Meu Feed

No mais...

ALGUÉM AINDA PODE SURPREENDER AO FLAMENGO E O PALMEIRAS NA BRIGA PELO TÍTULO DO BRASILEIRO?

ALGUÉM AINDA PODE SURPREENDER AO FLAMENGO E O PALMEIRAS NA BRIGA PELO TÍTULO DO BRASILEIRO?

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Flamengo #Palmeiras #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Em cerimônia, destaques do Torce 2019 são homenageados

Superesportes - Mais esportes Atletas, equipes e treinadores que mais se destacaram nos Jogos dos Centros Olímpicos e Paralímpicos receberam troféus em São Sebastião Veja Mais

iPhone 11 tem novo sistema de otimização para aumentar vida útil da bateria

iPhone 11 tem novo sistema de otimização para aumentar vida útil da bateria

canaltech O tema bateria sempre foi uma questão delicada em iPhones e, em 2017, ganhou um capítulo polêmico, quando a companhia admitiu usar um recurso de limitação de energia baseado em software. Nos aparelhos mais antigos, a Maçã sacrificava boa parte do desempenho para compensar o desgaste do tanque energético. Isso pegou mal porque, no final das contas, ela não deixava isso claro para o consumidor. Agora, a própria Gigante de Cupertino faz questão de destacar e explicar o novo sistema de otimização de energia do iPhone 11. A nova estrutura é bem diferente dos telefones anteriores e usa uma combinação de hardware e software para evitar problemas de desempenho à medida que as cargas envelhecem. Mas isso não impede de causar certa lentidão no futuro. (Imagem: Lojas Americanas) "Embora os impactos no desempenho sejam reduzidos o máximo possível, o envelhecimento da bateria ainda pode levar a efeitos visíveis, possivelmente temporários", diz o documento de suporte. A Apple cita "tempos mais longos de abertura de aplicativos, taxas de quadros mais baixas, taxa de transferência de dados sem fio reduzida, diminuição da luz de fundo ou menor volume do alto-falante", como possíveis resultados da diminuição da integridade da bateria. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Resultados a longo prazo Para deixar claro, o recurso não se destina a manter a bateria do seu iPhone funcionando por mais tempo no curto prazo; essa é uma estratégia de longo prazo, para que a capacidade da bateria de um telefone permaneça a mais alta possível pelo maior tempo possível. As novas baterias do iPhone podem durar dias, dependendo da frequência de uso de aplicativos que consomem muita energia. Contudo, após alguns anos, tendem a funcionar ininterruptamente somente um dia, ou às vezes muito menos. A Apple substitui um tanque antigo por um novo, ao custo de US$ 50 (R$ 207 na conversão direta) ou US$ 70 (R$ 290), dependendo do modelo do smartphone. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 App de pirataria de filmes encerra atividades e diz que vai expor usuários Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Veja Mais

"Game of Thrones" vai em busca de um último recorde no Emmy

O Tempo - Diversão - Magazine Série mais premiada da história da TV norte-americana larga na frente na premiação desta noite, com 32 indicações Veja Mais

Em 2017, banda universitária passava por situação bizarra com Felipe Dylon

Em 2017, banda universitária passava por situação bizarra com Felipe Dylon

R7 - Música Uma história bem engraçada surgiu recentemente no Twitter. O usuário da rede social João Pedro aproveitou uma corrente que pedia para os usuários responderem qual era o contato mais próximo que tinham tido com algum famoso. Foi aí que ele resolveu contar sobre sua experiência com Felipe Dylon. Segundo o cara, ele foi guitarrista do cantor em um show em 2017. Isso aconteceu porque, em um evento promovido pelo DA da UNIFEI (de Itajubá, no Rio de Janeiro), o pessoal resolveu contratar o Felipe sem a sua banda de apoio, já que o cachê era menor. Daí, para não prejudicar o show, montaram uma banda de universitários, da qual João Pedro fez parte. Em contato sempre com o empresário do músico, os alunos receberam um repertório para ensaiar -- incluindo, claro, os hits 'Musa de Verão' e 'Deixa Disso', além de alguns sucessos do pop rock brasileiro. O problema é que não houve nenhum ensaio além de uma pequena passagem de som antes do show. Ao chegarem no camarim, os alunos viram Felipe Dylon 'morgadíssimo no sofá' e ainda tiveram que aprender a música nova 'Suave Tentação' de última hora. Como era de se esperar, não deu muito certo. Durante o show, inclusive, o repertório acabou sendo muito curto. Por isso, algumas foram repetidas -- segundo o relato, 'Musa do Verão', por exemplo, 'rolou fácil umas 3 vezes'. Teve até hora em que, logo após tocar o hit dos Raimundos 'Mulher de Fases', o vocalista teria supostamente puxado a mesma música novamente -- mas foi interrompido por João Pedro, que avisou da gafe. Aí, puxaram O Rappa. [caption id='attachment_342092' align='aligncenter' width='430'] Felipe Dylon na UNIFEI Tenho Mais Discos Que Amigos Foto: Twitter (@joa1pedro94)[/caption] Depois do show, enquanto os músicos guardavam os instrumentos, Felipe correu pro camarim e comeu o último pedaço de uma pizza grande que deveria ter sido para todos os músicos -- e a foto acima comprova o 'crime'. Apesar de tudo isso, João Pedro relata que o cara foi super gente boa e educado. No fim das contas, parece que ficou tudo bem e todo mundo levou tudo na esportiva. Assim que é bom! Quer dizer... Teve, sim, uma coisa imperdoável. Parece que o Felipe ligou a guitarra direto na mesa de som. Aí não dá, né? Confira a partir do Tweet original abaixo toda a história como contada por João Pedro! Eu fui guitarrista do Felipe Dylon em um show em 2017, o show foi horrível e ele comeu sozinho a pizza inteira que seria para a banda toda. Tocamos musa do verão umas 3 ou 4x no mesmo show pic.twitter.com/Y05K2zxH9E — joao pedro (@joa1pedro94) September 20, 2019 Felipe Dylon O músico vem tentando retomar a carreira, depois de alguns períodos difíceis. A canção que ele ensinou para o pessoal em 2017, 'Suave Tentação', foi lançada este ano e está disponível abaixo. Boa sorte nessa nova fase! https://www.youtube.com/watch?v=dgsFXlUBiqY Veja Mais

Incrível: mod recria Forest Temple de Ocarina of Time em Far Cry 5

Incrível: mod recria Forest Temple de Ocarina of Time em Far Cry 5

Tecmundo Ampliando a lista de modificações presentes no universo de Far Cry 5, surge na rede um trabalho feito pelo youtuber Mojo Swoptops capaz de animar qualquer fã da série Zelda: a recriação da entrada do Forest Temple, visto em The Legend of Zelda: Ocarina of Time.O vídeo que você confere nesta notícia mostra a fachada do calabouço com diversos detalhes que certamente vão ativar as memórias de qualquer um que se divertiu no game lançado originalmente para Nintendo 64. Até mesmo os efeitos climáticos são respeitados, como é possível ver a seguir:Leia mais... Veja Mais

Reforma da Previdência pode ser votada em 1º turno nesta terça-feira

O Tempo - Política De acordo com parlamentares, o clima é favorável a uma aprovação Veja Mais

Rodrigo Maia fala em rede social sobre a morte de Ágatha Félix

O Tempo - Política 'Não há palavra que diminua tamanho sofrimento', escreveu o presidente da Câmara Veja Mais

Saúde: 12 Terapias Naturais para Enxaquecas

R7 - Economia Enxaquecas, frequentemente sentidas como uma dor de cabeça dolorosa e pulsante, e às vezes causando náuseas e sensibilidade à luz, afetam 1 bilhão de pessoas no mundo inteiro. Alguns estudos sugerem que uma em sete pessoas sentirão esta dor de cabeça severa em algum ponto da sua vida – quase uma em cinco mulheres e […] O post Saúde: 12 Terapias Naturais para Enxaquecas apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

PÓS-JOGO AO VIVO! Internacional vence a Chapeconse por 1x0; Odair Helmann concede entrevista coletiv

PÓS-JOGO AO VIVO! Internacional vence a Chapeconse por 1x0; Odair Helmann concede entrevista coletiv

Fox Sports Brasil Com a vitória, o time gaúcho entrou no G4 do Brasileirão! Quer saber tudo sobre esporte? Acesse nosso site! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP FOX Sports! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Internacional #Chapecoense #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Europa lançará satélites com inteligência artificial na órbita da Terra

Europa lançará satélites com inteligência artificial na órbita da Terra

Tecmundo Em breve, a Agência Espacial Europeia (ESA) deverá lançar em órbita uma dupla de satélites em miniatura conhecidos como CubeSats para estudar o nosso planeta e a novidade é que os equipamentos levarão a bordo um sistema de inteligência artificial batizado de PhiSat – ou ?-Sat. A iniciativa faz parte da missão FSSCat, proposta pela Universitat Politècnica de Catalunya, na Espanha, foi desenvolvida por um consórcio europeu e a IA terá como tarefa tornar o envio dos dados coletados à Terra mais eficiente e rápido.Os CubeSats têm tamanho equivalente ao de uma caixa de sapato e, além de levar o sistema de inteligência artificial a bordo, contarão com uma câmera hiperespectral e instrumentos de micro-ondas, além de dispositivos para a realização de experimentos em órbita e testes relacionados com a tecnologia de comunicação entre satélites.Leia mais... Veja Mais

TOP 5 | As notícias mais lidas da semana no Canaltech

TOP 5 | As notícias mais lidas da semana no Canaltech

canaltech Depois de uma semana repleta de lançamentos e novidades aqui no Brasil e ao redor do mundo, chegamos a mais um domingo com aquela tradicional seleção com um resumo das matérias mais lidas na semana. Dessa forma, você fica informado de tudo de mais importante que rolou no mundo da tecnologia, inovação, ciência e astronomia. Ou ,se quiser, pode também reler sua matéria favorita. Seja bem vindo ao TOP 5 semanal e tenha um ótimo fim de domingo! 5. Xiaomi lança versão global da Mi Band 4 nesta terça-feira (17) Na quinta posição temos uma notícia muito especial para os fãs de wearables: a Xiaomi lançou na Índia sua smart band Mi Band 4 numa versão global na terça-feira. O aparelho produzido pela fabricante chinesa continua com a mesma tela AMOLED de 0,95 polegadas colorida e com outros recursos bem interessantes, como monitoramento cardíaco e do sono, resistência à submersão em água, monitoramento de atividades físicas e notificações de ligações e apps do smartphone. A única diferença que a versão global tem em relação à versão chinesa é a ausência do microfone e do sistema NFC para pagamentos e transações por proximidade. Ainda não há previsão de quando a Mi Band 4 chega ao Brasil, mas quem quiser adquiri-la no exterior poderá comprá-la pelo preço de US$ 32. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- 4. Moto Razr | Tudo o que sabemos sobre o smartphone dobrável 'acessível' Depois de tantos rumores e vazamentos, resolvemos pegar tudo o que já sabemos sobre o smartphone dobrável da Motorola e juntamos numa só matéria. Chamado de Moto Razr, o novo aparelho foge um pouco do design do Galaxy Fold e Mate X, seguindo uma linha diferente. O próximo lançamento da fabricante lembra muito um de seus aparelhos de mais sucesso no século XXI, o Razr V3. A proposta do Moto Razr é ser "acessível", custando menos dos dobráveis já anunciados. Mas, claro, também traz menos potência. A fabricante não comentou nada sobre o novo produto, e diz que sua política é "não confirmar nem negar boatos". Porém, tudo o que já foi "vazado" ou rumorizado sobre o Moto Razr está no apanhado de informações que fizemos e que você encontra aqui. 3. iOS 13: Conheça os novos recursos que chegaram com a nova atualização E finalmente chegou a nova versão do sistema operacional da Apple! A fabricante liberou a versão definitiva do iOS 13 depois de vários testes, correções e reparações dos novos e antigos recursos. Como forma de "celebrar" essa chegada, o Canaltech reuniu tudo o que você precisa saber da atualização que chegará nos iPhones. Mas já adiantamos: os fãs de "modo noturno" vão gostar bastante, afinal, agora poderão aplicá-lo em todo o aparelho. Outras novidades serão em vídeos, papéis de parede dinâmicos que se adaptam ao tema do aparelho (claro ou escuro), objetivos de tempo de leitura no Apple Books, alteração de redes Wi-Fi a partir de um atalho na Central de Controle, opções de Bluetooth, bloqueio de e-mails, configurações de localização, silenciamento de ligações, novos emojis, anexos no calendário e muito mais. Confira na íntegra. 2. PS Store faz promoção com descontos de até 70% em jogos e expansões Essa é para os fãs de games: A Sony divulgou nessa semana uma lista de expansões e jogos que entraram em promoção com até 70% de desconto na PS Store. A ação faz parte de uma campanha que durará até o final de setembro e conta com títulos muito especiais, como GTA: The Trilogy, Spyro Reignited Trilogy, Conan Exiles, Just Cause 3, Persona 5 e muitos outros. A promoção também engloba jogos e expansões de outras versões do Playstation, não somente do 4. Para quem ainda joga PlayStation 3 e PS Vita, há muitas opções e descontos, como Bioshock: Infinite (PS3), Deus EX: Human Revolution (PS3), GTA V (PS3), Tomb Raider Digital Edition (PS3), Claire (PS Vita), Hitman Go: Definitive Edition (PS VITA), The Long Reach (PS VITA) e outros. 1. Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 Sistemas operacionais foram os temas mais lidos da semana! Primeiro o iOS 13 e agora Android 10. A matéria que ficou em primeiro lugar trata-se de uma lista que vazou com todos os dispositivos da Samsung que receberão a versão mais recente do sistema operacional do Google, lançado há menos de um mês. Quem recebeu o vazamento foi o site AndroidPure, que não revelou de onde a imagem surgiu. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Batman | Trilogias Arkham e LEGO estão de graça na Epic Games Store Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Microsoft lança curso grátis sobre programação em Python para iniciantes Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Veja Mais

Correntistas da Caixa têm até este domingo para autorizar saques do FGTS no dia 27; veja calendário

G1 Economia Ao autorizar crédito em conta, correntista receberá o dinheiro no mesmo calendário de quem tem conta poupança na Caixa. Tira-dúvidas sobre os saques do FGTS Termina neste domingo (22) o prazo para quem tem conta corrente na Caixa autorizar crédito automático de até R$ 500 por conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e poder ter o dinheiro liberado na próxima sexta-feira (27). SAIBA TUDO SOBRE A LIBERAÇÃO DO FGTS A Caixa Econômica Federal prorrogou o prazo para quem tem conta corrente individual, conjunta ou fácil e conta poupança conjunta poder aderir ao crédito automático dos valores do FGTS. Antes o prazo estabelecido era 25 de agosto. Com o novo calendário, os correntistas têm as seguintes opções: Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril: adesão ao saque até 08/09 para receber em 13/09 Nascidos em maio, junho, julho e agosto: adesão ao saque até 22/09 para receber em 27/09 Nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro: adesão ao saque até 04/10 para receber em 09/10 Quem fizer a opção ao saque a partir de 5 de outubro receberá os valores do FGTS na conta corrente indicada até 20 dias após a adesão Assim, os nascidos de janeiro a abril que não fizeram a adesão ao saque até o dia 8 de setembro podem fazê-lo agora, mas receberão o dinheiro até 20 dias após o pedido. Já o trabalhador que nasceu em outubro e fez a opção pelo crédito em conta corrente no dia 20 de setembro, por exemplo, receberá os valores no dia 9 de outubro. Esse crédito automático em conta vale somente para quem abriu conta na Caixa até o dia 24 de julho deste ano. Quem abriu a conta após essa data terá direito ao dinheiro a partir de 18 de outubro, de acordo com o calendário de quem não tem conta na Caixa (veja abaixo o cronograma). Já quem tem conta poupança individual na Caixa recebe automaticamente o dinheiro, sem necessidade de autorizar o crédito. Esses depósitos começaram em 13 de setembro (veja abaixo o calendário). No entanto, caso não queira retirar o dinheiro, o detentor da conta poupança tem até o dia 30 de abril de 2020 para informar a Caixa que prefere que o valor seja mantido no Fundo de Garantia. O saque imediato de até R$ 500 não tem relação com o saque-aniversário, que só começa a ser pago em abril de 2020 (veja mais informações abaixo). Calendários O calendário começa para quem tem conta no banco e depois prossegue para quem não é correntista. O correntista da Caixa terá o dinheiro liberado de acordo com seu aniversário. Veja abaixo: Calendário para quem tem conta poupança na Caixa: Aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril: crédito em conta a partir de 13/09/2019 Aniversário em maio, junho, julho e agosto: crédito em conta a partir de 27/09/2019 Aniversário em setembro, outubro, novembro e dezembro: crédito em conta a partir de 09/10/2019 Somente os correntistas com conta poupança na Caixa totalizam quase 36 milhões de pessoas. Cada uma das três etapas do calendário libera cerca de R$ 5 bilhões para cerca de 12 milhões de correntistas da Caixa. Até o momento, 99% dos clientes de conta poupança da Caixa aderiram ao saque imediato de até R$ 500, ou seja, não entraram nos canais da Caixa para cancelar a adesão automática. As agências da Caixa Econômica Federal terão horário de abertura estendido na sexta-feira (27) e na segunda e terça-feira da semana seguinte para atender aos beneficiários: As agências que têm horário de abertura às 10h abrirão às 8h; As agências que têm horário de abertura às 9h abrirão uma hora mais cedo e terão o horário de funcionamento estendido em 1 hora; As agências que têm horário de abertura às 11h abrirão às 9h; As agências que têm horário de abertura às 8h permanecem abrindo às 8h e terão horário de funcionamento estendido em 2 horas; Além disso, as agências da Caixa abrirão no sábado (28), das 9h às 15h, apenas para atendimentos relativos aos saques. Já para quem não tem conta na Caixa Econômica, o calendário de saques começa somente em outubro, após o início da última etapa do calendário de saques para os correntistas. No total, incluindo correntistas e não correntistas da Caixa, com contas ativas e inativas do FGTS, serão 96 milhões de pessoas com direito aos saques. Calendário para quem não tem conta poupança na Caixa: Aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10/2019 Aniversário em fevereiro: saque a partir de 25/10/2019 Aniversário em março: saque a partir de 08/11/2019 Aniversário em abril: saque a partir de 22/11/2019 Aniversário em maio: saque a partir de 06/12/2019 Aniversário em junho: saque a partir de 18/12/2019 Aniversário em julho: saque a partir de 10/01/2020 Aniversário em agosto: saque a partir de 17/01/2020 Aniversário em setembro: saque a partir de 24/01/2020 Aniversário em outubro: saque a partir de 07/02/2020 Aniversário em novembro: saque a partir de 14/02/2020 Aniversário em dezembro: saque a partir de 06/03/2020 Todos os trabalhadores, independente do aniversário, sendo correntistas ou não da Caixa, podem sacar o dinheiro até o dia 31 de março de 2020. A Caixa alerta, entretanto, que à medida que o trabalhador vai adiando seu saque, ele ficará sujeito ao efeito cumulativo dos outros calendários, o que acumulará mais pessoas para receber e portanto poderá enfrentar mais filas. O valor sacado será de até R$ 500 por conta vinculada de titularidade do trabalhador, limitado ao valor do saldo tanto das contas ativas como inativas. Por exemplo: se ele tiver duas contas, uma com saldo de R$ 1.000 e outra com saldo de R$ 2.000, ele poderá sacar R$ 500 de cada uma delas. Se tiver R$ 70 na conta, poderá retirar o valor total. Veja mais exemplos abaixo: Exemplos de saques de até R$ 500 por contas do FGTS Reprodução/Caixa Como serão os saques para quem não tem conta poupança na Caixa Valores de até R$ 100 por conta: saque será feito nas lotéricas, com CPF e documento de identificação. Valores de até R$ 500 por conta: saque nas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui, com documento de identificação e Cartão do Cidadão com senha. Caso não possua o Cartão do Cidadão, poderá sacar nos caixas eletrônicos da Caixa utilizando o CPF e a Senha Cidadão. Em caso de saque na agência, deve apresentar documento de identidade com foto e número do CPF. O saque imediato no valor de até R$ 500 não impede o direito do trabalhador ao saque do FGTS por motivo de rescisão contratual nem tira o direito a receber a multa dos 40% sobre o valor, bem como não impede o saque para as demais modalidades como aposentadoria, aquisição da casa própria e doença grave. Ninguém é obrigado a sacar o dinheiro do FGTS. Se não houver a retirada, o dinheiro permanece no fundo, ganhando rentabilidade. No ano passado, por exemplo, as contas do FGTS renderam 6,18% com os juros fixos de 3% ao ano mais TR e a distribuição de 100% do lucro líquido do fundo (R$ 12,2 bilhões, pagos em agosto deste ano, sobre o saldo de dezembro de 2018). Portanto, as contas do FGTS renderam mais que a poupança e o CDB, que em 2018 tiveram rendimentos de 4,62% e 6,06%, respectivamente. Funciona Assim: Entenda a liberação dos saques do FGTS Saque-aniversário O recebimento do saque imediato de até R$ 500 por conta de FGTS não gera adesão ao saque-aniversário. Os interessados em aderir a esse saque anual terão que comunicar a decisão à Caixa Econômica Federal a partir de 1º de outubro deste ano. O banco ainda não informou como isso deverá ser feito. Nesse caso, os saques serão anuais e começarão em abril de 2020, de acordo com o mês em que o beneficiário nasceu. Veja o calendário do saque aniversário: Nascidos em janeiro e fevereiro – saques de abril a junho de 2020; Nascidos em março e abril – saques de maio a julho de 2020; Nascidos em maio e junho – saques de junho a agosto de 2020; Nascidos em julho – saques de julho a setembro de 2020; Nascidos em agostos – saques de agosto a outubro de 2020; Nascidos em setembro – saques de setembro a novembro de 2020; Nascidos em outubro – saques de outubro a dezembro de 2020; Nascidos em novembro – saques de novembro de 2020 a janeiro de 2021; Nascidos em dezembro – saques dezembro de 2020 a fevereiro de 2021. A partir de 2021, o saque deverá ser feito no mês do aniversário até os dois meses seguintes. O valor do saque anual será um percentual do saldo de todas as contas do trabalhador. Para contas com até R$ 500, será liberado 50% do saldo, percentual que vai se reduzindo quanto maior for o valor em conta. Para as contas com mais de R$ 500, os saques serão acrescidos de uma parcela fixa. Portanto, os cotistas com saldo menor poderão sacar anualmente percentuais maiores. Limite dos saques anuais do FGTS Reprodução/Ministério da Economia O trabalhador ficará impedido de retirar o valor integral do FGTS na rescisão do contrato de trabalho. No entanto, ele continua tendo direito ao pagamento da multa dos 40% em cima do valor total. Em caso de arrependimento, o trabalhador só poderá retornar ao chamado saque-rescisão após dois anos a partir da data de adesão ao saque-aniversário. No entanto, o trabalhador que optar pelo saque-aniversário continuará tendo direito à retirada o saldo do FGTS para a casa própria, em caso de doenças graves, de aposentadoria e de falecimento do titular e para as demais hipóteses previstas em lei para o saque. Initial plugin text Veja Mais

Tereza Cristina apresenta áreas para investimento aos árabes

Tereza Cristina apresenta áreas para investimento aos árabes

R7 - Economia Ministra Tereza Cristina em seminário com árabes Antonio Cruz/ Agência Brasil A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, apresentou neste domingo (22)  à comunidade árabe possíveis oportunidades de comércio e investimentos no Brasil. Durante seminário na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, em Dubai, a ministra destacou possibilidades em toda a cadeia produtiva do agronegócio, além de projetos de infraestrutura, como ferrovias e rodovias. Na apresentação, o presidente da Câmara Árabe-Brasileira, Rubens Hanun, disse que a peregrinação de Tereza Cristina pelos países árabes vai contribuir para o crescimento dos negócios com o Brasil. O principal destaque da visita da ministra até o momento foi a abertura do mercado egípcio para lácteos. A ministra está em missão no Oriente Médio desde 11 de setembro, participando de encontros com autoridades do mundo árabe com o objetivo de fortalecer a parceria comercial com os países. A relação com os árabes ficou estremecida em abril, quando o governo de Jair Bolsonaro, em alinhamento com Israel, anunciou ter intenções de criar um escritório comercial em Jerusalém, cidade historicamente disputada por palestinos e judeus. Após o mal-estar, Bolsonaro ofereceu um jantar a embaixadores de países árabes para apaziguar os ânimos e deve visitar o Golfo Pérsico em outubro. Em 2018, as exportações agropecuárias para 55 países árabes somaram US$ 16,13 bilhões, correspondente a 19% do total das vendas externas do agronegócio brasileiro. Veja Mais

Racionais MC's gravam show dos 30 anos do grupo na passagem da turnê por São Paulo

G1 Pop & Arte Em turnê pelo Brasil desde julho, o show comemorativo dos 30 anos de carreira do grupo de rap Racionais MC's ganha registro audiovisual para posteridade. A gravação ao vivo do show Racionais 3 Décadas está agendada e confirmada para 10 de outubro, em apresentação extra encaixada na passagem da turnê por São Paulo (SP), cidade onde grupo surgiu em 1988, dando voz ao povo da periferia. Edi Rock, Ice Blue, KL Jay e Mano Brown – visto em cena na foto de Jeferson Delgado – gravam o show dois dias antes do encerramento da turnê nacional, em 12 de outubro, na mesma cidade de São Paulo (SP). Nessa rota nacional que levou o grupo do gueto ao mainstream, o quarteto mobilizou o público e se confirmou relevante no universo hip hop brasileiro, dissipando dúvida suscitada pelo recesso dos Racionais MC's em 2018. Veja Mais

Quanto devo pagar de INSS: 5, 11 ou 20%?

R7 - Economia Saber quanto pagar de INSS todo mês pode ser uma atividade bastante desafiadora para muitos brasileiro. Isso porque existem muitas regras e faixas de contribuição que podem dar acesso a diferentes benefícios. Então se você pretende planejar sua aposentadoria é importante compreender com quais valores deve contribuir. É preciso tomar cuidado para não cometer erros que podem […] O post Quanto devo pagar de INSS: 5, 11 ou 20%? apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

Bermuda robótica reduz cansaço de corridas e caminhadas

Bermuda robótica reduz cansaço de corridas e caminhadas

canaltech Pesquisadores do Wyss Institude, da Universidade de Harvard, desenvolveram uma espécie de bermuda robótica cujo objetivo é fazer com que o usuário se sinta mais leve, além de reduzir o cansaço que envolve atividades físicas como a corrida. O produto é voltado principalmente para quem costuma fazer caminhadas muito longas, mas a expectativa dos pesquisadores é que a sua utilização acabe interessando até mesmo os militares. Na prática, o equipamento funciona basicamente como um exoesqueleto portátil, com direito a vários cabos que circundam os músculos da coxa e dos quadris. Há um motor preso na altura das costas, que se conecta às coxas do usuário por cabos. Ao todo, a bermuda pesa cerca de 5kg, mas os pesquisadores por trás da criação estão trabalhando para que ela fique menor do que está atualmente e até 40% mais leve para ajudar ainda mais nas atividades.   O sistema reconhece a diferença de movimento que as pernas fazem quando o usuário quer correr e quando quer caminhar e age com força aplicada na região dos músculos, fazendo com que o custo metabólico seja até 9,3% menor. Assim, quando a pessoa pisa no chão, os fios se esticam e atuam em conjunto com os músculos dos glúteos para ajudar a impulsionar as pernas. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Os pesquisadores apontam que a bermuda funciona com uma bateria que dura até 8 km. No entanto, quando o usuário caminha ao invés de correr, economiza até 9,3% da bateria. Por enquanto, a novidade trata-se apenas de um protótipo e ainda não há nenhuma previsão de quando essa versão mais leve que está sendo cogitada seja inserida no mercado (ou mesmo divulgada enquanto protótipo). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Batman | Trilogias Arkham e LEGO estão de graça na Epic Games Store Microsoft lança curso grátis sobre programação em Python para iniciantes Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 Veja Mais

Morte de Ágatha e excludente de ilicitude: relator de projeto comenta caso

O Tempo - Política Proposta do ministro da Justiça, Sergio Moro, isenta de penas policiais que "matarem em conflito armado ou em risco iminente de conflito armado" Veja Mais

O sofá de Friends foi parar no Empire State em comemoração aos 25 anos da série

R7 - Música A comemoração de 25 anos da série Friends está a todo vapor. Depois de uma brincadeira sensacional feita pelo Google, a homenagem agora foi para os sortudos fãs que estiveram em Nova Iorque neste final de semana dos dias 21 e 22 de setembro. O icônico sofá, que na série ficava dentro do café Central Perk, foi colocado no deck de observação do Empire State, um dos prédios mais altos da cidade. Os visitantes do local puderam aproveitar a oportunidade exclusiva e tirar fotos. Quem divulgou essa ação foi o escritor Jeffrey Klarik, que não esteve envolvido diretamente em, Friends mas produziu o seriado Episodes ao lado de David Crane, este sim um dos criadores da série aniversariante. Por aqui, o mais próximo que chegamos disso foi com a Casa Warner by Friends, no bairro Jardim Paulista, em São Paulo. Inclusive, a exposição ainda está aberta até dia 6 de Outubro! Abaixo, no tweet original, veja alguns registros do que foi montado no alto do prédio americano. É de dar uma invejinha, né? Attention @FriendsTV fans! Today and tomorrow only #thefriendscouch is on the observation deck of #theEmpireStateBuilding Take a photo and celebrate #FRIENDS25 pic.twitter.com/y4FczrXhhg — Jeffrey Klarik (@JeffreyKlarik) September 21, 2019 Friends O seriado foi exibido originalmente entre 1994 e 2004. Nos últimos anos, além de ter várias reprises pela Warner, todos os episódios também estavam disponíveis na Netflix. Agora, porém, com a chegada da plataforma de streaming da emissora, a empresa não terá mais a atração em seu catálogo a partir de 2020. A boa notícia é que a aposta para amenizar o prejuízo é a entrada de outra ótima série, Seinfeld, mas esta só entrará no serviço em 2021. LEIA TAMBÉM: O dia em que Matthew Perry relembrou situação inusitada que o colocou em 'Friends'   Veja Mais

É possível ser anônimo na era da internet?

G1 Economia Há leis de proteção de dados e empresas que já vendem serviços para "apagar" rastros online. Professor do Oxford Internet Institute diz que hoje temos mais aparelhos tecnológicos com sensores para captar dados sobre nós BBC "No futuro, todo mundo terá seus 15 minutos de anonimato." É o que disse o artista Banksy. Mas com tudo online, de status de relacionamento a destinos de férias, é mesmo possível ser anônimo – mesmo que brevemente – na era da internet? Esse dizer, uma brincadeira com a famosa frase de Andy Warhol dos "15 minutos de fama", foi interpretada de várias formas por fãs e críticos. Mas sublinha a real dificuldade de manter algo privado no século 21. Promessas falsas de cura do câncer geram milhões de visualizações e lucro no YouTube "Hoje, nós temos mais aparelhos digitais do que nunca, e eles possuem mais sensores para captar mais dados nossos", diz Viktor Mayer-Schoenberger, professor do Oxford Internet Institute. E isso importa. De acordo com uma pesquisa da empresa de recrutamento Careerbuilder, nos Estados Unidos, no ano passado, 70% das empresas usaram as redes sociais para analisar candidatos a vagas, e 48% checaram a atividade dos funcionários nas redes sociais. Instituições financeiras também checam perfis em redes sociais quando decidem se dão empréstimos ou não. É mesmo possível ser anônimo na era da internet? BBC Outras empresas, por sua vez, estão criando modelos com hábitos de compras, visões políticas e usam, inclusive, inteligência artificial para prever hábitos futuros com base em perfis de redes sociais. Uma maneira de tentar obter controle é deletando redes sociais, o que algumas pessoas fizeram depois do escândalo da empresa Cambridge Analytica, quando 87 milhões de pessoas tiveram seus dados usados secretamente para campanhas políticas. Mas, ainda que deletar contas em redes sociais seja a maneira mais óbvia para remover informações pessoais, isso não terá impacto nos dados guardados por outras empresas. Felizmente, alguns países oferecem proteção. O Brasil tem o Marco Civil da Internet, aprovado em 2014, e a Lei Geral de Proteção de Dados, aprovada em 2018. A lei, que entrará em vigor em 2020, proíbe o uso indiscriminado de dados pessoais. Além disso, garante aos cidadão o direito de saberem como e para o que as suas informações serão usadas. A União Europeia tem sua versão: o GDPR, que regula a proteção dos dados, e inclui o "direito de ser esquecido" – basicamente, que um indivíduo tem o direito de ter informações pessoais removidas de onde quiser. No ano passado, houve 541 pedidos de que informações fossem removidas no Reino Unido, segundo apuração da BBC, ante 425 do ano anterior e 303 em 2016-17. Os números reais podem ser mais altos, já que o Information Commissioner's Office (Departamento de Informação) só se envolve depois que uma reclamação inicial à empresa que guarda os dados é rejeitada. Mas Suzanne Gordon, do Departamento de Informação, diz que isso não é necessariamente objetivo: "O GDPR fortaleceu os direitos das pessoas de pedirem que organizações deletem seus dados se acreditam que não são necessários. Mas o direito não é absoluto e em alguns casos deve ser balanceado contra outros direitos e interesses competidores, como, por exemplo, a liberdade de expressão." O "direito de ser esquecido" ficou notório em 2014 e levou a vários pedidos de que informações fossem removidas – um ex-político que procurava a reeleição e um pedófilo são alguns exemplos –, mas nem todos foram aceitos. Empresas e indivíduos que tenham dinheiro para tal podem contratar especialistas para ajudá-los. Uma indústria inteira está sendo construída ao redor da "defesa de reputação" com empresas desenvolvendo tecnologia para remover informação – por um preço – e enterrar notícias ruins de mecanismos de busca, por exemplo. Uma empresa, Reputation Defender ("defensora da reputação"), fundada em 2006, diz que tem um milhão de clientes, como profissionais e executivos. Ela cobra cerca de 5.000 libras (cerca de R$ 25 mil) pelo pacote básico. Ela utiliza seu próprio software para alterar os resultados do Google sobre seus clientes, ajudando a colocar as notícias ou textos menos favoráveis mais para o fim dos resultados e promovendo as histórias favoráveis no lugar. Empresas de defesa de reputação querem remover informações pessoais de bancos de dados e sites Getty Images/Via BBC "A tecnologia foca no que o Google vê como importante quando indexa sites no topo ou na parte de baixo dos resultados de busca", diz Tony McChrystal, diretor da empresa. Geralmente, as duas maiores áreas que o Google prioriza são credibilidade e autoridade que a página tem, e quantos usuários se engajam com os resultados de busca e o caminho que o Google vê que cada usuário único segue. "Trabalhamos para mostrar ao Google que um maior volume de interesse e atividade estão ocorrendo nos sites que queremos promover, sejam sites novos que criamos ou sites estabelecidos que já aparecem nos resultados das buscas, enquanto sites que queremos suprimir mostram um percentual mais baixo de interesse." A empresa diz que atinge seu objetivo em 12 meses. "É impressionantemente efetivo", ele diz, "já que 92% das pessoas não navegam depois da primeira página de resultados do Google e mais de 99% não passam da segunda página". Mayer-Schoenberger, de Oxford, aponta que, enquanto empresas de defesa de reputação possam ser efetivas, "é difícil entender por que só pessoas ricas podem ter acesso a isso, e por qual razão isso não pode beneficiar todo mundo". Andy Warhol previu uma vez que todo mundo teria 15 minutos de fama Divulgação/Christie's Então, será que podemos nos livrar de todos nossos rastros online? "Se formos responder de uma maneira simples, não", diz Rob Shavell, cofundador e chefe executivo do DeleteMe, um serviço de assinatura que remove dados pessoais de bancos de dados públicos, corretoras de dados e sites de busca. "Você não pode se apagar completamente da internet a não ser que algumas empresas e indivíduos que operem serviços de internet sejam forçados a mudarem fundamentalmente como eles operam", afirma. "Estabelecer regulamentações fortes para permitir que consumidores tenham autonomia para decidir como sua informação pessoal pode ser recolhida, compartilhada e vendida já é um bom caminho para encarar o desequilíbrio de privacidade que temos agora." Veja Mais

Produção de The Crown custou US$ 125 milhões: “uma barganha”, diz Netflix

Produção de The Crown custou US$ 125 milhões: “uma barganha”, diz Netflix

canaltech The Crown, a série produzida pela Netflix que retrata a vida da Rainha Elizabeth II da Inglaterra, está em vias de chegar em sua terceira temporada, sinalizando até uma mudança de protagonista a fim de refletir a passagem dos anos na vida da monarca. Claramente, uma produção desse tipo, que já caminha para o seu terceiro ano, não deve sair barato. US$ 125 milhões, segundo a Netflix. Pouco mais de R$ 518 milhões, pela cotação dólar-real da última sexta-feira (20). Mas engana-se quem pensa que a (por enquanto) mais notável companhia do setor de streaming do mundo está pagando isso com dores nos bolsos: segundo o seu CEO, Reed Hastings, pelo caminho que o mercado como um todo parece tomar, o valor de produção da série britânica parecerá “uma barganha” em alguns meses. Isso porque, segundo Hastings, o setor de vídeo sob demanda deve mudar bastante logo menos. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Reed Hastings, CEO da Netflix: executivo antecipa que custos de produção de novas séries devem aumentar, frente à entrada de novas empresas no setor de streaming (Foto: Edgar Garrido/Reuters) “É um mundo inteiramente novo nascendo em novembro”, disse Hastings, durante a conferência de mercado realizada pela emissora suíça RTS Television, no Reino Unido. “Algum dia, [os custos de produção de] The Crown parecerão uma pechincha”, ele adicionou. A justificativa de Hastings para suas afirmações reside na iminente entrada de diversas empresas na oferta de conteúdo via streaming. O CEO da Netflix citou, por nome, Apple e Disney — respectivamente, as duas empresas terão seus serviços abertos em 1 de novembro e 12 de novembro. Ele também citou a ampliação dos serviços de vídeo da Amazon Prime (que viu um lançamento recente no Brasil, aliás) e a futura plataforma Peacock, criada pela NBCUniversal. Segundo Hastings, a chegada de novos players de mercado é uma boa notícia para os produtores, haja vista que as empresas fornecedoras de conteúdo via streaming vão competir mais e mais para assegurar os direitos de reprodução e transmissão de suas criações. O CEO ainda sinalizou que, devido ao sucesso de The Crown, a Netflix deve investir com mais empenho em produções que atinjam o público britânico: “As possibilidades trazidas pela internet no crescimento do entretenimento são fenomenais, e ao longo dos próximos anos, com toda essa expansão, eu acho que veremos um amplo crescimento em quanto conteúdo será produzido aqui no Reino Unido”, ele apontou. “Neste ano, nós investimos pouco mais de £400 milhões [cerca de US$ 498 milhões, ou R$ 2,06 bilhões] e isso continua a crescer, seguindo a nossa base de assinantes”. The Crown, cuja terceira temporada estreia em novembro, é parcialmente responsável pelo crescimento da Netflix no Reino Unido: série custou US$ 125 milhões para ser produzida e narra a vida da Rainha Elizabeth II (Imagem: Divulgação/Netflix) Hastings aproveitou para apontar que a base de assinantes da Netflix subiu para 152 milhões de pessoas, creditando The Crown como parcialmente responsável por esse sucesso. Isso não impediu que as pessoas mostrassem interesse nas outras empresas, porém: segundo a Reuters, as ações da Netflix sofreram queda de 6% recentemente, gerando uma desvalorização acionária total de 26% segundo o seu último relatório financeiro. Segundo o analista da Morningstar, Neil Macker, isso não deve mudar tão cedo: “As pessoas estão, cada vez mais, entendendo que a concorrência chegou, e isso vai aumentar. Empresas como a Disney estão dispostas a ‘sangrarem’ dinheiro por anos a fim de competir neste espaço”, ele disse. E você, o que pensa dessa concorrência toda? Quais serviços de streaming você já assina e em quais você está de olho? Conte para nós nos comentários abaixo! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 App de pirataria de filmes encerra atividades e diz que vai expor usuários Veja Mais

No último jogo, Zverev garante título dos europeus na Laver Cup

Superesportes - Mais esportes Time Europa faturou mesmo sem a presença de Rafael Nadal Veja Mais

Alemanha integrará aliança para abandonar energia a carvão

G1 Economia PPCA reúne 30 governos visando fim da dependência dos combustíveis fósseis. Após anúncio de pacote governamental de medidas climáticas, totalizando 54 bilhões de euros, Alemanha se sente apta a unir-se ao grupo. Greve pelo Clima: Na Alemanha, manifestante segura cartaz com frase sobre a Amazônia: 'A Amazônia não está queimando, está sendo queimada'. O protesto ocorre nesta sexta, 20 de setembro. Wolfgang Rattay/Reuters A ministra alemã do Meio Ambiente, Svenja Schulze, anunciou que seu país se unirá à Powering Past Coal Alliance (PPCA, literalmente: "Aliança de energia para além do carvão"), na esteira das grandes manifestações pelo clima da sexta-feira (20), por todo o mundo, parte do movimento Greve pelo Futuro iniciado pela jovem ativista sueca Greta Thunberg. Alemanha fecha pacote climático bilionário para alcançar metas Ministério alemão revê participação no Fundo Amazônia "O abandono do carvão mineral é um pilar central da proteção global do clima", e o conjunto de resoluções aprovado pela coalizão de governo da Alemanha prova que o país está "oficialmente" comprometido em terminar sua dependência do combustível fóssil, disse Schulze. A ministra referia-se ao pacote de medidas anunciado na sexta-feira pela chanceler federal Angela Merkel, totalizando investimentos de mais de 54 bilhões de euros, com o fim de reduzir até o ano 2030 as emissões de gases-estufa em 55%, em relação ao níveis de 1990. "Com isso, podemos finalmente integrar a aliança dos países que estão abandonando o carvão", declarou a chefe da pasta ambiental ao grupo de mídia Funke Mediengruppe neste domingo (22/09), véspera da cúpula do clima da Organização das Nações Unidas. A PPCA foi fundada em 2017, reunindo 30 governos nacionais com os objetivos de sustar a construção de novas usinas movidas a carvão, encerrar o financiamento internacional para o combustível e se ater às metas do Acordo Climático de Paris. Greve pelo Clima: Em Berlim, na Alemanha, manifestantes tomaram as ruas pedindo medidas contra o aquecimento global. Fabrizio Bensch/Reuters "Quando um grande país industrial como a Alemanha se distancia da energia nuclear e a carvão, e avança, passo a passo, na direção de suprir todas as suas necessidades energéticas com fontes renováveis, ele está emitindo um poderoso sinal a outras partes do mundo", afirmou Schulze. Greve global pelo clima leva milhares de manifestantes às ruas contra mudanças climáticas A Alemanha planeja fechar todas as suas usinas a carvão mineral até 2038. A iniciativa da democrata-cristã Merkel e seu gabinete para enfrentar a mudança climática com medidas mais decididas provocou críticas tanto de líderes empresariais quanto de grupos ambientalistas. Para estes últimos, ela é fragmentária demais e seu alcance será restrito. Greve pelo Clima: Na Alemanha, ativistas sobem em blocos de gelo sob forca improvisada em frente ao portão de Brandemburgo, em Berlim, Alemanha, para alertar sobre os riscos do aquecimento global Fabrizio Bensch/Reuters Falando à agência de notícias DPA, Michael Vassiliadis, presidente do sindicato IG BCE, que representa os setores de mineração, química e energia, igualmente mostrou-se cético: "Pode ser um passo em direção à proteção do clima, mas caberá ver quão grande, quão caro e que impacto real terá." Alemanha e Noruega são contra a proposta do governo para o Fundo Amazônia O chefe da Chancelaria Federal, Helge Braun, rebateu, alegando ser necessário assegurar uma transição efetiva para uma economia livre de CO2. "Queremos que todos mudem seu comportamento, para agirem de modo mais propício ao clima. Mas queremos que o façam voluntariamente, e também queremos uma transição bem gerida." Manifestantes do mundo todo protestam por justiça ambiental. Alemanha anuncia pacote Veja Mais

REEDIÇÃO-Total prevê atingir capacidade de 1GW em renováveis no Brasil em até 10 anos

R7 - Economia RIO DE JANEIRO (Reuters) - (Corrige no primeiro parágrafo para esclarecer que Philippe Blanchard é presidente da Total E&P no Brasil, não da Total Eren)A Total Eren, braço de energia renovável da gigante francesa de petróleo Total, prevê atingir 1 GW de capacidade instalada no Brasil em até dez anos, ante os cerca de 140 MW atualmente, afirmou na sexta-feira o presidente da Total E&P no país, Philippe Blanchard."Temos a ambição de chegar a 1 GW aqui no Brasil daqui a cinco ou dez anos", afirmou ele, durante sua apresentação em evento sobre transição energética promovido pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), no Rio de Janeiro.Após sua palestra, o executivo preferiu não apresentar mais detalhes a jornalistas sobre seu plano.A empresa, que tem três projetos solares no país, fechou em abril a aquisição de seu primeiro projeto de geração eólica no Brasil, um complexo no Rio Grande do Norte que prevê capacidade instalada de cerca de 92 megawatts.None (Por Marta Nogueira) Veja Mais

iOS 13 | Não atualize se você joga Fortnite ou PUBG Mobile

iOS 13 | Não atualize se você joga Fortnite ou PUBG Mobile

canaltech A Apple correu para lançar o iOS 13 na data, mas não conseguiu resolver todos os problemas a tempo, tanto que a atualização iOS 13.1 já está em sua quarta versão e deve ser distribuída logo na sequência, na semana que vem. E dois jogos muito populares — e concorrentes na seara dos tiroteios Battle Royale — vêm sofrendo bastante com a chegada do novo sistema operacional: Fortnite e PUBG Mobile. Ambos os jogos, assim como muitos outros, contam com múltiplas entradas de toque simultâneas para controlar os personagens. O problema do iOS 13 é que um gesto de pressionar e segurar com três dedos foi introduzido para permitir opções de edição de texto. Desde o lançamento oficial, nesta quinta-feira (19), inúmeros usuários se queixaram de que o gesto adicional atrapalha a jogabilidade. Ambos os títulos contam com perspectivas de terceira pessoa e geralmente envolvem manter dois dedos na tela para mover um personagem e controlar a câmera enquanto um terceiro dedo é arqueado na tela para mirar e executar outras funções no jogo. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- ⁦@PUBG_Support⁩ ⁦@PUBGMOBILE⁩ iOS 13 text editing gestures killed 4 finger claw. Touching with 3 fingers will open the above bar in game(screenshot). Please release a fix for this. Total game killer at the beginning of season. #iOS13 #PUBGMOBILE pic.twitter.com/e8fRXyx12I — akash (@CODE_Akash) September 19, 2019 Realizar o gesto no jogo abre a nova barra de edição de texto e a batalha, o que, como dá para imaginar, pode ser a diferença entre a vitória e a derrota durante uma sessão. A equipe de Fortnite não chegou a publicar um comunicado, mas o pessoal do PUBG Mobile alertou os jogadores e avisou que o problema será resolvido com o iOS 13.1, no dia 24 de setembro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Batman | Trilogias Arkham e LEGO estão de graça na Epic Games Store Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 Veja Mais

Projeto de lei propõe que ricos paguem multas de trânsito mais caras

O Tempo - Política Ideia é do deputado federal Israel Batista (PV-DF), e valores podem chegar a R$ 82 mil Veja Mais

Congresso de Cardiologia em Porto Alegre aborda a importância da inclusão da espiritualidade no atendimento ao paciente

Glogo - Ciência Diretriz de Prevenção Cardiovascular vai citar a espiritualidade, além de outros temas, como pressão alta, diabetes, obesidade, colesterol e tabagismo. Segundo médico, uma pessoa que está de bem consigo mesma é 'menos propensa a ter qualquer alteração no sistema cardiovascular'. Congresso de cardiologia em Porto Alegre destaca a importância da espiritualidade No Congresso Brasileiro de Cardiologia, que ocorreu neste fim de semana em Porto Alegre, médicos debateram problemas cardiovasculares e outras questões relacionadas com a saúde do coração. Um dos temas abordados foi a importância da inclusão da espiritualidade no atendimento ao paciente. Conforme o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Oscar Dutra, a Diretriz de Prevenção Cardiovascular vai citar a espiritualidade e fatores psicossociais, além de outros temas, como pressão alta, diabetes, obesidade, colesterol e tabagismo. Sobre a parte espiritual, a orientação é de que o médico pergunte ao paciente sobre o assunto. "Isso é uma das normas que recomendamos na diretriz, o médico deve abordar 'você é religioso?', 'que religião você segue?', 'qual a sua tendência religiosa?'. As pessoas se abrem e contam a respeito disso. Mas isso não é feito com regularidade por conta do médico, o médico tem medo de daqui a pouco não ter resposta para tudo aquilo que o paciente está respondendo ou questionando. É um tema novo, um tema interessante", afirma. Dutra relata os benefícios que a espiritualidade pode trazer, e cita uma diminuição na probabilidade das pessoas desenvolverem problemas no sistema cardiovascular. "Quando uma pessoa está de bem consigo mesma, ela é bem mais tranquila, menos raivosa, menos propensa a ter alteração no sistema cardiovascular, pressão alta, aumento da frequência cardíaca, ou mesmo, arritmias", afirma. "Uma pessoa que tem alterações na sua espiritualidade, tem alterações no seu mecanismo de controle cardiovascular. Vou dar um exemplo, quando a gente está de bem, uma coisa que a gente ouve é 'Tô de bem com a vida'. Estar de bem com a vida significa que espiritualmente você está muito bem. Se eu estou de bem com a vida, as minhas glândulas que secretam hormônios, vão secretar muito menos. Um exemplo clássico disso é de uma glândula que se chama suprarrenal que é a responsável pela secreção de um hormônio, que é normal, mas que secretado em excesso traz problemas, como a adrenalina. Adrenalina aumenta a frequência cardíaca, adrenalina aumenta a pressão arterial, então isso é uma das consequências de não estar bem espiritualmente, não estar bem consigo mesmo", acrescenta. Dutra acrescenta que há uma diferença entre espiritualidade e religião. Conforme o cardiologista Mário Borba, o importante é que a pessoa consiga realizar uma reflexão. "Naquele paciente muitas vezes ateu, ou agnóstico, mas que aceita fazer um processo de meditação, aceita ter umas experiências mais contemplativas em relação à vida, que aceita fazer reflexões pessoais, esses pacientes que buscaram uma meditação, mesmo que não seja uma meditação religiosa, eles também tiveram benefício, e um benefício muito grande", afirma. Dutra conta que os médicos estão empolgados com a diretriz. "O campo da espiritualidade é muito antigo, mas explorado no campo médico deve ter 5 anos no máximo", acrescenta. Diretriz de Prevenção Cardiovascular vai citar a importância da espiritualidade para evitar doenças Reprodução/RBS TV Dados preocupantes no RS O coração e os cuidados para controlar a pressão alta, os níveis de açúcar, colesterol e a obesidade, também estiveram no foco do congresso. No evento, surgiram dados preocupantes sobre a saúde dos gaúchos. Na Região Sul, o RS é estado que mais registrou, em 2017, mortes por infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Foram 7.417 mortes por AVC, e 7.207 por infarto. Veja Mais

64% dos usuários de apps de carona têm carta, mas preferem não dirigir

64% dos usuários de apps de carona têm carta, mas preferem não dirigir

canaltech Tudo bem que tem muita gente que tem lá sua paixão pela direção, mas no trânsito do dia-a-dia a grande maioria dos usuários de apps de carona tem carteira de habilitação, mas prefere ficar no banco dos passageiros. É isso que concluiu um estudo global feito pelo app de caronas BlaBlaCar, em parceria com o instituto francês Le BIPE. A pesquisa incluiu quase 7 mil pessoas em oito países, incluindo o Brasil, e concluiu que 64% dos usuários do aplicativo possuem carteira de motorista, mas não querem dirigir. O mesmo levantamento aponta que 33% dos motoristas cadastrados também pegam carona de vez em quando e 60% dos passageiros possuem veículos. Outro ponto de destaque é que 28% dos usuários que não possuem carteira de motorista resolvem adiar a posse de uma, por falta de necessidade. Atualmente, o BlaBlaCar conta com mais de 70 milhões de clientes no mundo, sendo 5 milhões no Brasil. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- E a preferência por meio de transportes compartilhados também, pode, a curto e médio prazo, colaborar para tornar o ar das grandes cidades mais respirável. Uma prova disso está em São Paulo, uma das maiores cidades do mundo e cujo nível de engarrafamentoss é mundialmente conhecido. De acordo com dados da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) mostram que 90% da poluição da capital paulista é produzida por veículos. Quem não pode substituir o carro pelo transporte público ou meios alternativos, tem optado por compartilhar automóveis — especialmente para trabalhar e estudar. Compartilhamento de carona ajuda a baixar emissão de CO2 O efeito positivo proporcionado pelas viagens compartilhadas é grande: segundo a mesma pesquisa da BlaBlaCar / Le BIPE, 1,6 milhão de toneladas de CO2 deixaram de ser lançados na atmosfera em 2018 — o equivalente ao volume de CO2 absorvido em um ano por uma floresta do tamanho de 730 mil campos de futebol. Ainda de acordo com o estudo, o Brasil é destaque positivo em economia de dióxido de carbono As caronas aqui lançam 33% menos gás carbônico na atmosfera em comparação com outros meios de transporte. (Imagem: Divulgação/BlaBlaCar) A paulista Vivian Keciores é uma das milhares de pessoas que resolveram abandonar o carro. “Em 2015 tive algumas complicações de saúde e o remédio que eu tomava me dava muito sono. Então decidi vender o meu carro e comecei a usar ônibus, metrô, bicicleta e pegar carona., afirma ela. “A vida compartilhada é mais lógica nos dias atuais, compartilhar é otimizar. Larguei o carro por uma questão de saúde e hoje, consigo ver como isso foi benéfico pra mim. Comecei a economizar dinheiro, tempo, não preciso mais me preocupar com as manutenções do carro. Muito melhor”. E nesse domingo (22), quando celebramos o Dia Mundial Sem Carro, que tal fazer a sua parte, deixando o carro na garagem e utilizar meios de transportes públicos ou alternativos? Opções para isso não faltam! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Batman | Trilogias Arkham e LEGO estão de graça na Epic Games Store Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 Veja Mais

EUA atraem brasileiro empreendedor

R7 - Economia Há três meses, Renan Sampaio Rocha, de 30 anos, e a mulher Clarissa, de 27 anos, inauguraram a empresa de eventos Media Click em Miami, na Flórida, região que concentra a maior parte dos brasileiros que vive nos Estados Unidos. Recentemente, eles fizeram duas grandes festas, uma de aniversário de 16 anos de uma garota americana (equivalente à tradição brasileira para adolescentes de 15 anos) e um casamento de judeus de origem americana e israelita.Apesar da concorrência no ramo ser grande, Rocha diz que o diferencial da empresa "é o atendimento, feito com muita simpatia, qualidade e rapidez nos serviços". Um dos atrativos que eles oferecem é o Photo Booth (cabine de fotos) que virou mania nas festas. Noivos e convidados se divertem com diferentes adereços à disposição para tirar as fotos e recebem a cópia na hora. "Temos um aplicativo próprio que dá qualidade às fotos impressas", afirma ele.O casal largou negócios em Fortaleza (CE) aos cuidados de sócios e, após um ano de planejamento, foi para os EUA, onde a mulher tem aulas de inglês. Além de escapar da violência que cresce no Brasil, ele diz que estava farto da burocracia exigida de quem quer empreender. "Aqui tudo é mais rápido."Como Rocha e Clarissa, um número crescente de brasileiros está migrando para os EUA para empreender, cenário diferente de anos atrás, quando iam em busca de emprego. Para esses casos, o governo americano oferece um atrativo - o visto EB-5, que dá direito ao Green Card temporário para o empreendedor, cônjuge e filhos com até 21 anos, e possibilidade de obter cidadania se as metas do projeto forem atingidas, como gerar dez empregos em dois anos.No dia 22 de agosto, 110 pessoas participaram de apresentação na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) sobre o processo de internacionalização de empresas. O evento foi organizado pelo Global Business Institute (GBI), escritório de negócios fundado por brasileiros em Miami para assessorar conterrâneos e latino-americanos que querem abrir empreendimentos no país e teve também, no dia seguinte, uma rodada em Curitiba com a presença de 80 interessados no tema.Custo altoFicar legalmente nos EUA tem custo de pelo menos US$ 500 mil (cerca de R$ 2 milhões pelo câmbio atual), valor mínimo para o investimento no novo negócio, fora custos com advogados e consultores. A partir de novembro, essa exigência sobe para US$ 900 mil para quem aplicar em áreas com maior carência de empregos, e de US$ 1 milhão a US$ 1,8 milhão para as demais áreas. O governo americano distribui 10 mil vistos por ano nessa modalidade para cidadãos de vários países.No ano passado, foi emitido número recorde de 388 vistos EB-5 para brasileiros, 37,6% a mais em relação ao ano anterior. Entre 2010 e 2015, foram 149 vistos. Nos últimos três anos, período de crise econômica e instabilidade política, foram 820. A maioria se estabelece em Miami ou outras cidades da Flórida, onde vivem cerca de 400 mil brasileiros e uma enorme população hispânica. Também foi o período com maior número de registros de saída definitiva do Brasil (ver quadro)."De 2014 para cá mudou o perfil dos brasileiros que vêm para os EUA: eles querem entrar de forma oficial e empreender", diz Manoel Suhet, presidente do GBI. "O ambiente aqui é muito favorável ao empreendedorismo, há segurança jurídica e financeira e acesso mais democratizado à tecnologia."Atento a esses atrativos, em 2014, Francisco Moura Junior criou a ATM Club, especializada na implantação e gestão de redes de caixas eletrônicos para saques. Segundo ele, é um negócio em crescimento no país, onde a população prefere usar dinheiro a cartões em diversas operações, inclusive porque há descontos para essa opção de pagamento. A rede ATM espalha suas máquinas em locais como postos de combustível, salões de cabeleireiro, lojas de bebidas e hospitais.Inicialmente, Moura e um sócio também brasileiro adquiriram 30 caixas eletrônicos. Com o crescimento do negócio, passaram a oferecer as máquinas para terceiros e atuar apenas na administração. O saque no caixa, independentemente do valor, tem taxa de US$ 2,99, valor dividido entre o dono da máquina, o proprietário do local onde está instalado e os administradores."Nós fornecemos serviços de manutenção, contabilidade e limpeza dos equipamentos", diz Moura. O investidor precisa adquirir no mínimo dez máquinas, a um custo aproximado de US$ 100 mil. O retorno, segundo ele, é de 6% a 8% do valor investido no primeiro ano e depois vai aumentando.Moura vendeu sua corretora no Brasil e decidiu morar nos EUA "para buscar uma vida diferente para os filhos e mais segurança", principalmente após assaltos sofridos por sua mulher. Aos 39 anos, administra 500 caixas eletrônicos instalados em cidades da Flórida e em Nova York (60% deles nas mãos de brasileiros). Ele tem planos de chegar a mil caixas e ter, pelo menos, uma máquina em cada um dos 50 Estados americanos."Há dois fundos americanos interessados em comprar parte da empresa, um para manter o modelo atual e outro para transformar o negócio em fundo de investimento", diz Moura, que avalia as propostas.Suhet, de 45 anos, atua como consultor desde 2017, quando deixou cargo de diretoria na Latam. Segundo ele, é preciso fazer pesquisa de mercado, planejamento e entender o público e as leis locais para ter sucesso no negócio. Ele fala de casos que começaram pequenos e estão fazendo sucesso, como uma brasileira que passou a vender camisetas com fotos de santos e abriu um negócio voltado a "roupas católicas". Também o de um médico que começou a produzir picolés e hoje tem 150 pontos de venda na Flórida.Empresas oferecem cotas de projetos nos EUA para estrangeirosDiante do interesse de brasileiros em abrir negócios nos Estados Unidos, avança também o número de empresas voltadas para assessoria nesse processo.A LCR Capital ajuda brasileiros a entrar legalmente nos EUA. A empresa oferece cotas de projetos nos EUA para os empreendedores globais. O investimento para obter o EB-5 (visto que dá direito ao Green Card temporário para o empreendedor) é feito em empreendimentos locais, normalmente em regiões nas quais o índice de desemprego é superior à média nacional. Os valores mínimos seguem as mesmas regras, dos atuais US$ 500 mil.Ana Elisa Bezerra, vice-presidente da LCR, fala de regras como comprovação de que a renda a ser aplicada tem origem legal. O último projeto oferecido foi o financiamento da construção de um hotel Four Seasons em Miami. "Das 200 cotas que nosso escritório tinha para oferecer globalmente, mais de 50 foram adquiridas por brasileiros e mais de 70 por indianos", diz."Como é um investimento de risco, é preciso escolher bem os projetos", afirma Ana Elisa. Quem faz o investimento pode entrar com pedido do EB-5 que, segundo ela, pode demorar até dois anos para ser liberado. O novo projeto, previsto para ser lançado em novembro, é a construção do Hall Arts Hotel and Residences, hotel butique de luxo e arranha-céu residencial em Dallas, Texas.Em maio, Jaime Stupiello tornou-se imigrante legal após dois anos de espera pelo EB-5. O filho já está no país há dois anos como estudante num curso de aeronáutica. "Desde criança, ele sonhava em ser piloto da Força Aérea Americana", diz. Stupiello, que atuava no setor sucroalcooleiro e sua mulher, professora e tradutora juramentada, decidiram abrir mão de tudo no Brasil para acompanhar o único filho, de 17 anos.Stupiello investiu no projeto do hotel em Miami e agora, já morando em Sarasota, na Flórida, vai abrir, com a mulher, uma franquia da Home Helpers, que oferece acompanhantes para idosos.SegurançaApós fazer curso de inglês, trabalhar como garçom, abrir um lava-rápido e um restaurante self-service de comida brasileira, Gilson Marçal Rodrigues, hoje com 46 anos, inaugurou em maio deste ano um novo restaurante com capacidade para 1.054 pessoas (o anterior era para 160 pessoas) e espaço para shows que pode receber até 1,5 mil pessoas. O Gilson's Restaurant fica na principal avenida de Orlando, a International Drive.Ele e um sócio também brasileiro investiram US$ 1,5 milhão no novo espaço, onde se apresentaram artistas brasileiros, como Alexandre Pires, e latinos. Parte da verba veio da venda do restaurante antigo. Segundo Rodrigues, em períodos de alta temporada, 55 pessoas trabalham no local. No ramo em que atua, marcas como Coco Bambu, Madero e Paris 6 não tiveram sucesso nos EUA e encerraram as atividades.Paulo Leal também passou por assaltos e teve o apartamento invadido no Rio de Janeiro. Decidiu se mudar para os EUA em 2016 com os dois filhos, inicialmente como acompanhante da mulher, que foi fazer um curso e recebeu visto de estudante. Formado em administração de empresas e com MBA em negócios, ele e um amigo que já vivia no país criaram a EasySim4You, empresa que fornece chip de celulares para viajantes."A ideia era acabar com o perrengue que muitos brasileiros passam ao chegar nos EUA e ter dificuldade em encontrar um chip que sirva para suas necessidades ou ficar caçando locais que tenham Wi-Fi", diz Leal. Recentemente ele vendeu sua parte do negócio para o sócio e fundou a EasyStay, portal de locação de casas de veraneio nas redondezas de Orlando.O portal tem cerca de mil casas para locação em áreas privilegiadas, a maioria de grande porte, "para oferecer uma experiência bacana" aos turistas que permanecem mais tempo na região, não querem ficar em hotéis e não encontram imóveis desse tipo em sites como o Airbnb. "Não aceitamos casas velhas e temos poucos apartamentos pequenos", diz Leal.Uma casa com cinco quartos e capacidade para 12 pessoas custa em média US$ 170 a diária. "Um hotel simples para quatro pessoas sai por US$ 90 a US$ 100 a diária", diz ele. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Veja Mais

Análise | LG XBoom PK7 é uma caixa de som Bluetooth de respeito

Análise | LG XBoom PK7 é uma caixa de som Bluetooth de respeito

canaltech Motores de carro não são extremamente potentes e altamente eficientes simultaneamente, assim como caixas de som não são extremamente portáteis e trazem uma excelente qualidade de som e autonomia. Esse é o caso da LG XBoom Go PK7, uma caixa de som Bluetooth com um som poderoso e bateria bem acima da média. Uma festa compacta, mas não tão portátil assim. Vamos saber mais sobre ela nas próximas linhas. Grande som O primeiro ponto que chama atenção na XBoom Go é o seu tamanho. Caixas de som portáteis são geralmente vistas como produtos mais... bom, portáteis. Ela foge um pouco dessa regra, não sendo exatamente uma opção ideal para quem pretende carregá-la na mochila. Algo que não chega a ser um problema, já que este não é o objetivo dela. Explicamos. A XBoom Go tem esse tamanho Plus Size por dois motivos: em primeiro lugar, oferece uma qualidade de som realmente acima do esperado para um produto que funciona fora da tomada. Segundo: oferece essa qualidade por 22 horas contínuas de reprodução de músicas com uma única carga, uma marca e tanto. Isso enviando músicas com alta qualidade no Spotify via AptX. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- No caso do som, temos dois drivers frontais e dois tweeters laterais funcionando em conjunto com melhorias da Meridian. A marca é bastante conhecida no segmento de áudio, ainda que mais focada em sistemas de som de automóveis de luxo e salas de cinema. E o nome da empresa não aparece apenas como uma estratégia da LG para conquistar os audiófilos, já que a qualidade de som é digna de nota (perdão pelo trocadilho). Um dos “benchmarks” que usamos para avaliar o som foi colocar a música F.E.V.E.R, da banda alemã Orden Ogan, com 100% do volume e a função ENHANCED BASS ligada. Basta tocá-la por 2 minutos para que seus vizinhos toquem a sua campainha, oportunidade para dizer que a qualidade de som da XBoom Go é realmente muito boa. Impressionante o que 40 watts de potência são capazes de fazer. Isso aliado às luzes circulando as caixas frontais auxiliadas por duas linhas coloridas em um ambiente escuro tornam a XBoom Go uma boa opção para aquelas festas com alguns amigos reunidos em casa para aproveitar uma promoção de cervejas no supermercado mais próximo. E isso nos leva a uma característica importante: ela é resistente a respingos de água (ou cerveja), graças à certificação IPX5. Ou seja, ela resiste a pequenos acidentes, mas não pode ser submergida (essas festas, não?). A parte traseira conta com uma tampa de vedação para as principais conexões (energia, entrada P2 e reset) e raramente é necessário utilizá-la, já que a bateria dura bastante. Vale dizer que o carregador da XBoom Go é semelhante ao utilizado em notebooks e monitores, trazendo um conector com pino. É algo compreensível, considerando o tamanho da bateria, mas levanta aquele olhar torto à primeira vista. É claro que as 22 horas previstas dependem do uso. Tocar F.E.V.E.R e similares com o volume em 100% joga essas horas para baixo, assim como o uso das luzes. Aliás, acabamos as desligando depois de um tempo, já que elas tentam acompanhar as músicas, mas acabam ficando atrasadas em músicas mais rápidas. Mesmo assim, o enfeite visual é bacana na hora de ouvir podcasts (nessas horas a função CLEAR VOICE também brilha), já que a XBoom é compatível com o Google Assistente, o que permite que você não precise mexer no smartphone para pausar, retomar ou enviar algum comando. Algo valioso para lavar a louça e limpar a casa (afinal, a festa acabou e ninguém te ajudou a arrumar a casa), e bastante útil no dia a dia de forma geral. Na parte de cima encontramos os principais botões de controle com uma textura emborrachada, diferenciando-os do plástico rígido geral. Fora, claro, a grelha de proteção das caixas de som frontal. A própria estrutura com uma barra para carregá-la faz com que a XBoom Go fique um pouco inclinada, ajudando na propagação dos sons, especialmente em ambientes mais abertos. No fim, a XBoom Go é um excelente companheira para festas mais planejadas, já que dificilmente aparecerá “espontaneamente” em algum lugar devido ao seu tamanho. Então vamos resumir o que vimos aqui. Conclusão Como vimos, a LG XBoom Go PK7 é uma excelente opção para quem busca qualidade de som e autonomia, com o suporte ao Google Assistente sendo um extra importante. É capaz de proporcionar uma excelente experiência sozinha, ainda que o seu preço sugerido de R$ 1.299 seja um pouco alto para a grande maioria das pessoas. Confira ofertas da LG XBoom Go PK7 de lojas confiáveis! A encontramos por valores bem mais acessíveis, naturalmente, em alguns casos menos da metade do valor sugerido. Algo comum em produtos da LG de forma geral, diga-se de passagem, o que faz dessa caixa de som Bluetooth “cheinha” uma excelente opção. Ou seja, é um produto bom “por si”, trazendo um preço sugerido um pouco maior do que esperado, mas que vale a pena se aparecer em uma promoção. Vantagens Excelente qualidade de som (40 watts); Autonomia de bateria acima da média; Certificação IPX5. Desvantagens Luzes não acompanham certas músicas; Carregador proprietário; Preço de lançamento acima do esperado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Batman | Trilogias Arkham e LEGO estão de graça na Epic Games Store Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais! Microsoft lança curso grátis sobre programação em Python para iniciantes Vaza lista de smartphones Samsung que receberão Android 10 Veja Mais

Pro Evolution Soccer 2020 receberá correções

Pro Evolution Soccer 2020 receberá correções

Tecmundo A Konami anunciou, em seu Facebook, atualizações de correções para seu carro-chefe, Pro Evolution Soccer 2020. Lançado há poucos dias, o game já acumula milhares de reclamações da comunidade, que está encontrando muitas falhas comprometedoras de jogabilidade, principalmente se comparadas com o que foi apresentado em sua DEMO aberta.Segundo jogadores, o game apresenta contradições nos critérios de avaliação de faltas, onde o árbitro "deixa o jogo seguir" ao não relevar comportamentos faltosos em graus maiores. Além disso, muito é comentado, também, sobra a cadência do jogo e questões de formação tática, com atletas "escapando" da bola, buracos em setores de meio-campo, facilidade de ligação direta da defesa para o ataque e ritmo da partida.Leia mais... Veja Mais

Plataformas ajudam a projetar diversidade no mercado de trabalho

Plataformas ajudam a projetar diversidade no mercado de trabalho

R7 - Economia Plataformas ampliam diversidade nas empresas Pixabay Superar barreiras sociais e garantir espaço no mercado de trabalho ainda é um desafio para determinados grupos, como mães, idosos, deficientes, gays e negros. Com o intuito de diversificar as vagas nas empresas e ajudar esses grupos a encontrá-las, plataformas como MaturiJobs, EmpregueAfro, HerForce, Vagas PCD e Contrate uma Mãe trabalham com a seleção de profissionais por nicho. Leia mais: Site recebe mais de 10 mil currículos de mães que buscam emprego Além de ajudar a dar o “match” da vaga entre empresa e candidato algumas dessas plataformas também dão consultoria para corporações que desejam ter a diversidade como pilar da sua cultura organizacional. É o caso da HerForce, plataforma criada em 2018 pela catarinense Silaine Stüpp, voltada para inserir mulheres no mercado de trabalho e que permite que elas façam avaliações das empresas. Com base em critérios que incluem representatividade, flexibilidade e desenvolvimento profissional, as avaliações gratuitas e anônimas também consideram aspectos importantes para a mulher no trabalho, como benefícios para os filhos e duração das licenças maternidade e paternidade. “Somos um local onde as mulheres podem encontrar um lugar em que possam trabalhar e colocar seu conhecimento em prática sem ter que lidar com o viés inconsciente do machismo e outros atritos. E as empresas podem trazer mais mulheres para os seus processos seletivos, mostrando que valorizam a diversidade de gênero”, explica Stüpp. No caso da MaturiJobs, criada há quatro anos, o investimento é voltado para capacitar e incluir profissionais com mais de 50 anos no mercado de trabalho. A plataforma, que atualmente possui mais de 100 mil profissionais cadastrados, realiza processos de conscientização com líderes de organizações antes da contratação desses profissionais, além de cursos, palestras e encontros de networking para os candidatos. De acordo com o CEO da MaturiJobs, Mórris Litvak, têm crescido as buscas na sua plataforma e, entre as razões para isso, ele aponta o comprometimento e estabilidade do público 50+, que contribui para a diminuição da rotatividade de pessoal (o “turnover”). Diferentes visões de mundo Uma das beneficiadas pelo trabalho da MaturiJobs é a engenheira química Gislaine Murilo, de 51 anos, que pediu demissão de um emprego de que não gostava e, por meio da plataforma, conseguiu reinserção no mercado. Ela já havia passado por diversas experiências ao longo da carreira, tendo atuado em multinacionais, mas queria um novo propósito para sua vida, com mudança de carreira. Pela MaturiJobs, encontrou uma vaga numa empresa onde a idade não importa. Hoje, é responsável pela área de relacionamento com o cliente de A Taba, clube de assinatura de livros para o público infantil - e trabalha ao lado de funcionários bem mais jovens. “Cheguei achando que conhecia muito sobre processos e sobre como lidar com as pessoas. De repente, um garoto de 18 anos que trabalha comigo me deu uma dica que abriu meus olhos. Hoje, compartilhamos experiências e eu aprendo com todos eles”, conta Gislaine. Para o especialista em educação corporativa e recrutador da LEO Learning Brasil Richard Vasconcelos, apesar de as empresas enxergarem a diversidade como importante, os movimentos de mudança ainda são incipientes. “Não adianta a empresa achar que só com um único perfil no seu quadro de funcionários ela vai ter um bom desempenho.” Atuando no segmento étnico-racial, a EmpregueAfro realiza ações de treinamento, recrutamento e seleção de profissionais com o objetivo de “corrigir uma desigualdade que é histórica e prejudica a população negra”, segundo diz a CEO e fundadora da plataforma, Patricia Santos. Há quase 15 anos no mercado, a organização alinha o perfil que os contratantes querem com os possíveis candidatos antes de encaminhá-los às empresas. Para Patrícia, as corporações têm aumentado a busca por esse público profissional ao perceber sua potência econômica. “O fato de sermos 55% da população economicamente ativa, que movimenta R$ 800 bilhões por ano em consumo, nos torna fortes. Quando a empresa investe em diversidade, ela também sabe que isso traz retorno para os negócios e lucratividade.” A opinião é compartilhada por Denise Guilherme, CEO do clube de livros A Taba, que ainda aponta que a diversidade leva às empresas habilidades que se complementam, com diferentes olhares para o mesmo problema. “Hoje, o empresário que não considerar isso já está atrasado. Durante muito tempo, empresas buscaram pessoas exatamente iguais. A diferença não é um problema e precisamos desse olhar diverso, porque nem os nossos clientes são iguais.” Plataformas e seus nichos de atuação Camaleao.co / profissionais da comunidade LGBT+ Contrate uma Mãe / mães que buscam recolocação com flexibilidade EmpregueAfro / consultoria e recrutamento de profissionais negros Empresas com Refugiados / iniciativa para inserir refugiados no mercado brasileiro HerForce / recrutamento de mulheres com avaliação anônima das contratantes MaturiJobs / profissionais com mais de 50 anos Segunda Chance /iniciativa do AfroReggae para inserir ex-presidiários no mercado de trabalho Vagas PCD / vagas voltadas para profissionais com deficiência Veja Mais

Facebook suspende milhares de apps em investigação pós-Cambridge Analytica

Facebook suspende milhares de apps em investigação pós-Cambridge Analytica

canaltech O Facebook suspendeu centenas de milhares de aplicativos, segundo nota publicada na sexta-feira (20), como parte de investigações que tiveram início ainda no ano passado, após o escândalo da Cambridge Analytica. O esquema foi revelado em março de 2018, contando que dados de mais de 87 milhões de usuários do Facebook foram usados sem a devida permissão. Desde então, a companhia vem investigando formas de manter seus mais de 2,4 bilhões de usuários seguros. Uma das táticas do Facebook foi investigar desenvolvedores para descobrir quais aplicativos contavam com acesso a dados dos usuários, chegando a um número alto de suspensões. Os apps encontrados dentro deste critério eram relacionados a 400 desenvolvedores. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook, diz que a ação não significa necessariamente que os aplicativos suspensos apresentavam perigo para as pessoas. Alguns, inclusive, foram removidos por não terem respondido pedidos de mais informações. O Facebook não divulgou a lista de quais são os aplicativos suspensos, no entanto. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Fatos desconhecidos sobre o Google Maps que você nunca desconfiou Fleabag | 5 motivos para assistir à comédia de Phoebe Waller-Bridge Hayabusa2 faz últimas tarefas antes de voltar à Terra com amostras de asteroide Netflix | Confira os lançamentos da semana (12/09 a 19/09) Produção de The Crown custou US$ 125 milhões: “uma barganha”, diz Netflix Veja Mais

Emmy 2019: veja os vencedores

G1 Pop & Arte Cerimônia do 'Oscar da televisão' acontece neste domingo (22), em Los Angeles. Homer Simpson aparece no telão na abertura do 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Chris Pizzello/Invision/AP O Emmy, maior premiação da televisão americana, acontece neste domingo (22), em Los Angeles. Assim como o Oscar 2019, a cerimônia não teve um apresentador fixo pela primeira vez desde 2003. VEJA FOTOS DO EMMY 2019 Entre as séries mais indicadas ao Emmy neste ano, estavam "Game Of Thrones", "The Marvelous Mrs. Maisel" e "Chernobyl". Bryan Cranston no palco durante a abertura do 71º Emmy, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Veja abaixo lista com vencedores da noite (em negrito): Melhor série de drama "Better Call Saul" "Bodyguard" "Game of Thrones" "Killing Eve" "Ozark" "Pose" "Succession" "This is Us" Melhor série de comédia "Barry" "Fleabag" "The Good Place" "The Marvelous Mrs. Maisel" "Boneca Russa" "Veep" "Schitt's Creek" Melhor minissérie "Chernobyl" "Escape at Dannemora" "Fosse/Verdon" "Objetos Cortantes" "Olhos que Condenam" Melhor atriz em série dramática Emilia Clarke - Daenerys, "Game of thrones" Jodie Comer - Villanelle, "Killing Eve" Viola Davis - Annalise, "How to get away with murder" Laura Linney - Wendy, "Ozark" Mandy Moore - Rebecca, "This is us" Sandra Oh - Eve, "Killing Eve" Robin Wright - Claire, "House of cards" Melhor ator em série dramática Billy Porter, de ‘Pose’, agradece o prêmio de melhor ator em uma série de drama, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Jason Bateman - Marty, "Ozark" Sterling K. Brown - Randall, "This is Us" Kit Harington - Jon Snow, "Game of Thrones" Bob Odenkirk - Saul, "Better call Saul" Billy Porter - Pray Tell, "Pose" Milo Ventimiglia - Jack, "This is Us" Melhor atriz em série de comédia Phoebe Waller-Bridge celebra o prêmio de melhor atriz de comédia por ‘Fleabag’, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Frederic J. Brown/AFP Christina Applegate - Jean, "Dead to me" Rachel Brosnahan - Mrs Maisel, "The Marvelous Mrs. Maisel" Julia Louis-Dreyfus - Selina, "Veep" Natasha Lyonne - Nadia, "Boneca Russa" Catherine Ohara - Moira, "Schitt's creek" Phoebe Waller-Bridge - Fleabag, "Fleabag" Melhor ator em série de comédia Bill Hader aceita o prêmio de melhor ator de comédia por ‘Barry’, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Anthony Anderson - Dre, "Black-ish" Don Cheadle - Mo Monroe, "Black monday" Ted Danson - Michael, "The good place" Michael Douglas - Sandy Kominsky, "O Método Kominsky" Bill Hader - Barry, "Barry" Eugene Levy - Johnny Rose, "Schitt's creek" Melhor atriz em série limitada ou filme para TV Amy Adams - Camille, "Objetos Cortantes" Patricia Arquette - Tilly, "Escape at Dannemora" Aunjanue Ellis - Sharon, "Olhos que Condenam" Joey King - Gypsy Rose, "The Act" Niecy Nash - Delores, "Olhos que Condenam" Michelle Williams - Gwen, "Fosse/Verdon" Melhor ator em série limitada ou filme para TV Mahershala Ali - Wayne, "True Detective" Benicio del Toro - Richard, "Escape at Dannemora" Hugh Grant - Jeremy Thorpe, "A Very English Scandal" Jared Harris - Valery Legasov, "Chernobyl" Jharrel Jerome - Korey, "Olhos que Condenam" Sam Rockwell - "Fosse/Verdon" Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama Alfie Allen - "Game of Thrones" Peter Dinklage - "Game of Thrones" Nikolaj Coster-Waldau - "Game of Thrones" Jonathan Banks - "Better Call Saul" Giancarlo Esposito - "Better Call Saul" Michael Kelly - "House of Cards" Chris Sullivan - "This Is Us" Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama Gwendoline Christie - "Game of Thrones" Lena Headey - "Game of Thrones" Fiona Shaw - "Killing Eve" Maisie Williams - "Game of Thrones" Sophie Turner - "Game of Thrones" Julia Garner - "Ozark" Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia Tony Shalhoub comemora após ganhar o prêmio de melhor ator coadjuvante por série de comédia, por 'The Marvelous Mrs. Maisel', no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Henry Winkler - "Barry" Tony Shalhoub - "The Marvelous Mrs. Maisel" Alan Arkin - "O Método Kominsky" Tony Hale - "Veep" Stephen Root - "Barry" Anthony Carrigan - "Barry" Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia Alex Borstein comemora após ganhar o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série de comédia, por ‘The Marvelous Mrs. Maisel’, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Kate McKinnon - "Saturday Night Live" Alex Borstein - "The Marvelous Mrs. Maisel" Anna Chlumsky - "Veep" Betty Gilpin - "GLOW" Marin Hinkle - "The Marvelous Mrs. Maisel" Sarah Goldberg - "Barry" Olivia Colman - "Fleabag" Sian Clifford - "Fleabag" Melhor roteiro de comédia Phoebe Waller-Bridge comemora após ganhar o prêmio de melhor roteiro por série de comédia, pelo Episódio 1 de ‘Fleabag’, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake Barry (ronyy/lily) Fleabag (Episode 1) - Phoebe Waller-Bridge PEN15 (Anna Ishii-Peters) Boneca Russa (Nothing In This World Is Easy/A Warm Body) The Good Place (Janet(s)) Veep (Veep) Melhor reality show de competição RuPaul e sua equipe comemoram o prêmio de melhor reality show por ‘RuPaul's Drag Race’, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mike Blake "The Amazing Race" "Ninja Warrior" "Nailed It!" "RuPaul's Drag Race" "Top Chef" "The Voice" Melhor programa de variedades John Oliver posa com os prêmios de melhor roteiro de programa de variedades e melhor programa de variedades, no 71º Emmy no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Monica Almeida "The Daily Show with Trevor Noah" "Full frontal with Samantha Bee" "Jimmy Kimmel Live!" "Last Week Tonight with John Oliver" "The Late Late Show with James Corden" "The Late Show with Stephen Colbert" Melhor filme para a TV "Bandersnatch" - "Black Mirror" "Brexit" "DeadWood" "Rei Lear" "My Dinner with Hervé" Veja Mais

KISS confirma show de despedida no Brasil para maio de 2020

R7 - Música Agora é oficial: o KISS vem ao Brasil uma última vez na carreira! Foi anunciado durante o festival Rockfest neste sábado (21), em São Paulo, que a banda dos mascarados tem show confirmado por aqui. A apresentação acontece em maio de 2020, no Allianz Parque, na capital paulista. Uma data para o show ainda não foi revelada -- também não se sabe se o grupo passará por outras cidades brasileiras. A produção é da Mercury Concerts. A apresentação faz parte da turnê The End of the Road Tour, anunciada como a última da carreira do KISS. Atualmente, a banda tem se tocado nos Estados Unidos, e também passa pela Europa e outros continentes com o giro. Confira logo abaixo o vídeo do anúncio. KISS no Brasil https://www.youtube.com/watch?v=gSfHOlut_Do Essa será a sétima vez do grupo no Brasil. Enquanto sua primeira passagem foi em 1983, a última aconteceu em 2015, com uma turnê que passou por São Paulo, Brasília, Curitiba, Florianópolis e Belo Horizonte. LEIA TAMBÉM: Com traje completo do KISS, Eric Singer recebe título de policial honorário Veja Mais

Emmy 2019: FOTOS

G1 Pop & Arte Cerimônia do 'Oscar da televisão' acontece neste domingo (22), em Los Angeles. Sterling K. Brown, de ‘This is Us’, no tapete vermelho do 71º Emmy, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Jordan Strauss/Invision/AP O ator Brett Gelman, de ‘Fleabag’, no tapete vermelho do 71º Emmy, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Valerie Macon/AFP William Jackson Harper, de ‘The Good Place’, no tapete vermelho do 71º Emmy, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Jordan Strauss/Invision/AP O ator Charlie Barnett, de ‘Boneca russa’ e ‘Chigaco fire’, no tapete vermelho do 71º Emmy, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, no domingo (22) Reuters/Mario Anzuoni Veja Mais

Só no Riot Fest: público vai à loucura e abre roda punk ao som de Village People

R7 - Música O Riot Fest prova ano após ano que é um dos festivais mais divertidos do mundo. Como contamos em nossa resenha da edição 2019, o festival deixou a cidade de Chicago dominada por bandas com uma sonoridade pesada. O público, naturalmente, era majoritariamente da cena punk e metal. Mas nada disso impediu o Village People de fazer um dos melhores shows do festival, misturando diversão e qualidade. E tem provas disso! Em vídeos que apareceram recentemente, podemos ver o público mostrando que dá pra ser punk ao som de 'YMCA', com uma gigantesca 'wall of death' (quando a plateia se divide no meio e as duas partes correm ao encontro uma da outra, prática famosa em shows de metal) tomando conta do espaço. https://www.youtube.com/watch?v=MfR0Q_xWAQw Como se não bastasse isso, uma parcela considerável do público estava fantasiada em homenagem à banda disco e não segurou a empolgação em outros hits. Em 'Macho Man', por exemplo, teve uma baita rodinha punk também, como podemos ver abaixo. https://www.youtube.com/watch?v=J73aV_LOXIs Coisas que só acontecem no Riot Fest! Riot Fest O Riot Fest ainda é um festival diferenciado que transformou um nicho em algo gigantesco, uma espécie de “Lollapalooza Punk” com números absurdos que, inclusive, já tem data para acontecer em 2020, entre os dias 11 e 13 de setembro. Vale a pena ficar de olho nas passagens para Chicago e conferir de perto, assim como comprar os ingressos early bird, vendidos bem antes e a preços baratíssimos, no site oficial. Veja Mais

Grávida do primeiro filho, Marília Mendonça vai dividir carreira agitada com maternidade em 2020

G1 Pop & Arte 'Rainha da sofrência' tem músicas entre as mais tocadas das rádios brasileiras, hit de sucesso em novela da TV Globo e série documental em plataforma de streaming. A cantora chega ao 5º mês de gravidez com planos para novos projetos. Marília Mendonça interage com público do rodeio de Jaguariúna Julio Cesar Costa A "rainha da sofrência" Marília Mendonça abriu o último final de semana do Rodeio de Jaguariúna. E não estava sozinha. Aos 24 anos, ela carrega o primeiro filho. Marília está no quinto mês de gravidez. O pai é o também cantor sertanejo Murilo Huff, com quem tem um relacionamento desde 2017. Em entrevista ao G1 antes do show, Marília Mendonça contou como está gerenciando a carreira e a maternidade. A agenda intensa deve ser adaptada no próximo ano, com a chegada do bebê. Ela afirma que sente falta da família e pretende ficar mais próxima. "Desde quando eu comecei a minha carreira, tento me organizar para ter tempo para a minha família. Sinto saudade da minha mãe, de estar em casa. Esse ano foi muito corrido, já faz uns quatro meses que temos duas folgas por semana. Imagina só como está sendo fazer consulta no obstetra, pilates e tudo mais", conta. Marília Mendonça durante apresentação no rodeio de Jaguariúna Julio Cesar Costa "É uma loucura, mas estou tentando me organizar para que ano que vem eu consiga dividir certinho o meu trabalho com a minha família e com esse personagem maravilhoso que surgiu na minha vida", explicou, se referindo ao primeiro filho, Léo. Por onde passa, Marília Mendonça movimenta uma legião de fãs. Entre os sucessos, a música "Bebi liguei" faz parte da trilha sonora da novela "A Dona do Pedaço", da TV Globo. Marília Mendonça durante apresentação no rodeio de Jaguariúna Julio Cesar Costa A cantora também estreou recentemente a série documental sobre a turnê "Todos os Cantos", na plataforma de streaming Globoplay. O álbum contém os hits "Todo mundo vai sofrer", "Supera", "Sem sal", "Bem pior que eu", "Apaixonadinha", entre outras canções que seguem na ponta da língua dos fãs e entre as mais tocadas das rádios brasileiras. Mesmo com tantos projetos em desenvolvimento, Marília Mendonça já anunciou que tem mais novidades para 2020. "Vamos continuar gravando o 'Todos os Cantos', porque ainda faltam dez músicas. Quero gravar uma parte do projeto grávida e também depois que o Léo nascer. É um projeto longo, que a gente vai ter muita coisa para fazer. Depois, vai ter mais novidades, mas a gente só conta quando esse projeto acabar", disse. Marília Mendonça durante apresentação no rodeio de Jaguariúna Julio Cesar Costa Veja mais notícias da região no G1 Campinas Veja Mais

Veja concursos e seleções com editais publicados na Paraíba de 22 a 29 de setembro

G1 Economia São dois editais com 422 vagas. Pelo menos 422 vagas são oferecidas em dois editais de concursos e seleções publicados na Paraíba nesta semana de 22 a 29 de setembro. Concursos e seleções na Paraíba têm 977 vagas Divulgação/Agência Brasil Concurso para professor da UFPB Vagas: 22 Nível: doutorado Remunerações: R$ 5.786,68 e R$ 9.600,92 Prazo de inscrição: variado Local de inscrição: variado Taxas de inscrição: R$ 144 e R$ 240 Provas: datas variadas Edital do concurso para professor da UFPB Concurso da Fundac-PB Vagas: 400 Níveis: médio Salários: R$ 998 + gratificações Prazo de inscrição: até 7 de outubro Local de inscrição: site da organizadora, Ibade, ou presencialmente em João Pessoa, Campina Grande e Sousa Taxas de inscrição: R$ 56 Provas: 27 de outubro Edital do concurso da Fundac-PB Veja Mais

Bancos com mais de US$ 47 tri em ativos aderem a princípios do clima promovidos pela ONU

R7 - Economia Por Matthew GreenORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Bancos com mais de 47 trilhões de dólares em ativos aderiram neste domingo a novos princípios responsáveis de operação promovidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) para combater mudanças climáticas, o que deve desviar seus recursos dos combustíveis fósseis. Deutsche Bank, Citigroup e Barclays estão entre os 130 bancos que aderiram ao novo compromisso de trabalho, na véspera de uma cúpula de líderes da ONU, em Nova York, cuja meta é pressionar governos e empresas a agirem com rapidez para reverter o catastrófico aquecimento global. "Esses princípios significam que os bancos precisam considerar o impacto de seus financiamentos sobre a sociedade – não apenas seu portfólio", disse à Reuters Simone Dettling, representante líder dos bancos na Iniciativa das Nações Unidas para o Financiamento do Meio Ambiente. Sob pressão de investidores, reguladores e ativistas do clima, alguns bancos grandes reconheceram o papel que financiadores precisam desempenhar numa rápida transição para uma economia de baixo carbono. Os financiamentos para os setores de petróleo, gás e carvão se tornaram alvo de escrutínio, em especial após cientistas do clima intensificarem o clamor por uma mudança na alta dependência da economia global de combustíveis fósseis, de modo a evitar um aquecimento desastroso. Os principais defensores dos princípios dizem que as normas devem encorajar os bancos a direcionar seus portfólios de investimentos para longe de ativos intensivos em carbono, e redirecionar seu capital para indústrias mais verdes.Os críticos argumentam que os bancos deveriam ir além, comprometendo-se explicitamente a abandonar de modo paulatino o financiamento de projetos ligados aos combustíveis fósseis e ao agronegócio que provoque desmatamento da Amazônia, do sul da Ásia e de outras regiões. Contudo, os novos padrões podem também forçar os bancos aderentes a escolher entre os precedentes negócios de clientes em setores intensivos em carbono e as acusações de não cumprirem os princípios caso continuem a financiar tais empreendimentos.Embora a adesão seja voluntária, Dettling, que teve papel central durante os 18 meses de negociações com um grupo principal de 30 bancos fundadores, disse que os financiadores ficarão relutantes em aceitar o risco à sua reputação caso percam o status de signatários da iniciativa."Eles precisam demonstrar que estão progredindo – e um progresso dentro de um cronograma prévio", disse ela. Veja Mais

Zcash sendo banida das principais bolsas

R7 - Economia O Zcash (ZEC) adotou um meio termo quando se trata de tecnologia furtiva, na tentativa de estar em conformidade com os regulamentos e ao mesmo tempo manter sua principal qualidade para o usuários que é realizar transações anônimas. Para endereços z, o Zcash realiza o anonimato por meio do Argumento de Conhecimento Não Interativo Sucinto […] Veja Mais

Reforma de tributos pode gerar 300 mil vagas por ano

Reforma de tributos pode gerar 300 mil vagas por ano

R7 - Economia Reforma tributária ampliaria número de vagas Marcello Casal/Agência Brasil Considerado complexo, burocrático e ultrapassado, o sistema tributário brasileiro poderia gerar ganhos bilionários para a sociedade apenas com a reformulação da estrutura de arrecadação de impostos. Cálculos elaborados pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) mostram que as duas propostas de reforma tributária - em discussão no Congresso - têm potencial para criar 300 mil empregos por ano e incrementar o consumo em até R$ 122,7 bilhões. Leia mais: 'CPMF não passa na Câmara', afirma relator da reforma tributária O trabalho foi feito com base numa metodologia elaborada ao longo de um ano e não prevê alterações na carga tributária. Para chegar ao resultado, foram analisadas a Proposta de Emenda à Constitucional (PEC) 45, do deputado Baleia Rossi - baseada no trabalho do economista Bernard Appy -, e a PEC 110, do ex-deputado Luiz Carlos Hauly. O governo ainda não apresentou a sua proposta. Leia mais: Mourão diz que objetivo principal do governo é a reforma tributária "Nosso objetivo foi avaliar o impacto da reforma no bem-estar da população por meio da renda, consumo e geração de emprego", diz o gerente de Economia da Firjan, Jonathas Goulart. Segundo ele, também era importante entender os efeitos da criação de um imposto único apenas com tributos federais e outro que inclui Estados e municípios (ICMS e ISS). "O que percebemos é uma diferença significativa. Se incluir tudo, o ganho no consumo é três vezes maior", diz o presidente da federação, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira. Sem Estados e municípios, o acréscimo no consumo cai para apenas R$ 39 bilhões, segundo a Firjan. A disparidade entre os números, observa Vieira, é a prova de que não faz sentido uma reforma pela metade. "Portanto, os governadores precisam entender que isso é renda para eles também. É um efeito bumerangue", diz o executivo, destacando o que uma reforma "meia sola" é péssimo para a população brasileira. IVA Na média, as duas propostas em tramitação no Congresso trazem ganhos semelhantes para a população (na casa de R$ 122 bilhões), já que preveem a criação de um imposto único nos moldes do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) usado no exterior. A diferença é que, no caso da proposta de Appy, os Estados podem ter alíquotas diferenciadas; e na de Hauly, a alíquota é igual em todo o País, explica Goulart. Embora os ganhos sejam parecidos, há diferenças em termos regionais. Nesse sentido, diz Goulart, a PEC 45, de Appy, tem vantagens em relação à distribuição de renda e respeita as desigualdades. Em Regiões como Norte e Nordeste, onde o nível de renda é mais baixo, atualmente as alíquotas são menores comparadas a outros Estados. A imposição de uma alíquota nacional, como é a proposta de Hauly, poderia elevar o nível de cobrança nessas regiões e pressionar o potencial de consumo, diz Goulart. "De qualquer forma, as simulações mostram que todas as Regiões teriam ganho de consumo. Só que algumas podem ter menos que outras", diz o gerente da Firjan. No trabalho, ele também calculou qual seria o impacto se houvesse uma desoneração parcial da folha de pagamento no consumo. A simulação prevê um corte de 40%, que seria incluído no imposto único. Nesse caso, o ganho subiria dos R$ 122 bilhões para R$ 136 bilhões. Potencial maior Mesmo assim, Appy e Hauly afirmam que o impacto da reforma tributária pode ser bem maior que o previsto pela Firjan. "De cara, vejo um crescimento entre 5% e 6% do PIB (Produto Interno Bruto)", diz o ex-deputado Luiz Carlos Hauly. Ele explica que sua proposta reduz a carga tributária e vai liberar algo em torno de R$ 640 bilhões dos preços dos produtos. "O brasileiro terá mais dinheiro para consumir, pois haverá uma redução da carga para as famílias." No caso de Appy, os efeitos da reforma na economia devem ser apresentados na semana que vem, mas ele acredita que será maior que o calculado pela Firjan. Segundo ele, sua proposta tem o objetivo de reduzir a burocracia, o contencioso tributário e os custos de investimentos. Também vai aumentar a competitividade da economia, com a redução dos custos das exportações e da produção nacional em relação aos importados. "Mas o principal é que vai eliminar distorções alocativas (geradas por incentivos fiscais) da economia." Ambiente facilita aprovação da reforma tributária, avaliam autores O Brasil tem hoje um ambiente muito mais amigável à aprovação da reforma tributária do que no passado, avaliam os dois autores das principais propostas em tramitação no Congresso Nacional. O economista Bernard Appy, cujo trabalho é base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45, afirma que uma série de fatores melhoraram as condições para reformar o sistema tributário. Um deles é que hoje o País tem o Congresso mais reformista dos últimos anos. Além disso, o principal problema nas discussões passadas, que era a resistência dos governadores em relação a mudanças no ICMS, parece estar próximo de um consenso, diz Appy. "Exemplo disso, é que, no momento, temos 27 secretários de Fazenda dos Estados subscrevendo um projeto de mudança no sistema tributário, propondo o fim do ICMS e endossando o imposto cobrado no destino, sem benefício fiscal", comenta o economista. Para ele, essa é uma grande novidade na discussão política da reforma tributária. Por fim, Appy também entende que os trabalhos técnicos feitos ao longo dos últimos anos permitiu maior entendimento sobre o assunto. Isso permite a elaboração de projetos mais consistentes e melhor desenhados. "Não estou dizendo que será fácil, que está garantido nem subestimando as dificuldades. Mas o ambiente político claramente é mais o favorável, pelo menos, desde a Constituinte." O ex-deputado Luiz Carlos Hauly, autor da PEC 110, também vê um cenário mais propício à reforma tributária. Portanto, é importante não perder o "timing" da discussão. "Vejo um Congresso bem mais maduro nessa direção. Por outro lado, alguns setores da economia não evoluíram na mesma direção e podem representar um entrave na aprovação da reforma. Outro ponto crítico é o impacto da reforma nos grandes municípios do País, que temem perder arrecadação com o fim do Imposto sobre Serviços (ISS). De qualquer forma, há um dialogo em aberto que pode seguir para o caminho de um prazo maior de transição, por exemplo. 'Reforma administrativa vai ajudar no equilíbrio fiscal' Em fase de ajustes finais pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, a reforma administrativa vem sendo apontada por especialistas como essencial para o equilíbrio das contas públicas. Embora o governo do presidente Jair Bolsonaro ainda não tenha apresentado a proposta que encaminhará ao Congresso Nacional, membros da equipe econômica têm afirmado que o objetivo é diminuir o inchaço da máquina pública com uma drástica redução do quadro de funcionários nos órgãos da União, além de mudanças controversas como o fim da estabilidade dos servidores. Na avaliação do tributarista Luiz Rafael Meyr Mansur, do escritório Melcheds - Mello e Rached Advogados, essa reforma é fundamental e está no contexto das políticas de austeridade que visam a correção das contas públicas através da redução dos gastos com servidores. "A reforma é imprescindível para o equilíbrio fiscal e deve, inclusive, se antecipar à tributária, pois hoje é nítida a ineficiência dos serviços públicos, somando-se a salários, em geral, acima do mercado. Serão analisados o fim da estabilidade para esses cargos, remuneração condizente com o setor privado, rigorosa avaliação de desempenho e para promoção de cargos", destaca Mansur. Para o advogado João Paulo Schwandner Ferreira, especialista em direito público do escritório Rubens Naves Santos Jr Advogados, o que mais se percebe no debate atual é a crítica à estabilidade e à remuneração de servidores públicos. No seu entender, a estabilidade tem a função específica de proteger o corpo burocrático permanente do Estado do humor dos agentes políticos, "caso contrário, perseguições seriam muito mais frequentes, sobretudo em cargos sensíveis como os de fiscalização ambiental". Já a remuneração, continua o especialista, "deve ser atrativa, sob pena de termos um apagão de bons profissionais, principalmente em cargos de elevada qualificação técnica e responsabilidade, questão diretamente associada à tão almejada eficiência". Ele defende que os servidores sejam submetidos a controle de suas atividades, inclusive com metas de eficiência, como já ocorre em muitas carreiras, com o pagamento de bônus de produtividade. Comparações Schwandner Ferreira refuta a comparação com outros países, classificando-a de inapropriada. "Comparações com modelos de outros países podem ser tentadoras, mas muitas vezes é algo inapropriado. Em países como os EUA, por exemplo, o Estado possui uma atuação distinta, com grau de expectativa da população igualmente diverso. O Estado brasileiro é grande e atuante, sendo cobrado por maior qualidade em áreas como saúde e educação. O desafio é como contemplar todos esses interesses com perspectivas cada vez piores de arrecadação", ressalta. Na mesma linha, o advogado Cristiano Vilela, sócio do escritório Vilela, Silva Gomes & Miranda Advogados, especializado em direito público e eleitoral, avalia que embora a reforma administrativa possa corrigir rumos, deverá enfrentar muitas dificuldades para ser aprovada, sobretudo em questões como a da estabilidade dos servidores. "A estrutura atual é inchada e demasiadamente cara", prevendo dificuldade de aprovação das medidas no Congresso Nacional, em função da pressão corporativa que esses servidores públicos exercem no Parlamento. Cristiano Vilela avalia ainda que outros pontos podem ser mais facilmente aprovados, como a criação de mecanismos de avaliação de desempenho. "Esses mecanismos representam, em geral, um instrumento bastante interessante de aferição da dedicação e do trabalho que vem sendo desempenhado pelo servidor público, além de conter um elemento motivador em relação a sua maior dedicação às atividades." Segundo ele, a ferramenta, quando bem empregada e executada com rigor, apresenta excelentes resultados para a prestação do serviço público, notadamente quando se vê vinculada a um plano de carreira que efetivamente permita um avanço de posição na estrutura de cargos e, consequentemente, de remuneração. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Veja Mais

Olivia Alonso: qual fundo é bom pra você? Não para o banco, corretora…

R7 - Economia Olivia Alonso, CEO da Inversa Publicações Olá, leitor! Nos destaques dessa semana, temos fundos, unicórnios, petróleo… 1) Gosto de fundos de investimentos por diversos motivos. Mas, em primeiro lugar, por ser um instrumento de investimento democrático. Você pode até me dizer que os melhores fundos ainda são restritos a investidores milionários. Sim, ainda há muitos […] Veja Mais

PS5 Pro será lançado junto com versão convencional do PS5, diz rumor

PS5 Pro será lançado junto com versão convencional do PS5, diz rumor

Tecmundo A Sony já está mexendo seus pauzinhos para produzir a próxima edição do PlayStation. Muitos estavam imaginando que teríamos apenas a versão convencional nas lojas, mas se um rumor acabar se confirmando há chances de que a edição Pro também seja disponibilizada já no lançamento.A informação em questão foi divulgada por um jornalista japonês chamado Zenji Nishikawa durante uma transmissão de Assassin’s Creed Odyssey realizada no YouTube. Caso esteja se perguntando quem é essa pessoa, Nishikawa aparentemente divulgou antes do anúncio oficial que o Switch teria uma versão Lite neste ano, e também antecipou o PlayStation Pro.Leia mais... Veja Mais

'Me dá pena pelo Brasil', diz Michelle Bachelet após polêmica com Bolsonaro

O Tempo - Política Em outros temas, a ex-presidente voltou a se defender de novas informações sobre contribuições ilegais da OAS em sua campanha Veja Mais

Salário maternidade: Saiba como recuperar a qualidade de segurada do INSS

R7 - Economia A Previdência Social é um sistema que exige contribuição obrigatória do empregado,  empregador e do contribuinte individual. Trata-se de uma espécie de seguro, no qual o segurado contribuinte paga as contribuições previdenciárias, com o intuito de receber em troca a proteção do Estado em um dado momento de sua vida, principalmente nos casos em que está […] O post Salário maternidade: Saiba como recuperar a qualidade de segurada do INSS apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

De eletromecânico a vendedor: PAT de Americana divulga 53 vagas de emprego

G1 Economia Confira a lista completa de oportunidades disponíveis nesta segunda-feira (23). Interessados nas vagas podem fazer cadastro pela internet. Beatriz Braga/G1 Com opções para diversas áreas de atuação, o Posto de Atendimento ao Trabalhador de Americana (PAT) oferece 53 vagas de emprego nesta segunda-feira (23). As oportunidades vão de eletromecânico (a) a vendedor (a). Os interessados devem fazer o cadastro do currículo no site da Prefeitura de Americana. As vagas são para todos os gêneros. O posto fica na Rua Anhanguera, nº 16, Centro, e atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Veja as vagas abertas Ajudante de máquina de estampar – 1 Ajudante de montagem - estruturas metálicas – 3 Ajudante de obras – 5 Ajudante geral – 1 Armador (a) – 3 Assistente administrativo (a) - experiência com controle de almoxarifado – 1 Auxiliar administrativo (a) – serviço civil e inventários – 1 Auxiliar de cobrança – 4 Auxiliar de confecção – 3 Auxiliar de mecânico (a) de manutenção - possuir CNH A/B – 1 Carpinteiro (a) – 3 Costureira (o) – máquina reta – 3 Eletromecânico (a) - com conhecimento em solda – 1 Encarregado (a) de operações/ carga e descarga (disponibilidade de horário noturno) – 1 Mecânico (a) de refrigeração – 1 Mecânico (a) de tear circular – 1 Meio oficial de cozinha – 1 Modelista - trabalho em Indaiatuba – 1 Motorista de caminhão - materiais de construção – 1 Operador (a) de Austromáquina e Santextil – 1 Operador (a) de pátio - CNH "B"/ Disp. de horários – 5 Pedreiro (a) – 3 Porteiro (a) – 3 Soldador (a0 – 1 Tecelão (ã) - Jacquard e Ratie – 2 Vendedor (a) interno – 1 Vendedor (a) interno – cursos – 1 Veja mais oportunidades da região no G1 Campinas Veja Mais

'AdBlockers' maliciosos fizeram 1,6 milhão de vítimas no Chrome

'AdBlockers' maliciosos fizeram 1,6 milhão de vítimas no Chrome

Tecmundo A AdGuard divulgou um relatório informando que duas extensões que funcionam como bloqueadores de anúncios enganaram 1,6 milhão de usuários do Google Chrome, e podem ter gerado milhões de dólares para os desenvolvedores golpistas responsáveis por sua criação.A AdGuard percebeu que ambas as extensões tinham o mesmo funcionamento: elas bloqueavam os anúncios, mas, ao mesmo tempo, geravam receita por meio de uma técnica chamada de “cookie stuffing”. Os bloqueadores instalavam cookies patrocinados nos micros dos usuários e enviavam solicitações para os sites que atuam com programas de parceira desse tipo. A receita era enviada aos desenvolvedores, e poderia ser ainda maior, caso os usuários realizassem compras em sites específicos.Leia mais... Veja Mais

Confira cinco destaques desta edição do Emmy

O Tempo - Mundo Série "Game of Thrones" promete dominar a premiação novamente, mas pela última vez Veja Mais

Em recuperação, Bolsonaro terá agenda limitada em Nova York

O Tempo - Política Presidente fará o discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas Veja Mais

Sergio Moro lamenta a morte da menina Ágatha Félix

O Tempo - Política Por meio de nota, o ministro da Justiça e Segurança Pública disse que confia que as autoridades esclarecerão os fatos Veja Mais

Compre a ação que os donos do Itaú possuem e não do seu banco

R7 - Economia As ações da Itaúsa (ITSA4) estão com um desconto “um tanto amplo” sobre os papeis do Itaú Unibanco (ITUB4), apontam os analistas do Bradesco BBI em um relatório de início de cobertura da holding que faz parte do bloco de controle do maior banco privado do país. A companhia, explicam Victor Schabbel e Maria Clara […] Veja Mais

PÓS-JOGO: FORTALEZA 0 X 1 PALMEIRAS! Mano Menezes fala ao vivo da Arena Castelão

PÓS-JOGO: FORTALEZA 0 X 1 PALMEIRAS! Mano Menezes fala ao vivo da Arena Castelão

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #FOXSports #Palmeiras #CampeonatoBrasileiro Veja Mais

Boris Johnson defenderá na ONU um Reino Unido forte pós-Brexit

O Tempo - Mundo Ao sair da União Europeia, o primeiro-ministro promete que a nação será uma liderança no enfrentamento das mudanças climáticas e do Oriente Médio Veja Mais

Ethereum em foco

R7 - Economia Após meses de calmaria, o Ethereum (ETH) entrou na ordem do dia dos traders mais uma vez. Desde que atingiu US$ 170 no início de setembro, a criptomoeda disparou para um pico de US$ 225, e depois recuou para seu suporte de curto prazo em US$ 210.64, onde o ETH está sendo negociado hoje. Embora […] Veja Mais

Gilmar Mendes faz alerta após 16º caso de criança baleada no Rio em 2019

O Tempo - Política "Uma política de segurança pública eficiente deve se pautar pelo respeito à dignidade e à vida humana", escreveu o ministro do STF Veja Mais

Sem terras nem mão de obra, Japão revoluciona agricultura com robôs, polímeros e drones

G1 Economia Agrotecnologia tem aumentado a precisão no controle da lavoura e permitido plantações que dispensem o uso de terra e reduzam o uso de água, inclusive com projetos no Brasil. Yuichi Mori inspirou-se nas membranas usadas em rins artificiais para desenvolver películas de polímero para uso na agricultura Divulgação/Mebiol/BBC As frutas e verduras cultivadas pelo japonês Yuichi Mori não estão no chão nem precisam de terra. Em vez disso, as raízes das plantações estão fincadas em um dispositivo que servia originalmente para tratamento médico de rins humanos. Mori faz seu cultivo em uma película de polímero transparente e permeável, à base de hidrogel, que ajuda a armazenar líquidos e nutrientes. As plantas crescem em cima do filme, e as raízes se desenvolvem para o lado. Além de permitir que os vegetais cresçam em qualquer ambiente, a técnica consome 90% menos água do que a agricultura tradicional e dispensa pesticidas, já que os poros do polímero bloqueiam vírus e bactérias. "Adaptei os materiais para filtrar o sangue na diálise renal e o meio de crescimento de vegetais", explica o pesquisador. Sua empresa, Mebiol, tem patentes da invenção registradas em quase 120 países (inclusive no Brasil, onde há empresas interessadas na tecnologia) e evidencia uma revolução agrícola em curso no Japão: campos de cultivo estão sendo convertidos em centros de tecnologia, com a ajuda da Inteligência Artificial (IA), da Internet das Coisas (IoT) e de conhecimentos saídos dos laboratórios. Em um país com escassez de terras cultiváveis e de mão de obra, a agrotecnologia tem aumentado a precisão no monitoramento e na manutenção da lavoura, mesmo sem uso de terra ou então em áreas com acesso limitado à água, uma preocupação crescente em todo o mundo. O Relatório Mundial da ONU sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos deste ano estima que 40% da produção de grãos e 45% do Produto Interno Bruto global estarão comprometidos em 2050 se a degradação do ambiente e os recursos hídricos continuarem nas taxas atuais. Método de produção por películas possibilita a agricultura em qualquer lugar do planeta Divulgação/Mebiol/BBC "Discriminação, exclusão, marginalização, desequilíbrios de poder arraigados e desigualdades materiais estão entre os principais obstáculos para a realização dos direitos humanos à água potável e ao saneamento seguros para todos", conclui o documento de 2019. O cultivo em polímeros como o de Yuichi Mori supera fronteiras e já é praticado em mais de 150 locais dentro do Japão e regiões como o deserto dos Emirados Árabes, no Oriente Médio. O método também está sendo empregado na reconstrução de áreas agrícolas do nordeste japonês, contaminadas por substâncias levadas pelo tsunami que se seguiu ao grande terremoto de março de 2011. Trator robô Com o aumento projetado na população mundial (de 7,6 bilhões para 9,8 bilhões em 2050), empresas apostam em grandes oportunidades de negócios e demanda global por alimento, além de um mercado em potencial para maquinários. O governo japonês subsidia atualmente o desenvolvimento de 20 tipos de robôs, capazes de ajudar em várias etapas do plantio até a colheita em vários cultivos. Em parceria com a Universidade de Hokkaido, a empresa Yanmar desenvolveu um trator robô que está sendo testado no campo. Uma só pessoa consegue operar dois tratores ao mesmo tempo, graças a um sensor integrado que identifica os obstáculos e impede colisões. Área de seca no Zimbábue; ONU estima que 40% da produção de grãos e 45% do Produto Interno Bruto global estarão comprometidos em 2050 se a degradação do ambiente e os recursos hídricos continuarem nas taxas atuais EPA/BBC Já a montadora Nissan lançou neste ano um robô equipado com GPS, conexão WiFi e movido a energia solar. Batizado de Pato, o equipamento com o formato de uma caixa percorre campos alagados de arroz para ajudar na oxigenação da água, reduzindo o uso de pesticidas e seu impacto ambiental. Lavoura sem gente Com a tecnologia, o governo busca atrair para o campo jovens que têm pouco interesse em trabalhar diretamente na lavoura, mas com afinidade por tecnologia, em uma tentativa de reanimar um setor com cada vez menos gente. Em quase uma década, o número de produtores agrícolas japoneses caiu de 2,2 milhões para 1,7 milhão, com média de idade de 67 anos. Somente 7% da população economicamente ativa do Japão está empregada no campo, e grande parcela dos agricultores trabalha apenas meio período. A topografia limita muito a agricultura do Japão, que consegue produzir somente 40% dos alimentos de que precisa. Cerca de 85% do território é ocupado por montanhas e a maior parte do que resta de área agricultável é dedicada ao arroz, cultivado em tanques intensamente irrigados. Esse grão sempre foi o alimento básico dos japoneses. O governo fornece subsídios para os rizicultores manterem a produção em minifúndios de 1 hectare, mas a mudança dos hábitos alimentares tiraram o brilho do arroz nas tigelas dos japoneses. Tecnologia japonesa permite produção de tomate no meio do deserto, como este em Dubai Divulgação/Mebiol/BBC Com a queda de consumo anual per capita de 118 kg em 1962 para menos de 60kg de arroz nos últimos anos, o Japão passou a incentivar a diversificação no campo. Sem gente e para continuar sustentando as plantações, os agricultores recorreram a maquinários e pesquisa biotecnológica. Cada vez mais drones estão sendo usados em tarefas como a pulverização, realizando em meia hora o trabalho que consumiria um dia de um trabalhador. A alta tecnologia tem permitido a expansão da área cultivável sem uso de terra. Através da produção em estufas e hidroponia, o Japão conseguiu expandir a produção de frutas e hortaliças. A empresa Mirai Group, na província de Chiba, é uma das pioneiras na produção de alimentos em prateleiras que vão do chão ao teto, e atualmente colhe cerca de 10 mil cabeças de alface por dia. A produtividade é cem vezes maior em comparação ao método convencional. Através de um dispositivo com sensores, a empresa faz o controle da luz artificial, nutriente líquido, dióxido de carbono e temperatura da cultura hidropônica. A luz artificial faz com que as plantas cresçam rápido, e o manejo controlado elimina perdas por doenças. Apesar do alto custo de energia que o método representa, o número de fábricas de plantas no Japão triplicou em uma década, chegando às atuais 200 instalações. O mercado da hidroponia cresce no mundo todo e representa atualmente pouco mais de US$ 1,5 bilhão em negócios. E segundo previsão da Allied Market Research, ele deverá mais que quadruplicar até 2023, atingindo a marca de US$ 6,4 bilhões. Transferência de tecnologia Com o apoio da tecnologia, o Japão também se comprometeu a ajudars países do continente africano a duplicar a produção anual de arroz para 50 milhões de toneladas até 2030. Projetos específicos já são realizados na África. No Senegal, por exemplo, os japoneses investiram na formação de técnicos agrícolas e transferência de tecnologia principalmente de irrigação. Como resultado, a produtividade subiu de 4 para 7 toneladas de arroz por hectare e os rendimentos dos produtores aumentaram cerca de 20%. A estratégia japonesa é promover investimentos privados e ampliar o comércio de maquinários para a agricultura sustentável em todo o continente africano. No período de 15 anos, o PIB da África expandiu 3,4 vezes, de US$ 632 bilhões em 2001 para US$ 2,1 trilhões em 2016, e o mercado consumidor continuará crescendo até o final do século, quando a população africana deverá representar 25% do total global (hoje é de 17%). Com a intenção de ajudar na redução da perda pós-colheita, revitalizar a indústria de alimentos e aumentar a renda rural, em 2014 o Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão formulou a Estratégia Global da Cadeia de Valor Alimentar para aplicar nos países em desenvolvimento, como Vietnã, Mianmar e Brasil. A presença do Japão na agricultura brasileira se confunde com a história de 111 anos da imigração nipônica no país. De todos os projetos já realizados envolvendo os dois países, o de maior porte continua sendo o Prodecer (Programa de Cooperação Nipo-Brasileiro para o Desenvolvimento dos Cerrados), idealizado na década de 1970. Para resolver problema de abastecimento japonês, foram incorporadas extensas áreas do Cerrado para o desenvolvimento de tecnologia para a produção de grãos, principalmente milho, soja e trigo em uma terra que o Brasil considerava infértil. Agora, os negócios se voltam a novas fronteiras. Em 2016, Brasil e Japão assinaram acordo de cooperação de investimentos na região do Matopiba (municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Os brasileiros buscam inovações em conectividade nas áreas rurais, agricultura de precisão, rastreabilidade e automatização desenvolvidas pelos japoneses. Veja Mais

Bitcoin em foco

R7 - Economia O preço do Bitcoin caiu abaixo de US$ 9.900. O nível de suporte de US$ 10.000 é descrito como uma barreira psicológica essencial à medida que os mercados recuam. Se o Bitcoin permanecer abaixo desse nível, poderá apresentar quedas muito maiores. De acordo com dados fornecidos pela Messari, o volume real de Bitcoin está pairando […] Veja Mais

Perícia vai comparar armas de PMs com fuzil que matou Agatha

Perícia vai comparar armas de PMs com fuzil que matou Agatha

R7 - Economia Agatha Vitória Sales Félix, 8 anos, morta com tiro de fuzil Reprodução A Polícia Civil enviará para perícia as armas dos policiais militares que estavam em patrulhamento na noite de sexta-feira (20), no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, no momento em que a menina Agatha Vitória Sales Félix, de apenas 8 anos, foi atingida nas costas por um tiro de fuzil dentro da Kombi em que viajava. Aghata foi levada para o hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada deste sábado. A Polícia Militar alega que os agentes que atuavam no local tinham sido alvo de criminosos, mas parentes da menina e testemunhas relataram que não houve confronto e que os policiais teriam atirado contra uma motocicleta que passava na hora, com dois homens a bordo. Veja também Morre PM baleado em operação no Complexo do Alemão As armas dos policiais militares passarão por confronto balístico com o projétil retirado do corpo da vítima no Instituto Médico Legal. De acordo com a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), familiares de Agatha Félix já prestaram depoimento neste sábado, e novas testemunhas serão ouvidas a partir desta segunda-feira. No decorrer dessa semana, a polícia determinará a data para a reconstituição do disparo que vitimou Agatha. O corpo da menina será enterrado às 16h deste domingo, no cemitério de Inhaúma, na zona norte do Rio. A morte de Agatha causou comoção e motivou críticas de entidades à política de segurança pública do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). A Defensoria Pública do Estado condenou a “opção pelo confronto”, enquanto a seção Rio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) destacou o “recorde macabro” de 1249 pessoas mortas pela polícia no estado de janeiro a agosto. O assunto também mobilizou a internet. A hashtag a "A culpa é do Witzel" figurou entre as mais citadas no ranking do Twitter Brasil ao longo do dia de sábado. Moradores, parentes e amigos da família de Agatha participaram de um protesto contra a violência policial nas comunidades que formam o Complexo do Alemão. Em vídeos postados nas redes sociais pelo jornal comunitário Voz das Comunidades, era possível ver os manifestantes carregando faixas com nomes de algumas das vítimas de confrontos e mensagens como "Parem de nos matar", "Chega de morte" e “Não quero enterrar meu filho". Os líderes do protesto pediam um basta à violência e ao uso de helicópteros da polícia que têm sobrevoado as comunidades fazendo disparos contra a favela. Em nota, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro informou que lamentava “profundamente a morte da pequena Ágatha no Complexo do Alemão” e manteve a versão de que os agentes apenas revidaram a uma agressão de criminosos “quando foram atacados de várias localidades da comunidade de forma simultânea”. No entanto, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) comunicou que abrirá “um procedimento apuratório para verificar todas as circunstâncias da ação”. Veja Mais

Xbox Brasil realiza quarta edição da campanha Gamer Blood

Xbox Brasil realiza quarta edição da campanha Gamer Blood

Tecmundo Comunidade Xbox Brasil estará realizando, durante o mês de setembro, campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis por todo o país. Com a doação podendo ser realizada de forma online ou presencial em São Paulo, a iniciativa é tratada como um estímulo para a união da comunidade gamer e para a mobilização em fazer o bem. A quarta edição da Gamer Blood, sob o lema "doar está no sangue", conta com suporte da ONG Amigos do Bem, Bandai Namco, Brasil Game Show, Konami e Ubisoft.Como forma de impulsionar a participação do público para efetuar donativos, a ação decidiu premiar os 1000 primeiros a fazerem suas doações, sendo dividido em dois períodos: um primeiro com os 300 iniciais e o segundo momento com os 700 restantes.Leia mais... Veja Mais

Total prevê atingir capacidade de 1GW em renováveis no Brasil em até 10 anos

R7 - Economia RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Total Eren, braço de energia renovável da gigante francesa de petróleo Total, prevê atingir 1 GW de capacidade instalada no Brasil em até dez anos, ante os cerca de 140 MW atualmente, afirmou na sexta-feira o presidente da Total E&P no país, Philippe Blanchard."Temos a ambição de chegar a 1 GW aqui no Brasil daqui a cinco ou dez anos", afirmou ele, durante sua apresentação em evento sobre transição energética promovido pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), no Rio de Janeiro.Após sua palestra, o executivo preferiu não apresentar mais detalhes a jornalistas sobre seu plano.A empresa, que tem três projetos solares no país, fechou em abril a aquisição de seu primeiro projeto de geração eólica no Brasil, um complexo no Rio Grande do Norte que prevê capacidade instalada de cerca de 92 megawatts.None (Por Marta Nogueira; edição de Roberto Samora) Veja Mais

Conheça 5 cartões de crédito mais usados pelos super-ricos e suas Vantagens

R7 - Economia Nós frequentemente estamos à procura de cartões de crédito que tenham bons programas de pontos, vantagens no pagamento, possibilidades especiais de parcelamento, anuidade gratuita, entre outros. Entretanto, você já parou para pensar em quais são as necessidades das pessoas mais ricas do mundo? Sem dúvidas, estes “planinhos” de benefícios estão bem distantes do seu alcance. […] O post Conheça 5 cartões de crédito mais usados pelos super-ricos e suas Vantagens apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

Escritório comunitário exclusivo para mulheres faz sucesso em Israel

O Tempo - Mundo As mulheres detêm apenas 1,3% dos bens de capital em todo o mundo e a ideia é iniciar uma mudança neste panorama Veja Mais

"Me dá pena pelo Brasil", diz Michelle Bachelet após polêmica com Bolsonaro

O Tempo - Mundo Em outros temas, a ex-presidente voltou a se defender de novas informações sobre contribuições ilegais da OAS em sua campanha Veja Mais

'Arquiteto' da Ethereum é preso por extorsão milionária

'Arquiteto' da Ethereum é preso por extorsão milionária

Tecmundo Autointitulado um dos arquitetos que criou a criptomoeda Ethereum, Steven Nerayoff foi preso nos EUA, após ser descoberto um esquema de extorsão milionário que fazia com seu sócio, Michal Hlady. Ambos teriam movimentado dezenas de milhões de dólares a partir de ameaças feitas a startups que trabalham dentro do setor.O esquema foi descoberto quando a dupla começou a ameaçar uma pequena empresa de Seattle, que estaria desenvolvendo um programa de fidelidade de clientes por meio de criptomoedas e blockchain. A startup contratou a Maple Ventures para aconselhamento, empresa de propriedade de Nerayoff e Hlady.Leia mais... Veja Mais

Empresas inativas e suas obrigações acessórias

R7 - Economia Há muitos empresários que passam por um período sem faturamento e não querem fechar a empresa por conta de toda a burocracia por trás desse processo. Nosso objetivo aqui é informar as obrigações que manterão seu negócio em situação regular enquanto ausentes de fato gerador. Primeiramente, caracteriza-se como empresa inativa toda pessoa jurídica que não […] O post Empresas inativas e suas obrigações acessórias apareceu primeiro em Jornal Contábil Brasil - Credibilidade e Notícias 24 horas. Veja Mais

'Pena que você não conseguiu se matar': como a internet uniu vítimas de abuso de mães narcisistas

Glogo - Ciência Desacreditadas na infância, pessoas que não tiveram na figura da mãe o esperado "primeiro amor" encontraram nas redes sociais um local para desabafar, buscar ajuda e entender conceitos como o de "mães narcisistas": "Ela não é um ser sagrado" Se você começa a se identificar em alguma situação, procure ajuda. Não deixe que isso se torne um tema central da vida, porque há o risco de querer se encaixar em todas as situações e atrair todos os outros problemas para validar", alerta o psicanalista Christian Dunker BBC "Eu fui para a minha primeira entrevista de emprego com a camisa toda suja de sangue após levar uma surra." "Ela me acusava de querer ser amante do meu próprio pai." "Deu uma risada e disse: 'pena que você não conseguiu se matar…'" Karina*, Julia* e Larissa* levaram décadas para conseguir contar suas histórias. Quando tentavam, ninguém acreditava: "ingratas", "desnaturadas", "mal agradecidas" eram algumas das críticas que elas ouviram ao falar dos abusos que sofreram das mãos das próprias mães. Com a internet, porém, elas conseguiram. Num fenômeno recente nas redes sociais brasileiras, fazem parte de grupos, comunidades, canais no YouTube e até podcast que abordam as histórias de pessoas que sofreram com o abuso materno: de espancamentos e tortura psicológica à falta de cuidados básicos com a saúde. Cárcere privado Quando era criança, Karina sempre tinha um pedido quando os parentes ou amigos de seus pais iam visitá-los: "me leva pra sua casa?" Hoje com 53 anos, a jornalista lembra que fazia de tudo para não ter de ficar no mesmo ambiente em que a mãe. "Eu detestava férias e fim de semana porque significavam espancamentos. Eu era o saco de pancada". Ao conseguir a primeira entrevista de emprego, já aos 20 anos, ela conta que a mãe entrou no banheiro onde ela estava e a espancou com um cinto, até sangrar. Para não se atrasar, foi com a roupa suja de sangue. Há pouco mais de três anos, após um período de afastamento, Karina precisou voltar à casa da família. Havia feito um mau negócio na venda de um apartamento e passou a viver praticamente, diz, em cárcere privado. "A relação com minha mãe deveria ter sido primeiro amor. Viemos ao mundo com essa expectativa, mas quando é estabelecida uma relação tóxica, isso muda toda a sua vida. Eu poderia ganhar o Nobel que ainda não seria suficiente para ela". Karina precisou recomeçar a vida em outra cidade, o Rio de Janeiro, para cortar qualquer contato com a família. A jornalista participa de algumas das páginas nas redes sociais que tratam do abuso materno e que se referem especificamente ao conceito de "mães narcisistas", relacionado ao Transtorno de Personalidade Narcisista. Parte de uma área relativamente nova na comunidade médica, ele é identificado pela Associação Americana de Psiquiatria como uma necessidade patológica "por admiração e falta de empatia pelos outros". De acordo com o psicanalista Christian Dunker, professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), pessoas com esse problema também não conseguem lidar com qualquer coisa que seja percebida como crítica, se tornam impacientes ou violentas quando não recebem tratamento especial, tentam diminuir outras pessoas para se sentir superior e tiram vantagem dos outros para conseguir o que querem. "No caso específico das mães que vivenciaram a gravidez, a separação com o bebê, à medida que ele vai crescendo, é sempre difícil. Mas, quando se tem esse transtorno, isso vai virando raiva, ódio. Elas querem os filhos como imagens de si, eles não podem ter autonomia, ser independentes, viver a própria vida. Isso leva a um crescimento muito difícil e deixa um rastro de pessoas inseguras, que não se abrem, com dificuldade de enfrentar a vida", explica. Em apenas uma das páginas sobre o tema, "Narcisismo Materno", no Facebook em português, há mais de 60 mil perfis que acompanham o conteúdo. Um post traz uma imagem com a frase "As coisas não estão ficando piores. As coisas estão sendo expostas": "É triste mas ao mesmo tempo é libertador quando vc descobre que o problema nunca foi você e sim ela", comenta uma participante. 6 características de mães narcisistas Intransigência Não ouvir os outros Reação extremada a críticas Carinhosa na frente dos outros — fria a sós Expectativa de reconhecimento Abusos físicos e psicológicos No YouTube, um vídeo publicado há um ano acumula mais de 127 mil visualizações. Uma psicóloga fala como identificar uma "mãe narcisista" : "Não tem empatia, vai responsabilizar você pelos problemas, é sempre dona da verdade. Só vai te tratar bem se precisar alguma coisa", ilustra a um público que entra numa espécie de comoção coletiva ao encontrar esses sinais nas próprias mães. Ciclo de sofrimento Quando busca as memórias mais antigas da sua infância, a auxiliar de escritório Larissa lembra dos conflitos com a mãe. Desde criança até a adolescência, recorda-se de agressões psicológicas e de se sentir sozinha. "Os meus familiares ficavam todos contra mim, e meus amigos diziam que era uma blasfêmia eu falar mal dela", lembra. De uma família evangélica em São Paulo, ouvia da mãe que era fruto de uma gravidez indesejada. Dentro de casa, viveu um "ciclo de sofrimento": foi agredida diversas vezes quando criança, ouvia críticas sobre sua aparência durante a adolescência e chegou a tentar o suicídio, aos 18 anos. Alguns anos mais tarde, ao confrontar a mãe sobre a situação, ouviu que era uma "pena" ela não ter morrido. "Ela dizia que não ia deixar eu ser feliz nunca e que queria que eu tivesse morrido. Fiquei em choque, mas também fui compreender que isso não era algo normal", diz a mulher de 36 anos, que resolveu cortar os laços familiares completamente aos 31, após ler sobre o transtorno. Hoje, Larissa administra a página "Nem toda mãe é boa" no Facebook e ajuda outras pessoas a identificarem os abusos que sofrem. Já na casa da designer Julia, no Rio Grande do Sul, notas baixas na escola primária eram motivo para humilhações. Ela não recebia qualquer tipo de ajuda em casa e a mãe se recusava a levá-la até a um ginecologista: "A mãe do meu namorado na época, quando eu tinha 18 anos, foi quem me levou pela primeira vez. Eu nem sabia que eu precisava me cuidar", relata. "Eu detestava férias e fim de semana porque significavam espancamentos. Eu era o saco de pancada", contou Karina à BBC News Brasil BBC Com um pai ausente, a mãe dizia que iria "arrebentá-la" e "matá-la" em diversas brigas. Em uma ocasião, chegou a ter o dedo quebrado. E nem quando a mãe teve um câncer e Helena precisou largar o emprego para cuidar dela, os abusos cessaram. Falando de narcisismo "Eu sempre fui uma presa fácil para ela. Ela ficou muito debilitada e começou a me culpar pela doença, dizia que vida dela era um inferno por minha causa e dizia que eu queria roubar o meu pai dela". Depois do tratamento, Helena saiu de casa e foi morar no Rio de Janeiro e, em seguida, em Londres, com zero contato com a mãe: "Passei a vida dando segunda chance e agora acabou". De acordo com o psicoterapeuta americano Les Carter, autor de livros e produtor de vídeos em inglês sobre o assunto, a demora em perceber o problema vem da falta de educação sobre questões psicológicas, tanto no Brasil quanto no exterior. "Idealmente, jovens deveriam se envolver em discussões sobre como a vida funciona, como as pessoas diferem em tipos e temperamento, como entender as emoções e gerenciar conflitos. Mas poucas pessoas se tornam adultas com o básico desse conhecimento", destacou em entrevista à BBC News Brasil. Autora do primeiro livro em português sobre a relação específica desse transtorno com a maternidade, o "Prisioneiras do Espelho", a terapeuta brasileira radicada em Luxemburgo Michele Engelke reforça que esse problema é "difícil de ser detectado", já que as pessoas que o têm não costumam procurar ajuda. Mas que, "se você aprende que nem toda mãe é boa, diminui as chances de sofrer abuso por muito tempo". Apesar de o assunto estar no radar de especialistas há alguns anos, ainda há um certo preconceito entre os profissionais da área, segundo Christian Dunker. "Como as características narcisistas de uma forma geral estão muito populares na nossa cultura, na vida cotidiana, muitos acabam deixando passar quando isso se torna um problema patológico. Só que é muito grave", relata. O psicanalista destaca ainda que o transtorno muitas vezes está ligado a outros problemas, como bipolaridade e transtorno borderline, que é um padrão de comportamento relacionado à instabilidade nos relacionamentos interpessoais e emotivos. O que se deve fazer Com essa falta de profissionais e diagnósticos, a internet acaba sendo o principal espaço para se discutirem as questões relacionadas ao narcisismo materno. Quando criou a página "Mães Narcisistas", há pouco mais de dois anos, Marcela* já imaginava que alcançaria um grande público com o seu conteúdo em português. "São pessoas que querem conversar e não podem. E eu sabia que muitas meninas passavam por isso dentro de casa, como eu ", diz. Ela também produz vídeos e podcast no YouTube para tratar sobre o assunto. Especialistas alertam, entretanto, que o conteúdo online não deve substituir o acompanhamento clínico. "As redes ajudam a melhorar esse sentimento de solidão, injustiça. Você entende que não está sozinho no mundo. Mas não pode substituir o processo transformativo. Se você começa a se identificar em alguma situação, procure ajuda. Não deixe que isso se torne um tema central da vida, porque há o risco de querer se encaixar em todas as situações e atrair todos os outros problemas para validar", explica Dunker. O psicanalista alerta que, nas comunidades, muitas pessoas podem acabar confundindo um relacionamento conturbado ou uma frieza da mãe com algum transtorno psicológico. Para quem acha que pode estar numa casa onde acontece esse tipo de abuso e não consegue ter um acompanhamento, o conselho é tentar entender que existe um problema na relação e que não é sua culpa. "Mesmo que ninguém à sua volta esteja te validando, mantenha-se verdadeiro a si mesmo. Tenha um diário para relatar essas situações, leia a respeito para que, quando você tiver autonomia financeira, seja mais fácil de se libertar", orienta Michele Engelke. Os sinais de que uma pessoa pode ter o Transtorno de Personalidade Narcisista incluem nunca mudar de opinião e não ouvir os outros; ser carinhosa na frente de outras pessoas e ter um comportamento totalmente diferente quando está a sós; ter uma reação exacerbada a críticas; e exigir ser reconhecida pelos seus atos. Todas essas reações acabam levando a abusos psicológicos e físicos. Para Karina, Julia e Larissa, o distanciamento completo da mãe foi essencial para que eles recomeçassem a vida. Entenderam que sofreram abusos e se permitiram buscar um acompanhamento psicológico. Segundo os especialistas, dependendo do nível de conflito na relação, o "contato zero" de fato acaba se tornando a única solução. Em comum, as três também dizem que não querem ter filhos. "Foi tão traumático que o meu maior medo é ter um filho e repetir esse comportamento com ele, mesmo não querendo", ilustra Karina. Para Michelle Engelke, que introduziu o tema a diversas "filhas" de narcisistas que participam das comunidades nas redes sociais no Brasil, está mais do que na hora de conversar a respeito disso: "A mãe não é um ser sagrado. Ela é mãe, mas pode cometer erros e ser abusiva". *Os nomes foram trocados para proteger a identidade das entrevistadas Veja Mais