Meu Feed

Últimos dias

"TEMOS QUE DEFINIR UM PADRÃO DE JOGO E ACREDITAR NELE ATÉ O FINAL", Diz Dani Alves

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Descarrega a APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #FOXSports #SaoPaulo #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Preços do petróleo sobem forte após ataques na Arábia Saudita

G1 Economia Preços chegaram a subir quase 20%, segundo sites internacionais. Produção do país foi cortada pela metade neste sábado (14), depois de ataques com drones. Foto mostra instalação de petróleo de Aramco, perto da área de al-Khurj, ao sul da capital saudita Riad, neste domingo (15) Fayez Nureldine/AFP Os preços internacionais do petróleo subiram forte neste domingo (15), após duas grandes instalações da petroleira Aramco terem sido atacadas por drones no sábado (14). Segundo a Reuters, o aumento no preço do petróleo do tipo Brent chegou a 19%, atingindo de US$ 71,95 por barril. Já o do tipo crude apresentou uma alta de 15%, passando a custar US$ 63,34 por barril. A Arábia Saudita cortou pela metade a produção de petróleo no sábado (14) e perdeu cerca de 5,7 milhões de barris no dia do ataque, segundo a Bloomerg. O número representa mais de 5% do suprimento global. Segundo o Departamento de Energia dos Estados Unidos, é a maior pertubação súbita de todos os tempos, superando a perda de suprimento de petróleo do Kuwait e do Iraque em 1990, quando Saddam Hussein invadiu o país vizinho. A marca também supera o corte na produção em 1979, durante a Revolução Islâmica. Fumaça é vista após um incêndio nas instalações da Aramco em Abqaiq, na Arábia Saudita, neste sábado (14) Reuters EUA acusam Irã O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, acusou o Irã pelo ataque, dizendo que não há evidências de que eles partiram do Iêmen. O Irã nega acusações e acusou os Estados Unidos de buscarem um pretexto para retaliar o país. Veja Mais

ASUS lança Zenfone Max Pro (M2) no Brasil com Snapdragon 660 e bateria gigante

tudo celular O modelo já aparecia na lista de homologação da Anatel desde o final do último mês de julho. Veja Mais

Com novos saques, aplicativo do FGTS lidera ranking em loja virtual

Com novos saques, aplicativo do FGTS lidera ranking em loja virtual

R7 - Economia App do FGTS aparece em destaque no Play Store A8SE O aplicativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aparece neste domingo (15) na primeira colocação na lista de “top apps” gratuitos da Play Store, loja virtual de programas para dispositivos móveis do sistema operacional Android. O programa do fundo e o da Caixa estão entre os principais, juntamente com opções populares como Whatsapp, Facebook, Instagram e Kwai. Leia também: Tire 35 dúvidas sobre o saque de R$ 500 do FGTS Os “top apps” são uma das categorias da loja virtual Play Store. O ranking é definido por critérios próprios e não públicos do Google, conglomerado controlador da loja. A posição do ranking não é dada, assim, pelo número de downloads. O aplicativo do FGTS, por exemplo, marcava até a data da publicação 60 mil downloads. Já Facebook e Whatsapp chegavam à casa dos 90 milhões de carregamentos. Por meio dele é possível consultar o valor disponível para saque imediato, canal de pagamento, extrato, saldo e tirar dúvidas sobre o benefício. Para instalar, é necessário dar informações como CPF, nome, data de nascimento e cadastrar uma senha. O site da Caixa traz um passo-a-passo para o procedimento. Veja também Com FTGS liberado para saque, educador financeiro orienta o melhor uso para cada caso Caixa recomenda que clientes busquem informações sobre o FGTS Número de brasileiros que recebem 13º do INSS cresce em cinco anos Empresário Luciano Hang diz que lutará contra volta da esquerda Guedes vê chance de país se mover bem economicamente em 2020 O aplicativo foi atualizado no início do mês. Entre os novos recursos incluídos está a consulta do processo de saque imediato e adesão a ele. A ferramenta também passou a disponibilizar informações e permitir consulta para o saque aniversário. Na Play Store, na escala de 1 a 5 o app possuía média de 3,2. A nota é dada pelos usuários que fazem o carregamento de cada app. Nos comentários, muitas pessoas reclamavam que a atualização da versão havia vindo com problemas (ou bug, no linguajar popular utilizado para equipamentos e serviços de informática). Diante das reclamações, a Caixa respondeu no espaço de comentários que havia enfrentado problemas, mas que o procedimento de cadastramento havia sido corrigido e que poderia ser novamente realizado para viabilizar a instalação e o uso do app. O app ganha popularidade por causa do início dos saques imediatos do FGTS, de até R$ 500 por conta, anunciados pelo governo federal. No primeiro sábado (14), a Caixa registrou 12 milhões de transações relacionadas ao pagamento. Já foram creditados quase R$ 5 bilhões nas contas de trabalhadores atendidos com o benefício. Veja Mais

Litecoin (LTC) em foco

R7 - Economia O Litecoin subiu repentinamente para marca de US$ 70 desde ontem. Há a expectativa de que se possa cruzar a marca de US$ 75 até o final da próxima semana e pode começar a ser negociado entre US$ 80 e US$ 100 até o próximo mês. O desempenho atual do mercado pode ser denominado como […] Veja Mais

Aprenda a criar seu site na Wix, plataforma gratuita disponível na web

Aprenda a criar seu site na Wix, plataforma gratuita disponível na web

canaltech A Wix.com é uma plataforma que permite criar e editar sites profissionais, blogs, entre outros tipos de páginas na internet. Sua popularidade tem aumentado muito entre os internautas, uma vez que ela oferece bons recursos e temas, e costuma ser bem fácil de utilizar. Para criar o site, basta ter um e-mail válido e fornecer algumas informações pessoais. A Wix pode ser utilizada gratuitamente. Confira, no tutorial a seguir, como criar o seu próprio site na Wix Primeiro, acesse o site e clique em “Comece já”. Captura de tela: Ariane Velasco Em seguida, insira informações como seu e-mail e senha. Clique em “Registre-se”. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Captura de tela: Ariane Velasco Você será apresentado à página de boas-vindas do site e pode optar por responder algumas perguntas (a fim de que a plataforma conheça suas necessidades) ou pular o processo. Captura de tela: Ariane Velasco Depois, você pode deixar com que a Wix crie o seu site baseado em suas informações ou pode personalizá-lo da maneira que preferir, o que pode ser um processo bem divertido.  Captura de tela: Ariane Velasco Se você optou por criar seu site na Wix por conta própria, escolha um template. Existem muitos templates gratuitos. Os mais elaborados costumam ser pagos. Escolha o que mais gostar e clique em “Editar”. Captura de tela: Ariane Velasco Na página de edição de seu site da Wix, você pode alterar características como menus, páginas, fundo, imagens, mídia, tamanho das letras, posição, distribuição de elementos da página, informações de contato, entre outras. Captura de tela: Ariane Velasco Em “Menus”, você pode adicionar telas como “Sobre Mim” (ou “Sobre a Empresa”), “Serviços”, “Feed de Posts”, “Blog” e “Contato”. Você também pode configurar informações de agendamentos (caso necessário). Captura de tela: Ariane Velasco Já, em “Background”, você pode escolher a imagem que irá aparecer no fundo de seu site da Wix. Você pode também colocar uma cor ou até um vídeo. Captura de tela: Ariane Velasco Em “Extras”, você pode inserir imagens na faixa de seu blog, nas páginas de contato, sobre, boas-vindas, listas, vídeos, músicas, links para suas redes sociais, loja virtual, entre outros links que podem ser úteis para quem estiver navegando em seu site da Wix. Captura de tela: Ariane Velasco No “Wix App Market”, você pode adicionar gadgets com comentários, fórum para discussões, formulários e até um chat. Captura de tela: Ariane Velasco Em “Mídia”, você pode escolher algumas imagens do diretório da Wix para seu site ou fazer upload de mídias que estejam em seu computador. Captura de tela: Ariane Velasco Na aba “Gerenciador do Blog” você pode adicionar elementos ao seu blog e configurar as suas páginas. Captura de tela: Ariane Velasco Na aba seguinte, você pode divulgar seu site da Wix via e-mail, em uma campanha de marketing para que ele já ganhe alguns cliques. Captura de tela: Ariane Velasco Por último, no ícone de calendário, é possível gerenciar os agendamentos realizados através do seu site. Captura de tela: Ariane Velasco Também é possível alterar as cores do seu site Wix e escolher entre diversos temas e paletas. Você pode, inclusive, editar as cores dentro de temas pré-estabelecidos. Captura de tela: Ariane Velasco Já, no menu localizado do lado direito da tela, você pode posicionar todos os elementos do seu site para que eles fiquem bem posicionados. Captura de tela: Ariane Velasco Uma vez que você tenha alterado todas as configurações do seu site, clique em “Publicar”, no canto superior direito da tela. Você será direcionado para escolher um domínio para seu blog ou site. Captura de tela: Ariane Velasco No menu superior, você pode adicionar ferramentas que irão ajudá-lo a configurar melhor o seu site, como réguas (para posicionar melhor os itens). Além disso, nas configurações, você pode conectar um domínio ao site, controlar a nitidez da imagem, usar a versão multilíngue, acessar seu painel de controle, alterar a imagem de seu site da Wix que será exibida quando ele for compartilhado nas redes sociais, entre outras opções. Captura de tela: Ariane Velasco Uma vez que seu site tenha sido salvo, basta clicar em “Ok” para que ele se torne público e você possa começar a publicar seus posts. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Rumor | Apple teria desabilitado função de carregamento reverso no iPhone 11 TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Veja Mais

Após ataques por drones, preços de combustíveis podem disparar: entenda

em - Internacional Petrolífera saudita Aramco disse que produção cairá 50% Veja Mais

Como buscar e aplicar os efeitos no Instagram?

Como buscar e aplicar os efeitos no Instagram?

Tecmundo O Instagram é uma rede social que permite o compartilhamento de fotos e vídeos com os seus seguidores, seja no perfil ou no stories. Recentemente, o aplicativo disponibilizou o recurso de efeitos que deixam estas imagens ainda mais divertidas, mas por ficar em uma área escondida, muitos usuários encontram dificuldade em encontrá-las. Por isso, separamos um tutorial fácil para que você consiga buscar e aplicar os filtros nas suas fotos e vídeos.Vale ressaltar que não é necessário baixar nenhum outro tipo de aplicativo para ter essa função. Leia mais... Veja Mais

Roberto Leal: Veja repercussão da morte do cantor

G1 Pop & Arte Fafá de Belém definiu o amigo como 'embaixador da cultura popular portuguesa'. Conhecido por 'Arrebita' e outros sucessos, ele tratava um câncer há dois anos. O cantor Roberto Leal Divulgação Artistas e outras personalidades lamentaram neste domingo (15) a morte do cantor português Roberto Leal, aos 67 anos. Ele era conhecido principalmente pela música "Arrebita". Leal estava internado desde terça-feira (10). Ele morreu devido a um melanoma maligno (tumor) que evoluiu, atingindo o fígado e causando síndrome de insuficiência hepato-renal. O cantor tratava um câncer há dois anos. Leia, abaixo, a repercussão da morte de Roberto Leal Artur Xexéo, jornalista, à GloboNews: "Ele é o último de uma fase. O mercado brasileiro teve essa tradição de receber bem cantores portugueses. Roberto Leal não buscava ser moderno, ia mais para o lado do folclore, se apresentava com trajes típicos e tinha um repertório com humor. Por isso, fazia tanto sucesso em programas populares. Era bem diferente de outros cantores portugueses, que tinham sido bem recebidos aqui até a aparição dele, que investiam na canção romântica, principalmente o fado. Talvez ele tenha sido o de maior sucesso." “O último de uma fase”, diz Artur Xexéo sobre Roberto Leal Associação Portuguesa de Desportos, no Twitter: Initial plugin text Britto Jr., apresentador, no Twitter: Initial plugin text Fafá de Belém, cantora, à GloboNews: "Roberto foi o primeiro grande ídolo popular português no Brasil. Ele trouxe a popularidade do imigrante. Era o embaixador da cultura popular portuguesa. É com muita tristeza que eu recebo essa notícia. Ter vencido aqui e ter levado seu nome de volta à Portugal era motivo de muito orgulho para ele. Fico muito triste, deixa uma lacuna imensa. A cultura popular brasileira perde um grande representante. Roberto foi único, não tinha vergonha, nem pudor de sua origem. “Embaixador da cultura popular portuguesa”, diz Fafá de Belém sobre Roberto Lea Gugu Liberato, apresentador, no Instagram: Initial plugin text João Doria, governador de São Paulo, no Twitter: Initial plugin text Miguel Falabella, ator e dramaturgo, à GloboNews: "Para minha geração, Roberto Leal foi a descoberta de Portugal. Ele trouxe essa música popular, essa alegria. Nós não associávamos Portugal a esse tipo de imagem. Ele foi muito importante nessa ponte. Portugal deixou de ser um sisudo, colonizador. Tenho muitas lembranças de vê-lo, com muito prazer, em programas populares. Todo aquele que não tem vergonha de ser o que é chega ao grande público. E chegava como ninguém ao coração do grande público." “Roberto Leal chegava como ninguém ao coração do grande público”, diz Miguel Falabella Veja Mais

Roberto Leal morre aos 67 anos

R7 - Música Cantor português veio ainda criança para o Brasil onde encontrou o sucesso Veja Mais

A Era do Plástico: o uso do material pode marcar o inicio do Antropoceno?

Glogo - Ciência No ritmo que estamos seguindo, tudo indica que o plástico será um dos maiores vestígios que deixaremos para o mundo; pesquisas estimam que de 5 a 12 milhões de toneladas métricas de resíduos plásticos chegam ao mar a cada ano. Será que podemos dizer que estamos vivendo a era do plástico? Getty Images/ BBC Imagine como seria uma aula de história em uma escola no ano 3000. Que rastros teríamos deixado os estudantes que habitam a Terra? Assim como conhecemos hoje as ferramentas primitivas da Idade da Pedra ou as armas mais sofisticadas da Idade do Ferro, que vestígios veriam de nossa era? No ritmo que estamos seguindo, tudo indica que o plástico será um dos maiores vestígios que deixaremos para o mundo. Um novo estudo revela que a grande quantidade de plástico que usamos está sendo marcada no registro fóssil do planeta. Portanto, alguns cientistas afirmam que estamos na Era do Plástico. "Estamos usando tanto plástico que é por isso que seremos lembrados", disse à BBC Jennifer Brandon, bióloga microplástica da Universidade da Califórnia (EUA) e autora da pesquisa. Um fóssil eterno Pesquisas estimam que de 5 a 12 milhões de toneladas métricas de resíduos plásticos chegam ao mar a cada ano Getty Images/ BBC Para chegar a essa conclusão, Brandon e sua equipe analisaram sedimentos do fundo do mar perto da costa da Califórnia, que datam de 200 anos atrás. Ao analisar seus compostos, eles notaram que a partir de 1940 a quantidade de plásticos microscópicos dobrava a cada 15 anos. Em 2010, quando as amostras foram coletadas, as pessoas estavam depositando plástico no mar a uma taxa 10 vezes maior do que antes da Segunda Guerra Mundial. "É como se estivéssemos fazendo chover plástico no oceano", diz Brandon. A bióloga diz que sua descoberta reforça a ideia de que o acúmulo de plástico pode ser usado como um indicador do início do Antropoceno, uma era geológica proposta pela comunidade científica que se caracteriza pelas mudanças que os seres humanos causaram no planeta. O estudo de Brandon sugere que "nosso amor pelo plástico" é um dos marcos que indicam o início do Antropoceno. "O plástico é um marcador biológico perfeito porque nunca se degrada", diz Brandon. "Dura quase para sempre." Uma pegada prejudicial O plástico é popular há apenas 75 anos, mas a marca que ele deixa é duradoura. As amostras analisadas por Brandon e sua equipe revelam que a maior parte do plástico contido no fundo do mar veio de fibras de roupas, mas também foram encontrados fragmentos de materiais de sacolas e outros tipos de partículas. Pesquisas anteriores estimaram que de 5 a 12 milhões de toneladas métricas de resíduos plásticos chegam ao mar a cada ano. Outros estudos mostraram que os organismos marinhos que ingerem plástico sofrem danos que se espalham por toda a cadeia alimentar. Muitos morrem depois de ingerir o produto. Um relatório sobre o futuro dos mares, divulgado recentemente pelo governo do Reino Unido, alertou que a quantidade de plástico no mar pode triplicar em uma década, a menos que o lixo seja contido. Cinco nações asiáticas - China, Indonésia, Filipinas, Vietnã e Tailândia - respondem por até 60% do lixo plástico que acaba nos oceanos, de acordo com um relatório de 2015 da Ocean Conservancy e do McKinsey Center for Business and Environment. Com esse tipo de resíduo despejado na água em uma escala que chega a milhões de toneladas por ano, desde plânctons minúsculos até baleias enormes acabam ingerindo esse material acidentalmente ao se alimentar ou ao confundi-lo com o próprio alimento. A explicação de pesquisadores é que o plástico não só parece, mas também tem cheiro de comida. Uma questão existencial Brandon diz que os seres humanos "se tornaram dependentes do plástico", mas adverte que ela não defende sua eliminação completa de nossas vidas. Para ela, a chave é mudar alguns hábitos e usar apenas o estritamente necessário. "É uma questão existencial", diz ela. "Nossas decisões diárias estão sendo registradas no oceano. Queremos ser lembrados por essa quantidade de plástico?" Veja Mais

Pesquisadores encontram árvore mais alta da Amazônia, que pode ter mais de 400 anos de existência

G1 Economia Globo Rural acompanhou a viagem da equipe em uma região cercada por áreas de conservação ambiental e terras indígenas. Pesquisadores encontram árvore mais alta da amazônia, pode ter mais de 400 anos Uma expedição de pesquisadores encontrou a maior árvore já medida no Brasil, que tem tamanho equivalente a um prédio de 30 andares. A espécie foi encontrada dentro da Amazônia em uma região cercada por áreas de conservação ambiental e terras indígenas. O Globo Rural acompanhou a viagem de 10 dias comandada pelo engenheiro florestal Eric Gorgens, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, de Minas Gerais, para encontrar as árvores gigantes na floresta. Tudo partiu de um estudo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que identificou árvores com alturas muito acima do normal nesta região do estado. "Em geral, as árvores atingem, em média, 45 a 50 metros de altura, mas a gente começou a perceber que muitas das árvores que a gente tinha identificado chegavam a 80 metros de altura, ou seja, o dobro do esperado para estrutura florestal como um todo", explica Gorgens. Com tantas dúvidas para serem solucionados, uma equipe formada por engenheiros florestais de universidades brasileiras e internacionais, como Cambridge e Oxford e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) decidiu encontrar essas raridades. Mais de 300 km de viagem O pesquisador e a equipe ficaram um ano estudando e organizando para chegar às árvores gigantes do Vale do Jari. Logo no início da viagem, após 10 km de viagem, o primeiro obstáculo: uma cachoeira. A equipe precisou descarregar os barcos e arrastá-los para prosseguir viagem. Foi necessário quase dia inteiro para passar, por terra, pelos 300 metros que separam a cachoeira do ponto de retomada da navegação. "A gente ficou um pouco preocupado no início, quando nós tivemos a primeira transposição que levou bastante tempo, até um pouco mais do que a gente esperava, mas os dois dias que se seguiram foram excelentes, as viagens rendendo muito bem", relata Eric Gorgens. Após três dias, a expedição chegou bem perto do local. Mas, quando tudo pareceu estar tranquilo, surgiram as corredeiras. Novamente os pesquisadores precisaram desembarcar e arrastar as embarcações. Um dia inteiro para transpor duas corredeiras. No quinto dia, terminou a vigem de 300 km de barco e começou uma grande caminhada por dentro da floresta em busca das árvores gigantes. Os pesquisadores começam a chegar cada vez mais perto do lugar que só conheciam pelo computador, uma recompensa após uma jornada tão longa. "É a realização de um sonho a gente ter a oportunidade de encontrar um lugar tão especial, com árvores centenárias, onde nunca ninguém pisou antes. Então, com certeza, é uma emoção estar aqui", disse Gorgens. 82 metros de altura O santuário das grandes árvores fica na Floresta Estadual do Parú, no noroeste do Pará. A área protegida tem mais de 3,6 milhões de hectares, tamanho maior que todo o território da Bélgica. As espécies gigantes são angelins, que estão presentes em todo o Norte do país, com registro também no Maranhão e na Guiana. "Ela é uma espécie pioneira, que se desenvolve necessitando de sol e nas áreas mais altas, de maior altitude", explica a engenheira florestal Wegliane Campelo. Árvores gigantes estão salvas das queimadas 'até o momento' A expedição encontrou 15 dessas árvores, que agora serão estudadas pelos pesquisadores, que mediram a circunferência, recolheram amostras do solo, das folhas, dos troncos e retiraram material genético para exames de DNA. Dos angelins localizados, o menor tinha 70 metros e a média de altura é de 75 metros. O maior de todos tem 82 metros, a maior árvore já registrada na Amazônia. As árvores gigantes têm entre 400 e 600 anos, afirma o pesquisador da Embrapa Marcus Vinicios D’Oliveira. Mistério Esta riqueza escondida por séculos e que mostra o quanto a humanidade ainda tem a aprender com a Amazônia. O físico inglês Toby Jackson ficou intrigado em como esses angelins conseguiram crescer e se manter em pé num topo de morro, sofrendo com a ação dos ventos. "Quando eu estive na Malásia, vi que algumas das árvores mais altas do mundo, com 100 metros de altura. (Elas) estão na base de encostas, mais protegidas", observa. "Aqui, esses angelins gigantes desafiam nossas teorias porque estão em áreas elevadas. No momento, não conseguimos explicar isso." As pessoas da comunidade de Iratapuru, que ajudaram os pesquisadores na jornada, reverenciaram as grandes árvores. "A comunidade vive há anos na floresta, cuidando dela, vivendo dela, então isso aqui vai ser mais uma parte que vai ser abraçada pela comunidade e ser preservada. Já vimos muitas árvores grandes, mas desse tamanho... são as primeiras", explica o guia Márcio Freitas. Veja Mais

Banda The Dharmas celebra a juventude com os três acordes do rock 'Old school'

G1 Pop & Arte Surgido em 2018, o trio gaúcho prepara EP e faz música com o que chama de 'velha rebeldia'. Em frase famosa, o escritor norte-americano F. Scott Fitzgerald (1896 – 1940), autor do livro O grande Gatsby (1925), defendeu que “No fim das contas, a vida não tem muito a oferecer além da juventude”. Os músicos da banda gaúcha The Dharmas concordam com a sentença. A ponto de a terem usado como inspiração para a criação do rock, Old school, que o trio lançará em single programado para a sexta-feira, 20 de setembro. Com os hormônios em ebulição, Gabriel Flag (voz, guitarra, sintetizadores e arranjo), Jaderson Santos (baixo) e Rafael Puglia (bateria e percussão) celebram a juventude e o que chamam de "velha rebeldia" com os três acordes do punk rock usados para dar vida ao rock Old school. Com capa que expõe pintura criada pela banda a partir de ilustração do pintor alemão Julius Schnorr von Carolsfeld (1794 – 1872), o single Old school chega ao mercado fonográfico, pelo selo 1001STONED, dois meses e meio após o single que apresentou a banda The Dharmas, Little sunshine, editado em 7 de julho. Iniciativa de Gabriel Flag, agitador cultural da cena roqueira gaúcha, a banda The Dharmas surgiu em 2018 em Porto Alegre (RS) como power trio de rock, mas somente ganhou nome neste ano de 2019. A propósito, o nome The Dharmas – não confundir com Os The Darma Lóvers, banda também gaúcha de inspiração zen-budista formada em 1998 – alude ao romance The Dharma bums (1958), de Jack Kerouac (1922 – 1969), escritor cultuado pela Geração Beat. Com letra (de Gabriel Flag) que cita versos de Geração coca-cola (Renato Russo, 1985), hino juvenil da banda Legião Urbana, o rock Old school integra o repertório do ainda inédito EP The Dharmas. Veja Mais

Jaloo se junta com duo Strobo em trio, Os Amantes, apresentado por 'Ninguém'

G1 Pop & Arte Banda planeja lançar o primeiro álbum, com repertório inédito, ainda neste ano de 2019. Mesmo que o ritmo do universo pop seja cada vez mais veloz e voraz, causa certa estranheza – e a sobretudo a impressão de falta de planejamento estratégico – o fato de Jaloo ter lançado na sexta-feira, 13 de setembro, o primeiro single de novo projeto, Os Amantes, somente uma semana após ter apresentado o segundo álbum de estúdio, ft. Os Amantes é um trio formado pelo cantor e compositor paraense com o Strobo, duo também paraense surgido em 2011 com a união musical de Arthur Kunz (bateria e programações) e Léo Chermont (guitarra e efeitos). Capa do single 'Ninguém', da banda Os Amantes Divulgação Ninguém é a música escolhida para apresentar em single a banda Os Amantes. A sonoridade pop eletrônica do single Ninguém não chega a configurar radical ruptura com a estética musical do trabalho solo de Jaloo e tampouco com a batida do Strobo. Contudo, Ninguém é somente a primeira música de Os Amantes. Um álbum com repertório inédito tem lançamento previsto para o fim deste ano de 2019. Veja Mais

Incêndios no Centro-Oeste causam prejuízos milionários para produtores rurais

G1 Economia Por causa das queimadas, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul decretaram situação de emergência com esperança de receberem mais auxílio do governo federal. Incêndios no Centro-Oeste causam prejuízos milionários para produtores rurais O Centro-Oeste ainda enfrenta graves problemas causados pelas queimadas na região. Em Mato Grosso do Sul, os focos de incêndio atingiram o Pantanal, já em Mato Grosso o fogo matou animais e trouxe prejuízos para os agricultores. Por causa das queimadas, foi decretada situação de emergência nos dois estados com a esperança de receberem mais auxílio do governo federal. Na propriedade da agricultora Aparecida Fabiano Rocha, em Rondonópolis, a semana foi de recuperação após os incêndios destruírem cercas, pomares e 19 hectares de pasto. "Eu não consegui até agora fazer um levantamento correto, mas eu creio que eu vou gastar mais de R$ 30 mil (para recuperar tudo)”, calcula Aparecida. Além disso, das 10 cabeças de gado no sítio, uma morreu com o fogo. Os animais que sobreviveram estão feridos e a produtora rural precisa aplicar remédios para curar as feridas. Em outra fazenda, localizada no município de Canabrava do Norte, cerca de 50 animais morreram nos incêndios. Já em Primavera do Leste, o fogo também levou prejuízos para uma produção de algodão. No total, 250 fardos de pluma pegaram fogo. Um prejuízo estimado em mais de R$ 1 milhão. De acordo com os produtores da região, o fogo teria começado na palhada de milho de uma propriedade vizinha. E, mesmo depois de vários dias, os funcionários ainda precisam fazer o resfriamento da área. Queimadas no Pantanal Desde janeiro, Corumbá, a maior cidade do pantanal, já registrou mais de 3.100 focos de incêndio. Nas margens da BR-262, são muitos os flagrantes de animais mortos em meio à vegetação devastada. A fazenda Caiman, na região de Miranda, está entre os locais mais atingidos. O incêndio se alastrou rapidamente destruindo mais de 30 mil hectares de vegetação nativa. Veja Mais

Ric Ocasek, icônico líder do The Cars, morre aos 75 anos de idade

R7 - Música Notícia triste para a música neste domingo (15). Ric Ocasek, frontman do icônico The Cars e produtor aclamado, morreu aos 75 anos de idade. O músico foi encontrado morto por sua ex-mulher, Paulina Porizkova, em seu apartamento em Manhattan nessa tarde. De acordo com informações do Page Six, fontes informam que Ocasek teria morrido de causas naturais. Atualizaremos com mais informações em breve. Que descanse em paz! Ric Ocasek O músico e seu The Cars lançaram em 1978 seu primeiro disco, homônimo, que conta com hits como 'Just What I Need' e 'My Best Friend's Girl'. Antes de entrar em um hiato de mais de duas décadas, o grupo ainda lançou outros cinco discos. Em 2011, eles retornaram com Move Like This, o último antes de mais uma pausa. Além do Cars, Richard Theodore Otcasek também lançou sete discos solo, com o último sendo Nexterday, de 2005. Ele também era um produtor renomado, tendo trabalhado com nomes como Weezer, Bad Brains, No Doubt e muito mais. Veja Mais

Disney faz parceria com Microsoft para produzir filmes pela nuvem

Disney faz parceria com Microsoft para produzir filmes pela nuvem

Tecmundo O Walt Disney Studios e a Microsoft fecharam uma parceria para utilizar a nuvem no processo de produção e distribuição de filmes. O acordo vale por cinco anos e será liderada pelo StudioLab da Disney, um laboratório usado para desenvolver e testar novas tecnologias. O objetivo é utilizar a Microsoft Azure como plataforma para intermediar as produções do estúdio, da gravação até a edição e a finalização.Jamie Voris, diretor de tecnologia do Walt Disney Studios, disse para a Variety que o acordo leva em conta as vantagens de se utilizar a nuvem em grandes produções, como o processo de edição, por exemplo. "Podemos estar em um set na Austrália e editar na Califórnia. O cinema é um processo global", explicou Voris.Leia mais... Veja Mais

NASA financia missão que enviará um CubeSat a uma órbita exótica ao redor da Lua

NASA financia missão que enviará um CubeSat a uma órbita exótica ao redor da Lua

canaltech A empresa Advanced Space, do Colorado, recebeu da NASA um contrato de US$ 13,7 milhões para desenvolver e operar uma missão que enviará um CubeSat à órbita lunar. A expectativa é que esta seja a primeira espaçonave em uma órbita de halo quase retilínea ao redor da Lua — a mesma que também fará a estação lunar Gateway, da NASA. Nesta órbita, o CubeSat girará em conjunto com a Lua, enquanto ela orbita a Terra. Quando ele estiver em sua posição mais próxima do nosso satélite natural, estará a menos de 1.600 km de distância; quando estiver em sua posição mais longínqua, estará a cerca de 70.000 km afastado da superfície lunar. Batizada de CAPSTONE (Cislunar Autonomous Positioning System Technology Operations and Navigation Experiment), a missão poderá começar em dezembro de 2020 e demonstrará como entrar e operar nesta órbita exótica, além de testar uma nova capacidade de navegação. Com isso, a equipe coletará informações que vão ajudar a reduzir a incerteza logística da Gateway, que abrigará astronautas e fornecerá a eles acesso seguro à superfície da Lua. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- A CAPSTONE fará a mesma órbita da estação Gateway. (Imagem: Advanced Space) Jim Reuter, administrador da Space Technology Mission Directorate, da NASA, disse que “esta missão é altamente ambiciosa em termos de custo e cronograma — e assumir esse risco deliberado faz parte do objetivo desta missão. O CubeSat é um modelo de 12 unidades (ou seja, 24×24×36 cm, uma das maiores plataformas disponíveis), com o tamanho de um pequeno forno de microondas. Carrega um sistema de comunicação capaz de determinar a que distância o CAPSTONE está do Lunar Reconnaissance Orbiter da NASA e a velocidade com que a distância entre as duas naves está mudando. As informações sobre distâncias entre essas espaçonaves serão usadas para demonstrar um software para navegação autônoma, o que permitirá às futuras missões a capacidade de determinar suas localizações sem depender apenas do rastreamento feito na Terra. Após o lançamento, o CAPSTONE levará aproximadamente três meses para entrar em sua órbita e iniciar uma fase de demonstração primária de seis meses. "Esta é uma oportunidade animadora para a NASA avançar agressivamente em direção à Lua, em parceria com várias pequenas empresas americanas, como uma vanguarda para a Artemis e sustentar a presença humana além da órbita baixa da Terra", disse Jim Reuter. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+ Huawei trocou o Windows pelo Linux em novos MateBooks vendidos na China Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Veja Mais

'Queer Eye', 'RuPaul's Drag Race' e 'Leaving Neverland' ganham prêmios na 1ª noite do Creative Arts Emmy

G1 Pop & Arte 'Free Solo' ganhou nas sete categorias que concorreu e Beyoncé perdeu em seis com 'Homecoming'. Cerimônia antecede premiação principal marcada para o próximo domingo (22). Ru Paul venceu na categoria de Melhor Apresentador por 'RuPaul's Drag Race' no Creative Arts Emmys neste sábado (14), em Los Angeles Jordan Strauss/Invision/AP Na primeira noite do Creative Arts Emmy, o filme "Free Solo" venceu nas sete categorias em que estava indicado. Em fevereiro, o documentário da NetGeo também levou o Oscar para casa. Já a drag queen RuPaul ganhou seu quarto Emmy como melhor apresentador de reality show por "RuPaul's Drag Race" na cerimônia dedicada às categorias técnicas neste sábado (14). No domingo (15), a cerimônia continua em Los Angeles. "Leaving Neverland", que mostra dois homens adultos que dizem ter sido amigos de Jackson e abusados ​​sexualmente por ele a partir dos 7 e 10 anos de idade, foi eleito o melhor documentário. Os principais prêmios do Emmy serão distribuídos no próximo domingo (22). O documentário, que foi ao ar neste ano, 10 anos após a morte de Jackson, foi recebido com indignação pela família do cantor. A família de Jackson negou as acusações dos homens, chamando-as de "desacreditadas". Beyoncé, cujo filme acerca do Festival Coachella de 2018 "Homecoming" foi para a cerimônia de sábado com seis indicações ao Emmy, foi derrotada em todas as categorias. James Corden ganhou dois prêmios por "Carpool Karaoke: the Series" no Creative Arts Emmys neste sábado (14), em Los Angeles Richard Shotwell/Invision/AP O especial "Carpool Karaoke", de James Corden, com o ex-Beatle Paul McCartney retornando à sua cidade natal de Liverpool, venceu "Homecoming" pelo especial de variedades pré-gravado, enquanto a versão filmada do aclamado show da Broadway de Bruce Springsteen triunfou pela direção especial de variedades. "Os Simpsons" ganhou o Emmy de melhor série de animação, enquanto a série de "Queer Eye" levou para casa quatro prêmios. Jonathan Van Ness, Bobby Berk, Tan France, Antoni Porowski e Karamo Brown, do elenco de "Queer Eye", chegam para primeira noite de Creative Arts Emmy neste sábado, em Los Angeles Richard Shotwell/AP "Anthony Bourdain Parts Unknown", o programa de viagens e gastronomia apresentado pelo chef norte-americano Bourdain, que se suicidou em 2018, ganhou dois Emmys. Os principais prêmios Emmy serão entregues em 22 de setembro em Los Angeles, com "Game of Thrones" e "The Marvelous Mrs Maisel", liderando a corrida pelo melhor drama e melhor série de comédia. Veja lista de indicados. Veja Mais

Huawei trocou o Windows pelo Linux em novos MateBooks vendidos na China

Huawei trocou o Windows pelo Linux em novos MateBooks vendidos na China

canaltech A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China vive uma aparente trégua, mas a situação da Huawei, que ficou no meio do fogo cruzado, ainda segue indefinida. Enquanto aguarda novas decisões do governo estadunidense, ela segue negociando parcialmente com parceiros ianques e continua buscando alternativas, digamos, mais sustentáveis em sua região. Além de estar desenvolvendo sistemas operacionais móveis próprios, a fabricante agora começou a vender o MateBoook 13, o MateBook 14 e o MateBook X Pro com uma versão customizada do Linux, ao invés do Windows, no mercado chinês. O ambiente Deepin está disponível em inglês e é fornecido pela plataforma de código aberto Fedora 30. Ou seja, também está pronto para ser distribuído no Ocidente. MateBook X Pro está US$ 84 mais barato sem o Windows na China (Imagem: Divulgação/Huawei) Com a saída do Windows, há uma queda de preço, que vem sendo repassada para os consumidores. Tanto o MateBook 13 quanto o MateBook 14 agora saem US$ 42 (R$ 172 na conversão direta) mais baratos, e o MateBook X Pro teve um corte de US$ 84 (R$ 343). Então, agora eles podem ser comprados por lá a US$ 763 (R$ 3.117), US$ 805 (R$ 3.290) e US$ 1.230 (R$ 5.025). -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Bem, com a possibilidade da Huawei perder as licenças da Microsoft em seus produtos, essa é uma alternativa que pode dar certo localmente e até mesmo em outras praças, já que assim os preços também seriam mais sedutores para hardwares de ponta. Por enquanto, os dispositivos seguem sem alteração de sistema ou valores fora da China. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Quais serão os preços dos novos iPhones no Brasil? Fizemos o cálculo A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+ Veja Mais

Electroneum (ETN) em foco

R7 - Economia A Electroneum (ETN) mesmo depois anunciar novas funcionalidades ao seu app, como recarga de celular com as principais operadoras de telefonia do mundo, aqui no Brasil a primeira foi a Claro(leia mais aqui) e após uma atualização tanto: VIVO, TIM e Oi podem ser recarregadas via ETN. Mesmo com essa política que visa a adoção […] Veja Mais

Ataques à Arábia Saudita elevam temor com suprimento e preço do petróleo

O Tempo - Mundo Consultorias dizem que litro do petróleo pode subir até US$ 10 Veja Mais

Dia do Cliente | Como lidar com uma clientela autossuficiente?

Dia do Cliente | Como lidar com uma clientela autossuficiente?

canaltech Dia 15 de setembro é Dia do Cliente e, na era digital, podemos ver que as expectativas dos consumidores muda constantemente. Os clientes buscam cada vez mais experiências positivas com as marcas, assim como evitar frustrações e contatos extensos e desnecessários. Segundo pesquisa da Zendesk, 81% dos clientes que têm algum problema ou dúvida sobre produtos e serviços, tentam resolvê-los por conta própria antes de entrar em contato com as marcas. Mas o que acontece quando o consumidor não encontra a resposta para sua dúvida? Procura a empresa por diferentes canais, dependendo das opções oferecidas por cada companhia. O uso de Inteligência Artificial dentro do canal de atendimento é uma forma eficiente de oferecer suporte rápido e eficaz, capaz de produzir a tão desejada experiência positiva. O mesmo estudo revela que 53% dos clientes dizem que a Inteligência Artificial os ajudam a ter suporte 24/7. Além disso, 57% destacam que essa tecnologia os ajudam a solucionar com agilidade as questões simples. Conheça quatro formas de lidar com clientes self-service: 1. Use seu conhecimentoCrie um Centro de Ajuda ou Perguntas Frequentes para que os clientes achem com facilidade respostas para dúvidas simples e recorrentes. 2. Dê voz ao clienteMais do que criar um espaço de perguntas e respostas, ofereça um “Portal do Cliente”, ou seja, uma área dedicada e com uso de inteligência artificial para automatizar tarefas, dar recomendações e previsões para criar as melhores experiências, onde quer que os clientes estejam. 3. Olhe para siO autoatendimento funciona melhor quando é incorporado a experiência geral de suporte. Estima-se que, sem IA, 53% do tempo de trabalho de um atendente é dedicado para procurar respostas a serem dadas aos usuários. Por isso, o time de atendimento precisa de acesso à base de conhecimento, para que eles possam ajudar os clientes rapidamente com conteúdo confiável e na ponta dos dedos. A inteligência artificial é um ótimo recurso para perguntas simples e que não exigem interação humana, assim, o time fica livre para responder o que for mais complexo. 4. Trabalhe melhor em equipeÉ verdade: humanos e máquinas funcionam bem juntos, e o melhor suporte de autoatendimento é construído com inteligência artificial. Segundo o Gartner, ter um autoatendimento relevante e rápido aumenta a satisfação do cliente em 12%. O suporte integrado à IA pode automatizar e resolver problemas do cliente facilmente. Por exemplo, recomendando artigos da base de conhecimento ou que usa Machine Learning para prever tendências que um time humano às vezes não consegue captar. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Rumor | Apple teria desabilitado função de carregamento reverso no iPhone 11 Veja Mais

Estados querem abocanhar na reforma tributária parte da arrecadação do governo federal

G1 Economia Proposta é manter carga tributária total, de quase 33% do PIB. Mas parcela da União nesse total passaria de 55% para 49%; a dos estados, de 27% para 30%; a dos municípios, de 19% para 21%. A proposta de reforma tributária dos secretários estaduais de Fazenda, encaminhada formalmente nesta quarta-feira (11) aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), prevê a manutenção do nível da carga tributária, que somou cerca de 33% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, mas com redução da parcela da União na arrecadação federal e aumento da parcela dos estados. Segundo o documento, a parcela da arrecadação que caberia ao governo federal (União) no bolo total de arrecadação passaria de 55% para 49% progressivamente ao longo de oito anos. Ao mesmo tempo, fatia dos estados subiria de 27% para 30%, e, dos municípios, de 19% para 21%. (veja abaixo o gráfico divulgado pelos estados Proposta dos estados para distribuição das receitas Comsefaz Na justificativa, os estados avaliam que essa proposta pretende "promover a desconcentração da participação da União no total da arrecadação do país, de forma a proporcionar maior parcela das receitas aos entes subnacionais, materializando, assim, a expectativa de efetiva implementação das premissas do federalismo cooperativo no Brasil". "Estudo nosso demonstra que, nos últimos 20 anos, os estados perderam em torno de cinco pontos [do PIB de arrecadação]. E, ao mesmo tempo, as obrigações não diminuíram. Pelo contrário, aumentaram. Então, a gente entende que tem de haver, ainda que seja de forma transitória, lenta e gradual, uma recomposição dessas receitas", disse ao G1 o presidente do Comitê dos Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz), Rafael Fonteles. Segundo ele, a lógica da proposta é que a União banque a criação de um fundo de desenvolvimento regional e um fundo de compensação de perdas dos estados com a desoneração das exportações. Para isso, os estados pedem 40% da parcela da União no IBS – que funcionará como um imposto sobre valor agregado – e 50% do imposto seletivo (sobre cigarros, bebidas alcoólicas, armas e munições). "É aí que está o ponto polêmico, sabemos disso (...) Obviamente, isso vai ser objeto de muito questionamento. Queremos aproveitar essa discussão para fazer esses ajustes no pacto federativo", declarou. Fonteles afirmou que essa proposta já foi entregue à Secretaria da Receita Federal, em reunião realizada nesta última quinta-feira (12), e os técnicos do governo, segundo relatou, disseram considerar que não há como abrir mão dessa receita no "curtíssimo prazo". "Não há um clima de disputa. Claro que há pontos de divergência polêmicos, mas o diálogo está acontecendo com a União. Se encaixar isso talvez como receitas novas, do fundo social, inverter os 30% e 70% no pré-sal [conforme indicado pelo ministro Paulo Guedes], talvez a gente consiga equacionar. Eu acho que podemos chegar a denominador comum", afirmou o presidente do Comsefaz. O G1 entrou em contato com o Ministério da Economia, mas a pasta informou que não iria se manifestar sobre o assunto. União perderia R$ 140 bilhões Considerando a estimativa para o PIB nominal deste ano, de R$ 7,15 trilhões que consta na proposta de orçamento de 2020, e a manutenção da carga tributária de quase 33% do PIB, a mudança, se estivesse totalmente implementada, representaria uma perda de arrecadação para o governo federal, de quase R$ 140 bilhões neste ano. Esses recursos seriam divididos entre os estados (cerca de R$ 70 bilhões) e os municípios (igual valor). Nos anos seguintes, se confirmada a previsão do mercado financeiro e do governo de que a economia brasileira crescerá, as perdas para a União seriam maiores ainda. Esse valor é próximo ao que o governo buscava arrecadar com a nova CPMF, cuja expectativa era de que a arrecadação chegasse a R$ 150 bilhões por ano. O objetivo do governo com a nova CPMF era reduzir impostos sobre a folha de pagamento das empresas e estimular a geração de empregos. A proposta da CPMF, porém, foi novamente desautorizada pelo presidente Jair Bolsonaro, e seu principal defensor, o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi exonerado. A proposta de retirar arrecadação do governo federal é apresentada pelos estados em um momento no qual a União tem de lidar com rombos bilionários nas suas contas. Desde 2014, são registrados déficits primários (despesas maiores do que receitas, sem contar juros da dívida pública). No ano passado, o rombo somou R$ 120 bilhões e, para 2019, a meta é de um déficit de até R$ 139 bilhões (veja no gráfico abaixo). O ministro da Economia, Paulo Guedes, assumiu o cargo em janeiro deste ano falando em zerar o rombo fiscal nas contas do governo, mas admitiu, na proposta da LDO de 2020, enviada em abril ao Congresso Nacional, que as contas devem permanecer no vermelho até o fim do governo Bolsonaro, em 2022. Dificuldades dos estados Os estados também passam por dificuldades em suas contas. Pressionados por gastos previdenciários e com pessoal, 12 estados (AC, GO, MA, MG, MS, MT, PB, PI, RJ, RN, RS e TO) estouraram em 2018 o limite máximo de despesa com pessoal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que inclui também quem está na ativa. Ou seja, os governos estaduais usaram mais de 60% do que arrecadaram para pagar o gasto com o funcionalismo. Por isso, o Tesouro Nacional avaliou, no fim do ano passado, que essa tendência de crescimento "tende a prejudicar o funcionamento dos serviços básicos dos governos estaduais". Isso ocorre, de acordo com a instituição, porque "restam cada vez menos recursos para a execução de políticas públicas (que envolvem gastos com mão-de-obra de terceiros, investimentos, material de consumo, entre outros)". Os estados são responsáveis por atuar em parceria com os municípios no ensino fundamental, por agir nos atendimentos especializados de saúde e de alta complexidade, além de serem os principais responsáveis pela segurança pública e pelo sistema prisonal. Além da arrecadação própria, também recebem repasses de recursos do governo federal. Para as despesas com saúde e educação, os estados são obrigados a gastar, respectivamente, 12% e 25% de sua receita corrente líquida, segundo a Constituição Federal. Entretanto, há estados acusados de não cumprir esse piso constitucional que tiveram de atender a esse requisito por determinação judicial. Para as outros setores, como segurança pública, por exemplo, não há um piso constitucional definido. Outros pontos da proposta dos estados Criação de um comitê gestor para o Imposto Sobre Bens e Serviços (IBS) – tributo sobre consumo que funcionaria nos moldes de um imposto sobre valor agregado – sem a participação do governo federal; Proposta foi apresentada como complemento à PEC de reforma tributária já aprovada na CCJ, de autoria do economista Bernard Appy, que é avaliada por comissão especial da Câmara dos Deputados; Criação de um fundo de desenvolvimento regional e de um fundo de equalização de perdas de receitas de exportação; Tratamento diferenciado para a Zona Franca de Manaus; Base ampla de incidência do IBS, sobre bens, serviços, direitos, incluindo serviços digitais; Proposta dos estados também contempla a devolução de uma parte do imposto arrecadado para os consumidores mais pobres, como forma de combater a "regressividade" (arrecadação proporcionalmente maior de quem ganha menos) do tributo. Veja Mais

Líder do ranking, Heimana Reynolds desbanca brasileiros e vence Mundial de Skate

Superesportes - Mais esportes Norte-americano tem exibição impecável e levantou o público Veja Mais

Espanha bate Argentina e é bicampeã do Mundial de Basquete

Superesportes - Mais esportes Espanhóis se juntam ao Brasil, que também tem dois títulos do torneio Veja Mais

Cães farejadores reforçam controle contra entrada pragas e doenças da agropecuária no Aeroporto de Brasília

G1 Economia Com ajuda do animal, a fiscalização é feita em um tempo 95% menor do que qualquer outro método. Cães ferejadores reforçam controle de entrada das pragas doenças no Aeroporto de Brasília O Aeroporto de Brasília recebe por semana 43 voos internacionais, são cerca de 30 mil passageiros entrando no país todo mês. E o que eles trazem na bagagem pode ser um risco para a agropecuária do Brasil. Por isso, o Ministério da Agricultura treinou cachorros para bloquear a entrada de alimentos de origem vegetal, como plantas, sementes, grãos, frutas, legumes e também os de origem animal, como carnes, embutidos, queijos. Os alimentos apreendidos são incinerados, nada pode ser doado porque esses produtos podem representar riscos. Com a ajuda dos cães, a fiscalização é feita em um tempo 95% menor do que qualquer outro método. Além do trabalho dos animais, a vigilância sanitária também conta um serviço de inteligência e com máquinas de Raio-X. Já são cinco animais que atuam no controle. E a escolha do cachorro não foi por acaso. Os cães tem a capacidade de fragmentar odores. Só pra se ter uma ideia, enquanto um ser humano tem até 5 milhões de células olfativas, eles têm 400 milhões. Por isso, podem ser preparados pra sentir o cheiro de tudo. E as recompensas pelo bom trabalho vêm em forma de brincadeira, como uma bolinha de tênis para mastigar. Veja Mais

Ric Ocasek, líder da banda The Cars, morre aos 75 anos

G1 Pop & Arte Músico foi encontrado morto em casa neste domingo (15), em Nova York. Ocasek também produziu discos para Weezer e Bad Brains. Ric Ocasek, vocalista da banda The Cars, morreu neste domingo (15), em Nova York Aaron Josefczyk/Reuters Ric Ocasek, vocalista da banda The Cars, foi encontrado morto aos 75 anos neste domingo (15), em Nova York. A polícia atendeu ao chamado na residência do músico e confirmou o óbito. A causa da morte não foi divulgada. Famosa nos anos 70 e 80, a banda teve hits como "Just What I Needed", "Good Times Roll" e "You're All I've Got Tonight". O músico americano começou a banda em 1976 com o baixista Benjamin Orr. Com Elliot Easton, Greg Hawkes e David Robinson, eles tocaram juntos até o final dos anos 80. Depois disso, Ocasek passou a se dedicar à produção e trabalhou nos discos de bandas como Weezer, No Doubt, Bad Brains e Bad Religion. A The Cars entrou para o Rock and Roll Hall of Fame em 2018 e os músicos fizeram uma apresentação em Ohio. Ocasek se separou da modelo checa Pauline Porizkova no ano passado, após 28 anos de casamento. Ele deixa seis filhos, dois de cada um de seus três casamentos. Ric Ocasek compareceu ao evento MusiCares Person of The Year em homenagem à Bob Dylan em 2015, em Los Angeles Mario Anzuoni/File Photo/Reuters Veja Mais

Preço do petróleo salta 18% após ataques com drones na Arábia Saudita

O Tempo - Mundo Ataque provocou uma limitação de produção de 5,7 milhões de barris por dia em estatal que é a segunda maior produtora de petróleo do mundo Veja Mais

vRotors libera drones reais para serem controlados remotamente por usuários

vRotors libera drones reais para serem controlados remotamente por usuários

canaltech Uma empresa chamada vRotors, sediada em Los Angeles, nos Estados Unidos, pretende que usuários de computador ou óculos de realidade virtual espalhados pelo mundo inteiro controlem drones reais remotamente, para participar de games envolvendo realidade aumentada. Na quinta-feira (12), a empresa compartilhou pela primeira vez um vídeo mostrando a proposta do funcionamento dessa plataforma. Basicamente, na plataforma, o jogador enxerga tudo por meio da câmera frontal do drone. A vRotors está integrada à Twitch e a proposta é tornar possível as transmissões para que o público assista e interaja. Por enquanto, a plataforma se encontra na versão beta, e os streamers interessados em participar devem entrar em contato, disponível por meio do site oficial. Veja o vídeo que foi compartilhado na conta do YouTube da vRotors: -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.-   E por falar nos recursos que acompanham a plataforma, é válido perceber que a realidade aumentada coloca objetos 3D pem um ambiente real, oferecendo aos jogadores a capacidade de pilotar um drone real em um curso com disparos de armas e inimigos. Além disso, por meio da realidade aumentada, a vRotors também conta com um sistema de armas, com mísseis e lasers de fogo para destruir os alvos inimigos ou atirar fogo para confundir seus armamentos. A empresa em questão foi fundada por Neil Malhotra, por um veterano inovador em tecnologia na mídia aeroespacial e de entretenimento, ao lado de John Zuur Platten, pioneiro da indústria de jogos eletrônicos. "A missão é transformar a indústria de videogames em uma experiência altamente interativa", consta no site oficial da vRotors. "Com o mercado em expansão de drones agora recebendo atenção global e sendo destaque, vimos uma oportunidade de oferecer essa experiência a um público muito mais amplo", afirma Neil Malhotra, que além de co-fundador também é o CEO da vRotors. “Um dos maiores obstáculos para pilotar um drone é a despesa e o risco que o acompanham. Nós removemos isso oferecendo voos de drone de corrida e combate de 15 minutos que aproveitam os recursos de realidade aumentada e realidade virtual encontrados nos jogos”, acrescenta o CEO. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+ Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Marvel estaria de olho em Denzel Washington como Magneto em reboot de X-Men TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Veja Mais

Facebook produz novo Portal dedicado ao streaming de vídeos

Facebook produz novo Portal dedicado ao streaming de vídeos

canaltech Lançado em novembro do ano passado, o Portal é o smart display do Facebook. A principal ideia por trás do produto é a realização de chamadas de voz e vídeo a partir de serviços como o Messenger e o WhatsApp. E o próximo lançamento referente à linha Portal será voltado ao streaming de vídeos. Foi a Variety que trouxe a informação à tona, depois de confirmar com várias fontes familiarizadas com os planos da empresa de Mark Zuckerberg. O diferencial da nova tela inteligente é a safra de novos recursos, o que inclui até realidade aumentada. Ao que tudo indica, o dispositivo contará com uma câmera e microfones de longa distância. Além disso, os esforços de hardware do Facebook são amplamente baseados em versões personalizadas do sistema operacional Android, então não esperamos menos do Portal. É quase certo que o dispositivo será baseado no sistema operacional em questão, já que isso facilita inclusive o trabalho com provedores de conteúdo, que já desenvolvem aplicativos de TV baseados no Android para dispositivos da Amazon e da Google. O novo Portal do Facebook vai chegar com novos recursos, e voltado ao streaming de vídeo Outra característica é o foco maior no conteúdo. Os contatos da Variety informaram que o Facebook chegou a conversar com a Netflix, a Disney e outras empresas de mídia sobre a adição de seus serviços de streaming ao seu novo dispositivo. Mas o que mais chama a atenção mesmo é a realidade aumentada: a expectativa é que o recurso inclua filtros de rosto e muita interatividade. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- O streamer do Facebook vai ser o primeiro dispositivo desse tipo a trazer esses tipos de efeitos de realidade aumentada para a tela da TV, e espera-se que a empresa enfatize esses recursos ainda mais em toda a sua gama de produtos da linha Portal no futuro. A Variety ainda diz que especialistas do setor estão especulando que o Portal provavelmente contará também com um alto-falante integrado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+ TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Marvel estaria de olho em Denzel Washington como Magneto em reboot de X-Men Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Veja Mais

Copa dos Refugiados: onde o resultado foi o que menos importou

Superesportes - Mais esportes Arena de Pernambuco recebeu a edição 2019 da competição, recheada de histórias de superação e por um recomeço de vida no Brasil Veja Mais

Ítalo Ferreira vence Mundial de Surfe no Japão, e Brasil conquista ouro em equipes

Superesportes - Mais esportes Pódio teve ainda outro brasileiro: Gabriel Medina terminou em terceiro Veja Mais

Brasil dá show no skate e no surfe com cinco medalhas nos Mundiais

O Tempo - Diversão - Magazine Ítalo Ferreira competiu com prancha emprestada, bermuda jeans e conquistou o ouro no Japão Veja Mais

Slack lança modo escuro para Window, Mac e Linux

Slack lança modo escuro para Window, Mac e Linux

Tecmundo O Slack está implementando o modo escuro em todas as plataformas – ele já está disponível para macOS(versão 4.0.3), Windows 10 e Linux (versão  4.0.2). A disponibilidade do recurso para desktop chega depois de ter aparecido nas versões Android e iOS no início deste ano.Segundo a empresa, como software de comunicação de equipes (ou seja, é usado para trabalho), o modo escuro foi criado para ajudar usuários que precisam usá-lo à noite, mas não somente.Leia mais... Veja Mais

Veja concursos e seleções com editais publicados na Paraíba de 15 a 22 de setembro

G1 Economia São 13 editais com 1017 vagas. Pelo menos 1017 vagas são oferecidas em 13 editais de concursos e seleções publicados na Paraíba nesta semana de 15 a 22 de setembro. Concursos e seleções na Paraíba têm 977 vagas Divulgação/Agência Brasil Seleção do Exército Vagas: 113 Níveis: técnico e superior Remunerações: R$ 2.627 a R$ 6.993 Prazo de inscrição: até este domingo (15) Local de inscrição: site da 7ª Região Militar Taxas de inscrição: gratuitas Editais da seleção do Exército Concurso da Prefeitura de Brejo do Cruz Vagas: 41 Níveis: todos Salários: R$ 998 a R$ 2.206 Prazo de inscrição: até este domingo (15) Local de inscrição: site da organizadora, Ápice Consultoria Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 80 (médio e técnico) e R$ 95 (superior) Provas: 27 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Brejo do Cruz Concurso da Prefeitura de São José dos Cordeiros Vagas: 28 Níveis: todos Salários: R$ 998 a R$ 12.188 Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio e técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de São José dos Cordeiros Concurso e seleção da Prefeitura de Borborema Vagas: 30 | 9 Níveis: todos Salários: R$ 998 a R$ 2.040 | R$ 1.250 a R$ 1.904,13 Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio e técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso e da seleção da Prefeitura de Borborema Concurso da Câmara Municipal de Santa Rita Vagas: 13 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 1.562 a R$ 3 mil Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Câmara Municipal de Santa Rita Concurso da Prefeitura de Sumé Vagas: 34 Níveis: médio, técnico e superior Salários: R$ 1.108,63 a R$ 6.646,32 Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Sumé Concurso e seleção da Prefeitura de Piancó Vagas: 27 | 130 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior | fundamental Salários: R$ 998 a R$ 1.725 | R$ 998 Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso e da seleção da Prefeitura de Piancó Concurso da Prefeitura de Monte Horebe Vagas: 62 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 998 a R$ 7,5 mil Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Monte Horebe Concurso da Prefeitura de Boa Ventura Vagas: 111 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 998 a R$ 1,6 mil Prazo de inscrição: até quarta-feira (18) Local de inscrição: site da organizadora, CPCon Taxas de inscrição: R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 105 (superior) Provas: 20 de outubro Edital do concurso da Prefeitura de Boa Ventura Concurso para professor da UFPB Vagas: 22 Nível: doutorado Remunerações: R$ 5.786,68 e R$ 9.600,92 Prazo de inscrição: variado Local de inscrição: variado Taxas de inscrição: R$ 144 e R$ 240 Provas: datas variadas Edital do concurso para professor da UFPB Concurso da Fundac-PB Vagas: 400 Níveis: médio Salários: R$ 998 + gratificações Prazo de inscrição: até 7 de outubro Local de inscrição: site da organizadora, Ibade, ou presencialmente em João Pessoa, Campina Grande e Sousa Taxas de inscrição: R$ 56 Provas: 27 de outubro Edital do concurso da Fundac-PB Veja Mais

PEDIU PRA SAIR DO CORINTHIANS? Joaquim Grava abre o jogo e fala motivação para sair do Timão

PEDIU PRA SAIR DO CORINTHIANS? Joaquim Grava abre o jogo e fala motivação para sair do Timão

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Corinthians #JoaquimGravaFOXSports Veja Mais

Exportação de petróleo da Arábia Saudita vai operar a partir de estoques nesta semana, diz fonte

R7 - Economia DUBAI (Reuters) - As exportações de petróleo da Arábia Saudita vão funcionar normalmente a partir de estoques nesta semana, afirmou à Reuters neste domingo uma fonte da indústria informada sobre os desdobramentos no setor.Bombardeios realizados por drones contra instalações petrolíferas da Arábia Saudita no sábado interromperam mais da metade da produção de petróleo do país ou mais de 5 por cento da oferta global.A fonte afirmou que ainda não está claro quanto tempo a produção de petróleo vai ficar parada porque os estragos causados à infraestrutura "foram grandes" e não podem ser reparados rapidamente.(Por Rania el Gamal) Veja Mais

TOP 5 | As notícias mais lidas da semana no Canaltech

TOP 5 | As notícias mais lidas da semana no Canaltech

canaltech Depois de uma semana cheia de surpresas, chegou o domingo! O dia em que o Canaltech seleciona as cinco matérias mais lidas e acessadas durante toda a semana e traz um breve resumo para você ficar antenado em tudo o que rolou de mais importante, reler sua matéria favorita ou ficar informado em apenas cinco minutos! 5. Chevrolet lança Onix 2020 com Wi-Fi integrado e motor turbo; veja como ficou Que o Chevrolet Onix é o carro mais vendido no Brasil há pelo menos uns seis anos todo mundo sabe, certo? Porém, durante essa semana, a marca anunciou que o automóvel está não só de cara nova, mas também com novo motor, itens de segurança e conectividade! O anúncio foi feito durante um evento realizado na quinta-feira (12) em Porto Alegre, em que os convidados puderam conhecer a nova geração do modelo. Uma das principais novidades que a fabricante contou ao público no evento foi uma mudança no modelo sedã, que antes era chamado de Prisma e agora chega ao mercado como Onix Plus. O nome foi só o começo: o automóvel ganha um novo design, motor e Wi-Fi integrado! Os preços e mais informações você encontra na matéria escrita por Felipe Ribeiro. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- 4. Amazon Prime: serviço de entregas com frete gratuito ilimitado chega ao Brasil Uma das notícias mais faladas da semana, que liderou os trending topics do Twitter na terça-feira, foi a chegada do novo serviço da Amazon ao Brasil, que veio com os dois pés na porta do mercado. Chamado de Amazon Prime, a empresa oferece uma série de benefícios para os clientes que chega a ser impossível não acabar com a concorrência. Funciona da seguinte maneira: as entregas terão frete gratuito ilimitado e sem valor mínimo por um preço fixo mensal, além disso, o assinante ainda "ganha" uma série de outros serviços da empresa, como o Prime Video, Prime Music, Prime Reading e Twitch Prime. O preço varia de acordo com a escolha dos usuários: R$ 9,90 por mês ou R$ 89,90 por ano, com uma economia de 25% para o assinante que optar por essa modalidade. E se você quiser testar o serviço gratuitamente por 30 dias, basta clicar aqui. 3. Conheça brincadeiras para WhatsApp que irão agitar suas notificações Quer algo pra fazer quando estiver entediado e cansado da mesmice das redes sociais? Nós separamos algumas brincadeiras que vão fazer seu WhatsApp bombar e se destacar em meio a tantos posts sérios, fake news, selfies e compartilhamentos de músicas. Embora sejam joguinhos já prontos, eles podem ajudar a quebrar o gelo para puxar assunto com aquela pessoa especial, não? 2. Uber demite 435 funcionários Ao que tudo indica, a maior empresa de transporte sob demanda está passando por uma crise bem complicada: depois de registrar perdas de US$ 5 bilhões em seu último balanço financeiro, a Uber, que já havia demitido cerca de 400 membros da equipe de marketing em julho, nessa semana dispensou mais 435 funcionários. As demissões representam, ao todo, 8% da organização, com 170 integrantes da equipe de produtos e 265 pessoas saindo da divisão de engenharia. 85% dos empregados demitidos são da América do Norte, enquanto 10% são da Ásia e 5% estão distribuídos entre Europa, Oriente Médio e África. E aí, será que a Uber consegue se reerguer? 1. iPhone 11 | Tudo sobre os novos smartphones da Apple Até que a Amazon tentou ser o assunto mais discutido da semana com a chegada do Amazon Prime, porém, todo mundo queria saber sobre os novos iPhones e tudo o que rolou no evento anual da Apple. A chegada do novo aparelho, chamado iPhone 11 (ou iPhone XI) dividiu opiniões na internet, assim como os outros aparelhos o iPhone 11 Pro e o iPhone 11 Pro Max. Os detalhes de todos os aparelhos, como cores, design, sistema operacional e preços você confere na matéria escrita por Bruno Salutes. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos Querosene produzido com luz solar pode abastecer aviões e navios Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Veja Mais

BPO Financeiro: Tudo que você precisa aprender

R7 - Economia Não é nada fácil se manter no mundo dos negócios e principalmente no topo de algum segmento. Entender todos os processos da sua empresa pode ser muito fundamental para o sucesso. De acordo com a VENKI, o BPO se tornou uma tendência mundial e está cada vez mais presente nas empresas. A cada dia estão surgindo novos negócios, […] O post BPO Financeiro: Tudo que você precisa aprender apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

Lucro Real: Saiba mais sobre contribuições e doações dedutíveis

R7 - Economia Conforme definição da Receita Federal do Brasil (RFB), o Livro de Apuração do Lucro Real (Lalur) é um livro de escrituração de natureza fiscal, criado pelo Decreto‐Lei no. 1.598, previsto na Lei no 6.404 e alterações posteriores, e destinado à apuração extracontábil do lucro real sujeito à tributação pelo imposto de renda em cada período de apuração, contendo, […] O post Lucro Real: Saiba mais sobre contribuições e doações dedutíveis apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

Model S, da Tesla, quebra recorde de velocidade em Laguna Seca

Model S, da Tesla, quebra recorde de velocidade em Laguna Seca

Tecmundo Pela segunda vez, modelo da Tesla, de Elon Musk, quebra recorde de volta mais rápida a ser completada na pista de Laguna Seca, Califórnia. Seguindo o título do Model 3, em julho deste ano, o Model S, novo quatro portas elétrico esportivo da companhia, tornou-se o modelo mais veloz que já completou o percurso californiano, como pode ser visto em vídeo divulgado pelo próprio Elon:Leia mais... Veja Mais

Descoberto exoplaneta onde há vapor de água – e talvez até chova

Descoberto exoplaneta onde há vapor de água – e talvez até chova

Tecmundo Um time de astrônomos da Universidade de Montreal, no Canadá, anunciou ter identificado vapor de água na atmosfera de um exoplaneta distante e, como você bem pode imaginar, essa notícia foi recebida com um enorme entusiasmo pela comunidade científica. Isso porque, a água é imprescindível para o surgimento e suporte de formas de vida – como conhecemos –, e é por isso que os “caçadores” de planetas vivem de olho na presença desse ingrediente.O exoplaneta em questão recebeu o nome de K2-18b e foi descoberto pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, em 2015. Ele se encontra a 111 anos-luz da Terra, é pouco mais do que 2 vezes maior do que o nosso planeta e a sua massa foi estimada em 9 vezes à do nosso mundo. Além disso, o exoplaneta orbita ao redor de uma anã vermelha a uma distância semelhante à que o nosso mundo viaja em torno do Sol, na famosa “zona habitável”, o que significa que o K2-18b pode receber uma quantidade de energia de sua estrela semelhante à que nós recebemos da nossa.Leia mais... Veja Mais

Saiba como controlar o ácaro Varroa nos enxames de abelhas

G1 Economia Publicação da Epagri auxilia o produtor no manejo da praga. Como controlar o ataque de ácaros na colmeia? O produtor Vancuir Riolom, de Nova Prata do Iguaçu, no Paraná, pediu ajuda ao Globo Rural com a criação de abelhas dele. Riolom afirma que está perdendo enxames por causa de uma infestação de ácaro Varroa. Para ajudar este e outros produtores rurais, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) tem uma cartilha com dicas de manejo. Para baixar o material, clique aqui. Veja Mais

Produtores e indústrias se preparam para vender leite em pó e queijos para a China

G1 Economia Chineses autorizaram 24 empresas no fim de julho para a exportação dos alimentos. Produtores e indústrias se preparam para vender leite em pó e queijos para a china A China autorizou no fim de julho a venda de produtos leite em pó e queijo produzidos no Brasil, e a abertura para um dos principais mercados consumidores animou laticínios e produtores rurais. Na Cooperativa Central Gaúcha (CCGL), de Cruz Alta, o leite em pó é o carro chefe. Atualmente a indústria produz 1,6 milhão de litros do alimento e tem capacidade para aumentar para 2,2 milhões de litros. A unidade que conseguiu aval dos chineses tem que seguir processos rigorosos de qualidade desde a higiene da fábrica até o processo de desidratação do leite. Com os requisitos atendidos e a autorização da China, o objetivo da CCGL agora é começar a vender leite em pó para o país. “Nós já começamos a prospectar negócios. Se o mercado responder em valores e em preços, eu te diria que daqui há poucos meses já poderemos estar fazendo carregamento”, projeta Caio Viana, presidente da cooperativa. E não foi só à indústria que o otimismo chegou. No campo, os produtores esperam que a abertura de mercado possa garantir preços melhores pelo litro do leite. “Como vai ter mais saída de leite, (as indústrias) vão precisar de mais leite também para exportar. Estamos confiantes que vai melhorar a coisa”, afirma o produtor Claudinei Wisniewski. Veja Mais

Stone Temple Pilots lança versão ao vivo inédita de “Meatplow”; escute

R7 - Música Alguns meses atrás, o Stone Temple Pilots anunciou um relançamento comemorativo de 25 anos do clássico disco Purple, incluindo raridades e versões inéditas. O disco está previsto para dia 18 de outubro, mas a banda já divulgou uma prévia do que vem por aí. Foi lançada neste último dia 12 de setembro uma gravação ao vivo nunca antes divulgada da ótima 'Meatplow', em show realizado em Connecticut, nos Estados Unidos, pouco mais de um mês após o lançamento do álbum em 1994. Perguntado pelo portal Consequence of Sound sobre a decisão de escolher essa performance como primeiro lançamento da edição especial, o guitarrista Dean DeLeo disse apenas que 'olhando para o disco como um todo, só pareceu certo'. A música vem em uma versão bem crua, com a marcante voz do saudoso Scott Weiland dando o tom à enérgica apresentação. Confira abaixo! Stone Temple Pilots A banda passou por momentos difíceis nos últimos anos, já que após a demissão de Weiland quem assumiu os vocais foi Chester Bennington (Linkin Park) e os dois nos deixaram nos últimos anos. Ainda assim, o STP encontrou um substituto em Jeff Gutt, ex-participante do The X Factor, e até já lançou um disco completo com o cara. https://www.youtube.com/watch?v=3GfuhwLSi1I Veja Mais

Conheça história da Aramco, a gigante petroleira responsável pela riqueza da Arábia Saudita

G1 Economia Empresa possui 260 bilhões de barris de reservas comprovadas de petróleo e teve lucro líquido US$ 111,1 bilhões em 2018. Foto mostra instalação de petróleo de Aramco, perto da área de al-Khurj, ao sul da capital saudita Riad, neste domingo (15) Fayez Nureldine/AFP A gigante petroleira estatal Aramco produziu uma riqueza colossal para a Arábia Saudita desde a descoberta da primeira jazida no país em 1938, denominada "poço da prosperidade". Neste sábado (14), um ataque, supostamente com drones, contra suas instalações provocou a suspensão da metade de sua produção, isto é, 6% do abastecimento mundial, o que faz temer uma perda de confiança dos investidores em um momento em que a maior e mais rentável empresa energética do mundo se prepara para ser negociada na bolsa. A Aramco nasce de um acordo de concessão assinado em 1933 pelo governo saudita com a companhia americana Standard Oil Company of California. A prospecção começa em 1935 e três anos depois, o petróleo começa a jorrar. Em 1949, a produção de petróleo atinge o nível recorde de 500.000 barris por dia (mbd) e segue aumentando após a descoberta de outros grandes campos petrolíferos, como Ghawar, o maior do mundo, com reservas comprovadas de 60 bilhões de barris. Em 1973, em pleno 'boom' dos preços do petróleo, vinculado ao embargo árabe do ouro negro contra os Estados Unidos por seu apoio a Israel, o governo saudita adquire 25% da Aramco, com os quais o percentual do Estado chega a 60%, tornando-o acionista majoritário. Incêndio atingiu instalações da petroleira Aramco em Abqaiq, na Arábia Saudita, neste sábado (14) Reuters Em 1980, a empresa é nacionalizada e oito anos depois, rebatizada de Saudi Arabian Oil Company ou Saudi Aramco. Desde os anos 1990, a Aramco investiu centenas de bilhões de dólares em projetos de expansão e sua capacidade de produção atual é de 12 milhões de barris diários. Hoje, a Aramco possui 260 bilhões de barris de reservas comprovadas de petróleo, tornando a Arábia Saudita o segundo país com as maiores reservas do mundo, atrás da Venezuela. A empresa também tem filiais e refinarias em outros países e redes de oleodutos nacionais e internacionais. Em abril passado, o grupo publicou suas contas pela primeira vez e anunciou um lucro líquido de US$ 111,1 bilhões em 2018, uma cifra 46% superior à do ano anterior, e renda anual de US$ 356 bilhões. A transparência em suas contas é um pré-requisito para seu lançamento na bolsa, uma etapa considerada a pedra angular de um plano de reformas chamado "Visão 2030", liderado pelo príncipe-herdeiro Mohamed bin Salman para diversificar uma economia muito dependente do petróleo. Riad espera obter US$ 10 bilhões nesta operação, com a venda de 5% de seu capital. Sua entrada na bolsa foi atrasada em várias ocasiões, devido a condições pouco favoráveis dos mercados. Veja Mais

Sérgio Moro visita Bolsonaro em hospital neste domingo

O Tempo - Política O ministro saiu sem falar com os jornalistas que fazem plantão no local, mas o encontro foi registrado em foto Veja Mais

Queniano Geoffrey Kamworor bate recorde mundial da meia maratona

Superesportes - Mais esportes Corredor vence prova em Copenhague com tempo de 58min01s Veja Mais

'Jojo Rabbit' vence Festival de Toronto com sátira sobre período nazista

G1 Pop & Arte Filme do diretor Taika Waititi conta história de menino alemão que tem Adolf Hitler como amigo imaginário. Scarlett Johansson está no elenco. ASSISTA ao trailer. Assista ao trailer de 'Jojo Rabbit' "Jojo Rabbit" conquistou neste domingo (15) o Toronto People's Choice Award, principal prêmio do Festival Internacional de Cinema, uma recompensa que põe o filme em uma posição confortável na disputa do Oscar. O longa, do diretor neozelandês Taika Waititi ("Thor: Ragnarok"), se passa durante a Segunda Guerra Mundial e conta a história de um menino alemão que tem Adolf Hitler como amigo imaginário. Considerado uma "sátira contra o ódio", o filme descreve como o jovem, membro da Juventude Hitlerista e aficionado dos uniformes nazistas e da queima de livros, descobre que sua mãe (Scarlett Johansson) está escondendo uma menina judia no sótão da sua casa. "Jojo Rabbit" desbancou "Marriage Story", também protagonizado por Johansson, e o ganhador da Palma de Ouro em Cannes, "Parasite", do diretor sul-coreano Bong Joon-ho. O Toronto People's Choice Award, totalmente decidido pelos votos do público do festival, tem um histórico sólido de prever os filmes que farão sucesso no Oscar. Os últimos sete vencedores em Toronto foram indicados na categoria Melhor Filme nos prêmios da Academia, e dois deles ganharam o Oscar, incluindo "Green Book", o surpreendente vencedor de 2019. Scarlett Johansson posa para fotos antes da exibição de 'Jojo Rabbit' no Festival de Toronto Evan Agostini/Invision/AP Outros exemplos de filmes ganhadores do Oscar que iniciaram sua trajetória de sucesso vencendo o Festival de Toronto foram "12 anos de escravidão" (2013), "O discurso do rei" (2010) e "Quero ser um Milionário" (2008). "Jojo Rabbit" recebeu críticas desencontradas após sua estreia mundial na mostra canadense. A revista especializada The Hollywood Reporter advertiu que a abordagem caricatural da Alemanha nazista "não se vê bem à medida que as coisas se aprofundam e avançam", enquanto a Variety a qualificou como uma "comédia nazista inconformista para se sentir bem". Mas os estúdios Fox Searchlight, agora de propriedade da Disney, espera que este sucesso em Toronto ajude o filme a seguir os passos de "Green Book". O Festival Internacional de Cinema de Toronto é o maior da América do Norte. Este ano, apresentou mais de 300 filmes de 84 países, incluindo 133 estreias mundiais. Roman Griffin Davis, Taika Waititi e Scarlett Johansson em cena de "Jojo Rabbit" Divulgação Quebrando a tradição dos anos anteriores, os prêmios de 2019 foram anunciados pela Internet. Na segunda-feira (9) foi celebrada a primeira festa de gala beneficente da história do festival, na qual foram concedidos prêmios especiais à trajetória cinematográfica. Meryl Streep, que atualmente promove o thriller "The Laundromat", da Netflix, sobre os Panama Papers, foi premiada por sua trajetória como atriz. Joaquin Phoenix, protagonista de "Coringa", que fez sua estreia mundial no mesmo dia na mostra de Toronto, obteve o mesmo prêmio na categoria masculina. Taika Waititi ("Jojo Rabbit") recebeu o prêmio de melhor diretor, enquanto um novo prêmio que contempla os jovens talentos femininos foi para a cineasta francesa Mati Diop ("Atlantics"). Além de dirigir, escrever e produzir, Taika Waititi também atua como Hitler em 'Jojo Rabbit'. Na foto, diretor posa na festa de gala do Festival de Toronto na segunda (9) Chris Young/AP Veja Mais

Marvel estaria de olho em Denzel Washington como Magneto em reboot de X-Men

Marvel estaria de olho em Denzel Washington como Magneto em reboot de X-Men

canaltech A Disney estaria pressionando o CEO do Marvel Studios, Kevin Feige, para acelerar a entrada dos X-Men no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) e, segundo fontes de bastidores, a reescalação dos atores para o reboot já começou. E a lista final deve surpreender muita gente, pois a ideia seria escalar dois atores negros para os papeis do Professor Xavier e do Magneto. Aliás, Denzel Washington estaria atrelado ao Mestre do Magnetismo. Os boatos fazem sentido porque a ideia do Marvel Studios é descartar completamente o que foi feito até agora com os X-Men na Fox Films, oferecendo mesmo um novo recomeço para a franquia. Há também a questão da polaridade entre os líderes mutantes serem sempre comparados com Martin Luther King e Malcom X — e, veja só, o próprio Denzel já atuou interpretou-o. (Image: Reprodução/Marvel Comics) Mas a maior razão seria mesmo uma questão de sincronia com a linha do tempo atual do MCU. A história original de Erik Lensherr remonta à Segunda Guerra Mundial, com a perseguição nazista aos judeus, e, dessa forma, o personagem teria cerca de 100 anos na cronologia atual. Assim, encontrar outras formas de abordar extremismo, racismo e discriminação, entre outros temas recorrentes nas histórias dos Filhos do Átomo, seria mais sensato e poderia deixar o anti-herói com uma idade mais coerente. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Nada disso foi confirmado e, embora essa mudança radical possa incomodar quem chiou com a Pequena Seria de Halle Bailey, pode ser mais um grande acerto na representação adequada e moderna dos mutantes da Marvel. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+ Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Quais serão os preços dos novos iPhones no Brasil? Fizemos o cálculo TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Veja Mais

EMPATE NO CLÁSSICO! Veja os melhores momentos de Rosário Central x Newell's

EMPATE NO CLÁSSICO! Veja os melhores momentos de Rosário Central x Newell's

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre esporte? Acesse nosso site! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP FOX Sports! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #SuperLigaArgentina #Newell'sOldBoys #RosárioCentral Veja Mais

A pior hora do dia para ficar doente

Glogo - Ciência Pesquisas mostram que a eficácia de vacinas e até a recuperação de infecções e lesões é influenciada pelo relógio biológico do corpo humano. Dê uma boa olhada na pele do seu antebraço. Aperte se quiser. Pode não parecer diferente de 12 horas atrás, mas se você se cortasse ou se queimasse, ela cicatrizaria em mais do que o dobro da velocidade se você a machucasse durante o dia, em comparação com a noite. Essa variação em nossa resposta a lesões se estende muito além da pele. Se você for tomar vacina contra a gripe, marque uma consulta matinal: você produzirá mais de quatro vezes mais anticorpos protetores se for vacinado entre as 9h e as 11h, em comparação com seis horas depois. No entanto, se você precisar de cirurgia cardíaca, o inverso é verdadeiro: suas perspectivas de sobrevivência a longo prazo são significativamente melhores se você for submetido à faca à tarde. De fato, onde quer que você olhe no corpo, do cérebro ao sistema imunológico, os ritmos de 24 horas que governam a atividade das células e tecidos – geralmente chamados de "ritmos circadianos" – parecem ditar nossa recuperação física de infecções e lesões. Relógio biológico: 12 pontos para entender como ele afeta a sua vida Como o horário das refeições afeta a sua cintura "Quem somos fisiologicamente durante o dia é diferente do que somos à noite", diz Tami Martino, diretor do Centro de Investigações Cardiovasculares da Universidade de Guelph, no Canadá, que procura aplicar esse conhecimento emergente sobre o tempo biológico à medicina humana e animal. Do câncer à cardiologia, da artrite às alergias, uma melhor compreensão desses ritmos pode permitir que medicamentos e intervenções sejam administrados aos pacientes nos momentos em que eles são mais propensos a serem eficazes e menos propensos a causar danos. O fortalecimento desses ritmos também pode permitir que os pacientes se recuperem mais rapidamente e reduzam alguns sintomas físicos da doença. "Acredito que a medicina circadiana pode mudar para sempre a maneira como administramos a saúde humana", diz Martino. "Está no topo da escala com coisas como terapia genética, células-tronco e inteligência artificial como uma das novas tecnologias mais promissoras para lidar com as doenças". A vacina contra a gripe, por exemplo, é melhor de ser tomada pela manhã Divulgação CMS Fisiologia de hora em hora A ideia de que nossa fisiologia varia de hora à hora é, na verdade, antiga. O médico grego Hipócrates observou um fluxo e refluxo de 24 horas na gravidade da febre. A medicina tradicional chinesa também descreve a vitalidade de diferentes órgãos atingindo o pico em vários momentos - os pulmões entre as 3h e as 5h, o coração entre as 11h e 13h, os rins entre as 17h e as 19h e assim por diante. No entanto, há um interesse renovado no efeito de nossos relógios corporais internos sobre doenças e tratamentos da medicina moderna, graças a um número crescente de estudos recentes. Ajustando nossos impulsos, comportamento e bioquímica, esses ritmos nos preparam para eventos regulares em nosso ambiente, os quais são ditados pelo ciclo diário de luz e escuridão. Quando se trata de cura, há uma boa razão pela qual ela pode ser aumentada durante o dia em comparação à noite. "Nossas células evoluíram para poder curar feridas de maneira mais eficaz no momento biológico em que elas são mais prováveis de ocorrer", diz John O'Neill, biólogo circadiano do Laboratório de Biologia Molecular do Conselho de Pesquisa Médica em Cambridge, Reino Unido. "Se você é humano, é extremamente improvável que ocorra uma grande ferida quando estiver dormindo no meio da noite, enquanto durante o dia é muito mais provável que se machuque." Sua própria pesquisa revelou que as células chamadas fibroblastos, que ajudam a reparar os danos nos tecidos ao estabelecer um novo colágeno para as células da pele, migram para as áreas lesadas mais rapidamente durante o dia. "Encontramos consistentemente quase uma diferença de duas vezes na cicatrização de feridas simplesmente em função do tempo biológico", diz O'Neil. E quando analisaram dados do Banco Internacional de Lesões por Queimaduras, descobriram que as pessoas que sofrem queimaduras durante a noite demoram aproximadamente 11 dias a mais para cicatrizar do que as feridas durante o dia. Nosso sistema imunológico também está sujeito a ritmos biológicos que afetam a forma como responde a infecções. Pode parecer estranho, a princípio, variar nossa capacidade de responder a patógenos de acordo com a hora do dia, diz Rachel Edgar, virologista do Imperial College de Londres. Mas esse recurso pode ter evoluído como um meio de nos proteger contra a ativação excessiva do sistema imunológico. "Se você receber uma resposta inflamatória muito grande, precisará controlar isso, caso contrário, pode causar muitos danos", diz Edgar. Ela tem explorado a interação entre ritmos circadianos e infecções virais, como o herpes. Em um estudo, ela descobriu que o vírus do herpes se replicava 10 vezes mais em camundongos infectados no início do período de descanso - que, sendo eles animais noturnos, caem durante o início da manhã - em comparação com se estavam infectados no início do seu período ativo. Suas descobertas sugerem que o efeito pode ser devido a mais do que alterações na atividade no sistema imunológico. Os ritmos diários das próprias células infectadas também afetam a extensão de uma infecção viral. Horas diferentes para doenças diferentes Essa evidência se encaixa em um estudo recente em humanos, que encontrou respostas aprimoradas à vacina contra a gripe sazonal quando foi administrada pela manhã em comparação à tarde. Mesmo assim, sugerir que há uma hora ideal do dia para adoecer é muito simplista, adverte Edgar. "Será diferente para diferentes agentes infecciosos", diz ela. Por exemplo, a sepse, que causa risco de vida e é uma resposta a uma infecção, pode ser desencadeada pela injeção de moléculas encontradas na superfície das bactérias no sangue. Se você fizer isso com ratos durante a "noite", apenas 20% sobreviverão, em comparação com mais de 90% se forem injetados durante o período ativo. As descobertas estão abrindo novas e empolgantes perspectivas para o tratamento de doenças infecciosas. "Se soubermos que um vírus se espalha para células vizinhas em um determinado momento, poderíamos potencialmente dar terapias antivirais no momento em que elas serão mais eficazes", diz Edgar. "Fazer isso pode reduzir a quantidade de antivirais que você precisa fornecer, o que também tem implicações para o paciente". Não é apenas a nossa resposta a infecções que poderia se beneficiar dessa abordagem. Mais da metade dos medicamentos essenciais da Organização Mundial da Saúde – 250 medicamentos encontrados em todos os hospitais do mundo – parecem atingir vias moleculares reguladas por relógios celulares internos, o que pode torná-los mais ou menos eficazes, dependendo de quando são tomados. Estes incluem os analgésicos comuns, como aspirina e ibuprofeno, bem como medicamentos para pressão arterial, úlceras pépticas, asma e câncer. Em muitos casos, os medicamentos em questão têm uma meia-vida inferior a seis horas, o que significa que eles não permanecem no sistema por tempo suficiente para funcionar de forma ideal se forem tomados em um momento que não é ideal. Por exemplo, o medicamento para pressão arterial valsartan é 60% mais eficaz quando tomado à noite, em comparação com a primeira coisa de manhã. Verificou-se que a aspirina é mais eficaz quando tomada à noite, assim como alguns comprimidos anti-histamínicos para alergias como a rinite alérgica. Um estudo recente em humanos sugere que a radioterapia pode ser mais eficaz se administrada à tarde e não pela manhã. Barreiras logísticas Cronometrar medicamentos e tratamentos para quando eles provavelmente serão mais eficazes não é tão fácil quanto parece. O custo dos ensaios clínicos aumenta se você precisar iniciar sistematicamente os testes na hora certa do dia para fazer o tratamento. Também não é fácil fazer os pacientes cumprirem o que lhes é pedido. Conseguir que eles sigam um curso de terapia já é complicado, e garantir que eles tomem esses medicamentos em um horário específico é ainda mais difícil. O'Neill e outros suspeitam que essa seja uma das principais razões pelas quais, apesar de manifestarem interesse na chamada cronoterapia, as empresas farmacêuticas ainda não fizeram muito a respeito. Nem os ritmos circadianos de todos também são os mesmos. Alguns de nós somos diurnos e outros noturnos. Uma proporção significativa da população também trabalha no turno da noite, o que pode ter seu próprio impacto no ritmo circadiano e na saúde. No momento, não há um teste rápido e simples para confirmar com precisão onde estão os ponteiros do relógio interno de um indivíduo. Além disso, há o próprio ambiente hospitalar - muitos edifícios hospitalares modernos têm janelas pequenas e pouca iluminação interna que permanece ligada dia e noite. Isso é problemático, porque pouca luz do dia e muita luz artificial à noite prejudicam nossos ritmos biológicos e o sono. Ritmos desalinhados ou restritos são uma característica comum dos pacientes hospitalares. Para agravar o problema, certos medicamentos, incluindo a morfina, também podem alterar o tempo dos relógios circadianos, enquanto o sono dos pacientes - também crítico para sua capacidade de se curar - pode ser ainda mais interrompido por dor, preocupação ou ruído. Isso leva a perguntas sobre quão seriamente isso está impedindo sua recuperação e sobrevivência. Algumas das evidências mais fortes vêm de pacientes com doenças cardíacas. Como outros tecidos, o sistema cardiovascular tem um ritmo circadiano forte - nossa frequência cardíaca e pressão arterial são mais baixas quando dormimos, mas aumentam acentuadamente ao acordar; nossas plaquetas, pequenos fragmentos de sangue que ajudam o sangue a formar coágulos, são mais pegajosas durante o dia; enquanto os níveis de hormônios como a adrenalina, que contraem nossos vasos sanguíneos e fazem o coração bater mais rápido, também são mais altos durante o dia. Essas variações circadianas afetam eventos cardíacos graves, como ataques cardíacos. "Se você monitora as pessoas que entram nas enfermarias de emergência, descobre que é mais provável que ocorram ataques cardíacos entre as 6h e o meio-dia em comparação com qualquer outra hora do dia ou da noite", diz Martino. No entanto, o tempo também pode afetar nossa capacidade de nos recuperarmos de uma lesão cardíaca. Impacto do horário da cirurgia Um estudo recente sugeriu que, para as pessoas submetidas à cirurgia de substituição da válvula cardíaca, aquelas que realizaram cirurgia à tarde tiveram metade do risco de sofrer um evento cardíaco importante durante os 500 dias seguintes, em comparação com as que foram submetidas à cirurgia matinal. Se todos os pacientes foram submetidos à cirurgia à tarde, isso pode resultar em um grande problema sendo evitado para cada 11 pacientes, calcularam os pesquisadores. Outros estudos indicaram que, para pacientes em recuperação de um ataque cardíaco ou cirurgia cardíaca, aqueles com maior exposição à luz do dia têm maiores taxas de sobrevida e saem mais cedo do hospital. Estudos em animais estão fornecendo informações sobre o porquê disso. Quando Martino e seus colegas expuseram grupos de ratos a ciclos claro-escuro normais ou interrompidos após ataques cardíacos simulados, eles encontraram diferenças significativas no número e tipo de células imunes que se uniram ao coração, na quantidade de tecido cicatricial - e, também, taxas de sobrevivência. Os ratos cujos ritmos circadianos foram interrompidos, como poderia ocorrer durante uma internação hospitalar, eram mais propensos a morrer de lesão cardíaca. Estudos posteriores revelaram diferenças no tipo e número de células imunes que se infiltram no tecido cardíaco lesionado, dependendo da hora do dia em que a lesão ocorre. "Algumas unidades de terapia intensiva ou unidades de tratamento cardíaco diminuem as luzes um pouco à noite, o que é um pouco útil, mas outras nem diminuem", diz Martino. "Por exemplo, se as pessoas entram em enfermarias de emergência e não há camas disponíveis, elas podem ficar sob luz intensa a noite toda - ou podem estar em um corredor a noite toda, depois de um ataque cardíaco ou derrame. E, portanto, obviamente, o sono e os ritmos circadianos serão profundamente perturbados durante os primeiros dois dias, essenciais para a cura." Então o que fazer sobre isso? Agendar cirurgia para quando o corpo está em melhor posição para lidar com ele é uma solução. Para cirurgia cardíaca, pode ser à tarde, mas pode ser diferente para outras intervenções. Por exemplo, o estudo de O'Neill sobre a cicatrização de feridas sugeriu que mais colágeno seja aplicado quando as lesões são sustentadas durante o dia, o que pode estar associado a uma maior cicatrização. "Para a cirurgia estética, pode-se dizer que é melhor realizar a cirurgia muito mais tarde - possivelmente à noite - porque levaria mais tempo para curar, mas pode resultar em menos cicatrizes", especula ele, enfatizando que ninguém ainda testou isso. Outra solução pode ser a instalação dos chamados sistemas de iluminação circadiana ou centrada no ser humano, que variam em intensidade e cor ao longo de 24 horas, tentando imitar as condições naturais de iluminação ao ar livre. No hospital Glostrup, em Copenhague, na Dinamarca, os médicos têm medido o impacto desse sistema na enfermaria de reabilitação de AVC. Os dados até o momento sugerem que os pacientes exibem ritmos circadianos mais robustos em resposta ao sistema de iluminação circadiano e mostram depressão e ansiedade reduzidas, em comparação com os de uma seção da enfermaria com iluminação hospitalar convencional. Pode até ser possível criar medicamentos que possam estabilizar ritmos circadianos em pacientes hospitalizados - ou paralisá-los por tempo suficiente para realizar a cirurgia no momento ideal de recuperação. Tais moléculas já estão sendo testadas em animais, com resultados promissores. "No futuro, posso imaginar um mundo em que estamos usando uma pílula circadiana ou a presença ou ausência de luz para curar doenças cardíacas", diz Martino. Luz, sono e tempo; muitas vezes não nos damos conta, mas essas três coisas muito básicas têm o potencial de transformar os cuidados de saúde. Veja Mais

Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+

Chefão da Disney deixa mesa executiva da Apple devido à chegada do Disney+

canaltech Bob Iger, o chefão da Disney, passou a fazer parte do conselho administrativo da Apple em 2011, como resultado da compra da Pixar junto a Steve Jobs, que era dono do estúdio e também fazia parte da mesa executiva da companhia do Mickey. Contudo, com a chegada de serviços de streaming concorrentes entre as empresas, o Disney+ e o Apple TV+, ficou insustentável a permanência de Iger entre os diretores da Gigante de Cupertino. O CEO da Disney se desligou oficialmente da Maçã na terça-feira (10), mesmo dia do anúncio da data de estreia e do preço da assinatura do Apple TV+. "Foi um privilégio extraordinário servir no conselho da Apple por oito anos. Tenho o maior respeito por Tim Cook, por sua equipe na Apple e pelos meus colegas membros do conselho. A Apple é uma das empresas mais admiradas do mundo, conhecida pela qualidade e integridade de seus produtos e de seu pessoal, e sou eternamente grato por ter servido como membro do conselho da empresa”, disse Iger, em comunicado oficial. Foto rara de Jobs e Iger (Imagem: Fortune) Iger sempre teve um bom relacionamento com a Apple; entretanto, sua saída já era esperada, pois é comum a mudança de cadeiras quando os membros externos ficam no meio da disputa de serviços concorrentes entre seus grupos. Vale lembrar que o mesmo aconteceu no começo deste ano com o CEO da Netflix, Reed Hastings, e o Facebook, quando a rede social passou a destacar sua intenção em investir mais em streaming. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Em princípio, isso não deve mudar nada em termos de execução de projetos ou contratos, e a Apple não fez questão de comentar a retirada de Iger. Contudo, para o mercado, o episódio só corrobora a projeção de “briga de cachorro grande” na próxima temporada dessa seara. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos Netflix | Confira os lançamentos da semana (06/09 a 12/09) Rumor | Apple teria desabilitado função de carregamento reverso no iPhone 11 Quais serão os preços dos novos iPhones no Brasil? Fizemos o cálculo Veja Mais

Em SP, quase 60% das empresas em recuperação judicial viram 'zumbis'

Em SP, quase 60% das empresas em recuperação judicial viram 'zumbis'

R7 - Economia Trâmites demorados dificultam recuperação A8SE O processo de recuperação judicial, que se popularizou no Brasil durante a recessão econômica, tem criado uma leva de empresas "zumbis" sem capacidade de investimento e geração de caixa. Só no estado de São Paulo, quase 60% das companhias que optaram pelo processo judicial não conseguiram sair depois dos dois anos de monitoramento fixado por lei, segundo levantamento do Observatório de Insolvência da PUC-SP, a partir de pedidos feitos entre 2010 e 2018 - período de grande inflexão da economia. Até o início da década, o país registrava forte crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), o que incentivava os investimentos de expansão das empresas. Com a chegada da recessão em 2015 e 2016, muitas companhias foram pegas no contrapé. Endividadas e com queda nas receitas, elas foram obrigadas a recorrer à Justiça para tentar se reestruturar. O problema é que o processo judicial tem demorado até quatro vezes mais tempo do que deveria sem um desfecho positivo. Veja também Google estimula aplicativos para empreendedores Universidade se torna um celeiro de unicórnios Justiça mantém recuperação judicial da Avianca Comissão do Senado aprova texto do novo marco das teles De acordo com a pesquisa, que avaliou 906 processos, apenas 18,2% das companhias têm tido sucesso na recuperação judicial e 24,8% vão à falência por não cumprir o plano. As demais ficam num limbo e protelam cada vez mais a saída do processo, diz o professor da PUC-SP, Marcelo Barbosa Sacramone, juiz da 2.ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo. Ele explica que, muitas vezes, o devedor prefere não sair da recuperação para não correr o risco de perder seus ativos. Mas isso só ocorre porque a empresa não conseguiu, de fato, se reestruturar para honrar todos os compromissos com a própria geração de caixa. Nessa situação, permanecer no ambiente judicial evita que os credores executem suas dívidas e levem a empresa à derrocada. Mas os trâmites também são demorados, especialmente por causa de divergência entre empresa e credores. Se o tempo mediano de deferimento da recuperação é de 57 dias, nas varas especializadas, a aprovação do plano em assembleia pode demorar quase dois anos. Mas há casos extremos, como o da Cerâmica Chiarelli, cuja recuperação judicial se arrasta desde 2008. O primeiro plano, que envolvia o passivo trabalhista, foi homologado em 2011. Mas o pagamento só foi feito em 2015, com a venda de um ativo. "Em 2018, formulamos um novo plano para liquidar o crédito quirografário (sem garantias reais), mas até hoje o juiz não deferiu o pedido para marcarmos a assembleia", afirma o advogado da empresa João Boyadjian. A companhia, que teve duas unidades e capital aberto na Bolsa, foi abalada pela crise de 2008 e praticamente parou de produzir. Para sobreviver, tem negociado produtos importados com sua marca. Além da demora na aprovação dos planos, os prazos de pagamento definidos nas assembleias também explicam o prolongamento das recuperações judiciais. De acordo com o levantamento da PUC-SP, o prazo médio para credores sem garantia real é de 9,82 anos, e, com garantia, 9,24 anos. Na avaliação do diretor da área de reestruturação da Alvarez ? e o de diretores, de 5 para 1. "A gente podia não trocar lâmpada ou cortar a grama, mas não mexemos nos benefícios para os trabalhadores." A empresa saiu menor da crise, mas os resultados já melhoraram a ponto de permitir investimentos sem a necessidade de crédito.  Veja Mais

A rede da Tron agora abriga 577 DApps

R7 - Economia A plataforma da TRON aumentou em 8 novos aplicativos descentralizados (dApps), perfazendo a contagem total de 577. A Tron tem como objetivo criar um sistema de entretenimento digital baseado em conteúdo que funcione gratuitamente em qualquer lugar do mundo. A plataforma se baseia em uma estrutura distribuída para armazenamento e permite o compartilhamento rápido e […] Veja Mais

Bovespa – 2019 e histórico: Veja as maiores altas e baixas

R7 - Economia Dentre todas as bolsas do mundo, uma das mais promissoras é a brasileira. Nos últimos 5 anos, houve uma expansão dos investimentos, o número de clientes pessoa física na bolsa alcançou a marca de 1 milhão, sobrevivemos ao fatídico dia Joesley-day (quando foram divulgados áudios de conversa entre Joesley Batista, um dos controladores da JBS, […] O post Bovespa – 2019 e histórico: Veja as maiores altas e baixas apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

Você pode alugar um apartamento pelo Rappi e ganhar 20% do valor de volta

Você pode alugar um apartamento pelo Rappi e ganhar 20% do valor de volta

canaltech Talvez você já conheça o Rappi, aquele aplicativo de delivery de comida, supermercado e farmácia. Com uma nova parceria entre o app em questão e uma plataforma de moradia sob demanda chamada Housi, o usuário agora pode alugar apartamentos por lá também. Com essa novidade, se o usuário fizer a reserva do imóvel no plano mensal por meio do Rappi, recebe 20% do valor de volta por meio do Rappi Créditos para serem gastos em quaisquer serviços disponíveis no app. Isso também acontece com quem resolver assinar o plano semanal, mas nesse caso o valor do retorno é de 10%. Sobre essa parceria, Alexandre Lafer Frankel, CEO da Housi, afirma: "Para nós, mobilidade é a palavra de ordem. Por isso, procuramos parceiros que nos ajudem a expandir esse conceito. Queremos devolver o tempo para as pessoas com soluções que facilitam a rotina do morador e, com a Rappi, conseguimos fortalecer o nosso propósito de oferecer aos nossos clientes tudo o que eles precisam com conforto, praticidade e sem sair de casa". -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Housi é conhecida como a Netflix do mercado imobiliário Para alugar o apartamento e aproveitar a promoção, o usuário precisa fazer o seguinte: primeiramente acessar o aplicativo Rappi e procurar o botão da Housi; depois, escolher o plano que mais se adequa às suas necessidades e selecionar as datas de preferência. Se o pacote escolhido for de 30 dias de moradia, por exemplo, o locatário Housi poderá receber até R$ 1,2 mil de cashback. As reservas já estão disponíveis desde o dia 9 de setembro e a promoção é válida em todo o Brasil para reservas de apartamentos localizados em São Paulo até 9 de outubro ou enquanto ainda tiverem apartamentos disponíveis. Vale lembrar também que os Rappi Créditos podem ser utilizados em até três meses a partir da data da compra. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos Querosene produzido com luz solar pode abastecer aviões e navios Rumor | Apple teria desabilitado função de carregamento reverso no iPhone 11 Veja Mais

TV ou Android 10? OnePlus publica teaser de evento e mantém mistério sobre anúncios

tudo celular São duas as principais possibilidades de anúncios para o próximo evento da fabricante chinesa. Veja Mais

Roberto Leal, a face alegre da música portuguesa no Brasil

G1 Pop & Arte Cantor deixa discografia que inclui álbum de forró com vira e songbook com o repertório de Roberto Carlos, mas fica imortalizado pelos temas dançantes que lançou na década de 1970. Somente quem viveu no Brasil nos anos 1970 pode dimensionar o sucesso do cantor, compositor e ator português Roberto Leal no país ao longo daquela década. O artista veio ao mundo como António Joaquim Fernandes em 27 de novembro de 1951, em aldeia do norte de Portugal, mas o nascimento artístico foi no Brasil – para onde migrou em 1962 – como Roberto Leal. No Brasil, entre idas e voltas a Portugal, Roberto Leal renasceu, viveu e morreu – na madrugada deste domingo, 15 de setembro de 2019, em hospital da cidade de São Paulo (SP) – como uma voz que simbolizava a face mais alegre da música portuguesa. Pela própria origem, o cantor gravou fados – o ritmo geralmente melancólico que identifica Portugal no mapa-múndi musical – mas fica imortalizado pelas canções mais alegres. Com os cabelos louros por vezes platinados, Leal teve a imagem jovial propagada em escala nacional pela TV na década de 1970 em programas de auditório comandados por apresentadores como Abelardo Barbosa (1917 – 1998), o Chacrinha. Naquela época, Roberto Leal fez o Brasil bater pé com temas dançantes que evocavam a magia lúdica do universo musical português. E cabe ressaltar que Roberto Leal conquistou o Brasil logo na primeira gravação, Arrebita (tema tradicional adaptado por Leal), lançada em compacto simples em 1971. Dois anos depois, em 1973, o cantor lançou o primeiro álbum, Roberto Leal, pela RGE, gravadora nacional por onde lançou discos com regularidade até 1987, quase todos batizados com o nome do artista. Roberto Leal em foto da capa de álbum de 1978 Reprodução Contudo, o auge comercial e artístico da carreira fonográfica de Roberto Leal se deu mesmo ao longo da década de 1970. Após o estouro inicial com Arrebita, o cantor emplacou quatro anos depois o segundo grande sucesso, Bate o pé (Roberto Leal e Kátia Maria), lançado em álbum de 1975 e rebobinado em compacto de 1976. A partir da década de 1980, Roberto Leal perdeu popularidade e visibilidade na mídia, mas manteve um público fiel, para o qual gravou discos até 2016, ano do derradeiro álbum, Arrebenta a festa. O cantor deixa discos de fados, álbum em que misturou ritmos nordestinos com a música portuguesa (Forrandovira, de 1998) e até songbook com o cancioneiro de Roberto Carlos (lançado em CD em 1999). Contudo, a imagem de Roberto Leal cristalizada no imaginário nacional é a dos anos 1970, com a alegria parodiada pelo grupo Mamonas Assassinas em 1995. É essa face alegre de Portugal que Roberto Leal lega para a posteridade ao sair de cena, aos 67 anos. Veja Mais

Análise | Microfone OEX MG 100 traz bom som, mas erra feito em estática

Análise | Microfone OEX MG 100 traz bom som, mas erra feito em estática

canaltech Um dos pontos mais difíceis da vida de qualquer influenciador que queira começar a fazer lives de jogos é como tratar o som. Principalmente se você ainda não está naquele nível em que já vale adaptar todo um cômodo da casa para isso, um bom microfone com isolamento legal pode ser uma mão na roda. Essa é a promessa do OEX Game MG 100, também chamado de Rook. O microfone é voltado para streamers, mas não custa muito caro nem pesa no bolso. Posicionado como um aparelho de entrada, o preço sugerido é de R$ 169. Ou seja, esta análise será feita levando em consideração que não estamos falando do melhor aparelho do mercado, mas pensando em um bom custo-benefício. Aparelho indicado para lives e gravações (Foto: Wagner Wakka/Canaltech) Será que ele funciona para necessidades de quem não tem um ambiente isolado e garante uma boa qualidade de som? Vejamos. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Estrutura O OEX Rook é um microfone omnidirecional. Isso significa que ele é capaz de captar o áudio em 360º, com toda sorte de qualidades e defeitos que isso possa acarretar. Se, por um lado, você não precisa se preocupar com o posicionamento do aparelho próximo à boca, também não pode ter algo muito barulhento em volta. Os aparelhos omnidirecionais são feitos para “pegar” tudo que está no ambiente. Assim, o barulho de teclado, mouse e outras interferências em volta podem aparecer nele. O microfone vem com algumas características bem interessantes para um dispositivo de entrada. Primeiro, ele conta com um suporte antiderrapante de fábrica para colocar o aparelho. E esse minipedestal é muito útil por dois motivos. Primeiro, se estamos falando de um produto voltado para streamers, não é possível segurar o microfone e jogar ao mesmo tempo. Como um produto barato, ele também não exige que você compre um braço articulado ou algo assim. Dispositivo já vem com pedestal para funcionamento (Foto: Wagner Wakka/Canaltech) Ele também ajuda a diminuir um pouco da estática que assola este microfone, algo que vamos nos aprofundar mais para frente. Ele é compatível com suportes de microfones convencionais, também chamado de popularmente de cachimbo. Logo, se você tiver um tripé em casa, também pode usar com este microfone da OEX. Outra qualidade do suporte são dois pequenos pontos de presilha dos fios. Isso ajuda a esconder os cabos e manter a arrumação na mesa para live, fator importante para compor um cenário limpo. Microfone Agora vamos falar das especificações do microfone em si. Ele chega com um cabo generoso de 1,5 metro e conexão USB-A. Assim, não precisa de nenhum tipo de adaptação ou instalação para funcionar no computador. No pacote, há também uma espuminha de isolamento, ideal para evitar ruídos com ventos e sopros perto do microfone. Aparelho conta com controle de volume na parte de cima (Foto: Wagner Wakka/Canaltech) O Rook tem um botão de “ajuste de volume” na parte de cima, como apontado na descrição do aparelho. Na verdade, trata-se de um controle de ganho do aparelho. Isso determina o quão longe o microfone é capaz de captar. Segundo o fabricante, a sensibilidade vai de + 58dB até - 2dB. Ou seja, uma boa captação de cerca de um palmo de distância do microfone, até um silêncio quase que absoluto. A seguir, há um teste feito pelo Canaltech de variação de sensibilidade do aparelho. Para um microfone de entrada, ter esta regulação física no aparelho é um ponto bastante positivo. Contudo, a forma como a OEX escolheu para fazer isso foi bastante infeliz. O microfone tem um switch que pode ser acionado aumentando ou diminuindo a abertura do aparelho. Porém, não há nenhuma indicação de nível. Como o dispositivo não tem saída de som como retorno, um influenciador menos experiente pode ter de ficar perguntando para audiência se o volume do microfone está legal ou não. Aqui no Canaltech, só foi possível regular a sensibilidade acompanhando uma gravação pelo Adobe Audition. Ou seja, nada prático. Assim, o que poderia ser um bom atalho, acaba por se tornar mais um problema de ajuste. Outra falha do aparelho da OEX é não ter indicações de funcionamento. Valeria ter uma luz ou algo do tipo apontando que o microfone está ligado e em funcionamento, o que ajudaria, mais uma vez, o público de entrada não habitual de aparelhos do tipo. Dispositivo pode ser seprado do pedesstal (Foto: Wagner Wakka/Canaltech) De resto, o microfone é todo feito em plástico, com um corpo bastante leve e pequeno, dando aparência de um produto frágil. Em se tratando de um aparelho de entrada, este não é exatamente um problema. Gravação  Passada a estrutura do Rook, vamos à parte mais importante: a gravação. Para medir a qualidade do dispositivo, fizemos a comparação com outras três configurações para casa. A primeira é com o QuadCast, da HyperX. A ideia aqui é mostrar qual é a qualidade de um dispositivo topo do mercado, de alto preço (perto de R$ 800), em comparação com o modelo de entrada. A segunda configuração é com um microfone de lapela da Greika LMX1, ligado a um smartphone. Ele também é um dispositivo de entrada, com preço na casa dos R$ 100. Por fim, também fizemos a comparação com o headset A40 + MixAmp da Astro, voltado especialmente para streaming e jogatina online. Este conjunto também é um topo de linha, custando na casa dos R$ 1.500. A seguir, portanto, vamos ao áudio da comparação: O áudio do Rook se mostrou bastante satisfatório, principalmente na capacidade de não absorver muito do barulho ambiente, entregando um som bastante limpo. Ele é mais voltado para tons agudos e não dá aquela força no grave, como acontece com outros aparelhos melhores. O sistema de ganho dele, embora seja difícil de configurar, permite um balanço bom entre o ruído externo e a fala do usuário. Ou seja, para o propósito do streaming, ele funciona de forma satisfatória. Contudo, ele possui um defeito bastante complicado para um aparelho de áudio. O Rook conta com péssimo isolamento estático. É por isso que, no meio das gravações, é possível ouvir pequenas interferências no áudio, como se tivesse passando eletricidade pelo microfone. Conjunto inclusi microfone e pedestal (Foto: Wagner Waka/Canaltech) Quando está no suporte, em alguns momentos ele até que consegue manter um isolamento estático decente. Entretanto, se o usuário pega o dispositivo na mão, vai ter problemas sérios de estática. Esse é um problema gigantesco, já que o Rook provavelmente estará em uma mesa compartilhada com outros dispositivos como fone, mouse, teclado, controle, placa de captura e outros. Ou seja, sem um isolamento bom, é quase certeza de que todos esses componentes, em algum momento, vão dar interferência elétrica nele. Isso mina completamente a qualidade e segurança de indicar o OEX Rook para quem está buscando um aparelho de streaming. Vale a pena?  Bom, o OEX Game MG 100 oferece uma qualidade de som melhor do que o esperado para um aparelho de entrada. Contudo, ele ainda é bem aquém do que se pode comprar na faixa de R$ 150. Isso porque vale mais investir em um bom headset, aproximando o microfone da boca, já unindo fone e microfone, do que optar por uma captação omnidirecional. Em termos de streaming, sem um ambiente projetado com bom isolamento acústico, mais vale investir ou em um bom microfone como o QuadCast, ou seguir para um aparelho que não tenha captação 360º. No caso, a opção da lapela ligada ao computador ou mesmo um headset nesta faixa de preço se mostraram mais seguros que usar o Rook. A falta de isolamento estático também é um ponto bastante negativo do aparelho, e os zunidos durante a transmissão é rotineiro. Deste modo, o Rook é mais um produto com estética gamer para tentar pegar um entusiasta de microfones para streaming sem oferecer o que realmente é necessário para uma boa captação. O baixo preço dele não compensa pela qualidade de áudio que pode ser muito bem alcançada com outros tipos de microfone. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Prime Video: maior concorrente da Netflix custa só R$9,90. Será que vale a pena? A mesmice do iPhone 11 e o fim da era dos smartphones como a conhecemos TIM oferece 10 GB mensais no pré-pago sem reajuste de preço Rumor | Apple teria desabilitado função de carregamento reverso no iPhone 11 Querosene produzido com luz solar pode abastecer aviões e navios Veja Mais

Claro NET TV promove sinal aberto de quase todos os canais da grade aos assinantes

tudo celular A Claro NET TV iniciou um período promocional aos seus clientes, a partir deste domingo (15). Veja Mais