Meu Feed

No mais...

PEC 015/15 - Fundeb - Parecer da Relatora, Deputada Professora Dorinha Seabra - 11/03/2020 - 20:00

PEC 015/15 - Fundeb - Parecer da Relatora, Deputada Professora Dorinha Seabra - 11/03/2020 - 20:00

Câmana dos Deputados Comissão Especial destinada a proferir parecer à Proposta de Emenda à Constituição nº 15-A, de 2015, da Srª Raquel Muniz e outros, que "insere parágrafo único no art. 193; inciso IX, no art. 206 e art. 212-A, todos na Constituição Federal, de forma a tornar o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb instrumento permanente de financiamento da educação básica pública, incluir o planejamento na ordem social e inserir novo princípio no rol daqueles com base nos quais a educação será ministrada, e revoga o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias" - Reunião Deliberativa - Discussão e Votação do Parecer da Relatora, Deputada Professora Dorinha Seabra Rezende. #CâmaraDosDeputados #Fundeb Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/59461 Veja Mais

Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus

Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus

canaltech Tom Hanks e Rita Wilson são os primeiros atores hollywoodianos a serem diagnosticados publicamente com coronavírus. Após relatar em seu perfil oficial no Instagram, Hanks contou que estava na Austrália, com sua mulher, Rita, quando se sentiu mal e recebeu o diagnóstico. O ator estava no país para gravar um filme sobre Elvis Presley. Ele afirma que ele e Wilson começaram a sentir cansaço, sintomas de resfriado e dores no corpo, sendo que ela ainda teve calafrios recorrentes e febre leve. Ambos fizeram exames e foi confirmado que contraíram COVID-19. "O que fazer agora? Os médicos têm protocolos que precisam ser seguidos. Nós, os Hanks, seremos examinados, observados e isolados pelo tempo as autoridades de saúde pública determinarem. Não há muito o que fazer, além de esperarmos um dia de cada vez, certo? Se cuidem!", escreveu Tom em seu perfil. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- De acordo com a Variety, apenas o casal, em todo o elenco do filme, foi diagnosticado com a doença. As gravações do filme ainda estão em fase inicial, de pré-produção, e tanto atores quanto câmeras estão se preparando para as filmagens. Após o relato de Hanks, a Warner Bros., distribuidora do filme, publicou um posicionamento. Estamos cientes de que um membro da companhia ligado ao nosso filme sobre Elvis, que está atualmente em pré-produção na Gold Coast, Austrália, foi diagnosticado com COVID-19 (coronavírus). Estamos trabalhando de perto com as agências de saúde da Austrália para identificar e conversar com qualquer outra pessoa que teve contato direto com o indivíduo. A segurança e a saúde dos membros da nossa empresa sempre foram prioridade máxima, e estamos tomando as medidas necessárias para proteger todos que trabalham em nossas produções no mundo todo. A pessoa que teve exames positivos para COVID-19 já está recebendo tratamento. O ator ainda finaliza dizendo que vai manter o mundo todo informado sobre seu estado de saúde e o de sua esposa. View this post on Instagram Hello, folks. Rita and I are down here in Australia. We felt a bit tired, like we had colds, and some body aches. Rita had some chills that came and went. Slight fevers too. To play things right, as is needed in the world right now, we were tested for the Coronavirus, and were found to be positive. Well, now. What to do next? The Medical Officials have protocols that must be followed. We Hanks’ will be tested, observed, and isolated for as long as public health and safety requires. Not much more to it than a one-day-at-a-time approach, no? We’ll keep the world posted and updated. Take care of yourselves! Hanx! A post shared by Tom Hanks (@tomhanks) on Mar 11, 2020 at 6:08pm PDT Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Sonda indiana está criando mapa da Lua com a maior resolução da história

Sonda indiana está criando mapa da Lua com a maior resolução da história

canaltech A agência espacial indiana (ISRO) está prestes a apresentar uma série de resultados das primeiras observações dos instrumentos de mapeamento que estão incluídos na Chandrayaan-2, a sonda indiana atualmente em órbita lunar. Este conjunto de equipamentos especiais está criando o mapa de maior resolução da Lua já feito até hoje. Embora o módulo de pouso Vikram tenha caído na Lua em sua tentativa de pouso, a Chandrayaan 2 incluía o orbitador, que está em perfeito funcionamento. Ele possui uma câmera óptica chamada Orbiter High-Resolution Camera (OHRC), que captura imagens detalhadas da Lua, com resolução de 0.25 metros/pixel, o que supera até mesmo a Lunar Reconnaissance Orbiter Orbiter (LRO), da NASA, com 0,5 metros/pixel. Essa câmera demonstrou a criação de imagens capturadas em uma área que não é iluminada diretamente pelo Sol - o chão de uma cratera na sombra com uma luz fraca caindo sobre ela, refletida em sua borda (imagem abaixo). Esse resultado está em um material que a ISRO preparou para apresentar durante a Lunar and Planetary Science Conference, que acontece na próxima semana (de 16 a 20 de março). -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: ISRO Essa capacidade de fotografar detalhes minuciosos da Lua será usada para mapear o interior das crateras nos polos lunares, onde a luz do Sol nunca chega. Esse mapeamento é importante porque os cientistas cogitam que os habitats lunares de futuras missões tripuladas na Lua poderão ficar ali perto, favorecendo a coleta da água que parece haver nessa região. A sonda também tem uma câmera de mapeamento, apelidada de TMC 2. Trata-se de um gerador de imagens 3D. Esse equipamento transmitiu imagens fotografadas de 100 km acima da superfície lunar e a equipe científica da missão parece bem satisfeita com as visualizações em 3D geradas a partir dessas imagens. Abaixo, está uma cratera que mostra o nível de detalhamento desses instrumentos. Imagem: ISRO Além de ajudar no planejamento das futuras missões lunares, as imagens podem ser muito úteis para entender como as crateras e outras características se formam por lá, e por que elas têm esses formatos. Por exemplo, uma imagem 3D pode ajudar a construir uma imagem completa da geometria de uma cratera e, analisando esse mapa, será possível saber como foi o impacto que a originou. Outro instrumento presente na Chandrayaan 2 é o Imaging Infrared Spectrometer (IIRS). Ele detecta a luz solar refletida da superfície da Lua e, assim, os cientistas identificam minerais por lá com base nos padrões dessas reflexões. Abaixo, estão imagens da cratera Glauber, vistas pelo IIRS e M3, seu antecessor que estava a bordo da missão CHandrayaan 1, respectivamente. Imagem: ISRO Já o Dual Frequency Synthetic Aperture Radar (DFSAR) consegue “penetrar” na superfície da Lua e possui altíssima resolução. Isso significa que ele poderá quantificar a quantidade de gelo de água está abaixo da superfície, e já está se dedicando a essa tarefa. As estimativas atuais baseadas em observações anteriores apontam que os polos da Lua escondem mais de 600 bilhões de kg de gelo de água, equivalente a pelo menos 240.000 piscinas de tamanho olímpico. Imagem: ISRO Tudo isso é empolgante para o planejamento de novas missões tripuladas na Lua, mas antes disso precisamos saber mais sobre a natureza de todo esse gelo e como os astronautas poderão escavar o solo para conseguir acessá-lo. Os resultados iniciais da Chandrayaan 2 mostram que este mapa de alta resolução será de grande utilidade nessa tarefa, ainda mais porque a ISRO declarou que a sonda funcionará por sete anos. De acordo com a agência espacial, esse tempo será suficiente para mapear e quantificar completamente a água lunar. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Ataque aéreo na Síria mata 18 combatentes iraquianos

O Tempo - Mundo Antes, outros foguetes foram lançados, deixando um soldado britânico e dois americanos mortos Veja Mais

Congresso derruba veto do Bolsonaro ao BPC - 11/03/20

Congresso derruba veto do Bolsonaro ao BPC - 11/03/20

Câmana dos Deputados Dos 10 vetos presidenciais que trancam a pauta do Congresso, só um foi analisado nessa quarta-feira. O veto total de Jair Bolsonaro à proposta que amplia o acesso ao BPC, foi derrubado. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #BPC #Veto Veja Mais

Coronavírus: Itália tem excesso de corpos e cadáveres ficam até 24 horas em casa

O Tempo - Mundo O país também enfrenta problemas de superlotação em hospitais e falta de médicos e enfermeiros Veja Mais

MercadoPago recebe autorização para atuar como emissor de cartão de crédito

G1 Economia Segundo empresa, licença ajudará o desenvolvimento de soluções mais acessíveis O MercadoPago, carteira digital do Mercado Livre, recebeu autorização do Banco Central (BC) nesta quarta-feira para atuar como credenciador - a instituição que assina contrato com o estabelecimento comercial para aceitação de cartão de pagamento. A empresa também foi autorizada a prestar serviços relativos às modalidades de emissor de instrumento de pagamento pós-pago. Em seu site, o BC afirma que um exemplo disso são as instituições não financeiras emissoras de cartão de crédito. O Mercado Livre diz que a licença permitirá que a empresa explore mais oportunidades de ampliar seu portfólio de produtos e serviços financeiros para compradores e vendedores. "Com isso, o MercadoPago segue fomentando a inovação e a inclusão financeira, a partir do desenvolvimento de soluções mais acessíveis para a população brasileira." Veja Mais

Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para o dia 12 de março

G1 Economia São oportunidades para professor de auxiliar de ajudante de eletricista, auxiliar de pizzaiolo, consultor de vendas, entre outros. Há vagas para ajudante de eletricista no Sine Amapá Pixabay O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine, localizado na Rua General Rondon, nº 2350, em frente à praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas na capital. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: ajudante de eletricista auxiliar de chapeiro auxiliar de pizzaiolo auxiliar de churrasqueiro consultor de vendas eletricista de montagem de painéis manicure gerente de frios mecânico de refrigeração instrumentista de precisão chefe de seção vendedor pracista recepcionista atendente (pessoa com deficiência) recepcionista (pessoa com deficiência) técnico em informática (pessoa com deficiência) auxiliar de produção (para pessoa com deficiência) O Sine informa que as vagas oferecidas podem sofrer alterações de um dia para o outro, pois o sistema não contabiliza os atendimentos ao longo do dia realizado nas unidades Superfácil, que funcionam após o fechamento da agência central. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá. Veja Mais

Ampliação do BPC pode dificultar aumento de recursos para fundo de educação básica, diz Maia

G1 Economia Veto de Bolsonaro à extensão do benefício foi derrubado; governo estima impacto de R$ 20 bi ao ano. PEC do novo Fundeb, em análise no Congresso, quer dobrar contribuição da União até 2026. Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta abrangência de benefício O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou nesta quarta-feira (11) que o impacto orçamentário da ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) – estimado pelo governo em R$ 20 bilhões anuais – deve dificultar a aprovação de mais recursos federais para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica. O Congresso derrubou nesta quarta o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto que amplia o BPC. Com isso, a renda máxima para idosos e pessoas com deficiência terem direito ao benefício passou de R$ 261,25 para R$ 522,50, considerando o salário mínimo atual, de R$ 1.046. Segundo o governo, a medida vai dobrar o número de beneficiários – que recebem um salário mínimo por mês. O impacto em dez anos pode chegar a R$ 217 bilhões, afirma o Ministério da Economia. “Nós queremos dobrar o valor do Fundeb? Queremos. Nós ficamos agora mais restritos de onde encontrar recursos. Essa é a realidade. Eu falei para os deputados ligados à educação. Essa votação de hoje [que derrubou o veto] limita os nossos caminhos para o Fundeb”, afirmou Maia. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou que o governo recorrerá ao Tribunal de Contas da União (TCU) para que essa extensão do benefício só seja aplicada em 2021. Destinado para investimentos em educação básica, do ensino infantil ao médio, o Fundeb é formado por parte da arrecadação de estados e municípios, além de uma complementação de 10% desse total em recursos da União. Por lei, ele deixa de existir no fim de 2020. Uma comissão especial da Câmara analisa uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para tornar permanente o Fundeb. O texto em discussão propõe que essa complementação federal passe dos atuais 10% para 20%, em seis anos. A área econômica do governo Bolsonaro discorda desse percentual, e defende um teto de 15% com transição mais "suave" em relação ao modelo atual. A expectativa é de que a PEC seja votada pela comissão na próxima semana e, em seguida, vá ao plenário da Câmara. O texto ainda precisará tramitar no Senado antes de entrar em vigor. Segundo Maia, agora, a ampliação das verbas do Fundeb dependerá de cortes de recursos em outras áreas. Ele diz que "aumentar receita com [a criação de] impostos não é possível, e não é viável no Orçamento." "O plenário é sempre soberano. A decisão está tomada [sobre a derrubada do veto]. Tem um impacto de 20 bilhões esse ano, crescente para os próximos anos. Nosso papel agora é construir soluções para reduzir os danos ao orçamento público", acrescentou. Congresso derruba veto presidencial sobre o BPC Veto derrubado Com a mudança, terão direito ao benefício idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência com renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo – R$ 522,50, pelo salário vigente de R$ 1.045. Atualmente, o limite é um quarto de salário, ou R$ 261,25 por membro da família. O veto derrubado seguirá para promulgação por parte do presidente Jair Bolsonaro. Se o presidente não promulgar no prazo de 48 horas, a tarefa caberá ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Entre os senadores, o veto foi derrubado por 45 votos a 14. Entre os deputados, foram 302 votos a 137 pela derrubada. Ao receber o texto aprovado pelo Congresso, Bolsonaro decidiu vetar integralmente a proposta. Segundo ele, o texto não indicava de onde viria o dinheiro para custear as novas despesas. Veja Mais

Samsung anuncia o inédito Galaxy S20 no Brasil, a partir de R$ 5.499; veja primeiras impressões

G1 Economia Aparelho é um dos principais lançamentos da empresa no ano e conta com câmera de 108MP, supertela e 5G. Especificações são parrudas, e muito mais do que o necessário. Zoom de 100x tem pouca definição. Samsung Galaxy S20 Ultra Celso Tavares/G1 A Samsung anuncia no Brasil, nesta quarta-feira (11), os novos Galaxy S20, um dos principais lançamentos da empresa no ano. Eles foram anunciados em fevereiro, durante evento nos EUA. Sucessor do Galaxy S10, o modelo pulou algumas numerações por um motivo: evoluiu em diversos aspectos em relação à geração anterior. A tela ficou melhor e com maior definição, a câmera está mais potente e o smartphone como um todo, mais rápido — inclusive preparado para o 5G em todos os modelos, quando a rede estiver disponível no Brasil. Outra diferença está em como a linha foi apresentada: a Samsung "matou" o Galaxy S10e, versão de entrada do modelo, e criou um novo do topo de linha Galaxy S20 Ultra, que conta com todas as configurações mais parrudas da linha. A venda dos smartphones começa no dia 3 de abril. Veja os preços dos novos Galaxy S20: S20: R$ 5.499, com 128GB de armazenamento e 8GB RAM S20+: R$ 5.999, com 128GB de armazenamento e 8GB RAM S20 Ultra: R$ 7.999, com 128GB de armazenamento e 12GB RAM S20 Ultra: R$ 8.499, com 512GB de armazenamento e 16GB RAM Samsung Galaxy S20 Ultra Celso Tavares/G1 Os novos Galaxy S20 são uma reação à crescente onda de bons smartphones com sistema operacional Android que outras marcas têm lançado no mundo. A Huawei investiu em câmeras superpotentes, a Xiaomi oferece funcionalidade e preço baixo, o Google traz fotografia com inteligência artificial, e a OnePlus investe em supertelas. Embora alguns desses aparelhos não estejam no Brasil, a Samsung focou em juntar algumas dessas inovações em um único smartphone. Câmera Uma das demandas mais comuns dos consumidores de smartphones é também uma das características principais da linha S20: as câmeras. Elas chamam atenção pela capacidade de aproximação e definição. Nos modelos S20 e S20+, o zoom conta com inteligência artificial e capacidade de aproximação de até 30x. Câmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra Celso Tavares/G1 Mas o destaque fica com as supercâmeras do S20 Ultra, que permite tirar fotos com até 108 Mega pixel de definição e também conta com um zoom de até 100x. Tecnicamente, o smartphone conta com um sistema de lentes "dobradas", em que a luz passa por um sistema de espelhos que permite ampliar a imagem antes que ela chegue ao sensor. O zoom óptico, que é feito exclusivamente com as lentes, atinge até 4x, e o aparelho consegue um zoom de 10x com bastante qualidade. Zoom do Galaxy S20 Ultra em diferentes distâncias. Thiago Lavado/G1 A qualidade do zoom, varia de acordo com a distância. No zoom de 30x, a qualidade se perde bastante, mas ainda parece uma câmera de smartphone. Com mais que isso, e principalmente próximo de 100x, a imagem é bastante pixelada e com pouca definição. É mais impressionante pela capacidade do que pela qualidade. As imagens de 108 MP impressionam pela definição, mas ocupam bastante espaço no armazenamento (cerca de 20MB cada). A câmera ainda tem capacidade de filmar em 4K e 8K. Tela, bateria, processador e 5G Nas especificações técnicas, o S20 Ultra é bastante parrudo. Ele vem para o Brasil com processador Exynos 990, de fabricação da própria Samsung e, nesse modelo, há opção de memória de 12GB e 16GB — uma especificação melhor que a de muitos computadores. É muito, mas evita que aplicativos fechem sozinhos por causa de falta de memória. A Samsung também permite utilizar uma função que determina que alguns aplicativos sempre fiquem funcionando, mesmo quando não estão sendo utilizados. Essa função deve ser aproveitada por usuários que demandam tarefas específicas. Os aparelhos também são bem grandes. O S20 Ultra, por exemplo, tem display de 6,9 polegadas. Os modelos S20+ e S20 têm, respectivamente 6,7 e 6,2 polegadas. A título de comparação, o iPhone 11 Pro, maior modelo da Apple, tem 5,8 polegadas. Tabela compara Galaxy S20 Ultra com iPhone 11 Pro. Aparecido Gomes/G1 Pela primeira vez, a linha Galaxy S veio sem a entrada para fone de ouvido, algo que a Samsung manteve por mais tempo do que outras marcas. Pra quem joga, a tela do S20 conta com uma novidade interessante: há a opção de aumentar a taxa de atualização do visor. Por padrão, ele vem com 60Hz, mas é possível ampliar para 120Hz. Isso significa que as imagens apresentadas tem melhor transição e são mais suaves — na prática, aumentar essa velocidade pode significar a diferença entre vitória ou derrota em um jogo de tempo real, por exemplo. Ela acaba também melhorando a usabilidade do sistema Android. Galaxy S20 permite determinar taxa de atualização da tela. Reprodução Porém, é preciso escolher: o smartphone não permite usar a taxa de 120Hz e manter a tela com resolução de 3200 x 1440, apenas a padrão de 2300 x 1080. As diferentes versões vêm com capacidades de bateria distintas, 4.000 mAh para o S20, 4.500mAh para o S20+ e 5.000mAh para o S20 Ultra. As baterias são grandes o bastante para aguentar os mais variados usos dos smartphones, com as opções de taxa de atualização da tela, filmagem em alta definição e até de usar a rede 5G. A possibilidade de ter conexão 5G é uma novidade, principalmente no Brasil, onde até então o único aparelho com esse tipo de conexão era o caríssimo Galaxy Fold (R$ 12.999), também da Samsung. Essa opção pode ser vantajosa para quem viaja com frequência para regiões onde a conexão já existe, como Coreia do Sul e Reino Unido. No Brasil, onde o 5G ainda está em discussão e deve começar a ganhar fôlego apenas no ano que vem, é menos recomendável usar esse fator como determinante para escolher um smartphone. Veja Mais

Faculdades e escolas particulares suspendem eventos após casos confirmados do coronavírus em SP

Glogo - Ciência No estado de São Paulo, 263 casos são suspeitos e 320 foram descartados. ESPM suspendeu todos os eventos com mais de 50 pessoas. Colégio Vera Cruz suspendeu aulas de duas turmas porque pai de alunos tesou positivo para coronavírus. Colégio Vera Cruz suspendeu aulas de duas turmas porque pai de alunos tesou positivo para coronavírus. Reprodução Faculdades e escolas de São Paulo suspenderam eventos que promovam encontros de grande número de pessoas após as recentes confirmações 30 casos do novo coronavírus na capital paulista. A ESPM suspendeu todos os eventos com mais de 50 pessoas -- como palestras e seminários -- por causa do coronavírus. Nenhum caso foi confirmado na faculdade. O Colégio Vera Cruz suspendeu as aulas de duas turmas até a sexta-feira porque o pai de dois alunos contraiu coronavírus. Os alunos estão em quarentena em casa. Um aluno de administração do período da manhã da PUC-SP, campus da Monte Alegre, teve diagnóstico confirmado de coronavírus. No curso de direito havia dois suspeitos. Um foi descartado. O outro ainda está em análise. A reitoria se reuniu para decidir que providências tomar. Covid-19: Geografia da USP suspende aulas A Universidade de São Paulo (USP) anunciou nesta quarta-feira a suspensão das aulas do curso de Geografia, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), após um aluno comunicar que testou positivo para o coronavírus. De acordo com a USP, a suspensão das atividades no Departamento de Geografia é pontual e não afeta outros cursos da FFLCH. A reitoria da universidade se reúne nesta quarta para definir com a Superintendência de Saúde da Cidade Universitária um protocolo de ação para casos da doença no campus. Os alunos da Geografia foram informados da suspensão das aulas por meio de comunicado oficial emitido pela chefia do departamento. Em nota, a FFLCH declarou que manterá as aulas e demais atividades nos outros cursos até que as autoridades estaduais de saúde se manifestem sobre o assunto. O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (11) que São Paulo tem 30 casos confirmados do novo coronavírus. Nesta terça-feira (10), o número de casos confirmados no estado era de 19. O número de casos confirmados no Brasil também teve um salto, somando agora 52 diagnósticos confirmados da doença. No Estado de São Paulo, 302 casos são suspeitos e 289 foram descartados. Coronavírus: o que se sabe sobre o novo vírus Que produtos de limpeza matam o coronavírus? Coronavírus pode ser transmitido por pacientes assintomáticos? Casos confirmados do novo coronavírus chegam a 30 em São Paulo O que muda com a declaração de pandemia? O Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse no começo da tarde desta quarta-feira (11), que nada muda no Brasil com a declaração de pandemia do coronavírus. Ele afirmou ainda que pacientes com sintomas, que chegarem de outros continentes, serão considerados "casos suspeitos". "Para nós [...] qualquer pessoa que chegue no Brasil ainda neste momento, com febre, tosse, gripe, já tem nexo para você poder falar: 'oh, é um caso suspeito'. Por que? Porque veio de fora de locais que têm transmissão sustentada. Mas nós já estávamos trabalhando assim, né? Nós já estávamos com América, Europa, Ásia, Oceania. Só não estávamos ainda considerando os da América do Sul e África, agora são todos", afirmou. Initial plugin text Veja Mais

Globo exibe primeiro episódio de documentário sobre Marielle Franco

O Tempo - Diversão - Magazine Produção sobre vereadora assassinada há dois anos estará disponível no Globoplay Veja Mais

Pacheco diz que saída de Bilac não é ruptura com Zema porque DEM nunca foi base

O Tempo - Política Por meio de nota, presidente do Democratas de Minas declarou que a ida de Bilac para o Estado foi uma decisão pessoal e não partidária Veja Mais

Mulher alegar ser Beyoncé após ser presa por roubo de carro

Mulher alegar ser Beyoncé após ser presa por roubo de carro

R7 - Música Vagalume Vagalume Uma mulher foi presa na cidade de Los Cruces (no estado de Novo México, nos Estados Unidos) após ser flagrada dirigindo um carro roubado. O que chamou a atenção nesse caso foi o que Surena Henry disse aos policiais quando foi abordada com o veículo. Ela alegou ser a estrela pop Beyoncé. De acordo com documentos oficiais, a mulher de 48 anos ignorou as ordens dos policiais de encostar o carro e seguiu até a sua casa. Além de dizer que era a famosa cantora, Henry explicou que encontrou o carro com as chaves na ignição e resolveu dar uma voltar com ele. De acordo com a agência de notícias "Associated Press", a mulher explicou que não parou o carro quando a polícia ligou a sirene, pois "não sentiu vontade de fazer isso". Henry foi processada por roubo de veículo, ocultar identidade e resistência ou obstrução de prisão. Não se sabe se ela tem um advogado.Fonte: Vagalume Veja Mais

Weintraub sugere aulas remotas em escolas e faculdades por causa do coronavírus

O Tempo - Política 'Você manda aulas para os alunos, disponibiliza o email, Youtube, Skype, internet', sugeriu o ministro da Educação; veja o vídeo Veja Mais

Fabio Wajngarten volta de viagem aos EUA com suspeita de coronavírus

O Tempo - Política O chefe da Secom acompanhou o presidente Jair Bolsonaro no encontro com Donald Trump Veja Mais

Como usar a busca do WhatsApp para achar arquivos em conversas

Como usar a busca do WhatsApp para achar arquivos em conversas

canaltech O WhatsApp tem inovado cada vez mais a cada atualização. O modo escuro, por exemplo, foi implementado na versão mais recente do aplicativo, mas essa não foi a única novidade: o mensageiro trouxe a opção de fazer uma busca com filtros, ideal para achar aquela mensagem ou imagem que você tanto quer, mas que já se perdeu em meio a tantas outras conversas. Dois WhatsApp no mesmo celular: Saiba como ter duas contas no mesmo aparelho Atualmente, essa opção só está disponível para usuários do iOS, mas nada impede que os donos de smartphones Android também tenham acesso à ferramenta no futuro. Busca no WhatsApp: como encontrar imagens WhatsApp | Veja como escolher quem pode te adicionar em grupos Para filtrar sua busca no WhatsApp por imagens, abra o aplicativo e toque sobre a barra de pesquisas. Depois, selecione “Fotos” para que todas as imagens compartilhadas por você ou amigos sejam exibidas. Caso você queira otimizar ainda mais a busca, é possível digitar o nome de um contato ou até uma palavra que tenha sido enviada junto com a imagem ao lado do filtro. A exibição dos resultados ocorre tanto no formato de grade como no de lista (que pode ser observado abaixo). -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Exibição dos resultados de busca do WhatsApp em formato de lista (Captura de tela: Bruno Salutes) Busca no WhatsApp: como encontrar GIF e arquivos Aprenda a colocar áudio no Status do WhatsApp Fazer uma busca no WhatsApp por GIFs também é muito simples. Para isso, ao invés de selecionar “Fotos” no filtro, escolha GIFs e, novamente, digite um contato ou termo para filtrar ainda mais os resultados. Resultados de busca do WhatsApp por GIF, exibidos em grade (Captura de tela: Bruno Salutes) Da mesma maneira é possível busca por links, vídeos, documentos e até por gravações de áudio que tenham sido enviadas por seus amigos, conforme você pode ver na imagem abaixo: São diversas opções de arquivo disponíveis para pesquisa (Captura de tela: Bruno Salutes) E você, o que acha dessa nova atualização do WhatsApp? Conte pra gente nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Desembolsos do BNDES caem 23,4% e somam R$ 55,314 bi em 2019

R7 - Economia O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 55,314 bilhões em 2019, queda real, já descontada a inflação, de 23,4% ante 2018. É o menor valor real desde 1996, quando o banco liberou R$ 49,477 bilhões. Em 2019, os desembolsos do banco de fomento equivaleram a 0,76% do Produto Interno Bruto (PIB), o menor nível da série histórica compilada pelo BNDES, iniciada em 1995. Os dados foram divulgados no mesmo dia em que o BNDES informou lucro líquido recorde de R$ 17,72 bilhões ano passado, com resultado puxado pelas vendas de participações acionárias em empresas como Fibria, Petrobras e Vale. A diretoria capitaneada pelo presidente Gustavo Montezano assumiu em julho com a missão de seguir reduzindo o BNDES - em relação à carteira de participações, a meta é diminuí-la em cerca de 80% até 2022. Em 2019, o movimento de redução do banco se juntou com a lentidão na retomada dos investimentos. Para Montezano, que assumiu o cargo propondo transformar o BNDES no "banco de serviços do Estado brasileiro", a mudança de tamanho e papel implica mudar a forma de medir o desempenho. Olhar para os desembolsos seria seguir a forma de raciocínio dos "bancos privados". "Nossa função é melhorar a qualidade de vida do brasileiro, não estamos preocupados com volume de desembolsos", disse Montezano, em entrevista coletiva para comentar os resultados financeiros, nesta quarta-feira. A mudança de tamanho e papel do BNDES significa também aumentar cada vez mais o foco no setor de infraestrutura e nas pequenas e médias empresas. No primeiro caso, a prioridade é estruturar projetos de concessão que atraiam investimentos com capital e fontes de financiamento privados, embora o banco possa financiar os casos em que há poucas opções. Com isso e com a lentidão para tirar do papel o programa de concessões em infraestrutura, o setor desembolsou R$ 24,407 bilhões em 2019, queda de 23% ante 2018. Ainda assim, os valores liberados ficaram acima dos R$ 8,816 bilhões para a indústria, um tombo de 31,2% na comparação com 2018. O valor desembolsado para os empréstimos à indústria é o menor da série histórica do BNDES, iniciada em 1995. O valor liberado para o setor de comércio e serviços foi de R$ 6,222 bilhões, a metade do registrado em 2018, enquanto os financiamentos para a agropecuária receberam R$ 15,870 bilhões, 4% acima dos desembolsos de 2018. Os dados divulgados nesta quarta-feira também mostram uma freada na aprovação de novas operações, que somaram R$ 63,077 bilhões em 2019, valor 36,2% abaixo de 2018. Na série estatística, as aprovações de 2019 só não ficaram abaixo das registradas em 1995, quando o valor ficou em R$ 54,396 bilhões. Os números também refletem a lentidão na retomada dos investimentos, pois as consultas somaram R$ 61,781 bilhões em 2019, queda de 39,9% ante 2018. O valor (o menor da série estatística iniciada em 1995) ficou tão baixo que é também a primeira vez que ficou abaixo do registrado nas aprovações de novos empréstimos - em todos os outros anos desde 1995, as consultas superaram as aprovações. A consulta por empréstimos é o primeiro passo no processo de pedido de crédito ao BNDES. Tradicionalmente, esse dado serve como indicador indireto do apetite do empresariado por financiamento de longo prazo, para investimentos, mas mudanças operacionais dos últimos anos podem afetar esse comportamento. Por exemplo, o primeiro passo do processo de pedido de crédito passou a ser feito para a empresa como um todo e não projeto a projeto. Além disso, o fato de Taxa de Longo Prazo (TLP), introduzida em 2018, não embutir subsídio em relação aos juros de mercado, vem tornando outras fontes de financiamento, como o mercado de capitais, tão atrativas quanto o BNDES. Veja Mais

Termina monitoria do MP na Braskem previsto em acordo de leniência

R7 - Economia O Ministério Público Federal (MPF) encerrou nesta quarta-feira, 11, a monitoria na Braskem, que foi implementada após o acordo de leniência fechado pela companhia em 2016. Em fato relevante, a Braskem informa que a decisão foi baseada na certificação de monitores independentes que atestaram a implementação de todas as recomendações feitas para o programa de conformidade. A Braskem afirma que passou a adotar controles para cumprir leis anticorrupção e outros mecanismos de governança, com o objetivo de prevenir novos ilícitos. Agora, a Braskem aguarda a certificação de seu programa pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) e pela autoridade de mercado de capitais nos EUA, a Securities and Exchange Comission (SEC). Veja Mais

Livro vai revelar os bastidores da grande rivalidade entre Apple e Samsung

Livro vai revelar os bastidores da grande rivalidade entre Apple e Samsung

canaltech Quarenta anos atrás, a Samsung era um conglomerado agrícola coreano que produzia açúcar, papel e fertilizantes, localizado em um país atrasado com uma economia de terceiro mundo. Em uma manobra ousada, o presidente Lee Byung-chul decidiu entrar no mercado de fornecimento de chips para computadores e, no caminho para construir um império tecnológico, deparou-se com um jovem gênio, impulsivo e criativo: Steve Jobs. A história faz parte do livro Samsung Rising: The Inside Story of the South Korean Giant That Set Out to Beat Apple and Conquer Tech (“A Ascensão da Samsung: a história interna da gigante sul-coreana que pretendia vencer a Apple e conquistar a tecnologia”, em tradução livre), que já está em pré-venda e deve chegar às prateleiras internacionais no dia 17 de março. A publicação reúne, em 416 páginas, relatos de centenas de fontes de dentro e fora da empresa oriental, em anos de reportagens do jornalista Geoffrey Cain, que cobriu os acontecimentos envolvendo a Samsung para os periódicos The Economist, The Wall Street Journal e Time, a partir de seu escritório na Coreia do Sul. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Imagem: Reprodução/Amazon Uma das passagens cita as atitudes de funcionários da Samsung, que foram incentivados pela direção a pegar uma maçã das pilhas colocadas nos refeitórios e mordê-la, enquanto a concorrência entre a Sammy e a Apple aumentava. O ato físico de comer a fruta, que é o ícone da gigante de Cupertino, era justamente para representar, metaforicamente, o desejo de todos na companhia. “Tínhamos um objetivo. Bater a Apple", disse um executivo entrevistado por Cain. Filmes, Séries, Musicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Essas e outras histórias, como a origem da nomenclatura “Galaxy S”, prometem ser todas explicadas nesta obra, que, acima de tudo, é um livro de negócios — mas com a promessa de um tom mais divertido e provocativo. O produto está listado por US$ 19,24 (R$ 92,64 na conversão direta) e ainda não há previsão de chegada ao mercado editorial nacional. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Uber volta a testar carros autônomos em São Francisco depois de dois anos

Uber volta a testar carros autônomos em São Francisco depois de dois anos

canaltech O Uber Advanced Technologies Group (ATG), divisão da Uber responsável pelos projetos de inovação e tecnologia, anunciou que vai retomar os testes com carros autônomos em São Francisco. A notícia vem dois anos depois da paralisação, que foi feita devido à morte de um pedestre, o que aconteceu em Phoenix, no Arizona, em 2018. Segundo o TechCrunch, a gigante das caronas vai utilizar os SUVs premium da Volvo, o XC90. A Uber vai testar esses veículos apenas por algumas semanas, durante o dia e com um motorista de segurança, que estará acompanhado de um co-piloto. Essa medida, muito embora seja drástica, mostra a preocupação da empresa com a segurança das pessoas e, claro, com a assertividade de seu material. Uber anuncia US$ 1 bilhão de investimento para sua divisão de veículos autônomos O Uber ATG recebeu uma permissão para retomar os testes na Califórnia no mês passado, mas ela também está testando em Dallas, Pittsburgh, Toronto e Washington-DC. Os motoristas estão presentes em todos esses testes e, após o acidente fatal, o Uber adicionou mais recursos de segurança, incluindo um sistema de monitoramento de motoristas em tempo real, que envia um alerta se detectar que os "especialistas em missão" não estão prestando total atenção. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Imagem: Uber "Estamos empolgados em retomar os testes autônomos na cidade natal da Uber esta semana. Nossa área de testes terá escopo limitado, para começar, mas esperamos intensificar os trabalhos nos próximos meses e aprender com as difíceis, mas informativas, condições da estrada que Bay Area tem a oferecer", disse um porta-voz da empresa, em comunicado enviado ao pessoal do TechCrunch. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Tom Hanks e sua mulher, Rita Wilson, são diagnosticados com coronavírus na Austrália

G1 Pop & Arte 'Nós, Hanks, vamos ser testados, observados e isolados pelo tempo que a saúde e a segurança pública pedirem', escreveu ator, que está no país para gravar filme sobre Elvis Presley. Tom Hanks e sua mulher Rita Wilson Joel Ryan/Invision/AP Tom Hanks e sua mulher, Rita Wilson, foram diagnosticados com o novo coronavírus. Eles estavam na Austrália para as gravações de um filme, ainda sem nome, sobre Elvis Presley. O próprio ator confirmou a notícia em seu perfil no Twitter nesta quarta-feira (11). Tanto ele quanto Wilson têm 63 anos de idade. "Olá, pessoal. Rita e eu estamos aqui na Austrália. Nos sentimos um pouco cansados, com frio e com dores no corpo. Rita tinha uns calafrios que iam e vinham. Leves febres também. Para fazer tudo certo, como é preciso no mundo agora, fomos testados para o coronavírus, e o resultado foi positivo", escreveu Hanks. Initial plugin text "Bem, o que fazer a seguir? Os oficiais médicos têm protocolos que devem ser seguidos. Nós, Hanks, vamos ser testados, observados e isolados pelo tempo que a saúde e a segurança pública pedirem. Não há muito mais a fazer além de enfrentar um dia de cada vez, não? Vamos manter o mundo informado. Se cuidem!" O estúdio que realiza o filme, Warner Bros., confirmou em comunicado que uma pessoa da equipe está com o COVID-19, sem dar nomes. A empresa afirma que trabalha com as autoridades australianas, mas não anunciou se planeja adiar as gravações da produção, dirigida por Baz Luhrmann ("O grande Gatsby"). Também nesta quarta, a Warner Bros. Television suspendeu a gravação da quarta temporada de "Riverdade" depois que um membro da equipe teve contato com uma pessoa com a nova forma do vírus. Festivais, shows, estreias de filmes e até desfiles, como a E3 e o Coachella, foram suspensos ou tiveram mudanças de datas nos últimos meses para evitar aglomerações de pessoas, uma das principais medidas para conter o aumento da pandemia do novo coronavírus. Como o medo do coronavírus está alterando rota do pop Veja Mais

NASA aprimora sistema que transforma urina em água na ISS

NASA aprimora sistema que transforma urina em água na ISS

Tecmundo Entre as dificuldades de realizar viagens espaciais está o transporte de mantimentos, tanto pelo peso quanto pelo espaço que ocupam. Com a água não é diferente. Por isso, a NASA desenvolveu um equipamento que transforma urina em água para que os astronautas não enfrentem a falta do recurso na Estação Espacial Internacional – e ele acaba de ser aprimorado.O sistema responsável pela ação faz parte da rotina da ISS, que é campeã em reciclagem do líquido. Entretanto, mantê-lo é um verdadeiro desafio. “Nos últimos 12 anos, uma das coisas mais importantes que aprendemos sobre a Estação é que seu hardware é vulnerável a ambientes com vapor”, afirma Jennifer Pruitt, integrante da equipe da agência espacial norte-americana.Leia mais... Veja Mais

Sessão do Congresso - Votação de vetos presidenciais - 11/03/2020

Sessão do Congresso -  Votação de vetos presidenciais - 11/03/2020

Câmana dos Deputados O Congresso Nacional iniciou a Ordem do Dia para votar dez vetos presidenciais que trancam a pauta. O primeiro deles é o veto total ao Projeto de Lei 3055/97, do Senado, que aumenta o limite de renda familiar para acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). O BPC é destinado a pessoas com deficiência e idosos cuja renda per capita da família seja inferior a 1/4 do salário mínimo. O texto vetado pretende ampliar esse limite para 1/2 salário mínimo, aumentando o rol de pessoas que podem pleitear o benefício. O governo argumenta que isso criaria despesas obrigatórias ao Executivo sem indicação da respectiva fonte de custeio, desobedecendo à Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) e ao Regime Fiscal (Emenda Constitucional 95, de 2016). Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #SessãoDoCongresso #VetosPresidenciais Veja Mais

Após recuo de Zema, representantes da segurança pública vão discutir estratégias

O Tempo - Política Deputados que representam a categoria e entidades de classe vão realizar encontro nesta quinta-feira (12) Veja Mais

Michelle Obama vem ao Brasil para evento

O Tempo - Diversão - Magazine A ex-primeira-dama dos Estados Unidos participará de uma conversa no dia 16 de abril, no São Paulo Expo Veja Mais

Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços

Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços

canaltech Em evento realizado hoje em São Paulo, a Samsung anunciou sua nova geração de topos de linha. Tratam-se do Galaxy S20, Galaxy S20+ e do Galaxy S20 Ultra, todos eles trazendo o mesmo chipset Exynos 990 de 7 nanômetros, mas com tamanhos e recursos diferentes. A mudança da numeração, passando para S20 em vez de S11, segundo a própria empresa, se deve à grande quantidade de mudanças em relação ao Galaxy S10. Por trazer um "grande número de novidades premium", decidiu-se passar direto para o número 20. Esta é a primeira vez que o modelo da linha S da Samsung não vem com o conector de fones de ouvido, mas que ainda traz um fone customizado pela AKG, agora com conexão USB tipo C. Além disso, todos os modelos são capazes de gravar vídeos em 8K, além de trazer telas com taxas de atualização de 120 Hz. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Especificações dos Galaxy S20 (Foto: Pedro Cipoli/Canaltech) O Galaxy S20 "normal" é o menor da lista, trazendo tela de 6.2 polegadas: Tela: 6.2 polegadas Dynamic AMOLED (1440 x 3200 pixels@60 Hz ou 1080 x 2400 pixels@120 Hz) e HDR10+; Exynos 990 octa-core, 8 GB de memória RAM e 128 GB de memória interna (UFS 3.0); Câmeras traseiras: 12 MP, f/1.8, 26mm (wide) + 64 MP, f/2.0, (teleobjetiva 3x) + 12 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide); Câmera frontal: 10 MP, f/2.2, 26mm (wide); Sensor de impressão digital na tela (ultrassônico); Bateria: 4000 mAh (carregador de 25 watts); Android 10, One UI 2; Peso: 163 gramas; Em seguida temos o Galaxy S20+, que é basicamente uma versão maior do Galaxy S20 original. Vem com uma bateria maior e um sensor Time Of Flight 3D na parte traseira: Tela: 6.7 polegadas Dynamic AMOLED (1440 x 3200 pixels@60 Hz ou 1080 x 2400 pixels@120 Hz) e HDR10+; Exynos 990 octa-core, 8 GB de memória RAM e 128 GB de memória interna (UFS 3.0); Câmeras traseiras: 12 MP, f/1.8, 26mm (wide) + 64 MP, f/2.0, (teleobjetiva 3x) + 12 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide) + câmera TOF 3D; Câmera frontal: 10 MP, f/2.2, 26mm (wide); Sensor de impressão digital na tela (ultrassônico); Bateria: 4500 mAh (carregador de 25 watts); Android 10, One UI 2; Peso: 186 gramas; Já o Galaxy S20 Ultra é uma espécie de Galaxy S20+ "com esteroides", trazendo um conjunto diferenciado de câmeras, 12 GB de memória RAM e tela ainda maior. Anunciado no mercado internacional com um preço sugerido de US$ 1499, ele é mais caro do que o iPhone 11 Pro Max de 512 GB, o modelo mais caro da Apple. Sua bateria de 5.000 mAh suporta carregadores de até 45 watts de potência, mas ele vem com um de 25 watts na embalagem: Tela: 6.9 polegadas Dynamic AMOLED (1440 x 3200 pixels@60 Hz ou 1080 x 2400 pixels@120 Hz) e HDR10+; Exynos 990 octa-core, 12 GB de memória RAM e 128 GB de memória interna (UFS 3.0); ou 16 GB de RAM e 512 GB de armazenamento; Câmeras traseiras: 108 MP, f/1.8, 26mm (wide) + Periscópio 48 MP, f/3.5 + 12 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide) + câmera TOF 3D; Câmera frontal: 40 MP, f/2.2, 26mm (wide); Sensor de impressão digital na tela (ultrassônico); Bateria: 5000 mAh (carregador de 25 watts); Android 10, One UI 2; Peso: 220 gramas; Todos os modelos trazem o SuperSteady, recurso de estabilização eletrônica comparável ao encontrado em câmeras de ação, como a GoPro Hero. Preço e disponibilidade Os membros da família Galaxy S20 poderão ser encontrados a partir de amanhã, em pré-venda, nas principais lojas de departamento on-line, assim como em varejistas físicos e nas lojas da própria Samsung. Quem garantir seu novo S20 na pré-venda, leva como brinde um smartwatch Galaxy Watch Active. Os preços são os seguintes: Galaxy S20 128 GB: R$ 5.499 Galaxy S20+ 128 GB: 5.999 Galaxy S20 Ultra: de R$ 7.999 (128 GB, 12 GB de RAM) a R$ 8.499 (512 GB, 16 GB de RAM) Nós já recebemos uma unidade para testes aqui no Canaltech e fizemos o unboxing e o hands-on do Galaxy S20 Ultra, que você pode conferir abaixo:   Gostou da nova geração da Samsung? O que achou do da família Galaxy S20? Conte para nós aqui nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Coronavírus no Brasil: país já registra 52 casos de COVID-19 Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Veja Mais

COMISSÃO EXTERNA OBRAS INACABADAS NO PAÍS - Reunião Deliberativa - 11/03/202...

COMISSÃO EXTERNA OBRAS INACABADAS NO PAÍS - Reunião Deliberativa - 11/03/202...

Câmana dos Deputados Comissão Externa destinada a acompanhar e monitorar a Conclusão das Obras Públicas paralisadas e inacabadas no País - Reunião Deliberativa - I - Audiência Pública: 1) ILANA JUNQUEIRA MARQUES FERREIRA FIGUEIREDO (Confirmada) Especialista em Políticas e Indústria Confederação Nacional da Indústria - CNI 2) FABIO ANDRÉ FREIRE MIRANDA (Confirmado) Diretor da Área de Revitalizaç... Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/59441 Veja Mais

Protótipos de sistema para buscar aliens entra em fase de testes

Protótipos de sistema para buscar aliens entra em fase de testes

Tecmundo Astrônomos de diversas instituições norte-americanas anunciaram que iniciaram testes com 2 telescópios que, entre os muitos levantamentos que realizarão, terão como principal missão de vasculhar a galáxia em busca de potenciais sinais emitidos por civilizações extraterrestres. Na realidade, a iniciativa faz parte de um projeto criado em parceria entre as universidades de Berkeley, de San Diego e de Harvard, assim como com os Observatórios da Universidade da Califórnia, e deve culminar com a instalação de centenas de telescópios que formação o PANOSETI.PANOSETI consiste na sigla de Pulsed All-sky Near-infrared Optical Search for Extraterrestrial Intelligence, e os 2 telescópios que servirão para dar o pontapé inicial no projeto foram instalados no Observatório Lick, pertinho de San Jose, na California. Obviamente, os equipamentos serão empregados nas observações de toda classe de fenômeno cósmico, mas, como o próprio nome da iniciativa sugere, a finalidade primordial dos dispositivos será a de buscar sinais que indiquem a existência de vida inteligente pela Via Láctea.Leia mais... Veja Mais

BC retoma leilão de dólar à vista com oferta de até US$ 1,5 bilhão, após dólar futuro superar R$ 4,80

G1 Economia O lote será ofertado entre 9h10 e 9h15 desta quinta-feira, diante da tensão no mercado de câmbio, seguindo deterioração nos mercados internacionais. BC abre consulta pública sobre fim de monitoramento de parentes de políticos Reprodução/JN O Banco Central (BC) fará nesta quinta-feira (12) uma oferta líquida de até US$ 1,5 bilhão em moeda à vista, voltando a recorrer a essa ferramenta depois de nesta quarta ter utilizado contratos de swap cambial, numa sessão marcada por preocupações globais e reveses domésticos do lado fiscal que fizeram o dólar futuro saltar quase 4% e superar 4,80 reais. O lote de até US$ 1,5 bilhão em moeda à vista será ofertado entre 9h10 e 9h15. O BC voltou a oferecer recursos das reservas nesta semana diante da disparada da volatilidade e da tensão no mercado de câmbio, seguindo deterioração nos mercados internacionais. Dólar fecha em alta após OMS declarar pandemia de coronavírus Bovespa cai 7,6% após negócios serem suspensos pela 2ª vez na semana Apenas nesta semana, a autoridade monetária já vendeu US$ 5,465 bilhões em dólar à vista, sendo US$ 2 bilhões na terça-feira e US$ 3,465 bilhões de dólares na segunda-feira -- este o maior volume a ser liquidado em um único dia desde pelo menos o começo de maio de 2009. Rodada de leilões Antes da atual rodada de leilões, desde 20 de dezembro do ano passado o BC não realizava esse tipo de operação -- retomada em agosto de 2019 depois de uma década sem ser utilizada. Entre agosto e dezembro de 2019, o BC colocou no mercado um total de 36,860 bilhões de dólares em moeda física. Os atuais leilões de dólar das reservas têm ocorrido de forma alternada a ofertas de swap cambial. Nesta quarta, o BC vendeu todo o lote de 1 bilhão de dólares disponibilizado em swaps tradicionais --derivativo cuja colocação equivale a uma venda de dólar no mercado futuro de câmbio. Neste ano, o BC já vendeu o equivalente a 10,50 bilhões de dólares em swaps cambiais --todo esse montante em colocações líquidas, ou seja, na forma de dinheiro novo. Na segunda-feira, o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, disse que Banco Central interviria no câmbio com instrumentos e montante necessários para acalmar o mercado e promover a funcionalidade das operações. O leilão de até US$ 1,5 bilhão à vista previsto para quinta ocorrerá após o dólar interbancário subir 1,6% nesta quarta, enquanto contratos de dólar futuro na B3 saltarem quase 4%. Além do exterior arisco, a pressão no mercado futuro, especialmente, refletiu um mau humor após sinais de acirramento na relação entre Congresso e Executivo, depois que parlamentares derrubaram veto presidencial a projeto que amplia o acesso ao BPC, com impacto estimado em R$ 20 bilhões no primeiro ano. Veja Mais

Apple fecha indefinidamente todas suas lojas na Itália por causa do coronavírus

Apple fecha indefinidamente todas suas lojas na Itália por causa do coronavírus

canaltech A Itália vem sendo um dos locais em que o novo coronavírus (SARS-CoV-2) tem se espalhado com mais rapidez e amplitude e, por conta disso, o governo italiano basicamente isolou o país. Vários estabelecimentos têm fechado suas portas e até mesmo a movimentação das pessoas nas ruas tem sido muito pequena. A Apple, então, decidiu fechar todas as 17 lojas locais de varejo da Apple Store, por tempo indeterminado. A Itália foi severamente afetada pela propagação do novo coronavírus, que já matou mais de 800 pessoas no país. Além desses estabelecimentos, a Apple possui operações e escritórios na cadeia de suprimentos na região, e a empresa anteriormente já havia impedido seus funcionários de viajar para essas localidades. Imagem: Reprodução/Wired Vale destacar que, embora a Maçã também venha aderindo às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que confirmou a pandemia global nesta quarta-feira (11), essa ação faz parte de um protocolo baixado pelo próprio governo italiano, que bloqueou todo o país na segunda-feira (9). A companhia norte-americana não informou quando as unidades serão reabertas e observou apenas que “permanecerão fechadas até uma data posterior”. As limitações emergenciais impostas pelas autoridades locais, pelo menos até esse momento, duram até o dia 3 de abril. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Enquanto as lojas permanecem fechadas, a Apple está direcionando os clientes para o suporte por telefone ou ao e-commerce na web. A paralisação italiana marca o segundo grande fechamento das lojas de varejo da Apple devido ao novo coronavírus, sendo que a empresa já havia interditado suas unidades na China no mês passado e, com exceção de quatro delas, todas já estão reabertas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Veja Mais

Após Zema sancionar parcialmente reajuste, Novo reitera desejo de veto total

O Tempo - Política A decisão do governador reacendeu a divergência com a legenda Veja Mais

Watson da IBM já pode identificar e analisar expressões idiomáticas

Watson da IBM já pode identificar e analisar expressões idiomáticas

canaltech A IBM anunciou nesta quarta-feira (11) novos recursos do Watson, seu sistema de Inteligência Artificial. As novidades de Processamento de Linguagem Natural (Natural Language Processing - NLP) fazem parte do projeto de pesquisa Project Debater, de IBM Research, o único sistema de Inteligência Artificial (IA) capaz de debater com humanos sobre tópicos complexos. Entre os recursos está uma avançada análise de sentimentos que pode identificar e analisar expressões idiomáticas e coloquialismos em frases como ‘hot under the collar’, que em português seria algo como ‘subir o sangue’. Além disso, o sistema também consegue identificar os chamados shifters de sentimentos, que são combinações de palavras que, juntas, assumem um novo significado, como a expressão em inglês "hardly helpful", na qual ‘hard’ não tem sentido de ‘difícil’ mas sim de ‘pouco’. Com os novos recursos, as empresas podem começar a analisar esses dados de linguagem com as APIs de Watson para obter um entendimento mais holístico de suas operações. Outra nova tecnologia, proveniente da divisão de pesquisa, IBM Research, consegue entender por meio da IA documentos de negócios, como PDFs e contratos. Com o recurso, os clientes poderão criar modelos de IA para classificar com mais facilidade as cláusulas em documentos comerciais, como contratos de compras. Baseado na tecnologia de classificação do Project Debater, o Watson pode aprender com algumas centenas de amostras para fazer novas classificações de maneira rápida e fácil. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- De acordo com a empresa, o plano é integrar ao Watson os recursos do Project Debater ao longo deste ano para aprimorar a capacidade dos clientes de explorar a linguagem natural. Essa tecnologia será integrada ao Watson Natural Language Understanding neste mês, em inglês, e até o final do ano em português. "A linguagem é uma ferramenta para expressar pensamentos e opiniões, tanto quanto uma ferramenta para obter informações", comenta Rob Thomas, Gerente Geral de IBM Data and AI. "É por isso que estamos coletando tecnologia do Project Debater e integrando-a ao Watson - para permitir que as empresas capturem, analisem e entendam mais da linguagem humana e comecem a transformar a maneira como utilizam o capital intelectual que está codificado nos dados". Case A IBM é líder de longa data em NLP (Natural Language Processing, ou, processamento de linguagem natural), desenvolvendo tecnologias que permitem aos sistemas de computador aprender, analisar e entender a linguagem humana - incluindo sentimentos, dialetos, entonações, entre outros, com maior precisão e velocidade. Através do Watson, a IBM trouxe para o mercado sua tecnologia NLP por meio de produtos como: o Watson Discovery, para compreensão de documentos; o IBM Watson Assistant, para assistentes virtuais; e o Watson Natural Language Understanding para análise avançada de sentimento. O ESPN Fantasy Football, por exemplo, usa Watson Discovery e Watson Knowledge Studio para analisar milhões de fontes de dados de futebol americano todos os dias durante a temporada para oferecer insights em tempo real a milhões de jogadores de Fantasy Football. Ao processar a linguagem natural, Watson identifica o tom e o sentimento de artigos de notícias, blogs, fóruns, rankings, projeções, podcasts e tweets que cobrem de tudo, desde insights de vestiários até análises de lesões. O ESPN Fantasy Football apresenta essas informações nas cartas dos jogadores que mostram o potencial de "sucesso" e "fracasso" de cada jogador, bem como uma seção "Player Buzz" que resume os comentários positivos ou negativos sobre um jogador. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Lave as mãos para evitar o coronavírus com sua música favorita

Lave as mãos para evitar o coronavírus com sua música favorita

R7 - Música Lavação das mãos Tenho Mais Discos Que Amigos Foto Stock via Shutterstock Apesar de estar assombrando vários países mundo afora, o coronavírus também tem sido material para brincadeiras e conteúdos pela internet. Esse site que une música e prevenção contra a doença é prova disso. O Wash Your Lyrics traz uma cartilha ensinando a como lavar as mãos da forma correta para evitar a contaminação -- e essa cartilha é 'embalada' pela letra da sua música favorita em cada passo. Interessante, não? O 'meme' nasceu no Twitter, com diversas pessoas usando os campos de informação para escrever falas de filmes, músicas e afins. Ao entrar no site, basta pesquisar pelo nome da música e artista, e ele vai gerar a imagem para você. Mas fique atento para escrever os nomes de forma correta, já que o site pode não reconhecer músicas com erro de escrita. Ah, e vale informar que canções em português também aparecem, mas as palavras podem não aparecer completas por conta dos acentos. Coronavírus no mundo da música Nos últimos dias, vimos o cancelamento do SXSW (South By Southwest) e o adiamento do Coachella para outubro por conta do vírus. Hoje (11), a Organização Mundial de Saúde anunciou que o coronavírus está sendo considerado como uma pandemia mundial. Complicado... Veja Mais

Crânio de dinossauro menor que uma moeda de 1 centavo é encontrado em âmbar

Crânio de dinossauro menor que uma moeda de 1 centavo é encontrado em âmbar

canaltech Foi descoberto por cientistas, em um sítio arqueológico no norte de Mianmar, um minúsculo crânio de uma nova espécie de dinossauro, preso em um âmbar. De acordo com os responsáveis pela descoberta, o fóssil representa o menor dinossauro da era mesozóica até hoje, e seu tamanho é ainda inferior ao do menor pássaro que possa ser encontrado na Terra hoje. Jingmai O'Connor, paleontologista da Academia Chinesa de Ciências, e também co-autor da revelação da descoberta, disse nunca ter visto algo parecido e que ficou muito impressionado. Segundo os cientistas, o pequeno crânio deve ter quase 100 milhões de anos e mede apenas 15 milímetros de comprimento, menos que o diâmetro de um centavo de real. Ao analisarem as características esqueléticas do crânio, os cientistas sugerem que a minúscula criatura já era madura, possuía olhos grandes e muitos dentes, todos também muito pequenos, obviamente. Isso rendeu à espécie o nome científico de Oculudentavis khaungraae, sendo o primeiro nome derivado do latim, que seria a junção das palavras "olho, dente e pássaro", e o segundo uma homenagem à pessoa que fez a doação da amostra. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Reprodução/Nature/Chinese Academy of Sciences Para estudar o crânio, os pesquisadores utilizaram um digitalizador especial na amostra do âmbar, capaz de determinar características em escalas milimétricas, gerando uma reconstrução 3D. Com isso, foi possível obter informações que puderam sugerir os hábitos de vida e alimentares do animal, que parece ter tido uma mordida mais forte que a de pássaros de tamanho semelhante, se alimentando de pequenos insetos. "O fato de o seu crânio estar muito fundido, ter muitos dentes e olhos realmente grandes sugerem que, apesar de minúsculo, era um predador", diz O'Connor, ressaltando ainda que "suas características anatômicas únicas apontam para um dos mais antigos e menores pássaros já encontrados", sendo diferente de qualquer outro. Vendo a imagem de um âmbar, logo se remete a Jurassic Park, filme dos anos 1990 que mostra cientistas que conseguiram criar dinossauros extraindo o sangue de um mosquito que estava preso no material. Apesar de se tratar de uma ficção, os estudos do âmbar já foram de extrema importância para os paleontólogos por ser uma resina de alta eficiência na preservação de estruturas, tanto material, quanto animal e vegetal. No entanto, o âmbar não conseguiu armazenar corpos muito grandes, como dinossauros inteiros, por exemplo, sendo difícil então haver a descoberta de largas estruturas ósseas presas na resina. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Empresa de petróleo pede desculpas por fazer trabalhador se vestir de 'desinfetante humano'

G1 Economia Fotos em redes sociais mostram homem com máscara andando com higienizador preso ao corpo, o que gerou críticas de internautas. Companhia Saudi Aramco alegou que ideia não partiu de seus funcionários. Imagens de homem sujeito a andar por empresa com produto desinfetante geraram críticas em redes sociais Reprodução/Twitter/HishamFageeh A empresa estatal de petróleo da Arábia Saudita Aramco pediu desculpas depois que surgiram nas redes sociais imagens de dentro de suas instalações em que um homem veste uma espécie de caixa com um recipiente de desinfetante preso ao peito para que as pessoas possam higienizar as mão em meio à crise do coronavírus. A empresa expressou "consternação extrema" pelo incidente, alegando que isso aconteceu sem a aprovação de funcionários da empresa. Initial plugin text "A Saudi Aramco gostaria de expressar sua extrema consternação com esse comportamento ofensivo que visa enfatizar a importância da esterilização", afirmou a empresa em comunicado em árabe. "Isso foi feito sem a aprovação da empresa em questão." Como informa a rede americana ABC, as imagens mostram um trabalhador com aparência de não-saudita andando pelos corredores de uma instalação da Aramco usando uma máscara cirúrgica e distribuindo desinfetante para funcionários e visitantes. A cena foi considerada humilhante pelos internautas que a criticavam, também pelo fato de aparentemente o homem sujeito à situação ser um imigrante do sul asiático. Initial plugin text Veja Mais

Analistas projetam moagem de cana até 3% maior e ascensão do açúcar na safra 2020/2021

G1 Economia Em Ribeirão Preto (SP), consultores estimaram até 604,5 milhões de toneladas a serem processadas no Centro-Sul. Incremento na produção de etanol de milho e de importações deve compensar menor mix do álcool da cana. Colheita de cana em usina de Batatais (SP) Sérgio Oliveira/EPTV Projeções do setor sucroenergético apresentadas nesta quarta-feira (11) em Ribeirão Preto (SP) apontam para uma alta de até 3% na moagem da cana e uma maior participação do açúcar na produção das usinas a partir da safra 2020/2021. As indústrias da região Centro-Sul, que concentra mais de 90% da produção nacional, devem processar entre 596 e 604,5 milhões de toneladas da matéria-prima, diante de 588,6 milhões de toneladas esperadas para o término do atual ciclo de produção, disseram representantes da Datagro e da trading SCA Etanol do Brasil durante uma conferência sobre agronegócio realizado no interior de São Paulo. Até 1º de março, a safra 2019/2020 acumula uma moagem total de 579,9 milhões de toneladas, com incremento de 2,74% na comparação com 2018/2019, segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Na região de Ribeirão Preto, há usinas que anteciparam a colheita em março, mas o saldo mensal ainda deve ser contabilizado para o atual ciclo. As projeções apresentadas também são mais otimistas em relação às apresentadas no ano passado, quando foram projetados 583 milhões de toneladas. A possibilidade de ocorrência do fenômeno La Niña, com resfriamento das águas do Oceano Pacífico e consequências meteorológicas, além do índice de chuvas abaixo do esperado para o início de março, são questões que podem afetar os números, avaliou Plinio Nastari, presidente da Datagro. Depois de um fevereiro chuvoso, as precipitações registradas até o dia 9 de março no Centro-Sul representam somente 13,8% do esperado para todo o mês. "Estamos um pouco preocupados com a falta de chuva em março e a perspectiva de que o clima deve continuar seco nos próximos 15 dias. O armazenamento hídrico ainda permite que o desenvolvimento fisiológico das canas continue, mas é preciso que as chuvas voltem até o final deste mês, e mais importante, que voltem em abril", disse. Mais açúcar, menos etanol de cana O açúcar segue como segundo subproduto da cana, mas deve elevar sua participação dos atuais 34,4% para um mix entre 40,7% e 41,5%, com 32,5 milhões de toneladas, proporcionado principalmente por problemas de produção em países da Ásia e da América Latina. Próximo do fechamento da safra 2019/2020, o atual saldo é de 26,4 milhões de toneladas. "A quebra de produção na Índia, na Tailândia e no México faz com que o mundo esteja com déficit no fluxo de comércio e que o mundo esteja precisando do açúcar do Brasil. Nos últimos dois anos, o Brasil retirou do mercado 20 milhões de toneladas. Agora, o Brasil devolve um pouco desses 20 milhões este ano", afirmou. Com isso, a participação do etanol produzido a partir da cana, hoje na faixa de 65,54%, deve baixar para até 59,2%, segundo os analistas. Nastari, no entanto, nega que isso represente um problema para a oferta de álcool para o mercado interno, compensada pelas importações e pela produção cada vez maior do etanol de milho. Com altas anuais de 81%, a produção desse combustível na região Centro-Sul deve saltar de 1,6 bilhão - total esperado para o fim da safra 2019/2020 - para 2,3 bilhões de litros no ciclo entre 2020/2021, segundo a SCA. Para a Datagro, esse volume pode chegar 2,5 bilhões. "É uma complementação muito virtuosa, porque existe milho disponível em volume e em preços bastante competitivos em algumas regiões do país, o que permite que essa matéria-prima seja convertida em etanol, em DGS, que é utilizada para ração animal, em óleo, aumentando o valor agregado da produção do milho", explicou Nastari. O presidente da Datagro também ressaltou que, apesar da recuperação do açúcar e de incertezas de mercado associadas à crise do petróleo e à epidemia do coronavírus, a produção de etanol ainda se mostra vantajosa em termos financeiros. "O setor de açúcar e álcool está bastante competitivo, especialmente considerando a nova realidade de taxa de câmbio do Brasil. O Real desvalorizado torna ainda mais competitiva a produção tanto de etanol quanto de açúcar", disse. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca Veja Mais

Exportações do agronegócio caem 6,3% em fevereiro, diz ministério

G1 Economia Apesar do resultado, vendas de carnes registraram o melhor resultado para fevereiro desde 2014, segundo o governo. Porto de Santos, um dos principais para a exportação do agro : Reprodução/ TV Gazeta As exportações do agronegócio brasileiro em fevereiro caíram 6,3% na comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura nesta quarta-feira (11). O saldo da balança comercial do setor no mês foi de US$ 5,35 bilhões. As vendas somaram US$ 6,41 milhões, já as importações foram de US$ 1,06 bilhão. A participação do agro no total vendas externas do Brasil ficou em 39,2%. As exportações de óleo de soja, carne (bovina, suína e de frango), algodão e complexo sucroalcooleiro (açúcar e álcool) tiveram desempenho favorável no resultado, segundo o governo. Carnes: melhor resultado desde 2014 A comercialização de carnes no mercado externo ficou em US$ 1,3 bilhão (+11,3%). Houve aumento de 7,5% no volume comercializado, com 559 mil toneladas, e alta do preço médio dos produtos do. Segundo o ministério, as exportações de carnes voltaram a atingir o patamar recorde de US$ 1,3 bilhão em exportações para os meses de fevereiro desde 2014. "O principal item negociado no mês foi a carne bovina, com US$ 564 milhões (+9%). No que se refere à quantidade, verificou-se retração de 5,7% em relação a fevereiro de 2019, com 131 mil toneladas negociadas, mas o preço médio de exportação subiu 15,6%", diz o levantamento. Principal destino: Ásia No mês de fevereiro, a Ásia ocupou a primeira posição das exportações do agronegócio brasileiro. Foram exportados US$ 3,10 bilhões, ou seja 3,3% inferiores ao mesmo mês em 2019. A China se manteve entre os principais destinos, com US$ 1,95 bilhão. Esse montante representou queda de 8,6% ante fevereiro/2019 (-US$ 183,04 milhões), e queda da participação do país de 31,3% para 30,5%. “As flutuações nos valores exportados de soja em grão e carnes permanecem influenciadas pela desarticulação da produção chinesa de carne suína, em virtude da peste suína africana , que afeta o rebanho de suínos do país desde 2018", diz o governo em nota. diz a nota da SCRI. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) estima que a produção chinesa de carne suína em 2020 deverá ser de 36 milhões de toneladas, volume 33,3% inferior ao produzido em 2018. Veja mais notícias do Agronegócio no G1 Veja Mais

Saiba como deixar a tela do celular transparente usando um app para Android

Saiba como deixar a tela do celular transparente usando um app para Android

canaltech Para os usuários que gostam de variar a tela inicial de seus dispositivos Android, existe a possibilidade de deixar a tela do smartphone transparente, com acesso direto a câmera por um aplicativo da Play Store. Confira abaixo como deixar a tela do celular transparente com o aplicativo “Tela transparente e ao vivo papel de parede” para Android. É importante lembrar que este aplicativo pode impactar diretamente no consumo e na autonomia de bateria, além de deixar o dispositivo mais lento, porque ele irá acessar a câmera do smartphone constantemente. O procedimento foi realizado em um Moto G7 Play, equipado com o Android 9.0 (Pie), porém, ele poderá ser executado em qualquer aparelho Android. O aplicativo, no entanto, não está disponível para dispositivos iOS. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Confira 10 dicas para manter o seu smartphone seguro e longe de problemas Confira 5 dicas para aumentar a velocidade de seu smartphone Android 5 dicas e truques para você aproveitar melhor o seu Android Como deixar a tela do celular transparente Passo 1: baixe o aplicativo “Tela transparente e ao vivo papel de parede” diretamente da Play Store e instale em seu smartphone. Vá até a Play Store, baixe e instale o aplicativo “Tela transparente e ao vivo papel de parede” (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: com o aplicativo aberto para o primeiro uso, selecione a opção “Transparente”. Porém, você ainda pode utilizar “Papel de Parede ao Vivo” como outra opção do aplicativo. Selecione a opção "Transparente" quando o aplicativo abrir (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: permita que o aplicativo acesse a câmera para tirar fotos e gravar vídeos. Com esta permissão, a tela já terá acesso diretamente à câmera de seu dispositivo. Permita que o aplicativo tire fotos e grave vídeos com a câmera (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: clique na opção “Definir plano de fundo”, no menu superior do aplicativo. No menu superior, selecione a opção "Definir plano de fundo" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: você pode selecionar a opção “Tela inicial”, se quiser que o aplicativo troque apenas o papel de parede de seu dispositivo. Caso queira que a aba de bloqueio fique transparente, selecione a opção “Tela inicial e tela de bloqueio”. Selecione "Tela inicial" ou "Tela inicial e tela de bloqueio" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: para este tutorial, selecionamos apenas a opção “Tela inicial”. A tela inicial ficará transparente, tendo acesso direto a câmera de seu dispositivo. Com tudo ajustado, a tela do seu smartphone ficará transparente (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode deixar a tela de seu smartphone Android transparente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Confirmados mais dois casos do novo coronavírus no RS; um é em Caxias do Sul e o outro, em Porto Alegre

Glogo - Ciência Pacientes não estão relacionados com nenhum outro caso já confirmado. No total, quatro pessoas tiveram a doença diagnosticada, uma delas já curada. Estrutura da família coronavírus tem forma de coroa Getty Images via BBC Mais dois casos do novo coronavírus foram registrados no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (11), como confirmou a Secretaria Estadual de Saúde, por volta das 21h. No total, quatro pacientes tiveram diagnóstico confirmado da doença no estado. Um deles apresentou melhora e é considerado curado. Os novos casos são um homem de Caxias do Sul, na serra gaúcha, e uma mulher de 19 anos, de Porto Alegre. A informação sobre a idade do homem diverge: a Secretaria Estadual de Saúde diz que é 42, e a Prefeitura de Caxias do Sul, que é 32. Initial plugin text Durante a manhã, o primeiro caso de Porto Alegre havia sido anunciado pelas autoridades de saúde, uma mulher de 54 anos. Infectologista tira dúvidas sobre a doença Justiça garante a clientes remarcação de voo para a Itália Já o homem de 60 que tinha tido o diagnóstico da doença na terça, em Campo Bom, deixou a quarentena após não apresentar mais os sintomas do novo coronavírus, e por isso, foi considerado curado. Ele havia sido o primeiro caso no estado. Todos os pacientes confirmados estiveram em cidades da Itália, e não têm nenhuma relação entre si diz a secretaria. No caso de Caxias, a prefeitura realizou uma coletiva de imprensa durante a noite. O paciente apresentou sintomas no dia 29 de fevereiro e foi posto em isolamento domiciliar desde então, conforme o secretário municipal da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro. O Ministério da Saúde atualizou às 16h45 desta quarta o boletim confirmando 52 casos de Covid-19 no Brasil. Destes, 30 estão em São Paulo, 13 no Rio de Janeiro, dois na Bahia, no Distrito Federal e no Rio Grande do Sul, e um em Minas Gerais, Espírito Santo e Alagoas. O Ministério ainda não contabiliza a liberação de um dos pacientes do RS, nem os dois confirmados durante a noite. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o Ministério da Saúde não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários. Contatos Vigilância em Saúde Estadual: 150 Municipal: 156 Federal: 136 Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença Infografia/G1 Veja Mais

Tesla já produziu 1 milhão de veículos elétricos, informa Elon Musk

Tesla já produziu 1 milhão de veículos elétricos, informa Elon Musk

canaltech A Tesla bateu a marca de produção de 1 milhão de veículos elétricos. Quem confirma isso é o CEO da empresa, Elon Musk. Pelo Twitter, ele comemorou a marca ao parabenizar a equipe pelo esforço. “Parabéns ao time da Tesla por fazer o milionésimo carro”, escreveu o executivo. Além de comemorar o marco, a publicação pode ter o objetivo de segurar as ações da empresa. Na segunda-feira (9), a companhia viu seus papéis despencarem 13% em função de preocupações com o novo coronavírus na China, além de problemas com quedas de combustíveis. Congratulations Tesla team on making our 1,000,000th car!! pic.twitter.com/5M99a9LLQi -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- — Elon Musk (@elonmusk) March 10, 2020 O marco da companhia é algo a se comemorar depois de vários problemas durante meses para acertar a linha de montagem, principalmente do Model 3. Atualmente, a Tesla produz também o Model S, o Model X e o Model Y, sendo que as entregas deste último devem começar já em abril. A empresa ainda está enfrentando um aumento de concorrência, o que colaborou para a queda de suas ações. Na semana passada, a BMW apresentou o Concept i4, seu novo modelo-conceito de veículo elétrico, cuja produção deve começar em 2021. No final de 2019 a Volkswagen também já começou a fabricar o ID.3, também elétrico, e anunciou planejamento para 70 novos modelos do setor até 2028. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Belo Horizonte receberá feira de ciências com participação da NASA

Belo Horizonte receberá feira de ciências com participação da NASA

canaltech A NASA é uma das parcerias do Science Days, a maior feira espacial do Brasil, que tem como objetivo fomentar o interesse dos estudantes pela ciência, inovação e tecnologia. A programação conta com exposições, palestras, oficinas e competições lúdicas na próxima terça-feira (17), em evento gratuito e aberto ao público, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Entre os convidados, estão o pesquisador Dr. Kumar Krishen, que vai falar sobre seus 53 anos de experiência em estudos nessa seara e como é possível se preparar melhor para os avanços que vêm por aí nos próximos anos, e George Francis Gabrielle, que trabalhou como engenheiro no Kennedy Space Center, entre outros. As palestras vão abordar também a realidade aumentada, incluindo tendências e seu impacto na área de educação espacial. Além das conferências, os visitantes poderão conhecer um acervo da agência norte-americana, que mostra a história da exploração espacial. Imagem: Reprodução/Science Days “Todos os níveis da educação possuem o papel de preparar as próximas gerações para atuarem nos desafios do presente e construírem um futuro melhor", afirma Leonardo Fernandes, responsável pelo setor de Pesquisa, Extensão e Inovação do Newton Paiva, em entrevista à Galileu. Criado em parceria entre a Câmara do Comércio Brasil Flórida, a NASA e a Agência Espacial Brasileira (AEB), a atração foi inspirada no Florida’s Space Day e também visa aproximar os setores no Brasil e nos Estados Unidos. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- “Vemos o Science Days como uma oportunidade de gerar novas experiências para a nossa comunidade acadêmica, desenvolvendo uma rede de parceiros que nos instigam a pensar a nossa educação de uma forma diferente, conectada com tecnologia de ponta e sonhando alto”, complementa Fernandes. As inscrições podem ser feitas gratuitamente no site do evento, que traz mais informações sobre toda a programação. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Deputados e ministro da Saúde discutem Coronavírus em Comissão Geral - 11/03/20

Deputados e ministro da Saúde discutem Coronavírus em Comissão Geral - 11/03/20

Câmana dos Deputados Deputados e autoridades da área de Saúde participaram de uma Comissão Geral na Câmara para discutir o Coronavírus. O ministro da Saúde pediu recursos extraordinários ao Congresso para desenvolver ações preventivas em estados e municípios. São 52 casos registrados no Brasil, até a noite dessa quarta-feira. Ontem, a Organização Mundial de Saúde classificou a doença como uma pandemia mundial, que já atingiu 114 países. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Coronavirus Veja Mais

Lucro da BR Distribuidora cai 94% no quarto trimestre de 2019

G1 Economia A companhia reportou lucro líquido de R$ 96 milhões, no período; em todo o ano passado, lucro da empresa foi de R$ 2,21 bilhões, queda de 30,8%. BR Distribuidora Divulgação / Petrobras A BR Distribuidora fechou o quarto trimestre de 2019 com um lucro líquido de R$ 96 milhões, queda de 94% ante igual período de 2018. No ano, o lucro foi de R$ 2,21 bilhões, o que representa uma queda de 30,8%, em relação ao ano anterior. A receita líquida caiu 4% de outubro a dezembro, para R$ 24,15 bilhões. No ano, o recuo foi de 2,8%, para R$ 94,985 bilhões. Segundo a companhia, a redução é explicada, principalmente, pela queda de 3,3% nos volumes de produtos vendidos, parcialmente compensada pelo aumento de 0,5% nos preços médios de realização. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recuou 51%, para R$ 214 milhões, na comparação com igual período de 2018. No ano de 2019, a queda foi de 32,9%, para R$ 1,1 bilhão. O Ebitda ajustado, por sua vez, cresceu 21,4% em 2019, para R$ 3,105 bilhões em 2019. A margem Ebitda ajustada subiu 22,5%, para R$ 77 o metro cúbico. No quatro trimestre, por sua vez, o indicador ajustado cresceu 47,4%, para R$ 952 milhões. Menos gastos e provisões Segundo a BR, contribuíram para o crescimento do Ebitda ajustado no ano a adoção do IFRS 16 (normas contáveis), os menores gastos com publicidade e cultura e com fretes, as menores provisões de perdas de clientes esperadas para clientes fora do sistema elétrico, além de maiores receitas operacionais e maior lucro bruto. As despesas operacionais totais, por sua vez, aumentaram 32,8%, para R$ 4,61 bilhões em 2019. A BR destacou, nesse quesito, o aumento de R$ 1,28 bilhão em função do Termo de Acordo Extrajudicial (TAE) com o Estado do Mato Grosso e o Ministério Público de Mato Grosso, de 2018, que resultou na quitação de passivo fiscal proveniente de processos administrativos provisionados anteriormente e que compunham o balanço da companhia. Além disso, em 2019 houve provisões e pagamentos de, aproximadamente, R$ 570 milhões em razão do Plano de Transformação Organizacional. Em contrapartida, no exercício de 2019 houve menores gastos com publicidade e cultura em R$ 82 milhões e com fretes em R$ 32 milhões. Veja Mais

Mesmo sob ameaça do coronavírus, WonderCon e Comic-Con mantêm cronograma nos EUA

Mesmo sob ameaça do coronavírus, WonderCon e Comic-Con mantêm cronograma nos EUA

canaltech Apesar dos crescentes temores sobre a disseminação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) — inclusive com a confirmação de pandemia por meio da Organização Mundial da Saúde (OMS) —, dois dos maiores eventos de quadrinhos e cultura pop dos próximos meses, a WonderCon, em Anaheim, e a San Diego Comic-Con International (SDCC), seguem normalmente com seus cronogramas.  "A Comic-Con vem trabalhando com autoridades locais no que diz respeito à situação do COVID-19 e continua a monitorar de perto os desenvolvimentos. Neste momento, as duas atrações, WonderCon Anaheim e Comic-Con em San Diego, estão avançando conforme o planejado. Como sempre, a segurança de todos os nossos participantes é de maior importância. Por favor, tenha certeza de que essas preocupações estão sendo levadas muito a sério, e não tomaremos nenhuma decisão sobre reagendamento sem levar em conta cuidadosamente todas as considerações", disse a organização dos eventos, em entrevista ao Comic Book. Imagem: Reprodução/KPCC Atualmente, a Califórnia, onde acontece ambos os eventos, tem 157 casos confirmados do novo coronavírus, e o estado pediu medidas de "distanciamento social", como evitar grandes reuniões para reduzir a propagação do vírus. Escolas e universidades em toda a região deixaram de ter aulas presenciais e o governo garantiu hotéis para quarentena indivíduos infectados. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Nenhuma empresa ou personalidade ainda saiu da WonderCon ou da SDCC. A primeira corre mais riscos de ser adiada, pois acontece em abril, enquanto a segunda tem ainda alguns meses para um quadro menos alarmante, já que está marcada para julho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Governo vai pedir ao TCU que ampliação do BPC só valha em 2021, diz secretário do Tesouro

G1 Economia Decisão anterior do tribunal diz que governo não precisa aplicar, de imediato, despesas criadas sem fonte de recursos. Congresso derrubou veto de Bolsonaro; impacto é de R$ 20 bi ao ano, diz Economia. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta quarta-feira (11) que o governo vai recorrer ao Tribunal de Contas da União (TCU) para adiar, para 2021, a ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) a um grupo maior de pessoas de baixa renda. O Congresso derrubou nesta quarta o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto que amplia o BPC. Com a mudança, terão direito ao benefício idosos e pessoas com deficiência com renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo – R$ 522,50, pelo salário vigente de R$ 1.045. Atualmente, o limite é um quarto de salário, ou R$ 261,25 por membro da família. Segundo o governo, o número de beneficiários, que recebem um salário mínimo por mês, deve dobrar. O impacto em dez anos pode chegar a R$ 217 bilhões, afirma o Ministério da Economia. Se a regra for aplicada de imediato, a projeção é de um gasto extra de R$ 16 bilhões até dezembro. O governo defende que o Congresso não indicou uma fonte para esse dinheiro. Esse foi, inclusive, o motivo declarado do presidente Jair Bolsonaro para vetar a proposta. Entendimento do TCU Mansueto Almeida explica que uma decisão anterior do TCU já liberou o governo de executar, no mesmo ano, despesa que o Congresso tenha criado sem apontar a fonte de financiamento. “Já há um acórdão do TCU que fala que uma despesa nova, quando é criada, se não tiver a fonte de financiamento, o governo não fica obrigado a cumprir. A gente, é claro, teria que fazer a consulta ao TCU e ganhar um tempo para tentar reverter, em parte, esse aumento tão expressivo, de R$ 20 bilhões”, declarou em entrevista à TV Globo. O secretário do Tesouro diz que o entendimento do Tribunal de Contas se aplica somente ao ano em que o projeto é aprovado pelo Congresso. Por isso, em 2021, o governo será obrigado a incluir a nova despesa no Orçamento e cumprir a decisão dos parlamentares. Segundo o secretário, como os gastos obrigatórios da União já consomem quase todo o Orçamento, o resultado será a diminuição dos investimentos – que no ano passado somaram 45,1 bilhões, patamar semelhante ao de 2007. Uma alternativa, que não está em estudo pelo Ministério da Economia, seria aumentar impostos para financiar o gasto extra. “Ninguém quer fazer ajuste fiscal aumentando carga tributária. Como vai pagar uma despesa nova de R$ 20 bilhões sem aumentar a carga tributária? [...] Nós teremos que encontrar a fonte de financiamento dessa despesa, e qual outra despesa será cortada para abrir espaço para ela. Isso significa que no próximo ano, o investimento público desse país, do governo federal, que já é muito baixo, vai para a casa de R$ 20 bilhões”, declarou. Veja Mais

Andersen Viana autografa livro "Obras Pós Modernas para Piano"

O Tempo - Diversão - Magazine A obra, que é bilíngue, tem introdução para cada peça, a partitura, e a opção de ouvir todas por meio do CD, gravado em BH e na Alemanha Veja Mais

Galaxy S20, S20+, S20 Ultra e Z Flip chegam ao Brasil; veja preços

Galaxy S20, S20+, S20 Ultra e Z Flip chegam ao Brasil; veja preços

Tecmundo A Samsung anunciou nesta quarta-feira (11) a chegada oficial de seus novos smartphones no Brasil. Os modelos disponíveis no mercado nacional são o celular dobrável Galaxy Z Flip e a linha Galaxy S20, Galaxy S20+ e Galaxy S20 Ultra.Todos serão vendidos na loja online oficial da Samsung e em parceiras selecionadas do varejo físico e online. A pré-venda começa amanhã (12) e vão até o dia 02 de abril, quando os clientes devem começar a receber seus dispositivos.Leia mais... Veja Mais

A Voz do Brasil - 11/03/2020

A Voz do Brasil - 11/03/2020

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Maia diz que Parlamento aprovará leis e recursos para combater coronavírus ✔️Ministro da Saúde anuncia ampliação de atendimento e vacinação antecipada ✔️Congresso derruba veto do governo e projeto que amplia BPC vai virar lei Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil Veja Mais

Havey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e assédio sexual

Havey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e assédio sexual

canaltech Harvey Weinstein foi sentenciado a 23 anos de prisão pelo tribunal de Nova Iorque, nesta quarta-feira (11). Ele foi considerado culpado pelos crimes de estupro e assédio sexual. No julgamento, seis mulheres testemunharam contra ele. No caso de Nova Iorque, Weinstein foi acusado por duas mulheres, Jessica Mann e Mimi Haleyi. Mann disse ter sido estuprada em um hotel em 2013, enquanto Haleyi disse que o produtor teria a forçado a praticar sexo oral, em 2006. Ele foi considerado culpado pelos dois crimes. Weinstein já havia sido condenado por estupro no último dia 24 de fevereiro, em julgamento em também em Nova Iorque. Contudo, até então, a pena não havia sido revelada. Ele poderia pegar até 29 anos de prisão. Annabella Sciorra também estava presente. Ela acusou Weinstein de estupro em 1993. Também foram ao julgamento Tarale Wulff, Dawn Dunning, Lauren Young e Rosie Perez, todas prestando testemunho contra Weinstein. “No dia em que meus gritos foram ouvidos na sala de testemunho, aqueles foram os gritos que eu queria dar enquanto Harvey me estuprava”, disse Mann em sua fala. Ela denunciou o produtor em 3 de fevereiro. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O acusado entrou no tribunal sentado em uma cadeiras de rodas, mostrando-se debilitado e com a voz quase que inaudível. Antes da sentença, ele disse acreditar que confundiu a relação com aquelas mulheres. “Eu tive ótimos momentos com estas pessoas. Eu estou totalmente confuso”, ele falou. Apesar desta sentença, Weinstein ainda passará por outro julgamento, em Los Angeles. No caso, ele está sendo acusado de estupro, forçar sexo oral e penetração contra uma mulher em um quarto de hotel em 2013. Um dia depois, ele teria feito o mesmo com Young, que o também o acusa dos mesmos crimes. Atualmente, também há uma série de processos civis por má conduta sexual contra Weinstein, sendo que há uma tentativa de acordo conjunto em US$ 25 milhões. Contudo, muitas das mulheres que participavam desta negociação estão saindo e podem levantar outras queixas contra Weinstein mesmo se ele estiver em prisão. A audiência em Los Angeles será marcada somente após os trâmites em Nova Iorque chegarem ao fim, ainda em março. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Coronavírus no Brasil: país já registra 52 casos de COVID-19 Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Veja Mais

Coronavírus: homem é detido após esfregar a própria saliva em mastro de metrô

O Tempo - Mundo Com sinais de embriaguez, ele tirou a máscara de proteção e passou os dedos dentro da boca; veja o vídeo Veja Mais

Crise do governo Zema atinge base na Assembleia Legislativa

O Tempo - Política Parlamentares não foram previamente comunicados do recuo que o governo fez no acordo com a segurança pública Veja Mais

Deezer lança Lyrics no Chromecast e transforma TVs em karaokê

Deezer lança Lyrics no Chromecast e transforma TVs em karaokê

canaltech Nesta quarta-feira (11), a Deezer liberou um novo recurso que permite o usuário juntar os seus amigos para uma noite de karaokê em casa: o Lyrics também no Chromecast. Além de reproduzir suas músicas preferidas, a funcionalidade permite a visualização das letras na TV para que todos acompanhem juntos. O Lyrics no Chromecast está disponível para todos os assinantes Android e iOS. A função estará disponível para os usuários gratuitos iOS nas próximas semanas. Para usar o novo recurso, é preciso primeiramente encontrar a música que você deseja cantar, em seguida tocar no ícone de transmissão no canto superior direito do seu dispositivo móvel, selecionar seu dispositivo aprovado pelo Chromecast e, por fim, acionar a função 'Lyrics' no ícone do microfone para acompanhar enquanto canta. Deezer comemora crescimento e anuncia nova 'experiência musical' para usuário Deezer disponibiliza áudio lossless para smartphones e versão web Deezer anuncia aplicativo para Android TV Deezer lança Lyrics no Chromecast e transforma TVs em karaokê O novo recurso da Deezer permite também aos usuários atender chamadas ou jogar no celular enquanto ouvem qualquer faixa, playlist, podcast ou o Flow, sua trilha sonora personalizada na Deezer. Vale ressaltar que para fazer uso dos recursos, os usuários precisam ter dispositivos compatíveis com o Chromecast. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- “Ouvir música se tornou uma experiência multi-devices. Em um momento você está com vontade de acompanhar as letras na televisão, no outro você quer apenas ouvir as músicas em uma caixa de som. Agora, com o Chromecast, não é uma situação ou outra - você pode atender uma ligação, jogar no celular, abrir vídeos, entre outras coisas, sem que isso interfira na transmissão do áudio”, explica o diretor de produtos e crescimento da Deezer, Stefan Tweraser. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Bilac Pinto deixa cargo de secretário do governo

O Tempo - Política O parlamentar deixa o cargo após sete meses e sai em meio a um momento delicado que a gestão de Romeu Zema (Novo) vive no Estado Veja Mais

Itaú Unibanco diz que 2 funcionários com coronavírus foram isolados

R7 - Economia Por Aluisio Alves e Carolina MandlSÃO PAULO (Reuters) - O Itaú Unibanco informou nesta quarta-feira que dois de seus funcionários foram diagnosticados com coronavírus. Segundo o banco, ao notarem os sintomas, as pessoas comunicaram a empresa e, desde então, estão em casa, sem contato com demais colegas. O banco afirmou ainda que está instruindo funcionários que retornaram de viagem recente de países em alerta ou que tiveram contato direto com casos suspeitos ou confirmados foram orientados a prestar atenção se há sintomas da doença e, em caso positivo, procurar o serviço de saúde mais próximo e seguir as orientações médicas de cuidados e de período de afastamento. Além disso, nas áreas do banco com possibilidade de home office, os empregados que estiveram nesses países ou contato com casos suspeitos ou confirmados, mesmo que não apresentem sintomas, foram liberados para trabalhar de casa por 14 dias. Para quem tem viagem marcada, o banco recomendou substituir a presença física por meios de comunicação remota ou postergar a data da viagem até que haja melhora no cenário de controle e tratamento da doença.Segundo fontes familiarizadas com o banco, um dos casos é numa central de atendimento na capital paulista. O outro é em Maceió (AL). O banco não quis comentar sobre a localização dos casos confirmados. Veja Mais

Polícia Militar do Piauí abre inscrições de processo seletivo com 100 vagas temporárias

G1 Economia Para realizar a inscrição é necessário pagar uma taxa de participação de R$ 79. O prazo de inscrição encerra dia 20 de março. Abertas inscrições para concurso nesta quarta-feira (11). Divulgação/SSP-PI Estão abertas a partir desta quarta-feira (11) as inscrições para o processo seletivo da Policia Militar do Piauí para o Serviço Auxiliar Voluntário (SAV). São ofertadas 100 vagas temporárias. O edital foi publicado na página 29 do Diário Oficial na sexta-feira (6). A remuneração é de R$ 1.045 e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Para participar o processo do seletivo, o candidato deve ter no mínimo o ensino fundamental completo. O processo seletivo é organizado pela DEIP (Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa). As vagas estão distribuídas para as cidades de: Teresina(71), José de Freitas (1), Campo Maior (2), Piripiri (2), Parnaíba (2), Luís Correia (2), Água Branca (2), Floriano (2), Bom Jesus (2), Uruçuí (2), Corrente (2), Picos (2), Oeiras (2), Paulistana (2), Altos (2) e São Raimundo Nonato (2). Para realizar a inscrição é necessário pagar uma taxa de participação de R$ 79. O prazo é até o dia 20 de março de 2020. A divulgação do resultado final do teste seletivo e convocação para o treinamento está prevista para o dia 30 de junho de 2020. Veja Mais

Qual o impacto que o 5G terá na autonomia das baterias?

Qual o impacto que o 5G terá na autonomia das baterias?

canaltech Mesmo com toda a empolgação com a chegada das redes 5G no Brasil, uma preocupação que pode estar na cabeça de quem lembra do início do 3G e 4G é o impacto que essa nova rede de alta velocidade terá na duração das baterias nos smartphones. E, apesar da resposta ser complexa, as perspectivas são muito melhores nesta transição. Quem lembra do que aconteceu nas duas últimas transições, provavelmente, tem na mente como os primeiros aparelhos compatíveis tinham uma autonomia de bateria bem inferior aos dos celulares que só usavam o padrão anterior. Outros devem lembrar que a adoção dos novos padrões pela Apple aconteceu anos após os concorrentes: 3G no iPhone 3G em 2008 e 4G LTE no iPhone 5 em 2012, enquanto as primeiras redes 3G e 4G no ocidente foram lançadas em 2002 e 2009, respectivamente. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Será que o 5G irá aumentar a ansiedade ao olhar para o ícone de bateria no smart? A vez do 5G Desta vez, operadoras e fabricantes consultadas pela nossa equipe se mostram otimistas, acreditando que a autonomia dos aparelhos deve ser mantida dentro dos padrões atuais. Mas é claro que isso vai variar conforme o tipo de uso de cada pessoa. De acordo com Átila Branco, diretor de planejamento da Vivo, “o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes para as baterias e técnicas de energy saving acabam compensando e superando um provável aumento do consumo no médio e longo prazo”. Uso inteligente da conexão Na outra ponta, o gerenciamento inteligente da banda permite um uso mais eficiente de dados por miliwatt. As operadoras e fabricantes de modems têm à disposição, a tecnologia C-DRX (Connected-Mode Discontinuous Reception, recepção descontínua no modo conectado, recurso já usado no 4G LTE), que permite aproveitar a banda maior de transmissão para receber os dados rapidamente e então desligar o processamento para o recebimento de dados até uma próxima requisição. A técnica, segundo Bassil Elkadi, diretor de marketing e comunicações 5G da Qualcomm, aumenta a eficiência geral da transmissão de dados. Modem X60 promete mais eficiência energética (crédito: Qualcomm) Neste caso, ao baixar um vídeo recebido no WhatsApp, por exemplo, o modem é ativado para receber o conteúdo e, ao terminar, entra em algo parecido com um modo de espera de baixo consumo de energia. Algo semelhante ao que acontece com as CPUs, que aumentam sua frequência quando necessário – o modo Turbo Boost ou Turbo Core – e depois baixam sua velocidade para poupar a bateria do notebook. Outro avanço, neste caso no processo de fabricação de CPUs e modems, é mais um fator que influencia a médio prazo a reduzir o consumo de energia de dois dos principais componentes envolvidos no processamento e conexão às redes de alta velocidade, como aconteceu durante o amadurecimento do 3G e 4G. Essa vantagem já poderá ser notada com a chegada da terceira geração de modems 5G, o X60, no caso da Qualcomm, é fabricado em um processo de 5 nm, enquanto seu antecessor, o X55, em 7 nm.   "Conectividade ilimitada" Todos esses fatores e avanços podem ajudar a manter o consumo de energia em níveis semelhantes aos atuais, especialmente, considerando que a demanda por dados se mantenha nos níveis atuais. Neste cenário, se o seu uso da conexão se restringe a apps de mensagens e redes sociais, que não exigem manter o aparelho conectado baixando dados em alta velocidade, é provável que você não perceba diferenças na autonomia de utilização com um novo celular 5G. Por outro lado, os novos modelos de uso que o 5G possibilita – alguns artigos e materiais de divulgação de operadoras do exterior citam jogos online e realidade virtual, por exemplo – têm o potencial de reduzir a autonomia do aparelho, especialmente se a conexão precisa ficar ativa o tempo todo para garantir o tempo de resposta baixo (ou latência) que a tecnologia oferece. Neste caso, o preço para deixar de “culpar o lag” pelo mau desempenho no joguinho do celular pode ser deixá-lo plugado a uma bateria extra. E o cenário fica ainda mais complicado com a popularização dos serviços de streaming de jogos como o Stadia, GeForce Now ou Microsoft xCloud, que precisam manter a conexão ligada para baixar uma transmissão de vídeo em tempo real (e não pode ser pré-carregada como o buffer no Netflix ou YouTube). Mas esta é uma realidade que ainda parece distante para uma rede que sequer começou a ser implementada no Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza PREÇO BAIXOU! iPhone XR 64GB por menos de R$ 2.900 no Magazine Luiza Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas Veja Mais

Governo vai sancionar reajuste para 2020, mas vetar para 2021 e 2022

O Tempo - Política Após indefinições, Palácio Tiradentes vai sancionar apenas o artigo que garante a recomposição em 2020 Veja Mais

Secretaria de Saúde confirma 3º caso de coronavírus na Bahia; paciente teve contato com 2° caso

Glogo - Ciência A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou, na tarde desta quarta-feira (11), que está confirmado o terceiro caso do novo coronavírus no estado da Bahia. O resultado foi confirmando por meio de testes. A Sesab disse que a paciente é uma mulher de 68 anos, que teve contato domiciliar com a segunda paciente do estado com o COVID-19, quando ela ainda estava sintomática. Segundo a Sesab, a paciente está com sintomas leves, em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução de contato. Este é o segundo caso de transmissão local do vírus na Bahia. A primeira ocorrência foi um caso importado, de uma mulher de 34 anos, residente na cidade de Feira de Santana, que retornou da Itália em 25 de fevereiro, com passagens por Milão e Roma, onde aconteceu a contaminação. A primeira transmissão local do vírus também foi em uma mulher de 42 anos, trabalhadora doméstica, que teve contato domiciliar com a primeira paciente do estado com o coronavírus, quando ainda esta ainda estava sintomática. Amostras foram coletadas na residência e analisadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que, de acordo com a Sesab, a partir desta semana foi autorizado a realizar os exames para detectar diretamente o Covid-19, sem necessidade de contraprova em laboratório de referência nacional. As amostras foram coletadas na residência e analisadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que a partir desta semana foi autorizado a realizar os exames para detectar diretamente o Covid-19, sem necessidade de contraprova em laboratório de referência nacional. O resultado confirmando o diagnóstico foi concluído na tarde de hoje (11). Veja Mais

Congresso e Governo buscam soluções para a crise provocada pelo coronavírus - 11/03/2020

Congresso e Governo buscam soluções para a crise provocada pelo coronavírus - 11/03/2020

Câmana dos Deputados Nossa equipe está ao vivo na reunião de emergência da cúpula do Congresso com a cúpula do governo Bolsonaro e líderes partidários da Câmara e do Senado para discutir a crise e os efeitos do coronavírus na economia brasileira. Acompanhe! Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Coronavírus Veja Mais

Trump anuncia suspensão de viagens da Europa para os EUA devido ao coronavírus

O Tempo - Mundo Ao menos 37 pessoas já morreram em decorrência da infecção pela doença no país. Reino Unido não está na lista de embargo Veja Mais

Câmara é Notícia 21h | 11/03/2020

Câmara é Notícia 21h | 11/03/2020

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Coronavírus: Busca por 'Lollapalooza cancelado' cresce 4.050% no Google

Coronavírus: Busca por 'Lollapalooza cancelado' cresce 4.050% no Google

R7 - Música Festival está mantido para os dias 3, 4 e 5 de abril Divulgação O novo coronavírus, que nesta quarta-feira (11) foi classificado como "pandemia" pela OMS (Organização Mundial da Saúde), também vem causando impactos no mercado pop. A preocupação com a doença fez aumentar em 4.050% as buscas pelo termo "Lollapalooza cancelado", nos últimos sete dias, no Google.  A organização do festival de música, no entanto, mantém a realização do evento, marcado para acontecer nos dias 3, 4 e 5 de abril, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A expectativa é reunir mais de 65 mil pessoas, por dia de apresentação, na capital paulista.  O interesse geral por cancelamentos relacionados ao coronavírus também cresceu significativamente no País. Buscas sobre o vírus associadas às palavras "cancelamento" ou "cancelado" registraram aumento de 480% — quando comparado com os números apresentados pelo site de buscas, na quarta-feira passada (4).  O avanço da doença vem provocando uma onda de adiamentos e cancelamentos no mundo do entretenimento. O Festival Coachella, previamente marcado para a segunda e terceira semana de abril, foi adiado para outubro, nos Estados Unidos, por conta da preocupação com o aumento de casos. Enquanto que os festivais Ultra Music e Tomorrowland foram suspensos.  Veja Mais

Banners de publicidade funcionam?

Banners de publicidade funcionam?

canaltech A utilização de banners de publicidade é um dos métodos mais comuns de divulgação na internet. No entanto, ainda existem dúvidas a respeito da eficácia dessa estratégia - que podem ser descartadas a partir de análises simples, uma vez que os banners (usados desde 1994), foram uma das primeiras modalidades de publicidade na internet. Os dados sobre o uso de banners para anúncios na web são otimistas e indicam sempre crescimento nas vendas de uma marca que começa a utilizá-los. No entanto, vale sallientar que somente publicar um banner na web pode não surtir efeito algum caso ele não seja bem posicionado, afinal, antes de mais nada, a publicidade se trata de estratégia: é preciso conhecer o seu público alvo a fim de direcioná-lo da maneira correta. De nada adianta posicionar um banner em uma rede social de grande alcance, como o Facebook, ou até mesmo em um site como o Google, sem antes direcionar para quem ele será exibido. Da mesma maneira, um anúncio de roupas em um site que não está voltado para moda não renderá cliques. Quer ser visto por milhares de pessoas todos os dias? Entre em contato com o nosso comercial e anuncie no Canaltech Para averiguar se os banners digitais atualmente utilizados por sua marca realmente funcionam, a única alternativa é testá-los e verificar se houve um aumento significativo nos cliques. Caso a resposta seja positiva, é necessário checar outro fator: as vendas aumentaram? Nem sempre o aumento de cliques em um site rende, necessariamente, aumento em suas vendas, e isso se dá por diversos fatores (sendo que o primeiro deles já foi mencionado acima): a interface do site pode não ser convidativa, os preços podem estar fora da tabela de mercado ou os produtos podem não ter variedade. Em poucas palavras: os banners de publicidade funcionam e as chances de seu site receber mais acessos com eles é grande. No entanto, para que eles sejam uma estratégia efetiva é necessário saber usá-los. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Samsung anuncia Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra no Brasil; confira os preços Tom Hanks e Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus Veja Mais

Por quanto tempo posso ficar afastado do trabalho? Os direitos trabalhistas em meio à pandemia do coronavírus

Glogo - Ciência A chegada do novo coronavírus ao Brasil pode alterar o cotidiano em escritórios, fábricas e outros ambientes de trabalho, já que o vírus é transmissível de pessoa para pessoa. Mas quais são os direitos dos trabalhadores que precisarem ficar afastados de suas funções? Estrutura da família coronavírus tem forma de coroa Getty Images via BBC A chegada do novo coronavírus ao Brasil pode alterar o cotidiano em escritórios, fábricas e outros ambientes de trabalho, já que o vírus é transmissível de pessoa para pessoa. O Ministério da Saúde já confirmou 52 casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no país. Uma das principais medidas de contenção recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para casos suspeitos ou pacientes com confirmação, mas sem sintomas graves, é a quarentena doméstica de, no mínimo, 14 dias. Assim, é possível que, assim como em outros países, o Brasil chegue ao cenário em que pessoas precisem abandonar o trabalho e outras atribuições durante esse período. Mas o que determina a legislação trabalhista casos como esses? E se a pessoa trabalhar como autônoma, o que ela pode fazer? Quais são as obrigações dos empregadores em relação a seus funcionários? A BBC News Brasil ouviu advogados e professores de direito trabalhista para esclarecer essas dúvidas: Gisela Freire, sócia da Área de Trabalhista do Cescon Barrieu; a advogada e professora de direito trabalhista da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Daniela Muradas e o também advogado e professor de direito trabalhista da Universidade Federal de Pernambuco Carlo Cosentino. Apenas uma parte da população poderá receber benefícios caso adoeça, já que o país tem muitos trabalhadores na informalidade e desempregados. O Brasil fechou o ano de 2019 com 12,6 milhões de pessoas desocupadas, 38,4 milhões de trabalhadores informais e 33,7 milhões de empregados no setor privado com carteira assinada. Para os trabalhadores informais que não contribuem para o INSS, dizem especialistas, não está previsto na legislação um sistema de apoio caso peguem a doença. Há alguma legislação especial para o coronavírus? Uma lei sobre coronavírus foi sancionada no dia 7 de fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro e tem previsão para vigorar enquanto durar a emergência internacional do surto, decretada pela OMS no fim de janeiro — nesta quarta-feira (11), a organização declarou que o mundo já enfrenta uma pandemia. O texto brasileiro determina que, diante de uma situação de emergência, o governo poderá colocar cidadãos em isolamento ou quarentena, sob condições estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Também poderá realizar compulsoriamente exames e testes laboratoriais, coletar amostras para análises e aplicar vacinas e tratamentos médicos específicos. Não adotar medidas como quarentenas, isolamento rápido de pessoas doentes e transparência na divulgação de informações pode agravar a disseminação da doença e levar à perda de controle sobre a cadeia de transmissão do vírus de uma pessoa para outra — estima-se que, no caso do novo coronavírus, uma pessoa infectada contamime até outras três, em média. Para os trabalhadores, a lei diz que a ausência nesses casos de quarentena ou isolamento será considerada falta justificada. O que vale para cada tipo de trabalhador? Empregados Em condições normais, a lei trabalhista para aqueles que trabalham em regime de emprego (carteira assinada, carteira com regime intermitente, carteira com regime de teletrabalho, carteira em regime de aprendiz, terceirizado ou temporário) garante pagamento de salário integral por 14 dias. A partir do 15º, a Previdência Social passa a se responsabilizar pelo pagamento de auxílio-doença. A lei referente ao coronavírus, no entanto, diz que será considerada falta justificada a ausência por quarentena ou isolamento durante o período de emergência, o que significa, na leitura dos especialistas, que a empresa deverá arcar com o pagamento dos salários pelo tempo que essa ausência compulsória durar, mesmo que passe de 15 dias. A quarentena mínima que vem sendo aplicada é de 14 dias, determinada com base no período de incubação do coronavírus — tempo decorrido entre o contágio e o máximo já identificado para o surgimento dos primeiros sintomas. No entanto, o período de infecção pelo vírus varia de pessoa para pessoa. Uma pessoa saudável pode ter os sintomas por poucos dias. Para outras, que já têm problemas de saúde, como uma doenças respiratórias, por exemplo, a recuperação pode levar semanas. Estudo da OMS com base em dados preliminares disponíveis da China diz que o tempo médio desde o início da infecção até a recuperação clínica é de aproximadamente 2 semanas e de 3 a 6 semanas para pacientes com doença grave ou crítica. É possível trabalhar de casa? Sim, se a empresa assim determinar. Freire diz que o home office pode ser uma opção. Segundo a advogada, o home office geralmente não está previsto nos contratos, mas pode ser adotado como política corporativa mesmo assim. Um funcionário não pode, no entanto, exigir trabalhar de casa, a não ser que esteja sendo exposto a risco iminente no trabalho. Ela sugere que funcionários sigam primeiro o caminho do diálogo. "Se seu escritório não tem sabão no banheiro, por exemplo, o ideal é conversar e pedir que a empresa providencie esse material", diz ela. E quem trabalha por conta própria? Prestadores de serviço, profissionais liberais, pessoas que não têm um empregador, mas contribuem para a Previdência, podem acionar o INSS e solicitar o benefício do auxílio-doença. No entanto, a lei que versa sobre o coronavírus não deixa claro se um cliente deve pagar o contratado pelo período em que ele estiver afastado. "Nesse caso deve prevalecer o contrato de prestação de serviço, que pode trazer previsões sobre esse tipo de situação", diz Freire. O que as empresas devem oferecer aos seus funcionários? A CLT determina que o empregador providencie aos seus funcionários um ambiente salubre. Normas regulamentadoras que descrevem as condições de trabalho para cada categoria citam a necessidade de haver sabonete ou outro material para higienização das mãos. Não há previsões específicas para doenças que não sejam ligadas à atividade laboral, como é o caso da covid-19. A nova lei sobre coronavírus não faz referência ao tema. No entanto, a OMS divulgou orientações para reduzir o risco em ambientes de trabalho. Algumas delas são: Posso me recusar a trabalhar? Que tipo de conflito trabalhista pode surgir? O Artigo 483 da CLT diz que um funcionário não é obrigado a trabalhar em áreas que lhe ofereçam risco ou perigo iminente. Se a empresa insistir em colocar o funcionário em risco, ele pode até mesmo exigir a rescisão do contrato se estiver correndo "perigo manifesto de mal considerável", como diz a lei trabalhista. No entanto, não é qualquer cenário que configura risco iminente. Alguns poderiam se encaixar nessa categoria, avaliam especialistas. Se um empregador recusar um atestado médico, por exemplo, estaria colocando em risco seus funcionários. Esses trabalhadores podem se recusar a frequentar aquele ambiente. Outra situação que pode gerar conflito é a de trabalhadores da área de saúde que não recebem equipamento de proteção adequado. Os especialistas dizem que trabalhadores que viajam para lugares onde a contaminação está endêmica também podem recusar essas tarefas, por ser um comportamento arriscado. "Recomendamos que as empresas não façam isso, para evitar uma situação de contágio. Mas se houver extrema necessidade, acho que vale o diálogo, já que as autoridades não estão, até o momento, impondo restrições de viagem", diz Freire. E se meus filhos não puderem ir à escola? Algumas escolas particulares de São Paulo, onde estão os casos confirmados da doença covid-19, recomendaram quarentena para crianças que voltaram de países onde a doença está mais disseminada. No entanto, ainda não houve cancelamento de aulas. Se houver e os pais não tiverem com quem deixar as crianças, não poderão, em tese, se ausentar do trabalho para ficar com elas. Nesse caso, não há justificativa prevista em lei, portanto a empresa poderia até mesmo descontar a ausência do salário. Até agora, no entanto, nenhuma criança de até nove anos morreu em decorrência do covid-19. Casos entre crianças têm sido raros. A resposta para isso passa por pelo menos três teorias: as crianças teriam um sistema imunológico mais forte, levando a menos complicações e, consequentemente, menos diagnósticos oficiais; o início do surto coincidiu com o período de férias expondo as crianças a menor risco de contágio e há também a possibilidade de o coronavírus ser mais um do rol de vírus com sintomas mais brandos em crianças, como o da catapora, o que também gera menor detecção formal pelo sistema de saúde. Initial plugin text Veja Mais

'Riverdale' suspende produção após membro da equipe ter contato com pessoa com coronavírus

G1 Pop & Arte Desenvolvimento da quarta temporada da série foi parada por "abundância de cuidado". K.J. Apa, Camila Mendes, Cole Sprouse e Lili Reinhart em cena de 'Riverdale' Divulgação/Turner A produção da quarta temporada de "Riverdale" foi suspensa após um membro da equipe entrar em contato com uma pessoa com o coronavírus, segundo o site da revista "Entertainment Weekly". "Ficamos sabendo que um membro da equipe de 'Riverdale', produzido em Vancouver, esteve recentemente em contato com uma pessoa que testou positivo para COVIV-19", afirmou a produtora Warner Bros. Television em um comunicado. O membro da equipe está sob avaliação médica. A empresa afirma que está trabalhando com o governo da cidade canadense para identificar e avisar todos as pessoas que entraram em contato com ele. "A saúde e a segurança de nossos funcionários, elencos e equipes são sempre nossa maior prioridade. Vamos continuar a tomar precauções e proteger todos que trabalham em nossas produções ao redor do mundo. Por uma abundância de cuidado, a produção de 'Riverdale' está atualmente suspensa." "Riverdale" é uma série baseada nos personagens dos quadrinhos e do desenho animado "Archie e seus amigos". Por ter na trama um assassinato e várias intrigas adolescentes, a imprensa americana definiu o seriado como uma fusão de "Barrados no Baile" e "Twin Peaks". Festivais, shows, estreias de filmes e até desfiles, como a E3 e o Coachella, foram suspensos ou tiveram mudanças de datas para evitar aglomerações de pessoas, uma das principais medidas para evitar o aumento da pandemia do novo coronavírus. Veja Mais

Derrubado veto presidencial ao BPC - 11/03/20

Derrubado veto presidencial ao BPC - 11/03/20

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Veto #BPC Veja Mais

Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses

Vacina para o novo coronavírus pode estar pronta já em abril, dizem chineses

canaltech Embora a China tenha sido o local de onde o novo coronavírus (SARS-CoV-2) se espalhou para todo o mundo, e até agora é o país com mais casos fatais pela COVID-19, com um total de 3.158 mortes, há um clima de otimismo no país. Além da baixa de novas confirmações e da alta taxa de recuperação de pacientes infectados, as autoridades afirmam até mesmo que estariam muito perto de uma vacina, que ficaria pronta em abril para as situações emergenciais. Oito institutos do país estão trabalhando em cinco abordagens para inoculações, segundo o South China Morning Post. "De acordo com nossas estimativas, esperamos que em abril algumas das vacinas entrem em pesquisas clínicas ou sejam úteis em situações de emergência", disse Zheng Zhongwei, diretor do Centro de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Comissão Nacional de Saúde. Imagem: Reprodução/Xinhua Normalmente, são necessários de 12 a 18 meses para garantir que vacinas sejam seguras para o público geral, mas, de acordo com a lei chinesa, elas podem ser implementadas mais cedo para uso em uma grande emergência de saúde pública, desde que os benefícios superem os riscos. Zheng ainda manifestou preocupação com o resultado dessas soluções, dizendo que elas estavam sendo desenvolvidas de acordo com "requisitos técnicos científicos e padronizados".  -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Vale destacar que essas afirmações surpreendem, pois as estimativas mínimas de especialistas, no mês passado, só projetavam vacinas para o novo coronavírus para o ano que vem. Nos Estados Unidos, a empresa de biotecnologia Moderna Inc. enviou uma candidata a vacina ao Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas para testes no final do mês passado. Os resultados iniciais devem ser divulgados em julho ou agosto. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: OFERTA SAMSUNG | Galaxy S9 e S9+ a partir de R$ 1.673 no Magazine Luiza Coronavírus no Brasil: país já registra 52 casos de COVID-19 Como a transformação digital está moldando o futuro das empresas e da sociedade Jeff Bezos doa US$ 10 bilhões para "salvar a Terra" das mudanças climáticas COVID-19 é oficialmente uma pandemia, declara OMS Veja Mais

Saiba como a declaração de pandemia impacta as orientações do Ministério da Saúde contra o coronavírus

Glogo - Ciência Organização Mundial da Saúde mudou status da Covid-19 nesta quarta-feira (11). No Brasil, foram confirmados 52 casos da doença. Governo anuncia medidas após decreto de pandemia de Covid-19 O Ministério da Saúde atualizou o número de casos de coronavírus nesta quarta-feira (11): são 52 pessoas infectadas. O aumento da disseminação da doença no país acompanhou a declaração de epidemia feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Brasil tem 52 casos confirmados de novo coronavírus OMS declara pandemia de coronavírus Veja o que muda nas orientações da pasta: Diagnóstico De acordo com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, os casos suspeitos serão investigados desde que o paciente apresente sintomas. O teste não deverá ser pedido apenas para pessoas que viajaram para locais com transmissão do Sars-CoV-2. A medida, no entanto, deverá entrar em vigor apenas quando for constatada a transmissão comunitária no Brasil – denominação dada quando a transmissão ocorre entre pessoas que não viajaram para fora e nem tiveram contato com quem viajou. Ministro da Saúde diz que nada muda no Brasil com a declaração de pandemia do coronavírus Fronteiras Por enquanto, o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta avalia que não é necessário o fechamento de fronteiras com outros países da América Latina. Além disso, segundo ele, “os voos, os aviões, são parte da nossa fronteira. Acabou a fronteira física”. Ainda assim, Mandetta fala que países com pouca transparência, como a Venezuela, devem ser monitorados de perto. "Enquanto eu puder e que Roraima tiver ainda com alguma condição, a gente vai administrando junto com o estado. O governador é quem vai colocar as contas", disse o ministro. Sobre aglomerações De acordo com o ministério, enquanto metrô, ônibus, e outros pontos de aglomeração estiverem abertos, não há como evitar que as pessoas se encontrem. "Se nós temos tudo isso funcionando dentro do país, não tem por que nós falarmos com as pessoas para não saírem. Agora, vale a regra da boa educação, lavar as mãos, quem tiver gripado, quem tiver com sinal de febre, não sair de casa, não é só para manifestação, inclusive, no trabalho". Suspensão de aulas O ministro da Saúde apontou que a pasta não tem recomendação direta sobre quando ou mesmo se aulas devem ser suspensas no Brasil. Além disso, disse que essas medidas podem trazer efeitos colaterais e afetar indiretamente a saúde de grupos mais vulneráveis: os idosos. "Quando você suspende a aula, quem que fica com essas crianças? Se as crianças são 30% assintomáticas, se as crianças quem têm a gripe são sintomas que são muito leves, vai deixar com as avós? Pai e mãe vai entregar para avó e bisavó cuidar, porque ela precisa sair. Se for em um formato desses essas crianças vão contaminar exatamente aquele grupo que precisa de hospital. Então, é dimensionar isso bem para não fazer um movimento que pareça em primeiro momento adequado e que no momento seguinte se vê como inadequado", disse o ministro. Coronavírus: passageiros usam máscaras no metrô de São Paulo, na sexta-feira (6). REUTERS/Rahel Patrasso Initial plugin text Veja Mais

Representante da segurança pede cautela para categoria após anuncio de veto

O Tempo - Política Depois de Zema informar veto parcial ao reajuste da categoria, líder do movimento da segurança pública no Estado pediu para os agentes não agirem com emoção. Veja Mais

CT News - 11/03/2020 (OMS declara pandemia de coronavírus)

CT News - 11/03/2020 (OMS declara pandemia de coronavírus)

canaltech COVID-19 é oficialmente uma pandemia // E3 2020 é cancelada por causa do coronavírus // Dados biométricos de 76 mil brasileiros foram expostos // Huawei ganha licença temporária para fazer negócios com os EUA // Novo Chromecast terá controle remoto Ouça ao podcast. Veja Mais

Laboratório da UFRN lança 1º curso do Brasil sobre prevenção e entendimento do coronavírus; inscrição é aberta ao público

Glogo - Ciência Conteúdo é fruto de uma parceria com a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde. Curso que conta informações gerais sobre o coronavírus Reprodução O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN - em parceria com o a Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Pan-americana da Saúde (OPAN) e Ministério da Saúde - lançou nesta quarta-feira (11) o primeiro curso do Brasil sobre prevenção e entendimento do novo coronavírus. O curso "Vírus respiratórios emergentes, incluindo o Covid-19" é on-line, tem duração de quatro horas e é aberto ao público gratuitamente através de uma plataforma de conteúdo na internet. Últimas notícias de coronavírus de 11 de março GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção Coronavírus: veja perguntas e respostas "É um curso que traz uma cultura sobre a doença, porque é importante que as pessoas saibam manejar o problema para melhor enfrentá-lo. Ele traz toda a parte da cultura preventiva e do entendimento de quais são os sintomas, os sinais de gravidade", explicou o professor da UFRN Nelson Ion de Oliveira, um dos responsáveis pelo projeto. "Tem todo um capítulo que está dedicado à comunicação de risco e ao engajamento da comunidade e, portanto, também à prevenção e resposta aos vírus respiratórios e emergentes, que inclui também o Covid-19". De acordo com o professor, esse é o primeiro curso em língua portuguesa sobre o novo coronavírus, o que pode beneficiar também, por exemplo, países como Portugal. Nesta quarta-feira (11), a OMS declarou pandemia de coronavírus. No Brasil, o número de casos confirmados é de 52, segundo o Ministério da Saúde. "O decreto da pandemia não é por acaso. Ao mesmo tempo que a gente não deve cultivar o pânico e o medo, a gente também não pode ficar imobilizado. A gente vai ter que se mobilizar para que as medidas de enfrentamento da pandemia possam surtir efeito no Brasil. O curso prepara a comunidade para essa realidade, que é epidemiológica hoje", explicou Nelson Ion de Oliveira. "Não chegou ainda no Brasil com a força que chegou na Itália, por exemplo, mas nada impede que isso aconteça e, por isso, a gente tem que estar muito atento pra tomar medidas que possam tornar esse enfrentamento o mais vantajoso possível". De acordo com o professor, o curso é "rápido" e de "fácil absorção". "As pessoas podem ganhar esse conhecimento num espaço de tempo curto. E é um curso de abrangência internacional", explicou. O LAIS é um laboratório da UFRN que conta com outros projetos tecnológicos que são referência em saúde, como trabalhos de prevenção em relação às doenças sexualmente transmissíveis e também às arboviroses, como dengue, zika e chikungunya. "Esse é mais um exemplo dessa atenção que o LAIS tem tido em relação aos principais problemas epidemiológicos enfrentados pelo Brasil. Não é uma novidade, é algo que está dentro de um contexto de um laboratório que está muito atento às prioridades epidemiológicas", falou Nelson Ion de Oliveira. Veja Mais

Após crise interna, vice-governador de Minas, Paulo Brant, deixa partido Novo

O Tempo - Política O vice de Romeu Zema informou a sua desfiliação por meio de nota Veja Mais

Álbum 'Elis & Tom' motiva documentário e tributo aos 75 anos da cantora

G1 Pop & Arte Orquestra Jovem Tom Jobim toca o repertório do disco de 1974 em concertos em Porto Alegre, cidade natal de Elis Regina. ♪ Lançado em 1974, o álbum Elis & Tom continua rendendo histórias e tributos. Alvo de ainda inédito documentário preparado por Nelson Motta a partir de 16 horas de imagens gravadas por Roberto Oliveira, o disco que juntou Elis Regina (17 de março de 1945 – 19 de janeiro de 1982) e Antonio Carlos Jobim (25 de janeiro de 1927 – 8 de dezembro de 1994) motiva show em homenagem aos 75 anos que a cantora gaúcha completaria na próxima terça-feira, 17 de março. Os shows serão feitos pela Orquestra Jovem Tom Jobim de 20 a 22 de março no Theatro São Pedro, em Porto Alegre (RS), cidade natal de Elis. Nos concertos, a Orquestra Jovem Tom Jobim tocará todo o repertório do disco sob a regência dos maestros Nelson Ayres e Tiago Costa. Produzido por Aloysio de Oliveira (1914 – 1995), o álbum Elis & Tom tem repertório inteiramente dominado pelo cancioneiro de Jobim, abordado com instrumentos elétricos tocados pelo pianista César Camargo Mariano. Uma bossa na época nova que irritou Jobim durante o processo de gravação do disco, mas que, ao fim, ganhou o aval do maestro soberano. Veja Mais

Dólar futuro salta quase 4% e supera R$4,83 após revés fiscal do governo no Congresso

R7 - Economia Por José de CastroSÃO PAULO (Reuters) - A derrota sofrida pelo governo no Congresso Nacional na tarde desta quarta-feira fez o futuro de dólar da B3 disparar quase 4%, superando 4,83 reais, depois de as cotações no mercado à vista já terem mostrado forte alta pelo mau humor nos mercados globais após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar o coronavírus uma pandemia mundial.Ao término dos negócios, às 18h, o dólar futuro subiu 3,63%, a 4,8235 reais, após saltar 3,88%, para 4,835 reais.O Congresso Nacional derrubou o veto presidencial a projeto que amplia o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), com impacto estimado em cerca de 20 bilhões de reais já no primeiro ano.Com isso, o mercado enfrenta agora outro vetor de risco, do lado fiscal brasileiro, em meio ao caos nos mercados globais por causa do coronavírus. A incerteza sobre os passos de autoridades para conter os efeitos econômicos do surto de coronavírus pesou sobre o sentimento neste pregão."Estamos profundamente preocupados tanto com os níveis alarmantes de disseminação e gravidade quanto com os níveis alarmantes de inação. Fizemos, portanto, a avaliação de que o Covid-19 pode ser caracterizado como uma pandemia", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesusem, em coletiva de imprensa nesta quarta.A declaração acirrou os ânimos de um mercado que já vinha com o sentimento bastante fragilizado e intensificou a venda de ativos de risco, como ações e moedas emergentes.O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York confirmou ingresso em território baixista (bear market), com tombo de pelo menos 20% desde a máxima recorde. E a principal referência do mercado de ações do Brasil desabou 7,64% nesta sessão, que viu os negócios serem interrompidos por novo circuit breaker, o segundo apenas nesta semana."Enquanto se entender que (as autoridades de governo) estão lavando as mãos com relação a suas responsabilidades, os mercados vão continuar tendo dificuldades para encontrar um chão firme", disseram estrategistas do Credit Suisse em nota a clientes.Os profissionais estão "bearish" (com visão negativa) para o real, assim como para outras divisas que se beneficiam de ciclos de crescimento econômico, enquanto veem o dólar em queda frente a iene, franco suíço e euro, tidas como defensivas.No fechamento das operações à vista, o dólar saltou 1,61%, a 4,7207 reais na venda, segunda mais alta cotação de fechamento da história, menor apenas que a do último dia 9 (4,7256 reais na venda).Na máxima intradiária, a cotação bateu 4,7592 reais na venda. A volatilidade implícita nas opções de dólar/real --uma medida do grau de incerteza do mercado-- saltou ao pico desde o fim de outubro de 2018.O UBS revisou sensivelmente para cima sua estimativa para a cotação do dólar ante o real ao fim deste ano, passando a ver a moeda em 4,5 reais, ante prognóstico anterior de 4,0 reais. "O real sofre com o crescimento (econômico) mais fraco, os termos de troca e a aversão a risco", disse Tony Volpon, economista do UBS.A equipe econômica cortou sua projeção de crescimento econômico neste ano em 0,3 ponto percentual, a 2,1%. Mas algumas casas, como o UBS, já consideram cenários em que a expansão do PIB pode ficar abaixo de 1%.Também o Bradesco elevou a expectativa para o dólar a 4,30 reais ao término de 2020. "O fortalecimento do dólar em escala global se soma a vetores domésticos conjunturais (frustração com atividade econômica de curto prazo) e estruturais (associados à realocação de portfólios derivada da queda do diferencial de juros entre Brasil e o resto domundo)", disse o banco em relatório em que alterou projeções para indicadores brasileiros.No documento, o Bradesco destaca a importância do ajuste fiscal via corte de despesas. "As propostas de revisão das despesas obrigatórias do governo são indispensáveis para preservar a meta fiscal e manter o teto de gastos, possibilitando uma redução permanente do déficit primário e, consequentemente, da dívida bruta", afirmou o banco privado.O Banco Central não anunciou leilões de dólar durante a sessão desta quarta e se limitou a vender o lote de 1 bilhão de dólares em swaps cambiais tradicionais que prometeu ofertar. Veja Mais

Wall Street cai e Dow Jones confirma "bear market"

R7 - Economia Por Stephen CulpNOVA YORK (Reuters) - Wall Street despencou nesta quarta-feira, com o Dow Jones confirmando "bear market" pela primeira vez desde a crise financeira de 2008, à medida que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o surto de coronavírus como uma pandemia.Todos os três principais índices acionários dos Estados Unidos encerraram a sessão acentuadamente mais baixos, com o índice de referência S&P 500 e o índice Nasdaq estando, ambos, aproximadamente 19% inferiores às máximas de fechamento, em 19 de fevereiro. Um "bear market" é confirmado quando um índice fecha 20%, ou mais, abaixo da máxima mais recente de fechamento.Os agentes do mercado foram ainda mais abalados após noticiário da Reuters de que a Casa Branca havia ordenado que as reuniões de alto nível sobre o coronavírus fossem confidenciais. "Hoje existem muitas más notícias, um número crescente de pessoas com a doença, há diferentes pontos de vista sobre como o estímulo deve funcionar e o mercado está agindo de acordo", disse Peter Tuz, presidente do Conselho de Investimentos em Charlottesville, Virginia.A falta de detalhes do governo Trump sobre seus planos de estímulo fiscal e disputas partidárias em Washington acrescentaram mais incógnitas ao processo. "A ajuda fiscal pode demorar a chegar, em razão das diferenças entre o presidente e o Congresso sobre a forma que deve ser", acrescentou Tuz.A Boeing representou o maior peso para o Dow, caindo 18,2% depois de anunciar planos para levantar um empréstimo já pré-aprovado de 13,8 bilhões de dólares já na sexta-feira. A fabricante de aviões sofreu sua maior queda de três dias, superando as consequências dos ataques de 11 de setembro de 2001. O Dow Jones Industrial Average perdeu 5,86%, para 23.553,22 pontos, o S&P 500 teve queda de 4,89%, para 2.741,38 pontos, e o Nasdaq Composite caiu 4,7%, para 7.952,05 pontos. Veja Mais

Incubus revela tracklist e bela capa de seu novo EP; “Trust Fall (Side B)”

Incubus revela tracklist e bela capa de seu novo EP; “Trust Fall (Side B)”

R7 - Música Incubus Tenho Mais Discos Que Amigos Foto do Incubus via Keilen Photography No dia 17 de Abril o Incubus irá lançar um novo EP. Trata-se de Trust Fall (Side B), e agora temos novidades a respeito do lançamento. Primeiro essa belíssima capa que estampa o trabalho, segundo a tracklist do projeto que terá quatro faixas: 'Karma, Come Back' 'Our Love' 'Into The Summer' 'On Without Me' 'Paper Cuts' Incubus - Trust Fall (Side B) Tenho Mais Discos Que Amigos Você pode ouvir 'Our Love' na playlist oficial do TMDQA! logo abaixo. https://open.spotify.com/playlist/05jyAgzDISm9DyKJt4WUj1?si=uCt25Jc0S2iuYtQgaMRvvA Veja Mais

Enfermeira comove internautas com relato sobre trabalho em meio ao coronavírus

O Tempo - Mundo 'Também tenho medo, mas não de ir às compras, tenho medo de ir trabalhar', desabafa Alessia Bonari Veja Mais