto tempo aquelas pessoas levariam para recusar a dar o choque no aprendiz, e se a obediência os levaria a matar alguém. Mesmo deparados com os gritos do aprendiz, os voluntários não recuavam, e a maior parte deles continuava a dar choques até atingir a potência máxima, levando o ator a cair e ficar em silêncio, como se ele estivesse morto. Dentre as reações dos voluntários que foram registradas por Milgram, houve tremedeira, suor e até risos histéricos, mesmo que continuassem a pressionar o botão, dando a descarga no ator. O pesquisador também fez testes com pessoas que não podiam ver e nem ouvir os gritos do ator, e todos desse tipo de experimento cooperaram sem hesitação. A conclusão do pesquisador, depois da realização dos experimentos, foi: "Eu diria, com base em milhares de pessoas que observei durante os experimentos e na minha própria intuição, que se um sistema de campos de extermínio como os da Alemanha nazista fosse implantando nos Estados Unidos, seria possível encontrar trabalhadores e encarregados pelo seu funcionamento em qualquer cidade de médio porte do país". Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Médicos americanos alertam para o risco na utilização de carregadores genéricos Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Amigo HostGator | O que é e como funciona o novo Programa de Indicação Veja Mais

Médicos americanos alertam para o risco na utilização de carregadores genéricos

Médicos americanos alertam para o risco na utilização de carregadores genéricos

canaltech Uma publicação da Universidade Americana de Médicos de Emergência (ACEP, na sigla em inglês) alertou sobre os riscos na utilização de carregadores genéricos para smartphones. No estudo, os pesquisadores apontaram para um aumento nos casos de acidentes e queimaduras decorrentes de fontes desse tipo, principalmente entre os jovens, mais propensos a utilizarem os celulares em ambientes de risco. As conclusões foram publicadas nos Anais de Medicina Médica, jornal científico que traz estudos e informações para os profissionais da área de atendimento de emergência. A edição mais recente inclui diferentes relatos de problemas causados pelos carregadores genéricos, e cita testes realizados por organizações do Reino Unido, como a Electrical Safety Fist, que mostram que 58% das fontes de energia não-oficiais deixam de apresentar as proteções necessárias contra picos de tensão e instabilidades na rede elétrica. Na melhor das hipóteses, a utilização destes artigos pode causar danos aos aparelhos ou a fiação das residências, mas o problema começa quando as pessoas também são atingidas. A ACEP aponta para um aumento de atendimentos de emergências entre crianças e jovens que usam smartphones e tablets na cama, por exemplo, ou dormem com os dispositivos a seu lado. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Um caso grave citado é o de uma jovem de 19 anos que sofreu graves queimaduras. Ela dormia usando uma corrente de metal e com o smartphone sob o travesseiro; acordou sentindo dor e uma sensação de queimação, resultado de problemas de isolamento elétrico do carregador, que de alguma maneira entrou em contato com o adereço e levou a corrente ao pescoço da garota. As recomendações são as mesmas de sempre: o ideal é que os usuários não durmam com os smartphones sobre a cama, enquanto conectados à tomada, e evitem utilizar os aparelhos durante o carregamento. Além disso, é importante não manter as fontes ligadas enquanto não estiverem sendo utilizadas, de forma a evitar problemas de funcionamento e stress sobre os equipamentos. Do contrário, as situações podem variar de incêndios e perdas materiais até queimaduras de primeiro e segundo grau, que exigem um processo doloroso de recuperação. O jornal médico cita, ainda, que a eletricidade pode causar alterações na frequência cardíaca, levando a problemas adicionais que podem colocar a vida dos atingidos em risco. A recomendação é que, caso a compra de modelos oficiais não seja possível devido ao alto custo desses aparelhos, os usuários busquem acessórios alternativos fabricados por marcas reconhecidas e certificadas. A maioria das fabricantes, como a Apple, possui programas de reconhecimento de fabricantes de equipamentos, que garantem que os produtos estão de acordo com normas de qualidade. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei Técnico mantém computador criado em 1959 funcionando perfeitamente Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Veja Mais

Hackers poderiam paralizar uma cidade cheia de carros autônomos, apontam físicos

Hackers poderiam paralizar uma cidade cheia de carros autônomos, apontam físicos

canaltech Apesar de os carros autônomos ainda serem uma novidade surgindo em caráter de testes por aí, é certo que eles serão um dos principais meios de transporte no futuro. Nesse contexto, físicos do Instituto de Tecnologia da Geórgia e da Multiscale Systems simularam um cenário bastante interessante quanto ao futuro do transporte mundial, já que o estudo envolveu analisar o que seria necessário para paralisar uma cidade inteira através de ataques hackers a carros autônomos. O estudo constatou que, mesmo parando aleatoriamente apenas 20% dos carros durante um horário de pico, todos os carros acabariam ficando encalhados em uma cidade como a de Manhattan. Vale lembrar que Manhattan é um local famoso pelo bom planejamento urbano, sendo uma das cidades que melhor permitem a fluidez do transporte. Peter Yunker, professor assistente na Escola de Física da Georgia Tech e coautor que liderou o estudo, disse que, em caso de um grande ataque hacker do tipo, cidades sem grandes planejamentos poderiam sofrer danos ainda maiores. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Considerando que a maior parte da discussão de segurança sobre veículos autônomos gira em torno de ataques e problemas que poderiam acarretar na colisão entre os carros ou contra um pedestre, os físicos que trabalharam nesse estudo esperam que esse trabalho leve especialistas e funcionários públicos a considerarem as implicações dos carros autônomos e as formas de como tal tipo de ataque poderia ser impedido ou resolvido em tempo para impedir o caos total. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Técnico mantém computador criado em 1959 funcionando perfeitamente Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

Ana Sátila e Pepê fecham participação no Pan com dois ouros cada na canoagem slalom

Superesportes - Mais esportes Mineira de Iturama faz história e vence no C1 e no K1 Extremo Veja Mais

Monitoramento em tempo real: satélites poderão ser usados para nos vigiar

Monitoramento em tempo real: satélites poderão ser usados para nos vigiar

Tecmundo Como você se sentiria se todos os seus movimentos fossem constantemente acompanhados em tempo real por "olhos invisíveis"? Pois saiba que isso pode acontecer e, em vez de estarmos sendo vigiados por câmeras secretas (ou nem tanto) e agentes infiltrados, a tecnologia dos satélites avançou tanto nas últimas décadas que existe a possibilidade de que esses equipamentos se convertam em espiões superpoderosos e que tudo veem.De acordo com Shelby Brown, do site CNET, pelo menos nos Estados Unidos existem regulamentações em vigor que limitam o alcance dos satélites comerciais e o acesso a dados pessoais da população, mas estamos falando dos EUA e desconsiderando os equipamentos de uso militar ou para fins científicos, certo?Leia mais... Veja Mais

Empresas são obrigadas a trocar seguro por depósito em execuções

Valor Econômico - Finanças PGFN pede em recursos substituição de seguro garantia ou carta de fiança por depósito judicial Veja Mais

À medida que o Litecoin se aproxima, os analistas temem o desdobramento do cenário

R7 - Economia O Litecoin (LTC) está atualmente a menos de dois dias de seu evento de corte pela metade(halving), que tem sido amplamente visto como um evento de alta. Apesar disso, os analistas estão observando que os investidores do Litecoin podem ficar seriamente desapontados com a ação do preço da criptomoeda nos próximos dias e semanas, uma […] Veja Mais

'Não leio jornal para não começar o dia envenenado', afirma Bolsonaro

O Tempo - Política Presidente disse que antes mesmo de ser eleito sabia que seu governo seria alvo de jornalistas Veja Mais

VITÓRIA SOFRIDA! San Lorenzo sofre mas garante vitória fora de casa pela Superliga Argentina!

VITÓRIA SOFRIDA! San Lorenzo sofre mas garante vitória fora de casa pela Superliga Argentina!

Fox Sports Brasil Com a vitória o San Lorenzo assume a liderança do campeonato. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #SanLorenzo #Gimnasia #SuperligaArgentina Veja Mais

Exército dos EUA investe em proteção contra ataques de drones

Exército dos EUA investe em proteção contra ataques de drones

canaltech Uma empresa norte-americana chamada Northrop Grumman está começando a se concentrar no desenvolvimento de lasers destinados ao extermínio de drones. Isso porque a nova aposta do Exército dos Estados Unidos é a proteção contra o ataque de aeronaves remotamente pilotadas. Para isso, o Exército norte-americano quer montar sistemas de laser de 50 quilowatts em cima de seu veículo Stryker, projetado pela General Dynamics, como parte de sua iniciativa de prototipagem de energia dirigida do Exército Americano de Manobra de Curto Alcance (M-SHORAD). Basicamente, o plano é proteger as tropas de combate da linha de frente contra os tais ataques de drones. A iniciativa conta com a integração de um sistema de armas dirigido por um veículo Stryker. "A Northrop Grumman está ansiosa para alavancar seu portfólio de tecnologias inovadoras e comprovadas, e sua experiência em integração para acelerar a entrega de proteção de próxima geração às nossas forças de manobra", anuncia Dan Verwiel, vice-presidente e gerente geral de sistemas de defesa e proteção contra mísseis da Northrop Grumman, em um comunicado oficial da empresa. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Exército dos EUA se protege de ataques de drones O drone é todo e qualquer tipo de aeronave que pode ser controlada nos 3 eixos e que não necessite de pilotos embarcados para ser guiada O sistema de defesa de drones, helicópteros, foguetes, artilharias e morteiros que o Exército pretende montar em um grupo de veículos da Stryker poderia vir tanto da Northrop Grumman quanto da Raytheon, que também foi escolhida para desenvolver tecnologia para o projeto. "Agora é hora de levar armas de energia dirigida ao campo de batalha", aponta o tenente-general L. Neil Thurgood, diretor de hipersônicos. “O Exército reconhece a necessidade de lasers de energia direcionada como parte do plano de modernização. Isso não é mais um esforço de pesquisa ou um esforço de demonstração. É uma capacidade estratégica de combate e estamos no caminho certo para colocá-lo nas mãos dos soldados”, o tenente ainda explica. Para o Exército, essa iniciativa dos lasers produzidos pela Northrop Grumman faz parte da proposta de reduzir os obstáculos da cadeia de suprimentos associados às armas cinéticas convencionais. Em maio deste ano, foi aprovada a aplicação de uma estratégia de prototipagem acelerada e uso em campo de uma ampla gama de lasers para infantaria, veículos e apoio aéreo. Embora a Raytheon e a Northrop Grumman tenham sido utilizadas pelo Exército, as Forças Armadas também estão interessadas em outros fornecedores que queiram realizar suas próprias pesquisas, segundo declarações do próprio Exército. Trata-se de um contrato potencial de US$ 490 milhões (o equivalente a R$ 1,9 bilhão) para quem ganhar a demonstração, e o Exército espera ter os veículos equipados até meados de 2022. Veículo de combate do Exército dos Estados Unidos (Foto: Instagram oficial do Exército) "Tanto o Exército quanto a indústria comercial fizeram melhorias substanciais na eficiência de lasers de alta energia - a ponto de podermos obter poder de laser militarmente significativo em uma plataforma taticamente relevante", aponta Craig Robin, cientista sênior de pesquisa da RCCTO para Energia Dirigida. "Agora, estamos em posição de rapidamente prototipar, competir pela melhor solução e entregar em uma unidade de combate", o rapaz completa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

Redmi marca lançamento do celular com câmera de 64 MP para 7 de agosto

tudo celular A Redmi quer cutucar a Realme com esse lançamento. Veja Mais

Mais de 40 fiscais serão destacados para fiscalizar a aplicação de agrotóxicos em lavouras no RS

G1 Economia Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural vai atuar nas regiões da Campanha, Central e Campos de Cima da Serra. Locais foram escolhidos devido à predominância de culturas sensíveis como a uva, a maçã e a oliva. Produtores rurais ficam no prejuízos com aplicações de herbicidas A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural vai destacar mais de 40 fiscais agropecuários para controlar o uso de agrotóxicos como o 2,4-D no Rio Grande do Sul. A decisão foi tomada após a comprovação de prejuízos a algumas culturas em mais de 20 municípios. A fiscalização ocorrerá nas regiões da Campanha, Central e Campos de Cima da Serra. Os produtores que quiserem aplicar este tipo de herbicida hormonal terão de se cadastrar até maio de 2020 e fazer um treinamento específico. Algumas regras precisam ser obedecidas, como a aplicação com uma velocidade do vento inferior a 10km/h, umidade relativa do ar superior a 55% e temperatura inferior a 30ºC. O dono da lavoura terá de assinar ainda um termo de responsabilidade na hora da compra e informar quando fará a aplicação. "No cadastro ficarão as coordenadas da lavoura onde será aplicado o produto. Então, hoje, poderemos responsabilizar em caso de dano", diz a engenheira agrônoma da Emater Katiule Morais. Fiscalização de uso de agrotóxicos será mais rígida Reprodução / RBS TV A medida foi tomada após a constatação de que algumas culturas mais sensíveis, como a uva, a maçã e a oliva, foram prejudicas por este tipo de agrotóxico por deriva, ou seja, quando a aplicação de defensivo agrícola não atinge o local desejado. Isto pode ocorrer por evaporação, escorrimento e/ou deslocamento para outras áreas através do vento. O 2,4-D é utilizado em lavouras de soja. Porém, em algumas regiões, ele foi constatado em parreirais. O controle foi estabelecido por meio de acordo entre o governo do Rio Grande do Sul com o Ministério Público. Instruções normativas foram publicadas no Diário Oficial do Estado no dia 5 de julho. O produtor rural Cleber Francisco Piasentin, de Silveira Martins, estima uma perda de cerca de R$ 30 mil por mudas que foram atingidas pelo herbicida em sua propriedade. O problema teria surgido após a aplicação de um vizinho em sua plantação de soja. Como não conseguiu comprovar a origem, precisou arcar com o prejuízo. O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) estima que o uso errado deste produto causou um prejuízo de mais de R$ 100 milhões no estado apenas em 2018. Veja Mais

Visão de mercado: Bitcoin e Ether

R7 - Economia No momento dessa redação, o Bitcoin (BTC) e o Ether (ETH) estão sendo negociados a US$ 10,814.19 (2.76%) e US$ 221.94 (2.13%), respectivamente. No entanto, o volume de ambos não acompanhou o rali mais recente. O volume do Bitcoin é de US$ 4.93 bilhões. Enquanto o volume do Ether é de US$ 1.58 bilhões. Em […] Veja Mais

Irã intercepta terceiro "navio estrangeiro" em menos de um mês; entenda

O Tempo - Mundo O navio petroleiro estaria viajando com combustível contrabandeado pelo norte do Golfo; é o terceiro caso em menos de um mês no país Veja Mais

Atirador do Texas teria escrito manifesto de ódio contra imigrantes

O Tempo - Mundo O documento, publicado alguns minutos antes do massacre, fala de uma "invasão hispânica no Texas"; três mexicanos morreram Veja Mais

"SAÍMOS COM UM GOSTO AMARGO, PORQUE QUERIAMOS TER VENCIDO O JOGO", diz Felipe Melo

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre esporte? Acesse nosso site! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP FOX Sports! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Corinthians #Palmeiras #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Contêiner vira câmera fotográfica nas mãos de fotógrafo inglês

Contêiner vira câmera fotográfica nas mãos de fotógrafo inglês

Tecmundo Brendan Barry é um fotógrafo inglês cujo desenvolvimento artístico vai muito além da captura de imagens pelas suas lentes. Recentemente, transformou um contêiner inteiro em uma câmera fotográfica, com um estúdio de revelação em seu interior.O artista é famoso por criar câmeras com objetos inusitados. Em seu currículo de criações, aparecem aparatos fotográficos construídos em abóboras, melões, cabeça de manequins, lego, melancia e até um pão caseiro! Ele leva a fotografia para outro nível, mostrando que a arte não precisa se dar apenas no produto resultante da captura, mas também em tudo o que se encontra por trás das lentes.Leia mais... Veja Mais

Ana Marcela Cunha confirma o favoritismo e vence a maratona aquática no Pan

Superesportes - Mais esportes Brasileira chega em primeiro lugar nos 10km com tempo de 2h51se9 Veja Mais

Democratas responsabilizam Trump por massacre

O Tempo - Mundo Presidente dos Estados Unidos rebateu dizendo que 'não há lugar para ódio no país' Veja Mais

Projeto de lei na França quer estender reprodução assistida para mulheres solteiras e lésbicas

Glogo - Ciência Se aprovada, a lei de bioética, do governo de Emmanuel Macron, vai estender procedimentos como a inseminação artificial e a fertilização in vitro para essas mulheres; hoje, eles são limitados a casais heterossexuais com problemas de fertilidade. A foto, de julho de 2016, mostra um casal de mulheres se abraçando durante a marcha do Orgulho Gay em Paris, na França. Thibault Camus/AP Um projeto de lei de bioética, elaborado pelo governo do presidente da França, Emmanuel Macron, quer incluir mulheres solteiras e lésbicas na lista de quem tem direito a procedimentos de reprodução assistida. Se aprovado, elas teriam acesso a tratamentos como fertilização in vitro e inseminação artificial, hoje limitados a casais heterossexuais com problemas de fertilidade. O projeto prevê que o sistema nacional de saúde da França financie quatro tentativas de gravidez por reprodução assistida para todas as mulheres, até um limite de idade ainda a ser estabelecido. O texto também permite que crianças concebidas com esperma doado descubram a identidade do doador, caso desejem, quando chegarem aos 18 anos. A medida seria uma mudança em relação às rigorosas proteções de anonimato dos doadores que a França tem atualmente. No entanto, ele não retiraria a proibição aos arranjos de barriga de aluguel - em que uma mulher engravida e tem um bebê por outra pessoa. Enquanto o governo francês diz que está respondendo a mudanças na sociedade, o projeto certamente gerará debate quando for colocado em pauta no Parlamento, no mês que vem. Depois que a França legalizou, em 2013, que casais do mesmo sexo se casassem e adotassem crianças juntos, centenas de milhares de manifestantes marcharam em Paris. Grupos franceses de direitos LGBT fizeram campanha para as propostas de mudança. Para eles, permitir que mulheres solteiras e lésbicas façam fertilização in vitro e outros procedimentos ajudaria mães e bebês a não entrarem em conflito com o sistema legal francês. Além disso, também lhes daria acesso ao sistema de saúde do país. "Isso é simplesmente uma medida de igualdade para as mulheres francesas, qualquer que seja sua orientação sexual", declarou a Associação de Pais e Mães Gays e Lésbicas em comunicado. Vinte grupos conservadores já estão organizando, entretanto, um protesto para outubro para denunciar o projeto, alegando que ele levará a mais crianças criadas sem pais. Os grupos também temem que o acesso ampliado a procedimentos de gravidez leve, ao final, à legalização de gestações de aluguel. "Dizer que você está criando novos direitos... enquanto ignora, de propósito, as consequências para as crianças é um processo revoltante e desprezível", declarou Alberic Dumont, vice-presidente do Protesto para Todos, grupo que está entre os críticos do projeto. Tratamento em outros países Casais de lésbicas, mulheres solteiras ou ambos já têm acesso legal à reprodução assistida em 18 dos 28 países da União Europeia. Mulheres francesas que não conseguem procedimentos em casa muitas vezes vão para a Espanha ou Bélgica - onde uma única rodada de rodada de fertilização in vitro custa milhares de euros. Virginie, 36 anos, que mora na cidade de Marselha, no sul da França, casou-se com a esposa, Cecile, em junho. As duas decidiram não esperar pela aprovação da proposta de lei do governo para tentar se tornarem mães - temendo que o debate no Parlamento durasse meses. Em vez disso, elas escolheram usar esperma de doador enviado da Dinamarca por 1.000 euros (cerca de R$ 4,3 mil). Esse processo é ilegal na França - é por isso que Virginie, que planeja gestar o bebê, não quis se identificar com o sobrenome. "Se essa primeira tentativa não funcionar, estamos considerando usar a nova lei francesa", disse Virgnie à Associated Press. Ela afirmou que é difícil fazer algo ilegal, e acha que a lei proposta ajudaria muitas mulheres francesas. Mas também teme que isso desencadeie uma reação contra gays ou, ainda, cair nas mãos de equipes de saúde que se recusem a servir casais do mesmo sexo. Já Amandine Zevolino, de 35 anos, foi para a Espanha para tentar engravidar, mas não se sentiu à vontade com o anonimato e o aspecto comercial de usar um doador de esperma. Ela e sua esposa, Camille, são casadas há um ano e meio e moram em Montpellier, também no sul da França. Ela finalmente decidiu realizar a inseminação em casa, com a ajuda de um amigo que concordou em doar o esperma. "Nós fizemos um contrato, mesmo sabendo que não tem valor legal", disse Amandine. "Se funcionar, a criança saberá como veio ao mundo." Ela ainda hesita em contar aos médicos franceses a verdade. A situação "nos força a mentir", lamentou. Amandine acredita que o debate no Parlamento vai aumentar as tensões políticas, mas espera que a nova lei ajude a sociedade francesa a aceitar mais as mães lésbicas e solteiras. "Geralmente, na França, quando a lei é aprovada, é definitivo", disse. Veja Mais

Governo quer facilitar atuação de instituições menores no crédito

Valor Econômico - Finanças Questões como onde é creditada a restituição do IR até crédito consignado privado e portabilidade de financiamentos estão no radar Veja Mais

EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei

EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei

canaltech Nesta sexta-feira (2), em entrevista para a revista Valor Econômico, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, revelou que o governo americano compartilhou informações sigilosas com representantes do governo brasileiro sobre possíveis vulnerabilidades nas redes 5G que podem afetar a segurança do país. De acordo com Ross, essa é uma posição que os Estados Unidos têm tomado com todos os seus aliados, pois é importante que eles saibam que, ao mesmo tempo que garantir a interconectividade de todos os equipamentos de um país pode ajudar no progresso, a tecnologia também cria vulnerabilidades, e é necessário estar ciente dos riscos que isso pode provocar. A advertência ocorre menos de dois meses depois da viagem do vice-presidente brasileiro, o general Hamilton Mourão, à China, de onde ele retornou garantindo que o Brasil não faria nenhum veto ao uso de tecnologia da Huawei na estrutura de rede 5G do país. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Desde o ano passado, Estados Unidos e China disputam uma guerra fiscal que se iniciou com a uma campanha de difamação do país à Huawei, empresa que os Estados Unidos tem continuamente acusado de espionar as comunicações do país para o governo chinês, mas até o momento não forneceu provas. Ainda que não exista nenhuma declaração do governo provando o verdadeiro motivo da à empresa chinesa, analistas acreditam que o que está por trás dessa campanha de difamação é a soberania do mercado de 5G. Isso porque, quando da transição para o 4G, foram as empresas americanas que lideraram a corrida tecnológica, o que alavancou a economia do país durante toda a última década. Atualmente é a chinesa Huawei que possui a melhor e mais barata tecnologia para a implantação de redes 5G - e, como esse mercado será ainda mais valioso do que a do 4G, o domínio da Huawei poderia ser o “empurrãozinho” que fará com que a China finalmente ultrapasse os Estados Unidos e se torne oficialmente a maior economia do mundo. Além de revelar sobre a advertência que fez ao governo brasileiro sobre as redes 5G, Ross aproveitou a entrevista para baixar as expectativas de que um acordo de livre-comércio entre o Mercosul e os Estados Unidos estava próximo de ser finalizado, e que apesar do que ele chama de “boa química” entre os presidentes do Brasil e dos EUA, o assunto é complexo demais para ser resolvido em uma visita de apenas alguns dias. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Técnico mantém computador criado em 1959 funcionando perfeitamente COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto Veja Mais

Empresa de robótica cria clone do Wall-E para monitorar construções

Empresa de robótica cria clone do Wall-E para monitorar construções

canaltech Para minimizar os custos com a correção de erros nas construções, a empresa de robótica Scaled Robotics, de Barcelona, na Espanha, está automatizando o monitoramento do progresso com a ajuda de robôs autônomos. A companhia construiu máquinas que são imitações do robô do filme Wall-E da Pixar, que navega e constrói mapas de canteiros de obras, mesclando imagens, vídeos e dados capturados. Estes robôs foram instalados em vários canteiros de obra ao redor do mundo, incluindo Holanda e Reino Unido. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Reprodução: TechCrunch Os criadores do projeto contaram que foi bastante fácil convencer a indústria da construção sobre a sua necessidade, revelando que é possível identificar o progresso das obras e os problemas antes que eles acabem se transformando em despesas caras. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

Mais de 50 propriedades foram autuadas por conter plantas de soja durante vazio sanitário em MT

G1 Economia 2.100 fazendas foram fiscalizadas, com a identificação de 1.600 hectares com soja 'guaxa'. Produtores estão sujeitos ao pagamento de aproximadamente R$ 4,3 mil por infração. Plantas guaxas encontradas em propriedades de MT Reprodução/TVCA O Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) autuou 51 propriedades, de junho até o momento, por conter plantas de soja durante do vazio sanitário, período destinado à prevenção da ferrugem asiática. Os produtores rurais autuados devem fazer a limpeza da área e pagar por cada hectare de soja 'guaxa'. De acordo com o engenheiro agrônomo Luiz Fernando Fritsch, o maior objetivo é evitar a propagação da doença na próxima safra de soja. "Se não existisse o vazio sanitário, teríamos um índice muito alto de doença nas lavouras", comentou. Ainda segundo o Indea, mais 12 mil propriedades estão na lista da fiscalização. Pelo menos, 60% delas devem ser visitadas. O órgão prioriza as fazendas com histórico de ferrugem, ou seja, onde foi identificada a doença durante a safra. Além das áreas com mais umidade, que são mais propícias à ocorrência da ferrugem. Produtores rurais são multados por ocorrência de plantas guaxas nas fazendas Reprodução/TVCA O agrônomo Thiago Nunes explica que, até o momento, 2.100 fazendas foram fiscalizadas, com a identificação de 1.600 hectares com soja 'guaxa'. Ainda segundo ele, nas propriedades onde foram encontradas plantas de soja em pé, amostras foram colhidas e examinadas. Nesses locais foi comprovada a presença da ferrugem. O vazio sanitário foi estabelecido em 2006. Compreende um período de três esses, que ser encerra no dia 15 de setembro, com a proposta de não ter soja em nenhuma área, a fim de reduzir o índices de ocorrência de ferrugem. A penalidade para quem descumprir as determinações do vazio sanitário é o pagamento de aproximadamente R$ 4,3 mil por infração. Além de cerca de R$ 290 por hectare com planta 'guaxa'. Além da multa, o produtor é obrigado a destruir as plantas e deixar a área limpa. Sobre os casos de ferrugem asiática, o consórcio antiferrugem, que monitora a doença, registrou 31 casos, no estado, na safra 2018/2019. Veja Mais

Dominância do Bitcoin e seu efeito sobre as demais criptomoedas

R7 - Economia O aumento da dominância da Bitcoin (70%) deixou os mercados de altcoin desgastados, já que a maioria deles está em declínio nesta manhã. Ethereum fez um pequeno ganho e está de volta acima de US$ 220, mas há muito pouco acontecendo neste campo para inspirar confiança no momento. O XRP recuou novamente e está de […] Veja Mais

Ana Sátila e Pepê garantem dois ouros para o Brasil na canoagem slalom do Pan

Superesportes - Mais esportes Felipe Borges ficou com o bronze na categoria K1 Veja Mais

Bitcoin mantém viés de alta para agosto

R7 - Economia O Bitcoin começou o mês de agosto no positivo, recuperando o controle do nível de preço de US$ 10.000. Após o recuo em julho, o rali parece ter sido retomado, uma vez que um grande número de indicadores está dando sinais de um movimento maior em diferentes períodos de tempo. Algumas horas atrás, durante o […] Veja Mais

Draymond Green renova por quatro anos com o Golden State Warriors

Superesportes - Mais esportes Jogador receberá cerca de R$ 389 milhões por quatro temporadas Veja Mais

PASSEIO NA VILA! Santos vence de 6 a 1 o Goiás e se mantém na liderança do Brasileirão | Pós-jogo

PASSEIO NA VILA! Santos vence de 6 a 1 o Goiás e se mantém na liderança do Brasileirão | Pós-jogo

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre esporte? Acesse nosso site! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP FOX Sports! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Santos #Goiás #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Novo smartphone Redmi recebe certificação MIIT indicando processador MediaTek G90T

tudo celular O novo aparelho ainda não tem nome definido Veja Mais

Treta! Vendedores terceirizados acusam Apple e Amazon de acordo ilegal de exclusividade

tudo celular O prejuízo dos comerciantes pode ser milionário! Veja Mais

Paraná registra geadas, temperaturas negativas atingem lavouras de trigo

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - Conforme previsto, geadas foram registradas na madrugada de domingo em várias cidades do Paraná, o principal produtor de trigo do Brasil, que têm lavouras em fases suscetíveis a perdas pelo fenômeno climático. "Temperaturas negativas foram registradas, principalmente entre os Campos Gerais e o centro-sul. Destaque para São Mateus do Sul: -4,1°C, valor mais baixo de hoje nos termômetros nas redes de estações meteorológicas", afirmou o meteorologista Lizandro Jacóbsen, no site do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar)."O frio atingiu todo o Estado. Geadas também foram observadas na região da capital paranaense", acrescentou ele, em boletim.Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), 35% das lavouras do Paraná estão em frutificação e 28% em floração, fases em que as plantações podem sofrer perdas por geadas.Na véspera, o especialista em trigo do Deral, Carlos Hugo Godinho, havia alertado que geadas ocorreriam em áreas onde parte do trigo paranaense estava vulnerável a perdas pelo frio.Geadas atingiram as lavouras do Paraná no início do mês passado, reduzindo a expectativa de produção em mais de 15%, para 2,7 milhões de toneladas, estimou o Deral anteriormente.As eventuais perdas pelo frio do final de semana só poderão ser levantadas com mais precisão nos próximos dias.Se mais perdas ocorrerem, é possível que o Brasil, um dos maiores importadores globais de trigo, tenha que ampliar suas importações, estimadas antes das geadas em mais de 7 milhões de toneladas.O meteorologista Samuel Braun disse em boletim do Simepar que a ausência de ventos favoreceu a formação de geadas em diversas regiões paranaenses.Na segunda-feira, a massa de ar frio e seco começa a perder força sobre o Paraná. No entanto, ainda há previsão de geada entre a madrugada e o amanhecer o sudoeste, sul, centro e parte do leste do Estado, segundo o Simepar.Outros Estados, como o Rio Grande do Sul, também importante produtor de trigo do Brasil, registraram frio intenso.Mas no território gaúcho as lavouras são plantadas mais tarde, e as plantações em geral estão agora em fases menos suscetíveis a perdas.Outras culturas, como a cana, também sofreram perdas pelas geadas de julho, apontou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), recentemente.None (Por Roberto Samora) Veja Mais

Trailers imperdíveis de filmes e séries [04/08/19]

tudo celular Confira os principais trailers divulgados essa semana. Veja Mais

Futuro em ação nas pistas de hipismo: mineiros sonham em disputar Olimpíada de Paris

Superesportes - Mais esportes Quatro atletas de Minas almejam disputar Jogos Olímpicos de 2024 Veja Mais

Tim Cook diz que quer manter a montagem do Mac Pro 2019 nos EUA

Tim Cook diz que quer manter a montagem do Mac Pro 2019 nos EUA

canaltech Tim Cook, CEO da Apple, afirmou durante uma teleconferência com investidores que a empresa pretende montar o Mac Pro 2019 nos Estados Unidos mesmo. De acordo com Cook, essa montagem nos EUA é exatamente o motivo pelo qual a Apple solicitou uma exclusão das tarifas do governo do país sobre a importação de componentes da China. Se a Apple for atingida com uma taxa adicional por essas peças, isso pode inviabilizar todo o plano. O CEO afirma que deseja continuar realizando o procedimento em seu país, e garantiu estar trabalhando e investindo para conseguir isso. O pedido de exclusão de tarifas, que é um ponto chave nesse cenário todo, foi negado pelo presidente Trump, mas Cook continua esperançoso de que uma decisão será tomada a favor da Apple, muito por conta do fato de que vários os empregos nos EUA estão envolvidos. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Em paralelo, o Wall Street Journal havia relatado anteriormente que a produção do Mac Pro poderia ser transferida inteiramente para a China. Considerando que a Maçã não refutou essa alegação, especula-se que há chances de que ambas as possibilidades sejam verdadeiras, de forma que a Apple pode começar a montar a nova máquina na China, no início da produção, antes de transferir o restante da montagem para os EUA. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Médicos americanos alertam para o risco na utilização de carregadores genéricos Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro EUA alerta Brasil sobre vulnerabilidades dos equipamentos de 5G da Huawei Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Amigo HostGator | O que é e como funciona o novo Programa de Indicação Veja Mais

Exército francês contrata autores de ficção científica para prever ameaças

Exército francês contrata autores de ficção científica para prever ameaças

Tecmundo O exército francês contratará escritores de ficção científica para tentar antecipar possíveis ameaças contra o país. A informação foi divulgada pela recém-criada Agência de Inovação em Defesa, que informou que a equipe criativa deverá ser formada por quatro ou cinco autores do gênero. O objetivo é criar uma Equipe Vermelha, que ajudará os estrategistas militares imaginando cenários de conflitos que as forças armadas podem estar ignorando.O vice-diretor da Fundação de Pesquisa Estratégica da França, Bruno Tertrais, disse que a ideia é se beneficiar dos autores, que costumam pensar de maneira mais criativa que os militares. Todas as possibilidades apresentadas pela Equipe Vermelha serão repassadas aos oficiais do exército, que terão como criar estratégias para se preparar para os mais variados ataques.Leia mais... Veja Mais

Time brasileiro de CCE é prata e carimba passaporte para Tóquio'2020

Superesportes - Mais esportes Brasil fica em segundo no Pan em Lima e se garante na Olimpíada Veja Mais

Santa Bárbara d'Oeste tem 123 vagas de empregos disponíveis; veja todas

G1 Economia De pessoas alfabetizadas a candidatos com graduação, oportunidades são para diferentes áreas e cargos. Casa do Trabalhador de Santa Bárbara d'Oeste Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste A Casa do Trabalhador (CAT) de Santa Bárbara d'Oeste (SP) informou existem 123 vagas de emprego abertas na cidade para diferentes ocupações. Há oportunidades para pessoas alfabetizadas, com ensino fundamental e médio, com cursos específicos ou profissionais com graduação completa. Parte das ocupações é exclusiva para pessoas com deficiência (PCD). De acordo a prefeitura, as vagas podem ser encerradas sem aviso prévio. Como se candidatar Os candidatos interessados em uma das oportunidades disponíveis devem ir à Casa do Trabalhador com RG, CPF e Carteira de Trabalho. A unidade fica no Desenvolve Santa Bárbara, no VIC Center, localizado na Avenida Santa Bárbara. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. O telefone é (19) 3499-1015. Confira os cargos disponíveis Candidatos alfabetizados Cozinheira Empregada doméstica Marceneiro Mecânico de britagem II Motorista carreteiro Candidatos com ensino fundamental completo Cozinheira Encarregado de hortifrúti Operador e programador CNC Torneiro de lixa Vendedora (home office) Candidatos com ensino médio completo Acabamentista Aplicador de adesivos Assistente administrativo Assistente de PCP Atendente Auxiliar de garçom/garçonete Estampador Mecânico de suspensão Operador de máquina CNC Programador de manutenção Promotor de vendas Revisor de tecido crú/estampador Sinaleiro de grua Candidatos com cursos específicos Brunidor: curso profissionaliante na área Cabeleireira (autônoma): curso de cabeleireira Eletrotécnico de manutenção: curso de NR10, Nr33, Nr35 e técnico em eletrotécnico Eletrotécnico de manutenção CNC: curso de NR10, Nr33, nr35 e técnico em eletrotécnica Ferramenteiro de moldes: curso de ferramenteiro, manuseio e montagem de ferramentas Líder de produção: curso técnico na área têxtil, mecânica e elétrica Mecânico de manutenção: curso NR33, Nr35 e técnico em pneumático Mecânico de manutenção: curso de manutenção Operador de guindaste: curso de op. de guindaste e op. Manipulador de guindaste Operador de polivalente: curso de op. Empilhadeira e habilitação categoria “D” Processista: curso na área. Candidatos com graduação Auxiliar de escritório Estagiário de contabilidade Estagiário de marketing digital Farmacêutico Gerente de Loja (autônomo) Gestor contábil Operador de centrífuga Vagas exclusivas para pessoas com deficiência (PCD): Auxiliar de limpeza Estoquista Oficial de limpeza Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba Veja Mais

Porto Seguro deve retomar crescimento no 2º semestre

Valor Econômico - Finanças Expectativa de melhora do cenário econômico e ajuste de preços abrem espaço para expansão dos prêmios, diz Marcelo Picanço Veja Mais

Receita de bancos de investimento cai com recuo em fusões e aquisições

Valor Econômico - Finanças Levantamento da Dealogic mostra queda de 4,9% no total de comissões no Brasil no período de janeiro a julho, para US$ 509,3 milhões Veja Mais

Ondas gravitacionais serão usadas para achar mundos como o Magrathea

Ondas gravitacionais serão usadas para achar mundos como o Magrathea

Tecmundo Em "O Guia do Mochileiro das Galáxias", de Douglas Adams, o planeta Magrathea gira em torno das estrelas Soulianis e Rahm – duas anãs brancas. Sondar ondas gravitacionais tem sido a maneira de cientistas acharem estas estrelas usando detectores como a missão Laser Interferometer Space Antenna (ou LISA) da Agência Espacial Europeia. O LISA, ao ser lançado em 2034, terá por missão identificar exoplanetas como o Magrathea, orbitando anãs brancas.O LISA foi projetado para identificar ondas gravitacionais produzidas por pares compactos de objetos, como duplas de anãs brancas – estrelas de tamanho médio como o sol que, depois de queimar todo o seu combustível, acabam por expelir suas camadas externas. Como não são maciças o suficiente para fundirem seu núcleo, elas esfriam e morrem.Leia mais... Veja Mais

Como alterar o seu perfil no Wattpad

Como alterar o seu perfil no Wattpad

canaltech O Wattpad é uma plataforma de livros gratuitos muito utilizada por quem deseja escrever suas histórias de modo independente ou até com base em outros livros famosos, como é o caso das fanfics (textos escritos por fãs). No entanto, embora os usuários elogiem muito o site, ele não conta com a opção de alterar os dados de perfil na seção “profile”, como os outros sites. Essas informações podem ser alteradas no campo “configurações”, o que acaba confundindo algumas pessoas que querem ter seus dados corretos exibidos em seu perfil, uma vez que o Wattpad também pode ser utilizado como rede social. Confira como alterar os dados do seu perfil no Wattpad 1. Primeiro, acesse o site no seu navegador e, em “iniciar sessão”, faça o seu login. Você pode realizá-lo com a conta do Facebook, Google ou manualmente: Captura de tela: Ariane Velasco 2. Depois, clique sobre o seu nome, no canto superior direito da tela, e selecione “settings”. Você será direcionado para as configurações: -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Captura de tela: Ariane Velasco 3. Para mudar seu nome de usuário, e-mail, foto de perfil e capa, basta clicar em “change”, localizado ao lado ou logo abaixo de cada um desses itens. Uma vez que você tenha atualizado seu nome de usuário, será desconectado do Wattpad e deverá realizar o login novamente, com os novos dados: Captura de tela: Ariane Velasco 4. Também é possível alterar a sua data de nascimento, gênero, localização, e o idioma no qual deseja ler as histórias. Além disso, você pode cadastrar as suas contas em outras redes sociais, como o Facebook, Twitter, Lulu, Smashwords e o seu website pessoal: Captura de tela: Ariane Velasco 5. Mais abaixo, em “about”, é possível adicionar um texto sobre você de até 2.000 caracteres. Uma vez que tenha feito todas as suas atualizações, basta clicar em “enviar”: Captura de tela: Ariane Velasco 6. Pronto! Agora você já pode alterar os seus dados de perfil. A seção “settings” também é onde você pode deletar a sua conta no Wattpad. Abaixo de sua foto de perfil e background, é possível ver a opção “close account”. Clique nela caso não queira mais ter uma conta no site: Captura de tela: Ariane Velasco Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COMBO SAMSUNG | Compre 2 Smart TVs 4K com HDR Premium de uma só vez com desconto iPhones com o melhor custo-benefício (agosto/2019) Confira as chuvas de meteoros que farão o céu brilhar em agosto e setembro Netflix esclarece o motivo de instalar rastreadores de movimento em seu app Torne-se um gamer invencível com os smartphones Samsung Veja Mais

Sucesso total! Segundo lote do Xiaomi Black Shark 2 Pro esgota em poucas horas

tudo celular Será que passa de um milhão em vendas essa semana? Veja Mais

Maria Elisa e Carol Solberg perdem para canadenses e levam a prata no vôlei de praia em Viena

Superesportes - Mais esportes Brasil encerra sua participação no torneio com duas medalhas Veja Mais

Bolsonaro diz que população perde com briga entre os poderes da República

O Tempo - Política Para o presidente, briga entre os poderes da República só têm um perdedor: a população. Veja Mais

Ana Cañas ativa a militância em show de voz, violões e músicas que difundem a ideologia da artista

G1 Pop & Arte Cantora aborda repertórios de Nina Simone, Belchior e Caetano Veloso em apresentação no Rio. Não se apavore com uma mulher como Ana Cañas em cena. Nos sombrios e polarizados tempos atuais, há artistas que tomam partido quando o assunto são questões sociais e políticas. Projetada como cantora em escala nacional em 2007, no rastro da exposição obtida no ano anterior como intérprete de standards do jazz em elitizado bar da cidade de São Paulo (SP), a artista paulistana foi se transformando em outras até virar uma voz militante em defesa sobretudo das mulheres oprimidas pelos padrões da sociedade patriarcal. No último álbum da artista, Todxs (2018), o discurso feminino da artista soou mais forte do que a música em si. Essa preponderância do ativismo sobre a música também foi a tônica do show Voz e violões, apresentado por Cañas no clube Manouche, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), neste primeiro fim de semana de agosto. Ana Cañas aborda música de Belchior com propriedade no show 'Voz e violões' Mauro Ferreira / G1 Afinada com uma ideologia de esquerda, a cantora defendeu liberdades sexuais e sociais em repertório que foi direto ao ponto G já na primeira música do roteiro engajado, Lambe-lambe (Ana Cañas, 2018), tema sobre sexo oral feminino que culminou com simulação de orgasmo. "Não se apavore com uma mulher que goza", foi o primeiro verso cantado e enfatizado por Cañas no show feito com o toque preciso da violonista Mônica Agena. Quando a cantora deixou que a música falasse por si só, como nas pungentes abordagens de Alucinação (Belchior, 1976) e de Volver a los 17 (Violeta Parra, 1966), a apresentação de sábado, 3 de agosto, alcançou picos de beleza e sedução. Ana Cañas insere cacos em música de Caetano Veloso no show 'Voz e violões' Mauro Ferreira / G1 Em contrapartida, quando Cañas inseriu cacos que adulteraram letras alheias, como a de Vaca profana (Caetano Veloso, 1984), a militância em cena soou excessiva por subjugar músicas de outros compositores ao discurso político da artista. Entre exaltações à sexualidade feminina, a artista pôs a libertária Tigresa (Caetano Veloso, 1997) em sintonia com o discurso empoderado de Eu dou... (Ana Cañas, 2018), tema da oscilante obra autoral da artista. Mais sedutora como cantora do que como compositora, Cañas brilhou como intérprete ao dar voz a Feeling good (Anthony Newley e Leslie Bricusse, 1964), música propagada na voz ativista de Nina Simone (1933 – 2003), artista norte-americana eternizada tanto pelo canto como pela militância que lhe rendeu a fama de temperamental. Ana Cañas cita funk 'proibidão' de Ludmilla no show 'Voz e violões' Mauro Ferreira / G1 Sem preconceito musical, Cañas recorreu até a uma versão proibidona de recente funk do repertório de Ludmilla – Não encosta (Will 22, Wilson da Silva Anselmo e Ludmilla, 2018), citado na introdução de Joana Dark (Ava Rocha, Vitor Hugo e Gabriela Carneiro da Cunha, 2018) – para fazer valer o discurso. No caso, o discurso em que a artista defendeu a liberação da maconha, tema recorrente nos diálogos da artista com o público. Em nome da ideologia da artista, Cañas citou até Rehab (Amy Winehouse, 2006) no meio da já mencionada canção Volver a los 17, difundida na voz também militante da cantora argentina Mercedes Sosa (1935 – 2009). Soou natural, porque o show Voz e violões se nutriu o tempo todo desse discurso afiado sem deixar de evidenciar as qualidades vocais da cantora e a destreza da violonista Mônica Agena, hábil inclusive no slide que pautou a execução de Mulher (Ana Cañas, 2015). E tudo fez (ainda mais) sentido no bis quando, antes de cantar La vie en rose (Louis Gugliemi e Edith Piaf, 1945), Cañas contou com emoção a história da avó espanhola que, aos seis anos de idade, viu o pai ser executado em praça pública pelo governo ditatorial que assumiu o comando da Espanha na época. Ana Cañas se emociona antes de cantar 'La vie en rose' no bis do show 'Voz e violões' Mauro Ferreira / G1 Não, não se apavore com uma mulher como Ana Cañas, cantora que expressou em cena o que pensa e, para ativar a militância, pôs a voz, as músicas e os violões a serviço da própria ideologia. (Cotação: * * * 1/2) Veja Mais

Modelo agrícola voltado à exportação no Brasil desmata Amazônia e impacta clima, dizem especialistas

G1 Economia Acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia deve estimular ainda mais os embarques brasileiros de alimentos, mas texto condiciona compra de produtos pelos europeus ao respeito de normas ambientais pelo país. Castanheiras "soltas" em plantação de soja na BR-163 Marcelo Brandt/G1 O aumento crescente das exportações agrícolas para a Europa suscita temores de um novo avanço da fronteira agrícola no Brasil em detrimento da floresta amazônica e de outros ecossistemas ameaçados. No Brasil, sob administração do presidente Jair Bolsonaro, cético do aquecimento global e defensor do agronegócio, monoculturas como a soja e a pecuária são as mais frequentemente encorajadas, em detrimento das pequenas produções familiares de médio impacto ao meio ambiente. Este avanço, que ocorre devido a um modelo voltado à exportação, se dá ao custo de desmatamento na Amazônia e no Cerrado, com cada vez mais conflitos com as comunidades tradicionais e tribos indígenas, que têm seus territórios subtraídos, e também consequências para o clima, alertam especialistas. Áreas da Amazônia que deveriam ter 'desmatamento zero' perdem 6 cidades de SP em três décadas Acordo Mercosul-UE O acordo de livre-comércio entre a União Europeia e o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), que ainda deve ser ratificado pelos Estados-membros nos dois lados do Atlântico, poderá estimular ainda mais essas exportações. O texto prevê que os europeus se comprometam a não importar soja ou carne bovina proveniente de terras desmatadas, mas sua aplicação permanece confusa. Efeito no clima O setor agropecuário foi responsável, sozinho, por dois terços (71%) das emissões de CO2 no Brasil em 2017 sobre um total de 2,07 bilhões de metros cúbicos, que tornam o país o sétimo maior emissor do mundo, segundo as últimas estimativas do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa). Este sistema, implantado pela ONG Observatório do Clima, leva em conta as emissões diretas, sobretudo as ligadas às emissões de metano de bovinos, mas sobretudo as indiretas, relacionadas ao desmatamento, incluindo as queimadas. Pelo menos 46% das emissões brasileiras estimadas pelo SEEG provêm de "mudanças no uso do solo". Isso significa imensas superfícies de floresta amazônica ou de Cerrado transformadas em terras agrícolas. A maioria é utilizada em um primeiro momento como pastagem para a pecuária, antes de ser transformada em campos de cultivo de soja, da qual o Brasil é o maior exportador mundial, assim como de carne bovina. Acordo de Paris em questão "A carne bovina brasileira tem muito impacto ambiental. É muito pouco produtiva, com apenas 0,7 ou 0,8 cabeça de gado, em média, por hectare", critica Gerd Angelkorte, pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ). "Isto está fortemente ligado à grilagem [apropriação ilegal] de terra, sobretudo no norte do Brasil, na região amazônica, onde o desmatamento precede a criação de gado bovino", acrescentou. O pesquisador considera que o governo deveria ser mais firme para evitar a grilagem. Mas o governo Bolsonaro parece pouco inclinado a fazer a situação avançar. Embora os países signatários do acordo UE-Mercosul tenham, de fato, se comprometido a respeitar o Acordo de Paris sobre o Clima, o chefe de Estado brasileiro já afirmou que será impossível para o Brasil atender ao objetivo de reduzir em 43% as emissões de gases de efeito estufa até 2030, em relação aos níveis de 2005. "A nossa (meta), né? A gente não tem como cumprir, nem que pegue aqui agora 100 mil homens no campo e comece a reflorestar a partir de agora, até 2030 não vai atingir essa meta", afirmou o presidente Jair Bolsonaro no começo de julho, à margem da Cúpula do G20, em Osaka (Japão). O paradoxo do agronegócio O presidente Jair Bolsonaro ameaçou tirar o Brasil do Acordo de Paris após sua eleição, algo que não se concretizou. "Quando eu vejo que sobre o Acordo de Paris há uma mudança de opinião considerável do presidente brasileiro, pedimos que seja concretizada nas orientações precisas. Pedimos para ver", lembrou o ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian. "O governo brasileiro não fez absolutamente nada para assegurar o respeito aos compromissos do Acordo de Paris", condena Carlos Rittl, diretor do Observatório do Clima. Para Marcio Mastrini, coordenador de políticas públicas do Greenpeace Brasil, o texto final do Acordo de Paris deve comportar regras claras que estipulem a interdição da exportação à Europa de produtos advindos de desmatamento. Paradoxalmente, a sustentabilidade no agronegócio representa uma das principais salvaguardas do governo Bolsonaro para evitar que os produtos brasileiros sejam mal vistos pelos consumidores europeus. "Não é preciso apenas ser sustentável, porque nós somos, mas é preciso mostrar também. Muitas vezes, a gente perde negócios por causa da imagem. Quem quer sair do Acordo de Paris é porque nunca exportou nada", explicou Luiz Cornacchioni, diretor da Associação Brasileira de Agronegócio (ABAG), em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo logo após a chegada de Bolsonaro ao poder. Veja Mais

'Não peço, certas coisas eu mando', diz Bolsonaro sobre exoneração no Inpe

O Tempo - Política Presidente declarou que 'não tinha clima para continuar' após declarações do diretor do instituto e negou ter censurado dados sobre Amazônia Veja Mais