Meu Feed

Últimos dias

QUEM É O RESPONSÁVEL PELA CRISE DO SÃO PAULO? Assunto é tema no "Debate Final"

QUEM É O RESPONSÁVEL PELA CRISE DO SÃO PAULO? Assunto é tema no

Fox Sports Brasil Durante o programa, nossos comentaristas analisaram as contratações feitas pelo time paulista durante o ano e a 'postura' do presidente acerca do momento que vive o tricolor. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #SãoPaulo #Tricolor #FOXAOVIVO Veja Mais

Joice diz que assinaturas para partido de Bolsonaro serão checadas

O Tempo - Política Segundo a ex-líder do PSL no Congresso, a criação de uma nova legenda não pode 'ser feita no tapetão' Veja Mais

Taylor Hawkins revela pior show do Foo Fighters: “fomos vaiados”

Taylor Hawkins revela pior show do Foo Fighters: “fomos vaiados”

R7 - Música Foo Fighters em 2005 por Danny Clinch Tenho Mais Discos Que Amigos Foto por Danny Clinch Taylor Hawkins abriu o jogo sobre um dos piores momentos do Foo Fighters, Em entrevista recente (via NME), o baterista afirmou que a banda estava em uma fase bastante ruim nos anos 2000, quando entrou em turnê com o Red Hot Chili Peppers. Antes de gravar o disco One By One (2002), o grupo quase chegou ao fim, como Dave Grohl revela em um documentário de 2011. Quando questionado sobre a pior apresentação, o músico falou sobre a relação entre os Foos e o Red Hot. Ah meu Deus, o pior show de todos os tempos? Estávamos abrindo para o Chili Peppers. Isso aconteceu nos anos 90, no final dos anos 90, talvez em 2000. E nós decidimos, já que era o último show [da turnê]... antes de tudo, jogamos mil bolas de golfe em suas cabeças e depois macarrão... tipo em todo mundo da banda… [...] Eles levaram isso na esportiva. Chad [Smith, baterista] ainda é um dos meus melhores amigos. Hawkins ainda continuou, falando sobre a apresentação que o Foo Fighters fez antes do RHCP. Ficamos tão chapados antes de subir ao palco que nem conseguimos tocar. Eu acho que nós literalmente tocamos três músicas e depois nos deitamos no palco. As pessoas estavam vaiando, foi realmente um ponto baixo. Que bom que essa fase passou, hein? Taylor Hawkins Vale lembrar que o baterista acaba de lançar Get The Money, seu novo disco solo. Veja Mais

Votação da PEC 2ª instância fica para próxima semana - 12/11/19

Votação da PEC  2ª instância fica para próxima semana - 12/11/19

Câmana dos Deputados Acordo encerra obstrução na CCJ mas votação da PEC que garante o cumprimento da pena após condenação em segunda instância fica para a semana que vem. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Disney+: documentário mostra imagens inéditas das séries do MCU

Disney+: documentário mostra imagens inéditas das séries do MCU

Tecmundo A estreia do Disney+ contou com um grande catálogo de clássicos e alguns lançamentos, como A Dama e o Vagabundo e The Mandalorian. E, apesar de não apresentar um filme ou série original e inédita, o Marvel Studios lançou um mini-documentário, para detalhar melhor suas produções para a plataforma.Com o título de Marvel Studios: Expanding the Universe (Marvel Studios: Expandido o Universo), o documentário traz algumas entrevistas feitas durante a última D23, em agosto. Também há informações novas, feitas especialmente para o documentário, além de um resumo de todas as produções já anunciadas.Leia mais... Veja Mais

Senadora de oposição a Morales se declara presidente da Bolívia

O Tempo - Mundo Jeanine Añez se proclamou nesta terça-feira (12) presidente interina em uma sessão legislativa que não contava com o quórum em nenhuma das Câmaras Veja Mais

Disney+ enfrenta problemas técnicos e de login em seu lançamento

Disney+ enfrenta problemas técnicos e de login em seu lançamento

Tecmundo O Disney+, serviço de streaming da The Walt Disney Company, finalmente estreou nos Estados Unidos e Canadá, após um período de testes nos Países Baixos. O que era momento de festa para a empresa e seus fãs acabou por trazer dor de cabeça aos envolvidos, já que muitos reclamaram não conseguirem acessar suas contas ou conteúdos do serviço.Algumas horas após o seu lançamento, o Disney+, que estava funcionando em vários aparelhos, como smartphones, consoles e computadores, começou a apresentar erros na hora de permitir o login de usuários. Os problemas fazem sentido devido à alta demanda de usuários, principalmente conforme a madrugada passou e mais pessoas tentaram acessar o serviço durante a manhã.Leia mais... Veja Mais

SUS lança banco de dados nacional de usuários “Conecte SUS” - 12/11/19

SUS lança banco de dados nacional de usuários “Conecte SUS” - 12/11/19

Câmana dos Deputados A Subcomissão Especial de Cidades Inteligentes debateu o programa Conecte SUS, lançado pelo Ministério da Saúde para tornar mais eficiente o atendimento na rede pública, com a criação de um banco de dados unificado com informações de todos os usuários do sistema. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Agora você pode seguir assuntos no Twitter como se fossem perfis

Agora você pode seguir assuntos no Twitter como se fossem perfis

canaltech O Twitter apresentou uma nova ferramenta para seguir assuntos mais facilmente na rede social. O recurso chamado de Tópicos permite que o usuário acompanhe um determinado assunto, seguindo-o como se fosse um perfil. Em comunicado, o Twitter explicou que, nos próximos meses, vão aparecer nas timelines sugestões de assuntos que se pode seguir. No exemplo apresentado pela empresa, há uma indicação para seguir informações sobre o time de futebol Atlanta United. Ícone aparece automaticamente para usuário acompanhar um assunto (Foto: Divulgação/Twitter) “Quando você escolhe seguir um tópico - seja sua banda, time ou celebridade favorita -, você verá Tweets de várias contas que são de especialistas e fãs ou que apenas falam muito sobre aquilo no Twitter”, diz o comunicado. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- A empresa explica que a proposta é facilitar. Antes, para acompanhar tudo que se comentava sobre um determinado assunto, era preciso seguir várias pessoas. Com a mudança, as informações aparecem na timeline sem que seja preciso seguir o autor daquele tweet. Informações aparacem em meio a outras contas de usuários (Foto: Divulgação/Twitter) As indicações de Tópicos que você pode seguir serão feitas com base no que você mais gosta ou já acompanha na rede social. Ou seja, serão feitas com base em algoritmo. “Espere ver essas sugestões na sua linha do tempo e nas pesquisas nos próximos meses. E, à medida que soubermos o que mais lhe interessa, as sugestões de tópicos devem ficar ainda melhores”, conta o comunicado. A indicação de Tópicos também vai aparecer nas opções de busca da plataforma. Segundo a empresa, a novidade ainda não está disponível mundialmente, mas deve ser adicionada em breve para todos os usuários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

CT News - 12/11/2019 (WhatsApp já permite realizar pagamentos no app)

CT News - 12/11/2019 (WhatsApp já permite realizar pagamentos no app)

canaltech Agora dá para fazer pagamentos pelo WhatsApp // Lista de apps maliciosos da Play Store tem até supostos antivírus // Fim dos likes no Instagram reduziu engajamento // Novo trailer de Sonic mostra nova cara do ouriço // Chuva de meteoros artificiais acontecerá em breve Ouça ao podcast. Veja Mais

Lucro da MRV cai 8% no 3º trimestre, sob efeito do Minha Casa Minha Vida

G1 Economia Construtora de imóveis residenciais registrou lucro líquido de R$ 160 milhões no período. A MRV teve lucro líquido de R$ 160 milhões no terceiro trimestre, queda de 8% com relação ao mesmo período do ano passado, informou nesta terça-feira (12) a construtora de imóveis residenciais. O resultado foi impactado com paralisação de repasses para imóveis do programa Minha Casa Minha Vida durante praticamente todo o trimestre, que fez a MRV ter uma queima de caixa de R$ 198 milhões, ante uma geração de 241 milhões um ano antes. Ebitda da MRV foi de R$ 248 milhões MRV/Divulgação A companhia apurou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 248 milhões, alta de 4,2% na base anual. Analistas, em média, esperavam lucro líquido de R$ 184,6 milhões e Ebitda de R$ 257,5 milhões, segundo dados da Refinitiv. Segundo o balanço, com a paralisação nos repasses do MCMV, parte das vendas da empresa feitas no trimestre passado acabou não sendo registrada no período. Com isso, o número de unidades repassadas entre julho e setembro despencou 32,5%, para 7.266. Além disso, a companhia voltou a citar maior rigor na concessão de crédito pelos bancos financiadores, o que forçou "uma flexibilização das condições comerciais" e contribuiu para a queda da margem bruta, de 33% para 29,5%. A companhia também citou entre os impactos na margem bruta "um significativo aumento" no preço do aço e do concreto e afirmou que os novos patamares de custos de material serão mantidos. "Não esperamos um movimento de reversão nestes itens", afirmou a MRV, sem detalhar valores. Como forma de conter parte dos custos, a empresa afirmou no balanço que está substituindo mão-de-obra terceirizada por própria, que atingiu no terceiro trimestre 70% do pessoal, esperando conseguir com isso melhor qualificação dos funcionários e melhoria em produtividade. A MRV informou ainda que vai pagar em 27 de novembro primeira parcela, no valor de R$ 163,95 milhões, de dividendo extraordinário aprovado em abril. Ao todo, a empresa afirma que vai pagar R$ 1,11 por ação em dividendos relativos a 2018, correspondendo a um yield de 7%. Veja Mais

BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros!

BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros!

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. A Xiaomi já se tornou uma das marcas favoritas dos brasileiros quando o assunto são smartphones e, entre os "queridinhos" da chinesa aqui no Brasil, estão nomes como os Redmi Note 8 e o Mi 9 Lite, que oferecem recursos bem legais por preços bastante acessíveis. E você já sabe que não precisa mais importar aparelhos da China para comprar um Xiaomi aqui em nosso país, né? Afinal, a plataforma nacional da Amazon vende os produtos da chinesa, todos já com estoque em território nacional. Ou seja: você paga direto em reais pelo preço final, sem taxas relacionadas ao processo de importação, recebe o produto rapidinho em sua casa, paga pouco pelo frete (e muitas vezes o frete é grátis), pode parcelar em até 10x sem juros no cartão de crédito, e ainda conta com a Garantia A a Z, que o protege contra eventuais contratempos envolvendo o envio ou o estado do produto recebido. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Sobre o Redmi Note 8 Mantendo a tradição da linha Redmi, que é oferecer a melhor relação custo-benefício possível em seus lançamentos, o Note 8 agrada a vários públicos um tanto quanto exigentes, incluindo quem gosta de jogar casualmente pelo celular e quem aprecia um bom conjunto de câmeras. A tela aqui é uma IPS LCD de 6,3 polegadas com resolução Full HD e, por dentro, o aparelho conta com o poder do chipset Snapdragon 665 de oito núcleos, aliado a GPU Adreno 610, bateria de 4.000 mAh (com suporte a carregamento rápido) e opções com 4 GB e 6 GB de RAM, além de 64 GB e 128 GB de armazenamento — com possibilidade de expansão a até 256 GB via cartão microSD. Na traseira, você tem aqui uma câmera quádrupla, com os seguintes sensores: wide de 48 megapixels, ultrawide de 8 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade com mais 2 MP. Então você consegue tirar fotos com o smartphone que até parecem terem saído de uma câmera profissional, e ainda grava vídeos em 2160p a 30 quadros por segundo, em 1080p a 30, 60 ou 120 fps, e em 720p a 960 fps. Para selfies, a câmera única oferece 13 megapixels com HDR e gravação em 1080p a 30 fps. Opções para comprar o Redmi Note 8 no Brasil: Na cor preta, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 999 Na cor preta, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.239 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.039 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.249 Na cor branca, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.059 Na cor branca, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.239 Sobre o Mi 9 Lite O Mi 9 Lite foi lançado no mês de setembro e tem display AMOLED de 6,39 polegadas com resolução Full HD, chipset Snapdragon 710 de oito núcleos, 6 GB de RAM, 64 GB ou 128 GB de armazenamento, e bateria de 4.030 mAh. Então ele tem especificações um pouco melhores do que as do Mi 9 SE, que é o mais basiquinho de sua linha, mas também não chega a ser tão parrudo quanto os demais Mi 9 — ou seja, é perfeito para quem busca um bom intermediário por um preço bastante justo. Na traseira, há três sensores com 48, 8 e 2 megapixels, enquanto a câmera frontal tem 32 MP. Os vídeos saem em 4K, também. Opções para comprar o Mi 9 Lite no Brasil: Na cor branca, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.459 Na cor branca, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.579 Na cor azul, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.459 Na cor azul, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.549 Na cor preta, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.499 Na cor preta, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.599 Quer frete grátis para qualquer lugar do Brasil e sem valor mínimo de compra? Parece bom demais para ser verdade, mas pode acreditar, pois isso é possível: estamos falando do Amazon Prime, serviço por assinatura que, além de permitir comprar qualquer produto identificado com o selo "Prime" sem pagar nada pelo frete — e sem valor mínimo de compra —, ainda oferece uma série de outras vantagens em um verdadeiro "combo" de serviços! Assinantes Prime recebem suas compras mais rapidamente e também ficam sabendo de ofertas relâmpago antes de todo mundo, antes que elas sejam disponibilizadas no site. E as vantagens continuam: o Amazon Prime também dá acesso a serviços de entretenimento como o Prime Video (concorrente da Netflix, com conteúdos originais e exclusivos), o Prime Music (concorrente do Spotify), Prime Reading (com muitos livros e revistas digitais) e Twitch Prime (versão premium da plataforma de streaming de games). Ou seja: por um valor fixo mensal, você tem acesso a tudo isso e ainda tem vantagens na loja virtual! Mas agora vem uma notícia melhor ainda: os primeiros 30 dias de assinatura são gratuitos, e você pode cancelar a qualquer momento sem nenhum tipo de multa. A assinatura mensal custa R$ 9,90 após o período grátis, e se você já se apaixonar pelo serviço durante os primeiros dias de teste, pode escolher a assinatura anual de R$ 89,90 — fazendo isso, você economiza 25% em comparação com o pagamento mensal! Clique aqui e seja você também assinante do Amazon Prime! *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no WhatsApp e também do grupo no Telegram para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Prazo máximo para aprovação do projeto que garante o 13º será em dezembro

O Tempo - Política Parlamentares contestam informação do governo e dizem que houve um acordo prévio entre o Palácio Tiradentes e a ALMG Veja Mais

Como o Uber sobrevive com prejuízo de US$ 1,2 bilhão e sem nunca ter dado lucro?

G1 Economia O último informe trimestral da empresa de transporte compartilhado mostrou que sua renda havia subido muito, mas suas perdas e ações caíram até 7%. O Uber já está há dez anos no mercado e continua perdendo dinheiro Andrew Kelly/Reuters Os investidores do Uber têm esperado pacientemente um retorno de investimento. A julgar pelo último informe trimestral, contudo, terão de esperar um pouco mais. O aplicativo de transporte compartilhado que expandiu para o delivery de comida já está há 10 anos em um crescente mercado global e segue perdendo dinheiro. Embora sua clientela tenha crescido e sua renda melhorado, o balanço segue sendo negativo. As últimas cifras destacam que a receita da empresa subiu quase 30%, chegando a US$ 3,8 bilhões. Mas o prejuízo líquido ainda está em quase US$ 1,2 bilhão. O Uber permite que passageiros e motoristas se deem notas. Que nota a empresa receberia hoje? Fim dos subsídios? É preciso levar em conta que a atividade principal do Uber é providenciar um software que elimina intermediários. Essa tecnologia reduz muito os custos — comparando com os serviços tradicionais de táxis, por exemplo —, mas não é o suficiente. "À medida que passa o tempo, essa tecnologia ficou à disposição de quase todos, incluindo as empresas de táxi, e isso minimiza a vantagem do Uber", diz à BBC Adam Leshinsky, autor de Wild Ride: Inside Uber's Quest for World Domination (Corrida Selvagem: Por Dentro da Busca do Uber pela Dominação Mundial, em tradução livre). "O que o Uber tem é um tamanho gigante e facilidade de uso", afirma. A empresa cresceu se tornando competitiva nos mercados onde opera porque subsidia as viagens. Leshinsky acredita, no entanto, que isso deve acabar. "A principal maneira que Uber e seus competidores, como o Lyft, poderiam fazer dinheiro é se sua competição brutal de preços acabasse. Atualmente, subsidiam suas viagens em muitos mercados ao redor do mundo, e o fizeram durante muitos anos. Se seus preços subirem, terão melhores perspectivas de lucro", considera o autor. Ao mesmo tempo, no entanto, se os preços subissem, o Uber não gozaria de uma base de clientes tão grande, porque esse é seu forte. Mas Leshinsky considera que o Uber terá muita dificuldade para conseguir benefícios no futuro. "Se chegarem a registrar lucro, isso virá em troca de crescimento. Já estão tratando de cortar gastos. Quanto mais cortarem os gastos, mais difícil será desenvolver o negócio." Problemas laborais e de concorrência Por outro lado, a empresa já foi criticada por seu pagamento aos motoristas e o seu tratamento aos funcionários — e se são de fato funcionários da empresa ou não. Isso implicou uma luta constante com reguladores e legisladores. Na Califórnia, um dos principais mercados do Uber, uma lei que exige que a empresa trate motoristas como funcionários foi aprovada. O Uber está lutando para conseguir uma isenção. "Se não conseguirem e tiverem de pagar seus motoristas como funcionários ou restringir as horas que trabalham, será outra razão pela qual terão dificuldades de fazer dinheiro", observa Leshinsky. O outro desafio da empresa, naturalmente, é a concorrência. "Sempre haverá alguém que chegue oferecendo algo mais atraente, tanto aos motoristas como aos consumidores, o que reduzirá sua fatia no mercado", afirma à BBC Peter Morici, professor de economia da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos. "Minha opinião é que será um espaço onde por muito tempo será muito difícil de fazer dinheiro." Nos Estados Unidos, há alternativas como Lyft, e na Europa, Via, que se baseia em vários passageiros compartilhando um mesmo veículo. "Ao contrário do Uber, não exploraram outras áreas como a de veículos automatizados, nem tentaram entrar na América Latina", assinala Morici. Uma considerável fonte de problemas para o Uber têm sido suas quatro divisões que também estão perdendo dinheiro. Por exemplo, o Uber Eats — serviço de delivery de refeições — é a segunda divisão mais importante da empresa, representando 17% da renda. Ela registrou um crescimento de 64%, mas mesmo assim suas perdas foram 67% mais altas que o ano passado. O modelo Amazon Para uma empresa de tecnologia que teve tantos problemas, a promessa do diretor executivo do Uber, Dara Khosrowshahi, de que a empresa reportaria ganhos para 2021 pode gerar dúvidas. O diretor executivo do Uber, Dara Khosrowshahi, prometeu que a empresa geraria lucro em 2021 Andrew Kelly/Reuters Mas outras empresas no passado investiram grandes quantidades de dinheiro com o objetivo de conseguir uma competitividade futura. Um dos exemplos óbvios é a Amazon, que levou muito tempo para registrar lucros, embora suas perdas se devessem ao que a empresa investia em construção de infraestrutura, como armazéns. No caso do Uber, os especialistas se perguntam se os subsídios e investimentos estão de fato contribuindo para criar uma crescente clientela leal e um sistema mais forte, necessários para garantir ganhos. O professor Peter Morici e Adam Leshinsky concordam que mais empresas entrarão nesse mercado de transporte compartilhado. Leshinsky, no entanto, vaticina que todas se fundirão em um só produto. "Não sei quando nem como será, mas tenho bastante certeza de que o futuro será assim, e vamos rir desse período intenso e desordenado em que nos encontramos." Veja Mais

Dia dos Solteiros: veja números e dados da maior data de vendas do mundo

G1 Economia Data promovida pela Alibaba na China registrou pelo menos US$ 38,4 bilhões em vendas. Celebrar a 'solteirice' comprando um presente para si mesmo: com essa premissa, acontece na China a maior data de vendas do mundo. Este ano, foram pelo menos US$ 38,4 bilhões gastos na data, comemorada nesta segunda-feira (11). O dia foi escolhido pela sequência de números '1': 11/11. Similar à Black Friday e à Cyber ​​Monday nos Estados Unidos, o Dia dos Solteiros é promovido como um festival de compras pelo presidente e CEO da Alibaba, Daniel Zhang, desde 2009, crescendo rapidamente e se tornando o maior evento de vendas online do mundo. Outras marcas de internet, no entanto, também aderiram à operação. A cantora norte-americana Taylor Swift, no show de abertura do Dia dos Solteiros deste ano. Reuters/Stringer O show de abertura deste ano – que acontece na hora que antecede o início das vendas – teve a cantora norte-americana Taylor Swift como atração principal, além de vários cantores chineses. O frenesi das compras é mais importante do que o registrado durante a "Black Friday", a sexta-feira seguinte ao feriado de Ação de Graças em novembro nos Estados Unidos, onde as liquidações atraem milhões de pessoas. Veja alguns números e dados sobre a data de compras na China Vendas em 2019: US$ 38,4 bilhões Crescimento em relação a 2018: 26% Tempo para atingir US$ 1 bilhão em vendas: 68 segundos Volume de vendas em uma hora: US$ 12,01 bilhões Marcas participantes: mais de 200 mil Ordens de entrega geradas: mais de 1,3 bilhão Marcas com mais de 100 milhões de iuans (US$ 14,3 milhões) em vendas: 299 Marcas com mais de 1 bilhão de iuans (US$ 143 milhões) em vendas: 15, incluindo Apple, Bose, Gap, H&M, Nestlé e Nike Unidades de batom MAC edição limitada vendidos em cinco minutos: 60 mil Vendas da Estée Lauder em 25 de pré-vendas: US$ 70 milhões Produtos mais populares: suplementos alimentares Veja Mais

Pabllo Vittar grava videoclipe de 'Amor de Que' em São Paulo; veja foto

O Tempo - Diversão - Magazine A faixa integra a primeira parte do álbum '111', que será lançado em breve Veja Mais

Star Wars: cena com Han Solo e Greedo é modificada no Disney+

Star Wars: cena com Han Solo e Greedo é modificada no Disney+

Tecmundo Quem atirou primeiro? Han Solo ou Greedo? O velho debate entre os fãs de Star Wars está de volta. Isso porque a versão do filme Uma Nova Esperança (1977) disponibilizada no Disney+ modifica mais uma vez a famosa troca de tiros entre os mercenários.A versão original lançada nos cinemas mostrava apenas o personagem de Harrison Ford atirando contra o alien. Em 2004, na edição feita para DVD, a cena passou a mostrar os dois personagens apertando o gatilho ao mesmo tempo e o anti-herói desviando do tiro. Leia mais... Veja Mais

Apple libera beta 2 do iOS 13.3, que permite desativar teclado de Memoji

Apple libera beta 2 do iOS 13.3, que permite desativar teclado de Memoji

canaltech Uma semana depois de liberar o primeiro beta da versão 13.3 do iOS, a Apple solta mais uma pequena atualização para os desenvolvedores. O tvOS 13.3 beta 2 também está disponível, assim com o watchOS 6.1.1. Pouca coisa mudou desde a semana passada, quando havia a expectativa de finalmente começarem a ser liberados alguns recursos anunciados na WWDC, em junho, e que ainda não estão disponíveis na versão 13.2 do sistema operacional de iPhone e iPad. Há uma nova opção para desativar a aba de Memoji no teclado. O aguardado recurso Communication Limits também apareceu, via Screen Time. O tvOS 13.3 beta 2 já traz de volta a funcionalidade “Up Next”, com a fila aparecendo na parte superior da tela, no app de televisão. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Por enquanto, essas foram as principais mudanças encontradas pelos primeiros usuários a testarem as novas versões dos sistemas da Apple. Se você está no programa de testadores beta como desenvolvedor, pode checar por atualizações nos seus dispositivos, caso ainda não tenha recebido nenhuma notificação. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Samsung presenteia menino que fez trabalho em loja de shopping com tablet Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Neonazistas têm dados, mensagens e fotos vazadas e publicadas online Veja Mais

Snapdragon 865 será 20% mais potente que o 855, indica vazamento

Snapdragon 865 será 20% mais potente que o 855, indica vazamento

Tecmundo A nova geração de processadores da Qualcomm pode estar bem por perto — e, mais uma vez, a China foi responsável por trazer mais informações sobre o assunto. Segundo um usuário responsável por outros vazamentos certeiros na rede social Weibo, o Snapdragon 865 será 20% mais potente que o seu antecessor 855. E tudo isso já reflete nas escolhas técnicas da empresa.Segundo o vazamento, o novo chip terá oito núcleos de processamento e uma GPU Adreno 650. O chip também contará com uma Cortex A77 rodando a 2,84 GHz e mais três na frequência de 2,42 GHz. Para as tarefas menos exigentes, o 865 contará com quatro núcleos A55 rodando a 1,8 GHz. Juntando tudo isso, é esperado que o desempenho de CPU seja 20% maior que o modelo anterior.Leia mais... Veja Mais

John Legend é eleito o homem mais sexy do mundo pela revista 'People'

G1 Pop & Arte 'Estava animado, mas estou um pouco assustado ao mesmo tempo porque é muita pressão', afirmou cantor à publicação. John Legend canta para o público do Palco Sunset Alexandre Durão/G1 O cantor John Legend foi eleito o homem mais sexy do mundo pela revista "People" nesta terça-feira (12). O pianista de R&B e soul de 40 anos é conhecido por canções como "All of me" e "Preach". "Estava animado, mas estou um pouco assustado ao mesmo tempo porque é muita pressão", afirmou cantor à publicação. "Todo mundo vai ficar me analisando para ver se sou sexy o suficiente para ganhar esse título. Estou seguindo Idris Elba, o que não é justo e não é legal comigo", brincou Legend, em referência ao escolhido de 2018. O cantor também é famoso por ser uma das poucas pessoas no mundo a conquistar um EGOT, nome dado ao conjunto das quatro premiações mais importantes das artes nos Estados Unidos: Emmy (televisão), Grammy (música), Oscar (cinema) e Tony (teatro). "Meu segredo foi revelado. Atingi meu sonho de ter transado com o homem mais sexy do mundo da 'People'!! Que honra!!!!!", escreveu a modelo Chrissy Teigen, casada com Legend, no Twitter. Initial plugin text Veja Mais

The Mandalorian: 1º episódio termina com participação inesperada

The Mandalorian: 1º episódio termina com participação inesperada

Tecmundo Atenção! Este texto contém spoilers de The Mandalorian. O lançamento do Disney+ chegou com o primeiro episódio de The Mandalorian, e a série já começou com uma participação inesperada: um bebê da mesma espécie do Yoda. O personagem aparece no final do episódio, e é a primeira recompensa que o mandaloriano interpretado por Pedro Pascal vai atrás.Leia mais... Veja Mais

Câmara é Notícia 21h | 12/11/2019

Câmara é Notícia 21h | 12/11/2019

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho critica programa do governo para estimular a contratação de jovens

G1 Economia Entidade diz que medidas voltadas a pessoas de 18 a 29 anos limitam a atuação do Ministério Público do Trabalho e também é contra mudar pontos importantes da lei por medida provisória. Mudanças estão em vigor porque a MP foi publicada no 'Diário Oficial' nesta terça-feira (12), mas ela ainda precisa ser aprovada pelo Congresso. Programa do governo de incentivo à contratação de jovens gera discussão jurídica O pacote anunciado nesta segunda-feira (11) pelo governo cria uma nova modalidade de contratação para jovens de 18 a 29 anos, com mudanças na lei. O empregado pode receber todo mês no contracheque uma parte das férias e do 13º salário. A multa do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para demissão sem justa causa, que vai direto para o trabalhador, pode cair de 40% para 20%. Para incentivar a contratação pelas empresas, elas vão pagar menos imposto – a redução será de cerca de 30%. A contribuição para o FGTS cai de 8% para 2% e acaba a contribuição patronal para o INSS, para o sistema S e salário-educação. As empresas poderão contratar até 20% dos funcionários nessa modalidade, pagando, no máximo, um salário mínimo e meio – R$ 1.497. A equipe econômica estima que o programa vai provocar, em cinco anos, uma queda de R$ 10 bilhões na arrecadação. Para compensar, o governo decidiu cobrar contribuição previdenciária de quem recebe seguro-desemprego – isso vai valer para todos os trabalhadores, não apenas para os jovens. Esse tempo vai passar a contar para a aposentadoria. Quem é demitido sem justa causa recebe o seguro sem a cobrança do INSS. Com a medida provisória, vai passar a receber o valor já com o desconto – de 7,5% a 14% –, de acordo com o valor do benefício. Com isso, o governo prevê uma arrecadação de até R$ 12 bilhões. Essas mudanças já estão em vigor porque a medida provisória foi publicada no "Diário Oficial da União" nesta terça-feira (12). Mas a MP ainda precisa ser aprovada pelo Congresso. Especialistas alertam: na prática, o texto do governo criou um novo código de trabalho e deve enfrentar resistência. A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) diz que a medida limita a atuação do Ministério Público do Trabalho. A associação também é contra mudar pontos tão importantes da lei por medida provisória. "Jamais se viu uma medida provisória que invadisse o espaço da legislação complementar e ordinária como essa. No caso dos 40% do FGTS, é a própria Constituição que prevê como uma medida de limitar a dispensa arbitrária ou sem justa causa. E a Constituição diz que esse tema sempre vem por lei complementar. E o que se fez? Uma medida provisória", disse Noêmia Garcia Porto, presidente da Anamatra. "No caso previdenciário, da mesma forma: o que se está criando é um novo fator de contribuição previdenciária inédito e isso por medida provisória. Tudo isso viola o artigo 62 da Constituição do Brasil." O secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, disse que o governo não está desrespeitando os direitos do trabalhador. "Os temas que foram colocados nessa medida provisória são temas que foram discutidos por bastante tempo dentro do governo e já constaram, inclusive, dentro de discussões do Congresso Nacional", afirmou. "Não se trata de uma reforma trabalhista. Trata-se de aperfeiçoamentos na legislação que visam, mais uma vez, melhorar a empregabilidade do jovem no momento em que o Brasil ainda luta para sair da pior recessão econômica da sua história." O sociólogo José Pastore, especialista em relações de trabalho, fez os cálculos e descobriu que um jovem contratado pelas regras da carteira verde amarela pode custar quase a metade de um trabalhador com as leis atuais. "O saldo é o seguinte: nesse nicho do jovem, ela vai ajudar. Agora, é lógico, ela não pode resolver o problema dos 12 milhões de desempregados. Isso vai depender de muito investimento, de muito crescimento econômico, por vários anos a fio – não é coisa rápida", afirmou Pastore, que é professor de relações do trabalho na Universidade de São Paulo (USP). "Agora, existe um nicho que tem dificuldades específicas, que é um jovem, sem experiência. Vamos dar uma ajuda pra ver se ele se encaixa." Initial plugin text Veja Mais

Teorias do Saber - Ensino Militar | Episódio 2

Teorias do Saber - Ensino Militar | Episódio 2

Câmana dos Deputados Neste segundo episódio o programa aborda o Ensino Militar, contando como funcionam os Colégios Militares ligados às forças armadas e, paralelamente, acompanhando a implantação do modelo cívico-militar nas escolas públicas do Distrito Federal. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Apple TV+ pode contratar ex-CEO da HBO para produção de conteúdo original

Apple TV+ pode contratar ex-CEO da HBO para produção de conteúdo original

canaltech A Apple, que enfrenta a concorrência pesada de veteranos na indústria do entretenimento, corre para montar um time experiente nesse setor. Além dos vários talentos que já alistou para o início do Apple TV+, a companhia agora busca um reforço de peso para a produção de conteúdo original: Richard Plepler, ex-CEO da HBO, que conversa com a Maçã sobre sua possível integração. “É um acordo que pode ser fechado nas próximas semanas”, adiantou uma fonte do The Wall Street Journal. Plepler e sua nova empresa, a RLP & Co., seria responsável por produzir novos títulos exclusivos para o serviço de streaming. Os boatos são quentes, pois também foram parar no Hollywood Reporter e no Deadline. Richard Plepler (Imagem: Reprodução/AP Photo/ Matt Sayles) Plepler renunciou ao seu antigo cargo na HBO em fevereiro deste ano, após a aquisição da Time Warner pela AT&T — agora conhecida como WarnerMedia. Ele entrou na rede de TV a cabo premium em 1992 e se tornou CEO em 2012. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Pepler pode ajudar o Apple TV+ a ter um carro-chefe Embora o Apple TV+ tenha demonstrado bons números na estreia e até mesmo tenha renovado quatro séries que podem ser consideradas seus grandes diferenciais, Dickinson, For All Mankind, The Morning Show e See não têm a força de Game of Thrones, da HBO; de Stranger Things, da Netflix; ou dos títulos derivados de Star Wars e do Marvel Studios, do Disney+. Então, Plepler poderia ajudar a Maçã a encontrar seus próprio flagship. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Sob o comando de seu ex-CEO, a HBO ganhou vários prêmios com Game of Thrones e Big Little Lies e construiu sua reputação na indústria do entretenimento, por estar comprometida com uma programação de TV de prestígio para o horário nobre do domingo à noite. Basicamente, Plepler deixou sua ex-firma porque a AT&T queria um número muito maior de conteúdo original do que ele tem em mente para conseguir trabalhar bem. Big Little Lies (Imagem: Divulgação/HBO) Ter Plepler sob sua aba seria uma ótima maneira de a Apple enfrentar os rivais na próxima temporada — e até mesmo uma forma de transitar com mais facilidade nos corredores do Oscar ou do Emmy. A Netflix já fechou acordos de exclusividade com Shonda Rhimes (Grey’s Anatomy) e Ryan Murphy (American Crime Story, Glee) e o HBO Max assinou um contrato de centenas de milhões de dólares com J.J. Abrams (Star Wars). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Saque imediato do FGTS: Senado aprova MP para trabalhador sacar até R$ 998; texto vai à sanção

G1 Economia Valor equivale ao atual salário mínimo. Pela proposta, regra só valerá para quem tiver saldo de até R$ 998 na conta vinculada ao fundo de garantia. O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (12) a medida provisória (MP) que cria novas modalidades de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O texto segue para sanção presidencial. O projeto libera o saque imediato de até R$ 998, um salário mínimo, do FGTS. Inicialmente, o valor estabelecido pela MP foi de R$ 500. Deputados e senadores alteraram esse valor na comissão mista que analisou a proposta. Tire suas dúvidas sobre os saques do FGTS Saiba tudo sobre os saques do FGTS A nova regra sugerida pelo relator, deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), valerá para o trabalhador que tiver saldo máximo de R$ 998 na conta vinculada ao FGTS até a publicação da medida provisória editada em julho e que liberou os saques. O FGTS é uma conta vinculada ao contrato para proteger o trabalhador, caso ele seja demitido sem justa causa. No início de cada mês, as empresas depositam, em contas da Caixa Econômica Federal, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. Esse dinheiro pertence ao trabalhador, é depositado em seu nome. Em julho, o governo editou a medida provisória, criando o saque imediato e o saque-aniversário. entenda as diferenças entre o saque imediato e o saque-aniversário No imediato, quem tem conta ativa (emprego atual) ou inativa (emprego anterior) do FGTS pode sacar até R$ 500. Este valor é por conta e é limitado pelo saldo. A regra já está valendo. Para quem tem conta poupança na Caixa, o crédito já entrou automaticamente. Para quem não tem, há um calendário que leva em conta a data de nascimento do trabalhador. Caso a mudança seja sancionada pelo presidente da República, os clientes que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram os R$ 500, poderão sacar os R$ 498 restantes. O saque-aniversário, modalidade diferente da primeira, entrará em vigor apenas em 2020. Neste caso, o trabalhador poderá retirar parte do FGTS todos os anos, no mês do seu aniversário. Hoje, o FGTS pode ser sacado apenas em algumas situações, como, por exemplo: compra da casa própria, aposentadoria e demissão sem justa causa. Monopólio da Caixa mantido O FGTS é administrado por um conselho, composto pelo governo federal e por organizações que representam os trabalhadores e as empresas empregadoras. O fundo tem como único agente operador a Caixa, que controla as contas dos trabalhadores. O banco também define as regras de execução de programas de habitação, saneamento e infraestrutura do governo financiados com recursos do FGTS. Antes de apresentar formalmente seu relatório para a comissão, o deputado Hugo Motta declarou que pretendia retirar o monopólio da Caixa e permitir que outros bancos operassem e tivessem acesso aos valores do fundo. Porém, a mudança não foi feita. Ele manteve a Caixa como única operadora e o Senado aprovou este ponto. O projeto diminuiu de 1% para 0,5% ao ano a taxa de administração do FGTS paga à Caixa, que incide sobre o total de ativos. Com isso, a estatal perderá receita. Outros pontos previstos na MP proibição da cobrança de tarifas para movimentações dos recursos das contas do FGTS na Caixa para outros bancos; possibilidade de saque da conta do FGTS caso o trabalhador ou qualquer de seus dependentes tenham doenças raras; consulta e movimentação das contas do FGTS por aplicativo de celular, sem tarifas; obrigatoriedade de transmissão ao vivo, pela internet, das reuniões do conselho que administra o FGTS, sendo que as gravações poderão ser acessadas a qualquer momento no site do FGTS. E necessidade de os membros do conselho curador cumprirem os requisitos da Lei da Ficha Limpa; disponibilização de serviços digitais que permitam a verificação dos depósitos efetuados e o acionamento imediato da inspeção do trabalho em caso de inadimplência do empregador; previsão expressa da possibilidade de o conselho curador estipular limites às taxas cobradas no caso de uso dos recursos do FGTS para aquisição de casa própria. As taxas atualmente praticadas nessa movimentação podem atingir valores de R$ 3 mil por operação. Initial plugin text Veja Mais

A lista dos filmes mais pirateados da semana (12/11/2019)

A lista dos filmes mais pirateados da semana (12/11/2019)

Tecmundo O site Torrent Freak divulgou a lista dos filmes mais baixados ilegalmente na última semana e, apesar de algumas novidades, o Top 10 é bastante similar ao da semana passada. A maior novidade é Dora e a Cidade Perdida, adaptação com atores da animação da Nickelodeon que chegou recentemente aos cinemas brasileiros.Dora e a Cidade Perdida foi lançado nos cinemas americanos há alguns meses, chegando às telas brasileiras apenas na última semana. Sua posição no primeiro lugar do ranking de filmes mais pirateados se deu ao fato de o longa ter sido lançado digitalmente nos EUA, reacendendo seu interesse em vários territórios.Leia mais... Veja Mais

Promotor de Justiça pede blindagem para quem investiga corrupção

O Tempo - Política Cássio Roberto dos Santos Andrade, afirmou durante seminário na Cidade Administrativa, que isto é preciso para evitar que “heróis se tornem vilões” Veja Mais

Caixa reduz juros do cheque especial a 4,99% ao mês, mas para grupo limitado de clientes

G1 Economia Taxa vale para quem tem conta salário no banco e aderiu ao pacote 'Agora sim', que oferece condições especiais e foi lançado em agosto. A Caixa anunciou nesta terça-feira (12) que vai cobrar juros de 4,99% ao mês no cheque especial a partir de 1º de dezembro. Mas a taxa especial só vale para os clientes do banco que têm conta salário e aderiram ao pacote "Agora sim", lançado em agosto e que oferece condições especiais. Segundo a Caixa, para esses clientes, a redução foi de 63% em relação ao que era cobrado para o cheque especial até julho, antes do lançamento do pacote. Para os clientes que têm conta corrente e aderiram ao "Agora sim", a taxa é de 5,94% ao mês, segundo a assessoria de imprensa do banco. O banco não informou a taxa cobrada fora do pacote. Segundo levantamento divulgado pelo Procon-SP, o juro médio do cheque especial para os clientes da Caixa ficou em 9,9% ao mês em novembro – o menor entre os cobrados pelos cinco maiores bancos do país. No geral, a taxa média ficou em 12,75% ao mês. A Caixa anunciou também nesta terça que teve lucro líquido de R$ 8 bilhões no terceiro trimestre, alta de 67% sobre um ano antes. Descontados efeitos extraordinários, o lucro recorrente foi de R$ 4,2 bilhões no período, queda de 14% na mesma comparação. Veja Mais

Instagram testa 'Cenas' no Brasil, nova ferramenta de edição de stories que lembra o TikTok

G1 Pop & Arte 'Cenas' permite adicionar músicas, fazer cortes de imagem e aumentar a velocidade. Com nova função, Instagram tenta concorrer com o TikTok, que tem funcionamento semelhante. Instagram anuncia teste de 'Cenas', novo recurso que permite fazer edição de stories. Divulgação/Instagram O Instagram anunciou que vai testar, exclusivamente no Brasil, uma nova funcionalidade da plataforma. A partir desta terça-feira (12) a empresa lança para os usuários no país a função "Cenas", que vai permitir edições em stories, com cortes de imagens, inclusão de música e mudanças na velocidade dos quadros. Como proteger a privacidade da conta no Instagram Além de poder criar um novo tipo de stories, as "Cenas" também serão exibidas na aba "Explorar", com base nos interesses e nas interações que o usuário já tem. O conteúdo vai ser apresentado de acordo com quem o usuário já segue e nas tendências de interesse da pessoa. 'Cenas', que está sendo testado exclusivamente no Brasil, também terá exibição na aba Explorar. Divulgação/Instagram Como funciona? Para começar a fazer uma "Cena", é só acessar a nova função pela câmera, no mesmo lugar que seria usado para criar os stories. A funcionalidade fica ao lado dos já conhecidos "boomerang" e "live". O conteúdo criado pode ser compartilhado com todos os seguidores, com a lista de melhores amigos ou diretamente com algum contato específico. Veja quais são as ferramentas disponíveis para criar uma "Cena": Música: é possível selecionar uma música que já existe na biblioteca do Instagram; Velocidade: permite acelerar ou diminuir a velocidade dos quadros do vídeo; Temporizador e contagem regressiva: permite ao usuário gravar com as mãos livres ou sincronizar a gravação com a música escolhida; Ferramenta "Fantasma": essa é a função que permite fazer cortes e adicionar novas cenas ao vídeo, com diferentes trechos, que podem ser ordenados. Também é possível revisar o trecho clicando na imagem, ou excluí-lo e gravá-lo novamente. Concorrência com TikTok As funcionalidades lançadas nesta terça são muito semelhantes às da rede social TikTok, da empresa chinesa Bytedance. O TikTok, que já tem mais de 500 milhões de usuários ao redor do mundo, funciona em torno de áudios e músicas, com os usuários usando e reutilizando áudios, com novas interpretações e performances. Brasileiros subvertem TikTok e criam vídeos de 'humor social' No TikTok, o público é mais jovem do que nas redes sociais do Facebook, que é dono do Instagram e também do WhatsApp. Segundo uma pesquisa da consultoria Morning Consult, entre adolescentes de 13 a 16 anos o uso do TikTok já superou o do Facebook — 42% das pessoas nessa faixa usam TikTok, contra 41% do Facebook. Apesar disso, o uso do Instagram é de 79%. Entre os jovens de 17 a 21 anos, o uso do Instagram é de 84%. Pensando em atingir o público mais jovem, o Facebook tem investido em iniciativas para o Instagram e até criou um aplicativo novo, chamado Threads — ele é vinculado à plataforma e funciona como uma espécie de chat de conversas apenas com pessoas que estão na lista de melhores amigos. Para Isabela Ventura, presidente da Squid, empresa especializada em marketing de influência, faz sentido testar essa ferramenta no Brasil, justamente pela conexão que existe entre música e rede social no país. "O foco do Instagram tem sido gerar engajamento e conversas, com música, perguntas e respostas", disse. O Instagram afirma que o interesse nesse tipo de conteúdo musical é o que levou a plataforma a investir nas "Cenas". Segundo a empresa, mais de metade dos usuários viu stories que tinham o adesivo de música no último mês. São 500 milhões de pessoas usando os stories diariamente. Para Ventura, a implementação das "Cenas" é uma maneira de barrar o crescimento de concorrentes como o TikTok no Brasil. "A atual comunidade do Instagram é muito maior do que essas. [Essa nova função] dá oportunidade, ferramentas, para que o criador de conteúdo que está na rede social seja mais criativo e mais interessante para a própria rede", afirmou. Já existia também um movimento de criação de conteúdos no TikTok, que depois eram compartilhados também no Instagram. Facebook promove onda de 'clonagem' do Snapchat Não é a primeira vez que o Facebook incorpora elementos de concorrentes em suas redes sociais. A própria chegada dos Stories, em 2017, foi uma maneira de lidar com uma concorrente que cresceu muito entre 2015 e 2017, o Snapchat. Na época, não só o Instagram recebeu stories, mas também o Facebook e até o WhatsApp. Zuckerberg já criticou rede chinesa A preocupação do Facebook com a ascensão da rede TikTok não vem de hoje. Em áudios vazados de uma reunião com funcionários, o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, já tinha falado sobre isso, dizendo que a empresa se preparava para testar uma nova rede, chamada Lasso, que competiria com o TikTok em alguns países. "Nós temos um produto chamado Lasso que é um aplicativo independente em que estamos trabalhando, tentando encaixar o produto em países como o México. [...] Queremos ver primeiro se conseguimos fazer isso dar certo em países onde o TikTok não é tão grande antes de competir em países onde eles já são grandes", disse Zuckerberg. O Facebook te escuta para vender publicidade? É provável que ele nem precise Ele voltou a falar do TikTok, em tom mais agressivo, durante um discurso em que falou sobre liberdade de expressão. Na ocasião, ele citou o TikTok como exemplo de rede que pratica censura com alguns tipos de conteúdo. "Enquanto nossos serviços, como o WhatsApp, são usados por manifestantes e ativistas por causa da criptografia forte e proteção da privacidade, no TikTok, o aplicativo chinês que cresce mais rápido no mundo, menções a esses protestos são censuradas, até mesmo nos EUA. Essa é a internet que queremos?", perguntou. O Facebook tem motivos para manter a soberania de suas redes: ter um ambiente em que as pessoas queiram estar e compartilhar suas histórias, fotos e momentos é importante — o modelo de negócio da empresa é vender publicidade direcionada justamente nas redes sociais. No terceiro trimestre deste ano, o Facebook faturou US$ 17,3 bilhões com publicidade. O lucro foi de mais de US$ 6 bilhões. Veja Mais

Comissão aprova parecer contrário à MP que desobriga publicação de editais em jornais

G1 Economia Agora, caberá ao plenário da Câmara votar o relatório. MP editada por Bolsonaro está suspensa há cerca de um mês, por decisão do ministro Gilmar Mendes. A comissão mista do Congresso Nacional rejeitou nesta terça-feira (12) o parecer da senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), que recomendava a aprovação da medida provisória 896 de 2019, editada pelo presidente Jair Bolsonaro. Com a rejeição, foi aprovado um outro parecer, da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que considera a MP inconstitucional. Agora, caberá ao plenário da Câmara votar o relatório de Rose de Freitas. Ainda não há data definida para a votação. Se o plenário aprovar o parecer, a medida provisória será arquivada. A MP dispensa a publicação de editais de licitação, tomadas de preços, concursos e leilões de órgãos da administração pública em jornais diários de grande circulação (leia detalhes mais abaixo). No mês passado, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a medida provisória, atendendo a um pedido do partido Rede Sustentabilidade. A legenda argumentou que a MP visava "desestabilizar uma imprensa livre e impedir a manutenção de critérios basilares de transparência e ampla participação no âmbito das licitações". A Rede também argumentou que Bolsonaro dirigiu ataques a grupos de comunicação "demonstrando seu descontentamento com a imprensa" e que não havia relevância nem urgência que justificasse a publicação da MP porque o tema já estava em discussão em projetos de lei. O que diz a MP A MP editada por Bolsonaro altera a lei que trata das sociedades anônimas, cujo capital é divido em ações. "A companhia ou sociedade anônima terá o capital dividido em ações, e a responsabilidade dos sócios ou acionistas será limitada ao preço de emissão das ações subscritas ou adquiridas. Pode ser objeto da companhia qualquer empresa de fim lucrativo, não contrário à lei, à ordem pública e aos bons costumes. Qualquer que seja o objeto, a companhia é mercantil e se rege pelas leis e usos do comércio", estabelece a legislação. A medida provisóriaretirou da lei a previsão de os balanços financeiros das empresas serem publicados por jornais de grande circulação, situados na mesma cidade que as companhias. De acordo com o texto rejeitado, os balanços passariam a ser divulgados no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O que são medidas provisórias? O artigo 62 da Constituição estabelece que cabe ao presidente da República a edição de medidas provisórias "em caso de relevância e urgência". As MPs têm força de lei assim que publicadas no "Diário Oficial da União", mas, para se tornar leis em definitivo, precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional em até 120 dias. Os parlamentares podem aprovar o texto enviado pelo governo ou fazer modificações. Independentemente da redação aprovada, o texto segue para o presidente da República sancionar, sancionar parcialmente ou vetar. Se o Congresso não aprovar a MP em até 120 dias, a medida perde a validade. Veja Mais

Objeto transnetuniano Ultima Thule ganha nome oficial: Arrokoth

Objeto transnetuniano Ultima Thule ganha nome oficial: Arrokoth

canaltech O objeto mais distante já sobrevoado por uma sonda no Sistema Solar finalmente tem um nome oficial. A equipe da New Horizons, na NASA, homenageou uma tribo nativo-americana e escolheu Arrokoth para nomear o objeto 2014 MU69, o que significa “céu” na língua Powhatan/Algonquian. A NASA pediu e recebeu o consentimento de anciãos representantes da tribo Powhatan. O objeto cujo apelido era Ultima Thule integra o Cinturão de Kuiper e foi localizado a uma distância recorde de 4 bilhões de milhas (quase 6,5 bilhões de km) da Terra. Ele foi detectado em 26 de junho de 2014 pelo Hubble, que justamente procurava um objeto transnetuniano para que a sonda New Horizons pudesse praticar um sobrevoo depois de ter estudado Plutão e suas luas em 2015. No primeiro dia de 2019, a sonda passou a apenas 3.500 km de distância do Arrokoth, nome reconhecido oficialmente pela União Astronômica Internacional, que é a organização oficial para nomear de objetos do nosso sistema. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- O 2014 MU69, agora também conhecido como Arrokoth (Imagem: NASA) “O nome ‘Arrokoth’ reflete a inspiração de olhar para os céus e pensar sobre as estrelas e mundos além do nosso”, filosofou Alan Stern, principal investigador da New Horizons. “Esse desejo de aprender está no coração da missão New Horizons, e estamos honrados de nos unir à comunidade Powhatan e pessoas de Maryland na celebração dessa descoberta”. O objeto é apenas um entre milhares de outros no Cinturão de Kuiper, mas acabou sendo homenageado por ter participado do sobrevoo mais longínquo já realizado por um sonda artificial terrestre. Seu nome de registro segue 2014 MU69, ficando Arrokoth uma espécie de nome popular oficial. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Samsung presenteia menino que fez trabalho em loja de shopping com tablet Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Neonazistas têm dados, mensagens e fotos vazadas e publicadas online Veja Mais

'Energia certamente vai baixar' após privatização, diz presidente da Eletrobras

G1 Economia Expectativa é que autorização para venda da companhia seja dada pelo Congresso em abril. Fim das térmicas e avanço das renováveis serão responsáveis pela redução das tarifas, segundo o CEO. O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, afirmou nesta terça-feira (12) que as tarifas de energia elétrica no Brasil ficarão mais baratas após a privatização da companhia. "Se eu vou ter recursos para aplicar nos sistemas de distribuição, geração e transmissão, a [tarifa de] energia certamente vai baixar", afirmou Junior. Segundo o CEO, são dois os principais fatores que contribuirão com a queda das tarifas: maior uso de fontes renováveis, como solar e eólica, que têm custo menor, e o fim das termoelétricas, cujas concessões terminam no começo da próxima década, que têm maior custo. Junior destacou que 80% da distribuição de energia no país já é privatizada e as tarifas já poderiam ter sido reduzidas não fosse a necessidade de acionamento das termoelétricas. "As empresas de distribuição tiveram uma redução à metade do que elas recebiam dos consumidores. A tarifa não baixou porque tivemos que acionar as térmicas. Assim, o benefício foi perdido ou diminuído", disse. Em coletiva de imprensa para divulgação dos resultados financeiros da empresa, Junior reiterou diversas vezes que a distribuição de energia já é quase universalizada no Brasil. Questionado por que então privatizar a companhia - já que ela apresenta lucro, atende a todo o país e a previsão é de redução tarifária com a mudança da matriz energética - o executivo disse que o foco é a eficiência na prestação de serviços. Eletrobras tem lucro de R$ 716 milhões no 3º trimestre "Privatização não tem nada a ver com ser bom ou ser ruim [o serviço]. Mas o consumidor quer mais eficiência. Não há como o serviço público ter flexibilidade no atendimento e na contratação de serviços. O Estado é muito regulado", alegou. Junior disse que enquanto a inflação acumulou alta de 32% nos últimos 5 anos, "as tarifas subiram em mais de 100%". Preço de venda ainda não foi definido Junior negou que a Eletrobras será privatizada ao preço de R$ 16 bilhões, que é o valor que consta no Orçamento da União para 2020. "Acho que é uma estimativa do governo", disse. Segundo ele, o cálculo será feito pelo Conselho de Política Energética somente após o Congresso aprovar a privatização da estatal. O projeto de lei para desestatização da Eletrobras foi encaminhado pelo governo ao Congresso no último dia 5 de novembro. Bolsonaro assina projeto que viabiliza privatização da Eletrobras "Estou dando um chute que vai ser em abril", disse Junior sobre a expectativa para decisão do congresso. O projeto de lei precisa ser aprovado por maioria simples na Câmara e no Congresso antes de ir para sanção. O CEO negou ter preocupação com a possibilidade do Legislativo alterar a proposta apresentada pelo Executivo para a venda da estatal. "O projeto é enviado para o Congresso justamente para que seja avaliado", disse. Ele sugeriu que os parlamentares podem, por exemplo, optar por maior outorga à União ou defender maiores benefícios aos consumidores com a privatização da companhia. "Eu não tenho dúvida de que teremos um serviço com melhor qualidade e menor preço", reiterou. Veja Mais

Anitta beija cantora, fala sobre suas plásticas e intimidades em programa espanhol. Confira!

R7 - Música Funkeira abriu o jogo em entrevista para a artista Mónica Naranjo Veja Mais

Selena Gomez fala sobre como se sentiu após ganhar peso e ser atacada na internet

R7 - Música Cantora deu uma entrevista em que falou sobre quando se afastou das redes sociais Veja Mais

Black Friday | Como acessar os melhores cupons de desconto em 2019

Black Friday | Como acessar os melhores cupons de desconto em 2019

canaltech Nada como uma boa ferramenta especializada em cupons de desconto na hora de encontrar as melhores promoções da Black Friday. O Canaltech Ofertas, que vem disponibilizando os melhores preços para você, o ajudará também durante a data comemorativa, na qual diversos produtos nos setores de tecnologia, viagens, vestuário, perfumaria, cuidados pessoais e até alimentos poderão ser comprados por preços muito menores. Quando é a Black Friday 2019? A Black Friday vem acontecendo no Brasil no mesmo dia do feriado original, que ocorre nos Estados Unidos: ou seja, toda quarta sexta-feira do mês de novembro, logo após o Dia de Ação de Graças estadunidense. Em 2019, ela acontecerá no dia 29 de novembro, e diversas lojas brasileiras já começaram a arregaçar as mangas para proporcionar os melhores preços para seus clientes. Os principais descontos são em produtos de tecnologia, como smartphones e TVs, seguidos por roupas e demais produtos de uso pessoal. Itens importados costumam ser os favoritos dos consumidores, que enxergam na data a possibilidade de economizar e adquirir itens de marcas de boa qualidade. As lojas físicas, durante a Black Friday, recebem uma quantidade incrivelmente maior de consumidores interessados em seus produtos. No entanto, as lojas virtuais, com seus cupons de desconto, podem tornar os preços ainda mais acessíveis -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Acesse os melhores cupons de desconto da Black Friday com o Canaltech Ofertas Usar o Canaltech Ofertas para ficar por dentro de cupons de desconto e economizar nesta Black Friday é muito simples! Acesse o site e veja a lista com 143 lojas que oferecem cupons de desconto e promoções especiais. Escolha a sua favorita. Captura de tela: Ariane Velasco Uma vez que você tenha selecionado a loja onde deseja efetuar sua compra, clique sobre uma de suas promoções e, em seguida, em "Pegar desconto". Captura de tela: Ariane Velasco Depois, clique em "Copiar e ir para a loja". Captura de tela: Ariane Velasco Escolha o produto desejado e, no local indicado, cole o código de seu cupom de desconto. Conclua a compra normalmente. Captura de tela: Ariane Velasco Vale ressaltar que algumas promoções não precisam de um cupom para sua aplicação. Quando isso acontece, é possível observar o aviso no próprio Canaltech Ofertas. Basta clicar no link e escolher seu produto favorito! Captura de tela: Ariane Velasco Tenha os melhores cupons de desconto em primeira mão Você também pode fazer parte do grupo no WhatsApp ou Telegram do Canaltech Ofertas, onde diversas promoções e cupons de desconto são disponibilizados diariamente e a todo momento. Para isso, clique em "Entrar na conversa" ou "View in Telegram" e, instantaneamente, você passará a receber as notificações em seu celular! Caso a ideia de fazer parte de um grupo não lhe pareça muito boa por conta da quantidade de notificações, pode ficar tranquilo: somente os administradores do grupo podem enviar mensagens, garantindo, assim, a veracidade das promoções (que são devidamente checadas), e seu sossego! Nesta Black Friday, conte com o Canaltech para ter acesso aos melhores descontos! Saiba mais acessando este link. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! O que Harry Potter tem a ver com astronomia? Qual foi a primeira cor do universo? E qual será a última? Veja Mais

Senado aprova projeto que proíbe exposição de cigarros em locais de venda

G1 Economia Regra atual, de 2014, proíbe propaganda, mas permite exposição. Texto segue para a Câmara dos Deputados. O Senado aprovou nesta terça-feira (12) um projeto que proíbe a exposição de cigarros em locais de venda. O texto segue para a Câmara dos Deputados. Pela regra atual, de 2014, a propaganda de cigarro já é proibida, mas a exposição, permitida. Relatora do projeto, a senadora Leila Barros (PSB-DF) defendeu inicialmente que o cigarro não fosse exibido somente próximo a produtos para crianças e adolescentes. "A completa proibição da exposição dos produtos fumígenos pode ter impacto negativo no emprego e na renda e representar verdadeira vantagem competitiva para produtos ilegais", argumentou. Depois, Leila Barros acatou uma emenda do senador Eduardo Girão (PODE-CE), contra a exposição nos locais de venda. "A vedação à exposição e visibilidade de produtos fumígenos nos locais de venda parece-nos constitucional na medida em que encontra abrigo nos mais diversos dispositivos da Constituição que tratam da segurança e saúde das pessoas, inclusive consumidores e menores, ainda que venha em detrimento aos princípios da livre iniciativa e liberdade de expressão", disse. Outros pontos do projeto Saiba abaixo outros pontos do projeto: Cigarros com sabor: A proposta não autoriza a venda nem a importação de cigarros com sabor, mas não proíbe o consumo. "Ficam proibidas a importação e a comercialização no país de produto fumígeno derivado do tabaco que contenha substâncias sintéticas e naturais com propriedades aromatizantes que possam conferir, intensificar, modificar ou realçar sabor ou aroma do produto", diz o projeto; Advertência na embalagem: A proposta mantém a exigência de o produto conter advertência informando as doenças que o cigarro pode causar. A mensagem, ilustrada com foto, será trocada a cada cinco meses, pelo menos. Palavras e símbolos que indiquem que o cigarro pode ser benéfico são proibidas; Rádio e TV: A regra atual limita a exibição de propaganda no rádio e na TV. Atualmente, durante a transmissão de eventos como a Copa do Mundo é permitido veicular propagandas de bebidas e de cigarros, desde que não recomendem o consumo. O projeto proíbe a propaganda de cigarro em qualquer circunstância, inclusive em estádios. A propaganda também não poderá ser feita em programas de rádio ou TV; Fumar com menor de idade no carro: O projeto prevê multa gravíssima para motorista que dirigir carro fumando com algum passageiro, se estiver presente no veículo um menor de idade. A multa para infração é de R$ 293,47. Veja Mais

Petrobras inicia processo para a venda de ativos de distribuição no Uruguai

G1 Economia Segundo a empresa, o objetivo é vender 100% das ações detidas por sua subsidiária uruguaia na Petrobras Uruguay Distribuición. A Petrobras iniciou a etapa de divulgação de oportunidade ("teaser") para a venda de ativos nas áreas de distribuição de combustíveis, lubrificantes e fertilizantes no Uruguai, informou a empresa nesta terça-feira (12). De acordo com fato relevante divulgado pela estatal, o objetivo do processo é a venda de 100% das ações detidas por sua subsidiária uruguaia na Petrobras Uruguay Distribuición, cujas operações se concentram na distribuição de combustíveis. A empresa possui no país vizinho uma rede de 90 estações de serviços, 16 lojas de conveniência, um terminal logístico de lubrificantes, uma planta de querosene para aviação (QAV) e dois terminais logísticos para armazenamento de fertilizantes, informou a petroleira. A ação dá continuidade aos processos de desinvestimentos realizados pela Petrobras, que visa angariar fundos especialmente para reduzir sua dívida. Mais cedo neste ano, a estatal já havia assinado um acordo com o governo uruguaio para deixar a área de distribuição de gás natural no país sul-americano. Veja Mais

Governo anuncia desbloqueio de R$ 14 bilhões do orçamento

G1 Economia Ministério da Economia informou que medida foi possível em razão de o governo ter feito na semana passada o megaleilão de petróleo do pré-sal. Governo libera todos os recursos que ainda estavam bloqueados do Orçamento O governo federal anunciou nesta terça-feira (12) o desbloqueio de R$ 14 bilhões do orçamento. De acordo com o Ministério da Economia, a medida foi possível em razão da arrecadação extra com o megaleilão de petróleo, realizado na semana passada. Até a última atualização desta reportagem, o governo ainda não havia divulgado quanto seria liberado para cada ministério. O bloqueio e o desbloqueio de recursos do orçamento levam em conta o cumprimento da meta fiscal. Para este ano, por exemplo, o governo prevê que as contas públicas registrarão saldo negativo de R$ 139 bilhões. Veja Mais

A Voz do Brasil - 12/11/2019

A Voz do Brasil - 12/11/2019

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Emenda da reforma da Previdência é promulgada em sessão do Congresso ✔️Para Maia, as mudanças no sistema previdenciário são socialmente justas ✔️Deputados divergem sobre prisão após condenação em segunda instância Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

TSE se junta a Google, Facebook e WhatsApp para combater fake news nas eleições

TSE se junta a Google, Facebook e WhatsApp para combater fake news nas eleições

canaltech Não é de hoje que as fake news têm gerado preocupação, principalmente quando se trata de eleições. E tendo as Eleições Municipais de 2020 em mente, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu reunir representantes de políticas públicas e advogados do Google, Facebook, WhatsApp e Twitter na última segunda-feira (11) para alinhar estratégias de combate à desinformação. A reunião foi presidida pelo o juiz auxiliar do TSE e coordenador do grupo gestor do Programa, Ricardo Fioreze, que acredita que conhecer melhor o funcionamento das plataformas é a melhor forma de poder solicitar ou determinar alguma providência que diga respeito ao seu uso quando necessário, bem como saber o que pode e o que não pode ser feito em termos técnicos. “Temos uma grande expectativa de alcançar maior êxito no combate à desinformação exatamente porque essas plataformas que aderiram ao programa utilizam tecnologia de ponta e têm condições de aperfeiçoar as suas ferramentas no sentido de educar melhor o usuário em relação a certos temas e também em relação a todos os prejuízos que a desinformação pode causar”, afirmou o juiz Ricardo Fioreze. Os representantes do Google falaram sobre medidas que adotaram para combater as fake news desde as Eleições Gerais de 2018 e sobre estratégias que estão em desenvolvimento para 2020, como o uso de algoritmos de busca para priorizar resultados que levem para informações publicadas em páginas oficiais da Justiça Eleitoral ou remetendo para veículos de informações confiáveis. Nisso, a gerente de políticas públicas do Google, Juliana Nolasco, mostrou as propostas que poderão ser desenvolvidas pela plataforma de busca. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Facebook e outras redes sociais se juntaram ao TSE para falar sobre fake news nas eleições de 2020 Enquanto isso, representantes do Facebook disseram que teriam uma postura mais colaborativa no debate público e que pretendem, inclusive, dar contribuições durante as audiências públicas que serão realizadas de 26 a 28 de novembro com o objetivo de aperfeiçoar as minutas de resoluções relativas às Eleições 2020. Segundo os representantes, somente neste ano, a rede já removeu mais de dois bilhões de contas falsas, e conta com um time de eleições preparado para proteger a integridade dos pleitos em diferentes países. Além disso, o Facebook fez parceria com as quatro maiores agências de checagem de fatos do Brasil e utiliza uma combinação de sistemas automatizados e revisão humana para remover contas falsas. Por sua vez, o representante do WhatsApp, Pablo Bello, explicou que hoje mais de 90% das mensagens enviadas pelo aplicativo em questão são entre duas pessoas, e que, ao contrário do Facebook, é um espaço privado e de criptografia de ponta a ponta. Assim, não é possível fazer moderação de conteúdo. “Este ano, nós limitamos o número de vezes que uma pessoa pode encaminhar um conteúdo. Antes era para 20 contatos, agora apenas para 5 conversas. Além disso, já foram removidas centenas de milhares de contas por spam de pessoas mal-intencionadas que usam computadores para gerar uma grande quantidade de contas”, disse Bello. Twitter fez videoconferência para falar sobre as fake news e como a plataforma reage diante disso, as estratégias e tudo o mais No caso do Twitter, foi feita uma videoconferência com o gerente de Políticas Públicas da empresa, Fernando Gallo. Na ocasião, Gallo falou sobre como funciona a plataforma e afirmou que o Twitter tem hoje mais de 139 milhões de usuários globalmente ativos, e que é diferente das demais por ser uma rede de informação e de interesses. Durante o encontro, a plataforma se colocou à disposição da Corte Eleitoral e se comprometeu, inclusive, a dar um treinamento a todas as assessorias de Comunicação da Justiça Eleitoral. O Twitter também colocou à disposição do Tribunal um guia de educação digital feito em parceria com a Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com o objetivo de fomentar melhores práticas. Por fim, a empresa informou que estabeleceu parceria com agências de fact-checking para apurar qual é o grau de verdade das informações publicadas na plataforma, entre outras ações. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Segurança denuncia 'carteirada' do ex-deputado Iran Barbosa; político nega

O Tempo - Política Ex-parlamentar afirmou que deve prestar queixa contra Fábio Coutinho por denunciação caluniosa Veja Mais

Disney+ chega aos EUA e usuários não sabem o que assistir primeiro

Disney+ chega aos EUA e usuários não sabem o que assistir primeiro

Tecmundo Para a infelicidade da Netflix, a Disney finalmente lançou nos Estados Unidos o serviço de streaming Disney Plus. A plataforma que reúne conteúdos da empresa do Mickey Mouse chegou na terra do Tio Sam custando apenas US$ 6,99 e com um extenso catálogo: já no lançamento, a plataforma possui mais de 500 filmes, 7.500 episódios de séries e produções da Marvel, Pixar, National Geographic e também da Fox.A grande quantidade de conteúdo rendeu um trailer com mais de três horas e os primeiros assinantes estão assustados com a variedade do serviço. Muitos dos usuários foram até o Twitter para "reclamar" da situação, pois não sabem por onde começar a assistir.Leia mais... Veja Mais

Death Stranding: ações do Monster Energy subiram com o lançamento

Death Stranding: ações do Monster Energy subiram com o lançamento

Tecmundo Após o lançamento de Death Stranding, jogo desenvolvido por Hideo Kojima, foi notado que o valor das ações de mercado da bebida energética Monster subiu consideravelmente na última sexta feira (8). O motivo para essa subida pode estar diretamente ligado ao fato de que a bebida está presente no jogo.A ação foi notada e postada primeiramente no Reddit com uma thread específica para o jogo. No print postado pelo usuário "dummitraand", é possível ver que os valores de mercado da empresa foram fechados em US $ 58,16 em 8 de novembro, em comparação com US $ 56,64 em 7 de novembro.Leia mais... Veja Mais

Fim do DPVAT atinge empresa de Bivar, desafeto de Bolsonaro

O Tempo - Política O presidente do PSL é acionista e diretor da companhia, que possui 1% das ações da Seguradora Líder, administradora do seguro obrigatório Veja Mais

Aviões 100% elétricos? Só em 2022 e com capacidade reduzida

Aviões 100% elétricos? Só em 2022 e com capacidade reduzida

Tecmundo Embora várias companhias estejam criando protótipos de veículos voadores com motores elétricos, os aviões elétricos de grande porte ainda estão longe de se tornar uma realidade na aviação civil. Por outro lado, vários países já estão discutindo uma data limite para proibir a comercialização de automóveis que usam combustíveis convencionais, como gasolina e diesel. A ideia é diminuir ou cessar a emissão de gás carbônico a partir de veículos terrestres.No entanto, quando o assunto são aeronaves, o emprego de baterias elétricas é um assunto muito mais complicado.Leia mais... Veja Mais

Gloria Groove lança EP, 'Alegoria', com quatro músicas conectadas por vídeos

G1 Pop & Arte Drag queen cantora que ganhou visibilidade no embalo da explosão nacional de Pabllo Vittar em 2017, Gloria Groove lança EP, Alegoria, em que apresenta quatro músicas inéditas. Editado nesta terça-feira, 12 de novembro, o EP Alegoria foi idealizado como disco visual. Cada faixa será acompanhada pelo respectivo vídeo. O clipe da música Mil graus entrou em rotação simultaneamente com a chegada do EP nas plataformas de áudio. Faixa caracterizada pela artista como "pop quebradeira", Mil graus é música assinada pela própria Gloria com o trio de compositores e produtores formado por Pablo Bispo, Ruxell e Sergio Santos. Para quem não liga o nome ao som, trata-se do mesmo quarteto ao qual foi creditado o funk Coisa boa, lançado pela cantora em janeiro deste ano de 2019. Magenta ca$h, Sedanapo e A caminhada são as outras três músicas que compõem o repertório do EP Alegoria. Em tese, há conexões entre os quatro vídeos do disco, em cujo repertório a artista versa sobre militância e pink money, entre outros assuntos referentes ao universo LGBTQIAP+. "A narrativa de Alegoria não segue nenhuma cronologia, mas se destaca pelo fato de que tanto as faixas quanto os vídeos são um conjunto de metáforas", conceitua Gloria Groove em nota sobre o disco. Capa do EP 'Alegoria', de Gloria Groove Divulgação / ONErpm Veja Mais

Feige responde a Scorsese sobre riscos: “matamos metade de nossos personagens”

Feige responde a Scorsese sobre riscos: “matamos metade de nossos personagens”

canaltech E a discussão sobre o que é cinema e se os filmes das Marvel são “desprezíveis” continua. O mais novo capítulo traz ao debate, pela primeira, vez, o próprio CEO do Marvel Studios — e agora CCO da Disney. Kevin Feige falou ao Hollywood Reporter sobre a alegação de Martin Scorsese, de que os filmes de franquia da Casa das Ideias são pasteurizados e não oferecem riscos emocionais aos telespectadores. Como exemplo, Feige citou o conflito entre o Capitão América e o Homem de Ferro, em Capitão América: Guerra Civil, e o famoso estalar de dedos de Thanos, em Vingadores: Ultimato. “Nós fizemos a Guerra Civil. Tivemos nossos dois personagens mais populares em uma briga física e ideológica muito séria. Matamos metade de nossos personagens no final de um filme. Acho que é divertido ter o nosso sucesso e usá-lo para correr riscos e ir a lugares diferentes”, destacou. (Imagem: Reprodução/Marvel Studios) Ao falar sobre Os Eternos, o próximo filme do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês) ele acredita que a dedicação à visão de um cineasta e às despesas financeiras constituem o tipo de risco do qual Scorsese cita ao estabelecer o que “é cinema” ou não. “É um filme muito grande. É um filme muito caro. E estamos fazendo isso porque acreditamos na visão da diretora (Chloe Zhao) e no que esses personagens podem fazer e acreditamos que precisamos continuar a crescer, evoluir, mudar e impulsionar nosso gênero. Isso é um risco, se eu já ouvi falar de algum”, provoca. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- “Todo mundo tem uma definição de cinema diferente” Feige complementa os “riscos” que não estariam assumindo, de acordo com Scorsese, ao dizer que os super-heróis, no meio cinematográfico, representam parábolas de personagens com habilidades extras em histórias quem envolvem riscos emocionais do “cinema real”. “E sim, se você está desanimado com a noção de um humano que possui habilidades extras — e isso significa que tudo o que acontece é agrupado na mesma categoria — então esses filmes podem não ser para você. Mas a verdade é que essas são todas — como todas as grandes histórias de ficção científica — parábolas”, disse. Elenco estelar de Os Eternos (Imagem: Reprodução/Geek Tyrant) Para ser mais diplomático, Feige prefere se referir ao cinema de uma forma mais dinâmica e orgânica, sem uma caracterização definitiva. Todo mundo tem uma definição diferente de cinema. Todo mundo tem uma definição diferente de arte. Todo mundo tem uma definição diferente de risco. Algumas pessoas não acham que é cinema. Todo mundo tem direito a sua opinião. Todos têm o direito de repetir essa opinião. Todos têm o direito de escrever artigos sobre essa opinião, e estou ansioso pelo que acontecerá a seguir. Mas, enquanto isso, continuaremos fazendo filmes”, afirmou. Ícone trash também critica Scorsese Bruce Campbell, que ficou imortalizado como Ash de A Morte do Demônio e apareceu como diferentes personagens nos filmes do Homem-Aranha de Sam Raimi, disse que o próximo filme de Scorsese, The Irishman, usou tantos efeitos especiais para deixar Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci mais jovens quanto os filmes do Marvel Studios. "[Scorsese] estava tagarelando sobre os filmes da Marvel, certo? Martin Scorsese é um dos nossos maiores cineastas, então quando ele diz coisas assim, dói ”, afirmou Campbell, durante a convenção de horror Spooky Empire, no último final de semana. Campbell na série Ash vs Evil Dead (Imagem: Reprodução/FX) "Porque não é fácil fazer filmes como esses (os da Marvel) e não é como se The Irishman não tivesse efeitos digitais na bunda. Fazer com que Robert De Niro passe dos nove aos 108 anos é muito, muito trabalho digital. Então, ele falou bastante m*rda a respeito”, esbravejou. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Samsung presenteia menino que fez trabalho em loja de shopping com tablet Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Neonazistas têm dados, mensagens e fotos vazadas e publicadas online Veja Mais

Secretaria de Justiça do ES abre processo seletivo para inspetores penitenciários

G1 Economia As inscrições começam nesta quinta-feira (14). O sálario é de R$ 2.776,04 mais auxílio alimentação. A Secretaria da Justiça do Espírito Santo (Sejus) abriu processo seletivo para inspetor penitenciário em designação temporária. As inscrições começam nesta quinta-feira (14). O sálario é de R$ 2.776,04 mais auxílio alimentação. Confira o edital. Sejus abre processo seletivo para inspetor penitenciário Divulgação/Sejus-ES Os selecionados irão atuar nas unidades prisionais do Espírito Santo exercendo atividades de movimentação e vigilância de presos nas áreas interna e externa da unidade, entre outros. São 100 vagas para a contratação de inspetores penitenciários temporários tanto para o sexo feminino quanto masculino, com formação de cadastro de reserva. É necessário ter Ensino Médio. O regime de escala será de 12x36 ou em horário de expediente de oito horas diárias, totalizando 40 horas semanais, de acordo com a necessidade da Administração. Inscrições As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, no site www.selecao.es.gov.br, a partir desta quinta-feira (14) até o domingo (24). A Sejus divulgará em sua página na internet a relação dos candidatos que obtiverem pontuação, segundo a ordem crescente de classificação, bem como por meio de nota simples no Diário Oficial do Estado. O candidato deverá acompanhar as convocações de cada etapa através das publicações no site e no Diário Oficial do Estado. O não comparecimento no prazo estipulado, acarretará na eliminação do candidato no processo seletivo. O certame terá validade de 12 meses. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo Veja Mais

Google se pronuncia sobre projeto secreto e acesso a milhões de dados de saúde

Google se pronuncia sobre projeto secreto e acesso a milhões de dados de saúde

canaltech Após vazamento sobre as atividades de projeto secreto do Google, apelidado de Nightingale, a gigante da tecnologia divulgou comunicado ontem (11), em seu blog, sobre a iniciativa que dá acesso a milhões de dados de saúde e exames de cidadãos americanos, sem notificá-los ou consultarem seus médicos. Os dados aos quais a empresa tem acesso estão identificados com os respectivos nomes e datas de nascimento dos pacientes. A parceira estava em vigor, desde o ano passado, com um dos maiores sistemas de saúde dos EUA sem fins lucrativos, a organização Ascension. Em nota, o Google afirma que a informação já era pública desde julho deste ano, quando anunciou que "as soluções de IA e ML [aprendizado de máquina] do Google Cloud estão ajudando organizações de assistência médica." O comunicado garante de forma explícita que o acesso aos dados médicos da Ascension não pode ser usado ​​para nenhum outro propósito além da prestação dos serviços contratados. E "os dados do paciente não podem e não serão combinados com nenhum dos dados de consumidores do Google." -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Parceria do Google com Ascension se concentra nos serviços de nuvem Segundo a gigante da tecnologia, as instituições trabalham com "um acordo comercial para fornecer um provedor com as tecnologias mais recentes, semelhante ao trabalho que realizamos com dezenas de outros profissionais de saúde. Essas organizações, como a Ascension, usam o Google para gerenciar com segurança os dados de seus pacientes, sob rígidos padrões de privacidade e segurança. Eles são os administradores dos dados e fornecemos serviços em nome deles." A parceria para o projeto Nightingale trabalha em três pontos fundamentalmente: Transferência da infraestrutura da Ascension para a nuvem, em busca de modernizar seu sistema, permitindo que migrem o armazenamento de dados e análises locais para o ambiente privado e seguro do Google Cloud; Aproveitamento das ferramentas de produtividade do G Suite, que devem ampliar a comunicação interdisciplinar entre diferentes equipes da Ascension; Fornececimento de ferramentas para médicos e enfermeiros que possam apoiar melhorias na qualidade clínica e na segurança do paciente. Sobre as questões éticas e legais que envolvem o compartilhamento de informações, o comunicado do Google defende que "essa é uma prática padrão na área da saúde, pois os dados do paciente são frequentemente gerenciados por sistemas eletrônicos que enfermeiros e médicos usam amplamente para fornecer assistência ao paciente." A explicação apresentada se aplica na Lei de Portabilidade e Responsabilidade de Seguros de Saúde (HIPAA), de 1996, na qual é permitido que hospitais compartilhem seus dados com parceiros de negócios, sem avisar os pacientes, desde que as informações sejam usadas para ajudar a entidade coberta a desempenhar suas funções de assistência médica. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Samsung presenteia menino que fez trabalho em loja de shopping com tablet Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Neonazistas têm dados, mensagens e fotos vazadas e publicadas online Veja Mais

Atividade industrial cai 19% em outubro, aponta GS1 Brasil

R7 - Economia O Índice de Atividade Industrial da GS1 Brasil, que mede a intenção da indústria em lançar produtos no mercado, registrou queda de 19% em outubro ante o mês anterior livre de efeitos sazonais. Comparado com outubro de 2018, a queda foi de 13,8%. Na análise dos últimos 12 meses, o indicador apresentou recuo de 4,5%. […] Veja Mais

Eita! “Friends” pode ganhar reunião do elenco original no HBO Max

Eita! “Friends” pode ganhar reunião do elenco original no HBO Max

R7 - Música friends-capa Tenho Mais Discos Que Amigos Divulgação/NBC Será que 2019 também nos trará esta reunião? Pois bem, prepare-se, já que parece que Friends voltará ao ar. De acordo com o Deadline (via), a responsável por isso é Jennifer Aniston, a Rachel, que reuniu todos os seis amigos para uma selfie que quebrou o Instagram. Um especial estaria sendo produzido para a plataforma HBO Max para o ano que vem. Há alguns dias, Aniston chegou a revelar que estava trabalhando em algo envolvendo a série, como te contamos por aqui. Neste ano, o sitcom completou 25 anos de sua estreia na TV americana, na emissora NBC. Será que rola mesmo? Ai, ai! Friends Com estreia em setembro de 1994, o seriado ficou no ar por 10 anos antes de chegar ao fim em 2004. Desde então, os fãs vêm pedindo por uma reunião do elenco e até por um filme, que parece um pouco longe de acontecer. Agora é aguardar! LEIA TAMBÉM: Kelsey Grammer, de 'Frasier', confirma retorno da série em 2020 Veja Mais

Cena deletada de “Vingadores: Ultimato” mostra filha adulta de Tony Stark

Cena deletada de “Vingadores: Ultimato” mostra filha adulta de Tony Stark

R7 - Música Vingadores Ultimato Tony Stark e Morgan Stark Tenho Mais Discos Que Amigos Reprodução/Twitter Finalmente podemos ver Katherine Langford em ação no longa Vingadores: Ultimato (2019). Com a chegada da plataforma de streaming da Disney, o Disney+, chegou também a versão estendida do filme. Em uma das cenas deletadas, podemos ver a atriz de 13 Reasons Why como a filha de Tony Stark (Robert Downey Jr.) já adolescente, Morgan Stark. Caso entrasse para o corte final do longa que foi aos cinemas, o momento aconteceria logo após o Homem de Ferro usar a manopla com as joias do infinito para derrotar Thanos (Josh Brolin). No filme anterior, o vilão também foi transportado para o Mundo das Almas, onde se encontrou com sua filha adotiva, Gamora (Zoë Saldaña), enquanto criança. À época do lançamento do Vingadores: Ultimato, muitos fãs da Marvel ficaram confusos com a ausência de Katherine. A escalação da atriz havia sido anunciada meses antes e, em seu Instagram, ela fez mistério sobre o corte. Assista à cena abaixo. Tony Stark meets adult Morgan Stark in this new deleted scene from #AvengersEndgame pic.twitter.com/Yg2ByJcAiM — cosmic (@Q82004yousef1) November 12, 2019 New screenshots have surfaced of the #AvengersEndgame deleted scene that features @RobertDowneyJr's Tony Stark meeting his grown-up daughter (played by Katherine Langford) in the 'metaphysical waystation' after Tony's snap! (via @KacikPopkultury) pic.twitter.com/25S2MZPjTQ — MCU Direct (@MCU_Direct) November 12, 2019 LEIA TAMBÉM: 'Coringa' é o filme baseado em HQs que mais lucrou na história; entenda Veja Mais

Brasil reconhece senadora como presidente da Bolívia, diz Ernesto Araújo

O Tempo - Política Chanceler brasileiro disse que a senadora boliviana Jeanine Añez é a legítima presidente interina do país vizinho Veja Mais

'Friends': atores e criadores negociam gravação de encontro, diz revista

G1 Pop & Arte De acordo 'Hollywood Reporter', Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer podem chegar a acordo com Warner Bros. TV. Elenco de 'Friends' Divulgação O elenco original de "Friends" e os dois criadores negociam para a gravação de um encontro especial em celebração dos 25 anos da série. De acordo com o site da revista "Hollywood Reporter", a ideia é produzir um reunião sem roteiro para o serviço de transmissão de vídeos HBO Max, que ainda não foi lançado. Os seis protagonistas, Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer, e os criadores, David Crane e Marta Kauffman participam das negociações, segundo fontes da publicação. Se o acordo for fechado, a gravação ainda deverá encontrar tempo nas agendas todos os envolvidos. Tanto o HBO Max quanto a produtora Warner Bros. TV não comentaram o caso. Veja Mais

Congresso promulga nova Previdência, com idade mínima para aposentadoria

O Tempo - Política A assinatura vem quase nove meses depois de enviada aos parlamentares, mesmo com a reforma sendo considerada prioridade da equipe econômica de Bolsonaro Veja Mais

Twitch Studio: conheça o software de transmissão gratuita de games ao vivo

Twitch Studio: conheça o software de transmissão gratuita de games ao vivo

canaltech Nesta terça-feira (12), o Twitch lançou seu novo software, Twitch Studio, projetado para ajudar novos streamers a começarem a transmitir ao vivo. Basicamente, a ideia por trás do aplicativo é simplificar a introdução de alguém novo, oferecendo não apenas um processo de configuração rápido, como também outras ferramentas para fazer com que tudo pareça mais profissional - mesmo se o streamer não tiver nenhuma experiência com transmissão. O software, que estava disponível apenas na versão beta fechada até então, detectará o microfone, a webcam, a resolução do monitor e a taxa de bits através de um processo de instalação guiada. Os streamers podem escolher entre uma variedade de layouts iniciais que também seguem essa promessa de ajudar a personalizar a aparência do stream. Sendo assim, uma vez ativado no Twitch, o software também ajudará os streamers a interagir com a comunidade on-line e os espectadores, inclusive por meio de alertas embutidos, um feed de atividades e bate-papo integrado do Twitch. A ideia do Twitch Studio é que novos streamers ingressem a plataforma, sem a preocupação de precisar ter experiência no assunto A empresa teve essa ideia porque muitas pessoas pensam em fazer transmissões ao vivo, mas desistem de fazer isso porque o processo era muito difícil, e por isso que o novo software visa superar com a dificuldade de configurar pela primeira vez. À medida que o streamer se torna mais qualificado e capaz, eles podem superar a necessidade do Twitch Studio, e na verdade o objetivo não é necessariamente mantê-los na plataforma a longo prazo, e sim que eles aprendam a ponto de não precisar, mesmo. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Depois que Twitch perdeu seus maiores streamers, está focando no ingresso de novos usuários Atualmente, o Twitch Studio está disponível apenas em PCs que tenham Windows. No entanto, no curto prazo, o Twitch está trabalhando para integrar melhor o software com outras funcionalidades do Twitch, além de implantar ferramentas para facilitar o bate-papo e o envolvimento dos espectadores. Vale lembrar que esse momento do lançamento é notável, já que o Twitch perdeu recentemente seu maior streamer, Tyler Blevins (o famoso Ninja), para o Mixer da Microsoft. A perda foi seguida pela saída de Michael Grzesiek, também para o Mixer. Se você quiser experimentar a versão beta do Twitch Studio, faça o download, execute o instalador e faça login na conta do Twitch que deseja usar para transmitir. Para relatar um bug ou enviar uma solicitação de recurso, clique em Relatar bug no canto superior direito do aplicativo. Você pode relatar um erro com detalhes, e também pode se juntar ao Discord, se preferir conversar diretamente com membros da equipe de desenvolvimento de produtos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Vingadores: cena deletada revela papel de Katherine Langford

Vingadores: cena deletada revela papel de Katherine Langford

Tecmundo Vingadores: Ultimato é uma das produções da Marvel Studios que está disponível para os assinantes do Disney+. Porém, o filme conta com uma cena que havia sido deletada da exibição original, mostrando a atriz Katherine Langford interpretando uma versão mais velha da filha de Tony Stark.A cena mostra os dois se encontrando após o Homem de Ferro estalar os dedos usando a Manopla do Infinito. Da mesma maneira que aconteceu com Thanos no primeiro filme, ele se encontraria com a sua filha em algum lugar dentro da joia da alma. Confira o vídeo:Leia mais... Veja Mais

Ao deixar PSL, Bolsonaro quer levar 30 deputados a um novo partido

O Tempo - Política Para evitar perda de mandato por infidelidade partidária, os parlamentares devem aguardar a criação do Aliança Pelo Brasil Veja Mais

O que está em jogo na troca de partido por Bolsonaro

O Tempo - Política O apoio no Congresso, cargos na Câmara e no Senado, distribuição dos fundos partidário e eleitoral são alguns quesitos que vão mudar para o presidente Veja Mais

Miss Marvel, She-Hulk e Moon Knight vão para Disney+ e depois filmes da Marvel

Miss Marvel, She-Hulk e Moon Knight vão para Disney+ e depois filmes da Marvel

canaltech Nesta segunda-feira (11), o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, deu uma entrevista ao The Hollywood Reporter e levou a expectativa dos fãs às alturas ao confirmar algumas informações referentes ao universo Marvel. De acordo com ele, as personagens que estrearem na plataforma de streaming da Disney, Disney+, como as protagonistas de Moon Knight, Ms. Marvel e She-Hulk, acabarão aparecendo nos filmes após os respectivos shows. O plano é expandir o Universo Cinematográfico da Marvel: “Algumas personagens que anunciamos, como She-Hulk, Ms. Marvel e Cavaleiro da Lua, vocês conhecerão pela primeira vez em um programa da Disney+ e depois irão ao cinema. Mas o MCU agora vai e volta”, confirmou. Ele ainda aproveitou para confirmar que o Universo Cinematográfico Marvel estará nos cinemas e no Disney+, e chegou a completar: “Certamente estamos fazendo produções cinematográficas para o Disney+. The Falcon and The Winter Solider está gravando e, ontem, voltei do set de WandaVision, que também está gravando. Todos essas personagens sofrerão transformações, mudanças muito empolgantes nesses programas e nos filmes, então elas irão e virão (entre séries e filmes)”. Isso significa que os novos programas de televisão não seguirão o caminho dos programas anteriores da Marvel, como Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Agentes da SHIELD e Cloak & Dagger. Essas séries faziam parte do MCU e reagiram aos eventos dos filmes, mas os filmes em si nunca foram diretamente influenciados pelos programas. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Novos personagens aparecem primeiro no Disney+ para depois aparecer nos filmes da Marvel O Disney + representa uma mudança não apenas para as guerras de streaming em constante crescimento, mas também para o MCU. A pressão pela interconectividade entre filme e televisão sugere que você precisará de uma assinatura Disney + para se manter atualizado sobre o MCU e seus personagens. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Álbum raro de Dona Ivone Lara ganha a primeira edição em CD

G1 Pop & Arte Disco de 1985 traz obscura parceria da compositora com Arlindo Cruz e samba em louvor a Clementina de Jesus. A volta ao catálogo do álbum Ivone Lara, originalmente lançado em 1985, preenche lacuna na discografia brasileira. Como compositora, Dona Ivone Lara (13 de abril de 1922 – 16 de abril de 2018) teve várias músicas gravadas com sucesso nacional ao longo da década de 1970 por cantores como Clara Nunes (1942 – 1983), Roberto Ribeiro (1940 – 1996) e Maria Bethânia. Como cantora, a artista carioca somente conseguiu lançar o primeiro álbum solo – Samba minha verdade, samba minha raiz – em 1978, ano em que o samba Sonho meu (Ivone Lara e Délcio Carvalho) foi gravado por Maria Bethânia no álbum Álibi, explodindo corações em todo o Brasil e dando projeção a Ivone. O êxito fenomenal de Sonho meu deu impulso à carreira fonográfica da autora. Mas o fato é que álbuns como Sorriso de criança (1979) e Sorriso negro (1981) obtiveram vendas modestas, bem inferiores ao esperado pelas companhias fonográficas. Em 1985, a sambista já estava há três anos sem apresentar disco quando, contratada pela gravadora Som Livre, lançou o álbum Ivone Lara. Com sambas como Nos combates desta vida (Ivone Lara e Délcio Carvalho) e Rainha Quelé (Ivone Lara e Délcio Carvalho), este composto em tributo à cantora fluminense Clementina de Jesus (1901 – 1987), o álbum foi recebido com discrição e logo acabou se tornando título raro na discografia de Ivone, que voltaria ao mercado fonográfico somente em 1997. Por isso mesmo, a primeira edição em CD do álbum Ivone Lara – posta nas lojas neste mês de novembro de 2019 pelo selo Discobertas – é mais do que oportuna. Inclusive porque o disco marcou a conexão de Ivone Lara com a geração de compositores do Cacique de Ramos que despontou naquela década com o aval de Beth Carvalho (1946 – 2019), intérprete original do já mencionado samba Nos combates desta vida (1983). Um dos sambas então inéditos do disco, Não fique a me torturar, é parceria de Ivone com o Arlindo Cruz e Sombrinha, então integrantes do grupo Fundo de Quintal. Aberta e encerrada naquele ano de 1985, a obscura parceria de Ivone com Arlindo ainda rendeu um segundo samba, Adeus timidez, lançado por Roberto Ribeiro e regravado somente por Fabiana Cozza no álbum, Canto da noite na boca do vento, que a intérprete paulistana lançou neste ano de 2019 com repertório inteiramente centrado na obra de Ivone Lara, bamba da galeria dos imortais do samba. A edição em CD do álbum Ivone Lara reproduz a capa e a arte gráfica do LP original de 1985. Mas, na contracapa externa do CD, a edição peca por creditar o então inédito samba Doces recordações a Ivone e a Rildo Hora, quando o parceiro da compositora na música é Délcio Carvalho (1939 – 2013). O erro se repete no encarte. Com Rildo, Ivone assina somente Menino brasileiro. Tal desatenção nos créditos da nona faixa jamais tira o mérito da iniciativa do selo Discobertas de editar em CD o até então raro álbum Ivone Lara. Veja Mais

Qual foi a primeira cor do universo? E qual será a última?

Qual foi a primeira cor do universo? E qual será a última?

canaltech Existem muitas cores no cosmos. Nas inúmeras galáxias, há milhares de estrelas azuladas e alaranjadas, enquanto nuvens de hidrogênio são de um vermelho profundo. Isso sem falar nas cores invisíveis ao olho humano - como é o caso dos flashes de raios X e raios gama, das explosões de rádio e do brilho da radiação cósmica de fundo. Tudo isso forma um espetáculo colorido que impressiona qualquer um, mas… dentre todas essas cores, qual foi a primeira a surgir no universo? Tudo começou 13,8 bilhões de anos atrás, com o Big Bang. Logo nos primeiros instantes deste fenômeno, quando o universo iniciou sua expansão, as temperaturas eram tão altas que a luz não existia. O cosmos teve que esfriar por uma fração de segundo antes que os fótons - as partículas que compõem a luz - pudessem finalmente aparecer, algo que levou cerca de 10 segundos. Era Fóton Conceito artístico da expansão do Universo, onde o espaço é representado em cada época em seções circulares (Imagem: NASA/WMAP) Nesse momento, começou a chamada “época dos fótons”, ou Era Fóton (o período na evolução em que os fótons dominaram a energia do universo), quando os prótons e nêutrons haviam esfriado os núcleos de hidrogênio e hélio, e o espaço foi preenchido com um plasma de núcleos, elétrons e... claro, fótons. A temperatura do universo era de cerca de 1 bilhão de graus Kelvin. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Mas, embora nesse momento houvesse luz, ainda não havia cores. É que na época dos fótons as temperaturas eram tão altas que a luz não conseguia penetrar no plasma denso, e por isso a cor não seria visível a nenhum olho - humano ou não - até que os núcleos e elétrons esfriassem o suficiente para se ligarem aos átomos. Demorou 380.000 anos para o universo esfriar a este ponto. Então, finalmente os fótons já não interagiam com frequência com a matéria e o universo se tornou transparente. Depois disso, o universo observável se tornou uma nuvem cósmica transparente de hidrogênio e hélio com 84 milhões de anos-luz de diâmetro, o suficiente para que os fótons pudessem fluir livremente através do espaço e do tempo. Este cenário é o que vemos hoje quando detectamos a radiação cósmica de fundo - o brilho da luz de uma época em que o universo finalmente se tornou visível, a uma temperatura de 3.000 graus Kenvin. Passaram-se alguns bilhões de anos enquanto o brilho esfriou até chegar a uma temperatura pouca coisa acima do zero absoluto. Corpo negro Com essa viagem no tempo, os cientistas conseguem ter uma boa ideia de qual era a primeira cor. O universo primitivo tinha uma temperatura quase uniforme por toda parte, e sua luz tinha uma distribuição de comprimentos de onda conhecidos como corpo negro - algo que absorve toda a radiação eletromagnética que nele incide. A princípio, o corpo negro não pode ser visto, porém eles emitem radiação de acordo com a temperatura da fonte de luz. Conforme a temperatura da fonte luminosa aumenta, o corpo negro apresenta diferentes picos de emissão dos comprimentos de onda, começando pelas ondas de rádio, passando pelas micro-ondas, infravermelho, luz visível, ultravioleta, raios x e radiação gama. Em temperatura ambiente, corpos negros emitem infravermelho, por exemplo, e à medida que a temperatura aumenta, eles começam a emitir radiação em comprimentos de onda visíveis ao olho humano. Um corpo negro com cerca de 3.000 graus Kelvin teria um brilho branco-alaranjado, semelhante à luz quente de uma lâmpada antiga de 60 watts. Devido às limitações físicas da nossa visão, se pudéssemos voltar ao período daquela primeira luz, provavelmente veríamos um brilho laranja semelhante à luz do fogo. A primeira cor do universo, irradiada no corpo negro (Imagem: Planck/IPAC) Passado, presente e um futuro de escuridão Nos cem milhões de anos seguintes, à medida em que o universo continuou a se expandir e esfriar, o brilho alaranjado foi desaparecendo e dando lugar ao vermelho. Eventualmente, o universo começou a desbotar. Após cerca de 400 milhões de anos, as primeiras estrelas brilhantes brancas-azuladas começaram a se formar e uma nova luz apareceu. Quando estrelas e galáxias apareceram e evoluíram, o cosmos começou a ganhar uma nova cor, mais próxima à que conhecemos hoje. Em 2002, Karl Glazebrook e Ivan Baldry calcularam a cor média de toda a luz que vemos das estrelas e galáxias hoje para determinar a cor atual do universo: um bege meio pálido, semelhante à cor de um café com leite - e por isso os cientistas chamaram esse tom de "café com leite cósmico". Mas um dia, isso também mudará. As grandes estrelas azuis envelhecem e morrem e, em algum momento, em um futuro bem distante, apenas o brilho vermelho profundo das estrelas anãs permanecerá. Finalmente, depois de trilhões de anos, até a luz dessas anãs vai desaparecer, e o universo se tornará um mar negro. Todas as cores vão sumir com o tempo e o universo que conhecemos exibirá apenas uma escuridão eterna. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Débito, crédito ou Facebook Pay? Agora dá para pagar usando até o WhatsApp Veja Mais

Controladoria regulamenta lei em MG que deu origem à Operação Lava Jato

O Tempo - Política Em Minas, CGE passa a contar com auxílio da AGE para fechar acordos de leniência Veja Mais

Bolsonaro anuncia saída do PSL e fundação de partido ‘Aliança pelo Brasil'

O Tempo - Política Novo partido precisa de 500 mil assinaturas para ser registrado no Tribunal Superior Eleitoral Veja Mais

Instagram copia TikTok, novo Sonic e Facebook “espião” – Hoje no TecMundo

Instagram copia TikTok, novo Sonic e Facebook “espião” – Hoje no TecMundo

Tecmundo No programa de hoje, falamos do Instagram “chupinhando” ferramentas de um novo rival, o TikTok e também de uma falha de privacidade preocupante no Facebook para iOS. Temos ainda um celular da Hisense com mais de 10.000 mAh de bateria e um novo trailer do filme do Sonic. Voltamos a falar dos “cartuchos” da Sony para o PS5 e da Huawei, que tá distribuindo um bônus generoso para seus funcionários. Tem muito mais pra você acompanhar, então fica de olho no vídeo.Leia mais... Veja Mais

Ministério da Saúde passará a destinar verbas a municípios com base em desempenho

Glogo - Ciência Novo critério será baseado em 21 indicadores, incluindo número de cidadãos cadastrados. Com a mudança, governo espera registrar 40 milhões de novos usuários do SUS. O governo federal anunciou nesta terça-feira (12) que vai aumentar o repasse de verbas de saúde para municípios que tiverem melhores indicadores no setor. Entre os quesitos, está o aumento do número de cidadãos cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o ministério, o orçamento para a chamada atenção primária passará de R$ 18,3 bilhões neste ano para R$ 20,4 bilhões em 2020 – um aumento de 11,4%. As regras desse repasse, no entanto, serão diferentes. Atualmente, o dinheiro do governo federal que vai para cada prefeitura depende do número de habitantes daquela cidade, e dos serviços ofertados (se há centro cirúrgico ou tratamento de câncer, por exemplo). Pelo novo modelo, o número de pessoas efetivamente acompanhadas pelos serviços de saúde também vai entrar no cálculo. A adesão a programas específicos, como o de saúde bucal, também será levada em consideração. De acordo com o Ministério da Saúde, esses critérios serão um “estímulo” para que os municípios cadastrem 50 milhões de brasileiros que, hoje, estão fora dos sistemas. “Essa maneira [anterior] de repassar o recurso era muito justificada pela chamada universalidade. E realmente, não se pode perder de vista a universalidade. Mas ela criou, presidente, um mundo dos esquecidos”, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Segundo o ministro, se cada uma das 44 mil equipes do Programa Saúde da Família atendesse 3 mil habitantes, seria possível atingir 140 milhões de beneficiados. Hoje, diz Mandetta, a ação atende 90 milhões de pessoas. “Onde estão as pessoas? Nós fomos cruzar os cadastros e nós encontramos o cadastro do Bolsa Família, do BPC, do INSS, dos menores benefícios. São mais de 40 milhões esquecidas, quase metade delas as pessoas mais frágeis, que mais necessitam do cuidado do Saúde da Família.” As regras constam em uma portaria que será publicada pelo Ministério da Saúde e deve entrar em vigor em 2020. Até a publicação desta reportagem, o texto da portaria ainda não tinha sido divulgado. Veja Mais

Coldplay posta vídeo ensaiando músicas novas antes de shows na Jordânia. Veja!

R7 - Música Show será transmitido ao vivo pelo YouTube em 22 de novembro Veja Mais

Snapdragon 865: vazamento aponta melhoria de 20% em performance

Snapdragon 865: vazamento aponta melhoria de 20% em performance

canaltech O fim do ano está chegando, e com ele esperamos os anúncios das plataformas que serão utilizadas nos Android topo de linha do ano seguinte. A Qualcomm vai seguir o cronograma de anos anteriores, com uma grande conferência para apresentar o próximo Snapdragon da série 800 a jornalistas de todo o mundo em dezembro. Mas um leaker confiável publicou na rede social chinesa Weibo o que, diz, são as especificações do Snapdragon 865 — possível nome do sucessor dos Snapdragon 855 e 855+, lançados em 2019. O novo chipset deve estar no GAlaxy S11 de alguns mercados, enquanto outros recebem o modelo com Exynos 990. A nova plataforma da Qualcomm deve ser fabricada no processo de 7nm EUV da Samsung, e pode ter variantes 4G e 5G. O processador teria um núcleo principal de 2,84 GHz ARM Cortex A77, três núcleos tambémm A77 de 2,42 GHz e mais quatro A55 de 1,8 GHz. A melhoria em desempenho é calculada em 20% em comparação com o Snapdragon 855. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Já a GPU Adreno 650 pode trazer ganhos gráficos de 17% a 20% em comparação com a Adreno 640 dos chipsets deste ano. O site PhoneArena fez uma tabela comparando as especificações de quatro plataformas: os já oficiais Exynos 990, Snapdragon 855+ e Apple A13 com o possível Snapdragon 865. Tabela comparativo de especificações dos chipsets topo de linha disponíveis no início de 2020 (Imagem: Reprodução/PhoneArena) Nada muito impressionante em poder bruto comparando com gerações passadas deve ser esperado para as próximas. No momento, as fabricantes estão mais focadas em oferecer mais recursos, como processamento de imagens mais poderoso e conectividade 5G, além de inteligência artificial. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Samsung presenteia menino que fez trabalho em loja de shopping com tablet Mais 60 satélites Starlink são lançados e astrônomos seguem preocupados; entenda Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Astronautas que visitarão Marte poderão fazer a viagem em estado de hibernação Neonazistas têm dados, mensagens e fotos vazadas e publicadas online Veja Mais

Motorola One Macro: não compre pela câmera | Análise / Review

tudo celular One Macro traz lente macro como principal diferencial. Seria este o melhor smartphone Motorola One? Veja Mais