Meu Feed

Hoje

Disney+ já soma 10 milhões de assinantes e 3,2 milhões de downloads do app

Disney+ já soma 10 milhões de assinantes e 3,2 milhões de downloads do app

Tecmundo O Disney+ finalmente foi lançado nos Estados Unidos, Canadá e Países Baixos no dia 12 de novembro e, apesar de já estar presente em diversos aparelhos, os números de downloads do seu aplicativo parecem ter sido mais significativos nas lojas da Apple e Google. Isso porque estimativas indicam que o app de iOS e de Android passou de 3,2 milhões de downloads no seu primeiro dia nas lojas.O lançamento do Disney+ não foi tão simples como a empresa desejava, com usuários enfrentando períodos de falta de acesso a suas contas e conteúdo do serviço de streaming. Uma prova dessa demanda vem em informações da firma de pesquisa Apptopia, que indica que 89% dos downloads do Disney+ vieram dos Estados Unidos, 9% do Canadá e 2% dos Países Baixos.Leia mais... Veja Mais

Ainda vive! Microsoft libera nova atualização para Windows 10 Mobile

Ainda vive! Microsoft libera nova atualização para Windows 10 Mobile

Tecmundo O Windows 10 Mobile é usado por cada vez menos gente, mas isso não é razão suficiente para que a Microsoft deixe o sistema móvel de lado. Prova disso é que, nesta terça-feira (12), a empresa liberou uma atualização que traz a Build 15254.597 e é baseada na edição Fall Creators Update.A atualização cita os aprimoramentos do KB4525241 e não traz a adição de novos recursos, tendo foco na correção de bugs e brechas de segurança.Leia mais... Veja Mais

E-commerce: 5 benefícios de uma boa plataforma

R7 - Economia Um dos principais fatores para alcançar sucesso no setor de varejo digital é ter uma plataforma de e-commerce bem estruturada. Prova desta afirmação são os resultados registrados a cada ano no Brasil e no mundo, que só corroboram com as boas perspectivas. Só para se ter uma ideia, o setor de e-commerce registrou um faturamento […] O post E-commerce: 5 benefícios de uma boa plataforma apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

A evolução do mercado financeiro brasileiro exige profissionais qualificados

A evolução do mercado financeiro brasileiro exige profissionais qualificados

R7 - Economia No dia 7 de novembro, participei do Congresso Planejar 2019. Este é um evento realizado pela Planejar, que é a Associação de Planejadores Financeiros, representante exclusiva da certificação internacional CFP® (Certified Financial Planner) no Brasil. Os profissionais CFP® certificam-se através de uma prova que exige conhecimento em seis áreas, além de comprovação de experiência no […] O post A evolução do mercado financeiro brasileiro exige profissionais qualificados apareceu primeiro em SpaceMoney. Veja Mais

Entenda: Governança corporativa para pequenas e médias empresas

R7 - Economia Quando o tema é governança corporativa, muitos negócios podem pensar que se trata de um sistema que só pode estar presente em grandes organizações. De fato, esse é um assunto cada vez mais recorrente no ambiente dos grandes negócios, mas vale ressaltar que governança corporativa não se limita apenas aos gigantes do mercado. A governança […] O post Entenda: Governança corporativa para pequenas e médias empresas apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Fotos inéditas capturam começo humilde dos Rolling Stones

G1 Pop & Arte Imagens ficaram guardadas sob a cama do fotógrafo Gus Coral durante mais de 50 anos e serão expostas em Londres. Imagens inéditas do começo da carreira dos Rolling Stones serão expostas em Londres Gus Coral/Zebraonegallery.com via Reuters Uma série de fotos em preto e branco da época da primeira turnê de shows dos Rolling Stones, em 1963, será vista pelo público pela primeira vez quando for exposta no leste de Londres neste mês. As imagens, feitas em um estúdio de gravação londrino e em uma apresentação em Cardiff, no País de Gales, ficaram guardadas sob a cama do fotógrafo Gus Coral durante mais de 50 anos até ele decidir resgatá-las. As fotos capturam o começo humilde de uma banda que se tornaria um nome conhecido em todo o mundo, e incluem uma foto dos músicos juntando dinheiro para uma corrida de táxi e uma pequena plateia esperando debaixo de chuva antes de eles e outros grupos da turnê subirem no palco galês. Coral, que tinha 26 anos quando tirou as fotos, lembra de ter pensado na época que a banda iria longe. "Obviamente... eu não sabia que eles durariam todos esses anos e seriam tão especiais, mas sabia que eram especiais", disse. "Estávamos saindo da Segunda Guerra Mundial e havia certas pessoas que eram meio que líderes na descoberta de um novo caminho, uma nova cultura para ir adiante. E eles eram um deles." Ao observar Mick Jagger e os colegas de banda Keith Richards, Bill Wyman, Charlie Watts e Brian Jones antes de gravarem "I Wanna Be Your Man" em Londres, Coral ficou impressionado com seu profissionalismo. A banda Rolling Stones em foto de 1963 em Londres Gus Coral/Zebraonegallery.com via Reuters "(As pessoas) querem aquela coisa 'destruímos o hotel e tínhamos uma fila de garotas de 16 anos esperando na porta'", disse. "Não era nada assim. Era um homem sério fazendo um trabalho sério e fechando um contrato de gravação." Coral e alguns amigos foram de carro a Cardiff para gravar o show e tiveram acesso total. A exposição "Black & White Blues - Where it all Began" ficará no The Curtain entre 18 de novembro e 2 de dezembro. Imagens inéditas do começo da carreira dos Rolling Stones serão expostas em Londres Gus Coral/Zebraonegallery.com via Reuters Veja Mais

Google vai oferecer contas correntes a usuários em 2020, diz jornal

G1 Economia Projeto, que se chamará 'Cache', será realizado em parceria com o Citi e uma cooperativa de crédito da Universidade Stanford. Escritório do Google em São Paulo. Thiago Lavado/G1 O Google vai oferecer contas correntes a usuários no próximo ano em parceria com o banco Citi e uma pequena cooperativa de crédito da Universidade Stanford, afirmou uma fonte a par do assunto nesta quarta-feira (13) ao jornal "The Wall Street Journal". O projeto se chamará "Cache". "Nossa estratégia é de sermos grandes parceiros de bancos e do sistema financeiro", disse Caesar Sengupta, vice-presidente de pagamentos do Google, em entrevista ao "Wall Street Journal". "Pode ser um caminho um pouco mais longo, mas é mais sustentável", disse Sengupta, ao jornal. O "Wall Street Journal" afirmou que existe uma grande quantidade de dados e informações sobre gastos dos consumidores e sobre renda em contas bancárias. O Google, no entanto, afirmou que não pretende vender dados financeiros dos clientes para anunciantes e que não usa dados do Google Pay para fins publicitários. O serviço Google Pay já é popular em países como a Índia, onde tem mais de 67 milhões de usuários mensais e é utilizado para pagamento de tudo desde compras de mercado até corridas feitas pela Uber. Google Pay agora permite usar débito para comprar on-line O projeto Cache segue movimentos da Apple e do Facebook, de ingresso na indústria financeira. O Facebook anunciou a moeda digital libra em junho e a Apple firmou uma parceria com o banco Goldman Sachs para emissão de um cartão de crédito. Questionado a respeito dos planos do Google, o senador norte-americano Mark Warner, democrata que participa de painel do Senado que fiscaliza os bancos, afirmou que tem algumas ressalvas sobre o projeto. Warner afirmou à rede CNBC nesta quarta-feira (13) que sua preocupação é que gigantes da tecnologia entrem em novas áreas antes de haver regras para isso. "Creio que é preciso haver uma fiscalização muito intensa", acrescentou. Veja Mais

Experiência Internacional: 5 dicas para empreendedores

R7 - Economia Quem planeja passar um tempo no exterior, muitas vezes, está com foco em aprimorar um idioma ou algum curso específico. Porém, essa experiência pode ser muito mais enriquecedora. Para jovens empreendedores, em especial, a oportunidade pode trazer um impacto poderoso ao conectá-lo com pessoas e experiências únicas em culturas diferentes. A EHL, Ecole Hôtelière de […] O post Experiência Internacional: 5 dicas para empreendedores apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Via Varejo apura denúncia de irregularidades contábeis

G1 Economia Investigação está na segunda fase e primeira etapa não encontrou falhas. Empresa divulga balanço do terceiro trimestre nesta quarta. Loja da Casas Bahia, da Via Varejo Marcelo Brandt/G1 A administração da Via Varejo, que desde junho voltou a ser controlada pela família Klein, informou nesta quarta-feira (13) que recebeu denúncias sobre supostas irregularidades contábeis entre o fim de setembro e o início de outubro e que, depois disso, criou um comitê para investigar o caso. O comunicado foi feito à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que regula o mercado de capitais no país. A Via Varejo é dona das lojas Casas Bahia e Ponto Frio. Segundo a companhia, os trabalhos de investigação foram divididos em duas fases, sendo que a primeira já foi concluída e não confirmou as denúncias. A segunda fase se encontra em andamento e, até agora, não mostrou fatos novos. Com isso, a Via Varejo concluiu preliminarmente que "não existem efeitos materiais" aos resultados do terceiro trimestre que serão divulgados nesta quarta, após o encerramento do pregão. A empresa disse ainda que, assim que a segunda fase da investigação for concluída, o comitê responsável irá apresentar suas conclusões ao conselho de administração e que serão avaliadas eventuais medidas adicionais. Veja Mais

Marvel revela novas artes conceituais de seus shows no Disney+

Marvel revela novas artes conceituais de seus shows no Disney+

canaltech Ainda temos um bom tempo até que as novas produções da Marvel apareçam no Disney+, serviço de streaming que estreou oficialmente nesta terça-feira, 12 de novembro, nos EUA. A fim de acalmar os ânimos dos fãs, porém, a Marvel revelou novas artes conceituais de suas séries, que expandem o universo cinematográfico da empresa. As imagens podem ser conferidas na galeria abaixo e trazem pequenas informações sobre séries como Wandavision (a série com a Feiticeira Escarlate e o Visão) e Falcon and Winter Soldier (protagonizada pelo “Falcão” Sam Wilson, que deve assumir o manto do Capitão América; e o ex-vilão Soldado Invernal). Fora essas, até mesmo Sharon Carter (vivida por Emilly VanCamp) e Daniel Bruhl (o Barão Zemo, antagonista de Guerra Civil) tiveram suas divulgações. Amazon Prime chegou ao Brasil e está todo mundo assinando. Já fez seu teste grátis de 30 dias? Clique aqui! Outros destaques foram incluídos na série de imagens relacionadas à marca What If, que deve ganhar produção da Marvel em 2021 e retrata episódios alternativos às histórias dos seus principais heróis: nas imagens, temos Peggy Carter sendo submetida ao experimento do Super Soldado ao invés de Steve Rogers (o que a transformaria na Capitã Britânia), um Steve Rogers comandando um robozão e até um Capitão América zumbi. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- As artes mostradas são parte do minidocumentário Expanding the Universe, que mostra o processo de produção dos novos shows. Confira o material divulgado abaixo: Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Novas artes conceituais foram divulgadas pela Marvel e detalham um pouco mais das séries que a empresa está preparando para o serviço de streaming Disney+ ((Imagem: Divulgação/Marvel)) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo IMPERDÍVEL | PlayStation 4 Slim + 3 jogos + PS Plus por apenas 10x de R$ 179 Veja Mais

Cogna vê mais racionalidade em preços de concorrentes, EAD para de cair

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - A Cogna Educação, ex-Kroton, está vendo um ambiente concorrencial mais racional, mas isso ainda não permite estimar quando o movimento de aumento de provisões para perdas com inadimplência será revertido, disseram executivos da companhia nesta quarta-feira.Em teleconferência com analistas do setor de educação, executivos da Cogna comentaram que nos últimos meses os preços de mensalidades da graduação se mostraram mais racionais e que os valores cobrados no ensino à distância "pararam de cair", sinalizando que um piso de 150 reais possa ter sido alcançado no caso dos cursos totalmente online.As ações da companhia exibiam queda de 0,6% às 12h47, enquanto o Ibovespa tinha baixa de 0,9%.A Cogna divulgou mais cedo que teve lucro líquido de ajustado de 208,6 milhões de reais no terceiro trimestre, uma queda de 41,6% sobre o desempenho de um ano antes.No ensino superior, a empresa elevou em 5,4% a provisão para perdas com inadimplência ante mesmo período de 2018, acumulando nos primeiros nove meses de 2019 expansão de 11% no indicador.A despesa com marketing subiu 47% ano a ano no ensino superior. Já no ensino básico houve um salto de oito vezes.Executivos da companhia afirmaram na teleconferência que a tendência de elevação das despesas com marketing não devem se repetir no quarto trimestre, mas não deram detalhes.Segundo eles, no quarto trimestre a empresa não pretende ser agressiva em sua política de renegociação com inadimplentes, com o uso de concessão de descontos, por exemplo.Sobre a unidade Vasta Educação, que vende soluções de ensino para colégios, o presidente da Cogna, Rodrigo Galindo, disse que a unidade pode até conseguir um crescimento maior que os 20% obtidos até novembro para o indicador valor anual de contratos (ACV) no ciclo de 2020, diante do lançamento de novos produtos e aperfeiçoamento das equipes de venda.None (Por Alberto Alerigi Jr.) Veja Mais

Saiba como criar filtro no Excel

Saiba como criar filtro no Excel

canaltech O Excel é a ferramenta mais completa para gerenciar e organizar planilhas. Quanto mais dicas o usuário tiver a sua disposição para usar suas ferramentas com mais frequência, mais otimizado ficará seu trabalho. Além de regras, gráficos e fórmulas, o filtro pode ser um ótimo recurso para classificar e tornar documentos extensos mais organizados. Veja a seguir como adicionar um filtro básico em planilhas do Excel. Como fazer um gráfico básico no Excel Saiba como criar filtro no Excel Este tutorial é compatível com todas as versões recentes do Excel presente no Microsoft Office ( Office2010, 2013, 2016, Office online e Office 365) para Windows e MacOS. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Passo 1: abra uma planilha no Excel. Se você não tiver uma planilha completa para testar o nosso tutorial, pode clicar aqui para escolher e baixar um documento de exemplo com dados fictícios. Passo 2: vá para o eixo horizontal da planilha, a linha em superior ordem alfabética, e selecione a coluna que você deseja adicionar um filtro (imagem abaixo). Selecionando a coluna que receberá o filtro / Captura de tela: Bruno Salutes Passo 3: depois, com a coluna inteira selecionada, clique na opção "Classificar e filtrar" (imagem abaixo) na barra de ferramentas superior do Excel. Agora, no menu que irá se abrir, selecione "Filtro" (imagem abaixo). Acessando o menu de classificação e filtro do Excel / Captura de tela: Bruno Salutes Passo 4: se estiver tudo certo com a coluna que você escolheu, o filtro será aplicado e classificará automaticamente todos os dados selecionados. É possível selecionar apenas dados específicos ou classificá-los em ordem alfabética, crescente ou decrescente. Filtro aplicado em uma coluna da planilha / Captura de tela: Bruno Salutes Se você quiser adicionar o filtro em mais de uma coluna ou em todas as colunas que estão no eixo horizontal da sua planilha, selecione o documento por completo usando os comandos Ctrl + A no teclado do Windows, ou Command + A no teclado do macOS. Com todas as colunas do documento selecionadas, refaça o caminho do passo a passo acima: vá para a barra de ferramentas do Office, selecione "Classificar e filtrar" e, depois, "Filtro". Pronto! Seu documento deve estar com filtro em toda a área que você selecionou (imagem abaixo) e você pode gerenciá-los separadamente. Adicionando filtro em uma planilha inteira / Captura de tela: Bruno Salutes Lembrando que para excluir um filtro, basta clicar com o mouse do lado direito em cima da coluna e selecionar "excluir filtro" no menu que irá se abrir. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Capacidade de armazenagem de grãos cresce 3,5% no Brasil, diz IBGE

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - O total de capacidade útil disponível para armazenamento de grãos no Brasil, no primeiro semestre de 2019, foi de 175,5 milhões de toneladas, aumento de 3,5% ante o semestre anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.O Mato Grosso, maior produtor brasileiro de grãos, manteve a liderança em capacidade de armazenagem, com 43,9 milhões de toneladas, acrescentou o IBGE.A capacidade de armazenagem, entretanto, ainda está bem abaixo da produção de grãos e oleaginosas do país, que somou um recorde de 242 milhões de toneladas na temporada passada.Já o estoque de produtos agrícolas totalizou 63,7 milhões de toneladas, um aumento de 9,4% frente aos 58,3 milhões de toneladas de 30 de junho de 2018.O maior volume estocado era de soja (34,8 milhões de toneladas), seguido pelo de milho (18,5 milhões), arroz (4,8 milhões), trigo (1,9 milhão) e café (1,1 milhão).Segundo o IBGE, a pesquisa identificou 7.977 estabelecimentos ativos de armazenagem, acréscimo de 2,4% ante o levantamento do segundo semestre de 2018.O Centro-Oeste foi a região onde houve maior crescimento (7,9%), seguido pelas regiões Norte (3,6%), Nordeste (0,2%) e Sul (0,1%), enquanto o Sudeste teve queda de 0,2%.None (Por Roberto Samora) Veja Mais

Twitch Studio: novo app facilita vida de streamers iniciantes

Twitch Studio: novo app facilita vida de streamers iniciantes

Tecmundo Com o intuito de facilitar o trabalho de streamers iniciantes, a Twitch está lançando o Twitch Studio, um aplicativo de transmissões ao vivo com funcionalidades simples e muito úteis.O programa ajuda usuários a começarem a transmitir ao vivo na plataforma sem problemas, apresentando configuração guiada que automaticamente detecta microfones, webcams, resolução de monitor e bitrates para exibir as melhores opções de imagem e som.Leia mais... Veja Mais

Apple lança primeiro MacBook Pro com tela de 16 polegadas; veja o que mais muda

Apple lança primeiro MacBook Pro com tela de 16 polegadas; veja o que mais muda

canaltech De surpresa, a Apple anunciou nesta quarta-feira (13) seu primeiro MacBook Pro com tela de 16 polegadas. O notebook chega com uma resolução de 3072 x 1920 pixels e promessa de trazer não apenas a melhor qualidade de imagem da linha, com uma densidade de 226 ppi, como também alta fidelidade sonora graças a um conjunto de seis alto-falantes espalhados pelo corpo do aparelho. Apesar do aumento no tamanho do display, a Apple informa que seu dispositivo não ficou maior fisicamente. A companhia foi capaz de colocar uma tela de 16 polegadas no chassi de seu modelo anterior de 15 polegadas, uma mágica proporcionada por uma redução nas bordas da tela que faz com que ele seja apenas alguns milímetros maior que o irmão mais velho.   O computador também é um dos mais potentes da família de MacBooks, chegando com variantes de seis (2,6 GHz) ou oito (2,3 GHz) núcleos dos processadores Intel Core de 9ª geração, acompanhados de GPUs AMD Radeon Pro da série 5000M. São diferentes opções de hardware, todas com 4 GB de memória RAM e 512 GB ou 1 TB de espaço no SSD, ao gosto do cliente. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Para abraçar todo esse poder de processamento, mudanças também tiveram de ser feitas no design interno, com a Maçã trabalhando em uma nova estrutura térmica para garantir um fluxo de ar melhor por dentro do equipamento. Com o lançamento, a Apple também parece responder a algumas críticas feitas aos modelos anteriores, além de atender aos pedidos de seus usuários. A Touch Bar, que é propagandeada pela empresa como um dos diferenciais de seus MacBooks mais recentes, faz um retorno, mas agora aparece ao lado de uma tecla Esc física e no local a que todo mundo está acostumado. A fabricante também disse ter redesenhado o mecanismo do teclado para oferecer uma digitação mais confortável, com 1mm de travel, e sem os potenciais problemas enfrentados pelos utilizadores das últimas gerações. Para evitar problemas e atender aos pedidos dos usuários, Apple redesenhou o teclado do MacBook Pro, trazendo de volta a tecla Esc física e mudando mecanismos internos (Imagem: Divulgação/Apple) A tela maior também acompanha uma bateria melhorada, com 100 Wh, o máximo permitido pelas autoridades aéreas dos Estados Unidos. A promessa é de uma autonomia de 11 horas, um incremento de apenas uma hora em relação às edições anteriores, o que mostra que o display de 16 polegadas e o alto poder de processamento estão puxando um bocado de energia. No Brasil, o novo MacBook Pro custa R$ 21,299 pela versão básica, com processador de seis núcleos e SSD de 512 GB; a mais avançada, com chip de oito núcleos e 1 TB de armazenamento está saindo por R$ 24,599. Customizações extras, é claro, levam esse valor ao infinito e além. Os computadores já estão sendo vendidos pela internet e devem chegar às lojas físicas da Maçã até o final desta semana. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Concurso da Câmara Municipal de Santa Rita, PB, divulga resultado preliminar da prova objetiva

G1 Economia Concurso oferece 10 vagas de ampla concorrência para cargos de assistente e técnico legislativo, contador e procurador e assessor jurídico. Concurso da Câmara Municipal de Santa Rita divulga resultado preliminar da prova objetiva Mano de Carvalho/Arquivo O resultado preliminar da prova objetiva do concurso da Câmara Municipal de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi divulgado nesta quarta-feira (13), pela Comissão Permanente de Concursos (CPCon). Veja o resultado preliminar da prova objetiva do concurso da Câmara Municipal de Santa Rita O concurso oferece dez vagas de ampla concorrência divididas em duas para agente legislativo, três para assistente legislativo, uma para assessor jurídico, contador, procurador jurídico e técnico legislativo, cada. Para pessoas com deficiência, foram oferecidas uma vaga para agente legislativo, assistente legislativo e técnico legislativo, cada. Também foram divulgados os resultados dos recursos quanto às provas objetivas, que podem ser consultados no site da organizadora. O resultado final do concurso deve ser publicado no dia 29 de novembro, de acordo com o edital. Veja Mais

HTC lança o Exodus 1 Binance; celular ideal para traders de Bitcoin

HTC lança o Exodus 1 Binance; celular ideal para traders de Bitcoin

Tecmundo A HTC está lançando o Exodus 1 Binance Edition, a segunda versão de seu smartphone dedicado a entusiastas de moedas digitais e traders. Como o nome indica, o Binance Edition possui integração com a exchange Binance, uma das maiores e mais famosas do mundo.O aparelho sai de fábrica com os aplicativos Zion Vault, Binance, Binance DEX e Trust Wallet instalados por padrão, para facilitar as transações com criptomoedas, sem que os usuários precisem baixar apps essenciais.Leia mais... Veja Mais

Funcionários do Facebook descrevem ambiente racista em carta aberta

Funcionários do Facebook descrevem ambiente racista em carta aberta

canaltech Já faz quase um ano que Mark Luckie, ex-gerente de parcerias do Facebook, escreveu uma carta aberta criticando o ambiente de trabalho da empresa para os negros. De lá para cá, as coisas mudaram para pior, de acordo com uma nova carta, desta vez anônima, que descreve alguns episódios vividos no ambiente corporativo. “Quando eu tomava o café da manhã, dois funcionários brancos me pediram para limpar a bagunça deles”, conta um dos funcionários. “Eu sou gerente de programa. Contei à minha gerente sobre o incidente. Ela me disse que eu preciso me vestir de maneira mais profissional”. São 12 incidentes descritos na carta, publicada na semana passada na plataforma Medium. Foi a mesma semana em que o Facebook realizou a conferência anual ‘Black@’, na qual trata sobre assuntos de diversidade racial. Não apenas funcionários negros, mas latinos também contaram episódios de racismo vividos dentro da companhia. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- “Meu gerente pediu diretamente a ao menos dois colegas que me dessem feedback negativo em minha avaliação de performance para influenciar minha classificação de desempenho, o que afetaria negativamente minha compensação total”, descreveu outro funcionário. “Meus colegas se recusaram e, em vez disso, relataram o incidente ao RH. O RH não tomou nenhuma ação”. Fora de controle Os casos não são isolados. Há, inclusive, uma captura de tela de uma plataforma fechada na qual funcionários podem publicar experiências anônimas em que alguém questiona se “os negros realmente são mal tratados ou eles só gostam de reclamar?”, ao que outro funcionário respondeu: Postagem em plataforma de funcionários do Facebook (Imagem: Reprodução/Medium) “Quem lê as postagens virais da Black@ ou do Mark Lucky vê que essas pessoas fazem parecer que elas trabalham para a KKK. Elas deveriam se sentir privilegiadas por serem contratados pela diversidade e entrar na empresa depois que baixamos nossos padrões de contratação.” Os relatos mostram como funcionários negros e latinos são menosprezados e têm oportunidades de crescimento negadas. A carta ainda reclama da falta de ação quando algum incidente é relatado ao RH. “Racismo, discriminação, viés e agressão não vêm dos grandes momentos. Estão nas pequenas ações que se juntam com o tempo e formam uma cultura em que somos vistos apenas como cota, mas nunca ouvidor, nunca notados, nunca reconhecidos, nunca aceitos”, dispara a carta. A vice-presidente de comunicação corporativa do Facebook, Bertie Thomson, reconheceu, em nota ao Guardian, que os incidentes descritos na carta não estão dentro do esperado. “Ninguém no Facebook, ou em lugar nenhum, devia ter que aturar esse comportamento. Pedimos desculpa. Isso vai contra tudo aquilo que defendemos como companhia. Estamos ouvindo e trabalhando duro para melhorar”, prometeu. No entanto, como apontado no início desta matéria, já tem ao menos um ano que o “tratamento diferenciado” a funcionários não-brancos no Facebook se tornou público. E, apesar das promessas de corrigir os problemas, a empresa permitiu que a situação piorasse, sem tomar nenhuma ação, de acordo com a nova carta aberta. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Meteoro corta o céu dos Estados Unidos e rende belas imagens; assista ao vídeo

Meteoro corta o céu dos Estados Unidos e rende belas imagens; assista ao vídeo

canaltech O céu de pelo menos oito estados norte-americanos foi cruzado por um meteoro na noite de segunda-feira (11). Fotos e vídeos mostram uma bola luminosa rasgando o céu da noite na direção leste a oeste. De acordo com a Sociedade Americana de Meteoros, foram feitos mais de 120 relatos do evento. A CNN informou que cidadãos dos estados de Missouri, Illinois, Kansas, Minnesota, Nevada, Nebraska, Oklahoma e Wisconsin puderam ver o fenômeno. O meteorologista do Kansas Gerard Jebaily conseguiu captar uma imagem enquanto dirigia. Ele perguntou no Twitter se “mais alguém viu o meteoro logo antes das 11 horas da noite esta noite? Eu o peguei olhando para o oeste de minha câmera veicular”. De acordo com ele, a luz parece quase atingir a torre da Cheesecacke Factory, “apesar de eu saber que tem entre 80 e 120 metros de altura”. Did anyone else see the #meteor just before 11pm tonight?!! I caught it looking west from my dash cam @ThePlazaKC! That's the Cheesecake Factory tower it looks like it almost hits even though I know its 50-75 miles high. pic.twitter.com/x7sCg6l0Hp -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- — Gerard Jebaily (@GerardJebaily) November 10, 2019 A Sociedade Americana de Meteoros fez uma compilação com três vídeos feitos por diferentes câmeras. Muitas pessoas também postaram no Twitter as imagens captadas em suas câmeras de vigilância na entrada de suas casas. A luminosidade causada pelo meteoro em questão foi superior à do planeta Vênus no céu noturno daquela noite, e ocorreu mais ou menos no pico da chuva de meteoros Taurídeas, que acontece anualmente por conta de detritos do cometa Encke. Meteoro é como se chama qualquer objeto espacial que se queima ao entrar na atmosfera da Terra, e pode ser resultado justamente de pedaços liberados por cometas à medida em que se aproximam do Sol ao longo de suas "viagens" pelo Sistema Solar. Leia também: Qual a diferença entre meteoro, meteorito, meteoroide, asteroide e cometa? Abaixo, você assiste ao vídeo da Sociedade Americana de Meteoros com a compilação de imagens mostrando o belo fenômeno:   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Como For All Mankind reescreve a Corrida Espacial com os soviéticos na liderança

Como For All Mankind reescreve a Corrida Espacial com os soviéticos na liderança

canaltech Os soviéticos lançaram o primeiro satélite artificial à órbita da Terra em 1957 (o Sputnik). Os soviéticos lançaram pela primeira vez um ser vivo a bordo de um foguete também em 1957 (a cadela Laika). Os soviéticos enviaram o primeiro homem ao espaço em 1961 (Yuri Gagarin). Os soviéticos enviaram a primeira mulher ao espaço em 1963 (Valentina Tereshkova). Mas a grande vitória da Corrida Espacial acabou sendo dos Estados Unidos, que conseguiram fazer com que astronautas pisassem na Lua pela primeira vez em 1969 com a Apollo 11, fincando sua bandeira na superfície lunar e deixando as primeiras pegadas humanas por lá. Mas e se os soviéticos continuassem vencendo essa corrida, levando um cosmonauta como primeiro humano a visitar a Lua e, assim, deixando os EUA no eterno segundo lugar? É exatamente isso o que explora For All Mankind, série original e exclusiva do Apple TV+ — o serviço de streaming da Maçã. A série retrata personagens e acontecimentos reais em uma espécie de realidade paralela; então, aqui, você vai ver gente como Neil Armstrong, Buzz Aldrin, Wernher von Braun, Deke Slayton e Gene Kranz vivenciando acontecimentos fictícios, mas, ao mesmo tempo, traçando paralelos e fazendo referências ao que aconteceu de verdade. É um verdadeiro deleite a qualquer entusiasta da exploração espacial que conhece os bastidores do programa Apollo, já cansou de assistir a documentários com as cenas reais das missões e sempre imaginou como teriam sido os bastidores da NASA caso os soviéticos continuassem vencendo a Corrida Espacial. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Da Apollo 1 à Apollo 17: o que fez cada missão do programa lunar da NASA? ATENÇÃO: A partir daqui, este texto contém spoilers! Lua Vermelha: a vitória soviética não foi o fim da Corrida Espacial, mas sim o começo de uma nova jornada Em For All Mankind, vemos que a Apollo 10 foi planejada para visitar a Lua como uma espécie de treinamento final para que o pouso histórico do Homem na Lua acontecesse na Apollo 11. Então, a tripulação desta missão foi à Lua, orbitou o satélite natural, iniciou o procedimento de alunissagem com o módulo de pouso, mas abortou a descida a poucos quilômetros de altitude, retornando à órbita para se acoplar novamente ao módulo de comando e, então, voltar à Terra com sensação de missão cumprida. Contudo, outra sensação se faz presente na realidade alternativa retratada na série: a frustração de terem chegado tão perto de pousar na Lua, mas sem permissão de realizar o histórico pouso lunar, já que essa missão seria da Apollo 11, somente. O jeito foi cumprir as ordens e engolir qualquer descontentamento. Fun Fact: a Apollo 10 da história verdadeira realmente foi uma espécie de treinamento para o pouso da Apollo 11 meses depois, mas, diferentemente do retratado em For All Mankind, a nave não contava com o software necessário para o pouso, tampouco trajes espaciais para que os astronautas andassem na superfície lunar. Tal frustração acaba de várias maneiras ditando os acontecimentos da trama fictícia, pois, para a surpresa de todos, logo após o retorno da Apollo 10 os soviéticos acabaram pousando na Lua primeiro — deixando os tripulantes da Apollo 10 com aquele amargo gosto da derrota ainda mais insuportável; afinal, eles tinham tudo para ter pousado primeiro, trazendo esta vitória a seu país, mas não o fizeram pois estavam cumprindo ordens. E essa obediência acabou levando a vitória aos inimigos da União Soviética, com o mundo todo assistindo, ao vivo pela televisão, um cosmonauta exibir a foice e o martelo em uma bandeira vermelha na Lua — e, ainda por cima, declarando em russo que "Eu dou este passo pelo meu povo, pelo meu país, e pelo estilo de vida Marxista-Leninista". Fun fact: na história de For All Mankind, o primeiro humano a pisar na Lua foi Alexei Leonov. Na história real, o cosmonauta foi, na verdade, o primeiro humano a fazer uma caminhada espacial. O fato de os EUA terem sido pegos de surpresa com o quanto o programa espacial soviético estava avançado acaba desencadeando todo um desenrolar para a história: a Apollo 11 chega à Lua conforme planejado, mas sem todos os louros que a missão da vida real ganhou. Afinal, "ninguém liga para quem chega em segundo lugar", conforme é dito na própria história paralela. E tal declaração foi dada pelo presidente Nixon mesmo depois de horas de desespero: o módulo de pouso da Apollo 11, levando Neil Armstrong e Buzz Aldrin à superfície, perdeu o contato com o controle da missão e também deixou de enviar dados de telemetria pouco antes da alunissagem, e tudo indicava que uma tragédia havia acontecido. O mundo todo já amargava não somente mais uma derrota, como a perda da vida dos tripulantes, mas, mesmo com a notícia de que estavam todos sãos e salvos na Lua, a derrota para os soviéticos ainda falou mais alto nos corações e mentes dos oficiais do governo. Fun fact: durante as horas em que o contato com o módulo de pouso estava perdido e tudo indicava que o pouso havia falhado, o presidente Nixon prepara uma declaração oficial que seria proferida ao mundo todo assim que a NASA confirmasse a tragédia. Neste momento, a série revive trechos de uma declaração que, na vida real, foi mesmo produzida pela equipe do então presidente, que estava preparado para qualquer um dos cenários: a vitória da Apollo 11, ou a derrota com a morte dos astronautas. "Antigamente, os homens olhavam para as estrelas e viam seus heróis nas constelações. Nos tempos modernos, fazemos o mesmo, mas nossos heróis são homens épicos, de carne e osso. Todo ser humano que olha para a Lua nas noites que estão por vir saberá que, em algum canto de outro mundo, existirá para sempre a humanidade". Essa declaração, que aparece na série da Apple, realmente faz parte do documento que Nixon leria caso a Apollo 11 tivesse falhado. A declaração que Nixon daria caso a Apollo 11 terminasse em tragédia Mulheres na jogada A coisa não parou de "feder" por aí: logo depois, enquanto o governo dos EUA pressiona a NASA para iniciar a construção de uma base militar na Lua — e, assim, sair à frente dos soviéticos nesse sentido, dando continuidade à Corrida Espacial —, o país norte-americano é novamente pego de surpresa quando os inimigos enviam (e transmitem tudo ao vivo) a primeira mulher ao satélite natural da Terra: a cosmonauta fictícia Anastasia Belikova. Então, a URSS não somente fez o primeiro homem pousar na Lua antes dos EUA, como também marcou vitória com a primeira mulher pisando no solo lunar — algo que, na vida real, ainda não aconteceu, mas está previsto para rolar em 2024 com o programa Artemis, da NASA. O presidente Nixon fica mais uma vez "pistola" com a NASA e exige que a agência espacial dê um jeito de mandar uma mulher norte-americana à Lua. Então, mesmo a contragosto, a NASA começa a treinar candidatas a astronautas, ao mesmo tempo em que planejava as próximas Apollo que iniciariam a criação da base militar na Lua, ainda na fúria para vencer os soviéticos. Fun fact: antes do início do programa Apollo, a agência criou o projeto Mercury, no finalzinho dos anos 1950, que foi o primeiro programa tripulado de exploração espacial da NASA. O objetivo já era mostrar a superioridade norte-americana em relação às tecnologias espaciais, minimizando as conquistas soviéticas, e, com este programa, John Glenn se tornou o primeiro estadunidense a ser lançado à órbita do planeta, logo depois do cosmonauta Yuri Gagarin. E um projeto paralelo do Mercury, conhecido como Mercury 13 (que inclusive virou série na Netflix), chegou a reunir 13 mulheres que já atuavam como pilotos para receber o mesmo treinamento intenso que os astronautas homens do programa Mercury receberam; contudo, o projeto financiado com fundos privados não foi aprovado pela NASA, e o sonho de elas se tornarem astronautas foi por água abaixo, mesmo que elas tenham apresentado performance à altura dos resultados masculinos. Essa história do programa Mercury 13 aparece como referência em For All Mankind: quando a NASA precisa urgentemente de mulheres minimamente qualificadas para passarem pelo treinamento e, quem sabe, uma delas pisar na Lua, a agência resgata as duas únicas candidatas que participaram do programa Mercury 13 e que ainda tinham condições de atuar como astronautas sete anos depois: as personagens fictícias Molly Cobb e Patty Doyle. Cobb, por sinal, acaba se tornando a escolhida para a missão de se tornar a primeira mulher norte-americana a pisar na Lua. Outra personagem feminina de destaque em For All Mankind é Margo Madison, uma versão alternativa de Margareth Hamilton, que criou o software necessário para que a Apollo 11 conseguisse pousar na Lua. Na série, Margot é amiga pessoal de Wernher von Braun e acaba se tornando a primeira mulher no controle da missão do programa Apollo. Na história real, a primeira mulher a ocupar este cargo foi Frances "Poppy" Northcutt desde a Apollo 8, na verdade. Fun fact: o Wernher von Braun da vida real foi um engenheiro alemão que desenvolveu tecnologia aeroespacial para os nazistas, mas, após o fim da Segunda Guerra Mundial, foi aos EUA e se tornou engenheiro de foguetes da NASA, sendo essencial para a criação do Saturn V, que levou os primeiros humanos à Lua. Na URSS, quem assumia esse papel de liderar o desenvolvimento de novos e poderosos foguetes foi o engenheiro Sergei Korolev. Ambos aparecem em For All Mankind, mas com distorções na história para que ela ficasse mais dramática. A descoberta de água e a construção de bases militares na Lua Em For All Mankind, a descoberta de água congelada na Lua aconteceu durante o programa Apollo, quase que simultaneamente à ideia de criar bases militares na superfície lunar. EUA e a URSS trabalhavam em missões para localizar a água lunar e iniciar a construção de suas respectivas bases. Na vida real, a descoberta de que há água na Lua só aconteceu em 2009 a partir de observações de uma sonda orbital e, apenas em 2018, cientistas confirmaram que há grandes quantidades de água presa nos polos lunares. Na série, o diretor von Braun é um forte opositor à ideia de militarizar a Lua, ideia essa que toma mais força com a descoberta de que os soviéticos já estavam enviando novas missões a regiões onde a água foi detectada. Ou seja: novamente, a URSS estava saindo à frente, podendo chegar lá para extrair a água primeiro, bem como criando sua base militar antes dos estadunidenses. Fun Fact: com o programa Artemis, a NASA pretende, desta vez, iniciar uma "presença constante e sustentável" na Lua, o que depende muito da extração da água lunar. Tal água pode ser utilizada, ainda, como combustível para foguetes, ao separar o hidrogênio do oxigênio, e isso é algo essencial para que a humanidade consiga explorar, presencialmente, outros mundos. Essa ideia dos tempos modernos é retratada em For All Mankind como se tudo tivesse acontecido no século passado como consequência das vitórias soviéticas na Corrida Espacial. Opinião   De um lado, a genialidade de se construir uma trama paralela complexa e repleta de referências à história verdadeira da Corrida Espacial. De outro, ares de mesmice no desenrolar dos primeiros episódios com personagens que poderiam ser melhor explorados. A sensação, ao terminar de assistir aos quatro primeiros episódios de For All Mankind (disponíveis até a redação deste artigo), é de sentimentos confusos — mas, ainda assim, prevalece o apreço à genialidade do roteiro. A maioria dos personagens principais são construídos em um único episódio, com muitos deles sendo basicamente ignorados ou transformados em coadjuvantes nos episódios seguintes. Isso pode ser visto como um sinal de alerta para o que está por vir no decorrer da temporada, ou pode ser que a produção os traga de volta de alguma maneira surpreendente que nos deixará boquiabertos. Só o tempo dirá, já que novos episódios da série são liberados semanalmente — serão 10 episódios nesta primeira temporada, liberados às sextas-feiras. De qualquer maneira, o resultado dessa dinâmica acaba fazendo com que a gente não se relacione muito bem com personagens individuais, com o apego mais forte ficando na própria história alternativa e seus diversos (e empolgantes) plot twists. Notável também é a preocupação com detalhes para que a produção seja o mais verossímil possível. Trajes espaciais, naves, foguetes e até mesmo o ambiente lunar são retratados com fidelidade — e muitos easter eggs para os espectadores que conhecem mais a fundo a verdadeira história do programa Apollo e os primórdios da exploração espacial. Então, se você tiver receio de se atentar mais ao fato de que alguns dos personagens mais interessantes são pouco explorados, ou se achar o vai-e-vém da "lutinha" entre EUA e URSS um tanto quanto maçante, saiba que o conforto vem ao se apegar aos detalhes de como a produção foi cautelosa para criar esta história paralela da Corrida Espacial como se fosse realmente baseada em acontecimentos reais. E, apesar do clima de derrota para quem veste a camisa dos Estados Unidos nessa corrida, For All Mankind foge do que seria uma previsível caça ao "bicho-papão comunista" e foca no espírito de "perdemos, mas vamos dar a volta por cima". Afinal, o espírito científico da NASA sempre foi (e continua sendo) o de "a exploração espacial deve continuar", ainda que isso signifique — ao menos na série — ceder ao governo e aceitar uma perigosa militarização do espaço. Filmes, Séries, Musicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

FecomercioSP: MP extingue adicional de 10% de multa do FGTS pago por empresas

R7 - Economia O fim da multa adicional de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) cobrado das empresas pelo governo em caso de demissões sem justa causa foi incluído na Medida Provisória n.º 905, anunciada nesta terça-feira (12/11), como parte do programa que instituiu o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo. Para a Federação […] O post FecomercioSP: MP extingue adicional de 10% de multa do FGTS pago por empresas apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Flamengo de Jorge Jesus é um dos melhores da história do futebol brasileiro?

Flamengo de Jorge Jesus é um dos melhores da história do futebol brasileiro?

Fox Sports Brasil Para ele, não é necessário pudor e que a não é exagero pensar que o time atual do Flamengo é um dos melhores da história. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Flamengo #JorgeJesus #Zico Veja Mais

Nova leva de start ups do setor leiteiro saindo rumo ao mercado

R7 - Economia O ecossistema da inovação tecnológica do setor leiteiro avança cada vez mais amparado nos jovens empreendedores estimulados pela Embrapa. E logo mais, nova leva de start ups deverão chegar ao mercado através do Ideas for Milk, misto de competição e batismo prático do conhecimento, que já depois de três edições contabiliza cerca de 20 empresas […] Veja Mais

Após coletar amostras de asteroide, sonda japonesa inicia seu retorno à Terra

Após coletar amostras de asteroide, sonda japonesa inicia seu retorno à Terra

canaltech As tarefas realizadas pela sonda japonesa Hayabusa-2 no espaço são lentas e exigem paciência, mas finalmente chegou o momento de deixar a órbita do asteroide Ryugu e voltar para casa. Nesta quarta-feira (13), a pequena nave começa sua viagem de volta para a Terra, carregando amostras da rocha espacial que podem oferecer respostas sobre as origens do Sistema Solar. Será uma longa viagem, que só terminará no final de 2020, de acordo com a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA). "Esperamos que a Hayabusa-2 nos forneça novos conhecimentos científicos", disse o gerente do projeto Yuichi Tsuda. É que a sonda trará "matéria orgânica e carbono" que fornecerá dados sobre "como a matéria está espalhada pelo Sistema Solar, por que ela existe no asteroide e como está relacionada à Terra". O asteroide Ryugu As ordens que a Hayabusa-2 recebeu para voltar foram enviadas logo pela manhã, mas ela deixará de fato a influência da gravidade do asteroide apenas no dia em 18 de novembro, e então acionará seus principais motores no início de dezembro para, aí sim, iniciar a jornada de volta para casa, chegando em 2020. A missão de seis anos custou cerca de 30 bilhões de ienes (US$ 278 milhões), mas superou as expectativas da agência japonesa, embora tenha enfrentado uma série de problemas técnicos. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- São cerca de 300 milhões de quilômetros separando a Terra de Ryugu, nome que significa "Palácio do Dragão" em japonês - uma referência a uma fábula antiga do país sobre um castelo no fundo do oceano. “Estou me sentindo meio triste”, disse Tsuda sobre trazer a sonda de volta. "Ryugu está no centro de nossa vida cotidiana há um ano e meio". De acordo com os planos atuais, a Hayabusa-2 continuará em missões pelo espaço depois de deixar a cápsula com sua carga na Terra. A JAXA afirmou que ela pode "realizar outra exploração em asteroides", mas ainda não há planos concretos sobre um novo destino, disse Tsuda. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo IMPERDÍVEL | PlayStation 4 Slim + 3 jogos + PS Plus por apenas 10x de R$ 179 Veja Mais

Fatores de suporte a crescimento, emprego e crédito não estão bem na AL, diz FMI

R7 - Economia O cenário econômico para a América Latina não tem boas perspectivas para os próximos anos, de acordo com o chefe de divisão de Estudos Regionais do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI), Jorge Roldos. Em palestra na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEA-USP), Roldos ponderou que os dois principais fatores que sustentam um crescimento econômico forte - emprego e demanda doméstica, evidenciada pelo crédito - não estão em um bom ponto."Na América Latina, os dois fatores que são importantes para suportar o crescimento não estão muito fortes. Um deles é a situação do mercado de trabalho. No Brasil, há problemas de criação de empregos formais, isso não suporta um crescimento sustentável", disse ele. Além disso, ele apontou que "as condições financeiras domésticas neutras e o crescimento modesto do crédito também não devem aumentar significativamente a demanda doméstica".Roldos ressaltou que o relatório Perspectiva Econômica Mundial apresentado pelo Fundo mostra um crescimento "modesto ou muito baixo", próximo de zero, para a América Latina. E destacou como principais riscos para a região no próximo ano a crise migratória na Venezuela e a guerra comercial entre Estados Unidos e China.Ele salientou também que, desde abril, quando as tensões se acirraram entre as duas potências, a região da América Latina viu alguns números, como o fluxo de capital, "entrarem em colapso". Por outro lado, apontou que o FMI espera que a entrada de capital seja "relativamente moderada" no próximo ano. "Estamos frustrados pela incerteza", disse.Roldos ponderou, no entanto, que a lentidão em implementar novas políticas que se adequem à nova realidade da economia global e dos países da região prejudica a entrada de investimentos na América Latina. Ele destacou que, no caso do Brasil e de outros países da região, não há muito espaço para políticas do lado fiscal, mas observou que há "algum espaço para progresso" no lado monetário. Veja Mais

Via Varejo afasta alegações de irregularidades contábeis

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - A Via Varejo informou nesta quarta-feira que recebeu denúncias anônimas de irregularidades na contabilidade da rede de móveis e eletrodomésticos, mas que investigações preliminares não confirmaram as alegações, o que não impediu que as ações da companhia desabassem na bolsa.A companhia afirmou que as denúncias foram recebidas entre o final de setembro e início de outubro e que montou um comitê de investigação para apurá-las."Como resultado dos trabalhos da primeira fase, não foram confirmadas as alegações de irregularidades contábeis contidas nas denúncias, sendo que a segunda fase da investigação ainda se encontra em andamento", afirmou a Via Varejo, que passou ao controle da família Klein há cerca de cinco meses.As ações da Via Varejo que recuavam cerca de 1% antes do anúncio e os negócios com o papel foram suspensos pouco antes da divulgação do fato relevante, reabrindo em forte queda. Às 13h00, os papéis recuavam 5%.No fato relevante, a Via Varejo afirmou que concluiu preliminarmente que "não existem efeitos materiais às informações trimestrais" que a companhia vai divulgar ainda nesta quarta-feira "em decorrência do apurado até o momento no âmbito da investigação".None (Por Alberto Alerigi Jr.) Veja Mais

Intel apresenta novos chips focados em inteligência artificial na nuvem

Intel apresenta novos chips focados em inteligência artificial na nuvem

canaltech A Intel apresentou nesta semana uma nova geração de chips com foco em inteligência artificial na nuvem, parte de sua linha de processadores para redes neurais. Os dois componentes, NNP-T1000 e NNP-I1000, como os nomes já indicam, fazem parte de uma mesma família, mas possuem aplicações práticas um bocado diferentes: enquanto o primeiro tem foco no treinamento de redes neurais em pequenas redes ou supercomputadores, o segundo vem para auxiliar em tarefas mais intensas e que envolvam inferência. De acordo com a Intel, a ideia é entregar soluções completas e que funcionem de maneira integrada com frameworks de deep learning, com todo o sistema sendo desenvolvido a partir de arquiteturas de código aberto. A fabricante também disse ter focado em eficiência energética e um bom gerenciamento de memória para que seus chips tenham a melhor performance possível mesmo com um total reduzido de recursos. Uma prova disso é que as necessidades de parceiros em termos de IA foram levadas em conta no desenvolvimento da tecnologia que, agora, fica disponível a todos. Baidu e Facebook são citados como nomes que exigem uma intensa atividade de inteligência artificial e deep learning, e foi com base exatamente em tais necessidades que a linha foi desenvolvida. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Novos chips de IA da Intel prometem trazer maior poder de processamento e eficiência energética, além de escalabilidade para diferentes tarefas (Imagem: Divulgação/Intel) Junto com os dois novos integrantes da linha NNP, a Intel também apresentou a nova geração de suas unidades de processamento visual Movidius, focada em aplicações que exijam a análise de imagens para inferência. Novamente, entram em jogo aqui questões como o gerenciamento de energia e a eficiência de processamento, com a fabricante acreditando ter atingido um bom patamar de desenvolvimento para manter sua liderança nesse tipo de solução. A ideia da nova geração de chips para processamento visual é entregar desempenho até 10 vezes maior que a anterior, mas usando seis vezes menos energia em relação às soluções da concorrência. Novamente, a ideia é trabalhar com arquiteturas de código aberto para garantir compatibilidade e escalabilidade, com a Intel distribuindo um conjunto de ferramentas que permite aos desenvolvedores testarem e prototiparem soluções em processadores da fabricante antes de, efetivamente, comprarem o hardware, garantindo assim um funcionamento adequado. A expectativa da empresa é que, com essa nova geração de hardware, ela chegue a um ponto de virada em termos de inteligência artificial. É claro, os produtos também fazem parte de uma estratégia de fortalecimento do portfólio da companhia nesse setor, mais uma de suas iniciativas de diversificação, com expectativa de geração de US$ 3,5 bilhões em faturamento até o final deste ano. Os chips da linha NNP já estão em produção e sendo entregue para os consumidores, enquanto a nova geração de componentes Movidius VPU chega na primeira metade de 2020. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo IMPERDÍVEL | PlayStation 4 Slim + 3 jogos + PS Plus por apenas 10x de R$ 179 Veja Mais

Promoções da Semana do Brasil e saques do FGTS podem ter ajudado varejo, diz IBGE

R7 - Economia As promoções da Semana do Brasil e o início dos saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem ter ajudado a alta de 0,7% nas vendas do varejo em setembro ante agosto, segundo Isabella Nunes, gerente da Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)."As atividades que cresceram são atividades que eventualmente podem ter respondido a essa promoção (Semana do Brasil). Houve promoção de 7 a 15 (de setembro) em algumas atividades e a liberação de FGTS começando em setembro, embora o grosso venha no quarto trimestre", citou Isabella.Sete entre as oito atividades do varejo registraram crescimento na passagem de agosto para setembro. As principais contribuições positivas foram de Móveis e eletrodomésticos (5,2%), Tecidos, vestuário e calçados (3,3%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,8%), Combustíveis e lubrificantes (1,2%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,5%). Os setores de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,2%) e Livros, jornais, revistas e papelaria (0,2%) cresceram com menor vigor.O arrefecimento no ritmo de crescimento dos supermercados impediu uma alta mais elevada da média global do varejo, ressaltou Isabella Nunes."O grupamento de supermercados, que vinha crescendo, mostra desaceleração, mas pela parte de consumo de itens pessoais, não pela parte de alimentos, que continua crescendo", ponderou a pesquisadora do IBGE.A única perda no varejo restrito em setembro ocorreu em Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-2,0%), após um avanço de 3,8% no mês anterior.Considerando o comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o volume de vendas subiu 0,9% em setembro ante agosto. O setor de Veículos, motos, partes e peças cresceu 1,2%, enquanto Material de construção teve elevação de 1,5%."Mês de setembro tem particularidades que influenciam essa comparação (ante agosto)", disse Isabella. "Conjuntura continua bem parecida, crescendo número de ocupados, mas o volume de informais tem impacto na renda, que está estagnada. A informalidade reduz capacidade da renda crescer", acrescentou.Efeito calendárioQuatro entre oito atividades do comércio varejista registraram recuo nas vendas em setembro deste ano em relação a setembro do ano passado, segundo o IBGE. Na média global, porém, as vendas cresceram 2,1% no período, a sexta taxa positiva seguida."Nessa comparação anual, tende a ser relativizado o avanço de 2,1% por conta do efeito calendário", ponderou Isabella.O mês de setembro de 2019 teve dois dias úteis a mais do que setembro de 2018. Houve avanços em Outros artigos de uso pessoal e doméstico (8,5%), Móveis e eletrodomésticos (8,2%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (6,7%).O setor de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo manteve-se próximo da estabilidade, com ligeira alta de 0,1%.As perdas ocorreram em Combustíveis e lubrificantes (-0,5%), Tecidos, vestuário e calçados (-1,8%), Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-1,3%) e Livros, jornais, revistas e papelaria (-15,7%).Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, as vendas cresceram 4,4%, também a sexta taxa positiva consecutiva. O setor de Veículos, motos, partes e peças cresceu 10,5%, enquanto Material de construção teve expansão de 5,7%. Veja Mais

Marinho admite que está no radar taxa nos moldes da CPMF para desonerar folha

R7 - Economia O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, admitiu nesta quarta-feira, 13, que continua no radar do governo federal a criação de um imposto nos moldes da extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para compensar a desoneração na folha de pagamentos. Em entrevista à Rádio Eldorado, Marinho afirmou que, caso o programa Emprego Verde e Amarelo dê certo, o Executivo vai buscar alternativas para viabilizar uma maior redução de custos da folha, o que demandaria compensação fiscal."Possibilidade é de que, dando certo o programa, vamos tentar, de alguma forma, buscar uma alternativa para viabilizar fiscalmente a ampliação do programa", afirmou Marinho, quando perguntado sobre a possibilidade de criação de uma nova taxa. Segundo o secretário, o objetivo é, antes, utilizar o programa Verde e Amarelo como um "piloto" para construir na sociedade o consenso sobre a importância da desoneração da folha de pagamento. "A ideia é que possamos diminuir ainda mais o custo de contratação de trabalhadores de baixa renda no Brasil para aumentar a empregabilidade", defendeu.O secretário lembrou que a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que a criação de uma nova despesa seja sempre compensada por uma nova fonte de receitas ou pela eliminação de outro gasto. "Vai ter que se criar as condições para que isso possa ser concretizado e as formas para que isso vá ocorrer, acho que o próprio Parlamento e o governo oportunamente vão conversar."O financiamento da desoneração é justamente o ponto que tem atraído resistência ao programa Emprego Verde e Amarelo, anunciado pelo governo federal na última segunda-feira, 11. O governo pretende taxar em 7,5% o seguro-desemprego para financiar a criação de vagas para jovens de 18 a 29 anos por meio da redução dos custos de contratação.Sobre as críticas à ideia, Marinho disse que não vê problemas na medida. "Estamos permitindo que o cidadão use esse tempo do seguro-desemprego como tempo de contribuição para Previdência", disse o secretário. O argumento do governo é de que há uma série de ações judiciais que pedem que o tempo de recebimento do benefício seja contabilizado para contribuição ao INSS, o que a taxação vai garantir.Segundo o secretário, cabe ao Congresso definir se a modalidade de financiamento é adequada. "Se os parlamentares entenderem que essa contribuição é válida, vão aprová-la e, se entenderem que é necessário haver uma outra fonte, vão se debruçar sobre o Orçamento e apontar uma despesa que deve ser cortada para financiar o programa", pontuou. Veja Mais

Entenda o Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

G1 Economia Brasil sedia a 11ª reunião de cúpula do bloco. Veja comparativo das economias e principais desafios. O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da China, Xi Jinping, na manhã desta quarta-feira (13), em Brasília. Ueslei Marcelino/Reuters O Brasil sedia a 11ª reunião de cúpula do Brics – grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A programação do encontro do bloco, composto por países de economias consideradas emergentes, prevê compromissos nesta quarta (13) e quinta-feira (14), em Brasília, com um fórum empresarial do Brics e reuniões dos chefes de Estado e de governo dos cinco países. Fundado em 2006 como Bric, o bloco de países emergentes incluiu a África do Sul em 2011 e passou a se chamar Brics. Desde 2009, os líderes do grupo se reúnem anualmente. O Brasil está na presidência rotativa dos Brics em 2019 e, segundo o Itamaraty, busca deixar a marca de "pragmatismo" no mandato. Em 2020, a presidência do Brics será exercida pela Rússia. Veja abaixo perguntas e respostas e saiba quem é esse grupo: O que são os Brics? São países emergentes considerados subdesenvolvidos, mas que, nas últimas décadas, apresentaram um crescimento industrial alto. Pertencem ao grupo: Brasil, Rússia, Índia, China e, desde 2010, África do Sul. Por isso, o grupo passou a ser chamado de Brics, com o acréscimo do "S", inicial do nome do país em inglês (South Africa). Como foi criado o termo? Em 2001, o economista britânico Jim O´Neil formulou o acrônimo "Bric", utilizando as iniciais dos quatro países considerados emergentes, que possuíam potencial econômico para superar as grandes potências mundiais em um período de, no máximo, cinquenta anos. A partir de 2006, o grupo passou a ser um mecanismo internacional, quando o Brasil, Rússia, Índia e China decidiram dar um caráter diplomático a essa expressão na 61º Assembleia Geral das Nações Unidas. Em 2009, os encontros passaram a ser anuais e a contar com a presença dos chefes de Estado e governo. Bric x Brics A África do Sul foi incluída no grupo em 2010. Por isso, o grupo passou a ser chamado de Brics, com o acréscimo do "S", inicial do nome do país em inglês (South Africa). O que já foi feito? Passados mais de dez meses, "resultados concretos e perceptíveis como úteis à sociedade" são considerados tímidos, segundo integrantes do governo. Os maiores avanços foram em temas de saúde. Desde janeiro, os cinco países lançaram as bases para uma rede de bancos de leite humano – tema no qual o Brasil é referência mundial. Também há esforços para a pesquisa integrada de diagnósticos e medicamentos de combate à tuberculose. Na área econômica, uma das principais ações foi a criação, em 2014, do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o banco do Brics, com o objetivo de aumentar o investimento em infraestrutura e desenvolvimento sustentável nas economias emergentes. O chanceler Ernesto Araújo declarou em julho que o investimento do banco em infraestrutura está abaixo do esperado. A expectativa era de que houvesse liberação de mais de US$ 1 bilhão, porém, na prática, foram cerca de US$ 600 milhões. Qual o potencial e desafios? Até o fim desta década, os Brics devem alcançar um PIB combinado de US$ 25 trilhões, segundo projeção do criador do termo, Jim O'Neill. Um dos desafios da cúpula é viabilizar a relevância do bloco no contexto global. Em entrevista à BBC News Brasil, o economista britânico Jim O'Neill questionou o resultado práticos das reuniões dos países e defendeu ações conjuntas para problemas que têm em comum. "Eles geralmente parecem desfrutar apenas do simbolismo da reunião, em vez de realmente adotar políticas. Eu disse a um amigo na semana passada: 'Alguém notaria se não houvesse reunião do Brics?'", afirmou. Há outros países com potencial de crescimento? Sim. Após a recente desaceleração dos Brics, O'Neill identificou outros quatro países – México, Indonésia, Nigéria e Turquia – que, segundo ele, também podem se tornar gigantes econômicos nas próximas décadas. PIB de cada um dos países Dos cinco países que hoje integram o grupo, apenas a China e a Índia terão um crescimento significativo em 2019 — de 6,1% cada um, segundo a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ao mesmo tempo, Brasil, Rússia e África do Sul terão crescimento próximo a 1%. Veja alguns números da economia dos países do Brics: Brasil PIB (2018): US$ 1,87 trilhões Projeção de alta em 2019 (FMI): 0,9% Capital: Brasília Moeda: Real Rússia PIB (2018): US$ 1,66 trilhões Projeção de alta em 2019 (FMI): 1,1% Capital: Moscou Moeda: Rublo Índia PIB (2013): US$ 2,72 trilhões Projeção de alta em 2019 (FMI): 6,1% Capital: Nova Delhi Moeda: Rúpia China PIB (2018): US$ 13,4 trilhões Projeção de alta em 2019 (FMI): 6,1% Capital: Pequim Moeda: Yuan África do Sul PIB (2012): US$ 368 bilhões Projeção de alta em 2019 (FMI): 0,7% Capital: Pretória Moeda: Rand Veja Mais

Rodrigo Amarante se afina com Norah Jones em single duplo

G1 Pop & Arte Artista faz dueto com a cantora norte-americana em 'Falling' e 'I forgot', inspiradas músicas de tom introspectivo. Desde que migrou para Los Angeles (EUA), Rodrigo Amarante vem se fazendo notar no universo pop internacional, sobretudo depois que compôs e gravou em espanhol a canção Tuyo para a trilha sonora da série de TV Narcos. Por isso mesmo, soa natural que Amarante esteja lançando duas músicas inéditas, Falling e I forgot, em single duplo gravado com Norah Jones e apresentado sem aviso prévio no fim da noite de terça-feira, 12 de novembro. "Sou fã de Rodrigo há muito tempo e estava entusiasmada com a ideia de fazer música junto com ele", declara a cantora norte-americana em nota oficial sobre o duplo lançamento fonográfico. Escritas e gravadas em inglês, Falling e I forgot são inspiradas canções introspectivas que se adequam ao estilo de música feita por Amarante na carreira solo. A letra de I forgot cita a cidade do Rio de Janeiro (RJ) na letra que versa sobre saudade e resignação. Capa do single duplo 'Norah Jones Rodrigo Amarante' Divulgação Veja Mais

Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento

Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento

canaltech A Realme deve lançar, em 20 de novembro, uma versão aprimorada do Realme 5. Batizado de Realme 5s, o que se sabe desse novo smartphone é que ele trará um conjunto com quatro câmeras traseiras e, embora as especificações ainda não tenham sido divulgadas, é possível especular um ou dois detalhes. Primeiro, o que já é certo: as quatro câmeras traseiras devem combinar alta potência com diversos recursos interessantes. O sensor principal contará com 48 megapixels, sendo seguido por três outras lentes: uma grande angular de 8 megapixels, uma macro de 2 megapixels e um sensor de profundidade, também com 2 megapixels. O modelo “padrão” tinha um sensor principal de apenas 12 megapixels, então temos uma evolução notável aqui. (Imagem: Divulgação/Flipkart) As informações vêm sendo divulgadas pela gigante do e-commerce indiano Flipkart, onde o aparelho deve ser lançado para competir diretamente com o Redmi 8, revelado pela Xiaomi neste mês. O Realme 5s já conta com uma página especial, mas suas especificações de hardware ainda não foram divulgadas. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Especulações podem sugerir aprimoramentos em relação ao modelo padrão. Assim sendo, o Realme 5s deve trazer display Full HD 1080p, tecnologia de recarga rápida e talvez até mesmo uma entrada USB-C. Por ora, porém, nada disso é confirmado, então só nos resta esperar parar ver. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Após James Dean, CGI pode 'ressuscitar' mais artistas

Após James Dean, CGI pode 'ressuscitar' mais artistas

Tecmundo Depois de James Dean, que será recriado digitalmente utilizando efeitos visuais de computação gráfica (CGI) para participar do filme Finding Jack, outros artistas falecidos podem retornar às telonas por meio da tecnologia para estrelar novas produções.A Worldwide XR, empresa responsável pelo “James Dean 2.0”, detém os direitos de mais de 400 celebridades, entre atores, músicos, atletas e figuras históricas, que podem ser recriados digitalmente para aparecer em filmes ou projetos de realidade virtual, de acordo com a Variety.Leia mais... Veja Mais

Tesla abrirá nova fábrica na Alemanha, confirma Elon Musk

Tesla abrirá nova fábrica na Alemanha, confirma Elon Musk

canaltech A Tesla já está planejando abrir uma nova fábrica, ou melhor, uma “gigafábrica” como gosta de chamar Elon Musk, CEO da empresa. Como de costume, o executivo usou o Twitter para anunciar o novo empreendimento, que será sediado em Berlim, na Alemanha. Na rede social, ele publicou a expressão "Giga Berlim" seguida da informação de que a empresa vai construir baterias, trens e veículos por lá, “começando pelo Model Y”. A novidade já havia sido apresentada em uma palestra de Musk em cerimônia no país. Will build batteries, powertrains & vehicles, starting with Model Y -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- — Elon Musk (@elonmusk) November 12, 2019 A Gigafactory, como Musk nomeia as fábricas, será construída na capital em uma região próxima do novo aeroporto, o Berlin Brandenburg Airport. Um dos motivos pela escolha do país, segundo o CEO, é que a engenharia local “é incrível”. Esta será a quarta fábrica da Tesla pelo mundo, sendo a primeira na Europa. Atualmente a empresa tem duas instalações nos Estados Unidos e uma na China, sendo que esta última ainda não foi finalizada. Até o momento, não há previsão para quando a fábrica será finalizada. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Após lançamento do Disney+, Netflix fecha parceria com Nickelodeon

Após lançamento do Disney+, Netflix fecha parceria com Nickelodeon

canaltech É guerra de streaming, e isso a gente bem sabe. As plataformas batalham com unhas e dentes para marcar seu lugar nessa ascensão irrefreável de conteúdos aqui e ali. Prova disso é o Disney+, plataforma de serviços streaming da Disney, que estreou nos Estados Unidos na última terça-feira (12) e certamente não passou despercebido pelo público. E você sabe qual é a nova aliada da Netflix para lidar com o sucesso da concorrente? A Nickelodeon. Acontece que, nesta quarta-feira (13), a empresa anunciou um novo contrato de produção plurianual que produzirá longas-metragens de animação e shows que incluirão a conhecida biblioteca de personagens da Nickelodeon. Os programas serão voltados para crianças e famílias em todo o mundo, diz a Netflix. O acordo é, basicamente, uma expansão do relacionamento existente entre essas companhias: a Netflix já transmite vários títulos populares da Nickelodeon, incluindo os especiais de animação A Vida Moderna de Rocko: Volta ao Lar e Invader Zim: Enter the Florpus. Também está prestes a adicionar especiais baseados em The Loud House e O Despertar das Tartarugas Ninja. A Vida Moderna de Rocko: De Volta ao Lar é um dos filmes da Nickelodeon que fazem parte do catálogo da Netflix, a gigante do streaming Um relatório da empresa de pesquisa de mercado Audience Project apont a que 33% dos consumidores norte-americanos que planejam se inscrever no Disney + estão pensando em cancelar suas assinaturas Netflix ao mesmo tempo, por isso o strreaming da Disney está sendo tão ameaçador. Para reter os clientes, a Netflix precisará ter mais conteúdo familiar. "O próximo passo à frente da Nickelodeon é continuar expandindo além das plataformas lineares, e nossa parceria de conteúdo mais ampla com a Netflix é um caminho fundamental para esse objetivo", disse Brian Robbins, presidente da Nickelodeon, em comunicado. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Netflix se junta a Nickelodeon para lidar com a ameaça da plataforma streaming da Disney, intitulada Disney+ A Netflix não forneceu detalhes sobre o número de títulos que espera que o acordo plurianual produza ou quando os primeiros programas ou filmes chegarão. Em vez disso, o anúncio estava mais focado em tirar a atenção da Disney após o seu grande lançamento nos EUA. Vale lembrar que a Nickelodeon não é a único nova parceira no espaço infantil e familiar que a Netflix trouxe, como forma de desafiar a ameaça Disney +. A plataforma tem reunido vários criadores e executivos como parte de sua estratégia de contra-ataque, incluindo ex-animadores da Pixar e da própria Disney. Também trabalhou recentemente com a Jim Henson Company para produzir The Dark Crystal: Age of Resistance. A Netflix divulgou que cerca de 60% da audiência global assiste mensalmente ao serviço de conteúdo infantil e familiar. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); veja sua nota BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Friends pode ganhar um especial no HBO Max com elenco original

Friends pode ganhar um especial no HBO Max com elenco original

Tecmundo Depois de 15 anos desde o último episódio, a série Friends pode ter um especial no serviço de streaming HBO Max. Segundo o The Hollywood Reporter, o elenco principal está em negociações para um programa não roteirizado, ao lado dos criadores, Marta Kauffman e David Crane.Nenhum detalhe sobre o formato do programa foi divulgado, mas é possível que se trate de uma conversa sobre os bastidores da série, entre Jennifer Aniston, Courtney Cox, Lisa Kudrow, Matthew Perry, Matt LeBlanc e David Schwimmer, com os criadores. A negociação ainda está em andamento, e pode levar um tempo até conseguirem um espaço na agenda de todos.Leia mais... Veja Mais

Google Maps implementa recurso de tradução

Google Maps implementa recurso de tradução

canaltech O Maps já permite explorar um bairro antes de reservar um hotel, obter instruções em trânsito e até mesmo ver os restaurantes que os locais recomendam nas proximidades, graças a avaliações traduzidas automaticamente. No entanto, ao conhecer lugares novos, o idioma ainda pode representar uma barreira. E foi pensando nisso que, nesta quarta-feira (13), o serviço de pesquisa e visualização de mapas e imagens de satélite da Terra gratuito do Google lançou um recurso de tradutor que permite que o telefone fale o nome e o endereço de um local na linguagem local. Basta tocar no botão do novo alto-falante ao lado do nome ou endereço do local e o Google Maps o dirá em voz alta. Além disso, quando você quiser ter uma conversa mais profunda, o Google Maps o vinculará rapidamente ao aplicativo Google Translate. Com o novo recurso do Google Maps, você consegue traduzir em voz alta, quebrando as barreiras levantadas pelo idioma Essa tecnologia de conversão de texto em fala detecta automaticamente o idioma que seu telefone está usando para determinar em quais lugares você pode precisar de ajuda para traduzir. Por exemplo, se seu telefone estiver definido como inglês e você estiver procurando um local de interesse em Tóquio, verá o novo ícone do alto-falante ao lado do nome e endereço do local, para que você possa obter uma tradução em tempo real. Vale lembrar que esse novo recurso será lançado este mês no Android e iOS, com suporte para 50 idiomas e mais a caminho. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Em outubro deste ano, uma empresa de marketing digital chamada SEMrush mapeou as principais plataformas focadas em mobilidade urbana para entender quais foram os mais pesquisados de 2019 e descobriu que o Google Maps é a plataforma mais pesquisada pelos brasileiros, com 62 milhões de buscas por seu nome. Em segundo lugar na pesquisa fica o Uber, que recebeu 7,9 milhões de buscas na internet por seu nome ao longo do período apurado. Já o terceiro lugar do ranking fica por conta da plataforma BlaBlaCar, focada em caronas, e em quarto lugar fica o Moovit, aplicativo que se considera um guia do transporte público. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Contrato de Trabalho Verde e Amarelo altera dinâmica de empresas e sindicatos

R7 - Economia Confiram todas as principais novidades que alteram a dinâmica de empresas (RH, DP e jurídico), de sindicatos profissionais, de profissionais liberais (empresários e contadores) e de advogados trabalhistas. Emprego Verde e Amarelo · Jovens de 18 a 29 anos que ainda não tiveram seu primeiro emprego. · Fica permitida a contratação de trabalhadores pela modalidade […] O post Contrato de Trabalho Verde e Amarelo altera dinâmica de empresas e sindicatos apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Processadores da Intel ainda sofrem com falhas de segurança, dizem pesquisadores

Processadores da Intel ainda sofrem com falhas de segurança, dizem pesquisadores

canaltech O histórico recente da Intel com seus processadores tem dado dor de cabeça. Desde setembro de 2018, quando pesquisadores holandeses da Vrije Universiteit Amsterdam relataram uma série de problemas, a empresa vem tendo dificuldades para sanar isso. O pior: mesmo com constantes atualizações, as falhas persistem. De acordo com o The New York Times, a atualização lançada no começo deste ano de 2019 só serviu para corrigir algumas das falhas de segurança. Outra rodada de melhorias também foi feita, mas, segundo os mesmos pesquisadores, os processadores seguem vulneráveis. Esses profissionais mantiveram esses problemas longe do público por oito meses, dando à Intel tempo para desenvolver as correções necessárias. A empresa até pediu que eles alterassem um artigo que planejavam apresentar depois que ficou claro que a fabricante precisava de mais tempo e não queria que as falhas se tornassem públicas, mas, como é possível ver, não adiantou. "Tivemos que redigir o artigo para acobertá-los, para que o mundo não visse como as coisas são vulneráveis", disse Kaveh Razavi, professor de ciência da computação na Vrije Universiteit Amsterdam, em entrevista ao The New York Times. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Pesquisadores da Vrije Universiteit Amsterdam: Imagem: Jasper Juinen/ The New York Times Antes das últimas correções da Intel, divulgadas na terça-feira (12), a empresa foi notificada de que haviam mais falhas não corrigidas e pediu aos pesquisadores que ficassem em silêncio mais uma vez, mas eles se recusaram. Agora, os relatórios de segurança revelaram que a Intel não testou adequadamente o código-fonte de prova de conceito fornecido em setembro de 2018 e que a empresa não está corrigindo a raiz do problema. No centro desses problemas estão as vulnerabilidades "Meltdown" e "Spectre", que foram originalmente descobertas nos processadores em janeiro de 2018. Quando elas foram divulgadas pela primeira vez, os pesquisadores alertaram que variantes e outras consequências desses bugs apareceriam nos próximos anos. Dito e feito. Agora, além das vulnerabilidades em si, a empresa parece ter perdido a credibilidade devido a essa postura junto aos pesquisadores. "Ainda há toneladas de vulnerabilidades, temos certeza", diz Herbert Bos, professor da Vrije Universiteit Amsterdam, também em entrevista ao The New York Times. "E eles não pretendem fazer engenharia de segurança adequada mesmo que sua reputação esteja em risco", completa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Ministro da Saúde diz que Tesouro vai ter que 'alocar recursos' para compensar verba do DPVAT no SUS

Glogo - Ciência Segundo Luiz Henrique Mandetta, mínimo constitucional da Saúde garantirá reposição de verbas por meio de outros tributos já existentes. "O que se perder será compensado por meio de outras fontes", destacou. Luiz Henrique Mandetta falou sobre possíveis impactos do DPVAT no SUS Antonio Cruz/Agência Brasil O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, minimizou os possíveis impactos que a extinção do Seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) poderá ter sobre o orçamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo ele, o valor mínimo constitucional garantido para a pasta vai impedir que haja redução no atendimento. “A saúde é financiada pelo que chamamos de mínimo constitucional. Por isso, se perdemos uma fonte como o DPVAT, o próprio Tesouro vai alocar recursos de outras fontes para garantir que esse mínimo seja mantido”, disse Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde. As afirmações foram feitas na manhã desta quarta-feira (13), durante participação no 15º Encontro Nacional de Aleitamento Materno e 5º Encontro Nacional de Alimentação Suplementar Saudável, realizados em conjunto no Rio de Janeiro. O DPVAT foi extinto na segunda-feira (11) por meio da Medida Provisória 904. A extinção vale a partir de 2020. Também conhecido como "seguro obrigatório", o seguro cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país. Entenda o Seguro DPVAT No ano passado, o governo federal arrecadou R$ 4,669 bilhões com o pagamento do seguro obrigatório. Desse valor, 45% (R$ 2,101 bilhões) foram usados para o financiamento do SUS. O ministro não confirmou a informação dada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) de que o repasse de cerca de R$ 2 bilhões anuais do DPVAT para o SUS corresponderia a apenas 1% do total de verbas do sistema. “Podemos fazer um levantamento para saber o quanto o DPVAT representa no orçamento do SUS, mas repito: o que se perder será compensado por meio de outras fontes. Outros tributos já existentes serão usados para complementar a conta - o Tesouro Nacional faz esse trabalho", disse Mandetta. "Neste ano vimos contingenciamento em áreas como a Educação e Cultura. Isso não vai acontecer com a Saúde por conta do mínimo constitucional que mencionei. Essa situação tem que ser respeitada para que não se cometa improbidade, o que não vai acontecer” - Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde. O ministro informou que este ano, o mínimo constitucional para a Saúde é de R$ 131 bilhões. Em 2020, com a correção pela inflação, a expectativa é que o valor chegue a R$ 133 bilhões. Veja Mais

Banco Inter eleva projeção de crescimento do PIB para 2,5% em 2020

R7 - Economia O Banco Inter (BIDI4) revisou as estimativas do crescimento do PIB para 2019 e 2020, de acordo com o relatório divulgado pela instituição nesta quarta-feira (13). A empresa manteve a expectativa de 1,1% em relação a 2019. Para 2020, espera-se que o PIB cresça 2,5%. “Esperamos que o crescimento do crédito, impulsionado pelas menores taxas […] Veja Mais

Palácio nega incentivo à ocupação de embaixada venezuelana

O Tempo - Mundo "O presidente da República jamais tomou conhecimento e, muito menos, incentivou a invasão por partidários do sr. Juan Guaidó", informa nota Veja Mais

Reforma da Previdência começou: Veja quando se aposentar e quanto vai receber

R7 - Economia A reforma da Previdência traz mudanças na forma de definir a quantia que cada trabalhador vai receber na aposentadoria. Agora, o benefício será calculado com base na média de todo o histórico de contribuição – na regra de antes da reforma, 20% dos salários (os mais baixos) são desprezados da conta. A reforma da Previdência […] O post Reforma da Previdência começou: Veja quando se aposentar e quanto vai receber apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Wall St recua com preocupações comerciais e tensão em Hong Kong

R7 - Economia Por Arjun Panchadar(Reuters) - Os índices de ações em Wall Street caíam nesta quarta-feira, com a ameaça do presidente Donald Trump de aumentar "substancialmente" as tarifas se a China não fizer um acordo comercial e a tensão em Hong Kong mantendo investidores longe de ativos mais arriscados.Na terça-feira, Trump sinalizou perspectiva de concluir um acordo inicial com a China "em breve", mas não ofereceu novos detalhes sobre as negociações e repetiu amplamente a retórica sobre a "trapaça" da China no comércio.As ações de tecnologia haviam impulsionado os índices S&P 500 e Nasdaq a máximas recordes antes do discurso de Trump na terça-feira, mas os índices recuaram um pouco após seu discurso no Clube Econômico de Nova York."Agora é mais a percepção de que a 'fase um' não é realmente um acordo dado como certo", disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercado da National Securities, em Nova York.Às 12:28 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,07%, a 27.672 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,102851%, a 3.089 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,12%, a 8.476 pontos.Oito dos 11 principais setores do S&P 500 tinham quedas nesta sessão. O setor financeiro recuava 0,65%, na esteira da baixa nos rendimentos dos Treasuries de dez anos, e exercia a maior pressão negativa nos mercados.O setor industrial, sensível ao comércio, também estava entre as maiores influências negativas nos índices. O índice Philadelphia de semicondutores caía 0,87%. Veja Mais

Produção de bicicletas bate recorde em outubro

Produção de bicicletas bate recorde em outubro

R7 - Economia A categoria Mountain Bike foi a mais produzida em outubro (51.818 unidades) Divulgação Abraciclo A indústria de bicicletas registrou recorde de produção em outubro. No mês, foram fabricadas 116.301 unidades, representando o melhor resultado desde 2011, quando a produção atingiu 91.487 bicicletas. Leia mais: Com mais segurança, 1 em cada 3 paulistanos trocaria carro por bike Os dados são da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) e foram divulgados nesta quarta-feira (12). O volume atingido em outubro é 29,8% superior ao registrado no mesmo mês do ano passado (89.609 unidades) e de 4,9% maior em relação a setembro (110.895 unidades), de acordo com a Abraciclo. No acumulado do ano, foram fabricadas 820.040 bicicletas, volume 22,7% maior ante as 668.058 unidades registradas no mesmo período de 2018. O volume atingido já superou a produção total do ano passado (773.641 unidades) e está muito próximo da projeção anual da entidade, que é de produzir 857 mil unidades em 2019. Cyro Gazola, vice-presidente do segmento de bicicletas da Abraciclo, diz que a produção foi estimulada por causa dos negócios típicos de final de ano. Leia também: Motoboys buscam crédito para comprar moto e trabalhar com apps Entre eles, Black Friday, Natal e a disponibilidade de recursos gerada pelo pagamento do 13º salário aos consumidores Mountain Bike é a mais produzida Em outubro, a categoria mais produzida foi a Mountain Bike (51.818 unidades). O volume representa aumento de 38,8% na comparação com o mesmo mês de 2018 (37.328 unidades) e de 19,2% em relação a setembro (43.471 unidades).  Na sequência aparecem: • Urbana (39.084 bicicletas), com alta de 1,8% em relação outubro do ano passado (38.402 unidades). Comparada com setembro houve queda de 17,2% ante as 47.204 unidades fabricadas. • Infanto-Juvenil (24.040 unidades), com crescimento de 82,6% na comparação com o mesmo mês de 2018 (13.166 unidades), e de 28,1% em relação a setembro (18.772 unidades). • Estrada (920 unidades), com alta de 29% em relação a outubro do ano passado (713 unidades). Na comparação com setembro (1.039 unidades) foi registrada queda de 11,5%. • Elétrica (439 unidades), com aumento de 7,3% ante as 409 bicicletas registradas em setembro. • As posições foram mantidas no acumulado do ano. Com 379.081 unidades e 46,2% de participação no mercado, a Mountain Bike foi a categoria mais produzida. • Na sequência, vieram Urbana (310.010 unidades e 37,8% de participação), Infanto-Juvenil (120.841 unidades e 14,7%), Estrada (7.600 unidades e 0,9%) e Elétrica (2.508 unidades e 0,3%).  China lidera importações Em outubro foram importadas 9.392 bicicletas em outubro em todo o território nacional, segundo dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat analisados pela Abraciclo. • As importações foram feitas da • China (6.529 unidades e 69,5% de participação) • Taiwan (1.538 unidades e 16,4%) • Camboja (933 unidades e 9,9%) De janeiro a outubro, a importação de bicicletas atingiu 53.009 unidades, correspondendo a uma queda de 43,9% na comparação com o mesmo período do ano passado (94.492 unidades). A China também é líder nesse ranking (38.085 unidades e 71,8% de participação), seguida por Taiwan (8.669 unidades e 16,4%) e Portugal (2.211 unidades e 4,2%). Maioria das exportações brasileiras são para o Paraguai A Abraciclo também analisa os dados do portal Comex Stat referentes às exportações de bicicletas do Brasil. Em outubro, foram exportadas 460 unidades. O Paraguai foi o principal destino, com 370 unidades e 80,4% de participação. Em segundo lugar, ficou a Argentina (90 unidades e 19,6%). No acumulado do ano, as exportações atingiram 10.638 unidades, alta de 6,6% na comparação com o mesmo período de 2018 (9.982 unidades). Os principais destinos foram: • Argentina (3.868 unidades) e 36,4% de participação; • Chile (2.679 unidades e 25,2%); • Paraguai (2.309 unidades e 21,7%). Veja Mais

Parças! Tim Cook deve receber Donald Trump em fábrica da Apple, no Texas

Parças! Tim Cook deve receber Donald Trump em fábrica da Apple, no Texas

canaltech Alguns veículos dos Estados Unidos já estão noticiando o que seria um encontro e tanto no universo da tecnologia - e da política, claro. Segundo o pessoal do CNBC, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitaria uma fábrica da Apple no Texas, mas com um anfitrião bem especial: nada mais, nada menos, do que Tim Cook, o CEO da empresa. Nem a Casa Branca nem a Apple anunciaram oficialmente o encontro, mas o passeio de Trump na planta reforçaria o relacionamento amigável de Cook com o atual governo, enquanto a guerra comercial dos EUA com a China continua se arrastando. O pessoal do The Verge entrou em contato com a Casa Branca sobre a viagem, mas um porta-voz se recusou a confirmá-la, dizendo que "a Casa Branca não tem anúncios de programação no momento". A Apple também não se manifestou. É sabido que Tim Cook teve reuniões frequentes com Trump ao longo de sua presidência. Em 2017, ele participou de um dos conselhos consultivos de negócios da administração e foi um dos poucos a permanecer depois que Elon Musk e Travis Kalanick, entre outros executivos do setor foram embora. Cook também faz parte do Conselho Consultivo de Políticas da Força de Trabalho do governo Trump e participou de várias reuniões da Casa Branca em conexão com o conselho. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Tim Cook, Donald Trump e Ivanka Trump, em reunião na Casa Branca, neste ano/ Imagem: Tom Brenner/Getty Images "Ele tem me ligado com frequência", disse Trump, em agosto, quando perguntado sobre seu relacionamento com Cook. "É por isso que ele é um ótimo executivo, porque ele me liga, e outros não. Outros saem e contratam consultores muito caros, e Tim Cook liga diretamente para Donald Trump", comentou o presidente. Mas e a China? As tarifas de Trump trouxeram um desafio a mais para a Apple, que depende fortemente da mão-de-obra chinesa para fabricar seus produtos. No início do outono americano (primavera brasileira), a Maçã concordou em fabricar seu mais recente modelo de desktop, o Mac Pro, em Austin, no Texas. Essa decisão foi tomada apenas alguns dias depois que os reguladores comerciais aprovaram a maioria das isenções tarifárias da Apple em peças de computadores. Até agora, o relacionamento de Cook com Trump manteve a empresa segura no que se refere à guerra comercial com o gigante asiático. O presidente, ainda em sua campanha eleitoral, havia estabelecido como objetivo impulsionar a mão-de-obra americana e uma de suas metas era trazer a fabricação de dispositivos eletrônicos de volta - hoje em diversos países asiáticos, além da China - ao EUA novamente. Em novembro, a Apple solicitou ao governo Trump isenções adicionais de produtos como os Apple Watches e os componentes do iPhone exportados da China, que não foram aprovadas de imediato. Quem sabe após mais um encontro entre Cook e Trump, esse "perdão fiscal" possa aparecer? Vamos ver. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Chromebooks vão mostrar “prazo de validade” das atualizações de sistema

Chromebooks vão mostrar “prazo de validade” das atualizações de sistema

canaltech Uma das coisas que chama bastante atenção nos Chromebooks é seu declarado “prazo de validade” das atualizações do sistema. Ou seja, o Google já avisa em cada modelo quando é que vai parar de realizar os updates, o que é realizado, oficialmente, em média, durante seis anos e meio. Isso, contudo, não vem especificado nas informações das máquinas e a companhia deve disponibilizar em breve esses dados nas próprias configurações do software. A dica veio por meio de um flagrante no código do Chrome OS que surgiu na plataforma de desenvolvimento Chromium no mês passado. Uma nova seção chamada “Agenda de atualização” será exibida em “Detalhes adicionais” da página “Sobre o Chrome OS”. Assim, os usuários poderão ver o quanto tempo de “obsolescência programada” ainda resta em seus computadores. Funcionalidade deve aparecer nas configurações do sistema (Imagem: Reprodução/Android Police) Embora essa possa ser uma alteração bastante pequena, isso indica que o Google está trabalhando para melhorar a transparência em relação ao tempo de vida útil de seus sistemas operacionais. Entretanto, muitos Chromebooks mais antigos permanecem nas prateleiras das lojas, mesmo quando já estão próximos do fim do suporte — portanto, fica a dica ao observar as promoções da Black Friday, que devem “empurrar” muitos desses laptops já no “fim de carreira”. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Mesmo que os Chromebooks continuem funcionando, depois do fim dos updates o Chrome OS passa a ficar sem importantes novas funcionalidades e correções e, claro, sem ajustes fundamentais para manter a segurança em dia. Ainda não há previsão de chegada da consulta do “prazo de validade”, mas é bem possível que ele comece aparecer nas versões instáveis para teste do Canary. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

WhatsApp cria parceria com SEBRAE para ser usado pelas pequenas empresas em SP

WhatsApp cria parceria com SEBRAE para ser usado pelas pequenas empresas em SP

canaltech WhatsApp e SEBRAE anunciaram nessa quarta-feira (13) uma parceria para fazer com que a versão Business do mensageiro se torne o principal canal de comunicação das pequenas empresas. Inicialmente, a ação será restrita ao estado de São Paulo. A ideia é realizar o treinamento de centenas de milhares de pequenos empresários, explicando o funcionamento dos recursos e melhores práticas do WhatsApp Business. Os materiais de treinamento estarão disponíveis no site do SEBRAE, redes sociais e outros canais digitais. De acordo com o SEBRAE, o WhatsApp, em sua versão padrão, já é usado por 72% dos pequenos negócios do Brasil, seja para se comunicar com seus clientes, realizar atendimentos e também para fechar vendas. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Lançado em 2018, o WhatsApp Business também tem ferramentas adicionais em relação a versão padrão do mensageiro. Segundo seus administradores, esses recursos permitem uma conversão de vendas mais eficiente. Um dos exemplos citados pela companhia foi a loja Cupcakes by Isa, uma confeitaria online da cidade de São Carlos (SP), onde 60% das vendas são fechadas via WhatsApp. Outros cases podem ser visualizados no site oficial do app. Matéria em desenvolvimento... Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

'Masterchef: A Revanche': duelo sem emoção, após desastre na confeitaria

O Tempo - Diversão - Magazine Poucos cozinheiros conseguiram apresentar o prato pedido pelos jurados: uma terrine com ganache de chocolate Veja Mais

Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota

Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota

canaltech O gabarito do Enem 2019 será divulgado nesta quarta-feira (13). A publicação será feita oficialmente pelo site oficial do Inep, instituto responsável pela prova e ligado ao Ministério da Educação. Tanto cadernos de questões como gabarito das provas estarão disponíveis no site do exame. O Exame Nacional do Ensino Médio foi realizado nos dias 3 e 10 de novembro, com total de 3,9 milhões de estudantes no primeiro dia de prova. Já no segundo dia, houve queda para 3,7 milhões, com taxa de abstenção de 27,19%, a menor na série histórica do exame.  Além do gabarito, ainda haverá outras etapas de divulgação:  -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Janeiro de 2020: divulgação dos resultados individuais Março de 2020: divulgação dos resultados individuais dos "treineiros" Março de 2020: divulgação da vista pedagógica da redação Até o momento, a nota do Enem pode ser utilizada para entrar em várias instituições de ensino superior no Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Além disso, a prova também vale para algumas instituições em Portugal e programas de financiamento de estudantes como o Fies e Prouni.  A correção da prova é feita por uma metodologia chamada Teoria das Respostas do Item. Ela leva em consideração diferentes pesos para cada uma das questões de acordo com a complexidade. Por isso, é difícil que o aluno saiba exatamente a sua nota somente pelo gabarito. Contudo, a conferência das questões ajuda a medir o desempenho.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais

Bossacucanova e Roberto Menescal tiram sons da bossa e do blues em álbum com frescor

G1 Pop & Arte Disco instrumental inclui tema em homenagem ao percussionista Laudir de Oliveira. Não espere ouvir a típica bossa nova no álbum Bossa got the blues. Tampouco alimente a ilusão de que escutará um blues ortodoxo ou uma mistura quadradinha de bossa e blues neste disco que junta o carioca Roberto Menescal ao Bossacucanova, trio também carioca surgido em 1997 para dar repaginada na bossa nas ondas da então emergente música eletrônica. Atualmente com 82 anos, Menescal é um dos compositores referenciais do cancioneiro sal, céu, sol e sul que se ergueu no mar da música brasileira entre a segunda metade dos anos 1950 e a primeira da década de 1960. Mas nunca ficou parado no tempo, embora jamais tenha se dissociado da bossa nova. No disco Bossa got the blues, gravado ao longo de 2018 e editado neste ano de 2019 pela gravadora Deck (inclusive nos formatos de CD e LP), o quarteto surfa em outra praia ao dar forma a dez composições de autoria de Menescal com o grupo. Capa do álbum 'Bossa got the blues', de Bossacucanova e Roberto Menescal Marcos Hermes Bossa got the blues é disco instrumental, ainda que os vocais de Cris Dellano se façam ouvir em Sambalaya. Não há real inovação na sonoridade, mas há frescor, por exemplo, nos timbres e levadas de Kalunga jacket que remetem ao samba-jazz sem repetir cânones deste gênero derivado da bossa que invadiu boates cariocas e paulistas ao longo dos anos 1960. Para criar essa arejada bossa com clima de blues, Alex Moreira (teclados Hammond, Fender Rhodes e sintetizadores), Marcio Menescal (baixo e synth bass) e Marcelinho da Lua (scratches e samples) se valem tanto do toque elétrico da guitarra de Menescal como do sopro forte de Paulinho Trompete (1950 – 2019), músico que faleceu em agosto, um ano após ter criado os arranjos de metais de Train to Ipanema, Vou nessa e da composição que batiza o disco, Bossa got the blues. Bossacucanova e Roberto Menescal lançam álbum feito com o toque e os arranjos do músico Paulinho Trompete Marcos Hermes / Divulgação A mistura é tão fina que não cabe em rótulos. Há, sim, referências, como as de 1937, tema cuja sonoridade remete ao jump blues, (sub)gênero popular nos anos 1940 e influenciado pelas grandes bandas de jazz da década anterior. Tampouco é possível enquadrar o disco na geografia musical carioca, ainda que haja ares da cidade do Rio de Janeiro (RJ) na serena Galeria Menescal, música que encerra o álbum, cujo repertório inclui tributo ao percussionista Laudir de Oliveira (1940 – 2017), Laudir's theme, cuja gravação ostenta o toque do próprio músico, falecido há dois anos. Bossacucanova e Roberto Menescal lançam disco com dez temas instrumentais Marcos Hermes / Divulgação No texto sagaz que escreveu para o encarte da edição em CD de Bossa got the blues, João Marcello Bôscoli é feliz ao caracterizar o disco como "um longa-metragem musical" pelas imagens que brotam com a audição das 10 faixas. Essa trilha imagética é individual e muda a cada ouvinte. Mas o que talvez não mude é a sensação de frescor impregnada no álbum Bossa got the blues. (Cotação: * * * *) Veja Mais

Diretores de Vingadores farão série sobre rivalidade Marvel vs DC

Diretores de Vingadores farão série sobre rivalidade Marvel vs DC

Tecmundo A rivalidade entre Marvel e DC divide fãs há décadas e tem ficando cada vez mais intensa com o lançamento de adaptações cinematográficas de seus personagens. Pensando nisso, um serviço de streaming norte-americano contratou Anthony e Joe Russo, diretores de filmes como Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Ultimato, para produzirem uma série que aborda essa richa entre as duas empresas.Chamada de Slugfest, a série de documentários foi encomendada pelo serviço Quibi e será inspirada no livro "Slugfest: Inside the Epic, 50-Year Battle Between Marvel and DC". De acordo com a Variety, a série deve abordar o nascimento e crescimento da indústria de quadrinhos, como eles se tornaram uma nova forma de arte nos Estados Unidos, seguindo de perto a evolução das duas empresas.Leia mais... Veja Mais

Provedor de IPTV pagará multa milionária por pirataria

Provedor de IPTV pagará multa milionária por pirataria

Tecmundo A Aliança para Criatividade e Entretenimento (ACE) obteve uma vitória na justiça contra a Omniverse, um conhecido fornecedor de transmissões de TV pela internet (IPTV). A empresa, agora extinta, foi condenada a pagar uma multa de US$ 50 milhões por pirataria, de acordo com o TorrentFreak.Formada por algumas das maiores provedoras de conteúdo do planeta, incluindo a Netflix, HBO, CBS, BBC, Channel+, FOX, Hulu, Sony Pictures, Telemundo, Warner e Grupo Globo, entre outras, a Aliança Antipirataria entrou com ação contra a Omniverse One World Television em fevereiro passado, acusando-a de fornecer transmissão pirata para diversos serviços de IPTV.Leia mais... Veja Mais

Guedes fala em livre comércio com China: veja principais produtos negociados

G1 Economia Presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil, José Augusto de Castro, avalia que abrir mercado aos chineses, neste momento, seria suicídio comercial. A exportação brasileira para a China está concentrada em três produtos básicos: soja, petróleo e ferro respondem por 83% das vendas. O Brasil compra da China principalmente itens industrializados como plataformas de petróleo, produtos manufaturados e eletrônicos. Dados do Ministério da Economia mostram que, em 2017 e 2018, respectivamente, o Brasil registrou superávit comercial (mais vendeu do que comprou) de US$ 20,16 bilhões e de US$ 29,19 bilhões. Nos dez primeiros meses deste ano, o saldo positivo somou US$ 21,45 bilhões. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (13) que o governo brasileiro estuda a formação de uma área de livre comércio com a China. A declaração foi feita durante seminário do banco dos Brics. Guedes não deu detalhes das tratativas. "Estamos conversando com a China sobre a possibilidade de considerarmos uma ‘free trade area’ [área de livre comércio]. Estamos buscando um alto nível de integração. É uma decisão. Queremos nos integrar às cadeias globais. Perdemos tempo demais, temos pressa", afirmou o ministro no seminário. Nesta quarta e quinta-feira (14) é realizada em Brasília a 11ª cúpula do grupo formado por cinco países emergentes: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Guedes afirmou, ainda, que não se incomodaria se o atual superávit se equilibrasse mais à frente. Para isso, disse, as exportações brasileiras poderiam avançar 50%, enquanto que as compras feitas no país asiático poderiam dobrar ou, até mesmo, triplicar nos próximos anos. Para ele, o importante seria uma integração maior com a China. Principais produtos exportados para a China em 2018 soja: 43% das vendas externas petróleo: 23% do total ferro: 17% do total celulose: 5,4% carne bovina: 2,3% ligas de ferro: 1,4% Principais importações da China em 2018 plataformas de petróleo: 11% do total produtos manufaturados: 10% circuitos de telefonia: 3,7% aparelhos transmissores e receptores: 3,5% químicos orgânicos: 3,1% circuitos integrados: 2,5% Associação em 'suicídio comercial' Para o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, um acordo de livre comércio com a China teria que ser intermediado pelo Mercosul – bloco regional que engloba o Brasil, a Argentina, Paraguai e Uruguai. De acordo com ele, as regras do grupo impedem negociações tarifárias bilaterais entre duas nações, sem passar pelo Mercosul. Na avaliação do economista, atualmente o Brasil não teria condições de fazer um acordo de livre comércio com a China, pois isso poderia representar, em sua visão, uma "quebradeira" da indústria nacional – ao competir com produtos chineses no mercado doméstico. "Nesse momento, abrir o mercado seria um suicídio comercial", afirmou. Castro cita que a China praticamente não tem acordo comercial com nenhum país diante do baixo custo dos produtos chineses. "Além de custo não competitivo, também temos o custo Brasil, adicional de cerca de 30% sobre os produtos manufaturados", afirmou ele. Ao detalhar o custo Brasil, o presidente da AEB citou, por exemplo, a infraestrutura brasileira ruim e as regras tributárias complicadas. "Aprovada a reforma previdenciária, se a reforma tributária vier a ser aprovada, além de alguma evolução nos investimentos em infraestrutura e finalização do portal único de comércio exterior, isso pode reduzir custos e tornar o produto brasileiro mais competitivo", declarou Castro. Atualmente, concluiu o presidente da AEB, o Brasil não tem "condição nenhuma" de competir com a China. "Nosso preço é fora da realidade. [A abertura comercial] tem que ser uma coisa lenta e gradual, na medida em que conseguimos reduzir o custo Brasil", disse. Veja Mais

The Witcher: Netflix renova série para 2ª temporada antes mesmo da estreia

The Witcher: Netflix renova série para 2ª temporada antes mesmo da estreia

Tecmundo A Netflix anunciou hoje (13) que a série The Witcher já está renovada para a 2ª temporada, antes mesmo da estreia de seu primeiro ano na plataforma de streaming.A showrunner Lauren Schmidt Hissrich comentou: “Estou muito feliz com o fato de que, antes mesmo de os fãs assistirem à primeira temporada, já confirmamos que voltaremos ao Continente para continuar contando as histórias de Geralt, Yennefer e Ciri e mostrar o trabalho surpreendente que nosso elenco e realizadores entregaram.”Leia mais... Veja Mais

Vulnerabilidades no 5G podem trazer riscos, segundo estudo

Vulnerabilidades no 5G podem trazer riscos, segundo estudo

canaltech Como já era de se esperar, o 5G é mais rápido e mais seguro que o 4G. No entanto, uma nova pesquisa aponta que também há vulnerabilidades que podem colocar os usuários de telefone em risco. Acontece que pesquisadores de segurança da Purdue University e da Iowa University descobriram quase uma dúzia de vulnerabilidades, que, segundo eles, podem ser usadas para rastrear a localização da vítima em tempo real, falsificar alertas de emergência que podem desencadear pânico ou desconectar silenciosamente um telefone 5G conectado à rede. Os pesquisadores disseram que alguns dos novos ataques também podem ser explorados nas redes 4G existentes. Além disso, expandiram suas descobertas anteriores para criar uma nova ferramenta, chamada 5GReasoner, que foi usada para encontrar 11 novas vulnerabilidades 5G. Ao criar uma estação base de rádio mal-intencionada, um invasor pode realizar vários ataques contra o telefone conectado de um alvo usado para vigilância e interrupção. Em um ataque, os pesquisadores disseram que foram capazes de obter identificadores de rede temporários antigos e novos do telefone da vítima, permitindo rastrear a localização do telefone. Uma vulnerabilidade semelhante foi encontrada no protocolo 4G pelos pesquisadores da Universidade do Colorado Boulder em junho. Pesquisadores apontam vulnerabilidades na conexão 5G Outro ataque pode ser usado para criar uma condição de negação de serviço "prolongada" na rede de telefonia móvel contra o aparelho de um alvo. Em alguns casos, as falhas podem ser usadas para rebaixar uma conexão de celular para um padrão menos seguro, o que possibilita que policiais - e hackers - iniciem ataques de vigilância contra seus alvos usando equipamentos especializados. Levando em consideração a natureza das vulnerabilidades, os pesquisadores também disseram que não têm planos de divulgar publicamente seu código de exploração de prova de conceito. No entanto, os especialistas notificaram a GSM Association (GSMA), um órgão comercial que representa redes celulares em todo o mundo, sobre suas descobertas. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Por outro lado, a porta-voz da GSMA, Claire Cranton, disse ao portal norte-americano Tech Crunch que as vulnerabilidades foram “julgadas nulas ou de baixo impacto na prática”. O portal conta que a GSMA não disse se essas vulnerabilidades seriam corrigidas, e não forneceu nenhum cronograma para quaisquer correções, mas a porta-voz revelou que as descobertas dos pesquisadores "podem levar a esclarecimentos". Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio

Motorola Razr 2019 tem fotos de todos os ângulos vazadas pouco antes do anúncio

canaltech A Motorola tem um evento marcado para esta quarta-feira (13), e a expectativa é de oficializar o primeiro smartphone com tela dobrável da marca. O Razr 2019, ou V4, tem aparência semelhante ao clássico V3, com a diferença que a parte interna é toda ocupada pelo display, que teria uma dobradiça no meio. A ideia parece interessante e talvez até mais prática do que as propostas do Samsung Galaxy Fold ou do Huawei Mate X. O celular não se torna um tablet quando está aberto, mas sim fica mais compacto quando está fechado. Eis que, horas antes do anúncio a ser feito pela Motorola, ocorre mais um vazamento envolvendo o Razr 2019. E, desta vez, com mais fotos reais, que mostram o aparelho aberto, nas laterais esquerda e direita, e um vislumbre tanto da tela como da parte traseira, além de imagens bem detalhadas de todos os ângulos possíveis. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- O Razr 2019 de todos os ângulos (Fotos: Reprodução/FCC) A tela tem notch e o exterior parece ser feito de fibra de carbono. As imagens foram obtidas pelo site MySmartPrice, que vasculhou o FCC para encontrar cada foto. Documentos da Anatel apontam que o dispositivo já está em processo de homologação. Os vazamentos ainda indicam que o smartphone tem foco no design e traz hardware intermediário, devendo custar cerca de US$ 1.500 (aproximadamente R$ 6.260) — o que não é pouco, mas é mais barato que os modelos de Samsung e Huawei. A empresa publicou story no Instagram com um teaser lembrando do Motorola V3, um indício a mais de que este deve ser o aparelho a ser revelado nesta quarta-feira. O evento está marcado para as 19h em Los Angeles, 0h de quinta-feira em Brasília. Story do Motorola V3 (Imagem: Reprodução/Instagram motorolabr) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Enem 2019 | Gabarito é divulgado nesta quarta (13); confira como ver sua nota Queda de objeto espacial resfriou a Terra há 13.000 anos, aponta estudo Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas Com câmera de 48 megapixels, Realme 5s ganha data de lançamento Veja Mais

Taylor Swift lança remix de 'Lover' em parceria com Shawn Mendes

G1 Pop & Arte Artistas trocaram mensagens após divulgação da faixa. Primeira versão de música compõe álbum mais recente de Taylor, lançado em agosto. Taylor Swift Reprodução/Instagram Taylor Swift lançou nesta quarta-feira (13) o remix da música “Lover”. A nova roupagem da música, que integra o álbum mais recente da cantora, ganhou parceria com Shawn Mendes. "Finalmente aconteceu: fizemos uma colaborashawn. Enviando um muitíssimo obrigada para Shawn Mendes. Estou muito empolgada com nosso remix de 'Lover'", escreveu Taylor em sua página no Instagram. Também nas redes sociais, Shawn agradeceu o convite. "Muito obrigada, Taylor, por deixar eu me juntar a você nessa música linda." A primeira versão da música compõe o sétimo álbum da cantora americana, que foi lançado em agosto e leva o mesmo nome da canção. Initial plugin text Initial plugin text Veja Mais

13º salário: Quem tem direito, prazos, atrasos e o eSocial

R7 - Economia Chega o final do ano e com ele vem as confraternizações, os amigos secretos, e consequentemente mais gastos, não é mesmo? Deste modo, a legislação vigente, garante a todo trabalhador o direito a um “salário extra”, definido pela lei como Gratificação Salarial, mais conhecido popularmente, como Gratificação Natalina ou Décimo Terceiro Salário. Entendendo o 13º […] O post 13º salário: Quem tem direito, prazos, atrasos e o eSocial apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Via Varejo é investigada por possível fraude contábil

R7 - Economia Ação da Via varejo tem negociação suspensa após denúncia de fraude contábil Desde que a família Klein retomou o controle da Via Varejo, a dona das Casas Bahia e do Ponto Frio tem reconquistado gradualmente a confiança do mercado, que aposta numa virada na gestão da empresa. Mas possíveis problemas na contabilidade da companhia pode mexer […] O post Via Varejo é investigada por possível fraude contábil apareceu primeiro em Jornal Contábil - Um dos Maiores Portais de Notícias do Brasil. Veja Mais

Lucro das empresas estatais no ano é o maior da história, aponta Economatica

R7 - Economia O lucro líquido das três maiores estatais brasileiras listadas na Bolsa (Petrobras (PETR4), Eletrobras (ELET3) e Banco do Brasil (BBAS3)) chegou a R$ 52 bilhões nos nove meses de 2019. De acordo com a Economatica, o valor é o maior da história. “A expectativa é de lucro recorde das empresas no ano de 2019, já que […] Veja Mais

HP e VW: carros impressos em 3D chegam em 2021, pelo menos em parte

HP e VW: carros impressos em 3D chegam em 2021, pelo menos em parte

Tecmundo O uso industrial de impressoras 3D para o mercado automotivo chegará mais cedo do que esperávamos. Graças a uma parceria entre a Volkswagen e HP, podemos esperar para 2021 a produção de carros com peças produzidas por impressoras 3D — mas essa mudança já começou.A tecnologia da HP de impressão com metais leves foi batizada como "HP Metal Jet Technology" e recebe o mérito pela capacidade. O projeto já está pronto para uso comercial, mas ainda não será aplicado em veículos — por enquanto.Leia mais... Veja Mais

Projeto que garante 13º salário será votado na ALMG no dia 20

O Tempo - Política Expectativa é de que o texto siga para a sanção do governador Romeu Zema (Novo) entre a última semana de novembro e primeira de dezembro Veja Mais

IMPERDÍVEL | PlayStation 4 Slim + 3 jogos + PS Plus por apenas 10x de R$ 179

IMPERDÍVEL | PlayStation 4 Slim + 3 jogos + PS Plus por apenas 10x de R$ 179

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   O PlayStation 4 é um dos melhores consoles de videogame do mundo, e está disponível em diferentes versões, para diferentes públicos-alvo. Uma delas é o PS4 Slim, mais compacto, mas sem deixar de lado o alto poder de processamento e a incrível qualidade dos gráficos. E o console está custando o menor preço do momento graças à promoção do Magazine Luiza — e ainda por cima vem com 3 jogos grátis, além de voucher para você experimentar o serviço online PS Plus da Sony, exclusivo para o console. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Além de pagar mais barato, você ainda pode parcelar sua compra em 10x sem juros e, se preferir, pode simplesmente dispensar o pagamento do frete se optar por retirar o pedido em alguma unidade física do Magalu. São mais de mil lojas espalhadas pelo Brasil, e é só você conferir se esta opção de retirada está disponível na sua região. Caso esteja, você pode retirar sua compra depois de duas horas da confirmação do pagamento. Sobre o PlayStation 4 Slim   Com 1 TB de armazenamento, o PS4 Slim é a versão mais compacta do PS4 tradicional, ocupando menos espaço na estante e também custando menos do que o console original. Seu design conta com bordas arredondadas, duas portas USB, porta de energia, porta HDMI, porta auxiliar e ethernet. Na parte de baixo, o console traz apoios emborrachados que impedem o deslizamento quando apoiado em uma superfície com pouco atrito. Por dentro, seu hardware é o mesmo conjunto poderoso presente no PS4 tradicional, e o Slim também é compatível com apps de entretenimento como Netflix, YouTube e Twitch. O console vem acompanhado por um controle sem fio DualShock 4 e, no kit disponível nesta promoção, você também leva para casa 3 jogos que são sucesso de vendas e um voucher para acessar a PS Plus gratuitamente por 3 meses — rede que permite jogar online com amigos, além de curtir vários games de graça. Menor preço do momento Na promoção do Magalu, o PS4 Slim com 1 joystick, voucher para a PS Plus e 3 jogos grátis (Days Gone, Detroit: Become Human e Call of Duty: Black Ops 4) está custando apenas R$ 1.799 à vista ou em 10x sem juros. Lembrando que você pode economizar ainda mais e dispensar o pagamento do frete, se escolher retirar sua compra na loja física! E o menor preço é garantido; veja quanto custa este mesmo pacote do PS4 nas demais grandes redes do varejo: *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no WhatsApp e também do grupo no Telegram para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. O que é o Magazine Você? Acessou os links e não entendeu o que é o Magazine Você? Trata-se do canal de divulgação das ofertas do site Magazine Luiza, conforme consta em comunicado oficial. Somos um dos parceiros oficiais de divulgação e nossa loja chama-se Magazine Canaltechbr. Todo o processo de cobrança, faturamento e logística é feito pelo próprio Magazine Luiza que, além do site, possui mais de 800 lojas físicas espalhadas pelo Brasil. Uma dúvida comum de nossos leitores é o motivo dos preços em nossa loja serem muitas vezes diferentes dos anunciados no site principal do Magazine Luiza. O motivo é que o Magazine Você recebe ofertas exclusivas que não são divulgadas no site principal. Então aproveite as promoções e acesse nossa loja para garantir ofertas exclusivas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BAIXOU O PREÇO | Redmi Note 8 e Mi 9 Lite a partir de R$ 999 em 10x sem juros! Estranho padrão de oxigênio recém-descoberto em Marte intriga cientistas iPad Pro com novo sensor 3D deve estrear na primeira metade de 2020 Veja o planeta Mercúrio passando em frente ao Sol nesta segunda-feira (11) Ansioso pelo resultado do Enem? Faça um teste para simular sua nota final! Veja Mais