Meu Feed

Últimos dias

SIM São Paulo apresenta programa de estímulo às mulheres na música e desenvolvimento de carreira

SIM São Paulo apresenta programa de estímulo às mulheres na música e desenvolvimento de carreira

R7 - Música Premio SIM 2019 Tenho Mais Discos Que Amigos Foto: Divulgação Hoje começou a Semana Internacional de Música de São Paulo (SIM São Paulo). O evento tem objetivo de promover o encontro dos profissionais do mercado da música, vindos de diferentes lugares do Brasil e do mundo, para estabelecer conexões, debater ideias e incentivar projetos inovadores. Pelo segundo ano consecutivo, o evento conta com o patrocínio da Oi. A marca visa promover o acesso à cultura na era digital, através do instituto de inovação e criatividade Oi Futuro. Uma das salas do evento, a Sala Oi LabSonica, promove discussões entre produtores, artistas, jornalistas e outros profissionais da indústria. O Oi Futuro, por sinal, está na programação apresentando resultados do Programa ASA (Arte Sônica Amplificada), que fomenta a atuação das mulheres no ecossistema da música. O evento também contemplará o lançamento de um novo projeto intitulado Aceleradora LabSonica.   Arte Sônica Amplificada Ao longo dos quatro dias de evento (de 5 a 8 de Dezembro), profissionais do Oi Futuro participarão de debates sobre o rumo tecnológico do mundo da música. Um dos objetos abordados será o ASA, oriundo de uma parceria entre o Oi Futuro e o British Council. O projeto busca a capacitação de profissionais femininas, com workshops e formações. O principal objetivo é aumentar a atuação feminina no mercado musical. Está entre os indicados ao Prêmio SIM 2019, concorrendo à categoria Projeto do Ano. Os painéis contarão com a participação de Luciana Arão (coordenadora de patrocínios culturais incentivados), Zélia Peixoto (produtora cultural) e Roberto Guimarães (gerente executivo de cultura). Entre os temas a ser debatidos estão cases de iniciativas gatilhos que agitam uma cena e práticas emergentes, além, é claro, dos projetos desenvolvidos no ASA.   Aceleradora LabSonica No sábado (07/12), o Oi Futuro lançará oficialmente a Aceleradora LabSonica. O novo projeto será apresentado por Constança Scofield, Felipe Rodarte, Iuri Freiberger e Yuri Chamusca. O projeto vai selecionar artistas de todo o Brasil ao longo do ano de 2020, para receberem mentorias de desenvolvimento de carreira. O objetivo é contribuir com uma cada vez mais rica cena musical brasileira. Mais informações estão disponíveis no site oficial do Oi Futuro. https://www.instagram.com/p/B5luK0iHUg-/ Veja Mais

Felipe Neto foi o segundo Youtuber mais assistido do mundo em 2019

Felipe Neto foi o segundo Youtuber mais assistido do mundo em 2019

R7 - Música Felipe Neto no YouTube Tenho Mais Discos Que Amigos O brasileiro Felipe Neto está gigante no YouTube. Há algumas horas ele publicou um ranking com os produtores de conteúdo mais vistos na plataforma em 2019 e seu nome aparece no segundo lugar, atrás apenas do sueco PewDiePie. Entre os 10 primeiros, Felipe é o único latino-americano da lista e um dos dois únicos a estarem fora do eixo Europa-América do Norte, sendo o outro o japonês Fischer's. Felipe Neto no YouTube Vale lembrar que há algum tempo Felipe Neto tem adotado uma postura bastante crítica a questões sociais e políticas bastante importantes aqui no Brasil e feito reflexões, principalmente no Twitter, a respeito do difícil momento que estamos atravessando por aqui. Indo além dos vídeos pelos quais ficou conhecido principalmente entre o público jovem, tornou-se comunicador e questionador, o que lhe trouxe audiência mas também uma série de problemas como o fato de que, ameaçada, sua mãe teve que se mudar para outro país. Os 10 Youtubers mais vistos do mundo em 2019 https://www.youtube.com/watch?v=wPsKeUHww6A PewDiePie ( inglês) Felipe Neto ( português) Pencilmation ( inglês) Jelly ( inglês) D. Dobrik ( inglês) DudePerfect ( inglês) MrBeast ( inglês) Lazar ( inglês) Fischer’s ( japonês) Azzyland ( inglês) Veja Mais

Google Chrome: confira 15 atalhos disponíveis no navegador

Google Chrome: confira 15 atalhos disponíveis no navegador

canaltech O Google criou, no ano passado, diversos atalhos de busca que, quando inserido na barra de endereços pelo usuário, permite acesso rápido a diversas novas funcionalidades. Inicialmente, eles estavam disponíveis somente para criar documentos no Google Docs, Planilhas, Apresentações, entre outros recursos. Atualmente, no entanto, é possível utilizá-los para acessar recursos de aplicativos e sites como o Spotify, Canva e o popular app de leitura Medium. De acordo com o Google, a partir de 2020, qualquer pessoa poderá criar URLs personalizadas que funcionarão como atalhos. Até o momento, porém, existem cerca de 15 endereços disponíveis para usar na barra de endereço do Google Chrome. Google Chrome: navegador permite utilizar atalhos para navegação rápida (Imagem: Reprodução) Confira os atalhos disponíveis no Google Chrome para acesso rápido docs.new ou doc.new: responsável por abrir um documento em branco no Google Docs; sheets.new ou sheet.new: abre uma planilha nova no Google Planilhas; keep.new: abre uma nota em branco no Google Keep; slides.new ou slide.new: abre uma apresentação de slides no Google Apresentações; sites.new ou site.new: abre uma página do Google Chrome para criar um novo site no Google sites; cal.new ou meeting.new: cria um novo evento no Google Agenda; playlist.new ou site.new: permite criar uma nova playlist no Spotify (diretamente do Google Chrome); forms.new ou form.new: cria um novo formulário no Google Forms; Google Chrome permite acessar atalhos para diversos documentos (Captura de tela: Ariane Velasco) story.new: abre uma página do Medium diretamente no Google Chrome para que o usuário faça uma nova publicação no site; link.new: abre uma página no Google Chrome para criar um link curto no Bit.ly; canva.new: abre uma página do Google Chrome para criar um design no Canva; invoice.new: cria um novo boleto de pagamento no site Stripe; restaurant.new ou reservation.new: permite busca uma reserva de restaurante no site do OpenTable; coda.new: abre uma página do Google Chrome para criar um novo documento no Coda; sell.new: abre uma página do Google Chrome para a venda de um produto no eBay. Através desses comandos, é possível otimizar seu tempo de navegação e realizar diversas tarefas diretamente pelo Google Chrome. Todos foram devidamente testados e cumprem bem sua função! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Rumor | Apple pode lançar um iPhone SE 2 Plus com Touch ID em 2021

Rumor | Apple pode lançar um iPhone SE 2 Plus com Touch ID em 2021

canaltech Já não é novidade que a Apple parece estar planejando o lançamento de uma nova linha do iPhone SE, com os vazamentos apontando para uma segunda versão do dispositivo chegando no ano que vem. Agora, segundo informações de Ming-Chi Kuo, famoso analista que costuma acertar suas previsões sobre a companhia da Maçã, temos alguns detalhes que podem apimentar as coisas. De acordo com o analista, a Apple deve também lançar um iPhone SE 2 Plus no primeiro semestre de 2021, contando com uma tela que pode ter 5,5 polegadas ou 6,1 com design em tela cheia. O aparelho também pode chegar com um entalhe menor, o famoso "notch", por não contar com o FaceID, e deve ter o TouchID integrado com o botão Home. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Imagem: Reprodução/Gizmodo Já a versão menor, o iPhone SE 2, pode ter tela de 4,7 polegadas, câmera traseira única e TouchID, equipado com chipset A13 Bionic, que também está presente nos recém-lançados iPhone 11 e 11 Pro. A previsão de venda do novo iPhone SE 2 no momento do lançamento seria de 20 milhões de unidades. A linha sempre foi uma alternativa mais barata para quem gostaria de ter um iPhone, e no ano que vem essa oportunidade deve aparecer de volta ao mercado, seguindo por pelo menos mais um ano, em 2021, caso os rumores se confirmem. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Copel irá pagar R$ 643 milhões em juros sobre o capital próprio

R7 - Economia A Copel (CPLE3) irá pagar R$ 643 milhões em juros sobre o capital próprio, informou a empresa em comunicado enviado ao mercado nesta quinta-feira (5). De acordo com o documento, o valor por ação dos JCPs será de R$ 2,24234788 por ação ordinária, R$ 3,94656966 por ação preferencial classe A e R$ 2,46691920 por ação preferencial classe B. A data para […] Veja Mais

Credit Suisse encerra oferta de distribuição do fundo imobiliário Renda Urbana

R7 - Economia O Credit Suisse divulgou em comunicado nesta quinta-feira (5) que encerrou a oferta pública de distribuição primária do fundo CSHG Renda Urbana (HGRU11). Os recibos de subscrição HGRU13 e HGRE14, referentes à segunda emissão, serão transformados em cotas do fundo no dia 2 de janeiro de 2020. “Adicionalmente, em 30 de dezembro de 2019, existirá […] Veja Mais

Isenção de compras em países do Mercosul passará para US$ 1 mil

Isenção de compras em países do Mercosul passará para US$ 1 mil

R7 - Economia Bolsonaro partipa da Cúpula do Vale dos Vinhedos FABIANO MAZZOTTI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Os presidentes dos países-membros do Mercosul assinaram nesta quinta (5) o aumento do limite de isenção para produtos comprados no exterior e levados na bagagem, de US$ 500 para US$ 1000. O Itamaraty explicou, contudo, que cada país tem que aprovar uma regra interna - no caso do Brasil, pela Receita Federal. “A norma do Mercosul não é automática, não aprovamos a norma anteontem e o limite aumenta. Terá de haver uma norma interna brasileira que aplicará os limites. Leia também: 'Não dá para dar um golpe?', diz Bolsonaro ao presidente paraguaio Os estados-parte não são obrigados a aumentar os limites atuais. A norma limita o valor máximo que os estados-parte podem conceder de isenção”, apontou o chefe da divisão de coordenação econômica e assuntos sociais do Mercosul, Daniel Leitão. O valor valerá para viagens por meio aéreo ou marítimo dentro do bloco. E engloba compras feitas em qualquer país e que entrarão na região que compõe o Mercosul. O pedido para aumento foi feito pelo próprio governo brasileiro - e comemorado pelo presidente Jair Bolsonaro em seu discurso de abertura da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul nesta quinta-feira (5), em Bento Gonçalves. Veja Mais

Cientistas criam neurônios artificiais e miram na cura do Alzheimer

Cientistas criam neurônios artificiais e miram na cura do Alzheimer

canaltech Para curar doenças crônicas, como insuficiência cardíaca, mal de Alzheimer e outros problemas neuronais, cientistas  desenvolveram dispositivos que se passam por neurônios artificiais — que, na verdade, são chips de silício, material básico da fabricação de processadores de celular e computador. A invenção, que se comporta exatamente como as células nervosas reais, é uma grande conquista da biotecnologia e deve ajudar no desenvolvimento de dispositivos médicos. Vale lembrar que os neurônios são células do sistema nervoso que têm como principal função conduzir os impulsos nervosos pelo corpo do indivíduo. Além de agirem e funcionarem como neurônios artificiais, o chip precisa de apenas de um bilionésimo da potência de um microprocessador, o que o torna ideal para uso em implantes médicos e outros dispositivos bioeletrônicos pelo baixo consumo energético e alta eficiência. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Comprovando sua eficácia, a equipe de pesquisa conta com especialistas e acadêmicos das universidades de Bath, Bristol, Zurique e Auckland, e descreveu o funcionamento dos neurônios artificiais em um artigo recente, publicado na Nature Communications. Desenvolvimento Há anos, os cientistas buscam desenvolver neurônios artificiais, o que até o momento era um desafio enorme, justamente porque a biologia é sempre muito mais complexa que a eletrônica, e as respostas neuronais são difíceis de prever, sintetizar e mimetizar, dada a sua complexidade. "Até agora, os neurônios eram como caixas pretas, mas conseguimos abri-la e espiar por dentro. Nosso trabalho está mudando de paradigma, porque fornece um método robusto para reproduzir as propriedades elétricas de neurônios reais em detalhes”, comemora o professor Alain Nogaret, do Departamento de Física da Universidade de Bath. Cientistas criam chips que funcionam como neurônios artificiais Por trás da invenção, foram necessárias horas e horas e estudos, cálculos e modelagens para entender e explicar como os  neurônios respondiam aos estímulos elétricos de outros nervos. O processo todo é bastante complicado, porque as respostas não são lineares e nem facilmente previsíveis.  Dessa maneira, a equipe primeiramente projetou chips de silício que simulavam os mesmos percursos que os estímulos percorriam no cérebro, efetivando-os na prática, antes de provar que seus neurônios artificiais imitavam com precisão os neurônios reais. Assim, a equipe dividiu o processo de desenvolvimento em duas etapas. Impactos na medicina A invenção abre a possibilidade para novas terapias e eventuais curas de condições até então consideradas irreversíveis, como em casos em que os neurônios não estão funcionando adequadamente ou tiveram seus processos interrompidos por uma lesão na medula espinhal. O chip é bastante promissor, porque os neurônios artificiais podem reparar os biocircuitos doentes, replicando sua função saudável e respondendo adequadamente ao padrão biológico, como se fosse uma prótese biônica. "Os neurônios precisam de apenas 140 nanoWatts de potência. Isso é um bilionésimo do requisito de potência de um microprocessador, usado por outras tentativas de produzir neurônios sintéticos”, comenta Nogaret. Segundo o professor, isso torna os neurônios adequados para implantes bioeletrônicos, inclusive, no tratamento de doenças crônicas, como insuficiência cardíaca e mal de Alzheimer. Tais doenças possuem um fundo em comum, já que os neurônios do córtex não respondem adequadamente aos comandos do sistema nervoso. No caso da insuficiência cardíaca, os neurônios não enviam os sinais corretos para o coração, que por sua vez não bombeia o sangue tão forte quanto deveria. "Por exemplo, estamos desenvolvendo marcapassos inteligentes que não apenas estimulam o coração a bombear a um ritmo constante, mas usam esses neurônios para responder em tempo real às demandas impostas ao coração — o que acontece naturalmente em um coração saudável”, explica Nogaret. Agora, o grupo de pesquisadores consegue estimar com precisão os parâmetros que controlam o comportamento dos neurônios com maior clareza. Segundo o pesquisador, "criamos modelos físicos e demonstramos sua capacidade de simular com êxito o comportamento de neurônios vivos. Nossa terceira descoberta é a versatilidade do nosso modelo, que permite a inclusão de diferentes tipos e funções de uma variedade de neurônios complexos em mamíferos".  Por isso mesmo, o experimento que obteve sucesso em ratos, logo deve ser testado em humanos. Nesse futuro, outras possíveis aplicações poderiam ser no tratamento de doenças como Alzheimer e doenças degenerativas neuronais. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Veja Mais

TCU libera lagosta para STF em eventos com ao menos duas altas autoridades

O Tempo - Política Segundo o relator, dado o 'elevado grau de sofisticação dos alimentos e bebidas', os preços aparentam ser 'razoáveis e compatíveis com sua finalidade' Veja Mais

Brasil e Paraguai fecham acordo automotivo em cúpula do Mercosul

G1 Economia Detalhes do acordo, que libera o comércio de veículos e autopeças entre os dois países, não foram divulgados. Produção de veículos no Brasil Divulgação/Hyundai Brasil e Paraguai conseguiram fechar, no último dia da cúpula do Mercosul, nesta quinta-feira (5), um acordo automotivo para liberar o comércio de veículos e autopeças entre os dois países, completando o ciclo de negociações desse tipo entre o Brasil e os países do bloco. Um acordo do mesmo tipo foi assinado em junho com a Argentina e já existe um anterior a esse com o Uruguai. A intenção do governo brasileiro e dos demais países é agora integrar o setor automotivo às normas do Mercosul. Altamente taxado, o setor era uma das exceções do comércio do bloco. O Brasil pretende ainda, ao conseguir adequar os veículos nas regras do Mercosul, trabalhar para reduzir a tarifa externa comum do setor automotivo, que hoje é a mais alta entre todos os setores do bloco, em 35%. Os negociadores não deram inicialmente detalhes do acordo fechado. Um dos pontos de contencioso até esta semana era a intenção do Brasil de que o Paraguai abrisse mão da importação de veículos usados, o que o Paraguai não queria fazer. Veja Mais

Desvalorização do Real se deve principalmente à queda da taxa de juros

Desvalorização do Real se deve principalmente à queda da taxa de juros

R7 - Economia No mês passado, o Netflix lançou globalmente a terceira temporada da renomada série “The Crown”, que narra a história da família real britânica ao longo do reinado de Elizabeth II. Com 93 anos, 67 dos quais como rainha, o Reino que ela irá entregar a seu herdeiro é radicalmente diferente do que assumiu de seu […] O post Desvalorização do Real se deve principalmente à queda da taxa de juros apareceu primeiro em SpaceMoney. Veja Mais

Cruzeiro do Sul Educacional compra Universidade Positivo no Paraná

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - A Cruzeiro do Sul Educacional anunciou nesta quinta-feira a compra da Universidade Positivo, no Paraná, ampliando sua base de alunos em 33 mil estudantes.O valor do negócio não foi revelado. Dos 33 mil alunos da Universidade Positivo, 23 mil estudam na modalidade presencial em oito campi da empresa.Em comunicado, o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães, afirmou que com a venda encerra a reorganização do portfólio de ativos do Grupo Positivo, que tem atuação no setor de tecnologia por meio da Positito Tecnologia.Com a aquisição, a Cruzeiro do Sul Educacional passa a atender cerca de 350 mil alunos e a contar com mais de 9.100 funcionários, por meio de 17 instituições presenciais de educação básica e ensino superior nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte-Nordeste.O Grupo Positivo tinha colocado à venda suas divisões de educação à venda em meados do ano passado, buscando ofertas para três unidades de educação separadas: a universidade, escolas privadas e sistemas de ensino, disseram fontes à Reuters na época. Em maio deste ano, a Arco Platform comprou o Sistema Positivo de Ensino por 1,65 bilhão de reais.Além da Cruzeiro do Sul, tinham apresentado propostas pela Universidade positivo Yduqs e Ser Educacional, afirmaram as fontes.Guimarães afirmou que com a venda da universidade o grupo poderá "priorizar foco e investimentos nas demais áreas de atuação, especialmente nas nossas frentes de ensino básico. Poderemos concentrar mais esforços em realizar novas aquisições e investir na qualidade de nossa rede de escolas".None (Por Alberto Alerigi Jr., com reportagem adicional de Tatiana Bautzer) Veja Mais

Brasil reduz projeção de carga de energia em 2019, mas eleva expectativa para 2020

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema elétrico interligado do Brasil deverá fechar 2019 com avanço de 2,1% na comparação anual, abaixo de estimativa anterior de alta de 2,7%, apontaram em boletim nesta quinta-feira a estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e órgãos técnicos do setor.Em 2020, a carga-- que representa soma do consumo com as perdas na rede elétrica -- deverá avançar em ritmo bem maior, de 4,2%, contra 3,7% na previsão anterior, ajudada por um melhor desempenho da economia, segundo as projeções oficiais, realizadas com apoio do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).Entre 2021 e 2024, a expectativa é de expansão de 3,7% ao ano na carga elétrica, segundo os dados, os primeiros para o período 2020-2024.None (Por Luciano Costa) Veja Mais

Os melhores apps Android da semana (5/12/2019)

Os melhores apps Android da semana (5/12/2019)

canaltech Nem todo mundo sabe fazer o devido descarte de um produto eletrônico defasado. Aposto que você já parou para pensar no que fazer com aquele smartphone de três ou quatro anos que já tem uma configuração que não lhe atende: você acaba de comprar um modelo mais novo, ainda que o velho esteja em suas mãos. Claro, você pode sempre vendê-lo, mas dependendo do aparelho, isso pode não compensar. O descarte correto de eletrônicos ainda confunde muita gente, então o destaque na nossa lista da semana vai para um aplicativo dedicado a oferecer um serviço de coleta e descarte sustentável, correto e amigável à natureza. Além disso, temos utilitários de som e jogos de raciocínio lógico para manter a mente afiada. Sem mais enrolação, vamos à lista! -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Happy Glass Um dos jogos mais simples e, talvez por isso, um dos mais divertidos também, Happy Glass consiste, basicamente, em encher um copo com um líquido. Evidentemente, as coisas não são tão fáceis, e o desafio aqui reside em fazer com que isso aconteça enquanto você supera diversos obstáculos por meio do desenho na tela. Ao passar o dedo no display, você desenha uma linha que pode mudar o curso do líquido despejado, fazendo ele seguir o caminho mais correto até o recipiente. O início é bem simples, mas conforme você vai avançando nos níveis, novos desafios o aguardam, desde manivelas que abrem e fecham vias até plataformas que caem e suportes incendiários que derretem o líquido antes de ele chegar ao copo. Ah, e não vale derrubar nada, no máximo tombar. Eventualmente, o jogo abre uma série de desafios, como encher o copo sem derramar uma gota. O melhor de tudo é que ele é inteiramente gratuito e offline, então você continua jogando mesmo diante de uma queda de sinal. (Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech) Brain Out Outro puzzle para desafiar seu raciocínio lógico com desafios inicialmente simples, mas crescentes em dificuldade, Brain Out traz uma série de questionamentos de vários tipos: operações matemáticas básicas, cálculos de progressão aritmética ou geométrica, identificação de erros em figuras similares…A graça aqui reside em não saber o que vem pela frente, então você é constantemente desafiado a usar várias memórias da escola e faculdade, ao mesmo tempo em que esquenta os neurônios e mantém a mente afiada para passar o tempo de forma divertida e inteligente. (Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech) Reev Descartar eletrônicos antigos é um processo ainda bastante confuso para nós brasileiros. Ou falta conhecimento e informação, ou falta pontos certos de coleta (isso, para não falar de quando falta bom senso, mas aí já entramos em outro assunto…) — sabe-se que existe a ação, mas poucos sabem de fato como executá-las por conta própria. Nisso, entra o Reev, um app criado aos moldes do Uber, no sentido de que ele cria um serviço de coleta a preço fixo de eletrônicos de pequeno e médio porte: você faz o seu cadastro e insere uma forma de pagamento — cartão de crédito ou voucher pré-pago. Ao anunciar o produto que você quer descartar, o Reev encontra um motorista parceiro em sua região para recolhê-lo e fazer o depósito em um ponto de coleta recomendado. O app é gratuito para download, mas o serviço em si tem custo fixo de R$ 15,90. O bom é que este valor invariável não sofre nenhuma alteração por encomenda: se você descartar um smartphone velho ou oito (ou outros itens de porte médio), o serviço será cobrado por igual. (Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech) Boom Entusiastas da música comumente sofrem com as diferentes configurações de áudio padronizadas em cada smartphone. Sons graves, especialmente, possuem diferentes reproduções quando você compra esse ou aquele modelo de celular e/ou fone, o que exige — ao menos, para fãs aficcionados e profissionais do ramo — várias e várias reconfigurações. Para quem adora graves de respeito, existe o Boom, um aplicativo que permite ao usuário editar as configurações de áudio de modo a valorizar os tons mais baixos, dando mais profundidade à música. A graça do app, porém, reside em seu funcionamento até mesmo em smartphones mais defasados, que não trazem um assistente de áudio mais robusto. O Boom conta com um equalizador com diversas variáveis, adequando-se ao estilo preferido do ouvinte, além de ajustes adaptativos de dispositivo, corrigindo sons conforme o que você usa: fones intra-auriculares, over-ear ou earbuds, por exemplo. Ah, e ele também pode ser atrelado a serviços de streaming, que geralmente têm equalizadores mais básicos. O que mais um ouvinte exigente pode querer no celular? (Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech) Desert Islands O Desert Islands é um app que resulta do time de bem-estar do Google, que desenvolve aplicações que ajudam o usuário em aprimorar seu dia a dia e sua rotina. Neste caso, o funcionamento dele é simples: ele lista todos os apps instalados em seu smartphone, e lhe permite escolher apenas sete deles para usar durante 24 horas. É você quem determina o que lhe é mais importante no dia, já que o Desert Islands esconderá os outros durante um dia. Passou o prazo? Uma nova escolha se apresenta. A ideia aqui é ramificada em duas intenções: a primeira é fazer com que você identifique aquilo que é realmente importante no seu dia a dia, seja um aplicativo referente ao seu trabalho (como gerenciamento de equipes via Slack) ou no dia a dia (como redes sociais: Facebook, Instagram; ou apps de mensagens como o WhatsApp). A segunda é fazer com que você desapegue um pouco do smartphone e use mais da interação direta: para que raios usar o grupo de trabalho no WhatsApp se você está junto de sua equipe? Parece bobo, mas acontece com mais frequência do que se imagina. Agora, se você realmente precisar dos apps escondidos, por qualquer razão, você poderá destravá-los. A forma mais fácil de fazê-lo é desinstalando o Desert Islands. Entretanto, você também pode ajustá-lo para liberar os apps: na configuração do aplicativo, você pode selecionar se os apps “liberados” serão lançados via Android Launcher ou pelo executor próprio do Desert Islands. Na segunda opção, você consegue liberar o que foi escondido. (Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua Veja Mais

Legislação Participativa - Demandas e desafios dos Conselhos Tutelares do DF - 05/12/2019 - 15:01

Legislação Participativa - Demandas e desafios dos Conselhos Tutelares do DF - 05/12/2019 - 15:01

Câmana dos Deputados Participe! Envie sua pergunta pelo e-Democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/1478 Tema: Demandas e desafios dos Conselhos Tutelares do Distrito Federal Local: Anexo II, Plenário 03 Início: 05/12/2019 às 15h01 Informações: Origem: Requerimento nº 124/19, de autoria da Deputadas Erika Kokay e Celina Leão. Convidados: Luisa de Marillac, Promotora de Justiça de Defesa da Infância e da Juventude do Distrito Federal; Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal; (confirmado) Representante da Companhia de Planejamento do Distrito Federal; (confirmado) Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal; (confirmado) André Clemente Lara de Oliveira, Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal; Néliton Português, Associação dos Conselheiros e Ex-Conselheiros do Distrito Federal; Gustavo Henrique da Silva Camargos - Conselheiro Tutelar em exercício e representante do DF no Fórum Colegiado Nacional de Conselheiros Tutelares - FCNCT; (confirmado) Coracy Coelho - Fórum Nacional Permanente de Entidades Não-Governamentais de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fórum DCA). (confirmado) Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/58950 Veja Mais

Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021

Apple pode

canaltech Como já comentamos por aqui, a Apple estaria pensando em mudar toda a sua estratégia de lançamento de iPhones a partir de 2020, mas de acordo com uma apresentação feita pelo analista Ming-Chi Kuo (famoso por revelar novidades da Apple antes delas serem oficialmente confirmadas), a empresa pode estar preparando algumas mudanças para os próprios aparelhos propriamente ditos. E uma delas seria aposentar de vez os conectores Lightning. De acordo com o analista, a Apple deverá lançar 5 iPhones no ano que vem: quatro modelos do “iPhone 12” (dois “padrões” e dois Pro) e o tão aguardado sucessor do iPhone SE, que deverá vir com uma tela LCD de 4,7 polegadas, suporte ao Touch ID (leitura de impressão digital) e uma única câmera traseira. Já em 2021, a empresa deverá manter a mesma estratégia, lançado mais quatro modelos do “iPhone 13” e o “iPhone SE2 Plus”, que seria uma versão um pouco melhorada do iPhone SE lançado em 2020 e como uma tela maior, mas que ainda não foi definida se será de 5,5 polegadas ou de 6,1 polegadas. Mas uma das coisas mais interessantes da apresentação se refere aos modelos do “iPhone 13”, que serão lançados em 2021, é que Kuo afirma que serão os primeiros aparelhos da empresa a não utilizarem mais o conector Lightning, para a alegria de muitos usuários. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Não foi indicado ainda se o conector Lightning será substituído por um novo tipo de tecnologia proprietária ou se a Apple finalmente abraçará o uso do USB-C, como ela já fez com o iPad Pro. Caso a empresa realmente passe a utilizar o padrão USB-C, será uma ótima notícia para os donos de iPhone, pois ficará muito mais fácil encontrar carregadores e cabos de transferência de dados para esses aparelhos. Outra possibilidade é que a Apple siga o mesmo caminho que já percorreu com os conectores de fone de ouvido, que simplesmente foram retirados do aparelho e substituídos inteiramente por uma solução sem fio. Tirar todas as entradas de conectores do iPhone pode ter suas vantagens (por exemplo, aumentar a proteção do aparelho caso ele caia na água). Mas, para que uma transição dessas ocorra sem problemas, a Apple teria que garantir que o aparelho possui tecnologia para carregamento e transmissão de dados sem fio de alta velocidade. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 TEM CUPOM | O poderoso Galaxy S10e com 6 GB de RAM por menos de R$ 1800 Veja Mais

Huawei pode lançar novos smartphones no Brasil, afirma executivo

Huawei pode lançar novos smartphones no Brasil, afirma executivo

canaltech A Huawei oficializou, nesta quinta-feira, 5, uma plataforma de auxílio aos desenvolvedores para publicarem e divulgarem seus aplicativos para os dispositivos da companhia. Chamada Huawei Ability Gallery, trata-se de uma expansão do ecossistema da App Gallery, loja oficial de aplicativos da marca. O anúncio reforça a intenção da empresa em manter negócios no país. Em um bate-papo com a imprensa, o gerente de Go-to-market da companhia, Daniel Dias, revelou, entre outras coisas, que a Huawei ainda tem intenção de investir no país. Bem como que a expansão do ecossistema para os desenvolvedores brasileiros pode ser uma preparação para trazer mais modelos da marca para as lojas nacionais em um futuro próximo. “Existe a possibilidade de lançamento de um novo smartphone Huawei no Brasil”, revelou o executivo. “Se a gente vier a lançar o Mate 30 Pro no Brasil, por exemplo, seria com o HMS [Huawei Mobile Services]”, disse Dias, deixando claro, no entanto, que isso não significa que esta linha, especificamente, chegue as nossas lojas. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Daniel Dias, gerente de go-to-market da Huawei, apresenta nova plataforma para desenvolvedores (Foto: Felipe Junqueira) A questão é que, no momento, os usuários brasileiros não vão utilizar este ecossistema. O P30 Pro e o P30 lite continuarão a rodar com os serviços do Google, já que o embargo de Trump não afeta os aparelhos já lançados. A App Gallery e o Huawei Assistant são recursos exclusivos dos modelos que usam o Huawei Mobile Services (HMS) no lugar do Google Mobile Services (GMS). Isso não quer dizer, no entanto, que a empresa esteja abandonando o sistema do robozinho. Pelo contrário. Dias garante que a Huawei segue com o SO do Google, que tem sistema aberto e, portanto, pode ser utilizado por qualquer desenvolvedor. A proibição de Trump para empresas americanas negociarem com a chinesa afeta apenas o GMS. “Nós usamos Android e vamos continuar usando Android”, garantiu Dias. “O Mate 30 Pro, que foi lançado na Europa é Android, mas não tem GMS, ele tem HMS. Isso significa que ele não tem Google Play, não tem aplicativos do Google. Ele tem a loja App Gallery e tem os aplicativos da Huawei. Mas ele tem Android”, explicou. Preparação para dispositivos sem Google Huawei Mobile Services é uma alternativa ao Google (Foto: Divulgação/Huawei) Por que lançar uma plataforma para desenvolvedores brasileiros, então? “Tem muito desenvolvedor aqui no Brasil que desenvolve aplicativos para outros países”, contou Dias. A Ability Gallery já havia sido anunciada na América Latina em outubro, porém, agora, a Huawei reforça sua importância para os desenvolvedores locais. A ferramenta permite, por exemplo, criar cartões com informações sobre o clima, horários de viagens aéreas, resultados de eventos esportivos e por aí vai. Também há espaço para que o conteúdo desenvolvido no Brasil vá para as telas de usuários de outras partes do mundo. Além disso, a Huawei acredita que seria bom já ter uma estrutura de apps e serviços nacionais se realmente vier a lançar novos aparelhos para o público brasileiro, sem os serviços Google. E aí, para quem se preocupa com suporte a apps mais populares, como WhatsApp, Facebook e até os do Google, ainda há esperança. “A Huawei começou, desde 2018, um trabalho de expansão do HMS. Estava mais focado na China, começou a expandir, e agora chegou ao Brasil”, explicou. “Estamos conversando com todos os principais desenvolvedores, apresentando o HMS, o App Gallery, e convidando esses desenvolvedores para participar dessa plataforma”, garantiu Dias. Logo, depende de cada empresa avaliar se compensa ou não ter seus apps na loja da Huawei. “Sem citar nomes, estamos tentando trazer o máximo possível”, garantiu o executivo, quando questionado sobre a importância de garantir apps como WhatsApp, Facebook e até alguns do Google. “A gente tem visto uma boa receptividade de muitos aplicativos, bancos, agências de viagens, jogos importantes, outros comunicadores e mensageiros. Todos os aplicativos que são importantes, a gente quer trazer”, reforçou. Dias ainda explicou que há um esforço para evitar que aplicativos golpistas se espalhem na loja, com verificações de legitimidade para apps de serviços famosos, clonagens e afins. E, para garantir a confiabilidade dos cartões e das sugestões de apps no Assistant, os desenvolvedores precisarão ter uma espécie de parceria com a Huawei, que vai avaliar todos os serviços do Ability Gallery antes de liberar para o usuário. Como podemos perceber, a Huawei está mais interessada do que nunca em manter uma relação com o público brasileiro. E aí, você vê a empresa como uma jogadora no mercado nacional? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Como criar um cartão pessoal no Gmail com link para o Facebook

Como criar um cartão pessoal no Gmail com link para o Facebook

canaltech Se você deseja criar um cartão pessoal no Gmail de maneira simples e rápida, é possível fazer isso com a ajuda de uma extensão para o Google Chrome: a WiseStamp. Ela faz com que todas as suas mensagens contenham sua assinatura acompanhada de seu email (gmail.com ou outro) e link para seu perfil no Facebook, além de dados pessoais como nome, profissão, empresa atual, entre outros. Confira, a seguir, como fazer seu cartão do Gmail com a WiseStamp Passo 1. Acesse o link da WiseStamp e clique em “Usar no Chrome”. Dê preferência à versão com mais avaliações para garantir maior confiabilidade. Captura de tela: Ariane Velasco Passo 2. Clique em “Adicionar extensão” para baixar a WiseStamp. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Captura de tela: Ariane Velasco Passo 3. O software de edição de seu cartão do gmail.com será aberto. Comece inserindo informações como nome, título, empresa, telefone, celular, site pessoal, email e endereço. Você também pode adicionar mais informações clicando em “Add more”. Captura de tela: Ariane Velasco Passo 4. Em “Social” você pode adicionar, além de seu email no gmail.com, suas contas em sites como o Facebook, LinkedIn, Twitter, Instagram, entre diversos outros. Adicione suas redes sociais à sua assinatura do Gmail.com (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 5. Em “Add-Ons”, você pode adicionar uma assinatura personalizada, botões que levam as pessoas às suas redes sociais, banners, frases, entre diversos outros designs para seu cartão do gmail.com. Captura de tela: Ariane Velasco Passo 6. Em “Template”, você pode escolher o melhor design para seu cartão de apresentação do gmail.com. Templates para assinatura do Gmail.com e outros sites (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 7. Por fim, em “Design”, você pode personalizar seu cartão do gmail.com.. No entanto, esse recurso está disponível somente para usuários premium do WiseStamp. Deisgn de assinatura para o Gmail.com e outros websites (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 8. Uma vez que seu design esteja pronto, clique em “Ok, I’m done”. Depois, informe à WiseStamp onde sua assinatura será utilizada (ex.: gmail.com, Outlook, Yahoo!, entre outros). Captura de tela: Ariane Velasco Passo 9. Por último, clique em “Refresh your (nome do site escolhido)” para concluir a criação de sua assinatura. Atualize o Gmail.com para aplicar sua assinatura (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 10. Clique em “Yes” para confirmar a utilização da assinatura em sua conta do gmail.com ou outro website. Assinatura adiciona ao Gmail.com (Captura de tela: Ariane Velasco) Versão premium do WiseStamp Também é possível assinar a versão premium do WiseStamp para ter acesso a mais designs de cartões do gmail.com. O site está disponível tanto na versão individual quanto em equipe (para vários funcionários de uma empresa). Para isso, acesse o site de preços do WiseStamp. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Amazon inicia oferta de acesso à computação quântica a seus clientes

Amazon inicia oferta de acesso à computação quântica a seus clientes

canaltech A Amazon está começando a oferecer um novo serviço de computação quântica a partir da sua divisão de cloud computing, a Amazon Web Services (AWS). A empresa anunciou o preview do Amazon Braket, um serviço para que pesquisadores possam usar a poderosa capacidade de cálculos dessa tecnologia por acesso remoto. “Este é um serviço que permite que cientistas, pesquisadores e desenvolvedores comecem experimentos com computadores de múltiplos provedores de hardware quântico em apenas um lugar”, explica anúncio da empresa. Apesar de não restringir o acesso, a Amazon direcionará o produto para seus clientes corporativos, especialmente aqueles que necessitam de alta capacidade de computação. Atualmente, a companhia trabalha com parceiros de nível quântico como D-Wave, IonQ, e Rigetti. Ou seja, a Amazon no vai fornecer exatamente os hardwares, mas usar seus servidores na nuvem para permitir que seus clientes acessem tais serviços de qualquer lugar. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- “Você pode construir e testar seus circuitos em ambientes simulados e então rodar em um atual computador quântico”, aponta a companhia. No anúncio, contudo, ela apresentou outra novidade. A primeira é o AWS Center for Quantum Computing. Este é um centro no California Institute of Technology, em que a Amazon deve, efetivamente, desenvolver suas tecnologias para computadores quânticos. Assim, a empresa não vai permanecer somente como mediador do processo. Em entrevista para a Wired, a empresa já falou que está trabalhando em seu próprio hardware. Admirável mundo novo?  A computação quântica é uma tecnologia que permite o processamento de informações de forma diferente ao bit, com seus valores de 0 e 1. Em determinadas condições, é possível que eles assumam os dois valores ao mesmo tempo (chamados de qubits), aumentando exponencialmente a capacidade de processamento. Quando um material consegue fazer esta superposição, diz-se que atingiu o estado quântico da matéria. Em termos práticos, isso significa que os aparelhos podem ter capacidades exponencialmente muito maiores que dos atuais. Um salto em desenvolvimento além do compreensível para o consumidor final. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Câmara é Notícia 21h | 05/12/2019 | CPI do derramamento de óleo faz primeira audiência pública

Câmara é Notícia 21h | 05/12/2019 | CPI do derramamento de óleo  faz primeira audiência pública

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Nota Fiscal Eletrônica: o que é e como emitir

Nota Fiscal Eletrônica: o que é e como emitir

canaltech A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é cada vez mais utilizada pelas empresas e é obrigatória em várias situações, uma vez que garante o cumprimento de deveres tributários. No entanto, ainda é normal que surjam dúvidas a seu respeito, e que devem ser solucionadas para que o uso correto da mesma. Confira quais são essas a seguir. O que é uma nota fiscal eletrônica (NF-e)? A nota fiscal eletrônica é um documento emitido pela Internet que formaliza vendas e prestações de serviço tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas. Foi criada em 2006 e substitui a nota fiscal de papel, uma vez que sua impressão e posterior digitalização (necessária em alguns casos) era muito trabalhosa para os comerciantes. A nota fiscal eletrônica funciona como um documento padrão que substitui notas com os modelos 1 e 1A. Ela permite que a fiscalização e o recolhimento de impostos sejam realizados de maneira muito mais ágil e simples, proporcionando economia de espaço e, sobretudo, diminuindo o desperdício de papéis. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Símbolo da Nota Fiscal Eletrônica (Imagem: Reprodução) Quem pode emitir uma nota fiscal eletrônica? A nota deve ser emitida por empresas e prestadores de serviços de qualquer área, desde que haja obrigação por lei de emiti-la. Microempreendedores individuais (ou MEI) não precisam emitir nota quando o consumidor é uma pessoa física, a não ser que sejam solicitados. Quando existe prestação de serviços ou mercadoria para uma empresa, quer seja esta pública ou privada, a nota fiscal eletrônica passa a ser exigida. Tipos de nota fiscal eletrônica  Existem diversos tipos de NF-e utilizados no Brasil. Confira quais são eles logo abaixo: 1. Nota fiscal eletrônica de venda de produto (NF-e) Essa nota fiscal é emitida por empresas que vendem um produto, seja ele de qualquer tipo. Ela está ligada à Secretaria da Fazenda de cada um dos estados brasileiros e vinculada ao recolhimento de Imposto de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Produtos Industrializados (IPI). Exemplo de Nota Fiscal Eletrônica (Imagem: Prefeitura de Osasco) 2. Nota fiscal eletrônica de serviço (NFS-e) Essa nota é gerada por qualquer um que preste serviços como reparos, ajustes, consertos, revisões, construção, entre diversos outros. Ela está vinculada ao município com o Recibo Provisório de Serviços (RPS) e é gerada diretamente no site de cada prefeitura. Além disso, existem as notas fiscais que são emitidas para devoluções, consignações e exportações. NFS-e (Imagem: Prefeitura do Rio de Janeiro) 3. Nota fiscal de eletrônica de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Esse tipo de nota fiscal eletrônica documenta a prestação de serviço de transporte de cargas, seja ele rodoviário, aéreo, aquaviário, dutoviário ou ferroviário. Ele é válido em todos os estados e também no Distrito Federal. Para emiti-la, é necessário solicitar o credenciamento na Secretaria da Fazenda e, depois, utilizar um software para a emissão do documento. (Imagem: Exas) 4. Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) A NFC-e substitui as Notas Fiscais de Venda a Consumidor, porém somente as de modelo dois. Por isso, ela jamais deve ser confundida com uma NF-e! Para emiti-la, é necessário ter uma credencial na Secretaria da Fazenda. Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (Imagem: Arquivei.com.br) 5. Manifesto de Documento Fiscal Eletrônico (MDF-e) Esse documento simplifica o trâmite de documentos correspondentes ao transporte de cargas, substituindo o Manifesto de Carga Modelo 25 e a Capa de Lote Eletrônica. Ele agiliza o cadastro em lote de documentos fiscais e certifica que a carga está em dia com a lei. Para emitir o documento, é necessário entrar em contato com a Secretaria da Fazenda de cada estado, junto ao cadastro nacional de emissores (CNE). MDF-e (Imagem: Webcgi.com.br) Como emitir uma nota fiscal eletrônica Para uma nota fiscal de venda, é necessário acessar o site da Secretaria da Fazenda de seu estado. Já, para uma nota fiscal de serviço, o site a ser consultado é o da prefeitura. Antes disso, no entanto, é necessário ir pessoalmente até os órgãos para obter autorização para emiti-las eletronicamente. É possível também contratar um emissor de NF-e como o VHSYS, que pode simplificar o processo em diversos estados e municípios. Para obter acesso ao programa, acesse o site. Ele pode ser testado gratuitamente e oferece diversos planos. São eles: Mensal Bronze: R$99,90/mês, com 25 NF-e e NFS-e, 125 NFC-e, 75 CT-e e 75 MDF-e; Ouro: R$199,90/mês, com 150 NF-e e NFS-e, 750 NFC-e, 450 CT-e e 450 MDF-e; Personalizado: R$299,90/mês, com mais de 300 NF-e e NFS-e, mais de 1500 NFC-e, mais de 900 CT-e e mais de 900 MDF-e, de acordo com a necessidade de cada cliente. VHSYS (Imagem: Divulgação) Anual Bronze: em parcelas de R$49,95, com 50% de desconto. Garante acesso a 25 NF-e e NFS-e, 125 NFC-e, 75 CT-e e 75 MDF-e; Ouro: 99,95/mês com 50% de desconto. Conta com 150 NF-e e NFS-e, 750 NFC-e, 450 CT-e e 450 MDF-e; Personalizado: 149,95/mês, com 50% de desconto. Acesso a mais de 300 NF-e e NFS-e, mais de 1500 NFC-e, mais de 900 CT-e e mais de 900 MDF-e, de acordo com a necessidade do cliente. Além disso, o VHSYS funciona como um auxiliar digital de controle financeiro, gestão de vendas e também organização de estoque. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021 Veja Mais

Flávio alega 'engano' em voto por brecha para aumentar fundo eleitoral

O Tempo - Política O senador admitiu que 'não prestou atenção' na sessão que tratava dos vetos estipulados pelo pai, o presidente Jair Bolsonaro; veja o vídeo Veja Mais

CPI da Sonegação pede indiciamento de diretores do Itaú e do Safra

CPI da Sonegação pede indiciamento de diretores do Itaú e do Safra

R7 - Economia CPI da Câmara investiga suposta sonegação Luiz França/CMSP A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Municipal de São Paulo que investigava suposta sonegação fiscal cometida por bancos pediu, em relatório final, o indiciamento de 99 diretores do Itaú, além dos membros do conselho de administração, incluindo os copresidentes Pedro Moreira Salles e Roberto Setubal, por suposta prática de crime contra a ordem tributária, organização criminosa e falsidade ideológica. Também pede indiciamento de 12 diretores e membros do conselho do Safra. Segundo o documento, o Itaú teria sonegado cerca de R$ 4 bilhões apenas nos últimos cinco anos ao transferir o domicílio fiscal de parte de seus negócios para Poá (SP). A CPI aponta que, apesar de a sede de algumas empresas do grupo estarem oficialmente no interior do Estado, as atividades ocorriam todas na capital. No caso do Safra Leasing, a sonegação nos anos de 2014, 2015 e 2016 teria sido de R$ 14,9 milhões, ainda de acordo com o relatório da CPI. “Entendemos também que a prática de simular o endereço da empresa (por parte do Safra) em Poá foi dolosa, com claro intuito de promoção de sonegação com o objetivo de enriquecimento ilícito”, afirma o documento. Em nota, o Banco Safra "reforça seu compromisso com a ética e refuta a prática de qualquer ilegalidade". O Itaú afirmou não aceitar “acusações dessa natureza” e disse que irá comprovar “na Justiça a legitimidade da nossa conduta, como temos feito em outras discussões". Confira posicionamento do Itaú: "O Itaú Unibanco lamenta profundamente e repudia com vigor as conclusões do relatório final da CPI em andamento na Câmara Municipal de São Paulo, que são falsas e incoerentes. A presença histórica do Itaú em Poá é incontestável. O banco manteve operações de cartão de crédito e leasing neste município por cerca de 30 anos, com estrutura de pessoal, espaço físico e tecnologia compatíveis com as atividades lá realizadas. O banco decidiu estruturar essas operações em Poá em razão do incentivo fiscal oferecido pela cidade na época, o que é totalmente legal e comumente praticado por empresas dos mais diversos setores no País. Em 2016, houve uma mudança na legislação referente a esta tributação, o que gerou uma equiparação nas alíquotas de ISS praticadas pelos municípios de São Paulo e Poá, retirando a vantagem de manter as operações naquela localidade. Ainda assim, mantivemos regularmente nossas atividades na cidade de forma a não prejudicarmos o orçamento da cidade, já comprometido com questões de saúde e educação. No ano seguinte, ajudamos a Prefeitura por meio de assessoria financeira contratada, em estudo para reorganização das finanças de Poá. Em acordo judicial, a cidade de Poá, com a sua Procuradoria, confirmou todo o acima. A própria CPI teve contato com colaboradores do Itaú que confirmaram trabalhar em Poá. A municipalidade de São Paulo também confirmou, textualmente, que, no mínimo, 70 profissionais do Itaú trabalhavam em Poá e todos os tributos devidos foram devidamente pagos e recolhidos naquela cidade. Assim, falar em fraude, simulação e organização criminosa fere a boa fé, razoabilidade e segurança jurídica, deixando patente os verdadeiros objetivos eleitorais e midiáticos da Comissão. Por fim, reforçamos que o Itaú Unibanco alcançou a posição de maior banco privado do Brasil cumprindo fielmente suas obrigações. O banco segue rigorosamente a legislação tributária e recolhe todos os impostos devidos. Assim, não aceitaremos acusações dessa natureza e comprovaremos na Justiça a legitimidade da nossa conduta, como temos feito em outras discussões da mesma natureza, com perícias e decisões judiciais favoráveis ao banco." Veja Mais

Exclusivo: Vitreo fala sobre IPO da XP e fundo que já atraiu 5 mil investidores

R7 - Economia A venda inicial de ações da XP Inc. (XP), que controla a XP Investimentos, não é um IPO tradicional. Isto porque, ao contrário de ser realizado no Brasil, na B3 (B3SA3), irá acontecer nos EUA, na Nasdaq. A decisão da empresa frustrou muitos investidores que planejavam participar da história de crescimento da XP por meio […] Veja Mais

CCXP 2019: Fotos

G1 Pop & Arte Veja fotos da feira de cultura pop e dos fãs do evento em São Paulo. Fã mostra fantasia de Demogorgon da série 'Stranger Things', na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 CCXP acontece entre quinta-feira (5) e domingo em São Paulo Marcelo Brandt/G1 Público anda perto do estúdio da Warner na Comic Con Experience 2019 Marcelo Brandt/G1 Estande do Globoplay na Comic Con Experience 2019 Marcelo Brandt/G1 Cosplayer de Doutor Estranho tira fotos na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Cosplayer posa na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Cosplayer de Thor posa com fã na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Vestido de Shazam, homem posa na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Fã posa com homem caracterizado como Shazam na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Cosplayers de heróis tiram fotos com fãs na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Jovem vestido como Harry Potter posa para foto na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Trailer de 'Breaking Bad' é um dos destaques da CCXP Marcelo Brandt/G1 CCXP 2019 acontece até domingo em São Paulo Marcelo Brandt/G1 Jovens participam da CCXP 2019 em São Paulo Marcelo Brandt/G1 Homem vestido de Coringa posa na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Star Wars também está entre os filmes preferidos de quem frequenta a CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Criança participa da CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Fã se prepara para 'batalha' ao posar na Comic Con Experience 2019 Marcelo Brandt/G1 Fãs de cultura pop descansam durante a CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Público participa da Comic Con Experience 2019 Marcelo Brandt/G1 Estande destaca o Telecine na CCXP 2019 Marcelo Brandt/G1 Veja Mais

Wall St tem ganhos moderados com investidores à espera de progresso comercial

R7 - Economia (Reuters) - Os índices acionários de Wall Street obtiveram ganhos moderados nesta quinta-feira, com investidores no aguardo de que novidades concretas quanto a um esperado acordo comercial interino entre Estados Unidos e China surjam antes de uma nova rodada de tarifas, prevista para entrar em vigor em 15 de dezembro.De acordo com dados preliminares, o Dow Jones teve alta de 0,11%, a 27.679,14 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,16%, para 3.117,62 pontos, e o Nasdaq Composto apresentou variação positiva de 0,05%, a 8.570,70 pontos.(Por Stephen Culp) Veja Mais

GDF investiga suposto vazamento de edital para concurso da Polícia Civil

G1 Economia Trecho do documento foi publicado na internet durante madrugada desta quinta (5), antes do Diário Oficial. Casa Civil afirma que 'não há prejuízo ao certame'. Fachada da nova sede da direção-geral da Polícia CIvil do Distrito Federal Gabriella Julie/G1 A Casa Civil do Distrito Federal informou que vai abrir um inquérito administrativo para apurar um suposto vazamento do edital para o concurso de escrivão da Polícia Civil do DF. O edital foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (5) mas, ainda na madrugada, trechos dele foram divulgados em uma rede social (veja abaixo). Veja aqui todas as informações sobre o concurso Em nota, a Casa Civil afirma que "a divulgação não implica em prejuízo ao certame, pois a informação já seria pública na manhã". A pasta explica ainda que vai comandar as investigações porque é responsável pela "gestão do Diário Oficial do Distrito Federal e a análise dos documentos recebidos para publicação". No entanto, segundo a Casa Civil, "a editoração e paginação ficam a cargo da Imprensa Nacional, com quem o GDF tem convênio". O suposto vazamento teria ocorrido quando um professor de cursinho preparatório publicou um trecho do edital na internet. Trecho do edital de concurso da PCDF postado em rede social Reprodução/Instagram Nos comentários, internautas afirmam que, naquele momento, o Diário Oficial ainda não havia sido publicado. O concurso O edital lançado nesta quinta prevê 300 vagas para o cargo de escrivão da Polícia Civil, com salário inicial de R$ 8.698,78. As inscrições começam em 22 de janeiro de 2020 e vão até 10 de fevereiro. Os interessados devem se cadastrar no site da banca organizadora, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As provas estão previstas para o dia 15 de março de 2020, no turno da tarde. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF. Veja Mais

Ibovespa bate mais um recorde de fechamento e dólar encerra no vermelho mais uma vez

Ibovespa bate mais um recorde de fechamento e dólar encerra no vermelho mais uma vez

R7 - Economia O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, renovou sua máxima de fechamento no final do pregão desta quinta-feira (05) aos 110.622,27 pontos e alta 0,29 %. Além disso, o índice também bateu mais um recorde da negociação intraday: 111.072,80 pontos. O marcador foi influenciado pelo otimismo interno em relação à possível recuperação […] O post Ibovespa bate mais um recorde de fechamento e dólar encerra no vermelho mais uma vez apareceu primeiro em SpaceMoney. Veja Mais

Dólar fecha na mínima em três semanas ante real com exterior

R7 - Economia Por José de CastroSÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou no menor patamar em três semanas nesta quinta-feira, na casa de 4,18 reais, com o câmbio se alinhando ao movimento da moeda norte-americana no exterior.No encerramento das operações no mercado à vista, a cotação recuou 0,33%, a 4,1883 reais na venda.É o menor patamar para um fechamento desde 13 de novembro (4,1869 reais) e cerca de 10 centavos abaixo do pico intradia recorde alcançado na semana passada.Na mínima da sessão, a moeda tocou 4,1773 reais (-0,59%), enquanto na máxima, alcançada pela manhã, subiu a 4,2243 reais (+0,52%).Na B3, em que os negócios vão até as 18h15, o dólar cedia 0,43%, a 4,1940 reais.O câmbio seguiu orientado pelo noticiário em torno das negociações comerciais entre Estados Unidos e China. As declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, têm oscilado com frequência, o que tem deixado investidores confusos.Nesta quinta, as principais bolsas de valores de Wall Street já variaram entre altas e quedas, com investidores citando as incertezas sobre o tema.No exterior, o índice do dólar cedia 0,23%, para mínimas em um mês. "Essa questão (guerra comercial) tem influenciado o dólar no mundo e, claro, aqui também. Mas, por causa do cenário local, acredito que haja chance de a moeda voltar até o fim do ano para 4,10 reais e, em 2020, para cerca de 4 reais", disse Luciano Rostagno, estrategista-chefe do Banco Mizuho do Brasil.Pesquisa Reuters mostrou nesta quinta expectativa de que o dólar fique em 3,97 reais em um ano, de acordo com mediana das projeções de 27 estrategistas consultados entre 2 e 4 de dezembro."O dólar tende a voltar a um patamar menor (que o atual), o que condiz mais com a realidade atual da nossa economia", disse Fabrizio Velloni, chefe da mesa de câmbio e sócio da Frente Corretora. Veja Mais

Novo trailer de Mulan mostra a lendária guerreira chinesa em ação

Novo trailer de Mulan mostra a lendária guerreira chinesa em ação

Tecmundo A Disney divulgou um novo trailer oficial de Mulan, nesta quinta-feira (5), com muitas cenas de ação da jovem guerreira chinesa se preparando para o maior desafio de sua vida, Nesta versão live-action da animação de1998, a protagonista é interpretada pela atriz Liu Yifei.Na trama, que se passa durante a dinastia Han na China, o imperador chinês emite um decreto exigindo a apresentação de um representante masculino de cada família para servir no exército nacional. O problema é que na casa de Hua Mulan há apenas um homem, o seu pai doente.Leia mais... Veja Mais

Brasil tem 3 casos de danos no pulmão por cigarro eletrônico com substância da maconha, diz sociedade médica

Glogo - Ciência Sociedade de Pneumologia diz que pacientes vaporizam tetrahidrocanabinol (THC) em dispositivos comprados nos Estados Unidos. Usuário de cigarro eletrônico; doença pulmonar não identificada está ligada ao produto Christopher Pike/Reuters Três pessoas foram diagnosticadas no Brasil com danos nos pulmões associadas ao uso de cigarros eletrônicos, de acordo com alerta da Sociedade Brasileira de Pneumologia Torácica (SBPT). Na terça-feira (3), a SBPT comunicou os diagnósticos e alertou para os riscos do uso do equipamento. A venda dos dispositivos é vetada no país. A SBPT confirmou que os casos identificados no Brasil são decorrentes da vaporização de tetrahidrocanabinol (THC) e que todos os pacientes adquiriram o dispositivo nos Estados Unidos. O G1 entrou em contato com a Anvisa em busca de balanços oficiais do governo e, até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta. Cigarro eletrônico: 7 respostas sobre mortes, legislação e maconha Entenda os perigos de cigarros eletrônico e tradicional "Foram confirmados três casos até agora", disse ao G1 Jose Miguel Chatkin, presidente da SBPC. "Mas a pedido dos médicos e dos próprios pacientes, não podemos identificá-los. O que fazemos é um alerta para que profissionais da saúde saibam identificar este problema." 'Injúria pulmonar' Os sintomas decorrentes do uso destes equipamentos costumam incluir tosse, dor torácica e dispneia, disse a SBPT em um comunicado. A instituição destacou também dores abdominais, náusea, febre, calafrios e até perda de peso. O especialista explicou que ainda não há um termo brasileiro para identificar os danos causados pelo uso de cigarros eletrônicos e que os médicos usam o conceito importado dos EUA Injuria Pulmonar Relacionada ao Uso de Cigarro eletrônico (Evali, da sigla em inglês). "Falamos em, injúria ou agressão, porque há uma substância ainda indefinida que essa substancia que agride algumas partes do aparelho respiratório, perincipalmente o interstício, que é um tecido pulmonar que conecta vasos e brônquios, é ele que está sofrendo com essa agressão", definiu Chatkin. No Brasil, o tratamento indicado prevê a suspensão imediata do uso do cigarro eletrônico, uso de corticoides e até mesmo a internação para acompanhamento em casos de pacientes dispneicos ou com a respiração prejudicada. Hospitais devem notificar Anvisa Em outubro deste ano a Anvisa pediu que instituições de saúde do Brasil enviassem alertas sobre relatos de problemas relacionados ao uso de cigarros eletrônicos. Ao todo, 252 instituições de saúde do país farão parte da "Rede Sentinela", que contribuirão para a criação de um diagnóstico nacional. Para a agência, esta ação deve reduzir os riscos de que aconteça no país o mesmo que nos Estados Unidos, onde pelo menos onze pessoas morreram por causa de doenças pulmonares severas relacionados a esse hábito. Veja abaixo, em vídeo, como esta rede vai operar: Anvisa decide enviar alertas sobre efeitos causados pelo cigarro eletrônico Em nota, a Anvisa disse naquela ocasião que ação tem como objetivo reunir informações para antecipar e prevenir uma crise de saúde como a que tem sido noticiada nos Estados Unidos, onde há casos de uma doença respiratória grave, levando a óbitos, associada ao uso desses dispositivos. A SBPT reforçou que todos os casos que chegarem à instituição e forem confirmados serão encaminhados para a agência sanitária brasileira, e Chatkin destacou a dificuldade que os profissionais da saúde têm em identificar possíveis casos de danos nos pulmões. "Muitos passam despercebidos, por canta de ter sintomas muito parecidos com uma gripe. Apenas aqueles pacientes que evoluíram mal e acabam indo para o hospital é que recebem uma melhor avaliação e podem ter essa situação confirmada", disse o pneumologista. Mortes registradas nos EUA Autoridades de saúde pública dos EUA confirmaram até o final de novembro ao menos 47 mortes e 2.290 casos de hospitalizações no país. Várias das doenças registradas podem ter relação com produtos contendo acetato de vitamina E, um óleo que pode ser perigoso se inalado. Entre esses componentes, estão derivados da cannabis. "Nos EUA, se aponta que essa agressão possa estar relacionada ao uso de maconha, que tem que seer misturada com a vitamina E. Há registros de que essa substância foi encontrada dentro de células de defesa do corpo, indicando que há uma relação entre os casos com a vaporização", disse o presidente da SBPT. A Food and Drug Administration (FDA), a "Anvisa" norte-americana, ainda não determinou a regulação do produto e jogou essa resolução para 2022, algo que gerou muitas críticas internas. Cigarro eletrônico surgiu como promessa de auxílio para quem deseja parar de fumar Isabella Mendes/Pexels Mais de 9 milhões de pessoas fumam os e-cigarettes nos Estados Unidos, de acordo com o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Embora o produto seja proibido no país desde 2009, sem nunca ter sido registrado por aqui, seu uso já é observado em várias cidades brasileiras. Em um parecer de 2017, a Anvisa informou que o cigarro eletrônico transmite uma falsa sensação de segurança ao fumante. A Anvisa justifica essa decisão com "a falta de comprovação científica sobre a eficácia e segurança do produto", especialmente quando apresentado como instrumento para parar de fumar. Também está vetada a publicidade e a importação do produto. Cigarro comum x cigarro eletrônico: compare o funcionamento de cada um Roberta Jaworski/G1 VÍDEOS SOBRE O CIGARRO ELETRÔNICO Veja vídeos do Bem Estar sobre o tema: Cigarro eletrônico é tão ruim quanto o tradicional Teste mostra que índice de nicotina em cigarro eletrônico é o mesmo do cigarro comum Doutora Ana Responde: Cigarro eletrônico ajuda a parar de fumar? Initial plugin text Veja Mais

"O QUE FALTA GANHAR? TALVEZ UMA CHAMPIONS...": Jorge Jesus abre o jogo sobre futuro no Flamengo!

Fox Sports Brasil Após a vitória sobre o Avaí, o treinador falou sobre seus planos para o futuro. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Flamengo #JorgeJesus #Brasileirão Veja Mais

STJ decide que Google informe porta lógica à TIM para identificar criminoso

STJ decide que Google informe porta lógica à TIM para identificar criminoso

canaltech O Superior Tribunal de Justiça determinou que a Google forneça para a TIM a porta lógica de IP associada a uma atitude criminosa. A operadora foi alvo de fraude por conta de uma página falsa, que permitia contratar planos de telefonia móvel de forma irregular. A informação pode ajudar a encontrar quem realizou o projeto. A questão começou em junho, quando a TIM entrou com pedido para que a Google derrubasse o blog que permitia a contratação ilegal de serviços. A companhia norte-americana retirou a página do ar e forneceu todas as informações que tinha. Contudo, a TIM entrou com recurso especial pedido a porta lógica de IP de tal usuário. Esta ferramenta é o que identifica usuários que compartilham o mesmo IP. Atualmente, no Brasil, há uma transição entre do sistema IPv4 para o IPv6, permitindo mais conexões. Quem ainda está no padrão antigo compartilha IP com outros usuários. Assim, a porta lógica é o que permite saber quem é quem dentro de um mesmo protocolo. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- De forma prática, isso permitiria que a TIM chegasse até o criminoso mais facilmente do que apenas com o número de IP da conexão usada, no caso de padrão IPv6. Com o recurso, a Google é obrigada a passar esta informação. Segundo o relator do recurso, Maro Aurélio Belizze, a decisão foi tomada com base no Marco Civil da Internet. Apesar de assegurar a proteção de dados pessoais, o texto também informa que é necessário dar acesso para identificação de autores de crimes. "Sempre que se tratar de IP ainda não migrado para a versão 6 (IPv6), torna-se imprescindível o fornecimento da porta lógica de origem por responsável pela guarda dos registros de acesso como decorrência lógica da obrigação de fornecimento do endereço IP", escreveu em sua decisão. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Risco de vazamentos de dados? Dezena de milhões de americanos foram afetados

Risco de vazamentos de dados? Dezena de milhões de americanos foram afetados

canaltech Os ciberataques têm se tornado cada vez mais potentes e mais comuns. Com os vazamentos em massa, milhões de usuários acabam com seus dados expostos e é muito difícil prever o que será feito com quantidade de informações obtidas. Este ano milhões de dados de brasileiros foram expostos já e, nesta semana, foi anunciado que dezenas de milhões de dados nos Estados Unidos vazaram em mais um mega-ataque.  Especialistas em análise de VPN, a equipe de pesquisa do vpnMentor descobriu um enorme banco de dados violado, pertencente à empresa americana de comunicações TrueDialog - companhia que fornece soluções em mensagens de texto (SMS) para empresas nos EUA. Entre os serviços prestados, estão o envio de mensagens de texto em massa, alertas urgentes e comunicações para a área de educação, por exemplo. Com ampla oferta de serviços, o vazamento expôs uma enorme quantidade de dados privados, incluindo o conteúdo de dezenas de milhões de mensagens de texto SMS.  -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Além de mensagens de texto privadas, foram descobertas milhões de nomes de usuário e senhas de contas, dados com informações pessoais dos usuários da TrueDialog, inclusive dos clientes das empresa exposta.  Em ataque criminoso, dados de milhões de americanos são expostos. A dimensão do vazamento Em alguns casos, a extensão de uma violação de dados pode ser óbvia e rapidamente resolvida, mas essa não costuma ser a regra. Normalmente, são necessários vários dias de investigação antes de se entender o que está em jogo ou quem está vazando os dados. Por enquanto, se sabe que a violação dos bancos da TrueDialogic comprometeu a privacidade e a segurança de dezenas de milhões de cidadãos dos EUA, espelhados por todos os estados. Em números, quando examinados pela última vez, o banco incluía 604 GB em dados. Isso equivale a quase 1 bilhão de entradas de dados altamente confidenciais. Nessa história, a própria empresa foi exposta, juntamente com sua base de clientes e os clientes desses clientes. Desde sexta-feira (29),  o banco de dados foi fechado, mas a TrueDialog ainda não se posicionou sobre o ciberataque. O que foi exposto? O banco de dados trazia inúmeras informações, incluindo logins de contas na TrueDialog. Assim, milhões de endereços de e-mail, nomes de usuário, senhas estavam facilmente acessíveis, durante a ação hacker, no banco de dados. Além disso, foi possível acessar o conteúdo das mensagens SMS enviadas pela empresa.  Entre as informações confidenciais estavam: nomes completos de destinatários, titulares de contas TrueDialog e usuários da empresa; números de telefone de destinatários e usuários; datas e horários em que as mensagens foram enviadas; indicadores de status nas mensagens enviadas, como recibos de leitura e eventuais respostas.  Impacto na violação de dados O impacto desse vazamento pode demorar para ser sentido pelas dezenas de milhões de usuários afetados. No âmbito corporativo, seria simples para um hacker ler as mensagens confidenciais enviadas por uma empresa rival. Nesses caso, o hacker teria acesso a dados que poderiam incluir campanhas de marketing, datas de lançamento de um novo produto, novos designs ou especificações de serviços. Já os usuários poderiam ter suas informações vendidas para profissionais de marketing e spammers. Além disso, estão sujeitos a outras práticas, como roubos de identidade e fraudes. Nesse caso, os hackers podem aproveitar de detalhes particulares expostos nas mensagens, como os nomes completos, e-mails e números de telefone para uma variedade de esquemas fraudulentos e até mesmo chantagens. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Uber registra mais de 3 mil casos de abuso sexual nos EUA em 2018

G1 Economia Empresa diz que houve queda em 16% no número de casos relatados de abuso. Londres anunciou que não renovará licença para o aplicativo operar na cidade e citou problemas de segurança. Placa mostra ponto de embarque da Uber Mike Blake/Reuters A Uber registrou mais de 3 mil casos de abuso sexual em 1,3 bilhão de viagens com o aplicativo nos Estados Unidos, informou relatório da empresa de motoristas de aplicativo divulgado nesta quinta-feira (5). De acordo com a companhia, há tanto condutores quanto passageiros entre as vítimas. Segundo o relatório, houve denúncias de 235 penetrações ocorridas sem consentimento, além de centenas de outros relatos beijos forçados e toques em partes íntimas também não consensuais. A Uber afirma que houve queda de 16% nos números de abuso em relação ao ano anterior. Porém, os dados podem estar subnotificados — a empresa somente leva em conta os casos relatados à companhia. Ainda segundo a companhia norte-americana, a maioria das viagens marcadas pelo aplicativo — 99,9% delas — transcorreram sem problemas relacionados a segurança. "Alguns vão gostar do tanto que fizemos para melhorar a segurança, e outros vão dizer que há mais trabalho a se fazer. Ambos estão certos", disse o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi. Pressão sobre a Uber Faixa da Uber em frente à bolsa de valores de Nova York Andrew Kelly/Reuters O relatório foi divulgado em meio às pressões exercidas contra a empresa de motoristas particulares por problemas de segurança. Mais recentemente, a autoridade de trânsito de Londres, no Reino Unido, anunciou que não vai renovar a licença para a Uber atuar na capital britânica. O Uber disse que vai recorrer da decisão. A empresa pode continuar a atuar enquanto o recurso estiver tramitando. A agência pública Transporte para Londres citou “diversas violações que colocam os passageiros e sua segurança em risco” em uma decisão de não estender a licença do Uber. O órgão cita que apesar de ter atendido alguns dos problemas, não “há confiança que questões parecidas não vão ocorrer o futuro”. Veja Mais

Margot Robbie exibe cena de 'Aves de Rapina' na CCXP: 'Feminismo não é só para mulheres'

G1 Pop & Arte Elenco e diretora estão no Brasil para divulgar novo longa da DC, com estreia marcada para 6 de fevereiro. Margot Robbie no painel de 'Aves de Rapina' na CCXP 2019 Divulgação/I Hate Flash Margot Robbie, a diretora Cathy Yan e o elenco de "Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa" apresentaram a primeira cena do filme nesta quinta-feira (5) durante a Comic Con Experience 2019. Veja fotos da CCXP 2019 Confira a programação completa do auditório principal O filme mostra Arlequina independente do Coringa e como ela reúne as anti-heroínas do time. "Não me sentia pronta para me despedir da personagem depois de 'Esquadrão Suicida', então pensei que seria legal se o mundo visse a história da perspectiva dela", contou a atriz. Rosie Perez, Ella Jay Basco, Jurnee Smollett-Bell, Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Cathy Yan e a mediadora do painel, Mari Moon, na apresentação de 'Aves de Rapina' na CCXP 2019 Divulgação/I Hate Flash Na cena exibida, Arlequina chora porque terminou com o Coringa (Jared Leto), e decide queimar o lugar com produtos químicos no qual foi derrubada pelo vilão em "Esquadrão Suicida" (2016) ao ouvir das amigas que não o superou. Ao ir embora, ela anuncia que esta será a história de uma nova e independente Arlequina. Robbie diz que o filme é feminista, mas que não é limitado a isso. "Feminismo não é só para mulheres. Homens também podem ser feministas", afirmou. Margot Robbie participa de painel sobre 'Aves de Rapina' na CCXP 2019 Divulgação/I Hate Flash Para a atriz, o filme não seria tão libertador sem o toque da diretora Cathy Yan. "No segundo que a Cathy chegou com uma perspectiva feminina sobre o filme, sentimos que estávamos no caminho certo", disse Margot. Foi justamente a força das heroínas que chamou a atenção de Cathy para o projeto. Este é seu segundo filme como diretora, que estreou com "Dead Pigs" (2018). "É uma história inspiradora, de mulheres aprendendo a trabalhar juntas. E essa é a Gotham da Arlequina e não do Batman", disse a cineasta antes de apresentar um pouquinho da cidade famosa dos quadrinhos. Público vibra no painel de 'Aves de Rapina' na CCXP 2019 Divulgação/I Hate Flash 'Estado constante de dor' O filme é cheio de sequências de ação. Para encararem as gravações, as atrizes treinaram boxe e kickboxing por cinco meses. Jurnee Smollet-Bell ("True blood"), a Canário Negro, revelou que, durante o treinamento, viveu em "estado constante de dor". "Doía para ir ao banheiro", brincou. Mas o foco nas lutas foi muito importante para entrar no filme. "Como mulher, nosso corpo é sempre objetificado. E aprender a lutar foi empoderador porque comecei a ver meu corpo como uma máquina, ver a minha força." As atrizes Mary Elizabeth Winstead ("Fargo"), que interpreta Caçadora; Rosie Perez ("Segurando as pontas"), que dá vida a Renee Montoya; e a jovem Ella Jay Basco, que interpreta Cassandra Cain em seu primeiro filme, também participaram da apresentação. CCXP 2019: confira atalhos e destaques de painéis e estandes do evento Veja Mais

Abuso de autoridade? CEO da Razer é denunciado por ex-funcionários

Abuso de autoridade? CEO da Razer é denunciado por ex-funcionários

canaltech Companhia conhecida por seus acessórios desenhados para gamers, como mouses, teclados, mousepads e headsets, a Razer e seu CEO, Min-Liang Tan, estão envoltos de uma série de denúncias trabalhistas, feitas por ex-funcionários. Tan, executivo que figura entre as 50 pessoas mais ricas de Cingapura, com uma fortuna estimada US $ 1,6 bilhão, segundo a Forbes, recentemente, foi aclamado pelos meios de comunicação como o bilionário mais jovem daquele país. Durante os quase 15 anos à frente da Razer, tudo parecia promissor para o CEO, mas a série de denúncias reveladas pela Kotaku, mostram que na verdade, Tan estava criando um ambiente de trabalho hostil para seus colaboradores, em toda a empresa, de acordo com 14 ex-funcionários da companhia. Entre as acusações estão histórias de Tan gritando, jogando objetos, ameaçando funcionários e se comportando de maneira hostil. Em algumas das denúncias, Tan foi descrito pelos funcionários como um "ditador". Essa é uma descrição que o CEO afirmou ter usado para si mesmo, embora a tenha contextualizado de uma maneira diferente, como uma forma de explicar que era ele que estava no comando da empresa. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- CEO da Razer é alvo de acusações trabalhistas (Fonte: Business Insider/ Lianhe Zaobao) Entenda as denúncias Segundo as denúncias relatadas pela Kotaku, um funcionário alegou ter testemunhado o CEO ameaçar socar outro empregado no rosto. Outra queixa relata que Tan jogou um objeto na direção de funcionários com raiva - mesmo que o material em questão não tenha atingido ninguém. Outros dois se referiram ao CEO como "verbalmente abusivo". Além de várias situações descritas em que ele falava inúmeros palavrões, dentro do escritório, enquanto conversava com funcionários. Em alguns casos, os denunciantes alegaram que a porta era mantida aberta nessas situações para "publicamente envergonhar" o funcionário. Em depoimento, Tan negou essas alegações em parte, afirmando não ter jogado objetos na direção dos funcionários e nem os ameaçou, mas confirmou ter jogado possíveis objetos "na parede ou no chão" para demonstrar insatisfação. "Fiz declarações com o objetivo de 'não me faça dar um soco na cara' ou 'mandarei meus robôs assassinos atrás de você', mas essas declarações foram todas figurativas ou de brincadeira", afirmou o CEO da Razer. "Se um produto não atender aos meus padrões, eu posso expressar insatisfação, inclusive elevando minha voz", completa o executivo. Segundo um representante da Razer, "a maioria, se não todos", dos casos em que Tan gritou com um funcionário ocorreu "em um ambiente de portas fechadas, direcionado aos erros e questões em questão e com o objetivo de fornecer feedback sincero e direto para melhorar o trabalho e não para envergonhar o funcionário." Mais casos Um funcionário alegou que ocorreram demissões, em 2013, pelo fato dos funcionários serem francos quanto à incapacidade da empresa de atingir as metas de vendas solicitadas pelo executivo, dentro do orçamento. Outros disseram que foram convidados a trabalhar durante as férias programadas, mesmo que a Razer negue ter solicitado isso aos contratados. Em mais denúncias, alguns funcionários descreveram situações em que outros empregados foram demitidos "por capricho" ou sem aviso prévio. Como quando Tan demitiu o diretor de marketing, Greg Agius, pelo fato do CEO não configurar na lista das Empresas Mais Inovadoras do site Fast Company de 2014. Outros disseram que tinham medo de serem demitidos se não trabalhassem por tempo suficiente. Nesse aspecto, alguns contratados estimaram trabalhar mais de 60 ou até 100 horas por semana em determinadas ocasiões. Alguns funcionários também alegam que, às vezes, passavam à noite no escritório, no caso de Tan ligar inesperadamente, se precisasse de algo. Segundo os depoimentos, eles temiam ser demitidos, caso ninguém atendesse o telefone. Conhecida companhia de produtos para gamers é alvo de denúncias trabalhistas Justificativas "Quando se trata de lançamentos ou eventos de produtos, muitos de nossos funcionários trabalham horas adicionais para se preparar", defendeu um representante da Razer. "Isso é comum em uma startup de tecnologia. No entanto, essas são tipicamente janelas curtas que não duram mais que alguns dias. Além disso, não se espera que os funcionários trabalhem de 60 a 100 horas semanais ou durmam durante a noite no escritório." "Embora a grande maioria de nossa equipe esteja feliz e engajada, é inevitável que um pequeno número fique descontente e infeliz", afirmou a Razer em relação às denúncias. O executivo inclui em sua defesa que a empresa emprega aproximadamente 1.300 pessoas na Califórnia, Cingapura, China, Taiwan, Alemanha, Turquia e outros escritórios. Além disso, a Razer afirma ter implementado cursos de treinamento em RH ao longo dos anos para todos os funcionários, mas não confirmou se Tan participou de algum curso neste tema em específico. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Veja como foi o Plenário desta semana - 05/12/19

Veja como foi o Plenário desta semana - 05/12/19

Câmana dos Deputados Em semana de esforço concentrado, Câmara aprova pacote anticrime sem pontos polêmicos e mudanças na cobrança do ISS, entre outros projetos. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

A Voz do Brasil - 05/12/2019

A Voz do Brasil - 05/12/2019

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Maia defende a relevância das instituições para o desenvolvimento do País ✔️Trabalhadores rurais reclamam de demora do INSS para conceder benefícios ✔️Deputados criticam mudanças no Pacote Anticrime aprovado na Câmara Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

YouTube revela os vídeos mais vistos de 2019 no Brasil e no mundo

YouTube revela os vídeos mais vistos de 2019 no Brasil e no mundo

Tecmundo O YouTube revelou, nesta quinta-feira (5), a lista dos vídeos mais assistidos de 2019. No Brasil, destaque para Ticolé e “Vou Ter Que Esperar”. Já o clipe “Con Calma” foi o mais visualizado em todo o planeta.Confira os campeõs de audiência do YouTube nas principais categorias.Leia mais... Veja Mais

Brasil eleva projeção de carga de energia em 2020, mas reduz para 2019

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - As projeções oficiais de carga de energia para o sistema elétrico interligado do Brasil em 2020 foram elevadas nesta quinta-feira, para alta de 4,2%, ante previsão anterior de avanço de 3,7%, segundo boletim da estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e órgãos técnicos do setor.As expectativas para 2019, por outro lado, foram reduzidas e agora apontam para crescimento de 2,1% na comparação anual, frente a estimativa anterior de alta de 2,7%.Os novos números devem-se à incorporação de uma visão mais otimista para o desempenho da economia brasileira em 2020, com expansão de 2,3% no Produto Interno Bruto (PIB), contra PIB de 2% considerado anteriormente.No período entre 2021 e 2024, a carga-- que representa soma do consumo com as perdas na rede elétrica -- deverá crescer 3,7% ao ano, apontaram as projeções, realizadas com apoio da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).Nos últimos dados, do final de julho, os órgãos técnicos apontavam para crescimento maior em 2022 e 2023, de 3,8% e 4,1%, enquanto a previsão para 2021 ficou estável.A projeção é a primeira oficial para o período 2020 a 2024."Em termos setoriais, houve redução da indústria em função do desempenho mais fraco que o esperado da transformação e da retração da indústria extrativa", apontaram EPE, CCEE e ONS no boletim.Na análise por regiões, o Nordeste é a que deve ter maior aumento da carga entre 2020 e 2024, com avanço médio de 4,4% ao ano, embora ainda abaixo do ritmo de 4,5% previsto antes para entre 2019 e 2023.O Norte, onde era prevista maior ante até 2023, de 5,4% ao ano, deverá ver aumento médio da carga menor no período 2020-2024, de 3,7%, segundo o boletim. NoneNone (Por Luciano Costa) Veja Mais

Call of Duty: Mobile teve 172 milhões de downloads em dois meses

Call of Duty: Mobile teve 172 milhões de downloads em dois meses

Tecmundo O sucesso de Call of Duty: Mobile não ficou limitado aos primeiros dias do game no mercado, que foi considerado o maior lançamento mobile da história. Segundo dados do Sensor Tower, o título alcançou a marca de 172 milhões de downloads e receita de US$ 87 milhões após dois meses de sua chegada. Os números positivos consolidaram o game no Android e iOS, mas também dão sinais de queda no faturamento.Os Estados Unidos foram o local em que Call of Duty: Mobile mais foi baixado com 28,5 milhões de instalações, cerca de 16,6% do total mapeado pela Sensor Tower. A Índia e o Brasil fecham a trinca de países em que o título é mais popular. Enquanto a nação do sul da Ásia contabilizou 17,5 milhões de downloads, o nosso país foi responsável por 12 milhões de instalações.Leia mais... Veja Mais

'O Juízo', com Fernanda Montenegro, é filme de suspense feito em família

O Tempo - Diversão - Magazine Longa de Andrucha Waddington é escrito por sua mulher Fernanda Torres e, além da sogra, Fernanda Montenegro, tem o filho Joaquim Torres Waddington no elenco Veja Mais

Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho

Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho

canaltech No começo desta semana, o jornalista especializado em segurança Brian Kebs descobriu que o iPhone 11 Pro continuava enviando a localização do aparelho para a Apple mesmo que o usuário desabilitasse a opção de serviços de localização nas configurações do telefone. E isso entrava em conflito não apenas com o desejo do usuário, mas também com a própria política de privacidade da Apple. Ao perguntar para a empresa sobre o porquê deste comportamento, a resposta dada foi que isso era “algo esperado”, e não significava nenhuma violação de segurança ou bug nos serviços de localização. Isso fez com que o jornalista chegasse a uma conclusão lógica: a de que esse envio de localização estava ligado a alguma função específica dos aparelhos, que precisava fazer o envio desses dados mesmo que o usuário não quisesse compartilhar sua localização com ninguém. E, nesta quinta-feira (5) a Apple provou que ele estava certo. Dois dias depois do artigo original de Krebs ter sido publicado, a empresa resolveu dar uma explicação mais detalhada sobre esse comportamento, que é algo comum aos três modelos do iPhone 11. Isso porque todos eles possuem uma tecnologia chamada de “ultra wideband”. Ela atualmente é usada para uma única finalidade, que é o compartilhamento de arquivos entre usuários através do AirDrop, mas acredita-se que ela será importante também para novas funções que ainda não foram anunciadas pela empresa. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- É essa tecnologia que seria a culpada pelos envios de dados de localização, pois ela dá aos mais recentes aparelhos da Apple uma espécie de “percepção espacial”, e permite que eles consigam localizar outros aparelhos que também possuem o “ultra wideband” na região. De acordo com a explicação da Apple, não há envios de localização para os servidores da empresa, pois apesar dessa tecnologia criar um pacote de dados igual aos de qualquer outro mecanismo de localização, ele é processado apenas pelo próprio telefone. Assim, se um usuário desabilita o envio de dados de localização em seu telefone, eles continuam não sendo enviados e coletados pela Apple. Essa informação foi confirmada por outros especialistas em segurança digital. De acordo com Will Strafach, executivo-chefe do Guardian Firewall, afirmou que uma análise dos novos iPhones revelou que não há nenhuma evidência de que essas informações estejam sendo enviadas para qualquer servidor externo. FWIW, tried to dig into this and replicate.it is very likely that it is something locally which does not have an exposed switch, no evidence of data sent to remote servers. begs the question: why does Apple not answer for this directly? https://t.co/5Ht2hA30CR — Will Strafach (@chronic) December 5, 2019 Por causa de toda a confusão que a descoberta gerou, a Apple afirmou que nas próximas atualizações irá providenciar uma opção para que os usuários possam desligar a “ultra wideband”. Mas, mesmo assim, Strafach ainda culpa a Maçã por todo o burburinho gerado, já que esse problema não existiria se a empresa já tivesse explicado tudo desde o momento em que foi feita a descoberta. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua Veja Mais

Ibovespa fecha em alta e renova máxima com ajuda de Petrobras

R7 - Economia Por Paula Arend LaierSÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista manteve o viés positivo nesta quinta-feira, com o Ibovespa subindo pelo quarto pregão seguido e chegando a superar os 111 mil pontos pela primeira vez no melhor momento do dia, ajudado principalmente pela alta das ações da Petrobras.Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa fechou em alta de 0,29%, a 110.622,27 pontos, renovando máxima histórica. No melhor momento da sessão, alcançou 111.072,80 pontos, recorde intradia. O volume financeiro do pregão alcançou 17,57 bilhões de reais.As ações brasileiras têm encontrado suporte em sinais de retomada da economia brasileira, que se consolidaram no resultado acima do esperado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre nesta semana.Economistas do Credit Suisse estimaram nesta quinta-feira que o cenário de reformas no país deve continuar nos próximos 2 anos, ajudando a proporcionar um ambiente de inflação e juros baixos, com crescimento mais forte da economia.A nova máxima do Ibovespa ocorreu mesmo em uma sessão sem tendência firme em Wall Street, onde o S&P 500 fechou com variação positiva de 0,15%, na expectativa de novidades efetivas sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China.NoneDESTAQUES- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiram 1,3% cada, ainda repercutindo evento da empresa com investidores na véspera. O analista Bruno Montanari, do Morgan Stanley, reiterou recomendação 'overweight', destacando que a companhia discutiu as prioridades de alocação de capital para os próximos anos, enquanto trabalha para tornar a empresa mais eficiente, com esforços contínuos no gerenciamento de portfólio. Ele disse que o foco está no ponto de virada para dividendos maiores. None- CIELO ON valorizou-se 5,21%, mesmo após relatório do Bradesco BBI com recomendação 'neutra' para o papel, citando cautela com as perspectivas de médio prazo. Cielo figura entre as poucas ações do Ibovespa que acumulam perda em 2019. O analista Victor Schabbel ainda adotou recomendação 'neutra' para STONE, que registrou acréscimo de 0,05% em Nova York, e 'underperfom' para PagSeguro, que recuou 6% na bolsa norte-americana.None- BRADESPAR PN fechou em alta de 2,85%, após decisão judicial que julgou improcedente um pleito da Litel contra a companhia, na qual cobra 1,4 bilhão de reais paga pela Litel à Elétron, e que correspondeu a 50% da liquidação de uma sentença arbitral em litígio.None- WEG ON subiu 2,99%, a 32,77 reais, renovando cotação recorde, com a alta acumulada no ano alcançando quase 90%. Em relatório recente, após evento da empresa com analistas e investidores, os analistas do Credit Suisse destacaram que a administração da companhia transmitiu uma mensagem positiva em relação às oportunidades de crescimento a médio e longo prazos.None- BB SEGURIDADE ON avançou 1,63%. A XP Investimento destacou positivamente o fato de a seguradora conseguir retomar a liderança em outubro, com uma captação líquida de 11,2 bilhões de reais, "especialmente considerando a agressividade do cenário competitivo no segmento".None- ITAÚ UNIBANCO PN perdeu o fôlego e fechou em queda de 0,14%, após alta de 3,6% na véspera e ganho de 1,4% no melhor momento desta quinta-feira, tendo de pano de fundo as perspectivas mais favoráveis para a economia, mas também o IPO da XP Inc, grupo no qual detém participação relevante, esperado para a próxima semana, que pode avaliar a XP em quase 14 bilhões de dólares. BRADESCO PN subiu 0,41%.None- MAGAZINE LUIZA ON avançou 1,86%, após quatro queda seguidas, em sessão mista para o setor, com VIA VAREJO perdendo 1,38% e B2W ON subindo 0,51%.None- JBS ON subiu 1,18%, um dia após anunciar que planeja investir cerca de 8 bilhões de reais no Brasil nos próximos cinco anos, enquanto se prepara para atender o aumento da demanda por carne no país e no exterior. None- VALE ON fechou com variação positiva de 0,06%, em sessão de queda dos preços do minério de ferro na China.None- ULTRAPAR ON caiu 2,12%, um dia depois de o conselho de administração do conglomerado aprovar plano de investimentos de 1,77 bilhão de reais para 2020. Veja Mais

CEO da Uber revela que não esperava pelo cargo: "Não planeje demais a sua vida"

CEO da Uber revela que não esperava pelo cargo:

canaltech Nesta quinta-feira (5), Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, deu uma entrevita falando sobre a sua carreira e sobre como chegou ao cargo que exerce atualmente. O executivo iraniano-americano revelou ao Business Insider que nunca esperou chegar à tal posição. Segundo o executivo, o conselho que recebeu veio de Herbert Allen, da Allen & Company, que é apostar nas pessoas, não nas empresas. Tendo isso em mente, Khosrowshahi revelou que o seu melhor conselho para as pessoas é nunca planejar demais, pois isso pode fazer com que você perca oportunidades, caso seus objetivos sejam muito rígidos. Khosrowshahi diz que tudo se resume a estar aberto a toda e qualquer oportunidade. "Eu digo às pessoas: não planejem demais. Vejo pessoas tomando decisões erradas o tempo todo porque têm uma imagem de onde vão estar. Geralmente, isso leva a um viés de confirmação", conta o CEO. CEO da Uber fala sobre carreira e dá conselhos "Quando planejamos demais um mundo cada vez mais volátil, paramos de procurar oportunidades. Eu não estava procurando por essa oportunidade do Uber e estou tão feliz por encontrá-lo", diz disse Khosrowshahi. O CEO iraniano-americano também dá outro conselho para os recém-formados: "Trabalhe em um lugar onde você possa fazer a diferença". Ele ainda finaliza: "Em um mundo onde muita coisa está mudando — empresas mudam, ambientes mudam, países mudam —, a única constante é que pessoas boas permanecem boas". -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Muito da fama de Dara Khosrowshahi se dá por seu trabalho como presidente executivo do grupo Expedia. Em sua gestão, a empresa se tornou a maior agência online de turismo dos Estados Unidos e fez a aquisição de uma série de negócios do ramo. Khosrowshahi nasceu no Irã, porém, ainda jovem se mudou do país. Parte de sua infância e juventude foi nos Estados Unidos. Ele se formou como engenheiro eletricista. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua Veja Mais

YouTube Rewind: Veja quais foram os clipes mais curtidos de 2019

YouTube Rewind: Veja quais foram os clipes mais curtidos de 2019

R7 - Música Vagalume Vagalume O YouTube divulgou o seu famoso "YouTube Rewind", uma retrospectiva dos vídeos mais curtidos da plataforma em 2019. Na categoria musical, a parceria do casal pop do momento, Shawn Mendes e Camila Cabello, em "Señorita", conquistou o primeiro lugar, alcançando mais de 13 milhões e meio de likes. Curiosamente, a dupla vem seguida por grupos de k-pop, dois dos maiores da atualidade: BTS, com o single "Boy With Luv", que conta com a colaboração de Halsey, e pelas meninas do BLACKPINK, na faixa "Kill This Love". A lista ainda inclui nomes como Billie Eilish, Ariana Grande e Lil Nas X. Confira o top 10 e veja o vídeo abaixo: 1. Shawn Mendes e Camila Cabello - "Señorita" 2 - BTS - "Boy With Luv (with Halsey)" 3 - BLACKPINK - "Kill This Love" 4 - Billie Eilish - "Bad Guy" 5 - Lil Nas X - "Old Town Road (Feat. Billy Ray Cyrus) (Remix)" 6 - Ariana Grande - "7 Rings" 7. Lil Dicky - "Earth" 8. Daddy Yankee e Snow - "Con Calma" 9. J-Hope - "Chicken Noodle Soup (Feat. Becky G)" 10. T-Series - "Vaaste"Clique para ver no VagalumeFonte: Vagalume Veja Mais

Snapdragon 865: Cristiano Amon responde dúvidas sobre variante Plus, avanço do 5G e mais

tudo celular O presidente da empresa esclareceu sobre os novos produtos, as tecnologias apresentadas e pretensões para o futuro da empresa. Veja Mais

Star Fox 2 e mais games de NES e SNES chegam ao Nintendo Switch Online

Star Fox 2 e mais games de NES e SNES chegam ao Nintendo Switch Online

Tecmundo O mês de dezembro chegou, e com ele a Nintendo revelou quais são os títulos de NES e SNES que irão aparecer no Switch em breve. No total, seis jogos clássicos serão adicionados ao Nintendo Switch Online no dia 12 de dezembro.De todos os títulos, o destaque vai para Star Fox 2, que até então tinha sido disponibilizado apenas entre os games contidos na memória do Super NES Classic. Ainda sobre a plataforma 16 bits, teremos também a adição de Super Punch-Out, Kirby Super Star e Breath of Fire 2.Leia mais... Veja Mais

Participação do Estado em empresas de capital aberto soma R$ 322,5 bi

Participação do Estado em empresas de capital aberto soma R$ 322,5 bi

R7 - Economia Nesta quinta-feira (05) a plataforma de análise de investimentos Economatica divulgou um levantamento apontando que a participação acionária da União Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em empresas de capital aberto soma valor de mercado de R$ 322,5 bilhões. Atualmente, essas entidades estatais têm participação em 22 empresas listadas em […] O post Participação do Estado em empresas de capital aberto soma R$ 322,5 bi apareceu primeiro em SpaceMoney. Veja Mais

Saneamento Básico | Representativas

Saneamento Básico | Representativas

Câmana dos Deputados O Brasil se comprometeu com a meta de universalizar o acesso a água potável e tratamento de esgoto até 2033, mas precisa investir R$ 22 bilhões para atingir a meta. Com orçamento público reduzido, a solução pode estar na atração de recursos privados. Por isso, a Câmara analisa um novo marco regulatório para tentar atrair mais recursos para o setor, iniciativa que passa longe do consenso. Este é um dos pontos do debate nesta edição do Representativas, que mostra o cenário do saneamento no País e as dificuldades e soluções para enfrentar o problema. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

SERÁ O ÚLTIMO JOGO DE GABIGOL E JORGE JESUS NO MARACANÃ? Assunto gera debate no "FOX Sports Rádio"

SERÁ O ÚLTIMO JOGO DE GABIGOL E JORGE JESUS NO MARACANÃ? Assunto gera debate no

Fox Sports Brasil Durante o programa, nossos comentaristas debateram sobre o futuro dos atacante e o técnico rubro-negro e projetaram a partida de logo mais, contra o Avaí pela 37ª rodada do Brasileirão. Qual a sua opinião, torcedor? Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Flamengo #Gabigol #JorgeJesus Veja Mais

Chico D'Angelo fala do acesso livre a trilhas e praias

Chico D'Angelo fala do acesso livre a trilhas e praias

Câmana dos Deputados Projeto de lei em tramitação na Câmara pretende garantir o acesso livre ou por meio de taxa a ser paga pelo visitante, a praias, trilhas e outros bens públicos. Veja a entrevista com o autor do PL, o deputado Chico D'Angelo (PDT/RJ). Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Cyperpunk: conheça 5 animes sobre esse universo

Cyperpunk: conheça 5 animes sobre esse universo

Tecmundo “Sociedades distópicas, alta tecnologia e baixa qualidade de vida”. Essas são as características da cultura cyberpunk, um subgênero de ficção científica bastante presente na cultura pop.Influência para filmes e jogos, o tema também é abordado por animes e mangás. Por isso, separamos cinco animações japonesas que retratam de formas diferentes esse assunto. Está pronto para conhecer mais sobre esse universo?Leia mais... Veja Mais

Confira alternativas ao Office para editar arquivos .doc ou .docx

Confira alternativas ao Office para editar arquivos .doc ou .docx

canaltech Elaborar ou editar documentos ".doc" ou ".docx" pode ser uma tarefa bem difícil caso o Microsoft Office não esteja instalado em seu computador. No entanto, existem alternativas a esse editor de texto que podem substituí-lo de maneira muito eficaz. Confira, a seguir, algumas delas: Editor de texto: Microsoft Word Online O Office possui uma versão online com ferramentas muito semelhantes às do programa instalado. Uma boa opção de editor de texto é o Word Online, que pode ser usado gratuitamente através de seu navegador da Web. Tudo o que você precisa para usar esse editor é de uma conta na Microsoft. Para isso, vá até o OneDrive e crie uma conta ou faça seu login. Feito isso, você poderá carregar seus arquivos .doc e .docx e editá-los. Microsoft Word Online / Captura de tela: Ariane Velasco Editor de texto: Google Docs Outra ferramenta de edição muito útil é o Google Docs, que também pode ser acessado diretamente do navegador. Para usar o editor, é necessário ter uma conta no Google. Caso você já possua um email do Gmail, pode utilizá-lo em seu cadastro. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Para usar o Docs, clique neste link e realize seu login. Você terá acesso à página inicial da ferramenta e poderá começar a editar seus arquivos. A ferramenta salva seus arquivos automaticamente sempre que existir acesso à Internet. Você também pode ativar a opção “Disponível Offline” para visualizá-los a qualquer momento, bem como fazer download deles em PDF, ODT, DOCX, RTF, TXT, HTML ou EPUB. Google Docs / Captura de tela: Ariane Velasco Editor de texto: WordPad Outro editor de texto que pode ser usado como alternativa ao Office é o WordPad. Embora ele não tenha os mesmos recursos do Word, é possível usá-lo para editar documentos mais simples. A melhor parte é que ele já vem instalado em computadores Windows. Por isso, basta digitar seu nome na barra de pesquisas do computador para encontrá-lo. WordPad / Captura de tela: Ariane Velasco Editor de texto: LibreOffice O LibreOffice é um software livre que pode ser uma opção muito interessante para substituir não somente o Word, mas também o PowerPoint e o Excel. É possível fazer o download do programa gratuitamente e, em seguida, abrir qualquer documento .doc ou .docx na plataforma. LibreOffice / Captura de tela: Ariane Velasco Editor de texto: OpenOffice Outro software livre que pode ser usado como alternativa ao Microsoft Office. Assim como o LibreOffice, ele pode ser baixado gratuitamente. OpenOffice / Captura de tela: Ariane Velasco Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

Dados na Internet: confira quais deles nunca podem ser compartilhados

Dados na Internet: confira quais deles nunca podem ser compartilhados

canaltech A Internet pode ser muito útil para realizar diversas tarefas como trabalhos acadêmicos, profissionais, aproximação com familiares através das redes sociais, pesquisas inteligentes com o Google, entre tantas outras, incluindo compras. No entanto, é muito importante tomar muito cuidado ao compartilhar certos dados na rede, uma vez que, em mãos erradas, eles podem causar sérios estragos. Saiba, logo abaixo, quais são eles e conheça os cuidados necessários para impedir que eles vazem web afora. Dados na internet: Documentos como RG e CPF Alguns dados que jamais podem ser compartilhados na Internet são os dígitos de seu RG, CPF, título de eleitor, entre outros documentos. Alguns sites de compras pedem pelo CPF. No entanto, é necessário identificar se eles são realmente confiáveis antes de fornecer informações tão importantes. Em qualquer caso de dúvida, recue. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Páginas que não disponibilizam compras de produtos não estão autorizados a pedir quaisquer um dos dados acima. Por isso, caso você se depare com essa solicitação ao fazer seu cadastro em uma rede social ou até antes de fazer o download de um programa, desconfie e, em nenhuma hipótese, digite tais informações. Outro dado que você nunca pode compartilhar na Internet caso não esteja realizando uma compra é o número de seu cartão de crédito. Lembre-se de que pessoas mal-intencionadas podem usar essa informação para comprar diversos itens e aplicar golpes. Dados na Internet: Evite compartilhar documentos (Foto: Reprodução) Dados na internet: nome completo Outros dados que você jamais pode espalhar na Internet é o seu nome completo ou de seus familiares. Isso porque eles podem ser usados para aplicar golpes onde bandidos se passam por entes queridos para extorquir pessoas pelo telefone. Por isso, sempre que possível, evite deixar nomes expostos, bem como sua relação de parentesco com outras pessoas. Dados na Internet: evite compartilhar seu nome completo na rede (Foto: Reprodução) Dados na internet: envio de currículos Ao se candidatar para vagas de emprego, evite fornecer os dados de seu currículo em sites suspeitos. Os dados presentes neles podem ser usados por criminosos para solicitar empréstimos ou praticar crimes como falsidade ideológica (onde seu nome é utilizado para praticar atividade ilícitas). Evite compartilhar dados do seu currículo na Internet (Foto: iStock) Dados na internet: endereço Outro dado que você deve evitar compartilhar na Internet é o seu endereço. Por isso, evite marcá-lo em fotos ou posts em redes como Facebook ou Instagram. Você também deve evitar, sempre que possível, compartilhar seu número de telefone na Web, uma vez que isso pode levar a consequências indesejadas como ligações de golpistas. Não compartilhe dados residenciais na Internet (Imagem: Reprodução) Dados na internet: é proibido compartilhar dados na Internet? Não, principalmente no caso de uso do Internet Banking, por exemplo, onde é necessário informar sua senha bancária. No entanto, antes de realizar esse tipo de operação, você deve ter a certeza de que seu antivírus está atualizado e operando de maneira satisfatória para proteger suas informações. Além disso, no caso de compras pela Internet, certifique-se de que seus dados estão sendo informados em um site confiável. Para isso, vale a pena ler reviews e avaliações de outros clientes. Em hipótese alguma faça compras em sites que pareçam suspeitos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Apple explica por que o iPhone 11 está sempre enviando a localização do aparelho Veja Mais

CPI do derramamento de óleo faz a primeira audiência - 05/12/19

CPI do derramamento de óleo faz a primeira audiência - 05/12/19

Câmana dos Deputados Pouco mais de três meses após o início do incidente de vazamento de óleo no Nordeste, os culpados ainda não foram apontados. Na Câmara uma comissão externa atua nas investigações e agora uma CPI. A primeira audiência pública do colegiado foi realizada nessa quinta-feira. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais Veja Mais

Novo headphone da Sony chega em pré-venda ao Brasil por preço camarada

Novo headphone da Sony chega em pré-venda ao Brasil por preço camarada

canaltech A Sony acaba de trazer o headphone WH-CH510 ao mercado brasileiro. O dispositivo já pode, inclusive, ser encontrado em pré-venda. O modelo faz parte da linha de acessórios essenciais da companhia, que traz qualidade aliada ao custo benefício. O fone WH-CH510 conta com tecnologia Bluetooth 5.1, microfone integrado para o uso em chamadas ou para fazer comandos de voz ao assistente virtual, autonomia de bateria de até 35 horas, cabo USB Tipo-C e carregamento rápido, graças à tecnologia Quick Charge. O produto também possui compatibilidade com o aplicativo Headphone Connect para ajustes via smartphone, e pesa apenas 132 gramas, sendo indicado para o uso no dia a dia por ser prático e confortável. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Divulgação/Sony Sony headphone WH-CH510: preço e disponibilidade O novo headphone WH-CH510 da Sony já está disponível para pedidos de pré-venda, nas cores preto, azul e branco, com preço sugerido de R$ 299,99. E aí, você acha que vale a pena? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021 Veja Mais

CT News - 05/12/2019 (WhatsApp indica que é do Facebook e assusta a internet)

CT News - 05/12/2019 (WhatsApp indica que é do Facebook e assusta a internet)

canaltech Na edição de hoje do CT News: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet, a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas, Spotify libera Retrospectiva 2019, Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021 e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Evento da Qualcomm traz novidades para VR e laptops de baixo custo

Evento da Qualcomm traz novidades para VR e laptops de baixo custo

canaltech Durante um evento da linha Snapdragon, que ocorreu nesta quinta (5) em Maui, no Havaí, a Qualcomm anunciou algumas novidades para suas linhas de processadores: o XR2, que é a nova plataforma da empresa para dispositivos de realidade aumentada, e os 7c e 8c, dois novos chips ARM para computadores de baixo custo. Qualcomm Snapdragon XR2 O grande destaque do evento foi a revelação do Snapdragon XR2, a primeira plataforma de realidade estendida (XR) com suporte ao 5G no mundo. Ao contrário do que o nome sugere, o XR2 não é um sucessor do já existente XR1, mas uma versão “premium” do mesmo. Assim, a Qualcomm passará a atuar com duas diferentes plataformas no mercado: o XR1 para operações mais simples, e o XR2 para aqueles que necessitam da última geração em tecnologias para realidade virtual (RV) e realidade aumentada (RA). Conceito de aparelho que utiliza o Snapdragon XR2 (Imagem: Qualcomm) Entre as melhorias de processamento de IA, o XR2 oferece suporte para até sete câmeras “pass through” do tipo usadas em dispositivos de realidade mista (como o HoloLens) ou então um processamento muito mais rápido e com menor chance de causar enjôo ao usuário em experiência de RV. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- O XR2 dá suporte a telas com resolução de até 3K por 3K trabalhando à 90 quadros por segundo, ou então vídeos 360º de até 8K transmitidos à 60 quadros por segundo. A plataforma ainda conta com um sistema de rastreamento dos movimentos das mãos baseado em 26 pontos de contato, além da habilidade de mapear todo o ambiente ao redor do aparelho. Mas a grande inovação mesmo proporcionada pelo XR2 é o suporte à redes 5G. Essa tecnologia é considerada como algo crucial para o sucesso das tecnologias de RV e RA, pois conseguiria permitir a transmissão de vídeos em streaming para esses aparelhos com a latência necessária para o usuário realmente se sentir imerso no conteúdo. Processadores 7c e 8c Exemplo de laptop da Lenovo que usará os novos chips da Qualcomm (Imagem: Qualcomm) Durante o mesmo evento, a empresa também anunciou dois novos processadores ARM para computadores, o Snapdragon 7c e o Snapdragon 8c. Ambos são versões mais básicas do Snapdragon 8cx e foram desenvolvidos para o uso em notebooks mais básicos, com preço abaixo de U$ 300 dólares. O objetivo da empresa é que esses processadores sejam usados em computadores de baixo custo, que podem ser usados em ambientes comerciais ou corporativos, para sistemas que funcionam como bases de trabalho remotas onde tudo é operado através da nuvem. Segundo a Qualcomm, o Snapdragon 7c utiliza uma CPU Kryo 468 de até 2,4 GHz e uma GPU Adreno 618, com um modem LTE embutido que suporta conexões de até 800 MBps. O chip também dá suporte a memórias LPDDR4 e sistemas de armazenamento UFS 3.0, conseguindo também rodar resoluções de 2048 x 1536 pixels em 60 Hz, gravar vídeos em 4K a 30 fps e já vem com suporte ao Wi-Fi 6 e ao Bluetooth 5.0. A Qualcomm afirma que esse processador é 20% mais rápido do que a média dos usados em computadores de entrada, mas sem revelar os números de desempenho é impossível fazer uma comparação. Já o Snapdragon 8c utiliza uma CPU Kryo 490, que oferece uma performance 30% superior à do Snapdragon 850 usado em smartphones, e já vem com um modem LTE X24 que consegue operar nas maiores velocidades existentes neste tipo de conexão. Ele também dá suporte a memórias LPDDR4 e a drives de armazenamento que utilizam a tecnologia NVMe SSD, consegue operar três saídas de vídeo em 4K (a tela do notebook mais dois monitores externos), capturar vídeos em 4K HDR a 30 fps e transmitir vídeos na mesma qualidade à 120 fps. O ponto mais estranho é que ele não possui suporte ao Wi-Fi 6, mas é possível utilizá-lo junto com o modem X55 da Qualcomm para desenvolver um notebook com conexão 5G. Desde que a Qualcomm iniciou uma parceria com a Microsoft, ambas as empresas tem se esforçado para acabar com o domínio da Intel nos notebooks de entrada, mas até agora os esforços têm esbarrado em um grande problema: o fato desses computadores com processadores de arquitetura ARM não rodarem a maioria dos programas que os usuários necessitam. Isso porque boa parte dos programas de computador são baseados na tecnologia x86 e x64, e muitos deles ainda não desenvolveram versões compatíveis para ARM. Por exemplo, nem o Google Chrome e nem nenhum programa da Adobe roda nesses aparelhos, o que é um enorme problema para que utiliza esses computadores para rodar desktops virtuais em ambientes profissionais. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021 Veja Mais

JHSF irá emitir até R$ 120 milhões em debêntures para pagamento de CEPACs

R7 - Economia O conselho administrativo da JHSF (JHSF3) aprovou a emissão de até R$ 120 milhões em debêntures, informou a empresa por meio de fato relevante divulgado nesta quinta-feira (5). O prazo de vencimento será de 10 anos De acordo com a empresa, os recursos provenientes da operação serão utilizados  para o pagamento de Certificados de Potencial Adicional […] Veja Mais

Star Wars: A Ascensão Skywalker mostrará novos poderes da Força

Star Wars: A Ascensão Skywalker mostrará novos poderes da Força

Tecmundo Atenção! Este texto pode conter spoilers de Star Wars: A Ascensão Skywalker.A Força sempre foi importante para Star Wars, e não será diferente em A Ascensão Skywalker. O diretor do último filme da saga principal, J.J. Abrams, conversou com a Vanity Fair e explicou por que, para ele, era importante trazer coisas novas ao filme, inclusive no uso do poder dos Jedi.Leia mais... Veja Mais

Iberdrola obtém até 250 mi euros do EIB para eólicas da Neoenergia no Brasil

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - O grupo espanhol de energia Iberdrola anunciou nesta quinta-feira acordos junto ao banco europeu EIB para financiamento de projetos, incluindo parques eólicos de sua controlada no Brasil, Neoenergia .O banco da União Europeia irá emprestar até 250 milhões de euros, ou cerca de 1,16 bilhão de reais, para apoiar a implementação pela Neoenergia de 15 parques eólicos no Nordeste do Brasil.O contrato de financiamento tem prazo de 15 anos, sendo três anos de carência para o principal, com desembolsos previstos em até 36 meses após a data de assinatura, afirmou a Neoenergia em comunicado em separado.A empresa acrescentou que buscará proteção contra variações cambiais na operação por meio de instrumento financeiro, conforme previsto na política da companhia para transações com moeda estrangeira.Os recursos do EIB vão para usinas eólicas do complexo Oitis, na Bahia e Piauí, e do parque Chafariz, na Bahia, empreendimentos que somarão capacidade instalada total de 520 megawatts.De acordo com a Iberdrola, a operação está enquadrada no mandato do banco europeu para a América Latina no período 2014-2020, o que significa que o acordo é coberto por garantias da União Europeia.O apoio do EIB aos projetos eólicos faz parte do compromisso do banco de atuar em prol de metas de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, acrescentou a elétrica.A companhia espanhola também terá financiamento de 440 milhões de euros para reforçar sua infraestrutura de redes de distribuição de energia em seu país sede, incluindo esforços de implementação da tecnologia de "redes inteligentes", com a instalação de medidores mais modernos e digitalização.O acordo entre a Iberdrola e a instituição financeira foi anunciado durante a conferência climática COP 25, em Madri."Para cumprir totalmente os compromissos do Acordo de Paris, nós precisamos mobilizar recursos em uma escala sem precedentes, e o EIB está buscando liderar a resposta a esse desafio", afirmou em nota a vice-presidente do EIB, Emma Navarro."Nós estamos trabalhando para mobilizar até 1 trilhão de euros ao longo da próxima década por meio de projetos que, como esses que estamos apoiando hoje, irão ajudar na transição rumo a uma economia de baixo carbono, promovendo energias renováveis", acrescentou.O EIB já havia fechado acordo mais cedo neste ano, em setembro, para financiamento de 150 milhões de euros para parques eólicos e solares da elétrica EDP Renováveis, da portuguesa EDP. None (Por Luciano Costa) Veja Mais

Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas

Polêmica: gêmeas editadas geneticamente podem sofrer mutações inesperadas

canaltech Você se lembra do anúncio que chocou o mundo e, principalmente, a medicina em novembro de 2018? Na época, o cientista chinês He Jiankui revelou ter criado os primeiros bebês humanos editados geneticamente em laboratório: duas irmãs gêmeas. Hoje em dia, o pesquisador, inclusive, está preso na China. Como a edição do genoma humano pelo método CRISPR era até então inédita na história da ciência, Jiankui tentou criar uma imunidade natural nas crianças, quando ainda embriões, contra o vírus da Aids, o conhecido HIV. Um ano depois, parece que a "ideia" não deu tão certo assim.  As irmãs nasceram e passaram a ser tratadas na mídia pelos pseudônimos Lulu e Nana. Agora, como resultado da manipulação em nível de genoma, elas provavelmente sofrerão mutações inesperadas, de acordo com o que um jornalista do MIT Technology Review publicou na terça-feira (3). -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Algo grave pode acontecer O jornalista obteve uma versão inédita do estudo, completamente detalhada, na versão que o cientista buscava conseguir publicar nas mais conceituadas revistas científicas ao redor do globo. Dada a gravidade da situação e o fato de bater de frente com comitês de ética internacionais, ele não conseguiu nenhum aceite dentro da comunidade científica para divulgar o seu trabalho. Com o texto na íntegra, o jornalista confirmou o que muitos especialistas suspeitavam: na verdade, os resultados não mostravam que a tentativa de mutação, com a técnica CRISPR, foi bem-sucedida. Os detalhes ainda afirmam que a mutação realizada é somente "semelhante" à que confere imunidade ao vírus, mas não idêntica. Ou seja: ninguém sabe o quanto isso dará certo. Nem se dará. Além disso, os dados incluídos no apêndice mostram que as gêmeas sofreram mutações em outras partes de seu genoma e, muito provavelmente, diferentes de uma célula para outra, tornando as consequências imprevisíveis em longo prazo. He Jiankui foi responsável pelo nascimento dos primeiros humanos geneticamente modificados  Questões éticas Vale lembrar que, quando o experimento foi divulgado, a postura He Jiankui foi duramente criticada pela comunidade científica internacional e pelas autoridades de seu país, e o caso inclusive gerou um movimento por pedidos de proibição de bebês CRISPR. Isso tudo porque, além de inédito, o procedimento do geneticista chinês não tinha nenhum embasamento clínico ou era fundamentado em testes anteriores que comprovariam seu sucesso. Do ponto de vista ético, alterar o genoma humano, tão pouco conhecido, é bastante complicado, irreversível e imprevisível. Agora, como comprovado pelo estudo detalhado do caso das gêmeas, é muito difícil acreditar que, ao trocar uma parte do genoma, haja um único efeito benéfico, porque são muitas as variáveis. Antes, seria preciso entender os seus efeitos durante toda uma vida. "Existem muitos problemas no caso das gêmeas CRISPR. Todos os princípios éticos estabelecidos foram violados, mas também há um grande problema científico: ele não controlava o que a CRISPR estava fazendo, e isso criou muitas consequências não intencionais", afirma Kiran Musunuru, professor de genética da Universidade da Pensilvânia, sobre o procedimento de He Jiankui. A CRISPR é uma técnica revolucionária de modificação do genoma criada em 2012, muito mais simples e fácil de usar do que as tecnologias existentes para redefinir o DNA em pontos específicos. Até agora, os geneticistas afirmam que a tecnologia ainda está longe do uso terapêutico e são necessários mais estudos. Além disso, antes de ser aplicada em humanos, a técnica precisa demonstrar vários resultados de sucesso laboratorial para só depois passar por aprovação em comitês de ética. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua Veja Mais

Saúde perdeu R$ 500 milhões para fundo eleitoral, diz ministro

O Tempo - Política A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (4) relatório preliminar Veja Mais

Rio Bravo anuncia pagamento de dividendos para cotistas de fundo imobiliário

R7 - Economia A Rio Bravo divulgou em comunicado nesta quinta-feira (5) que pagará dividendos a seus cotistas no próximo dia 13 de dezembro. Segundo a nota, os detetores de cotas do fundo imobiliário Rio Bravo Multigestão Renda Comercial (DRIT11B) receberão R$ 0,77 por ativo detido. O período de referência dos proventos é novembro deste ano e o […] Veja Mais

Trump mostra otimismo com negociações EUA-China enquanto Pequim ressalta demanda por corte de tarifas

R7 - Economia Por Jeff Mason e Yawen ChenWASHINGTON/PEQUIM (Reuters) - As negociações comerciais entre Estados Unidos e China estão "indo muito bem", disse o presidente dos EUA, Donald Trump, nesta quinta-feira, adotando tom otimista mesmo quando as autoridades chinesas mantiveram a defesa de que as tarifas existentes devem ser eliminadas como parte de um acordo provisório para amenizar a guerra comercial de 17 meses entre as duas potências."Está indo muito bem", disse Trump a repórteres quando questionado sobre as negociações, em uma repetição de comentários feitos na quarta-feira. No início da semana, porém, Trump abalou os mercados globais quando disse que um acordo podia ter de esperar até depois das eleições de 2020.Suas declarações vieram depois que as autoridades chinesas reiteraram sua posição de que algumas tarifas norte-americanas devem ser revertidas para uma fase um do acordo."O lado chinês acredita que, se os dois lados chegarem a um acordo na fase um, as tarifas devem ser reduzidas de acordo", disse o porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, a jornalistas, acrescentando que os dois lados mantêm uma comunicação próxima.O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que negociadores dos dois países conversaram por telefone na quarta-feira e estão "trabalhando ativamente" para um acordo. Ele disse que as negociações estão a caminho, mas que os EUA não estão vinculados a um prazo "arbitrário".A conclusão da fase um de um acordo entre as duas maiores economias do mundo era esperada inicialmente para novembro, antes de uma nova rodada de tarifas norte-americana prevista para começar em 15 de dezembro, cobrindo cerca de 156 bilhões de dólares em importações chinesas.Questionado se ele permitirá que essas tarifas entrem em vigor, Trump disse: "Teremos que ver, mas agora estamos seguindo em frente. Não estamos discutindo isso, mas estamos tendo discussões muito importantes. Em 15 de dezembro, algo poderia acontecer, mas ainda não estamos discutindo isso. No entanto, estamos tendo discussões muito boas com a China ".Os comentários de Trump e Mnuchin pouco contribuíram para acalmar Wall Street, onde as ações se mexeram pouco à medida que os participantes do mercado ficavam à margem, aguardando novos desenvolvimentos nas negociações comerciais. Todos os três principais índices estavam ligeiramente mais altos no final das negociações.As delegações comerciais de ambos os lados continuaram presas em discussões sobre "questões centrais de preocupação", com tensões bilaterais crescentes sobre questões não comerciais, como os protestos em Hong Kong e o tratamento de Pequim à sua minoria muçulmana uigur, obscurecendo as perspectivas de um acordo de curto prazo dar fim à guerra comercial.A China alertou na quarta-feira que a legislação dos EUA que pede uma resposta mais dura ao tratamento dos uigures por Pequim na região chinesa de Xinjiang irá afetar a cooperação bilateral.Mas "não há necessidade de entrar em pânico", já que as negociações comerciais não pararam, disse à Reuters na quarta-feira uma fonte chinesa que assessora Pequim nas negociações.(Por Jeff Mason) Veja Mais

Google libera beta do Modo Foco para diminuir ansiedade e distrações no Android

Google libera beta do Modo Foco para diminuir ansiedade e distrações no Android

canaltech Todo mundo com um smartphone na mão sofre com a mesma mania: a de olhar o tempo para o dispositivo por conta de alguma notificação. Isso tem provocado o aumento da ansiedade e também causa uma distração constante — o que pode comprometer bastante a produtividade e o próprio bem-estar. O Google já havia anunciado um recurso chamado Modo Foco, capaz de amenizar os efeitos dos alertas digitais, e agora começa a liberar sua fase beta. A ferramenta faz parte do programa “Bem-Estar Digital” e ajuda a pausar temporariamente os apps para que os usuários possam se concentrar em suas tarefas. Se você deixar redes sociais e games “na geladeira”, por exemplo, toda vez que tentar usá-los, o software vai te lembrar que eles estão fora de ação. E isso significa também que os comunicados enviados por esses aplicativos também ficarão emudecidos, até segunda ordem. (Imagem: Divugalgação/Google) As principais funcionalidades, por enquanto são a programação de horários em que determinados apps ficarão fora do ar e a possibilidade de “dar uma escapadinha” do Modo Foco só para usar rapidinho algum utilitário, sem alterar o cronograma estabelecido no período. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- O Modo Foco começa a ser distribuído a partir desta quarta-feira (4), para todos os dispositivos que atualmente possuem configurações de Bem-Estar Digital e Controle Parental, incluindo novos telefones iniciando com o Android 9 e Android 10. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua Veja Mais

Moto G8 Plus vs Moto G7 Plus: nem sempre as trocas são as melhores | Comparativo

tudo celular Nesse ano, a Motorola botou o pé no acelerador e trouxe duas gerações da popular linha Moto G. Será que o Moto G8 Plus veio muito apressado? Tem algo em que o Moto G7 Plus se sai melhor? Confere no... Veja Mais

Coringas da CCXP contam se preferem Joaquin Phoenix ou Heath Ledger no papel

G1 Pop & Arte Fãs vestidos como o personagem se multiplicam na feira de cultura pop e se dizem na torcida por Phoenix no Oscar. Evento vai até domingo (8), no São Paulo Expo. Jessica Trevisan foi à CCXP 2019 vestida de Coringa na versão de Phoenix, mas prefere a de Heath Ledger Thaís Matos/G1 Joaquin Phoenix até merece indicação, mas a academia de cinema não está preparada para premiá-lo por sua atuação em "Coringa". Pelo menos é o que pensa a maioria dos cosplayers do personagem na CCXP 2019. Em ano com filme de origem do vilão, visitantes fantasiados do personagem se multiplicaram na feira. O comediante Giacomo Biaggio tem dois motivos para torcer por Phoenix: "Adorei a adaptação e o personagem também faz stand-up". Giacomo Biaggio foi de Coringa na Comic Con Experince 2019 Thaís Matos/G1 "Achei sensacional mostrar a comédia como algo subjetivo e abordar a realidade dura por trás da comédia de forma séria", diz. "Espero que seja indicado a melhor filme também. É um filme de arte, a academia gosta, tem grande chance." Heath Ledger ou Joaquim Phoenix? Trailer de 'Coringa' A estudante Jessica Trevisan está vestida como a versão de Phoenix, mas sua preferida é a de Heath Ledger. Ela torce por Phoenix, mas acha que a academia "não está preparada para premiar quadrinhos". "Ele merece porque, de alguma forma, a gente se identifica pelo lado da empatia. A gente sente que ele estava certo, apesar da violência. O ator passa essa verdade", defende. O cosplayer profissional Jean Markus diz que não tem discussão: "Heath Ledger era coadjuvante e levou o filme nas costas. O melhor Coringa". Ele não é fã do filme da versão de Phoenix. Não pelo ator, mas pelo personagem. "Achei que ele estava muito burro, o Coringa geralmente é mais sagaz". Cosplayer profissional Jean Markus na Comic Con Experience 2019 Thaís Matos/G1 Apesar disso, el acha que o ator será indicado, mas não leva. O estudante Eric Ferraz Gazzola escolheu a versão de "Batman, o príncipe encantado das trevas", sem adaptação para o cinema. "Me reconheço nele porque ele é mais piadista, não é tão mau. E a roupa dele é muito estilosa, o Coringa é um personagem de estilo", diz Gazzola. Para ele, por mais que tenha o Robert De Niro com "O Irlandês", Joaquin Phoenix tem alguma chance no Oscar. Eric Ferraz Gazzola escolheu a versão de Coringa de Batman, o príncipe encantado das trevas, sem adaptação para o cinema Thaís Matos/G1 "Você sente a risada dolorosa dele, capta o resultado das ações dos outros sobre ele", diz. Mas sua versão preferida é a de Jack Nicholson. A dentista Larissa Cruz é a única que não defende a atuação de Phoenix. "Ele se esforça demais. Pra mim, parece um palhaço assassino genérico e não o Coringa. Não me convenceu", diz. Sua fantasia na feira é uma "mistura de todos". "Mas tem mais do Coringa dos jogos, o melhor." Larissa Cruz foi a única cosplayer de Coringa que não defendeu a atuação de Joaquin Phoenix nesta quinta-feira (5), primeiro dia de CCXP 2019 Thaís Matos/G1 Veja Mais

EUA e China seguem em negociação comercial, mas ainda há discordâncias

R7 - Economia As negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China continuam em andamento. Nos últimos dias, porém, autoridades americanas ficaram menos otimistas em relação a um acordo. Os dois lados permanecem em desacordo sobre o valor dos produtos agrícolas que o país asiático comprará dos EUA, dizem fontes próximas às negociações. O presidente americano, Donald Trump, busca algo entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões por ano durante dois anos. Isso representa grande aumento em relação aos US$ 8,6 bilhões que a China importou no ano passado - e o dobro do que o país asiático comprava de Washington antes do início da guerra comercial em 2018.O governo dos EUA quer que Pequim declare publicamente seus planos de compra, e não os condicione às circunstâncias do mercado ou às obrigações comerciais da China, disseram fontes familiarizadas com as discussões. Pequim, no entanto, está relutante em fazer essa promessa, porque pode ter que desviar as compras de outros parceiros comerciais.Além disso, os dois lados ainda não chegaram a um acordo sobre quão profunda será a redução de tarifas. Atualmente, os EUA mantêm tarifas sobre cerca de US$ 360 bilhões em produtos chineses. A menos que haja um acordo até 15 de dezembro, os americanos ameaçam um aumento tarifário de 15% sobre mais US$ 165 bilhões em importações chinesas. Fonte: Dow Jones Newswires Veja Mais

Ministro cita Roberto Carlos: 'daqui pra frente tudo vai ser diferente'

O Tempo - Política Tarcísio Freitas, chefe da pasta de Infraestrutura, disse que o Brasil voltou a crescer e é necessário mostrar que o país é um bom lugar para se investir Veja Mais

Google contrata fundador da DeepMind para sua divisão de IA

Google contrata fundador da DeepMind para sua divisão de IA

canaltech Desde que foi adquirida pela Alphabet em 2014, a DeepMind (que é reconhecida como a maior empresa do mundo no desenvolvimento de soluções em inteligência artificial) tem ajudado o Google em diversos assuntos — o mais recente deles é o desenvolvimento do novo algoritmo de recomendação de apps da Play Store. E agora parece que essa parceria ficará ainda mais próxima e forte. Isso porque nesta quinta-feira (5), Mustafa Suleyman, um dos fundadores da DeepMind, anunciou via Twitter que está se juntando oficialmente ao Google para trabalhar com os engenheiros da empresa em soluções de IA. Suleyman fundou a DeepMind em 2010 ao lado de Demis Hassabis (atual CEO da empresa) e Shane Legg, e desde a aquisição da companhia pelo Google o papel dele tem sido o de estudar formas que a IA pode ajudar a realizar tarefas no mundo real. Entre os projetos que Suleyman trabalhou está o aplicativo Streams (uma assistente de IA que ajuda médicos e enfermeiros a identificar doenças com base nos sintomas do paciente), que está sendo testado por hospitais do Reino Unido antes de ser comercializado para o mundo todo. After a wonderful decade at DeepMind, I’m very excited to announce that I’ll be joining @Kent_Walker, @JeffDean and the fantastic team at Google to work on opportunities & impacts of applied AI technologies. Can't wait to get going! More in Jan as I start the new job! -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no WhatsApp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- — Mustafa Suleyman (@mustafasuleymn) December 5, 2019 Desde agosto, Suleyman estava afastado da DeepMind por conta de “problemas pessoais”, mas enquanto isso, levantou dúvidas sobre a seu futuro na empresa. Ele sempre afirmou que não via a hora de resolver tudo e voltar a trabalhar. No tweet de anúncio, Suleyman não revela qual será o seu cargo no Google, mas afirmou que irá colaborar diretamente com Jeff Dean (diretor da divisão de IA da Google) e com Kent Walker (vice-presidente sênior de assuntos globais do Google) em projetos que tratarão sobre os impactos da aplicação de IA em tecnologias já existentes. A contratação acontece apenas dois dias depois de Sundar Pichai assumir o cargo de CEO da Alphabet, e pode indicar que a empresa irá apostar ainda mais no desenvolvimento e integração de tecnologias de IA em seus produtos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Spotify libera Retrospectiva 2019 para os usuários; aprenda a ver a sua WhatsApp passa a indicar que é do Facebook e assusta a internet Kendra: a Amazon se prepara para competir com o Google nas buscas? Irmão de Pablo Escobar lança smartphone dobrável de apenas US$ 350 TEM CUPOM | O poderoso Galaxy S10e com 6 GB de RAM por menos de R$ 1800 Veja Mais