Meu Feed

Últimos dias

ATROPELO NA SUPERLIGA! Melhores momentos de Central Córdoba 0 x 4 Boca Juniors

ATROPELO NA SUPERLIGA! Melhores momentos de Central Córdoba 0 x 4 Boca Juniors

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre esporte? Acesse nosso site! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP FOX Sports! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #BocaJuniors #CentralCórdoba #SuperligaArgentina Veja Mais

Está desempregado? NASA abre processo seletivo para astronautas

Está desempregado? NASA abre processo seletivo para astronautas

Tecmundo Entre os dias 2 e 31 de março, a NASA vai abrir processo seletivo para escolher novos talentos que vão ingressar em suas novas missões espaciais. Em 2024, há uma missão prevista que deverá levar à Lua outros homens, assim como a primeira mulher ao solo do nosso satélite natural. Será a segunda vez em que seres humanos serão enviados à lua, 55 anos após a missão de 1969.Da década de 1960 para cá, a NASA já selecionou 350 pessoas para treiná-las como candidatas a astronautas. Quer saber se você chances?Leia mais... Veja Mais

Vestida de Madonna, Luísa Sonza arrasta multidão em São Paulo

Vestida de Madonna, Luísa Sonza arrasta multidão em São Paulo

R7 - Música Luísa Sonza se vestiu de Madonna para bloco de Carnaval Lucas Ramos/AgNews Depois de se inspirar no look de Christina Aguilera para o pré-carnaval do Rio de Janeiro, Luísa Sonza estreou seu bloco em São Paulo, o Sonzeira, vestida de Madonna. A cantora, antes de subir no trio, contou um pouco da emoção de cantar no caraval da capital paulista. — É um prazer, estou muito feliz de ter trazido tantos convidados, tanta gente participando junto, então acho que é muito gratificante e espero divertir muito a galera. Eu vou dar o meu melhor e espero que a galera goste. Luísa arrasou no Carnaval paulistano Lucas Ramos/AgNews O visual escolhido para seu bloco foi inspirado na lendária apresentação da rainha do pop no VMA de 2003, ao lado de Britney Spears e Christina Aguilera. — O de hoje (domingo) é a apresentação do VMA da Madonna. Tem outras duas vestidas de Christina e de Britney, e a gente fez essa releitura, eu sou a Madonna e elas são as minhas girls, e eu vou sempre fazer agora em todos os carnavais. O carnaval da Luísa vai ser inspirado em divas dos anos 2000. Fantasia de Luísa é inspirada em apresentação de Madonna no VMA Lucas Ramos/AgNews Para uma multidão, marjoritariamente jovem e bastante diversificada, Luísa cantou seus sucessos, como Pior que possa imaginar, e músicas de vários outros artistas, como Amor de Que, de Pablo Vittar, que agitou o público, e Verdinha, de Ludmilla. Além dessas canções, a gaúcha de 21 anos falou sobre o hit do carnaval Tudo ok, que ganhou uma nova versão, exaltando o protagonismo feminino. — Acho muito legal, tem tudo a ver com meu trio, com o que falo nessa música, e não teria como ser melhor. Junto com Luísa Sonza, o bloco teve a participação dos artistas Mateus Carrilho, Aretuza Lovi, Taina Costa, Pk. Pocah, Mc Zaac, Thiaguinho MT, Mila, JS mão de ouro, Pepita e Kelly Key. Veja Mais

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

canaltech Nesta sexta-feira (14), uma organização chamada Earnest Project passou a oferecer a chance de possuir amostras de DNA de alguns líderes mundiais e outras celebridades. O grupo alega que coletou clandestinamente itens descartados pelos participantes do Fórum Econômico Mundial de 2018 em Davos, Suíça, que podem conter seu DNA. Dentre os participantes dessa conferência, estão o presidente dos Estados Unidos Donald Trump, o presidente francês Emmanuel Macron, a chanceler alemã Angela Merkel e o cantor Elton John. O grupo colecionou esses itens, que envolvem desde guardanapos a copinhos de café, jarras de vidro e até bitucas de cigarro, em um catálogo on-line chamado "Coleção Davos". Cada item desse bizarro acervo tem um valor estimado em dólar: um fio de cabelo humano está listado entre US$ 1.200 (o equivalente a R$ 4.800, aproximadamente) e US$ 3.000 (R$ 12.000, mais ou menos). Um garfo utilizado no café da manhã usado tem um valor estimado de até US$ 36.500 (R$ 146.000). -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Cientistas desenvolveram nova cadeia de DNA sintética, a “hachimoji” Nova técnica permite extrair DNA a partir de impressões digitais Cientista sugere editar DNA de astronautas que serão enviados a Marte Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais E você acha que o mais caro é o garfo? Pois, muito que não: um copo de vinho é avaliado em nada menos que US$ 65.000 (cerca de R$ 260.000). A Earnest Project está planejando leiloar os itens para aumentar a conscientização sobre o "capitalismo de vigilância", a prática de monetizar dados pessoais das pessoas. Eles temem que nossos dados genéticos acabem nas mãos de empresas de tecnologia como o Facebook e o Google, que já coletam muitos dados pessoais. "Ao coletar e vender dados vitais e sensíveis coletados das pessoas mais poderosas do planeta, esperamos incentivar uma reação visceral contra o capitalismo de vigilância entre a elite. Estamos todos constantemente depositando nosso DNA ao nosso redor e em itens descartados. Quando você começa a prestar atenção, é realmente muito fácil coletar o DNA de um alvo", argumenta a organização, durante entrevista a um veículo chamado One Zero. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Veja Mais

Ao menos 40 americanos estão infectados com coronavírus em cruzeiro no Japão

Glogo - Ciência Os Estados Unidos começaram a resgatar seus cidadãos em aviões fretados. Hong Kong e Coreia do Sul também adotaram o mesmo procedimento. Navio Diamond Princess está atracado em Yokohama, no Japão, com infectados pelo novo coronavírus em quarentena Kim Kyung-Hoon/Reuters O Instituto Nacional de Saúde norte-americano anunciou, neste domingo (16), que ao menos 40 americanos a bordo do cruzeiro Diamond Princess, em quarentena no Japão, estão infectados com o novo coronavírus. OMS diz que coronavírus já matou 1669 pessoas Na China, número de casos de coronavírus diminui pelo terceiro dia seguido De acordo com Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, esses pacientes serão tratados em hospitais no Japão. Cerca de 400 americanos estão entre os passageiros do navio. A embaixada dos EUA em Tóquio disse em um comunicado no sábado (15) que o voo fretado deverá chegar ao Japão neste domingo (16). No texto, ainda há uma recomendação para que o desembarque seja feito cautelosamente e que haja monitoramento depois da repatriação. Os Estados Unidos começaram a retirar nesse domingo seus cidadãos bloqueados no navio desde 5 de fevereiro. Os passageiros serão obrigados a passar por uma nova quarentena, de 14 dias, depois de chegarem aos EUA. Se eles não quiserem voltar nessa aeronave, não poderão voltar ao seu país “por um período”, de acordo com o texto. Hong Kong e a Coreia do Sul, também, disseram que vão enviar aviões para o Japão para buscar os seus cidadãos que estão em quarentena no cruzeiro. A Coreia do Sul anunciou neste domingo (16) que também vai retirar seus cidadãos do barco. "O governo tem planos para trazer os coreanos para casa, caso o teste para infecção deles seja negativo", disse o ministro de Saúde Park Neung-hoo. Raio X do novo coronavírus Amanda Paes e Cido Gonçalves/Arte G1 Números atualizados pela OMS, neste domingo (16): Casos no mundo: 51.857 casos confirmados em laboratório 1.278 a mais que os números de sábado (15) China: 51.174 casos confirmados em laboratório 1121 a mais que os números de sábado (15) 1666 mortos 142 a mais que os números de sábado (15) Fora da China: 683 casos confirmados em laboratório 157 a mais que os números de sábado (15) 25 países têm pelo menos um caso registrado 3 mortos (Japão, Filipinas e França) Americana de 83 anos é diagnosticada com o novo coronavírus na Malásia Veja Mais

Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para o dia 17 de fevereiro

G1 Economia São oportunidades para design gráfico, auxiliar de cozinha, operador de caixa, entre outros. Há vaga para designer gráfico no Sine Amapá Pexels O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine, localizado na Rua General Rondon, nº 2350, em frente à praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas na capital. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: auxiliar de depósito auxiliar de cozinha auxiliar de padeiro cabeleireiro caseiro churrasqueiro forneiro de padaria instalador de sistema fotovoltaicos padeiro design gráfico repositor a seco repositor perecíveis vendedor externo (para pessoas com deficiência) O Sine informa que as vagas oferecidas podem sofrer alterações de um dia para o outro, pois o sistema não contabiliza os atendimentos ao longo do dia realizado nas unidades Superfácil, que funcionam após o fechamento da agência central. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá. Veja Mais

FUP diz que todas as plataformas do litoral paulista aderiram à greve

R7 - Economia Com a adesão, neste domingo, 16, dos trabalhadores da plataforma de Merluza, na bacia de Santos, todas as plataformas da base do litoral paulista estão em greve, informou ao Estadão/Broadcast o coordenador da Federação Nacional do Petroleiros (FNP), Adaedson Costa. Ele disse não acreditar nas informações da Petrobras de que não está havendo redução de produção por causa do movimento, principalmente por se tratar da produção na região do pré-sal, que vem garantido mais da metade do petróleo extraído pela companhia. "A produção não para com a greve, mas diminuiu. A Petrobrás mente. Foi assim também em 2015 e depois, no relatório anual, teve que confessar o prejuízo", acusa o sindicalista. Na sexta-feira, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que a estatal não deixou de produzir nenhum barril de petróleo por causa da greve, iniciada no dia 1º de fevereiro, e que a produção permaneceria intacta nas mãos das equipes de contingência e contratações temporárias. A empresa não informa, no entanto, quantas e quais contratações foram feitas e o número de empregados das equipes de contingência. Em 2015, uma greve que durou 27 dias reduziu em 5% a produção anual de petróleo da companhia, ocasionando um prejuízo de cerca de R$ 300 milhões. Na época, os acionistas já haviam sido alertados de que a Petrobrás não poderia garantir que greves como essas não iriam ocorrer durante futuras negociações, principalmente diante de planos de desinvestimentos. "Greves, paralisações ou outras formas de agitação laboral na companhia ou nos seus principais fornecedores e empreiteiros podem prejudicar a capacidade de completar grandes projetos e impactar os objetivos de longo prazo da Petrobras", informou a estatal em seu Formulário de Referência 2015. Na época, a companhia já estimava perder até 12 mil funcionários do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PDV), e que não havia garantia de que a empresa seria "capaz de treinar, qualificar ou reter adequadamente o pessoal de gestão sênior, nem que conseguirá encontrar novos gerentes qualificados, caso haja necessidade. Isto poderá afetar negativamente os resultados operacionais e os negócios da companhia", dizia o documento. Costa lembra que a empresa tinha 68 mil empregados em 2015 e hoje trabalha com 53 mil, o que afeta ainda mais as operações nos momentos de greve. Adesão de 20 mil trabalhadores Segundo a FNP, a Petrobras tentou contratar temporariamente ex-funcionários aposentados, como vem tentando fazer o governo federal em outras estatais, mas não obteve sucesso. Em greve desde o dia 1º de fevereiro, o movimento dos petroleiros deste ano contabiliza a adesão de mais de 20 mil trabalhadores de 58 plataformas, 11 refinarias, 23 terminais, 7 campos terrestres, 7 termelétricas entre outras unidades, segundo os sindicatos da categoria. A paralisação foi motivada pelas demissões na fábrica de fertilizantes Fafen-PR e discordância em relação aos desinvestimentos da companhia, além da exigência do cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que segundo os sindicalistas, estariam sendo desrespeitado pela atual gestão. Merluza era a última no litoral paulista que não tinha aderido. Produtora de gás natural, a unidade é fixa e está instalada a cerca de 180 quilômetros da costa de Praia Grande (SP) e escoa a produção através de um gasoduto de 215 quilômetros de extensão que liga a plataforma até a unidade de gás natural localizada na Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão (SP). Costa avalia que não deverá faltar derivados no mercado pela possibilidade de importação e pelo fraco crescimento da economia. Ele alerta, no entanto, que o movimento não para de crescer e esta semana ganhará mais força com a paralisações dos caminhoneiros. Em nota, a Petrobras voltou a repetir que "as unidades seguem operando em condições adequadas de segurança, com equipes de contingência formadas por empregados que não aderiram à greve, e contratações temporárias autorizadas pela Justiça. Não há impacto na produção até o momento". Veja Mais

Herdeiros do agronegócio aliam tradição a avanço tecnológico

R7 - Economia Uma nova geração de empresários do campo está assumindo os negócios de suas famílias e também começa a ganhar voz no setor, desbravado nas últimas décadas por seus pais e avós e que responde hoje por um quinto do PIB nacional. A sucessão familiar no agronegócio começou a ficar mais estruturada nos últimos anos e tem levado de volta ao campo uma safra de herdeiros que se prepararam nas melhores universidades do País e trazem na bagagem também experiências do exterior. O mandato desse grupo é perpetuar os negócios da família, aliando a tradição do campo à realidade tecnológica. O uso de drones e o emprego de inteligência artificial para aumentar a produtividade na lavoura passaram a fazer parte da rotina nas fazendas. Por meio de cursos, orientação de consultorias e intercâmbio de conhecimentos entre famílias, novos nomes de conhecidos sobrenomes estão mudando a gestão de fazendas de cana centenárias a cafezais e negócios de pecuária (ler mais na pág. B3). Especialista em sucessão familiar, Fábio Matuoka Mizumoto, coordenador acadêmico do MBA do Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), diz que esse processo ainda é incipiente no País. "Em 2015, criei um clube de herdeiros para que essa nova geração pudesse trocar experiências práticas." Bancos com tradição no campo, como o Rabobank, têm intensificado consultorias às famílias. Fabiana Alves, que coordena há 12 anos a área de agronegócio do banco holandês, estima que há cerca de 4 mil famílias, com faturamento anual acima de R$ 10 milhões, dentro desse espectro. Em um movimento mais recente, o Itaú BBA criou uma base para avançar no setor e vê um contingente de cerca de 20 mil agricultores, com receita superior a R$ 5 milhões de todo o País como potenciais clientes. "Mas ainda há muito grau de frustração nesse processo. Quando a família começa a discutir a sucessão, muitas vezes fica evidente que o sucessor não quer ser sucedido e o herdeiro não tem a menor ideia dos negócios que tem nas mãos", observa Denis Arroyo Alves, sócio da consultoria Markestrat. Líderes A renovação de lideranças no campo tem ganhado força. Na semana passada, a centenária Sociedade Rural Brasileira trocou sua cúpula, que agora inclui três herdeiros do agronegócio com menos de 30 anos. Ainda que este seja um setor predominantemente masculino, uma geração de mulheres também começa a ganhar mais espaço. É o caso de Bárbara Lorenzetti, de 28 anos. Filha de um dos principais plantadores de cana da região de Lençóis Paulista (SP), Bárbara participou de um curso de sucessão e foi lá que entendeu que o agronegócio estava em suas veias. "Fui percebendo que o negócio do meu pai é o meu futuro." Eles decidiram seguir o DNA da família ‘FUGA’ PARA FLORIANÓPOLIS Fabio de Rezende Barbosa, 44 anos, diz que até tentou fugir do campo quando, aos 19 anos, desembarcou em Florianópolis para estudar economia. "Lá tem praia", brinca. Nos quatro anos do curso na Universidade Federal de Santa Catarina, chegou a montar uma cadeia de quiosques de suco nas praias, junto com um amigo. Mas, quando voltou para São Paulo, no início dos anos 2000, começou a trabalhar em diversos setores da empresa de seu pai, Roberto de Rezende Barbosa, um dos maiores empresários do setor sucroalcooleiro do País. Quando decidiu que iria seguir carreira nas empresas da família, Barbosa foi trabalhar em uma das maiores tradings de açúcar do mundo, a Sucden, em Paris. De lá, seguiu para Tailândia e Austrália, importantes produtores globais de açúcar. Ele também passou pela Coreia do Sul. De volta ao País, no início de 2005, a NovAmérica, empresa até então comandada por seu pai, estava em ebulição: tinha recém-comprado a marca de açúcar União, que pertencia à Copersucar. Com os negócios da família crescendo, Fabio decidiu mudar de vez para Tarumã, interior de São Paulo, sede das fazendas do grupo. "Alguém tinha de sujar as botinas. Não dava para administrar o negócio da Faria Lima." Em 2009, quando o grupo Cosan comprou as usinas da NovAmérica, a família Rezende Barbosa decidiu se dedicar integralmente aos negócios agrícolas. A NovAmérica é uma das maiores produtores de cana do Estado de São Paulo e também produz soja. No ano passado, Fabio e seu irmão concluíram a compra das fazendas que pertenciam ao seu pai, que está no conselho e se mantém como acionista da empresa. "Nunca me senti pressionado para assumir os negócios da família. Mas o plano de sucessão foi um processo longo. Não vou dizer que foi fácil." Com a experiência do exterior que trouxe na bagagem, Barbosa ajudou a integrar a cadeia dos negócios da família. "Meu maior desafio hoje não é a tecnologia. Isso nós temos no campo. A dificuldade maior é fazer a conexão entre todos os sistemas." O desafio também é pensar a empresa, que foi fundada por seu avô há 75 anos, para os próximos 75 anos. LIDERANÇA NA VEIA BENTO MINEIRO Formado em ciências sociais pela PUC-SP, Bento Mineiro, 29 anos, começou muito cedo a participar de conversas setoriais do agronegócio. Filho do pecuarista Jovelino Mineiro, dono de propriedades agropecuárias em São Paulo e Minas Gerais, ele foi convidado a fazer parte da ala jovem da Sociedade Rural Brasileira (SRB), entidade centenária que reúne as principais lideranças do agronegócio do País, quando tinha 19 anos. "Fui o primeiro integrante dessa nova geração. Daí, fui chamando os meus amigos", conta. Ainda na faculdade, Mineiro começou a organizar debates para discutir o código florestal. "Era preciso se organizar para entender o tema." No início desta semana, Bento foi eleito pela terceira vez diretor da SRB. Ele participou da chapa que elegeu a pecuarista Teresa Vendramini presidente da entidade, com mandato até 2022. "É a primeira vez que uma mulher assume o comando da SRB". Bento também faz parte da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ). Apesar da pouca idade, ele é considerado uma liderança influente entre seus pares e representantes da "velha guarda". O processo de sucessão foi intuitivo e com bom senso, diz. Visto como uma jovem liderança do setor agronegócio, Mineiro também é um empreendedor do setor. Em 2014, decidiu investir em queijos artesanais. Hoje, a Pardinho Artesanal, em Botucatu (SP), é referência no setor. "Gastronomia sempre esteve muito presente em nossa família. Levamos uma equipe para entender do negócio na França e decidimos ampliar o negócio." Mineiro vai investir em produção de embutidos em Botucatu e vai se dedicar à produção de vinhos, na região de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. TRADIÇÃO EM FAMÍLIA PAULO RODRIGUES Na família Rodrigues, ser engenheiro agrônomo formado pela Esalq/USP, em Piracicaba (SP), é uma tradição. Paulo Rodrigues, 52 anos, filho do ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, está preparando o terreno para que seu filho Antonio, assuma o legado da família. Será a quarta geração no agronegócio. "Meu pai, minha mãe e meu avô sempre respiraram agro. Quando meu filho Antonio perguntou o que precisava para trabalhar na nossa empresa, fiquei aliviado. Eu disse que era preciso estar preparado para disputar a vaga." A sucessão nos negócios foi uma coisa natural. "Antonio já se apresentou para jogar cedo, nada foi imposto." Paulo acredita que seu filho assumirá os negócios da família com desafios diferentes de sua época. Ele assumiu a gestão dos negócios da família em 1993. "De lá para cá, muita coisa mudou. Não falo somente de tecnologia. A gestão de pessoas e a questão da sustentabilidade foram ganhando importância." EM PRESSÃO FAMILIAR BÁRBARA LORENZETTI Foi durante um seminário sobre a importância de manter as parcerias entre usinas e produtores de cana que Bárbara Lorenzetti, 28 anos, despertou sobre a importância dos negócios de seu pai. Até então, a filha de um dos principais plantadores de cana da região de Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, não tinha uma ideia clara sobre qual carreira iria seguir. "Quando comecei a fazer administração de empresas, não sabia exatamente onde eu iria trabalhar. Não havia uma pressão da família para seguir na agricultura. Minha irmã, por exemplo, se formou em arquitetura. Em casa todo mundo sempre foi muito mente aberta", disse. O pai de Bárbara, Pedro Lorenzetti, de 59 anos, saiu de uma usina da região para se tornar fornecedor de cana para o grupo, quando o processo de mecanização dos canaviais ficou mais intenso há cerca de 20 anos junto com um sócio. Hoje, administram uma área de 10 mil hectares de cana. "Estou há um ano e meio trabalhando na empresa e cuidando da área administrativa. Foi muito gratificante participar daquele seminário e entender a importância do trabalho do meu pai. É o meu futuro. Eu preciso preservar o negócio." ESTÁGIO DE FÉRIAS NA INFÂNCIA AZAEL PIZZOLATO NETO Foi durante as férias escolares que Azael Pizzolato Neto, 29 anos, começou a tomar gosto pelo agronegócio. "Desde os oito anos idade meu pai já me levava para as fazendas para fazer estágio de férias", diz o engenheiro agrônomo formado pela Esalq/USP. O processo de sucessão na família Pizzolato, contudo, começou a ganhar forma há seis anos, quando o avô dele faleceu. "Ali houve uma cisão dos negócios. Meus pais decidiram separar as fazendas das propriedades do restante da família. Como meu pai ainda é muito novo, ele foi tocando o negócio." Azael decidiu seguir carreira solo. Depois de formado, foi fazer uma especialização em Ohio, nos EUA. Chegou a trabalhar em uma multinacional de sementes, em uma empresa de óleo e gás e, em 2015, decidiu criar uma empresa de agronegócio especializada em rotação de cultura de cana em lavouras de soja, junto com dois amigos. Foi com esse passo que se tornou uma das referências da nova geração em agroenergia. Hoje, ele também faz parte da diretoria da Sociedade Rural Brasileira (SRB), que está renovando os seus quadros. Mas, em 2018, passou a dividir a gestão de sua empresa com os negócios da família. Seu pai, o empresário Azael Pizzolato Júnior, 53 anos, decidiu que era hora de se concentrar na administração de sua incorporadora residencial em Jaboticabal (SP). "Começamos a dividir a gestão, mas aos poucos estou ficando com a administração das fazendas", diz. A família administra propriedades agrícolas nas cidades de Jaboticabal, Taquaritinga e Araraquara, reunidas no grupo Ipê Agrícola. Nesta divisão dos negócios, o irmão de Azael decidiu ficar de fora da gestão, permanecendo apenas como acionista. "Ele é mais urbano." INVESTIMENTO EM VERTICALIZAÇÃO DOS NEGÓCIOS CAROLINE SCHNEIDER BARCELLOS A família de Caroline Schneider Barcellos, 33 anos, saiu muito cedo do Rio Grande do Sul para desbravar as terras agrícolas do Centro-Oeste. "Eles se estabeleceram em Chapadão do Céu (GO) com a produção de soja e de milho. Foram anos de muito trabalho suado até a gente se estabelecer nos negócios", conta. Sem curso superior, os pais de Caroline decidiram proporcionar estudos aos filhos, sem colocar pressão para que eles assumissem as empresas da família. "Eu me formei em direito em Campo Grande (MS) e cheguei a montar um escritório de advocacia, mas não levei adiante. É muito mais gratificante trabalhar em um escritório a céu aberto." Caroline decidiu participar da gestão dos negócios da família junto com seus irmãos. "Meus pais ainda são muito ativos e continuam como executivos da empresa, mas delegaram desde muito cedo funções para minha irmã Carine, meu cunhado e meu irmão." Donos do grupo Wink - o nome é em homenagem ao avô materno de Caroline -, eles administram cerca de 10 mil hectares de terras de grãos (6,5 mil hectares são de área própria) em Chapadão do Céu (GO) e Porto Nacional, a 60 quilömetro de Palmas (TO). As funções estão bem definidas. Caroline cuida da área administrativa e jurídica das propriedades em Tocantins. "Meu marido é o braço operacional da fazenda." Já as áreas agrícolas e de pecuária de Chapadão do Céu estão sob a responsabilidade de Carine, irmã de Caroline, e seu marido. "Meus pais não tiveram muito estudo, mas trazem um conhecimento técnico do negócio que a gente está aprendendo. Acho que a nossa geração tem muito a agregar em gestão de pessoas e tecnologia. Meus pais faziam a linha: eu mando e vocês obedecem. Hoje não é mais assim." Segundo Caroline, a expansão do grupo passa também pela verticalização dos negócios. "Temos investido na armazenagem dos grãos e em transporte próprio para o escoamento dos grãos. LINHAGEM NA CAFEICULTURA HÁ QUASE DOIS SÉCULOS MARCUS VINÍCIUS FALLEIROS De uma tradicional família de cafeicultores da região da Alta Mogiana de São Paulo, Marcus Vinícius Falleiros, 26 anos, tem o desafio de perpetuar os negócios da família. "São nove gerações de produtores." A família de Marcus Vinícius, de origem portuguesa, fez questão de perpetuar a cafeicultura para as novas gerações. Ele entende que a sucessão familiar tem de ser um trabalho combinado entre pai e filho. Foi exatamente assim no seu caso. "Não fiz nenhum curso específico de sucessão." Com propriedades em Capitinga, no sul de Minas, e Restinga, interior de São Paulo, o cafeicultor tem participado da gestão das áreas rurais com mais intensidade nos últimos cinco anos. "Meu pai me colocou para participar do negócio desde menino, bem pequenininho. Nos últimos anos, ele tem se dedicado à filantropia em um hospital psiquiátrico de São Paulo." Desde muito cedo também Marcus Vinícius é ativo em entidades de classes, seguindo os mesmos passos de seu avô e bisavô. Ele está associado há sete anos à Sociedade Rural Brasileira (SRB) e vê nessa iniciativa uma forma de o produtor ter voz mais forte e uníssona. Também apoia o cooperativismo, por fortalecer comercialmente os agricultores. Produtor de café arábica, as fazendas de sua família estão se preparando para lançar uma marca de café especial. Antenado com os desafios tecnológicos do campo, Marcus Vinícius conta com drones em seus cafezais e vê na tecnologia o principal instrumento para melhorar a produtividade de seus cafezais "da porteira para dentro". Os drones, por exemplo, ajudam a pensar novas práticas de manejo nas As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Veja Mais

Celulares mais buscados de janeiro: Redmi Note 8 na liderança

Celulares mais buscados de janeiro: Redmi Note 8 na liderança

Tecmundo A Xiaomi e a Samsung lideraram o ranking dos smartphones mais buscados do Brasil no mês de janeiro, conforme o levantamento feito pela plataforma de buscas Zoom e que é divulgado a cada 30 dias. O maior destaque entre os modelos mais procurados no primeiro mês de 2020 é o Redmi Note 8, que aparece na primeira posição.Lançado em novembro passado no país, o campeão de buscas de janeiro conta com tela Full HD+ de 6,3 polegadas, memória RAM de 4 GB, processador Snapdragon 665 e capacidade de armazenamento entre 64 GB e 128 GB, conforme a versão. São quatro câmeras na traseira, a principal delas de 48 MP, enquanto a frontal tem 13 MP de resolução.Leia mais... Veja Mais

Copia mas não faz igual: Xperia 1.1 deve vir com câmeras do Galaxy S20

Copia mas não faz igual: Xperia 1.1 deve vir com câmeras do Galaxy S20

canaltech O reinado da linha Galaxy S20, lançada na última terça-feira (11), em termos de qualidade fotográfica pode durar pouco, pelo menos do que depender da Sony. Após o cancelamento da MWC 2020 em virtude do Coronavírus, a companhia japonesa se prepara para anunciar o Xperia 1.1 (ou Xperia 2), que deve contar com o sensor IMX555, fabricada por ela mesma e presente no top de linha da Samsung. Samsung lança dois powerbanks de 10.000mAh e carregamento rápido Você sabia? Gravação em 8K do Galaxy S20 ocupa 600MB de espaço por minuto! O sucessor do Xperia 1 e novo carro-chefe da empresa será apresentado oficialmente em uma conferência no dia 24 de fevereiro e, de acordo com informações do Gizchina, usará a mesma câmera principal que a série Samsung Galaxy S20, concorrendo de igual para igual com o flagship da Samsung: -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- 12MP 1/1,5 polegadas 64MP 1/1.7 polegadas ToMP de 2MP Lente ultra grande angular de 12 MP Uma unidade de periscópio / OIS Possível página de divulgação do Xperia 1.1 (Reprodução: Gizchina) Sony também aposta suas fichas em tela de alta qualidade Entre outras semelhanças, o smartphone da Sony também deve capturar vídeos em HDR com resolução 8K, ser equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 865 e ter suporte às redes 5G. As diferenças conhecidas até o momento ficam por conta da tela OLED com resolução 4K e no padrão de cinema 21:9. Qualcomm divulga vídeo em resolução 8K gravado com o processador Snapdragon 865 Qualcomm: conheça algums modelos de processadores Snapdragon Na conferência, também é esperado que a Sony revele o Xperia 5 Plus (ou Xperia 9), um smartphone intermediário e equipado com o Snapdragon 765 5G SoC. Mas e você, leitor, acha que a Sony vai conseguir alavancar a sua divisão mobile com esses lançamentos? Conta aqui nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x Veja Mais

Agora vai? Nova versão do Microsoft Edge terá 13% mais desempenho. Veja testes

Agora vai? Nova versão do Microsoft Edge terá 13% mais desempenho. Veja testes

canaltech Mesmo que o Microsoft Edge não seja a sua primeira opção quando o assunto é navegador, há bons motivos para você ficar de olho no futuro. Após começar a ser baseado em Chromium, mesmo código-fonte do rival Chrome, ele também passou a ser tão rápido e estável quanto o concorrente. Mas, pelo menos se depender da Microsoft, a ideia é que o browser vá mais além. Novo Microsoft Edge baseado Chromium já está disponível para download Isso porque a empresa anunciou, na última quinta-feira (13), diversas otimizações que chegarão com o Microsoft Edge 81 (81.0.389.0), nova versão do navegador, que devem representar uma melhora considerável no desempenho da navegação em geral. Atualmente, o browser se encontra no Microsoft Edge 80 (80.0.361.51). Para comprovar a qualidade das implementações, a Microsoft realizou uma bateria de testes com o benchmark Speedometer 2.0. Ele mede o desempenho simulando interações do usuário em um aplicativo da web de amostra em várias APIs do DOM e estruturas JavaScript populares, usadas pelos principais sites. Geralmente, ele é considerado um bom proxy para o desempenho no mundo real em vários subsistemas diferentes, incluindo o DOM, o mecanismo JavaScript, o layout e muito mais. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- De acordo com os resultados, o Microsoft Edge 81 representou uma melhoria de 13% em relação ao Microsoft Edge 79, que não possui os novos recursos. Confira os resultados abaixo: Foto: Reprodução/Genbeta Ainda não há uma data para o Microsoft Edge 81 chegar ao usuário final, mas estamos ansiosos para testá-lo. E você, usa o navegador em questão? Deixe nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa Veja Mais

Carrefour paga R$ 1,95 bilhão por 30 lojas da rede Makro no Brasil

G1 Economia Em anúncio aos acionistas, presidente global da empresa afirmou que essa transação é 'o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007'. Imagem sem data de corredor de uma loja da Makro em uma das contas de rede social da empresa Reprodução/Instagram O Carrefour Brasil comprou 30 lojas da rede Makro no país por R$ 1,95 bilhão, de acordo com um anúncio feito aos seus acionistas e ao mercado neste domingo (16). São pontos em 16 estados e no Distrito Federal. Somados, eles têm 165 mil metros quadrados de área de vendas. Essas lojas venderam R$ 2,8 bilhões em 2019, em conjunto. Dos 30 mercados comprados, 22 são de imóveis próprios, e 8, alugados. Também foram adquiridos 14 postos de combustíveis operados pela Makro. De acordo como comunicado, eles serão integrados à rede Atacadão, de atacarejo, lojas que vendem por atacado e varejo. O plano é converter as bandeiras de todos as 30 lojas até 12 meses. “Essa transação é o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007”, disse o presidente do Carrefour no mundo, Alexandre Bompard. Em outubro de 2019, a empresa tinha acertado a compra de 49% da fintech Ewally, com opção de compra do controle após três anos. Os pontos adquiridos ficam nos seguintes estados: Rio de Janeiro, Paraná, Goiás, Bahia, Pernambuco, Ceará, Mato Grosso, Alagoas, Santa Catarina, Pará, Amazonas, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Sul, Paraíba e Tocantins, além do Distrito Federal. O Makro é uma marca do grupo holandês SHV e, de acordo com a página da empresa na internet, há mais de 130 lojas na América do Sul, espalhadas em cinco países (entre eles o Brasil). Já o Carrefour Brasil terminou 2019 com 692 lojas no país, das quais 186 são do Atacadão. O Makro confirmou a venda de 30 unidades fora do estado de São Paulo. O fechamento dos negócios, de acordo com a empresa, está condicionado à aprovação definitiva do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). O Makro afirmou, em nota que continua com sua operação no Brasil, inclusive suas 24 lojas presentes no estado de São Paulo, que devem ser revitalizadas e expandidas. A empresa também disse que vai investir em um novo centro de distribuição de perecíveis. Veja Mais

Crítica | A Hora da Sua Morte não é tão interessante como poderia ser

Crítica | A Hora da Sua Morte não é tão interessante como poderia ser

canaltech   O terror tem seu próprio tipo de espectador: quem gosta do gênero (e não é muito exigente) geralmente é capaz de suspender crenças e se divertir com quase qualquer história mais ou menos bem contada. É por isso que esse gênero tem tantas fórmulas que se repetem exaustivamente ao longo dos anos. Às vezes, só queremos ver novas mortes em contextos diferentes (e aqui há espaço para questionarmos sobre a banalização da violência, mas esse é um tópico para outro texto). Os filmes mais comerciais do gênero, no entanto, contentam-se com alguns sustos e evitam brincar muito com o estômago dos fãs, criando uma espécie de versão soft do subgênero splatter (que consiste em ter uma trama voltada para o surgimento de mortes bastante gráficas, repletas de sangue e violência). A Hora da Sua Morte parece encaixar-se nesse subgênero, com um gore bastante suave, daquele tipo que dá uma agonia, mas termina rápido o suficiente para não precisar desviar o olhar. Como se fosse um eco de Premonição (James Wong, 2000), A Hora da Sua Morte lida com a ideia de que não é possível escapar do seu destino e de que qualquer tentativa de fugir dos seus momentos finais será recompensada com algum castigo macabro. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Atenção! A partir daqui a crítica pode conter spoilers. Obviedades Quando falamos de filmes que, querendo ou não, enquadram-se em gêneros específicos com muita clareza, queremos dizer que a obra faz uso de fórmulas de roteiro, perfis de personagens, estrutura narrativa e o que mais possa criar as características necessárias para dar ao espectador treinado todas as pistas. Isso, embora possa deixar a trama óbvia demais para o gosto de algumas pessoas, serve como uma linha guia para os fãs de terror: a estrutura pode ser idêntica às de muitos outros filmes, mas o que importa em um splatter, as mortes, essas devem surpreender. Imagem: Diamond Films A Hora da Sua Morte é o primeiro longa de Justin Dec, que assina roteiro e direção demonstrando ter muito conhecimento sobre a fórmula aplicada, mas pouca criatividade (ou liberdade para colocar as ideias em prática). A primeira morte demonstra que, assim como em Premonição, o assassinato é causado por algo completamente sobrenatural e aparentemente onipotente. O recurso é excelente, pois abre espaço para que as mortes possam ser tão bizarras quanto o desejado, mas dificilmente veremos barreiras sendo forçadas em um filme com apelo comercial tão grande. Sendo assim, contentamo-nos com a versão soft do gênero. Com exatamente uma hora e meia de duração, A Hora da Sua Morte tem a estrutura clássica de um roteiro pensado em três atos de meia hora cada: em um primeiro momento a personagem principal toma conhecimento do aplicativo amaldiçoado e a primeira virada acontece quando ela se desespera ao ter uma visão em seu quarto. A segunda parte consiste em tentar livrar-se da maldição: descobrir alguma coisa que não vai funcionar e que conduz os personagens ao terceiro ato. A terceira parte mostra os personagens reunidos como família e realmente dispostos a qualquer coisa para driblar a morte. Imagem: Diamond Films Tudo isso é bastante previsível, mas a genialidade de um diretor de terror é tornar o previsível novo, como fez repetidas vezes a franquia Pânico. Justin Dec infelizmente não atinge esse patamar com seu filme. Para além de uma boa premissa que utiliza fórmulas bastante canônicas, A Hora da Sua Morte desenvolve pouco o que poderia ser muito mais autoral. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Sustos e medos O fim de Courtney (Anne Winters) dá o tom do que está por vir: as mortes serão bastante violentas, a ponto de talvez chocarem, mas serão pouco gráficas. Os recursos que Dec usa para deixar essas sequências mais soft não só tiram o peso gráfico da imagem, mas enfraquecem o filme que, sem um roteiro mais forte, se vê com cada vez menos apelo diante do espectador: mortes em desfoque, coisas que acontecem em meio a sombras demais ou rápido demais (e acompanhadas de jump scares), maquiagem digital e CGI... Imagem: Diamond Films A aparição de elementos em segundo plano agrega qualidade às sequências que prezam mais o medo do que o susto: por conhecermos a estrutura narrativa, sabemos que alguém vai morrer, gerando medo ao ver uma figura semelhante à Morte, como se pudéssemos antecipar um sentimento de uma dor futura. Infelizmente, as aparições só tinham sucesso em despertar algo mais assustador quando vistas de longe. Mesmo que vistos por pouco tempo e sob iluminações precárias, as demais aparições eram esteticamente genéricas e pouco convincentes, quase caricaturais. No limiar da comédia A maioria dos filmes mais assustadores não contém sequer um alívio cômico e, mesmo quando arriscam na comédia, temos alívios cômicos apenas, como ocorre com o personagem Rod (Lil Rel Howery) em Corra! (Jordan Peele). Filmes B costumam flertar com gostos duvidosos e podem ser ao mesmo tempo engraçados e gore, combinação essa que lhes garante o status de cult. Em filmes medianos, comerciais e esquecíveis a longo prazo, como é o caso de A Hora da Sua Morte, a inserção da comédia é um alerta de que o próprio filme não se leva tão a sério, um convite para que o espectador seja mais concedente com o que está assistindo. A Hora da Sua Morte tem diversos diálogos e personagens pouco verossímeis, mas nada é tão claramente cômico como o Pe. John (P.J. Byrne). Esse personagem, no entanto, não deve ser subestimado: apesar de caricato, Pe. John é a perfeita encarnação da ideia de um padre que é nerd com sua própria religião, como uma versão católica de The Big Bang Theory. Realmente fiquei me perguntando se existem padres que têm esse estereótipo de nerd. Imagem: Diamond Films A Hora da Sua Morte é um bom entretenimento para quem está acostumado a ver o mesmo filme repetidas vezes e gosta do gênero, ainda que não impressione fãs de terror e tampouco seja isca para o grande público. Não duvido, no entanto, que se Justin Dec conseguir um projeto com maiores liberdades criativas talvez possamos ver um terror de muito mais qualidade. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa Uber a uma chamada: companhia testa viagens solicitadas por telefone Veja Mais

Gestão Tributária: Quais impostos a minha empresa precisa pagar?

R7 - Economia O brasileiro já sabe que existem diversos tributos no país, como taxas, impostos e contribuições, mas é preciso saber aplicá-los na empresa. Veja Mais

Cientistas alertam sobre riscos psicológicos de relacionamentos com robôs

Cientistas alertam sobre riscos psicológicos de relacionamentos com robôs

Tecmundo Se você leu o título da matéria e achou estranho que exista preocupação com relação ao tema, saiba que, apesar de timidamente, o número de bordéis que empregam robôs vem aumentando pelo mundo, assim como o de pessoas que, por uma razão ou outra acabam optando por investir milhares de dólares na companhia de androides e bonecos no lugar de humanos.Aliás, os dispositivos estão se tornando cada dia mais complexos e realistas – e inclusive estão surgindo modelos dotados de inteligência artificial para que eles possam “aprender” mais sobre os gostos e preferências seus donos e, assim, tornar as experiências mais naturais. Mas, e o custo psicológico e moral de se ter um relacionamento com uma máquina?Leia mais... Veja Mais

Longe de festividades, Bolsonaro passará o carnaval no Guarujá

O Tempo - Política Não é a primeira vez que o presidente escolhe o litoral de São Paulo para alguns dias de descanso Veja Mais

Taiwan registra primeira morte pelo coronavírus

Glogo - Ciência Taxista de 61 anos foi a vítima. Já são 20 casos de COVID-19 confirmados em Taiwan. Taiwan anunciou, neste domingo (16), a primeira vítima fatal do coronavírus em seu território, ampliando para cinco os mortos fora da China continental, onde o balanço é de 1.665 óbitos. Esta nova vítima se soma às de Hong-Kong, Filipinas, Japão e França. Já são 20 casos confirmados de COVID-19 em Taiwan. Um homem de 61 anos procedente do centro de Taiwan que apresentava problemas de saúde e não havia saído do país recentemente morreu no hospital no último sábado(15), após o exame dar positivo para o coronavírus, informaram as autoridades. "O caso mais recente envolveu um taxista. Seus principais passageiros haviam chegado de China, Hong Kong e Macau", assinalou o ministro da Saúde de Taiwan, Chen Shih-chung. Segundo o ministro, autoridades estão examinando a lista de clientes do taxista e seu histórico de viagens, para tentar encontrar o possível transmissor do vírus. Um parente de 50 anos da vítima também foi infectado, mas não apresenta sintomas. Pessoas usam máscaras em um shopping de Taiwan, sexta-feira, 31 de janeiro de 2020 Chiang Ying-ying/AP Números atualizados pela OMS, neste domingo (16): Casos no mundo: 51.857 casos confirmados em laboratório 1.278 a mais que os números de sábado (15) China: 51.174 casos confirmados em laboratório 1121 a mais que os números de sábado (15) 1666 mortos - ainda sem contabilizar a morte de Taiwan 142 a mais que os números de sábado (15) Fora da China: 683 casos confirmados em laboratório 157 a mais que os números de sábado (15) 25 países têm pelo menos um caso registrado 3 mortos (Japão, Filipinas e França) Taiwan anuncia primeiro caso fatal de coronavírus na ilha Veja Mais

Os 10 filmes mais pirateados da semana (16/02/2020)

Os 10 filmes mais pirateados da semana (16/02/2020)

canaltech Muita gente aproveita o fim de semana para conferir os lançamentos nos cinemas e as novidades da Netflix e de outros serviços de streaming e vídeo sob demanda. Mas não dá para tapar o sol com a peneira: a gente sabe que também tem quem recorre à pirataria para achar um bom filme para assistir. A movimentação nos portais de torrent é intensa e os piratas trabalham a todo vapor para disponibilizar toda sorte de arquivo para download ilegal. Por isso, todo domingo o Canaltech consulta os confins da internet para estimar quais são os 10 filmes mais pirateados da semana, o que acaba sendo um reflexo da preferência popular. Nesta semana, grande parte da lista está dominada por filmes vencedores do Oscar, que rolou no último final de semana e surpreendeu muita gente. Da última à primeira colocação, há filmes premiados por todos os lugares. Além deles, também há vários filmes que praticamente acabaram de sair dos cinemas e foram disponibilizados em altíssima qualidade em serviços de VOD. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Filmes, Séries, Musicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Enfim, o ranking de filmes mais pirateados da semana está bastante plural. Abaixo, você confere a listagem completa, com cada produção vindo acompanhada de seu respectivo trailer e sinopse, neste que é um levantamento meramente informativo. 10. Ford vs Ferrari   Durante a década de 1960, a Ferrari reina absoluta no automobilismo mundial. Mirando o prestígio e glamour da montadora italiana, a Ford resolve entrar no ramo e contrata o ex-piloto Carroll Shelby (Matt Damon) para chefiar a empreitada. Por mais que tenha carta branca para montar sua equipe, incluindo o piloto e engenheiro Ken Miles (Christian Bale), Shelby enfrenta problemas com a diretoria da Ford, especialmente pela mentalidade mais voltada para os negócios e a imagem da empresa do que propriamente em relação ao aspecto esportivo. Leia também: Crítica | Ford vs Ferrari e a necessidade de freios na vida 9. 1917   Os cabos Schofield (George MacKay) e Blake (Dean-Charles Chapman) são jovens soldados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial que são encarregados de uma missão aparentemente impossível: eles precisam atravessar o território inimigo, lutando contra o tempo, para entregar uma mensagem que pode salvar seus colegas de batalhão. Leia também: Crítica | 1917 é um filme de guerra que carrega a urgência de um mundo em paz 8. Dolittle   Após a morte de sua esposa, Dolittle (Robert Downey Jr) se isola em sua mansão na companhia de seus exóticos animais. Quando uma jovem rainha adoece, ele é forçado a embarcar em uma épica aventura em uma misteriosa ilha para encontrar a cura, recuperando sua inteligência e coragem enquanto enfrenta velhos adversários e descobre criaturas maravilhosas. O doutor é seguido por seu jovem autointitulado aprendiz e um círculo de animais que ele chama de amigos. Um gorila ansioso (Rami Malek), um entusiasta pato que acha que é um pássaro (Octavia Spencer), um cínico avestruz (Kumail Nanjiani), um otimista urso polar (John Cena) e um papagaio teimoso (Emma Thompson) que serve como um conselheiro e confidente de Dolittle 7. Coringa   Arthur Fleck (Joaquim Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos e toda semana tem de comparecer a um agente social devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne (Brett Cullen) é seu maior representante. Crítica SEM spoiler | Coringa e uma sociedade tão perversa quanto o próprio vilão Crítica COM spoiler | Coringa é pretensioso e cinema que raramente se vê 6. JoJo Rabbit   Jojo (Roman Griffin Davis) é um jovem nazista de 10 anos que trata Adolf Hitler (Taika Waititi) como um amigo próximo em sua imaginação. Seu maior sonho é participar da Juventude Hitlerista, um grupo pró-nazista com posto por outras pessoas que concordam com seus ideais. Um dia, Jojo descobre que sua mãe (Scarlett Johansson) está escondendo uma judia (Thomasin McKenzie) no sótão da casa. Depois de várias tentativas frustradas para expulsá-la, o jovem rebelde começa a desenvolver empatia pela nova hóspede. Leia também: Crítica | Jojo Rabbit traz a história de quem aceita manter a mente sob comando 5. As Panteras   Nova adaptação cinematográfica da série policial Charlie's Angels, sucesso na década de 1970. Sabina Wilson (Kristen Stewart), Jane Kano (Ella Balinska) e Elena Houghlin (Naomi Scott) embarcam numa perigosa missão global com o objetivo de impedir que um novo programa de energia se torne uma ameaça para humanidade. Leia também: Crítica | As Panteras aposta na demonstração do poder feminino 4. Jumanji: Próxima Fase   Spencer (Alex Wolff) tenta consertar o videogame quebrado que permitia ao grupo de amigos visitar o mundo de Jumanji. Depois que tudo está em ordem, eles retornam para mais uma aventura levando pessoas novas para dentro do jogo. Leia também: Crítica | Jumanji: Próxima Fase cai de pé e é um entretenimento sincero 3. Entre Facas e Segredos   Após comemorar seus 85 anos de vida, o famoso escritor de histórias policiais Harlan Thrombey (Christopher Plummer) é encontrado morto dentro de sua propriedade. Logo o detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é contratado para investigar o caso e descobre que, entre os funcionários misteriosos e a família conflituosa de Harlan, todos podem ser considerados suspeitos do crime. Leia também: Crítica | Entre Facas e Segredos mantém mistério e diversão até o fim 2. Frozen 2   De volta à infância de Elsa e Anna, as garotas descobrem uma história do pai quando ele ainda era príncipe de Arendelle. Ele conta às meninas a história de uma visita à floresta dos elementos, onde um acontecimento inesperado teria provocado a separação dos habitantes da cidade com os quatro elementos fundamentais: ar, fogo, terra e água. Essa revelação ajudará Elsa a compreender a origem de seus poderes. Leia também: Crítica | Frozen 2 volta às origens para se tornar mais interessante 1. Parasita   Vencedor do Oscar de Melhor Filme em 2020, Parasita acompanha a história da família de Ki-taek, que está desempregada e vivendo em um porão sujo e apertado. Uma obra do acaso faz com que o filho adolescente da família comece a dar aulas de inglês a uma garota de uma família rica. Fascinados com a vida luxuosa dessas pessoas, pai, mãe, f ilho e filha bolam um plano para se infiltrarem na família burguesa, um a um. Mas os segredos e mentiras necessários para ascender na sociedade custarão caro a todos. Leia também: Crítica | Parasita mostra a sociedade em canibalismo Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! 96% DE DESCONTO! Milhares de livros na palma da mão por apenas R$ 1,99 Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões Veja Mais

Anitta prepara parcerias com rappers enquanto promove 'Rave de favela'

G1 Pop & Arte Próximos singles da cantora incluem colaborações internacionais com Tyga, King Matta e Mike Towers. No mesmo sábado, 15 de fevereiro, em que Anitta lançou o eletro-funk Rave de favela em single gravado com o funkeiro MC Lan e com o trio norte-americano Major Lazer, foi revelada uma próxima parceria da cantora carioca. Na data, o artista norte-americano King Matta anunciou em rede social que lançará em breve música com Anitta e com o rapper Tyga, também dos Estados Unidos. Não foram revelados mais detalhes da gravação. As parcerias de Anitta com rappers vem se tornando recorrentes. Na quinta-feira, 13 de fevereiro, a cantora filmou em Salvador (BA) – mais precisamente no Pelourinho, no centro histórico da cidade da Bahia – o clipe de música ainda inédita gravada com o rapper porto-riquenho Mike Towers. Contudo, se a cantora já prepara outras parcerias, as atenções da gravadora Warner Music em relação a Anitta estão concentradas atualmente na promoção de Rave de favela, single gravado com coprodução do duo Tropkillaz. Capa do single 'Rave de favela', de Anitta com MC Lan e Major Lazer Divulgação Veja Mais

Técnica CRISPR é usada pela primeira vez para combater o câncer

Técnica CRISPR é usada pela primeira vez para combater o câncer

Tecmundo O tratamento contra o câncer pode ter ganhado uma nova arma: o CRISPR. A técnica de edição genética foi aplicada em 3 pacientes norte-americanos, que não apresentaram nenhum efeito colateral. Ainda que a cura possa estar longe, os resultados são bastante promissores.Esse sistema, chamado Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats (algo como Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas), é um avanço na edição genética. Através de uma precisão nunca antes vista, ela pode modificar o genoma para resultados incríveis. Testes anteriores, por exemplo, foram capazes de prevenir células humanas de serem infectados pelo HIV – mas só em laboratório, por enquanto.Leia mais... Veja Mais

Motion: extensão "vigilante" promete acabar com sua distração na internet

Motion: extensão

canaltech Trabalhar pela Internet possibilitou a comodidade de não sair casa e a produtividade de ter “tudo em um clique”. Mas convenhamos: ter foco em meio a tantas possibilidades são uma tarefa e tanto - atualizações das redes sociais, vídeo favorito no YouTube, amigo mandando mensagem. Mas há uma extensão do Google que promete acabar - ou diminuir - com a procrastinação e te ajudar a manter o foco no que realmente importa naquele momento. Trata-se do Motion. Seus criadores são otimistas, e garantem que podem “salvar” os usuários “uma hora por dia, interceptando páginas” que acabam com a nossa concentração. Conheça 10 extensões do Google Chrome que tornarão seu dia a dia mais produtivo Se interessou? Neste tutorial saiba como baixar, instalar e configurar o Motion. "Foco na missão." -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Motion: como baixar e instalar O primeiro passo, claro, é baixar e instalar o Motion no seu navegador Chrome. Entre na página oficial do Motion e clique em “Add to Chrome”. A boa notícia é que a extensão é totalmente grátis. A partir daí você será redirecionado até a Web Chrome Store, então clique em “Add to Chrome” e aguarde. Passo 1: O maior “trabalho” - pois é bastante simples - é configurar as preferências da extensão. O primeiro passo é listar os sites que mais te desconcentram, ou acabam com sua produtividade. Por padrão, o Motion lista alguns exemplos, como Facebook. Twitter, Reddit, YouTube e Netflix. Mas sinta-se livre para adicionar ou remover quantos quiser. Adicione sites de compras, outras redes sociais, sites de fofocas e entre outros. O Motion permite que você escolha os sites que mais te distraem para fazer o bloqueio (Foto: Reprodução/Diego Sousa) Passo 2: A próxima etapa é criar um intervalo para a implementação dessas restrições. Você pode colocar o período do seu trabalho ou dos seus estudos, ou simplesmente definir para o dia todo. Adicione o horário do seu expediente ou do seu estudo (Foto: Reprodução/Diego Sousa) Pronto. A partir de agora, toda vez que você entrar em alguns dos sites listados no Passo 1, será mostrado um pop-up avisando que você está entrando em um “distracting site”, ou seja, um site que vai te distrair. 15 extensões para você dar um upgrade no seu navegador Ele não te proíbe completamente a entrar em tais páginas, mas você tem a opção de fechar a página (Close Tab) ou navegá-la por um ou mais minutos. Além disso, fica um widget flutuante que você pode inserir qual é o seu objetivo em tal página para ele ficar te lembrando. Legal, não é? Há um widget flutuante para te lembrar o tempo que você está navegando no site "proibido" (Foto: Reprodução/Diego Sousa) Motion: relatórios Por fim, a hora da verdade, fica por conta dos relatórios, que são fornecidos toda vez que você abre o Chrome pela primeira vez no dia. Os relatórios nos oferecem uma visão de como foi o seu comportamento no dia anterior. Além disso, durante o dia a extensão inclui uma série de lembretes que te dirá se você está “perdendo” muito tempo em determinadas páginas. Relatório de atividades do Motion (GIF: Reprodução/Genbeta) O Motion é uma extensão bastante simples, mas, ao mesmo tempo, muito útil para você fugir de distrações na internet e manter o foco na missão. Se você passa por problemas de distração, experimente, é de graça. 10 ótimas extensões para o seu Google Chrome Ah, e conte para nós comentários se ajudou. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões Veja Mais

LIBERTADORES, SÃO PAULO E AMBIÇÕES! Entrevista completa com Hernanes no Visão FOX

LIBERTADORES, SÃO PAULO E AMBIÇÕES! Entrevista completa com Hernanes no Visão FOX

Fox Sports Brasil O meio-campo do Tricolor é um dos líderes da equipe e tem grandes ambições para 2020. Desejo de conquistar títulos e recolocar o São Paulo na categoria de protagonista no Brasil. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #SãoPaulo #Hernandes #FOXSports Veja Mais

Xiaomi Redmi Note 8 e 8 Pro: custo-benefício com boas câmeras? [Comparativo]

Xiaomi Redmi Note 8 e 8 Pro: custo-benefício com boas câmeras? [Comparativo]

canaltech O Redmi Note 8 e Redmi Note 8 Pro, da Xiaomi, são dois dos smartphones mais vendidos por aí, trazendo uma excelente relação custo-benefício em praticamente todos os quesitos. Assista ao comparativo completo Assista ao vídeo. Veja Mais

OMS diz que coronavírus já matou 1669 pessoas

Glogo - Ciência Segundo Organização Mundial da Saúde, 51.857 casos já foram confirmados com exames, maior parte deles estão na China. A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, neste domingo (16), um novo boletim sobre a situação do coronavírus no mundo. Segundo o documento, já são 51.857 casos confirmados por exames de laboratório, sendo 51.174 na China. Até agora, foram 1.669 mortes, sendo 1666 na China. Na China, número de casos de coronavírus diminui pelo terceiro dia seguido Número de infectados pelo coronavírus em cruzeiro em quarentena no Japão chega a 355 A OMS também apresentou os números de casos que são suspeitos na China, mas que ainda não foram comprovados com exames, são 17.410 pessoas, totalizando 68.584. Deste número, 56.249 pessoas estão na região de Hubei, epicentro da crise. Raio X do novo coronavírus Amanda Paes e Cido Gonçalves/Arte G1 Situação no Brasil No Brasil, há três pessoas que ainda passam por exames por causa da suspeita de coronavírus, dois em São Paulo e um no Rio Grande do Sul, segundo informações deste domingo (16) do Ministério da Saúde. Coronavírus na China: Profissional da saúde analisa uma imagem de tomografia computadorizada em Wuhan; novo método está senso usado para detectar pacientes com suspeita de Covid-19, em detrimento aos exames laboratoriais, que demoram mais a ficarem prontos. China Daily via Reuters Números atualizados pela OMS, neste domingo (16): Casos no mundo: 51.857 casos confirmados em laboratório 1.278 a mais que os números de sábado (15) China: 51.174 casos confirmados em laboratório 1121 a mais que os números de sábado (15) 1666 mortos 142 a mais que os números de sábado (15) Fora da China: 683 casos confirmados em laboratório 157 a mais que os números de sábado (15) 25 países têm pelo menos um caso registrado 3 mortos (Japão, Filipinas e França) Initial plugin text França anuncia a primeira morte na Europa ligada ao novo coronavírus Veja Mais

Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões

Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões

canaltech Não é de hoje que circulam notícias a respeito de que a Mozilla desenvolve um novo aplicativo do Firefox para Android. De acordo com informações do Android Police, atualmente o projeto está na fase de retoques finais antes de ser liberada uma versão estável, algo que só deve acontecer no próximo trimestre. Chrome 81 deve trazer compatibilidade com NFC e Realidade Aumentada Agora vai? Nova versão do Microsoft Edge terá 13% mais desempenho. Veja testes Apesar da notícia animadora, visto que esse processo já acontece há quase um ano, os usuários finais podem não curtir um detalhe: a empresa confirmou que o navegador web migrará das versões antigas apenas algumas extensões recomendadas, limitando o suporte em torno de 100 complementos adicionais. "No momento, não temos detalhes sobre como ativar o suporte a extensões que não fazem parte do programa de extensões recomendadas no novo Firefox para Android", revela a publicação. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- A explicação para isso é que o aplicativo está sendo reescrito do zero e são priorizadas aquelas que são mais úteis ao usuário mobile. Entre as extensões que fazem parte do programa de recomendadas estão Privacy Badger, NoScript, Facebook Container, LastPass eHTTPS Everywhere, por exemplo. Cerca de 100 complementos fazem parte do programa de extensões do Firefox Preview (Reprodução: Android Police) As portas não estão fechadas Mesmo com o fator limitante, a Mozilla afirma que "gostaria de expandir nosso suporte a outros add-ons", porém não há nenhuma previsão no momento de quando isso seria possível. Nova versão do Firefox chegou! Veja as principais novidades Firefox: como ver os sites que rastreiam você A Mozilla anunciou também que não dará mais suporte ao Firefox Preview Nightly da Play Store, recomendando que os usuários migrem para o Firefox Preview continuem testando novos recursos antes da versão estável. Além disso, o conjunto de recursos atualmente disponíveis no Firefox Preview será migrado para o Firefox for Android Beta durante a semana de 17 de fevereiro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes Veja Mais

ELE VOLTOU! Veja a apresentação de Diego Tardelli, novo atacante do Atlético Mineiro

ELE VOLTOU! Veja a apresentação de Diego Tardelli, novo atacante do Atlético Mineiro

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #FOXSports Veja Mais

Dicas para usar o Wi-Fi em lugares públicos no Carnaval

Dicas para usar o Wi-Fi em lugares públicos no Carnaval

canaltech Com a chegada do carnaval, todo cuidado é pouco com os dispositivos móveis. A utilização de Wi-Fi em lugares públicos no Carnaval pode ser uma excelente opção para aqueles que não querem gastar seu pacote de dados, porém exige que os usuários tenham atenção redobrada quanto a segurança de seus dados e dispositivos. Existem algumas redes abertas que podem mapear os interesses de consumidores sem eles tomarem conhecimento e sem ter a opção de bloqueá-la. Por isso, separamos algumas dicas de segurança e precauções que você deve ter ao acessar um Wi-Fi público, confira abaixo: Carnaval de rua: aplicativos te ajudam a organizar roteiro de blocos 7 aplicativos para denunciar casos de assédio no Carnaval Verifique a necessidade de acesso ao Wi-Fi público Em diversas ocasiões, é interessante a possibilidade de poupar pacote de dados, utilizando uma rede Wi-Fi. Porém, é importante que os usuários analisem a necessidade de acessar um Wi-Fi para postar uma foto em uma rede social, por exemplo, ou se esta ação pode ser feita com o pacote de dados. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Verifique sempre a necessidade de utilizar uma rede pública ou esperar chegar em um local seguro / Imagem: Reprodução Muitos pacotes de dados possuem planos de rede social ilimitada, indicando que não será gasto dados de franquia ao utilizar aplicativos como WhatsApp ou Facebook. Sendo assim, para utilizar redes sociais contempladas com o pacote de dados, talvez não seja necessário utilizar uma rede pública para esta ação. Cuidado ao fazer check-in em redes públicas Muitas redes públicas costumam pedir que os usuários façam check-in em suas contas pessoais do Facebook, por exemplo. Ao executar este tipo de ação, as pessoas acabam revelando, não só dados pessoais das contas, mas também revelam a todos os seus contatos a sua localização diretamente em sua rede pessoal. É importante desconfiar de redes que pedem algum tipo de check-in ou que pedem algum tipo de dado para se conectar. Porém, também é importante que se tome cuidado com redes extremamente abertas. Em caso de dúvida da procedência da internet, opte pelo uso de dados de seu pacote. Não utilize nenhum aplicativo de banco em Wi-Fi público Não é somente a segurança das redes sociais que estão em jogo, mas também as informações que você fornece em seu smartphone. Caso você realize algum procedimento bancário utilizando uma rede aberta, o risco é muito alto, mesmo para aplicativos que são considerados seguros. Proteja bem sua senha e seus dados bancários / Imagem: Reprodução Para a execução de transações comerciais, é sempre indicado que sejam feitas em sua residência, ou, em caso de extrema necessidade, elas deverão ser feitas utilizando pacote de dados. Assim, redes de Wi-Fi não poderão ter acesso aos dados que foram fornecidos por você. Proteja sua senha e seus dados Proteger os dados e a senha dos dispositivos não é nada é crucial apenas em computadores, dispositivos móveis também precisam de segurança. Alguns smartphones já possuem antivírus instalados, mas, para ocasiões de grande taxa de acesso a redes públicas, é importante ter algum que proteja contra malwares e acessos indevidos. Em caso de furto ou perda, os dispositivos que estão equipados com estes recursos, podem ser bloqueados e até mesmo localizados. Por isso, é muito importante proteger suas senhas e dados, tenha sempre dispositivos de segurança instalados em seus dispositivos móveis. Verifique a segurança dos sites que você acessa Ter todo o cuidado com o dispositivo é importante, mas, mais do que isso, é importante ficar atento aos aplicativos e sites que são acessados. Tome cuidado ao baixar algum aplicativo que não seja diretamente da Play Store ou da App Store, pois eles podem ser maliciosos. Fique sempre atento a segurança dos sites e aplicativos que você baixa / Imagem: Reprodução Caso acesse algum site pelo Safari ou pelo Chrome no smartphone, verifique se a conexão é do tipo https, pois este tipo de conexão indica que o site é seguro. Sites não seguros podem conter vírus e malwares que podem cair diretamente em seu dispositivo. Para curtir este Carnaval com segurança, é importante proteger seus dados e seus dispositivos. Fazendo isto, você poderá curtir a folia sem se preocupar e, sempre que ficar desconfiado com alguma rede, utilize seu pacote de dados sem preocupação. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes Veja Mais

Cai para três o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil

Glogo - Ciência No país, exames apontaram que 45 pessoas que suspeitaram estar infectadas não estavam com o coronavírus, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Mulher usa máscara para se proteger contra o coronavírus em Xangai, em 10 de fevereiro de 2020 Aly Song/Reuters Há três pessoas no Brasil que ainda passam por exames por causa da suspeita de coronavírus, dois em São Paulo e um no Rio Grande do Sul, segundo informações deste domingo (16) do Ministério da Saúde. Até agora, houve 45 suspeitas de casos do vírus que foram descartadas depois das análises. Não há nenhum paciente com a doença no país. No sábado (15), foi descartado um caso suspeito de coronavírus em um paciente que mora em Ponta Grossa, no Paraná. O exame da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) concluiu que não se tratava de uma infecção. Cai para três o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil Até a quinta-feira (13), havia seis suspeitos, e todos eles haviam passado pela China, mas nenhum esteve na província de Wuhan, o epicentro da doença. Infecções no mundo O número de novas infecções pelo coronavírus Covid-19 na China deste domingo (16) é menor que o de sábado (15)–é o terceiro dia consecutivo de queda de novas identificações. As autoridades de saúde do país afirmam que os esforços intensificados para diminuir a disseminação da doença começam a apresentar resultados. A Comissão Nacional de Saúde da China relatou neste domingo 2.009 novas infecções, o que significa uma redução em relação às 2.642 registradas no dia anterior. O número de novos casos em outras regiões do país manteve a tendência de queda observada nos últimos doze dias. O maior número de ocorrências fora da China continua sendo no navio Diamond Princess, ancorado no Japão, com 70 novos casos registrados - já são 355 pacientes na embarcação. Initial plugin text Veja Mais

Ministério da Justiça notifica Heineken para ajustar divulgação de recall de garrafas de cerveja

G1 Economia Recall, anunciado na sexta (14), se deve a alteração que pode levar a desprendimento de lasca de vidro do bocal das garrafas na hora da abertura. Prazo para ajustes é de 2 dias úteis. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça, notificou o grupo Heineken no Brasil para que faça ajustes na comunicação do recall voluntário de lotes de garrafas long neck de cerveja. O recall foi anunciado pela empresa na sexta (14). Em comunicado, o grupo informou que: foi identificada uma "pequena alteração" nas garrafas de 330 ml desses lotes; que essa alteração pode fazer com que "uma pequena lasca de vidro se desprenda do bocal no momento da abertura"; que "há risco de lesões ou ingestão acidental" dessa lasca de vidro. "A alteração está totalmente restrita à garrafa, sem nenhum impacto no líquido", segundo o texto. De acordo com a Heineken, o problema foi encontrado em "menos de 0,3%" das garrafas nos lotes afetados, que podem ser identificados pelas letras "CH", em alto relevo, na parte inferior das long necks. A quem comprou cervejas desses lotes, a empresa orienta abrir a garrafa com cuidado, seguindo as instruções na embalagem. Caso algum problema seja identificado, o consumidor deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor. Notificação A Senacon notificou a Heineken na sexta, mas divulgou nota sobre o assunto apenas neste domingo (16). No documento, a secretaria informa que a campanha sobre o recall apresenta "desconformidade" em relação ao que foi tratado com a empresa. Segundo a Senacon, entre as irregularidades está a falta de clareza sobre o acesso dos consumidores à campanha e ausência de informações sobre substituição do produto. "Esperava-se que a informação sobre a opção "dois por um" de substituição do produto fosse clara ao consumidor, como um indutor comportamental. Entretanto, não houve qualquer divulgação nesse sentido. Assim, determina-se que o fornecedor demonstre, de forma clara e precisa, quais indutores serão utilizados (incluindo eventuais recompensas), assim como a forma pela qual o consumidor tomará conhecimento dos mesmos", diz a nota da Senacon. Ainda de acordo com o órgão, a empresa não obedeceu ao pedido para que a mensagem "recall voluntário da Heineken" constasse no título do vídeo de divulgação da campanha. A Senacon fixou prazo de 2 dias úteis para que a Heineken faça os ajustes e pode aplicar multa de até R$ 9 milhões se eles não forem realizados. Veja Mais

Carrefour anuncia compra de 30 lojas do grupo Makro no Brasil

Carrefour anuncia compra de 30 lojas do grupo Makro no Brasil

R7 - Economia Carrefour vai usar marca Atacadão em novas lojas Adriana Spaca/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo O Carrefour SA anunciou neste domingo (16) a compra no Brasil de 30 lojas e 14 postos de combustíveis operados pelo Makro por um total máximo de 1,953 bilhão de reais, de acordo com fato relevante. Entre as 30 lojas, 22 são próprias e oito, alugadas. O Grupo Carrefour Brasil informou ainda que pretende converter a bandeira das novas lojas para Atacadão no período de 12 meses após o fechamento da transação, e que espera que as vendas aumentem em mais de 60% e que a estrutura de custos seja otimizada. De acordo com o fato relevante, as 30 lojas, que somam 165.000 m² de área de venda, apresentaram em 2019 vendas brutas de aproximadamente R$ 2,8 bilhões  e possuem grande complementaridade geográfica com as lojas já existentes do Atacadão. "A transação permitirá ao Atacadão expandir sua presença em particular no densamente povoado Estado do Rio de Janeiro (7 lojas) e na região Nordeste (8 lojas). As novas lojas somam-se às 187 lojas já existentes do Atacadão que continuará com seu forte crescimento orgânico", disse o Grupo Carrefour Brasil. Segundo o fato relevante, a conclusão da transação está condicionada ao cumprimento de determinadas condições, incluindo, especialmente, o acordo dos proprietários das lojas alugadas e a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Veja Mais

Mi 9 vs Mi 9T pro: qual rei do custo benefício você escolhe? | Comparativo

tudo celular O Mi 10 foi anunciado mas você quer aproveitar a baixa dos topos de linha do ano passado? O Mi 9 é uma boa opção, mas e o Mi 9T Pro? Sendo tão parecidos, qual deles é o melhor? Confira o nosso... Veja Mais

iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades

iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades

canaltech O iPhone 12 é esperado para o final deste ano e muitos rumores o acercam, como biometria e câmeras frontais abaixo da tela. Outra funcionalidade muito esperada pelos fãs é a conectividade 5G, já presente na linha Galaxy S20, apresentada recentemente pela Samsung. 5 motivos para COMPRAR o iPhone 11 5 motivos para NÃO comprar o iPhone 11 De acordo com um relatório da Fast Company, a Apple estaria não só disposta a equipar seu smartphone com a tecnologia, como também projetar a sua própria antena 5G, eliminando assim a opção de usar a solução da Qualcomm, o módulo de antena QTM 525 mmWave. iPhone 12 também pode ter 4 câmeras traseiras (Imagem: Reprodução/PhoneArena) Ao que tudo indica, a companhia da maçã trabalha com as duas possibilidades, porém esbarra em dificuldades. A antena própria é mais difícil de projetar por conta do uso de frequências mais altas e processos mais rígidos na fabricação, o que pode adiar os planos de lançamento até o final do ano. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Dois pesos, duas medidas Outra opção seria uma antena "phased array", que utiliza duas partes para formar um feixe de sinal e pode ser direcionado eletronicamente em diferentes direções. Contudo, essa saída necessita que o chip do modem e o módulo da antena trabalhem em conjunto para funcionar corretamente, e ter dois componentes importantes desenvolvidos por empresas diferentes é arriscado. Qualcomm: conheça algums modelos de processadores Snapdragon Caso opte em fechar parceria com a Qualcomm, além de pagar royalties à fabricante de chipsets, também poderia resultar em um iPhone mais espesso e pesado do que a Apple gostaria. Vale ressaltar que a Apple já desenvolveu suas próprias antenas no passado com o iPhone 4, porém não obteve o sucesso esperado, uma vez que o sinal fazia com que chamadas caíssem quando o usuário segurava o aparelho de uma determinada forma. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa Veja Mais

62% dos brasileiros caem em fake news sem perceber, diz pesquisa

62% dos brasileiros caem em fake news sem perceber, diz pesquisa

Tecmundo No continente, as fake news estão em alta, mas 70% dos latino-americanos não sabem (ou não conseguem) identificar se uma notícia na internet é falsa ou verdadeira. Os campeões em engolir gato por lebre são os peruanos (79%), seguidos pelos colombianos (73%), chilenos (70%), argentinos/ mexicanos (66%) e brasileiros (62%).Esses e outros dados estão no estudo Iceberg Digital da companhia de cibersegurança Kaspersky, em parceria com a empresa de pesquisa latino-americana CORPA. A pesquisa entrevistou online 2.291 internautas de 18 a 50 anos de idade, entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, da Argentina, Colômbia, do Brasil, Chile, México e Peru.Leia mais... Veja Mais

Limites do Simples Nacional: O que acontece quando atinge o sublimite?

R7 - Economia Um projeto, aprovado no final de 2016 no Congresso Nacional, ampliou o limite de receita para adesão ao regime tributário alterou o enquadramento de vários setores e disciplinou o pagamento de dívidas por empresas participantes. Essas alterações entraram em vigor em 2018, mas por que nós estamos falando disso agora? Porque o Simples Nacional deste [...] O post Limites do Simples Nacional: O que acontece quando atinge o sublimite? apareceu primeiro em Jornal Contábil - Portal de Notícias Nacionais. Veja Mais

MEI: O que todo microempreendedor precisa ou não pagar em 2020

R7 - Economia Ninguém gosta de gastar dinheiro à toa, mas muitas pessoas acabam fazendo isso por desatenção ou falta de conhecimento. E o mesmo acontece com o MEI: diversos microempreendedores pagam por serviços que são gratuitos e perdem um dinheiro que poderia ser usado para alavancar o pequeno negócio. O que o MEI precisa pagar DAS O [...] O post MEI: O que todo microempreendedor precisa ou não pagar em 2020 apareceu primeiro em Jornal Contábil - Portal de Notícias Nacionais. Veja Mais

NASA celebra 30 anos de foto icônica da Terra com versão remasterizada

NASA celebra 30 anos de foto icônica da Terra com versão remasterizada

Tecmundo A imagem acima é uma das mais icônicas já capturadas do nosso planeta. Batizada de “Pálido Ponto Azul”, ela foi registrada pela sonda espacial Voyager 1 da NASA no dia 14 de fevereiro de 1990, um pouco antes de os cientistas envolvidos na missão desligarem as câmeras do dispositivo com o objetivo de economizar energia. A ideia era a de capturar o primeiro “retrato de família” do Sistema Solar. No entanto, entre as 60 fotos produzidas naquele então, lá estava o nosso planetinha – que nada mais é que um pixel azul clarinho na imensidão do cosmos.A decisão de desligar as câmeras da Voyager 1 – e também da Voyager 2 – ocorreu porque, segundo os líderes dessas missões espaciais, em sua viagem pelo espaço, as sondas não passariam nas imediações de nenhum objeto celeste de interesse para capturar imagens, portanto, era mais importante economizar energia. Mas, antes de proceder com o desligamento, a equipe direcionou um dos dispositivos para o Sol e capturou uma série de registros.Leia mais... Veja Mais

Navio com dois suspeitos de coronavírus atraca em Santos nesta segunda

O Tempo - Mundo Anvisa descarta qualquer motivo de preocupação para a população e afirma que não há "nenhum tripulante doente" Veja Mais

Defesa: brasileiros em quarentena em Anápolis seguem sem sintomas de coronavírus

O Tempo - Mundo Os repatriados estão isolados desde o domingo passado, 9 Veja Mais

96% DE DESCONTO! Milhares de livros na palma da mão por apenas R$ 1,99

96% DE DESCONTO! Milhares de livros na palma da mão por apenas R$ 1,99

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Quem já caiu nas graças dos eBooks sabe bem o quanto esses leitores acabam se tornando seu melhor amigo no dia a dia. Afinal, carregar livros físicos por aí hoje em dia acaba não sendo lá uma vantagem, ainda mais se o livro que você estiver devorando no momento for uma "Bíblia" de tão pesado. Então, ao ler a mesma obra virtualmente, você consegue transportá-la por aí e curtir a leitura onde estiver, quando desejar, nem que seja só para ler uma paginazinha naqueles minutinhos entre uma estação e outra do transporte público. E um dos eReaders mais populares é o Kindle, da Amazon, que já existe em várias versões para agradar a diferentes perfis de leitores. Além de tudo, o Kindle oferece o serviço Kindle Unlimited, que te dá acesso a mais de 1 milhão de títulos por uma assinatura mensal baratinha, sendo este uma verdadeira "Netflix dos livros"! Melhor ainda: o serviço pode ser assinado mesmo por quem não tem um dispositivo Kindle, pois o app Kindle é gratuito para baixar e usar à vontade. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- E agora a melhor notícia do dia: está rolando uma superpromoção com a Amazon.com.br para você assinar o Kindle Unlimited agora mesmo! Sobre o Kindle Unlimited O Kindle Unlimited oferece toda a experiência Kindle de maneira ainda mais simples, com um catálogo completo e constantemente atualizado, incluindo mais de 1 milhão de eBooks em português, inglês, espanhol, e outras línguas. E a gente garante: vale a pena experimentar, pois você pode ler onde quiser em qualquer dispositivo Kindle, ou, se preferir, pode instalar o app Kindle no seu PC, tablet ou smartphone sem pagar absolutamente nada por isso. “Ah mas para ler vou ter que gastar meu plano de dados?” Fique tranquilo, meu caro! O Kindle Unlimited não consome a sua conexão móvel para a leitura dos livros se você não quiser, pois, com a mesma conta, você consegue acessar os seus títulos baixados de qualquer dispositivo em que logar, sem que seja necessário fazer o download do eBook todas as vezes em que abri-lo em um aparelho diferente. Traduzindo: é possível usar o Wi-Fi no computador para baixar um título e, então devorá-lo no caminho de volta para casa pelo celular ou tablet, após o trabalho ou a faculdade. A taxa mensal dá acesso aos títulos que você pega “emprestado” e lê no tempo determinado, quantas vezes e de que forma quiser. Pra quem lê bastante e gasta em média de R$ 30,00 a R$ 40,00 em um único livro, com certeza o serviço é uma opção com custo-benefício garantido. 30 dias grátis ou 3 meses muito mais barato Agora vamos à oportunidade de ouro: você pode assinar o Kindle Unlimited agora mesmo sem pagar absolutamente nada, pois o serviço dá 30 dias de uso gratuito para novos usuários. Você precisa inserir os dados do cartão de crédito no ato da assinatura, mas pode cancelar a qualquer momento antes do último dia do período grátis para não ser cobrado, se não quiser continuar assinando (o que a gente duvida que vá acontecer, mas tudo bem!). Mas se já tiver certeza de que se tornará um fã assíduo do Unlimited, dispensando o período de teste grátis você paga somente R$ 1,99 pelos três primeiros meses de assinatura! Passando esse período, o valor da assinatura mensal volta a ser os R$ 19,90 cobrados de todo mundo, o que ainda é um preço bastante atraente para quem lê muitos livros em seu dia a dia! Quer frete grátis para qualquer lugar do Brasil e sem valor mínimo de compra? Parece bom demais para ser verdade, mas pode acreditar, pois isso é possível: estamos falando do Amazon Prime, serviço por assinatura que, além de permitir comprar qualquer produto identificado com o selo "Prime" sem pagar nada pelo frete — e sem valor mínimo de compra —, ainda oferece uma série de outras vantagens em um verdadeiro "combo" de serviços! Assinantes Prime recebem suas compras mais rapidamente e também ficam sabendo de ofertas relâmpago antes de todo mundo, antes que elas sejam disponibilizadas no site. E as vantagens continuam: o Amazon Prime também dá acesso a serviços de entretenimento como o Prime Video (concorrente da Netflix, com conteúdos originais e exclusivos), o Prime Music (concorrente do Spotify), Prime Reading (com muitos livros e revistas digitais) e Twitch Prime (versão premium da plataforma de streaming de games). Ou seja: por um valor fixo mensal, você tem acesso a tudo isso e ainda tem vantagens na loja virtual! Mas agora vem uma notícia melhor ainda: os primeiros 30 dias de assinatura são gratuitos, e você pode cancelar a qualquer momento sem nenhum tipo de multa. A assinatura mensal custa R$ 9,90 após o período grátis, e se você já se apaixonar pelo serviço durante os primeiros dias de teste, pode escolher a assinatura anual de R$ 89,90 — fazendo isso, você economiza 25% em comparação com o pagamento mensal! Clique aqui e seja você também assinante do Amazon Prime! *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no Telegram para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades Novo Firefox para Android terá suporte limitado a extensões Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Veja Mais

Veja como fazer a geleia de bacon

G1 Economia Receita diferenciada foi apresentada no Rondônia Rural deste domingo (16). Culinária: Geleia de bacon A geleia é uma boa companhia para uma torrada, queijo, cheesecake ou massas em geral. Mas a receita do Rondônia Rural deste domingo (16) é uma geleia para acompanhar carnes e tem o bacon como ingrediente principal. O prato é da confeiteira Izadora Bueno, de Porto Velho. Ingredientes: 300g bacon picado em cubos 50g alho amassado 20ml óleo de azeite 300g cebola 15g páprica picante 20g açúcar mascavo 80ml mel 80ml aceto balsâmico Modo de fazer: Separe a panela e os ingredientes. Tire a pele do bacon e corte em cubos uniformes. Corte também o alho e a cebola. Em uma panela, coloque o bacon e deixe fritar. Depois acrescente o alho, um pouco do azeite e refogue. Quando o alho estiver dourado, coloque a cebola, o restante do óleo e refogue até ficar dourado e murcho. Em seguida, acrescente os temperos: páprica e açúcar. mexa e depois coloque o mel e o aceto balsâmico. deixe ferver e desligue o fogo. Sirva ainda quente ou morno. Conserve na geladeira e, quando for consumir, pré-aqueça (se for no micro-ondas, coloque cerca de 40 segundos, mexa e mais 40 segundos). Geleia de bacon é a receita do Rondônia Rural Rede Amazônica/Reprodução Veja Mais

Alívio: NASA restaura comunicação com a Voyager 2

Alívio: NASA restaura comunicação com a Voyager 2

Tecmundo A cada 34 horas, a respiração dos técnicos e cientistas da NASA era suspensa até surgir, em uma das telas da sala de controle, a resposta a um comando enviado à Voyager 2. Depois de dias de tensão, a manobra mal-sucedida realizada pela longeva sonda foi revertida e a nave, agora a 18,5 bilhões de quilômetros de distância, voltou a se comunicar com a Terra.Good vibes! Voyager 2 continues to be stable, and communications between Earth and the spacecraft are fine.My twin is back to taking science data, and the team at @NASAJPL is evaluating the health of the instruments following their brief shutoff. https://t.co/LmsWQ7wPat pic.twitter.com/xyhM1G8sTDLeia mais... Veja Mais

Banco Central monta centro para acelerar a criação de fintechs

R7 - Economia Um dos mais fechados e sisudos órgãos do governo, o Banco Central tem aberto suas portas para startups de inovação em serviços para o sistema financeiro. O fiscal da economia virou ambiente favorável para acelerar protótipos de tecnologia avançada. Com apoio do BC, as fintechs, como são chamadas essas startups financeiras, desenvolvem projetos lado a lado com técnicos que elaboram as normas regulatórias do mercado brasileiro. Criado há dois anos, o ainda pouco conhecido Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) lança, em março, a terceira chamada de inscrição para novos projetos. A experiência tem dado resultado. Protótipos "acelerados" no LIFT já começaram a receber aportes de investidores interessados nas fintechs (mais informações nesta página). O projeto foi inspirado na experiência do Banco da Inglaterra e da autoridade monetária de Cingapura. A iniciativa ganha fôlego redobrado na esteira do avanço tecnológico das últimas décadas, que tem mudado o jeito como os serviços financeiros são oferecidos e mexido com os grandes bancos. Nesse novo ambiente digital, os processos são mais simples e têm custo mais barato para o consumidor. "Durante muito tempo, o BC foi acusado de ser uma caixa-preta e de estar fechado em si. O LIFT rompe esse paradigma e coloca o banco numa postura de abertura e diálogo", diz a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros. Ela explica que o LIFT não é um propriamente uma incubadora (que atua na fase de criação de um protótipo), mas uma aceleradora de desenvolvimento do projeto. Essa é uma segunda fase do processo de inovação, quando o projeto ganha corpo e entra na etapa de teste, com clientes de verdade. Para o BC, o LIFT é uma oportunidade de diminuir a curva de aprendizado. Segundo Carolina, esse aprendizado precisa ser rápido para que o órgão regulador acompanhe e valide as regras necessárias para dar segurança aos clientes desses novos serviços. A diretora conta que o banco percebeu que tinha de estar no nascedouro dessas tecnologias para lidar com o sistema financeiro do futuro, que é digital. "Olhamos o projeto e vemos coisas que não necessariamente eles estejam vendo. Temos o olhar regulatório", diz. Parcerias. Um projeto aceito no LIFT recebe cooperação de diferentes áreas do banco e de empresas como IBM, Oracle, Amazon e Microsoft. Essas parceiras oferecem o ambiente virtual onde o protótipo é desenvolvido. No primeiro ano do LIFT, dos 18 projetos selecionados, 12 chegaram ao final. No segundo, 20 foram escolhidos e 17 terminaram o protótipo. O BC não recebe no LIFT qualquer ideia. Ela tem que estar alinhada à agenda "BC#", cronograma do banco para implementação de novas tecnologias. Muitas começam a sair em 2020, depois que o presidente do BC, Roberto Campos Neto, decidiu acelerar essa agenda. Todo o desenvolvimento é feito no ambiente das empresas de tecnologia. Na incubação, as empresas têm reuniões com técnicos do BC, metas e avançam até a entrega do produto. Aristides Cavalcante, chefe adjunto do Departamento de TI do BC, diz que o ambiente virtual recebe projetos de várias regiões do País e também do exterior. Na primeira edição, duas empresas eram da Califórnia. Ter o selo do LIFT ajuda para que os projetos recebam aportes no futuro. "Não é só uma ideia incubada. É um protótipo com início, meio e fim." Incubação O "selo" do Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) do Banco Central já abriu caminho para investimentos nas startups que ficaram incubadas. Recém-adquirida pela Valid - multinacional brasileira que presta serviços digitais e fabrica cartões bancários -, a fintech BluPay passou pelo LIFT. Foi justamente a experiência na aceleradora que atraiu o interesse da Valid. A empresa, listada na B3 e com presença em 16 países, comprou 51% da BluPay para crescer na oferta de transações digitais. A ideia é oferecer uma plataforma de pagamento instantâneo, inovação que está em fase de regulação pelo BC e que faz parte da agenda de medidas para aumentar a competição no fechado clube do sistema bancário em que grandes bancos dominam o mercado. Fundador da BluPay, Rubens Rocha diz que o LIFT proporcionou bastante troca e funcionou como porta de acesso para a fintech. "Para quem está tentando pensar em novas alternativas para o setor financeiro, se aproximar quem de fato tem o controle da execução da regulamentação do nosso sistema financeiro funciona com uma ponte muito importante", conta Rocha. Com uso da blockchain, tecnologia que faz o registro de uma transação de moeda virtual, o produto desenvolvido pela BluPay já nasce em conformidade com a regulamentação de pagamento instantâneo do BC. Unindo conceitos do open banking (troca de informações dos dados dos clientes entre as instituições), a plataforma pretende integrar as diversas pontas - pessoas, governo e empresas - para fazer a movimentações de recursos de forma instantânea. O pagamento poderá ser feito em até 20 segundos usando uma infraestrutura que o BC colocará à disposição a partir de fevereiro. Rocha explica que a plataforma faz esse serviço com mais velocidade e trazendo uma garantia e um sistema 100% auditado e com rastreabilidade. O BC criou um calendário de homologação dessa plataforma com entrada de produção em novembro deste ano. "O nosso interesse é caminharmos de maneira bastante agressiva para migração e complementaridade de serviços de transações", conta Maurício Menezes, diretor da Valid. A Nobli, fintech de crédito pessoal, é outra startup que recebeu aporte de recursos depois de testar seu produto na aceleradora do BC. O investimento veio da Redpoint eventures, gestora que investe em startups em fase inicial por meio de rodadas sucessivas de captação, muitas vezes com investidores diferentes. "A empresa cresce num mês o que uma empresa tradicional leva um ano", diz Anderson Thees, fundador da Redpoint. Para ele, o LIFT mostra que o órgão regulador do sistema financeiro brasileiro está aberto à inovação. "É muito bacana e são poucos países que tem um BC atento com o potencial da fintechs", ressalta. Um dos grandes riscos para o investidor de empresas inovadoras é justamente o regulatório. "A mensagem do agente regulador é que a inovação tem vida." Campos Neto quer parcerias com universidades Em 2020, o Banco Central quer que o LIFT Learning estimule a parceria com universidades, centros de pesquisa e escolas de tecnologia da informação. A ideia é fomentar o espírito empreendedor de jovens estudantes da área de serviços financeiros. À frente do BC, Roberto Campos Neto acelerou o cronograma de medidas visando à queda do custo do crédito no País. Em 2020, a instituição quer tirar do papel o novo pagamento instantâneo, apelidado de "zap de pagamentos", que vai permitir transferência online para quitação de contas, sem uso de dinheiro, cartão ou conta em banco. Com vários cursos na Singularity University, referência em tecnologia, Campos Neto ajudou a montar a plataforma digital do Santander, onde trabalhava antes de assumir o BC. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Veja Mais

Ministério da Justiça notifica Heineken para ajustar campanha de recall

R7 - Economia O Ministério da Justiça e Segurança Pública notificou o grupo Heineken para que ajuste a campanha de comunicação lançada pela cervejaria na última sexta-feira, dia 14, para o recall voluntário de garrafas long neck. Para a Coordenação de Consumo Seguro e Saúde da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), a campanha da Heineken descumpriu os compromissos firmados com o departamento ligado ao ministério. A empresa tem dois dias úteis para efetuar as mudanças solicitadas pela Secretaria sob a pena de pagamento de multa. Segundo o órgão, havia sido solicitado à Heineken que o título do vídeo da campanha contivesse expressamente o título "Qualidade: recall voluntário Heineken". Apesar da solicitação, a mensagem só aparece depois de 25 segundos do início do vídeo, o que, no entendimento do departamento, não pode ser caracterizado como título. "A ausência do cumprimento de tal compromisso afasta o caráter inequívoco de a mensagem se tratar de uma campanha de recall", informou a Senacon, na notificação. Além disso, a Secretaria também argumenta que a Heineken não deixou claro "de forma inequívoca" onde a campanha estaria disponível para os consumidores na internet e também deixou de divulgar a estratégia, denominada "dois por um", como um estímulo para a troca da garrafa com problemas. "Esperava-se que a informação sobre a opção "dois por um" de substituição do produto fosse clara ao consumidor, como um indutor comportamental. Entretanto, não houve qualquer divulgação nesse sentido. Assim, determina-se que o fornecedor demonstre, de forma clara e precisa, quais indutores serão utilizados (incluindo eventuais recompensas), assim como a forma pela qual o consumidor tomará conhecimento dos mesmos", argumentou a Senacon. Campanha de recall Na última sexta-feira, dia 14, a Heineken lançou uma campanha de recall voluntário de lotes específicos de Heineken long neck 330ml. Segundo a empresa, a medida foi tomada em caráter preventiva após a identificação de que algumas garrafas apresentavam o risco de desprendimento de lascas de vidro do bocal no momento de sua abertura. A falha foi encontrada em menos de 0,3% das long necks dos lotes com as letras CH - o código encontra-se localizado na parte inferior da garrafa em alto-relevo. Na campanha, a cervejeira pede aos consumidores cuidado com o produto na hipótese de pertencerem a esse lote. Em caso de alteração no bocal após a retirada da tampinha, a recomendação é de não consumir o produto para evitar machucados. No comunicado disponível em seu site, a Heineken orienta os consumidores, caso desejem realizar a substituição ou reembolso, a entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor a partir de 13 de fevereiro de 2020, pelo telefone 0800 885 2462 ou pelo e-mail faleconosco@heineken.com.br . Veja Mais

Simaria posta foto de maiô e ganha elogio de Ivete Sangalo

Simaria posta foto de maiô e ganha elogio de Ivete Sangalo

R7 - Música Simaria, da dupla com Simone, postou selfie de maiô Reprodução/Instagram Simaria surpreendeu os seguidores ao compartilhar uma foto em que aparece usando maiô vermelho e óculos de sol em seu quarto. "Dia de sol em São Paulo, quem aí já está na sofrência?", perguntou a artista no Instagram. Adepta de produções caprichadas e cheias de estilo, Simaria recebeu uma chuva de elogios na web, inclusive de famosos, como Ivete Sangalo. "Eita, que moranguinho", brincou a baiana. "Maravilhosa", falou Andressa Suita, mulher do sertanejo Gusttavo Lima. "Gatona", disse Mara Maravilha. Na última semana, Simaria e a irmã, Simone, lançaram o single "Amoreco", faixa divulgada do novo repertório do DVD "Bar das Coleguinhas 2", que foi gravado em São Paulo. (Por Patrícia Dias) Ver essa foto no Instagram Dia de sol em Sāo Paulo..  Quem aí já tá na sofrência do sabadāo ao som de #Amoreco ? Somos 1M de streams no Spotify , 4M de views no Youtube gente! ❤ #AssistaAmoreco Uma publicação compartilhada por Simaria Mendes (@simaria) em 15 de Fev, 2020 às 1:09 PST Veja Mais

5 erros que as empresas cometem ao contratar

R7 - Economia Especialista explica os principais pontos para se atentar no momento da contratação. Veja Mais

Diretor de 'Parasita' é recebido como herói na Coreia do Sul

G1 Pop & Arte Bong Joon-ho recebeu aplausos em aeroporto e agradeceu: 'Gostaria de enviar aplausos de volta a vocês por lidarem tão bem com o coronavírus' O diretor sul-coreano Bong Joon-ho (centro) chega ao Aeroporto Internacional de Incheon, na Coréia do Sul Ed Jones/AFP O diretor de "Parasita", Bong Joon-ho, foi recebido com aplausos ao voltar para a Coreia do Sul neste domingo (16), após conquistar quatro estatuetas do Oscar. Cerca de 300 repórteres e fãs aguardavam Bong no Aeroporto Internacional de Incheon. "Obrigado pelos aplausos, gostaria de enviar aplausos de volta a vocês por lidarem tão bem com o coronavírus", disse Bong. "Vou me juntar aos esforços para superar o corona lavando minhas mãos cuidadosamente. Feliz de estar em casa." Elenco e equipe de 'Parasita' no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 Mario Anzuoni/Reuters Vitória histórica "Parasita" se tornou o primeiro filme em língua estrangeira a conquistar o Oscar de melhor filme nos 92 anos de história do prêmio. A dramédia sul-coreana sobre diferença de classes também recebeu outras três estatuetas: roteiro original, diretor e filme internacional. Trailer de 'Parasita' Veja Mais

Grupo que está em quarentena participa de culto inter-religioso na Base Aérea de Anápolis: 'Sensação de paz'

Glogo - Ciência Repatriados que vieram de Wuhan, na China, registraram alguns momentos da cerimônia. Eles e equipe que os buscou do epicentro de contágio do coronavírus estão no sexto dia de isolamento. Brasileiros em quarentena na Base Aérea assistiram cerimônias religiosas neste domingo, em Anápolis Reprodução/Instagram Na manhã deste domingo (16), repatriados e a equipe que os buscou em Wuhan, na China, participaram de um culto inter-religioso na Base Aérea de Anápolis, onde estão em quarentena. Segundo o grupo que está em isolamento até o dia 27 de fevereiro, havia representantes das religiões católica, espírita e evangélica, sendo também mencionado o budismo. O piloto de avião Mauro Hart, de 59 anos, disse que foi um momento emocionante. "Uma sensação de paz interior", descreveu. Foram realizadas leituras, cantos e falas das religiões representadas e todos receberam uma benção especial dos líderes que ministraram as cerimônias, em uma tenda metálica montada dentro da unidade militar. Integrantes do grupo em quarentena publicaram o informativo com o boletim da programação, em Anápolis Reprodução/Instagram O secretário executivo e estudante de mestrado Alefy Medeiros Rodrigues, de 26 anos, disse que todos se sentiram muito bem durante e após os eventos religiosos. "Acho que não teve quem não gostou. Foi emocionante", disse. A programação havia sido anunciada pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra, na semana passada. Quando falou sobre a cerimônia, ele disse que o acolhimento religioso e espiritual era uma dos objetivos da organização da quarentena. "Bom astral, alegria, sensação de acolhimento que eles estão tendo. É o foco da nossa ação", disse à época. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Ciclo do novo coronavírus - transmissão e sintomas Arte/G1 Initial plugin text Veja Mais

Na China, número de casos de coronavírus diminui pelo terceiro dia seguido

Glogo - Ciência Autoridades chinesas exaltam medidas, como o isolamento de mais de 50 milhões na província de Hubei, mas número de mortes permanece alto, superando 1,6 mil. Coronavírus na China: Profissional da saúde analisa uma imagem de tomografia computadorizada em Wuhan; novo método está senso usado para detectar pacientes com suspeita de Covid-19, em detrimento aos exames laboratoriais, que demoram mais a ficarem prontos. China Daily via Reuters As infecções pelo coronavírus Covid-19 na China diminuíram neste domingo (16/02) pelo terceiro dia consecutivo, enquanto as autoridades de saúde do país afirmam que os esforços intensificados para diminuir a disseminação da doença começam a apresentar resultados. O maior número de ocorrências fora do país continua sendo no navio Diamond Princess, ancorado no Japão, com 70 novos casos registrados - já são 355 pacientes na embarcação. A Comissão Nacional de Saúde da China relatou neste domingo 2.009 novas infecções, o que significa uma redução em relação às 2.642 registradas no dia anterior. O número de novos casos em outras regiões do país manteve a tendência de queda observada nos últimos doze dias. O número de óbitos caiu de 143 na véspera para 142, sendo que apenas quatro das novas mortes ocorreram na província de Hubei, epicentro do surto do novo coronavírus na China. O total de mortes desde o inicio do surto aumentou para 1.665 – a maioria em Hubei – com total de 68,5 mil pessoas infectadas. Raio X do novo coronavírus - VALE ESTE Amanda Paes e Cido Gonçalves/Arte G1 Cerco a Wuhan continua Wuhan, a capital de Hubei, permanece isolada desde o dia 23 de janeiro. Cerca de 56 milhões de pessoas estão sob quarentena em toda a província. Escolas, escritórios e fábricas continuam fechadas e as viagens a partir da região ainda estão sob fortes restrições. Entretanto, as autoridades de saúde afirmam que as medidas adotadas para isolar a disseminação estão dando resultados. "Os efeitos do controle sobre o coronavírus estão aparecendo", disse o comissário de saúde Mi Feng. Ele avalia que o aumento das medidas preventivas e do apoio médico em Hubei evitaram o surgimento de casos mais críticos. A proporção desses casos entre as infecções confirmadas caiu para 21,6% neste sábado, em comparação com os 32,4% registrados no dia 27 de janeiro, destacou Mi. Segundo o comissário, os casos menos graves estão sendo tratados com maior rapidez, evitando que se tornem críticos. Mesmo assim, as restrições em Hubei foram reforçadas com a proibição da circulação de veículos, com a exceção dos transportes dos serviços essenciais, e as empresas devem permanecer fechadas até segunda ordem. Mortes por novo coronavírus sobe para 1665 na China Primeira morte fora da Ásia Fora da China, foram registrados em torno de 500 casos em mais de 20 países e territórios, com de mortes de pessoas infectadas no Japão, França, Filipinas nos territórios chineses de Hong Kong e Taiwan. Neste sábado (15), o governo da França confirmou a primeira morte causada pelo Covid-19 na Europa. A vítima é um turista chinês de 80 anos, que morreu em decorrência de uma infecção pulmonar num hospital de Paris, afirmou a ministra da Saúde, Agnès Buzyn. A vítima é um homem natural da província de Hubei, o foco do surto. Ele chegara à França em 16 de janeiro e fora hospitalizado e colocado em isolamento no dia 25. Porém, seu estado de saúde piorou rapidamente. A filha dele também está internada em Paris, mas deverá ter alta em breve. O anúncio da França, que registrou 11 casos do novo coronavírus no país, confirma a primeira morte fora da Ásia. Crescem os casos em cruzeiros O maior número de infecções fora da China ocorreu no navio Diamond Princess, mantido sob isolamento no porto de Yokohama, no Japão, com 3,7 mil pessoas a bordo. Neste domingo, 70 novos casos da doença foram registrados, aumentando o total para 355. A embaixada dos Estados Unidos em Tóquio informou neste domingo que prepara a evacuação de cerca de 400 cidadãos americanos a bordo, que deverão ser transportados de volta ao país. Passageiro do cruzeiro japonês Diamond Princess, que passa por quarentena por causa do coronavírus Kim Kyung-Hoon/Reuters Todos os passageiros serão submetidos a exames antes de embarcarem nos voos fretados e permanecerão sob quarentena durante 14 dias – o tempo calculado de incubação do coronavírus – após retornarem aos EUA. "Nenhum passageiro com sintomas ou infectado poderá embarcar", informou a embaixada. Hong Kong, Canadá e Coreia do sul também planejam remover seus cidadãos do porto de Yokohama. Uma passageira que desembarcou do navio de cruzeiro MS Westerdam, mantido em um porto do Camboja após suspeitas de um surto da doença a bordo, foi diagnosticada com o coronavírus neste domingo na Malásia. A americana de 83 anos chegou a Kuala Lumpur na última sexta-feira com um grupo de passageiros vindos do porto cambojano de Sihanoukville. Passageiros do MS Westerdam acenam quando o navio atracou no porto de Sihanoukville, no Camboja, na sexta-feira (14) Soe Zeya Tun/ Reuters Apenas um caso de infecção foi detectado entre os 145 passageiros. Entretanto, aumentam as preocupações quanto aos demais 2,2 mil passageiros e tripulantes que desembarcaram no porto cambojano. Todas essas pessoas passaram por testes antes de deixar a embarcação. O governo do Camboja contestou o diagnóstico das autoridades malaias, mas o Ministério da Saúde de Kuala Lumpur afirma que a americana foi submetida a dois testes e ambos teriam apresentado resultados positivos. As autoridades da Malásia informaram que não vão permitir a chegada de outros passageiros do MS Westerdam. Outros navios que tiverem passado pela China serão proibidos de atracar no país. Antes de receber permissão para aportar no Camboja, o navio de bandeira holandesa havia sido barrado no Japão, Guam, Filipinas, Taiwan e Tailândia. A embarcação leva cidadãos de mais de 30 nacionalidades, incluindo cinco brasileiros. Initial plugin text Veja Mais

Nina Wirtti abre alas como compositora ao cair com verve no samba 'Loka'

G1 Pop & Arte Cantora saúda a liberdade feminina no primeiro single autoral, atualizando com frescor temas de outros Carnavais. Capa do single 'Loka', de Nina Wirtti Hugo Germano Resenha de single Título: Loka Artista: Nina Wirtti Compositores: Nina Wirtti e Iara Ferreira Gravadora: Fina Flor Cotação: * * * * * ♪ Nina Wirtti abre alas e pede passagem como compositora no Carnaval de 2020. Embora já tenha tido gravadas duas músicas autorais, Mãos vazias (por Luka em 2006) e Teus olhos – Bolero de cetim (pelo parceiro Marcos Sacramento em 2019 com participação de Nina), a artista gaúcha era “somente” ótima cantora até este mês de fevereiro. Uma cantora que mostrou afinação e bom gosto para selecionar os repertórios dos álbuns Joana de Tal... (2012) e Chão de caminho – Voz e bandolim (2017), ambos discos primorosos por abordar com frescor tradições da música brasileira, especialmente do samba pré-Bossa Nova, sendo que o repertório do segundo álbum extrapolou as fronteiras nacionais. Loka – primeiro single autoral de Nina Wirtti, lançado no sábado pré-carnavalesco, 15 de fevereiro – apresenta oficialmente a compositora e funciona como sedutor cartão-de-visitas da obra autoral da artista. Samba de espirito carnavalesco composto por Nina em parceria com a letrista paulista Iara Ferreira, Loka põe o bloco feminino na rua sem pedir licença para, citando um dos versos, “gozar e ir à forra”. Loka exerce o direito feminino de “viver a liberdade, ganhar as ruas da cidade e se lambuzar de Carnaval”, como diz a letra. Ao se permitir “vestir a fantasia nesses dias tão sem cor” e “beber para esquecer”, como enfatiza ao dar voz ao recado da composição, Nina Wirtti cai no samba com consciência social sem esquecer a irreverência foliã. Sim, Loka vai para as ruas com graça, verve – perceptível já na gíria gay “miga, sua loka” ouvida em afeminada voz masculina na introdução do samba – e modernidade que corteja elegantemente a tradição. Diretor musical do fonograma editado pela gravadora Fina Flor, Guto Wirtti usa com comedimento sons de sintetizadores que se entranham sutilmente no balanço do samba, embasado pelas percussões de Flora Milito e Marcus Thadeu com o toque harmonioso do cavaquinho de Tiago Souza e com as levadas do cavaquinho e do violão de sete cordas, tocados por Rafael Mallmith, arranjador do single. Loka tem energia jovial, atual, mas dialoga com Carnavais passados. O caco “Toma que o filho é teu” alude ao samba Nega maluca (Fernando Lobo e Evaldo Rui, 1950), com o qual a cantora Linda Batista (1919 – 1988) foi para a rua há 70 Carnavais. Contemporânea de Linda, a empoderada Aracy de Almeida (1914 – 1988) foi a inspiração de Nina Wirtti para compor Loka, mais especificamente por conta da gravação de Louco (Ela é seu mundo) (Wilson Baptista e Henrique de Almeida, 1947), samba lançado por Aracy há 73 anos. Com Loka, Nina Wirtti abre alas como compositora e sobressai no bloco, se mantendo na folia com a liberdade de ficar com um pé no presente e outro no passado, sem jamais atravessar o samba. Veja Mais

Carrefour anuncia aquisição de 30 lojas do Makro por R$ 1,95 bilhão

R7 - Economia O grupo francês Carrefour anunciou há pouco a aquisição de 30 lojas do atacadista Makro por R$ 1,95 bilhão. Segundo o comunicado, as unidades adquiridas têm vendas brutas totais de aproximadamente R$ 2,8 bilhões, e os planos da varejista é de converter as bandeiras das unidades para Atacadão, dentro de um período de 12 meses após o fechamento da transação. A negociação entre as partes havia pelo jornal O Estado de S. Paulo há duas semanas, mas o valor final da operação ficou abaixo dos valores indicados da época de R$ 5 bilhões. A empresa confirmou dias depois que estava na fase final das negociações. Ao adotar o modelo do Atacadão, o Carrefour projeta aumentar as vendas das 30 lojas em 60% e otimizar a estrutura de custos das unidades, possibilitando que as o alcance gradual de níveis de rentabilidade similares aos existentes nas lojas atuais do Atacadão. Das 30 unidades compradas, localizadas em 17 estados, 22 são próprias e oito alugadas. O comunicado informa que a operação envolveu a aquisição de 14 postos de combustíveis dentro das unidades. Segundo o Carrefour, as unidades adquiridas têm grande complementaridade geográfica com as 187 lojas existentes do Atacadão, que continuarão a crescer também organicamente - em 2019, 20 novas lojas do Atacadão foram abertas. A aquisição permitirá a expansão da bandeira Atacadão no Rio de Janeiro (sete lojas) e Nordeste (oito unidades). "Essa transação é o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007. Isso evidencia nosso comprometimento com a expansão de nossos formatos de crescimento e está em linha com o Plano de Transformação do Carrefour 2022", afirmou o Presidente do Conselho de Administração e CEO do Grupo Carrefour, Alexandre Bompard, no comunicado enviado ao mercado. O executivo destacou que o Brasil, hoje, é o segundo maior mercado do Grupo depois da França, sede da companhia. De acordo com o CEO do Grupo Carrefour Brasil, Noël Prioux, "esta transação é um acelerador de crescimento para o Carrefour no Brasil. Com essa aquisição o Atacadão vai fortalecer sua presença geográfica e consolidar ainda mais sua presença nacional. Essa aquisição, juntamente com nosso ritmo de crescimento orgânico, com 20 lojas Atacadão abertas em 2019, vai representar uma aceleração equivalente a um ano e meio de expansão, marcando um importante passo para o Grupo Carrefour Brasil". A conclusão da operação está condicionada ao cumprimento de determinadas condições, incluindo, especialmente, o acordo dos proprietários das lojas alugadas e a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Veja Mais

Projeto reúne agricultores, índios e ambientalistas para reflorestar fazendas de Mato Grosso

G1 Economia Coleta de sementes é feita por índios e pequenos produtores e são usadas para recompor matas em região dominada pela soja. Relembre. Conheça as Yarang, indígenas que coletam sementes para reflorestar fazendas no Xingu Neste domingo (16), o Globo Rural segue mostrando algumas das melhores reportagens de 2019. Assista a todos os vídeos do Globo Rural Produtores de soja, ambientalistas e índios estão caminhando juntos em um projeto ambiental em Mato Grosso. O trabalho é feito no entorno do Parque Indígena do Xingu. E o Globo Rural foi conhecer essa parceria entre agricultura moderna e conhecimento tradicional indígena. Esse projeto mostra que é possível conciliar a agricultura em grande escala e preservação da natureza. Relembre a reportagem no vídeo acima. Veja notícias do Agronegócio no G1 Veja Mais

Taika Waititi e Jude Law em negociações para nova série na Showtime

Taika Waititi e Jude Law em negociações para nova série na Showtime

Tecmundo Taika Waititi e Jude Law estão em negociações com a Showtime para participar de The Auteur, nova série limitada sobre Hollywood. A produção será uma sátira sobre o dia-a-dia da indústria cinematográfica, a partir do ponto de vista de um excêntrico diretor, que deve ser interpretado por Law.De acordo com a Variety, Waititi ficará responsável pelo roteiro, ao lado de Peter Warren. Ele também será produtor executivo da série, além de dirigir alguns dos episódios. Já Law, além de ficar com o papel principal, também deverá assumir a produção executiva de The Auteur.Leia mais... Veja Mais

Hubei tem mais 100 mortes e 1,9 mil novos casos confirmados de coronavírus

Glogo - Ciência Dados deste domingo (16) seguem tendência de queda em número de novos casos. A província de Hubei, epicentro do coronavírus na China, registrou mais 100 mortes e 1933 casos confirmados da doença entre este sábado (15) e domingo (16). Com esses dados, o número total de mortos vai a 1.770 e os casos confirmados vão a 70.517. Estes números incluem o balanço do dia da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais a morte registrada em Taiwan. Apenas na região de Hubei são 58.182 pacientes com o vírus e 1.698 mortes desde o início do surto. 6.639 pacientes receberam alta do hospital. 40.814 pessoas estão em tratamento hospitalar e outras 71.613 estão sob observação médica. OMS diz que coronavírus já matou 1669 pessoas Cai para três o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil Os números de novos casos na região vem caindo há 4 dias. Os dados apresentados pela OMS na manhã deste domingo, ainda não tem os número atualizados dos novos casos apresentados pela província chinesa. Coronavírus foi detectado em Wuhan pela primeira vez em dezembro; a cerca de 1,2 mil km de Pequim, a cidade é a capital da província de Hubei G1 Situação no Brasil No Brasil, há três pessoas que ainda passam por exames por causa da suspeita de coronavírus, dois em São Paulo e um no Rio Grande do Sul, segundo informações deste domingo (16) do Ministério da Saúde. Até agora, houve 45 suspeitas de casos do vírus que foram descartadas depois das análises. Não há nenhum paciente com a doença no país. Cai para três o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil Destaques sobre o coronavírus deste domingo (16): Ao menos 40 americanos a bordo do cruzeiro Diamond Princess estão contaminados com o coronavírus. Há três pessoas no Brasil com suspeita de coronavírus Número de casos de coronavírus diminui pelo terceiro dia seguido na China Taiwan registra primeira morte por coronavírus. Anvisa descarta casos suspeitos de coronavírus em navio que atracará em Santos Initial plugin text Taiwan anuncia primeiro caso fatal de coronavírus na ilha Veja Mais

Big Up, banda que mistura reggae e rap, lança single com Seu Jorge

G1 Pop & Arte Banda paulistana formada em 2015, a Big Up tenta salto mais alto no mercado fonográfico ao completar cinco anos de vida. De contrato recém-assinado com a gravadora Universal Music, a banda – a rigor, um trio que faz mix pop de reggae, rap e MPB com letras repletas de referências a signos e símbolos afro-brasileiros – se conecta com o cantor carioca Seu Jorge no single Terra. Lançado na sexta-feira, 14 de fevereiro, o single Terra apresenta composição inédita de Gabriel Geraissait com letra que menciona nomes de orixás. Filho do compositor e violonista paulistano André Geraissait, Gabriel integra a Big Up com Lucas Pierro e com Ras Grilo. Se Lucas contribui para a aproximar a banda do universo do hip hop e do R&B contemporâneo, Ras Grilo é o integrante que traz a influência do reggae para o trio. A discografia da banda já contabiliza dois álbuns, Uni-versos (2017) e Big Up ao vivo (2018), além de EPs e de singles com Menina (2019). Veja Mais

Inscrições para concurso da Procuradoria-Geral do DF vão até 20 de fevereiro

G1 Economia Seleção oferece 100 vagas de analista e técnico jurídico, com salários de até R$ 7,3 mil. Provas estão previstas para 22 de março Fachada da Procuradoria-Geral do Distrito Federal Paulo H. Carvalho/Agência Brasília Estão abertas até a próxima quinta-feira (20) as inscrições para o concurso da Procuradoria-Geral do DF. Ao todo, são 100 vagas de técnico e analista jurídico com salários de R$ 4,7 mil e R$ 7,3 mil, respectivamente (veja detalhes abaixo). As inscrições podem ser feitas pelo site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca que organiza o concurso. A taxa de inscrição custa R$ 54 para o cargo de nível médio e R$ 78 para o de nível superior. As provas estão programadas para o dia 22 de março. Os candidatos serão avaliados por meio de questões objetivas, para ambos os cargos, e discursiva, apenas para nível superior. Distribuição das vagas Segundo o edital, as vagas são para provimento imediato e para a formação de cadastro de reserva nos cargos de apoio às atividades jurídicas da Procuradoria-Geral. Veja abaixo as áreas: Cargos de nível superior: Administração Arquivologia Biblioteconomia Contabilidade Desenvolvimento de sistema Direito e legislação Estatística Farmácia Jornalismo Psicologia Suporte Infraestrutura Veja quadro de vagas em concurso da PGDF DODF/Reprodução Área técnica: Apoio administrativo Eletricidad Comunicação, tecnologia e informação Concurso Procuradoria-Geral do DF Cargos: analista e técnico jurídico Vagas: 100 Inscrições: até 20 de fevereiro de 2020 Valor: R$ 54 (nível médio) e R$ 78 (nível superior) Inscrições: pelo site Leia mais notícias sobre a região no G1 DF. Veja Mais

Como formatar o Windows 10

Como formatar o Windows 10

canaltech Formatar PC há alguns anos poderia parecer uma tarefa difícil, pois era preciso baixar programas, utilizar o disco de instalação, ou a ISO original do programa. Atualmente, a Microsoft permite que seus usuários consigam formatar o PC diretamente do painel de “Configurações”. Confira neste artigo como formatar o Windows 10 sem precisar efetuar o download de algum software ou ISO do Windows. Para este procedimento, foi utilizado um notebook Dell Inspiron 5000, porém ele pode ser realizado em qualquer modelo com o Windows 10. Quando é hora de restaurar, redefinir ou formatar meu computador com Windows? Como formatar o Windows 10 Passo 1: abra o menu “Iniciar” e vá ao ícone de configurações. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Abra o menu "Iniciar" e vá no ícone de Configurações do Wundows 10 (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: na aba de configurações, selecione a opção “Atualização e Segurança”. Na aba de "Configurações", selecione a opção de "Atualização e Segurança" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: selecione, no menu lateral esquerdo, a opção “Recuperação”. No menu lateral, selecione a opção "Recuperação" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: na parte de “Restaurar o PC”, selecione a opção “Começar”. Em seguida, uma nova janela do Windows irá abrir. Na sessão "Restaurar o PC", selecione a opção "Começar agora" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: com ela aberta, você pode escolher a opção de “Manter meus arquivos” que, ao formatar, os arquivos serão mantidos, ou “Remover tudo”, que irá remover todos os arquivos após a formatação do computador. Escolha entre as opções "Manter meus arquivos" ou "Remover tudo" para formatar o PC (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: faça as últimas configurações necessárias e clique em “Avançar”. Após um tempo, selecione a opção "Avançar", caso esteja tudo certo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 7: pode demorar um pouco, mas o Windows 10 irá preparar tudo para fazer a formatação do PC. Logo ele estará pronto novamente para ser utilizado. Pode demorar um pouco, mas o Windows 10 irá efetuar a formatação do PC (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode formatar o Windows 10 sem precisar baixar a ISO do Windows ou qualquer outro programa, e o procedimento será efetuado com total segurança. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x iPhone 12: Apple deve produzir antena 5G própria, mas esbarra em dificuldades BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Copia mas não faz igual: Xperia 1.1 deve vir com câmeras do Galaxy S20 Veja Mais

'Me disseram que eu era feio demais para ser gay'

Glogo - Ciência Discriminação, redes sociais e aplicativos de paquera fazem cada vez mais gays recorrerem a medidas como cirurgia plástica ou até uso de esteroides anabolizantes sem acompanhamento médico procurando atender a padrões de beleza. Problemas com imagem corporal afetam milhões de pessoas em todo o mundo e vêm se tornando cada vez mais disseminados na comunidade gay Gettty Images via BBC "Você é feio demais para ser gay". Foi o que Jakeb Arturio Bradea ouviu de um homem em um bar gay em Huddersfield, na Inglaterra. Não era a primeira vez que ele escutava um comentário do tipo. Na verdade, foram várias vezes. Bradea tentou, então, se matar. Comunidade LGBT sofre com preconceito e luta por aceitação em cidades do interior do Brasil Metade dos profissionais LGBT assumiu orientação sexual no trabalho, diz pesquisa Problemas com a imagem corporal afetam milhões de pessoas em todo o mundo e vêm se tornando cada vez mais disseminados na comunidade gay, segundo a ONG LGBT Foundation, sediada em Manchester, na Inglaterra. A entidade diz que homens gays e bissexuais são "muito mais propensos" do que homens heterossexuais a enfrentar tais problemas. A BBC conversou com vários homens gays que vêm fazendo de tudo para mudar seus corpos — incluindo o uso de esteroides e cirurgia plástica — apenas para serem "aceitos" por outros membros da comunidade LGBT. Muitos dizem que redes sociais e aplicativos de namoro estão aumentando a pressão em busca do "corpo perfeito". "Pessoas com corpos impressionantes recebem todos os comentários e a atenção", diz Jakeb. "Eu não saio para encontros porque tenho medo de que as pessoas me vejam na vida real. Honestamente, faria uma cirurgia plástica se pudesse pagar." Anabolizantes e quase morte Em vez de cirurgia, alguns anos atrás, Jakeb recorreu ao uso de esteroides anabolizantes — sem acompanhamento médico — para aumentar a massa muscular. "Malhava e ia à academia, mas chegou uma hora que não conseguia ficar mais musculoso. Na minha cabeça, precisava ser maior", diz ele. Muitos gays vêm recorrendo a esteroides e a outros procedimentos estéticos Getty Images via BBC "Meu amigo disse que conhecia um traficante de esteroides, então pensei em tomar uma dose baixa para ver o que acontecia", acrescenta. Mas esteroides anabolizantes podem ser viciantes. De repente, Jakeb não conseguia mais parar. "Cheguei ao tamanho que queria, mas não me senti bem o suficiente", diz ele. "Continuei querendo mais. Era como se tivesse uma voz na minha cabeça dizendo que era muito magro." Jakeb chegou, então, perto da morte uma segunda vez. Foi em novembro do ano passado, quando sofreu insuficiência cardíaca após vários anos de uso intenso de esteróides. "Não conseguia respirar, não conseguia dormir, estava a poucos dias de morrer", diz ele. "O cardiologista disse que se eu tivesse tomado outra injeção ou tivesse ido à academia mais algumas vezes, teria caído morto." Meses depois, Jakeb parou de tomar esteroides e perdeu massa muscular, mas continua tendo problemas de saúde para os quais está recebendo tratamento médico. "Simplesmente não valeu a pena", diz ele. Jakeb Bradea chegou a ficar à beira da morte BBC Medidas arriscadas O uso de anabolizantes e similares sem recomendação médica, dentro e fora do esporte de alto rendimento, não é uma prática restrita ao Reino Unido. No Brasil, muitos homens, sobretudo jovens, vêm recorrendo a esses medicamentos para melhorar a aparência e o condicionamento físico, independentemente da orientação sexual. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, trata-se de um "problema de saúde pública". No ano passado, a entidade lançou uma campanha chamada Bomba, Tô Fora com o objetivo de ampliar a conscientização sobre o assunto. Esteroides anabolizantes são derivados sintéticos da testosterona, um hormônio sexual masculino. Seu uso só deve ocorrer em casos de deficiência hormonal e com supervisão médica, já que podem causar uma série de efeitos colaterais, desde aumento da pressão arterial até câncer. Jakeb não é o único a tomar medidas drásticas para tentar chamar a atenção de outros homens. James Brumpton, engenheiro de software em Lincoln, no Reino Unido, se viu "sugado para este mundo de culto ao corpo perfeito" depois de se encontrar com um homem em um bar gay. Eles saíram juntos do local. Quando Brumpton chegou à casa do homem e tirou a camiseta, recebeu um olhar de desprezo acompanhado de um barulho de nojo. Mas você "tem belos braços", ouviu. Segundo ele, outros homens também o humilharam. Depois de experiências similares, Brumpton decidiu se submeter a uma abdominoplastia. "Permiti que outro homem me influenciasse a tal ponto que removi parte de mim", diz ele. Pressão e redes sociais Segundo os dados mais recentes divulgados pela Associação Britânica de Cirurgiões Plásticos Estéticos (Baaps), 179 abdominoplastias foram realizadas em homens em 2018 — um aumento de 18% em relação ao ano anterior. Afshin Mosahebi, da Baaps, diz que gays estão atualmente realizando mais procedimentos estéticos do que heterossexuais, embora ele observe que as mulheres ainda se submetam a mais cirurgias do que os homens em geral. Mosahebi acredita que a pressão das redes sociais faz com que cada vez mais pessoas tomem decisões drásticas. "Alguns pacientes não precisam de cirurgia, precisam de ajuda psicológica, e mesmo os pacientes que precisam de cirurgia precisam ser adequadamente informados de todos os riscos potenciais", diz ele. Brumpton decidiu se submeter à abdominoplastia após sofrer várias humilhações BBC Depois que a abdominoplastia de Brumpton deu errado, ele ficou com cicatrizes permanentes, o que o deixou ainda mais inseguro sobre seu corpo. "Fui humilhado várias vezes desde então", diz Brumpton. "Um cara com quem eu estava namorando disse uma vez que eu precisava encontrar jeans na seção de maternidade porque tenho quadris largos." Os aplicativos de namoro alimentam preocupações com a imagem corporal, acrescenta Brumpton. "Há pessoas que têm em seus perfis 'zero gordura', ou outras que gostam apenas de homens masculinos e musculosos, então não querem ninguém que seja super magro", diz ele. Imagens nas redes sociais e nas principais revistas gays também levaram James a sentir que ele é um "estranho no ninho". "Você fica com essa ideia na cabeça que, se você é gay, tem de parecer um modelo da Calvin Klein", diz. Fotos de "corpos sexy" impulsionam as vendas de revistas gays, de acordo com Matthew Todd, ex-editor de uma dessas publicações, a Attitude. "Isso sempre foi um problema e eu tentei repetidamente colocar pessoas na capa que não eram assim: o primeiro homem trans, a primeira mulher trans, a primeira lésbica", diz Matthew. "Continuei fazendo esse tipo de coisa, mas nenhuma revista vendeu bem." Quando Matthew colocou uma foto de Stephen Fry, famoso comediante gay britânico, de 62 anos, na capa da revista em 2010, "foi uma das edições com pior vendagem de todos os tempos", diz ele. "Não estou criticando Stephen Fry, porque ele é incrivelmente popular", diz ele. "Acho que diz mais sobre o que os leitores estão buscando nas publicações gays." Baixa autoestima Todd, autor de Straight Jacket: How to be Gay and Happy (Camisa de Força: Como ser Gay e Feliz, em tradução livre), diz que a homofobia alimenta problemas de autoestima de homens gays. "É realmente importante lembrar que existe uma pressão sem precedentes sobre todos nós para nos apresentarmos assim ou assado", diz ele. "Mas não podemos esquecer que os LGBTs crescem sofrendo humilhação, impedidos de serem eles mesmos." "Acho que, para muitas pessoas, esse é um trauma gigantesco que se reflete em baixa autoestima. Se você não gosta de si mesmo, você não é feliz com a sua aparência." Segundo Todd, o resultado é que os homens gays sofrem mais pressão do que os homens heterossexuais para ter o corpo perfeito. "Vendo alguns aplicativos de namoro gay, você pensa que a maioria dos homens ali é modelo", continua ele. "Se você é um homem gay, achar outro homem atraente é um autojulgamento também. Muitos homens gays confundem 'Eu quero ficar com ele?' com 'Eu quero ser ele?'." Redes sociais e apps de namoro vêm aumentando pressão pela busca do 'corpo perfeito' Getty Images via BBC 'Passei 10 anos destruindo meu corpo' Jeff Ingold, da ONG LGBT Stonewall, voltada para os direitos LGBT, diz ser "crucial" que vejamos representações mais diversas de gays e bissexuais com diferentes tipos de corpo na mídia. "Isso não apenas ajudaria gays e homens bissexuais a se verem refletidos, como também ajudaria a quebrar estereótipos prejudiciais que afetam a imagem corporal e a autoestima deles." Mas Jakeb diz que ainda recebe comentários online de pessoas dizendo que "não teriam coragem de sair de casa se tivessem a minha aparência". "Não participei de paradas gays e levei pedrada para construir a comunidade que temos agora", diz ele. "Temos igualdade, mas somos horríveis uns com os outros." Vídeos sobre a comunidade LGBTQI O TEMA É PRECONCEITO Os perigos da homofobia e a vulnerabilidade da população LGBT Aplicativo ajuda na denúncia de violência contra população LGBTI Veja Mais

Correção: FNP diz que todas as plataformas do litoral paulista aderiram à greve

R7 - Economia A nota enviada anteriormente continha um erro no título. O correto é FNP e não FUP. Segue texto corrigido; Com a adesão, neste domingo, 16, dos trabalhadores da plataforma de Merluza, na bacia de Santos, todas as plataformas da base do litoral paulista estão em greve, informou ao Estadão/Broadcast o coordenador da Federação Nacional do Petroleiros (FNP), Adaedson Costa. Ele disse não acreditar nas informações da Petrobras de que não está havendo redução de produção por causa do movimento, principalmente por se tratar da produção na região do pré-sal, que vem garantido mais da metade do petróleo extraído pela companhia. "A produção não para com a greve, mas diminuiu. A Petrobrás mente. Foi assim também em 2015 e depois, no relatório anual, teve que confessar o prejuízo", acusa o sindicalista. Na sexta-feira, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que a estatal não deixou de produzir nenhum barril de petróleo por causa da greve, iniciada no dia 1º de fevereiro, e que a produção permaneceria intacta nas mãos das equipes de contingência e contratações temporárias. A empresa não informa, no entanto, quantas e quais contratações foram feitas e o número de empregados das equipes de contingência. Em 2015, uma greve que durou 27 dias reduziu em 5% a produção anual de petróleo da companhia, ocasionando um prejuízo de cerca de R$ 300 milhões. Na época, os acionistas já haviam sido alertados de que a Petrobrás não poderia garantir que greves como essas não iriam ocorrer durante futuras negociações, principalmente diante de planos de desinvestimentos. "Greves, paralisações ou outras formas de agitação laboral na companhia ou nos seus principais fornecedores e empreiteiros podem prejudicar a capacidade de completar grandes projetos e impactar os objetivos de longo prazo da Petrobras", informou a estatal em seu Formulário de Referência 2015. Na época, a companhia já estimava perder até 12 mil funcionários do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PDV), e que não havia garantia de que a empresa seria "capaz de treinar, qualificar ou reter adequadamente o pessoal de gestão sênior, nem que conseguirá encontrar novos gerentes qualificados, caso haja necessidade. Isto poderá afetar negativamente os resultados operacionais e os negócios da companhia", dizia o documento. Costa lembra que a empresa tinha 68 mil empregados em 2015 e hoje trabalha com 53 mil, o que afeta ainda mais as operações nos momentos de greve. Adesão de 20 mil trabalhadores Segundo a FNP, a Petrobras tentou contratar temporariamente ex-funcionários aposentados, como vem tentando fazer o governo federal em outras estatais, mas não obteve sucesso. Em greve desde o dia 1º de fevereiro, o movimento dos petroleiros deste ano contabiliza a adesão de mais de 20 mil trabalhadores de 58 plataformas, 11 refinarias, 23 terminais, 7 campos terrestres, 7 termelétricas entre outras unidades, segundo os sindicatos da categoria. A paralisação foi motivada pelas demissões na fábrica de fertilizantes Fafen-PR e discordância em relação aos desinvestimentos da companhia, além da exigência do cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que segundo os sindicalistas, estariam sendo desrespeitado pela atual gestão. Merluza era a última no litoral paulista que não tinha aderido. Produtora de gás natural, a unidade é fixa e está instalada a cerca de 180 quilômetros da costa de Praia Grande (SP) e escoa a produção através de um gasoduto de 215 quilômetros de extensão que liga a plataforma até a unidade de gás natural localizada na Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão (SP). Costa avalia que não deverá faltar derivados no mercado pela possibilidade de importação e pelo fraco crescimento da economia. Ele alerta, no entanto, que o movimento não para de crescer e esta semana ganhará mais força com a paralisações dos caminhoneiros. Em nota, a Petrobras voltou a repetir que "as unidades seguem operando em condições adequadas de segurança, com equipes de contingência formadas por empregados que não aderiram à greve, e contratações temporárias autorizadas pela Justiça. Não há impacto na produção até o momento". Veja Mais

Robo Revenge: ferramenta pode ser a nova arma contra os robocalls

Robo Revenge: ferramenta pode ser a nova arma contra os robocalls

Tecmundo Ligações automáticas podem se tornar um belo incômodo dependendo da frequência com que são recebidas. Existem esforços constantes visando o bem-estar do consumidor, como a competição para desenvolver soluções contra o chamado robocall realizada pelo órgão que protege os consumidores norte-americanos. Agora, aparentemente, o cenário está para receber mais um participante. A Vice publicou uma matéria que descreve um novo serviço a ser lançado pelo DoNotPay para bloquear tais chamadas e até processar seus responsáveis: o Robo Revenge. Nós, inclusive, já batemos um papo com este “advogado virtual”. Segundo a matéria, com a novidade, processos de até 3 mil dólares podem ser movidos automaticamente, bastando inserir os dados necessários e deixar que o robô faça uma análise.Leia mais... Veja Mais

Autismo: as descobertas recentes que ajudam a derrubar mitos sobre o transtorno

Glogo - Ciência Professor de Harvard lista avanços no entendimento do Transtorno do Espectro Autista (TEA) — e explica também onde a ciência ainda tem dificuldade em avançar O autismo não é um transtorno único, mas sim um espectro de transtornos que podem variar em intensidade e em características, a depender de cada indivíduo Getty Images via BBC Passadas décadas de pesquisas sobre o autismo, cientistas ainda não sabem precisar ao certo o que causa o transtorno, nem chegaram a um consenso sobre as melhores formas de tratá-lo — circunstâncias que costumam deixar pais de crianças do espectro autista inseguros e vulneráveis a armadilhas. Sem cura e com tratamento caro, autismo é desafio para pais e instituições sociais Autismo: mitos e verdades Alguns estudos recentes, porém, trazem novas pistas e ajudam a derrubar mitos comumente relacionados ao Transtorno do Espectro Autista (TEA). A BBC News Brasil conversou com o pesquisador americano Charles Nelson, professor de Pediatria e Neurociência na Universidade Harvard e responsável por um laboratório do Hospital Infantil de Boston que pesquisa desenvolvimento cognitivo de crianças, inclusive as que estão no espectro autista. Nelson, que esteve em São Paulo em janeiro para participar em um estudo (ainda em curso) sobre desenvolvimento de crianças em abrigos paulistas, investiga o autismo há 12 anos e explica onde a ciência tem avançado no entendimento do TEA — e onde os avanços têm sido lentos. O autismo não é um transtorno único, mas sim um espectro de transtornos que podem variar em intensidade e em características, a depender de cada indivíduo. Em geral, essas características se manifestam em dificuldades no convívio social, comportamento repetitivo e, em alguns casos, ansiedade e transtorno de deficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Estima-se, globalmente, que 1 a cada 58 crianças esteja no Transtorno do Espectro Autista — designação que, desde 2013, é usada para abrigar todos os problemas relacionados ao autismo. O mito persistente de a 'vacina tríplice viral causar autismo' Uma das descobertas recentes de um estudo coescrito por Charles Nelson ajuda a derrubar um mito que persiste desde os anos 1990: o de que a vacina MMR (no Brasil, a tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) causa autismo. Este eletroencefalograma, quando usado em bebês considerados de alto risco para o autismo, ajuda a prever sinais do transtorno nos primeiro meses de vida Getty Images via BBC Esse mito é sustentado por um estudo de 1998, que posteriormente foi desacreditado e seu autor, julgado "inapto" para o exercício da medicina. A despeito disso, muitas pessoas deixaram de aplicar a tríplice viral em seus filhos por medo do autismo. Nos últimos anos, porém, Nelson e seus colegas começaram a estudar bebês a partir de três meses cujos irmãos mais velhos são do espectro autista (motivo pelo qual esses bebês têm mais risco de também serem do espectro). E, por meio de eletroencefalogramas, eles perceberam que, a partir dos três meses, já conseguiam identificar padrões no cérebro desses bebês de alto risco, ajudando a prever se eles podem desenvolver características do Transtorno do Espectro Autista um pouco mais tarde. O fato de esses sinais poderem ser observados a partir de três meses de vida, diz Nelson, indica que o autismo ocorre muito antes dos 12 meses, que é quando as crianças costumam tomar a vacina da tríplice viral (o pesquisador supõe que o transtorno comece a se desenvolver no terceiro trimestre de gestação do feto, quando o cérebro do feto começa a formar neurônios e conexões, embora isso não esteja ainda comprovado). "O fato de vermos (sinais do autismo) tão cedo significa que as vacinas não têm um papel", explica Nelson à BBC News Brasil. "Mesmo antes do nosso trabalho, não havia dados que sustentavam [o elo causal entre autismo e vacina]. Mas as pessoas ainda assim não acreditavam", prossegue. "Quando você tem um filho com autismo e ninguém consegue explicar por que, você sai em busca de causas, e busca causas simples. Os pais frequentemente culpam a si mesmos primeiro; 'foi algo que fiz durante a gravidez'. E as vacinas acabaram sendo algo conveniente a que atribuir a culpa. Mas não havia nenhuma base para isso." Estamos mais perto do diagnóstico precoce? Ausência de clareza sobre causas e tratamentos deixa pais de crianças do espectro autista vulneráveis a armadilhas e curas 'milagrosas' Getty Images via BBC O trabalho de Nelson pode ajudar, futuramente, no diagnóstico precoce do autismo, mas por enquanto os dados de seu laboratório se restringem a bebês em cujas famílias já foi manifestado o autismo. Agora, ele planeja testar uma amostra mais ampla, de bebês da população em geral. "Nossos estudos são os maiores do mundo, mas são pequenos, com algumas centenas de crianças. Precisamos de milhares delas e precisamos ter certeza de que [o que está sendo observado no estudo] se trata de autismo, e não de um desenvolvimento atípico do cérebro", explica o médico. "As implicações para o diagnóstico cedo são profundas, mas ainda não estamos no ponto de usar [o estudo] para o diagnóstico precoce. Ainda levará alguns anos até que cheguemos nisso." Por enquanto, diz ele, especialistas experientes conseguem diagnosticar o TEA quando a criança tem por volta dos 2 anos e, em alguns casos específicos, aos 18 meses. Entre os sinais observados estão, por exemplo, se as crianças não se viram ao escutar seus próprios nomes, se rejeitam o contato visual e se têm desenvolvimento motor atípico. "E por que isso [o diagnóstico precoce] importa? É que quanto mais cedo se diagnostica, mais cedo se pode intervir. E sabemos que, com a intervenção precoce, as crianças têm resultados muito melhores", relata Nelson. O mito das 'mães geladeira' e as possíveis causas do autismo Muitas mães ainda se culpam quando seus filhos recebem o diagnóstico de TEA, acreditando que algo que fizeram durante ou depois da gravidez causou o autismo. Vacina tríplice viral e 'mãe geladeira' são alguns dos mitos relacionados ao autismo Science Photo Library/BBC Nada disso se sustenta pela ciência atual, mas tem embasamento em uma antiga crença médica surgida na década de 1940: a da "mãe geladeira", de que mães frias e não suficientemente amorosas provocavam autismo em seus filhos. "Nunca houve qualquer evidência disso, mas mesmo assim as pessoas falavam a respeito. Culpa-se a mãe por tudo", afirma Nelson. Então, o que se sabe das possíveis causas do autismo? Na grande maioria dos casos, não é possível ter certeza absoluta, diz Nelson. Mas, com base nas pesquisas mais recentes, "a maioria de nós [pesquisadores do assunto] acredita que se trate de uma vulnerabilidade genética com um gatilho ambiental. E sabemos que é um distúrbio do desenvolvimento do cérebro que aparece muito cedo. Então a pergunta é: o que faz o cérebro ir nessa direção?" Essa pergunta permanece, até agora, sem uma resposta definitiva, segundo ele. O que se acredita é que o fato de muitas crianças no TEA terem comportamentos repetitivos e sensibilidade a estímulos sensoriais (por exemplo, à luz ou a ruídos) se deva à existência de muitas conexões de curto alcance nas áreas visuais do cérebro e, ao mesmo tempo, a poucas conexões de longo alcance — as quais ajudam na percepção social, que é justamente a área em que crianças do espectro costumam ter dificuldades. "Isso explica a dificuldade de fazer contato visual e de responder a um mundo social", diz Nelson. "Mas não sabemos por que há tão poucas conexões de longo alcance e tantas de pequeno alcance. E daí voltamos para se [é culpa da] genética ou do ambiente. O que é frustrante para os pais, porque já foram gastos bilhões de dólares em pesquisas e não estamos mais próximos de descobrir as causas ou um tratamento." Ao mesmo tempo, colocar as crianças em situações de negligência aparenta ser um desses gatilhos para o autismo, caso já haja uma propensão prévia a isso. É o que demonstra outra pesquisa da qual Nelson participa: uma que analisa, há décadas, crianças romenas que viviam em terríveis condições dentro de orfanatos estatais nos anos 1980 e 90, sem interação social produtiva com adultos e em situação de abandono. Nesse grupo específico de crianças, a incidência de autismo variava, dependendo do estudo, de 5% a 10% — muitíssimo acima da incidência na população global em geral. Ainda não há certeza entre cientistas sobre o que faz o cérebro desenvolver os transtornos do espectro autista Getty Images via BBC "O que tememos é que, a partir disso, as pessoas concluam que 'não ter mãe causa autismo'. E não acho que seja esse o caso", explica Nelson. "Acho que tem a ver com a privação social (e seu impacto em) cérebros negligenciados e com alguma vulnerabilidade." Os mitos (e perigos) das terapias alternativas Na ausência de uma causa clara para o autismo e de intervenções que nem sempre dão o resultado desejado, pais de crianças no espectro muitas vezes acabam recorrendo a terapias "alternativas" — de dietas especiais a curas "milagrosas" vendidas na internet. O problema é que, além de não terem comprovação científica, algumas delas são extremamente perigosas. É o caso do chamado MMS, substância divulgada internacionalmente como cura para crianças autistas, se ingerida oralmente. Mas o MMS é, na prática, dióxido de cloro — químico alvejante usado em produtos de limpeza que, de tão corrosivo, só pode ser manipulado por pessoas que estejam vestindo equipamento de proteção. Desde 2018, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proíbe sua fabricação e comercialização no Brasil, devido aos riscos que o produto causa ao ser ingerido: de vômito e diarreia até danos à garganta e problemas respiratórios que podem ser fatais. "[Alegam-se] propriedades terapêuticas para uma substância química que não tem qualquer comprovação de segurança para uso em humanos", diz a Anvisa em comunicado de 2019. "O dióxido de cloro não tem aprovação como medicamento em nenhum lugar do mundo. Sua ingestão traz riscos imediatos e a longo prazo para os pacientes, principalmente as crianças." Até o momento, tampouco há comprovação científica de que outras terapias alternativas que vêm sendo usadas ajudem pacientes com autismo. Elas incluem dietas específicas (algumas das quais ajudam pessoas com epilepsia a reduzir suas convulsões) sem glúten ou caseína, ou mesmo transplante de células-tronco. "[Este último] Não só não funciona, como é um procedimento caro e arriscado", afirma Nelson. Existe uma corrida de indústrias farmacêuticas na busca por medicamentos, mas o médico americano também é cético quanto a isso. "A controvérsia é que, no autismo, o que exatamente você vai tratar com as drogas? É um distúrbio complexo. Medicamentos podem reduzir os sintomas, como deixar [pacientes] menos ansiosos ou mais sociáveis, mas não estão tratando o autismo em si." Um medicamento recente usa o hormônio ocitocina em sprays nasais na tentativa de aumentar a sociabilidade de pessoas do espectro autista, com resultados aparentemente positivos. A questão é que não se sabe ainda os efeitos colaterais disso, uma vez que a dose necessária de ocitocina tende a aumentar para fazer efeito. Greta Thunberg é um exemplo dos pontos fortes de crianças e jovens no espectro autista Reuters/BBC Os pontos fortes das crianças no TEA O que se sabe, por enquanto, é que intervenções psicológicas precoces ajudam, em boa parte dos casos, as crianças no TEA a se desenvolverem e a melhorarem suas habilidades sociais, embora ainda persista a dúvida de por que algumas crianças respondem tão bem a intervenções comportamentais (por exemplo, que estimulam a criança a fazer contato visual e a entender nuances da interação social), e outras, nem tanto. Nelson explica que, em cerca de 10% dos casos nos EUA, crianças que são diagnosticadas em seus primeiros anos de vida — e por isso recebem acompanhamento desde cedo — acabam saindo do espectro autista. Ao mesmo tempo, diz o médico, "muitas pessoas dizem que focamos demais nos deficits e não tanto nas fortalezas" das pessoas no espectro autista. Um dos casos recentes que mais chamam a atenção é o da jovem ativista climática sueca Greta Thunberg, diagnosticada com a síndrome de Asperger (que atualmente é parte do espectro autista) e que demonstrou grande habilidade em galvanizar o público em torno de sua causa. "Os interesses restritos (das pessoas com TEA) podem se tornar seu ponto forte", diz Nelson. "Essas pessoas às vezes têm habilidades excepcionais e memórias incríveis. As que são boas com números podem se tornar matemáticas brilhantes, por exemplo." Uma possibilidade, diz ele, é voltar as atenções para intervenções que estimulem esses pontos fortes — algo que ainda não é feito nem estudado em grande escala com crianças do espectro autista. Vídeos sobre autismo: Tem Diferença?! Descubra o mundo de Joyce Rocha Menino com autismo ganha festa após caso de discriminação repercutir nas redes sociais O tema é autismo Veja Mais

Identificados pulsos cósmicos que são emitidos a cada 16 dias

Identificados pulsos cósmicos que são emitidos a cada 16 dias

Tecmundo Astrônomos da Universidade Cornell, nos EUA, anunciaram a descoberta de pulsos cósmicos emitidos a partir de uma galáxia distante que se repetem a cada 16 dias – religiosamente! As emissões consistem no que os cientistas chamam de “rajadas rápidas de rádio”, um fenômeno identificado há apenas alguns anos e que, por conta de sua natureza fugaz e (normalmente) aleatória, ainda representa um mistério para a Ciência. Por isso, o fato de esses sinais observados agora aparentemente obedecerem a um padrão específico é tão notável.As primeiras rajadas rápidas de rádio foram detectadas em 2007 e, na época, como ninguém sabia o que elas eram, de onde vinham e nem o que as causava, surgiu toda classe de teoria para explicar a sua ocorrência – e, sim, entre as sugestões estava a de que os pulsos podiam se tratar de manifestações produzidas por civilizações alienígenas.Leia mais... Veja Mais

DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x

DESCONTÃO! Mi 9 Lite, Redmi Note 8 Pro e Note 8 a partir de R$ 909 em até 10x

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. A Xiaomi se tornou queridinha do consumidor brasileiro por entregar produtos com ótimo fator custo benefício. Não à toa, a empresa foi uma das maiores vencedoras do nosso Prêmio Canaltech, com diversos troféus: melhor wearable com a Mi Band 4 (voto popular), smartphone mais inovador com Mi Mix Alpha (voto popular), marca mais desejada em produtos de casa conectada, e smartphone com melhor custo-benefício, nos votos popular e técnico, com o Redmi Note 7, ficando com 52,7% dos votos. E os sucessores deste aparelho, Note 8 e Note 8 Pro, estão entre os mais desejados atualmente. Entre os intermediários mais parrudos, tem o Mi 9 Lite, com construção de topo de linha e preço abaixo dos R$ 2.000. Todos eles estão em estoque na Amazon, com entrega rápida e sem complicação para todo o Brasil. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Em outras palavras: você paga direto em reais pelo preço final, sem taxas relacionadas ao processo de importação, recebe o produto rapidinho em sua casa, paga pouco pelo frete (e muitas vezes a entrega é grátis), pode parcelar em até 10x sem juros no cartão de crédito, e ainda conta com a Garantia A a Z, que o protege contra eventuais contratempos envolvendo o envio ou o estado do produto recebido. O site pode ser acessado em qualquer navegador, usando qualquer tipo de dispositivo. Sobre o Redmi Note 8 “O Redmi Note 8 amplia a proposta do Redmi Note 7 na questão de câmeras, portanto se você quer economizar mas ainda assim é um fã de fotografia, opte por ele para ter resultados mais interessantes”, Adriano Ponte, analista de produtos do Canaltech.   O Redmi Note 8 é o aparelho para quem gosta do melhor custo benefício. Um intermediário equilibrado, com boa construção e ótimas especificações, o dispositivo agrada a vários públicos um tanto quanto exigentes, incluindo quem gosta de jogar casualmente pelo celular e quem aprecia um bom conjunto de câmeras. Com uma tela IPS LCD de 6,3 polegadas e resolução Full HD+, o aparelho da Xiaomi tem por dentro o poder do chipset Snapdragon 665, que tem processador de oito núcleos, bateria de 4.000 mAh (com suporte a carregamento rápido) e opções com 3 GB, 4 GB e 6 GB de RAM, além de 32 GB, 64 GB e 128 GB de armazenamento, além da possibilidade de expandir a até 256 GB via cartão microSD. Na traseira, você tem aqui uma câmera quádrupla, com os seguintes sensores: wide de 48 megapixels, ultrawide de 8 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade com mais 2 MP. Então você consegue tirar fotos com o smartphone que até parecem terem saído de uma câmera profissional, e ainda grava vídeos em 2160p a 30 quadros por segundo, em 1080p a 30, 60 ou 120 fps, e em 720p a 960 fps. Para selfies, a câmera única oferece 13 megapixels com HDR e gravação em 1080p a 30 fps. Pontos fortes: ótimo desempenho e duração de bateria. Opções para comprar o Redmi Note 8 no Brasil: Na cor azul, com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento: a partir de R$ 909 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.043 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.292 Na cor preta, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.048 Na cor preta, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.279 Na cor branca, com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento: a partir de R$ 991 Na cor branca, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.066 Na cor branca, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.270 Sobre o Redmi Note 8T   O Note 8T tem pouca diferença em relação ao modelo mais básico da família. De vantagem, ele traz o suporte ao NFC, carregador mais veloz, de 18W, já incluso na caixa e acesso à banda 28 das redes móveis, ou seja, ele se conecta ao 4.5G brasileiro. De resto, tem mesma aparência e hardware do outro modelo. Ou seja, a tela IPS LCD tem 6,3 polegadas com resolução Full HD+, o chipset é o mesmo Snapdragon 665, com processador de oito núcleos, a bateria tem 4.000 mAh e as opções de memória incluem 4 GB de RAM e 64 GB ou 128 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão via microSD para quem quiser ainda mais espaço para salvar muitos jogos, fotos e vídeos. O conjunto de câmeras também é o mesmo, a saber: sensor principal de 48 megapixels, aliado a um sensor grande-angular de 8 MP, outro macro de 2 MP, e um sensor de profundidade com mais 2 MP. Para selfies, a câmera frontal única oferece 13 megapixels. A gravação de vídeos tem suporte à resolução 4K. Pontos fortes: ótimo desempenho, NFC e carregamento rápido. Opções para comprar o Redmi Note 8T no Brasil: Na cor branca, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.117 Na cor branca, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.369 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.069 Na cor azul, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.399 Na cor preta, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.099 Na cor preta, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.258 Sobre o Redmi Note 8 Pro   Versão mais parruda e voltada para o mais exigente, o Redmi Note 8 Pro tem foco principalmente em gosta de jogar muito no celular. O smartphone tem o chipset MediaTek G90T, desenvolvido especialmente para aguentar o tranco na jogatina, além de trazer sistema de refrigeração para garantir o bom desempenho e autonomia da bateria, que tem 4.500 mAh. O dispositivo tem tela IPS LCD de 6,53 polegadas com resolução Full HD e opções de 6 GB e 8 GB de RAM, além de 64 GB e 128 GB de armazenamento — expansível a até 256 GB via microSD. O conjunto quádruplo de câmeras na parte traseira combina sensores wide de 64 MP, ultrawide de 8 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade de 2 MP, contando com HDR e flash LED duplo, e conseguindo gravar vídeos em 2160p a 30 fps, ou em 1080p a 30, 60 e 120 fps. Já a câmera frontal única oferece 20 MP com possibilidade de gravação em 1080p a 30 fps. Pontos fortes: desempenho incrível, ótima duração de bateria e bom conjunto de câmeras. Opções para comprar o Redmi Note 8 Pro no Brasil: Na cor azul, com 6GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.429 Na cor azul, com 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.599 Na cor branca, com 6GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.439 Na cor branca, com 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.628 Na cor cinza, com 6GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.438 Na cor cinza, com 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.568 Na cor verde, com 6GB de RAM e 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.441 Na cor verde, com 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.589 Sobre o Mi 9 Lite “O Mi 9 Lite é uma opção tão interessante quanto os Redmi mais bem vendidos do momento, porém entregando uma proposta mais 'premium'. Pense nisso na hora da escolha”, Adriano Ponte, analista de produtos do Canaltech   Este dispositivo chegou ao mundo de maneira oficial em setembro de 2019. O Mi 9 Lite é um modelo que fica entre o Mi 9 e o Mi 9 SE, considerando suas características gerais de hardware e o preço. Esse smartphone tem tela AMOLED com 6,39 polegadas e resolução Full HD, chipset Snapdragon 710, com processador de oito núcleos, auxiliado por 6 GB de memória RAM e 64 GB ou 128 GB de armazenamento. A bateria tem 4.030 mAh. Como citado anteriormente, este modelo fica posicionado entre o Mi 9 e o Mi 9 SE, oferecendo tempo de autonomia melhor que ambos. É um intermediário bastante justo, ainda mais considerando seu preço. O conjunto de câmeras inclui três sensores na traseira, sendo um com 48 MP, outro com 8 MP, e o terceiro com 2 megapixels. A câmera frontal tem 32 MP. Os vídeos saem em 4K, também. Pontos fortes: ótimo conjunto geral e construção de topo de linha. Na Amazon, você encontra o Mi 9 Lite nas seguintes opções e preços: Na cor azul, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.461 Na cor azul, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.632 Na cor branca, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.502 Na cor branca, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.622 Na cor preta, com 64 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.461 Na cor preta, com 128 GB de armazenamento: a partir de R$ 1.648 Está interessado em outro produto da Xiaomi? Veja a lista com mais ofertas na Amazon! Mas por que o preço varia na Amazon? Para produtos da Xiaomi, a Amazon.com.br funciona com o sistema de marketplace. Isso significa que são vários vendedores anunciando um mesmo produto, e cada um oferece pelo seu preço, como um leilão. Você pode escolher aquele que for mais conveniente, seja pelo preço do produto, seja pelo frete e prazo de entrega. Esses vendedores estão espalhados por todo o Brasil, e dependendo da proximidade com a sua localização, pode ter o frete mais interessante para você, totalizando um valor final que acaba ficando melhor do que o daquele que tem o menor preço, mas taxa de entrega mais cara. 5 motivos para comprar um Xiaomi Xiaomi levou nada menos que 4 troféus do Prêmio Canaltech 2019 Existem várias razões para você escolher um smartphone de uma marca específica. Mas a Xiaomi traz ótimas vantagens em relação aos concorrentes que é interessante ter em mente ao escolher um dos modelos da marca: Custo-benefício: o mais importante, certamente, é a relação entre o que é cobrado pelo aparelho e o que ele entrega. Os dispositivos da Xiaomi são ótimos e têm especificações excelentes. Tecnologias de ponta: nada de produtos com recursos ou componentes do passado, a Xiaomi lança smartphones com o que tem de melhor no momento para cada categoria. Sistema operacional: a Xiaomi usa o Android, mas criou uma interface por cima que muda totalmente o funcionamento do sistema do Google. A MIUI é amada pelos usuários por oferecer funções e customização quase sem limites. Além de aparência atraente, que o aproxima do visual do iOS da Apple, como você pode verificar na imagem acima. Garantia: ao comprar um Xiaomi na Amazon, você tem toda a segurança de uma gigante varejista ao seu lado. São 3 meses para troca do aparelho em caso de defeito de fabricação e ajuda da Amazon no caso de seu produto não chegar no tempo estimado. Também tem direito à devolução por arrependimento até 7 dias do recebimento, além de poder desistir da compra caso não seja o produto que esperava. Você pode conferir as regras aqui. Estoque no Brasil, sem taxas: além de toda essa proteção da Amazon, comprar com a varejista também te evita as dores de cabeça de aguardar um processo de importação. Todos os produtos anunciados no site já têm estoque para pronta entrega no Brasil, e não terão cobrança de taxas adicionais. Você paga o valor que aparecer no carrinho na hora da compra, e pronto. Sobre a Garantia de A a Z Para não ficarem dúvidas em relação à garantia da Amazon.com.br, vamos explicar melhor como funciona. Como você viu, a varejista funciona com um sistema de marketplace, ou seja, vendedores independentes ou lojas menores anunciam os produtos na Amazon, e ficam encarregados de faturar e despachar o produto assim que você realiza o pagamento. No caso, se seu produto não chegar em até 3 dias após a data limite apresentada no ato da compra, ou 30 dias depois de o pedido ser feito (o que vier primeiro), você pode entrar em contato com a Amazon para entender o que está acontecendo. Ou no caso de o produto estar danificado quando chegar em sua casa, ou não ser aquele que estava anunciado. Além disso, você também pode entrar com uma solicitação da Garantia de A a Z no caso de entrar em contato com o vendedor e ele não te responder em até dois dias úteis. *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no Telegram para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: BOM, BONITO E BARATO! Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8T a partir de R$909 em até 10x Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes Coronavírus | Avanços nas descobertas podem auxiliar na criação de vacina Cansou da Netflix? Prime Video só R$ 9,90 no pacote Prime cheio de vantagens! Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa Veja Mais

Carreira Contábil: As possibilidades de crescimento na área

R7 - Economia Como funciona o seu processo decisório? Sabemos que uma escolha pode transformar todo um caminho a ser seguido. Você é daqueles que levanta prós e contras? Ou decide com base na intuição? Pensa nas potencialidades ou limitações que sua escolha implicará? Na hora de escolher uma carreira, todos esses questionamentos podem te ajudar. Com um [...] O post Carreira Contábil: As possibilidades de crescimento na área apareceu primeiro em Jornal Contábil - Portal de Notícias Nacionais. Veja Mais

IA pode induzir humanos ao erro na busca por seres alienígenas

IA pode induzir humanos ao erro na busca por seres alienígenas

Tecmundo Segundo um estudo publicado por um pesquisador da Universidade de Cádiz, na Espanha, pode ser que a IA mais atrapalhe do que ajude na procura por possíveis civilizações alienígenas. Isso porque, embora essa tecnologia venha se tornando uma aliada cada vez mais popular entre os caçadores de ETs – tanto que ela foi recentemente “recrutada” pelo pessoal do SETI ou Search for Extraterrestrial Intelligence, projeto focado na busca por inteligência extraterrestre –, a IA pode cometer erros de identificação e gerar “falsos positivos”.Essa ideia foi proposta pelo Professor Gabriel G. de la Torre, Neuropsicólogo Clínico e Especialista em Fatores Humanos da Universidade de Cádiz, na Espanha – um cara que, além de ter profundo conhecimento sobre comportamento humano, também enveredou para outras áreas e se tornou especialista e coordenador de diversos projetos envolvendo a neurociência e a exploração espacial.Leia mais... Veja Mais