Meu Feed

No mais...

Médicos usam anéis “inteligentes” para mapear sinais de Covid-19

Médicos usam anéis “inteligentes” para mapear sinais de Covid-19

Tecmundo Agentes de saúde estão usando anéis capazes de medir a temperatura corporal dos pacientes durante o tratamento de Covid-19. O projeto foi desenvolvido pela professora de psiquiatria assistente Ashley Mason da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF).Inicialmente, os anéis Oura eram aplicados no tratamento de pacientes com depressão. Na época, a pesquisadora queria descobrir o impacto de temperaturas elevadas no quadro depressivo.Leia mais... Veja Mais

João Amoêdo, do Novo, pede que Bolsonaro mostre um plano ou 'renuncie'

O Tempo - Política Presidente do Partido Novo classificou como 'inaceitável' o discurso feito pelo presidente da república na noite desta terça-feira Veja Mais

Competição de hackers revela brechas no Windows 10, Ubuntu e macOS

Competição de hackers revela brechas no Windows 10, Ubuntu e macOS

canaltech Criada em 2007, a Pwn2Own é uma competição hacker que reúne várias equipes de programadores tentando encontrar falhas ainda desconhecidas em aplicativos e sistemas operacionais populares. A edição de 2020 foi realizada na semana passada, nos dias 18 e 19 de março, e, devido à pandemia global do novo coronavírus (SARS-CoV-2), aconteceu de forma remota — e não em Vancouver, no Canadá, onde costuma ser sediada, como parte da conferência de segurança CanSecWest. Logo no primeiro dia da disputa, o Windows sofreu dois bem-sucedidos ataques, ambos sobre duas vulnerabilidades envolvendo os blocos de memórias liberados após autenticação — também conhecidos como Use After Free (UAF). As vulnerabilidades expuseram privilégios de sistema que poderiam ser escalados. Com isso, os grupos Fluorescente e Fluoroacetate, responsáveis pela primeira e segunda ofensiva, respectivamente, abocanharam US$ 40 mil. Imagem: Reprodução/Pwn2Own Vale destacar que o pessoal do Fluroacetate ganhou certa proeminência no Pwn2Own do ano passado, após descobrir um grande problema no navegador dos carros elétricos Tesla. Isso rendeu ao time não somente popularidade como também a bolada de US$ 375 mil. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Vulnerabilidades no macOS, Ubuntu e Adobe Nesta temporada, o sistema operacional da Apple apanhou dos hackers em seis vulnerabilidades diferentes encontradas no navegador Safari, que poderia garantir aos atacantes privilégios escaláveis no sistema. O time da Georgia Tech conseguiu, assim uma soma de US$ 70 mil. Já o grupo RedRocket CTF encontrou uma brecha para validação de administração local no Linux e levou para casa US$ 30 mil. Os softwares utilitários também foram alvos e o VirtualBox, da Oracle, teve dados vazados e códigos executados por meio de uma vulnerabilidade, explorada pela equipe 4nhdaden, que, dessa forma, conquistou US$ 40 mil. O Fluoroacetate apareceu de novo ao usar uma brecha do Adobe Acrobat Reader para conseguir tomar conta do núcleo do Windows e controlar o sistema. Com isso, eles ganharam mais 50 mil. Vale destacar que muito da parte técnica é exibida em vídeos, esse abaixo, sobre os bugs no VirtualBox. As empresas são notificadas e corrigem as falhas, muitas vezes antes mesmo da veiculação desses problemas na competição.   Além da soma em dinheiro, as equipes recebem pontuação no ranking Master of Pwn, o que, claro oferece grande visibilidade aos participantes — e talvez um bom emprego nos setores de segurança das gigantes da tecnologia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer? Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu Veja Mais

The Killers toca “Caution” direto do banheiro na TV americana; assista

R7 - Música Programa de Jimmy Kimmel também está sendo feito de casa Veja Mais

Classes mais ricas são as responsáveis pela atual crise climática

Classes mais ricas são as responsáveis pela atual crise climática

Tecmundo Segundo um estudo envolvendo 86 países realizado pela Universidade de Leeds, no Reino Unido, as classes – e nações – mais ricas poluem muito mais do que as mais pobres e seriam as culpadas pela crise ambiental que estamos vivendo no mundo atualmente. O levantamento levou em consideração aspectos como o consumo de energia e combustíveis e, em alguns casos, apontou verdadeiros abismos entre os mais e menos afortunados.O levantamento foi realizado a partir de dados fornecidos pelo Banco Mundial e pela União Europeia, e os resultados foram obtidos através do cálculo de como diferentes classes sociais gastam sua renda. Para se ter ideia, de acordo com Roger Harrabin, da BBC, o estudo revelou que quanto mais rica é uma pessoa, maior é o seu consumo de eletricidade – tanto que a parcela que corresponde aos 10% mais ricos da população pode chegar a usar 20 vezes mais energia do que a dos 10% mais pobres.Leia mais... Veja Mais

Entrega sem contato é implementada por aplicativos delivery

Entrega sem contato é implementada por aplicativos delivery

Tecmundo Semana passada, o iFood anunciou a criação de um fundo de R$ 50 milhões para ajudar restaurantes durante a pandemia do coronavírus. Ainda assim, existe uma grande preocupação quanto à saúde dos entregadores delivery, que, pela natureza do trabalho, ficam expostos à contaminação. Pensando nisso, assim como a Rappi, a empresa implementou a chamada “entrega sem contato”, e ela já está disponível.Visando tanto proteger clientes quanto funcionários, no caso do Rappi, não tem segredo algum para se valer dessa medida de prevenção. Basta combinar a entrega via chat do aplicativo, solicitando que o pedido seja entregue na porta. Entretanto, mesmo que essa conversa não seja efetuada, a orientação da empresa é que o entregador deve deixar a sacola e se afastar por dois metros.Leia mais... Veja Mais

Equipe de Halo Infinite está trabalhando de casa para terminar o jogo

Equipe de Halo Infinite está trabalhando de casa para terminar o jogo

canaltech Halo Infinite será o primeiro grande título do Xbox Series X, novo console da Microsoft a ser lançado no final de 2020. Contudo, o game pode sofrer adiamentos. Embora a desenvolvedora 343 Industries não tenha confirmado isso, ela anunciou que seus funcionários estão trabalhando de casa, em função da COVID-19, com limitações para entregar o jogo em tempo. O ponto é que produzir um game no espaço de trabalho, com todas as ferramentas disponíveis a mão, já é desfiador e recorrentemente exige constantes horas extras dos funcionários. Estar remotamente pode ser mais complicado ainda. A empresa publicou uma atualização sobre o trabalho no blog oficial de Halo Infinite: “Conforme a situação começou a piorar em nossa área, cerca de umas duas semanas atrás, a Microsoft e a gerência da 343 deram direcionamento para que o estúdio trabalhasse de casa”. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Agora é oficial! Xbox Series X tem todas suas especificações reveladas A 343 disse que está provendo todas as ferramentas para que o game continue sendo desenvolvido, contudo isso não significa que estão com toda capacidade como no escritório. “Estamos removendo os obstáculos em nosso caminho e monitorando bem, mas precisamos ter em mente nossas atuais limitações e entendermos que a situação do coronavírus pode ficar pior antes de melhorar. Tenha em mente que cada um de nós está fazendo todo o possível para continuar a desenvolver e entregar experiências de qualidade de Halo ao passo em que nos ajustamos a este novo modo de vida”, comunicou a empresa. Embora Halo Infinite ainda não tenha data de lançamento, a empresa já disse que ele será o título que chegará junto ao Xbox Series X. O console também não tem um dia específico de estreia, sendo que a Microsoft comunicou que será no período de "festividades de fim de ano". Isso pode significar tanto as férias de fim de ano, como o Natal, quanto o feriado de Dia de Ação de Graças, que acontece em novembro, junto à Black Friday. Microsoft comete deslize e confirma lançamento do Xbox Series X para novembro Embora a 343 esteja direcionando esforços para o desenvolvimento de Halo Infinite, a empresa ressalta que a segurança dos funcionários é mais importante. “Apesar de tudo isso, por favor, lembrem-se de que isso é maior que jogos e maior que Halo. Pratiquem o distanciamento social sempre que possível [...], lavem suas mão e façam o melhor para mantê-las limpas. Estamos todos juntos nessa”, finaliza a companhia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Veja Mais

'The walking dead' adia exibição do episódio final da 10ª temporada por causa do coronavírus

G1 Pop & Arte Pandemia impediu término de pós-produção do 16º capítulo, que vai ser exibido ainda em 2020. Norman Reedus e Jeffrey Dean Morgan em cena de 'The walking dead' Divulgação A AMC divulgou nesta terça-feira (24) que vai adiar a exibição do último episódio da décima temporada de "The Walking Dead" por causa da pandemia do novo coronavírus. "Os eventos atuais infelizmente tornaram impossível completarmos a pós-produção do último episódio da temporada 10 de 'The walking dead'", afirmou a emissora em nota enviada ao site TVLine. "Então a temporada atual vai terminar em seu 15º episódio no dia 5 de abril (nos Estados Unidos). O final planejado vai aparecer como um episódio especial mais tarde no ano." Veja Mais

InShot: como colocar música de fundo em suas fotos

InShot: como colocar música de fundo em suas fotos

canaltech O InShot é um editor de fotos gratuito que pode ser usado tanto em smartphones Android quanto iOS. Ele funciona de maneira simples e bastante intuitiva, além de permitir compartilhar seu resultado nas redes sociais. Os melhores editores de vídeo gratuitos Os 10 melhores editores de imagem para Android Top 5 - Editores de imagem online gratuitos InShot: como colocar música em fotos Passo 1: antes de mais nada, você deve baixar o aplicativo em seu smartphone Android ou iOS. InShot: aplicativo pode ser baixado gratuitamente (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 2: em seguida, abra o InShot e selecione a opção “Vídeo”. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- A opção "Foto" não permite adicionar música. Por isso, selecionamos "Vídeos" e escolhemos apenas uma imagem para que ele fique estático (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 3: para que a imagem fique estática, escolha “Foto” e selecione uma das imagens de sua galeria. Selecione uma imagem para seu vídeo do InShot (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 4: toque em “Música” e, logo em seguida, em “Canções” para escolher a sua faixa favorita. Selecione uma das músicas para usar em sua foto ou, caso você esteja usando o InShot diretamente de seu iPhone, toque sobre o ícone “iTunes” para escolher uma faixa que já tenha sido baixada por você - para usuários de smartphones Android, é possível fazer isso em “Minha música”. São várias coleções com músicas diferentes (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 5: toque em “Usar” para finalizar a escolha de sua música no InShot. Você deve fazer o download da faixa no InShot antes de tocar em "Usar" (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 6: agora, você deve cortar a faixa para selecionar qual parte dela deve tocar na foto. Essa função é muito parecida com a do Instagram Stories. Para isso, toque em “Editar”. Você também pode ajustar o volume da música (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 7: para aumentar o tempo do vídeo, use a parte inferior da tela, abaixo do menu, e arraste a faixa sobre as imagens nas quais você deseja que a música toque. Pressione a barra lilás e arraste-a até que ela fique sobre o vídeo (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 8: toque sobre o ícone de “check” (✓) para concluir a sua edição. Em seguida você poderá editar a imagem da maneira que preferir - seja colocando efeitos, textos, stickers ou até mesmo alterando fatores como a luminosidade, o brilho, o contraste e também a saturação da foto manualmente. Você pode editar sua imagem da maneira que preferir (Captura de tela: Ariane Velasco) Passo 9: toque na opção "Salvar" do InShot, no canto superior direito da tela, e escolha a qualidade do vídeo. Agora ele já está em sua galeria e você também pode compartilhá-lo em redes sociais como o Facebook, Instagram, Messenger, WhatsApp, YouTube, entre outras. O arquivo permanecerá em sua galeria. InShot: escolha a resolução recomendada para evitar falhas na reprodução do vídeo (Captura de tela: Ariane Velasco) E você, sabia que o InShot era tão intuitivo e fácil de usar? Conte pra gente nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Veja Mais

Músico mineiro Gabriel Gouveia lança música sobre a pandemia de coronavírus

O Tempo - Diversão - Magazine Nascido em Belo Horizonte, ele tem 27 anos e diz que esse é "o momento das pessoas serem elos de informações" Veja Mais

PornHub doa 50 mil máscaras para socorristas que enfrentam coronavírus em Nova York

G1 Pop & Arte Site também vai liberar por um mês acesso no mundo inteiro a seu serviço Premium para que população permaneça em casa durante pandemia. Rua vazia em Nova York, nos Estados Unidos John Minchillo/AP Photo O site PornHub anunciou nesta terça-feira (24) que vai doar 50 mil máscaras cirúrgicas para socorristas que ajudam no tratamento do novo coronavírus e para um hospital de Nova York. Serão 30 mil máscaras para paramédicos e socorristas do Corpo de Bombeiros e 20 mil para o Mount Sinai South Nassau, parte de uma das maiores redes de hospitais da região. O site também vai doar 50 mil euros para diferentes organizações da Europa para comprarem mais máscaras. Além disso, como parte de seu esforço para que as pessoas fiquem em casa, o PornHub vai liberar por um mês acesso a seu serviço Premium em todo o mundo. Veja Mais

Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu

Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   Ficar em casa não precisa parecer um castigo. Para conseguir curtir ainda melhor esse período de afastamento para tentar conter a disseminação do novo coronavírus, é uma boa hora de trocar a televisão da sala. E, de quebra, ainda levar um segundo aparelho, para garantir o momento de entretenimento de todo mundo da casa em segurança. Se liga nessa promoção do Magalu com dois televisores da Samsung! -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Sobre a Samsung UN58RU7100 Com tela de 58 polegadas e resolução Ultra HD 4K (3840x2160) HDR Premium, a Samsung UN58RU7100 oferece padrão superior de contraste e brilho, que garante a visualização de cada detalhe da imagem, sem perda em áreas claras ou escuras. As cores também são mais vivas para tornar cada cena ainda mais atraente e impactante graças aos painéis RGB sem subpixel branco. A TV tem sistema Tizen e suporte a todos os principais apps de streaming, como Netflix, Globoplay, Amazon Prime Video, Spotify, YouTube e muito mais. Além de conectividade Wi-Fi e Bluetooth, conversor digital integrado, 3 entradas HDMI e 2 USB. Sobre a Samsung J4290 A outra televisão, que está inclusa no pacote, é uma versão de 32 polegadas, com resolução HD, com o recurso Wide Color Enhancer Plus, que melhora a qualidade da imagem, revelando detalhes ocultos. Também tem sistema Tizen, com suporte a YouTube, Netflix e outros serviços de streaming. Ainda tem conectividade Wi-Fi, 2 entradas HDMI, 1 entrada USB e DLNA. Oferta imperdível: leve 2 e pague 1! Na promoção do Magalu, você leva essas duas TVs pelo preço de uma! São R$ 3.134,05 à vista, ou 10 parcelas de R$ 329,90 no cartão de crédito. E você ainda garante frete grátis! *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no Telegram para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. O que é o Magazine Você? Acessou os links e não entendeu o que é o Magazine Você? Trata-se do canal de divulgação das ofertas do site Magazine Luiza, conforme consta em comunicado oficial. Somos um dos parceiros oficiais de divulgação e nossa loja chama-se Magazine Canaltechbr. Todo o processo de cobrança, faturamento e logística é feito pelo próprio Magazine Luiza que, além do site, possui mais de 800 lojas físicas espalhadas pelo Brasil. Uma dúvida comum de nossos leitores é o motivo dos preços em nossa loja serem muitas vezes diferentes dos anunciados no site principal do Magazine Luiza. O motivo é que o Magazine Você recebe ofertas exclusivas que não são divulgadas no site principal. Então aproveite as promoções e acesse nossa loja para garantir ofertas exclusivas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

Lídice da Mata fala sobre a situação dos idosos no asilamento

Lídice da Mata fala sobre a situação dos idosos no asilamento

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Câmara de BH tem mais um vereador com Covid-19; número total chega a cinco

O Tempo - Política Irlan Melo divulgou nesta terça-feira o resultado do teste Veja Mais

Itália tem mais 743 mortes por coronavírus em 24 horas e chega a 6.820 óbitos

O Tempo - Mundo Até o momento, 6.820 pessoas faleceram no país, que já registrou 69.176 infectados Veja Mais

Dow Jones dispara mais de 11% e tem melhor dia desde 1933

G1 Economia Parlamentares dos Estados Unidos afirmaram que estão próximos de um acordo para um pacote de resgate econômico, o que injetou uma dose de otimismo nos mercados. O índice Dow Jones disparou nesta terça-feira (24), registrando seu maior ganho percentual diário desde 1933, depois de parlamentares dos Estados Unidos afirmarem que estão próximos de um acordo para um pacote de resgate econômico, o que injetou uma dose de otimismo nos mercados, que ainda se recuperam da mais forte onda de vendas desde a crise financeira. Todos os três principais índices acionários norte-americanos se recuperaram fortemente da brutal queda de segunda-feira, à medida em que o surto de coronavírus forçava nações inteiras a paralisarem serviços. Wall Street Lucas Jackson/Reuters Democratas e republicanos disseram nesta terça-feira que estavam próximos de um acordo em torno de um pacote de estímulo de US$ 2 trilhões, que tem o objetivo de fornecer auxílio financeiro aos norte-americanos desempregados e ajudar setores da economia em dificuldades. A esperada medida legislativa se soma às agressivas ações anunciadas pelo Federal Reserve (Fed, banco central do país) nos últimos dias, incluindo a compra de títulos corporativos e o anúncio de que o banco central dos EUA fará empréstimos diretos a empresas. King Lip, estrategista-chefe de investimentos da Baker Avenue Asset Management, em San Francisco, disse que as expectativas sob o pacote de estímulo estão gerando otimismo em Wall Street, mas ressalvou que sua gestora ainda está esperando o momento de voltar às compras no mercado. "Com todo esse estímulo, precisamos apenas de um catalisador para acender o fogo", disse Lip. "Essa faísca será o pico dos casos e, quando começar a haver diminuição, acho que é quando tudo vai ficar claro." Investidores também ficaram satisfeitos depois que o presidente Donald Trump disse na segunda-feira que estava estudando como reativar parte da atividade empresarial quando se encerrar na semana que vem uma paralisação de 15 dias, apesar da rápida disseminação do vírus, que é altamente contagioso, e de hospitais mal equipados que podem enfrentar uma onda de óbitos pela doença. O Dow Jones saltou 11,37%, terminando em 20.704,91 pontos. O S&P 500 subiu 9,38%, para 2.447,33 pontos. O Nasdaq Composite avançou 8,12%, para 7.417,86 pontos. Boeing impulsionou os ganhos do Dow, saltando quase 21% depois de o presidente-executivo da companhia, Dave Calhoun, dizer que a fabricante de aviões espera que o jato 737 MAX retorne aos céus em meados do ano. As ações da Boeing perderam quase dois terços de seu valor até agora em 2020. Veja Mais

Daniel é eliminado do 'BBB 20' com 80,82% dos votos

G1 Pop & Arte Flayslaine e Ivy, que também estavam no paredão, se salvaram e permanecem na casa. Daniel, do BBB 20 Reprodução / TV Globo O gaúcho Daniel foi eliminado do "BBB 20" nesta terça-feira (24). Ele recebeu 80,82% dos votos, e foi o nono participante a deixar o jogo. Flayslaine e Ivy, que também estavam no paredão, se salvaram e permanecem na casa. Flayslaine recebeu 9,54% dos votos, e Ivy recebeu 9,64%. "Obrigado por tudo, por todo o amor que vocês me deram. Desculpa qualquer coisa", diz Daniel, pouco antes de sair do confinamento. Veja tudo o que você tem que saber do 'Big Brother Brasil' Veja todos os participantes Daniel é um ator gaúcho de 22 anos que se diz apaixonado por arte e por viajar. Mora em um hostel, onde troca a estadia por trabalhos na recepção e no bar. Ele tem um irmão gêmeo. Ao deixar o confinamento, o gaúcho afirma que não sabe como acabou sendo o mais votado do público no paredão. "Não sei. Estou triste. Mas, não tem o que fazer. Estou muito feliz de ter participado do programa, de ter conhecido a Marcela. Mas, não tem o que fazer. Quero agradecer a todo mundo que me deixou lá até agora". Veja Mais

Aliados elogiam pronunciamento de Bolsonaro sobre coronavírus

Aliados elogiam pronunciamento de Bolsonaro sobre coronavírus

R7 - Economia Bolsonaro: "Devemos, sim, voltar à normalidade" Marcos Corrêa/PR Parlamentares ligados a Jair Bolsonaro usaram as redes sociais na noite desta terça-feira (24) para elogiar o pronunciamento feito pelo presidente na cadeia nacional de rádio e televisão para falar sobre a pandemia de coronavírus. Em sua fala, Bolsonaro criticou o isolamento e afirmou que a vida deve continuar. "O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade", disse ele. Leia mais: 'Brasil precisa de uma liderança responsável', diz Alcolumbre O líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vítor Hugo (PSL-GO), classificou a fala de Bolsonaro como "excelente" e disse que o presidente "vai salvar vidas e proteger empregos". Excelente pronunciamento do nosso Pres @jairbolsonaro ! A sua visão de estadista e a sua coragem em ir na contramão da histeria coletiva, construída sem critérios racionais, vão salvar as vidas de milhões de brasileiros. SALVAR VIDAS e PROTEGER EMPREGOS! #VamosVencerJuntos— Vítor Hugo (@MajorVitorHugo) March 24, 2020 Para o deputado Bibo Nunes (PSL-RS), Bolsonaro passou segurança para todos e foi bem esclarecedor durante sua manifestação. "Os urubus de plantão, com olhos na nuca, vão achar problemas em tudo que ele falou. A oposição contra tudo e a favor de nada, só quer pânico e caos", afirmou. Presidente foi firme na sua fala na TV e passou segurança para todos.Foi bem esclarecedor.Os urubus de plantão, com olhos na nuca, vão achar problemas em tudo que ele falou.A oposição contra tudo e a favor de nada, só quer pânico e caos.Só que os brasileiros querem o melhor!— Bibo Nunes (@bibonunes1) March 24, 2020 O deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP) compartilhou a fala de Bolsonaro e também elogiou o chefe do Executivo. "O Presidente lidera a nação, diferente de golpistas e oportunistas que querem ganhar no grito", opinou. Hoje foi dia de transmissão em rede nacional! O Presidente lidera a nação, diferente de golpistas e oportunistas que querem ganhar no grito! pic.twitter.com/9wGSL2je2s— Gil Diniz (@carteiroreaca) March 25, 2020 Veja Mais

Bill Rieflin, baterista do King Crimson, morre aos 59 anos de idade

R7 - Música Músico também tocou com R.E.M., Ministry, Nine Inch Nails e mais Veja Mais

Mr. Bungle está regravando demo de estreia com Scott Ian e Dave Lombardo

R7 - Música Veja bastidores de regravação do primeiro trabalho do supergrupo Veja Mais

'País precisa de uma liderança séria e comprometida com a vida', diz Alcolumbre

O Tempo - Política Davi Alcolumbre (DEM-AP) e o vice-presidente da Casa, Antonio Anastasia (PSDB), divulgaram nota conjunta em que criticam o pronunciamento feito pelo presidente Jair Bolsonaro em cadeia nacional Veja Mais

Parlamentares se dizem perplexos e chamam Bolsonaro de "irresponsável"

O Tempo - Política Até o momento, o Brasil registra 46 mortes e 2.201 confirmações da nova doença Veja Mais

Dados de 538 milhões de usuários do Weibo estão à venda online

Dados de 538 milhões de usuários do Weibo estão à venda online

canaltech Dados de 538 milhões de usuários da rede social chinesa Weibo podem ter vazado. Segundo levantamento do site ZDNet em parceria com veículos da China, um hacker teria conseguido acesso a um banco de dados da rede e o colocou a venda por ¥ 1,799, aproximadamente R$ 1.300.  Conforme a investigação do ZDNet, o cibercriminoso publicou em sites na dark web que acessou um banco de dados da rede social e conseguiu as informações em meados de 2019.  Dentre os dados estariam nomes, usuários, gênero, localização e, no caso de 172 milhões deles, também os números de telefone. Contudo, o criminoso disse não ter senhas cadastradas nesse banco de dados em específico, motivo pelo qual ele vende o pacote por um preço considerado abaixo do comum.  -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Veja também: Principais ameaças cibernéticas apontadas pelo Fórum Econômico Mundial para 2020 Usuários em fóruns notificaram que o hacker já soltou amostras de dados e que eles são verdadeiros, comprovando a veracidade do anúncio.  O que diz a Weibo?  A rede social chinesa procurada pelo ZDNet, mas não houve resposta. Aos veículos chineses que colaboraram com a investigação, a Weibo disse que no final de 2018 observou algumas pessoas usando sua API para tentar associar números de telefone com as contas, criando, assim, o banco de dados.  A Weibo ainda postou um comunicado oficial dizendo que não armazena senhas sem criptografia, para acalmar os usuários.  De acordo com investigação do ZDNet, contudo, há indícios de que as informações tenham vindo de uma invasão direta ao bancos de dados SQL, o que não condiz com o argumento de API da Weibo.  Em todo caso, essa teoria explicaria apenas como que o hacker conseguiu os números de telefone e nomes de usuário, mas não outros dados como localização e gênero. Dentro da API, tais informações não são associadas ao número de telefone dos perfis.  Leia mais: Está fazendo home office? Então fique de olho nestas dicas de segurança digital No comunicado, a Weibo também disse ter notificado autoridades sobre o ocorrido que está investigando o caso. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer? Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu Veja Mais

MP de Bolsonaro não impede ação de governadores contra vírus, diz Marco Aurélio

O Tempo - Política Decisão foi tomada numa ação ajuizada pelo PDT pedindo a nulidade de dispositivos da MP 926, assinada pelo president Veja Mais

Coronavírus: Bolsonaro defende fim de quarentena e abertura de comércio

O Tempo - Política Em pronunciamento, presidente diz que “devemos voltar à normalidade”; veja na íntegra Veja Mais

Cenário de epidemia do novo coronavírus em Nova York piora

O Tempo - Mundo Estados Unidos podem se tornar o epicentro da pandemia global Veja Mais

Xand Avião testa positivo para coronavírus: 'Um pouco de febre'

Xand Avião testa positivo para coronavírus: 'Um pouco de febre'

R7 - Música Xand Avião está com coronavírus Reprodução/Instagram Xand Avião usou as redes sociais, nesta terça-feira (24), dia em que completa 38 anos, para comunicar que testou positivo para o coronavírus (covid-19). Em uma sequência de gravação no Stories do Instagram, o cantor disse que a mulher, Isabele, também está infectada. "Desde segunda-feira (16), a gente fez um exame porque a Isa sentiu um pouco de febre, nada demais, e um pouquinho de dor de garganta, e eu não senti nada. O da Isa saiu anteontem e deu positivo, o meu saiu hoje e deu positivo. O da Bella (filha caçula), deu negativo. Bebella como sempre é diferente de tudo", brincou o músico. Xand afirmou que está se sentindo bem. Disse que teve um pouco de febre e segue isolado em quarentena. "Só peço que todos vocês fiquem em casa. Não transmitam isso para que a gente volte à vida normal". Veja Mais

OMS diz que Estados Unidos podem passar Europa em infectados por coronavírus

O Tempo - Mundo Nova York concentrava 20 mil casos nesta terça-feira, ou seja, quase metade do total de infectados nos EUA Veja Mais

Diferente das rivais, Apple TV+ cresce só 10% com a quarentena

Diferente das rivais, Apple TV+ cresce só 10% com a quarentena

Tecmundo Apesar de a Apple divulgar uma previsão de que, em 2028, seu serviço de streaming teria cerca de 95 milhões de assinantes, o Apple TV+ não mostrou um bom desempenho com a quarentena, registrando um número muito baixo de novas assinaturas.Outros serviços como HBO, Netflix e Disney+, por outro lado, declararam que somente entre os dias 14 e 16 deste mês, já tiveram um aumento expressivo no número de assinaturas.Leia mais... Veja Mais

Justin Bieber convida fã para live compartilhada e ela surpreende ao aparecer nua

Justin Bieber convida fã para live compartilhada e ela surpreende ao aparecer nua

R7 - Música Vagalume Vagalume Justin Bieber viveu um episódio inusitado, nesta segunda-feira (23), no Instagram. Neste período de isolamento devido ao coronavírus, pelo mundo, o cantor tem feito lives compartilhadas com fãs rendendo momentos de felicidade para os seus seguidores. Porém, ele foi surpreendido por uma fã convidada por ele. Logo no início da live, ela aparece nua, em um momento íntimo, e ao notar que estava ao vivo, tentou se esconder. O cantor aparentemente não notou e até pergunta para a fã aonde ela estava. "Oi, por que você está se escondendo? Isso é estranho. Bem, prazer em te conhecer, de qualquer forma. Tenho que sair", diz o cantor. Veja o vídeo:Clique para ver no VagalumeFonte: Vagalume Veja Mais

Filme 'Mulher-Maravilha 1984' é adiado para agosto por causa do coronavírus

O Tempo - Diversão - Magazine No Brasil, a estreia seria no dia anterior, 4, e ainda não há informações sobre a nova data após o adiamento Veja Mais

Ministério da Agricultura vai disponibilizar 84 laboratórios para testes do novo coronavírus

G1 Economia Unidades estão espalhadas em 19 estados e serão usadas conforme orientação do governo federal. Essa estrutura têm capacidade para analisar 76 mil amostras por dia. Laboratórios da Agricultura farão testes do coronavírus Divulgação/Ministério da Agricultura O Ministério da Agricultura disse nesta terça-feira (24) que vai disponibilizar sua infraestrutura de laboratório, equipamentos e funcionários para auxiliar nos testes do novo coronavírus. Coronavírus: perguntas e respostas Segundo o comunicado, serão disponibilizados 84 laboratórios das redes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), dos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária (LFDAs) e da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac). Esses locais contam com 89 equipamentos do tipo RT-PCR em operação e capacidade de análise de mais de 76 mil amostras por dia. Essa é a técnica de referência para detecção do coronavírus, segundo o governo. Os laboratórios da rede do Ministério da Agricultura estão em 19 estados e 27 cidades do país. Os equipamentos deverão ser realocados com base na demanda estratégica do Ministério da Saúde. A Agricultura disse que haverá um total de 108 profissionais qualificados para operar equipamentos e ensaios, que poderão ser alocados conforme a necessidade do governo federal. Initial plugin text Veja Mais

Apple libera iOS 13.4 e iPadOS 13.4 com novos Memojis e mais recursos

Apple libera iOS 13.4 e iPadOS 13.4 com novos Memojis e mais recursos

canaltech A Apple começou a disponibilizar para os usuários do iPhone e iPad, nesta terça (24), a versão 13.4 do iOS e iPadOS, quarta e, possivelmente, última grande atualização antes do iOS 14. As novidades incluem suporte do mouse e trackpad para o iPad, novas figurinhas Memoji e o compartilhamento de pastas no iCloud. Confira abaixo os principais recursos da atualização: Novas figurinhas Memoji  A Apple adicionou nove novas figurinhas Memoji, que podem ser utilizadas como stickers no WhatsApp e em outras redes sociais compatíveis. As inclusões trazem expressões faciais inéditas, como rostos sorridentes com corações, com a boca aberta demonstrando espanto, soltando fumaça pelas narinas de raiva e fazendo sinal de preces. Além disso, há um novo Memoji mexendo em um MacBook. Como criar o seu Memoji personalizado no iPhone com iOS 13 Novas opções de Memoji disponíveis no iOS 13.4 (Foto: Reprodução/MacRumors) Compartilhamento de pastas do iCloud Já disponível nos principais serviços de nuvem do mercado, a Apple incluiu no iOS 13.4 a possibilidade de compartilhar pastas do iCloud com outras pessoas. O recurso mostra atualizações dos usuários e dispositivos permitidos em tempo real. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Agora também é possível escolher quais usuários podem baixar arquivos, fazer uploads ou somente visualizar — semelhante ao que o Google Drive já faz. Esses recursos haviam sido anunciados primeiramente durante a WWDC 2019, como nativos do iOS 13, mas só foram adicionados de fato após quatro atualizações. Compartilhamento de pasta no iCloud (Foto: Reprodução/MacRumors Maior integração entre serviços e Apple CarPlay A Apple continua se esforçando para integrar ainda mais os serviços aos seus dispositivos. No iOS 13.4, os desenvolvedores podem criar aplicativos com suporte universal de compra, ou seja, você pode um jogo uma única vez e jogar em todos os dispositivos compatíveis, como iPod Touch, iPad, Mac, iPhone e Apple TV. Apple libera compra universal de apps entre macOS, iOS, tvOS, iPadOS e watchOS Novas configurações do app de TV adicionaram a possibilidade de controlar o streaming e o downloads de conteúdos via Wi-Fi ou rede móvel. O iOS 13.4 trouxe novas opções de economia de dados para quem não possui planos de dados ilimitados. Maior controle de streaming e download (Foto: Reprodução/MacRumors) Novidades de um suposto "CarKey" também foram encontrados no código-base do iOS 13.4. Apesar de não aparecer como recurso oficial da atualização, o recurso permitirá que você use seu iPhone para trancar, destrancar e ligar um carro que possua tecnologia NFC. Espera-se que o CarKey seja anunciado com o iOS 14, com a BMW sendo uma das primeiras parceiras. O Apple CarPlay agora está permitindo o suporte a aplicativos de navegação de terceiros, como Google Maps e Waze. Correções de bugs também estão sendo corrigidos no aplicativo. Novidades para iPads A grande novidade do iPadOS 13.4 é o suporte para mouse e trackpad, permitindo maior precisão e melhor navegação. A adição suporta as opções Magic Mouse, Magic Mouse 2, Magic Trackpad, Magic Trackpad 2. Se você quiser gastar uma grana nas alternativas da Apple, pode optar por opções de terceiros, já que ele suporta mouse USB ou Bluetooth. Ainda em relação ao suporte para trackpad no iPad, a Apple adicionou um novo atalho chamado Shazam Shortcuts, que permite remapear as teclas de um teclado físico conectado ao iPad para facilitar a navegação. Também há uma nova barra de ferramentas disponível no aplicativo Mail, que está disponível ao visualizar um e-mail. O novo design afasta o ícone de responder do ícone de excluir. Pode não ser uma mudança tão significativa, mas pode acabar com o problema de exclusão acidental. Novos atalhos do Mail (Foto: Reprodução/MacRumors) Todas as novidades e correções de bugs detalhadas podem ser conferidas aqui. Apple vai corrigir problema de conectividade em hotspot com iOS 13.4 Como baixar o iOS 13.4 no iPhone Como baixar o iOS 13.4 para iPhone (Foto: Reprodução/Natalie) Para baixar o iOS 13.4 no iPhone, vá em Ajustes > Geral > Atualização de Software > Baixar. É preciso ter, no mínimo, 1,66 GB de espaço livre para completar a instalação. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

The Walking Dead: 10ª temporada fica sem episódio final

The Walking Dead: 10ª temporada fica sem episódio final

Tecmundo O episódio final da 10ª temporada de The Walking Dead não será transmitido, conforme planejado, no dia 12 de abril, devido à pandemia de coronavírus. A AMC emitiu um comunicado informando que o 16º episódio não pode ser finalizado e será exibido no final do ano como um especial.“Infelizmente, os eventos atuais tornaram impossível concluir a pós-produção do final da 10ª temporada de The Walking Dead, então a temporada atual terminará com seu 15º episódio em 5 de abril. O final planejado aparecerá como um episódio especial no final do ano”.Leia mais... Veja Mais

Maia afirma que Bolsonaro foi equivocado ao atacar imprensa e governadores

O Tempo - Política Presidente da Câmara ainda orientou a população que siga as normas determinadas pela OMS e pelo Ministério da Saúde Veja Mais

Microsoft é única empresa a valer mais de US$ 1 trilhão

Microsoft é única empresa a valer mais de US$ 1 trilhão

Tecmundo De acordo com o Business Insider, atualmente, a Microsoft é a única empresa do mundo a ter seu valor de mercado acima de US$ 1 trilhão. A razão para isso são as fortes perdas econômicas que as companhias em geral têm enfrentado neste início de ano, devido à pandemia do Coronavírus.No momento, a Microsoft ficou isolada como única empresa trilionária porque as perdas registradas pela Apple, Amazon e Alphabet (dona da Google) foram ainda maiores. Até poucas semanas atrás, todas elas valiam mais de US$ 1 trilhão.Leia mais... Veja Mais

Pabllo Vittar lança o seu novo álbum, "111". Escute com as letras!

Pabllo Vittar lança o seu novo álbum,

R7 - Música Vagalume Vagalume Pabllo Vittar lançou, nesta terça-feira (24), o seu novo álbum "111". O disco é trilíngue com faixas cantadas em português, inglês e espanhol e traz muitas participações especiais. A artista conta com as colaborações de famosos nomes como Ivete Sangalo, Charli XCX e Thalía. "Esse álbum é diferente de tudo o que já lancei até aqui. É um álbum com mais experimentações artísticas, além de ser o primeiro com músicas em diferentes idiomas. Estou muito feliz com o resultado e empolgada devido a repercussão positiva que já tivemos até aqui com os lançamentos de alguns singles. Meu objetivo como artista é justamente esse, estar o tempo todo me reinventando, experimentando e ressignificando experiências, sonhos e batidas através da música. Aliás, a faixa ‘Rajadão' é um bom exemplo disso", disse Pabllo sobre o álbum. Escute "111" com as letras abaixo:Clique para ver no Vagalume 1. Parabéns (Part. Psirico) 2. Tímida (feat. Thalía) 3. Lovezinho (Part. Ivete Sangalo) 4. Amor de Que 5. Salvaje 6. Flash Pose (Ft. Charli XCX) 7. Clima Quente (Part. Jerry Smith) 8. Ponte Perra 9. RajadãoFonte: Vagalume Veja Mais

OMS registra aumento de ataques hacker em meio à COVID-19

OMS registra aumento de ataques hacker em meio à COVID-19

Tecmundo Segundo a Reuters, a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou aumento de ataques cibernéticos às suas plataformas desde o início de março. O período foi um dos mais expressivos quanto ao avanço do Coronavírus em todo o mundo. “Não há números concretos, mas essas tentativas contra nós e o uso de personificações (da OMS) para atingir outras pessoas mais que dobraram”, disse à agência Flavio Agio, diretor de segurança da informação da OMS.Agio ainda destacou que atividades não foram concluídas com sucesso, embora possam ter partido de um grupo avançado de hackers. A Reuters foi alertada inicialmente sobre o assunto quando Alexander Urbelis, especialista em segurança online, notou que alguns suspeitos rastreados por ele haviam ativado um site malicioso para imitar o sistema de e-mails internos da OMS.Leia mais... Veja Mais

Com quase 100 anos, pai de Paul Stanley (KISS), se exercita na quarentena

R7 - Música Músico está incentivando os fãs a ficarem em casa Veja Mais

The Black Crowes celebra aniversário com show intimista no Tiny Desk

R7 - Música Banda retornou no ano passado para comemorar os 30 anos de “Shake Your Money Maker” Veja Mais

Paul McCartney, “Faul” e uma comparação da obra do ex-Beatle com seu “sósia”

R7 - Música "Paul Is Dead": e se Macca realmente tivesse morrido e sido substituído nos Beatles? Veja Mais

Cocriador de Asterix, ilustrador francês Alberto Uderzo morre aos 92 anos

Cocriador de Asterix, ilustrador francês Alberto Uderzo morre aos 92 anos

canaltech Difícil encontrar alguém que não conheça ou nunca tenha ouvido falar de Asterix. O guerreiro gaulês e seu inseparável amigo Obelix protagonizaram algumas das mais divertidas e didáticas aventuras na aldeia Armórica do período histórico no século antes de Cristo, durante a ocupação da região pelo exército de Júlio César e o Império Romano. Os criadores disso tudo, os franceses Alberto Uderzo e René Goscinny, conseguiram unir, em uma vasta obra, personagens cativantes, História e Geografia e tramas divertidas, com a tradicional e detalhada narrativa característica dos quadrinhos franco-belgas. Infelizmente, nesta terça-feira (24), Uderzo nos deixou. Uderzo nasceu no dia 25 de abril de 1927 em Fismes, no Grande Leste da França, e estava prestes a completar 93 anos. Desde criança, quando sonhava em ser mecânico de aviões, já se interessava pelas artes e, depois de deixar Paris para se morar na Bretanha, na Segunda Guerra Mundial, começou a trocar os trabalhos com mobílias junto de seu pai para se dedicar à ilustração. Imagem: Reprodução/Editora Record Um pouco mais tarde, em 1951, conheceu o roteirista Goscinny, com quem criaria Asterix, Obelix, Panoramix e toda a turma gaulesa da série de livros em quadrinhos que foi muito além das páginas impressas. Suas dezenas de álbuns venderam mais de 370 milhões de cópias em 111 línguas e dialetos e se tornaram exemplo de como é possível contar a história da sociedade de forma didática e divertida — é comum, seis décadas depois, vermos suas publicações serem usadas por professores em salas de aula. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Asterix já enfrentou o “Coronavirus” Em um episódio curioso para os dias em que vivemos, Asterix e Obelix enfrentaram o “Coronavirus” em um álbum publicado em 2017 — e a trama de Asterix e Transitálica aconteceu justamente na Itália, atual epicentro do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Mas, diferente da COVID-19, a ameaça era um vilão misterioso, que, no final das contas, revelou-se como o imperador Júlio César. Vale destacar que a nomenclatura semelhante se dá porque na série os romanos usam o sufixo “us”, então, tudo não passa de uma enorme coincidência. Imagem: Reprodução/Editora ASA Em outras mídias, as aventuras de Asterix e sua turma também repetiram o fenômeno das obras impressas, com mais de dez animações, quatro longas em live-action, dezenas de games, parque temático em Paris dedicado exclusivamente para esse universo, entre outras menções, referências e produções. Mesmo depois da morte de Goscinny, em 1977, Uderzo continuou produzindo o material e nunca deixou para trás os elementos narrativos construídos com seu parceiro de longa data. Em 2009, já sentindo os efeitos da artrose, ele decidiu deixar as mesas de desenho e, em 2011, continuou transmitindo seu legado para os autores mais jovens, observando de perto a manutenção da qualidade e das edições mais recentes de Asterix. Imagem: Reprodução/Bavaria Entertainment Segundo seus familiares, ele faleceu por complicações de um ataque cardíaco. "Albert Uderzo morreu enquanto dormia em sua casa em Neuilly (na periferia de Paris) de um ataque cardíaco não relacionado com o coronavírus. Ele estava muito cansado há várias semanas", disse seu genro Bernard de Choisy. Fica aqui, então, uma reverência a uma dos maiores nomes da história da arte e dos quadrinhos, e o desejo de longa vida à sua obra, que vai continuar inspirando e educando gerações mundo afora. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Veja Mais

Deputado mineiro autor da Lei de Acesso à Informação critica MP de Bolsonaro

O Tempo - Política Por conta da pandemia do coronavírus, o presidente da República suspendeu os prazos de resposta que os órgãos públicos deveriam dar a qualquer cidadão Veja Mais

MP 928 restringe Lei de Acesso à Informação - 24/03/2020

MP 928 restringe Lei de Acesso à Informação - 24/03/2020

Câmana dos Deputados Menos de um dia depois de editar uma medida provisória com ações para enfrentar a emergência sanitária e econômica da pandemia de coronavírus, e que, entre outros pontos, permitia a suspensão de contratos de trabalho por quatro meses sem garantias ou compensação para o empregado, o governo voltou atrás. Editou uma nova medida provisória (MP 928/20). A nova MP revogou os pontos polêmicos da anterior, mas acrescentou um limite à lei de acesso à Informação. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #LeiDeAcessoÀInformação Veja Mais

CT News - 24/03/2020 (Instagram permite que você navegue com amigos pelo feed)

CT News - 24/03/2020 (Instagram permite que você navegue com amigos pelo feed)

canaltech No episódio de hoje do CT News: Instagram deixará você navegar junto dos amigos pelo feed; Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus; Netflix reduz a qualidade de vídeo no Brasil para evitar sobrecarga na internet e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Contágio de coronavírus no Brasil mantém ritmo alto, diz pesquisa; na Itália, transmissão cai duas semanas após quarentena

Glogo - Ciência Observatório Covid-19 BR, formado por físicos de 7 universidades e que monitora a progressão da pandemia no país, aponta que medidas de restrição ainda não tiveram tempo de interferir na redução de casos. Veja comparação com a Itália. O ritmo de transmissão do coronavírus no Brasil continua alto e constante, alertam pesquisadores do Observatório Covid-19 BR, que reúne físicos de sete universidades e monitora a progressão da pandemia no país. O grupo aponta ainda que na Itália, apesar do número crescente de mortes, o contágio perdeu força após a quarentena, que já dura 15 dias. Na sexta-feira (20), o G1 mostrou um estudo do observatório que comparou o avanço da doença Covid-19 nos dois países. Considerando os dados da semana passada, a curva de crescimento no Brasil era semelhante à da Itália do início de março. Uma das formas de comparação leva em conta o tempo que o coronavírus leva para dobrar a quantidade de pessoas contaminadas em determinado país. Nesse sentido, a velocidade de contágio no Brasil pouco se alterou. No número de infectados na sexta estava dobrando a cada 54 horas e 43 minutos (ou 2,28 dias). Se forem contabilizados os registros nesta segunda-feira (23), esse tempo aumentou para 62 horas. Já a Itália – que até esta terça-feira (24) computou mais de 500 mil infectados e 6.820 mortos – tem levado mais tempo para duplicar a contaminação. Ou seja, o ritmo de contágio, que já foi muito alto, vem diminuindo. "Eles estão freando a epidemia", explicou ao G1 Vítor Sudbrack, um dos físicos integrantes do Observatório Covid-19 BR. "Após quase duas semanas de medidas de restrição social, o número de novos casos vem desacelerando. O tempo para o número de casos dobrar passou de 3 dias para 5,5 dias. Acredito que esse seja o maior exemplo da eficiência da quarentena na Itália." No início da epidemia na Itália, no final de fevereiro, esse tempo estava entre 1,6 dia e 1,9 dia. No dia 9 março, o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, restringiu a circulação por todo o país. Participam do observatório físicos da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (Unesp), da Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal do ABC (UFABC), Universidade de Berkley (nos Estados Unidos) e Universidade de Oldenburg (na Alemanha). Nesta terça, o Brasil chegou a 46 mortes e 2.201 casos confirmados de Covid-19, segundo o Ministério da Saúde. Comparação entre a taxa de duplicação de casos de coronavírus da Itália (que reduziu o ritmo de contágio após a quarentena) e do Brasil (que ainda aguarda os efeitos das restrições) Arte/G1 A Praça Duomo, em Milão, está deserta. Em toda a Itália, o governo determinou medidas de restrição da circulação de pessoas e ordenou o fechamento de estabelecimentos comerciais, exceto mercados e farmácias Daniel Dal Zennaro/EPA/BBC PANDEMIA: veja quais países já registraram casos da doença GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção CORONAVÍRUS: veja perguntas e respostas SÉRIE DE VÍDEOS: coronavírus, perguntas e respostas Efeitos no Brasil ainda virão Os físicos do Observatório Covid-19 BR pontuam que ainda não houve tempo para as medidas restritivas interferirem na curva de contágio, apesar do leve aumento no tempo de duplicação. "Temos de esperar alguns dias para saber se este crescimento se sustenta ou se é apenas uma flutuação", afirma ao G1 o professor Roberto Kraenkel, do Instituto de Física Teórica da Unesp. Sudbrack completa: "A quarentena ainda é muito recente e tímida para surtir efeito nos dados. Vemos uma tendência de velocidade constante. O número de casos confirmados duplica a cada dois dias, aproximadamente". No RJ, semana passada, o governador Wilson Witzel limitou o acesso ao Município do Rio pelo transporte público e proibiu até o banho de mar nas praias. A partir desta terça, o comércio da capital não pode mais abrir, por determinação de decreto do prefeito Marcelo Crivella. Em SP, decreto do governador João Doria impôs quarentena em todo o estado, à exceção de serviços de alimentação e segurança. Com comércio fechado, Saara ficou deserta nesta terça-feira (24) Reprodução/TV Globo Rua 25 de Março vazia no primeiro dia de fechamento do comércio após decreto Arquivo Pessoal Dois extremos Sudbrack cita situações melhores e piores que a do Brasil. "A Coreia do Sul é um belo exemplo. O tempo de duplicação deles é tão alto, que podemos dizer que eles não estão mais na fase exponencial, eles atingiram uma estagnação. Vale lembrar que eles atingiram isso através de uma forte política de testagem de toda a população e isolamento de todos os casos positivos." Já Nova York enfrentou na semana passada "um ritmo frenético", segundo Sudbrack. “Praticamente, a cada dia, tínhamos o dobro de casos do dia anterior", explica. "Como estamos falando de uma região altamente visitada, a importação de casos e a falta de um sistema público gratuito de testagem no começo podem deixar consequências graves por lá", destaca. Os dados do Observatório Covid-19 BR são retirados do repositório Johns Hopkins CSSE para todos os países, exceto o Brasil -- aqui, as informações são do Ministério da Saúde. NOVA YORK - Uma Times Square quase vazia é vista nesta segunda (23) em Nova York, nos EUA Angela Weiss/AFP Initial plugin text Veja Mais

Coronavírus: venda de flores cai 70% e produtores de Holambra têm prejuízo de R$ 50 milhões

G1 Economia Com o cancelamento de eventos, parte das flores que seriam usadas em decoração estão sendo jogadas no lixo. As medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus provocou um forte impacto no mercado de flores. Em Holambra (SP), os produtores registraram queda de 70% nas vendas durante a última semana e estimam prejuízo de R$ 50 milhões. Além disso, com o cancelamento de eventos, como festas e casamentos, flores de corte que seriam utilizadas em decoração estão sendo jogadas no lixo, e outra parte é reaproveitada como adubo. “A situação é dramática. As vendas de flores e plantas ornamentais caíram 70% na semana passada nos supermercados e floriculturas de todo o país. Não vendemos mais do que 30% do faturamento previsto para a semana”, ressalta Kees Schoenmaker, presidente do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor). Flores que seriam usadas em eventos são descartadas em Holambra (SP) Helen Sacconi Estímulo Para tentar amenizar o impacto, o Ibraflor e cooperativas de Holambra (SP) – Veiling e Cooperflora – pediram apoio da Associação Brasileira de Supermercadistas (Abras) para manter os espaços nos supermercados. O grupo lançou ainda a campanha “O Poder das Flores e das Plantas – A Flor é o Alimento para a Alma”, com a ideia de estimular o consumo individual. Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas Veja Mais

Artistas divulgam trabalhos instigados pela pandemia de Covid-19

O Tempo - Diversão - Magazine Fotografias, desenhos, colagens e imagens de esculturas circulam por redes sociais, principalmente o Instagram Veja Mais

Saga de Asterix e Obelix rendeu filmes e animações disponíveis em aplicativos

O Tempo - Diversão - Magazine Os irredutíveis gauleses foram criados na década de 50 por René Goscinny e Albert Uderzo, que morreu nesta terça (24) aos 92 anos Veja Mais

Instagram anuncia ferramentas para evitar informações falsas sobre o coronavírus

G1 Economia Rede social vai direcionar buscas sobre coronavírus para informações da OMS e disponibilizar novos adesivos como o 'Em casa'. Instagram afirma que vai lançar outros adesivos, como o 'Em Casa', que passou a funcionar no último final de semana. Divulgação O Instagram anunciou nesta quarta-feira (24) uma série de medidas para aumentar a qualidade das informações e evitar divulgação de boatos sobre coronavírus na rede social. Coronavírus: perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Entre as novidades estão mudanças na busca: qualquer procura pelos termos "coronavírus" ou "Covid-19" vai resultar em uma mensagem educacional, com conexão a informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de ministérios da saúde locais. O Instagram disse que também vai começar a remover da seção de perfis recomendados aqueles que forem relacionados ao Covid-19. Alguns conteúdos que tratem da doença serão removidos da aba "Explorar", a menos que sejam de organizações de saúde confiáveis. A plataforma também vai reduzir alcance de conteúdo marcado como falso por agências de checagem no feed e nos stories. "Proibimos anúncios enganosos de produtos que se referem ao Covid-19 que tentam gerar pânico e urgência, prometem garantir curas ou impedir que as pessoas sejam contaminadas, e banimos temporariamente anúncios e conteúdo de marcas que promovem certos suprimentos médicos, incluindo máscaras faciais", disse o Instagram em comunicado. Aprovação de novos filtros no Instagram é suspensa por coronavírus Também não será mais possível procurar efeitos de realidade aumentada relacionados à doença, com exceção para os que foram desenvolvidos em parceria com uma organização de saúde reconhecida. O Facebook, que é dono do Instagram, anunciou na semana que irá implementar uma central de notícias do coronavírus no topo do feed de notícias dos usuários. Novos adesivos e uso conjunto da rede social A rede social disse ainda que estará disponibilizando novos adesivos, com lembretes sobre lavar as mãos ou manter distância física. No último final de semana, o Instagram já havia liberado o "Em Casa", adesivo que agregava stories dos seguidores que usavam o recurso. Como fazer ligações em vídeo para várias pessoas ao mesmo tempo Além disso, o Instagram também terá uma funcionalidade que permite que pessoas que estejam em um conversa em grupo possam navegar na rede social "juntos". Depois de iniciar uma conversa em vídeo, será possível ver fotos, vídeos salvos. Veja Mais

Firefox lança ferramenta paga para navegação livre de anúncios

Firefox lança ferramenta paga para navegação livre de anúncios

canaltech A Mozilla já é uma velha conhecida não apenas por produtos queridos de parte do público, como Thunderbird e Firefox, mas também por ser uma organização sem fins lucrativos em defesa de uma internet aberta e livre. Parte desses esforços estão reunidos, desta vez, em uma nova ferramenta que dá aos seus usuários a possibilidade de navegar em diversos sites sem nenhum anúncio atrapalhando. Chamada de Firefox Better Web with Scroll, a ferramenta é paga e permite acessar diversos sites de notícias livres de anúncios que prejudicam a navegação e ainda são um risco à privacidade. A parceira da Mozilla nessa jornada, a Scroll, é uma empresa independente que cobra mensalidade dos usuários e distribui o valor arrecadado entre todos os seus demais parceiros — no caso, os sites de notícia que deixam de faturar com os anúncios. Antes da nova extensão.. (Imagem: Reprodução) Além de garantir uma tela mais limpa para o leitor, a ferramenta garante melhor desempenho da página graças a um bloqueador de rastreio reforçado. Vale lembrar que o Firefox já conta com uma extensão própria da Mozilla para isso e também evita que os sites visitados por você utilizem recursos da sua máquina sem autorização para minerar criptomoedas. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- ...Depois da nova extesão. (Imagem: Reprodução) Firefox e Opera ganham recursos para ampliar privacidade na navegação Firefox: como ver os sites que rastreiam você Novo Firefox traz opções mais claras de privacidade Firefox sem anúncios Até aqui é só notícia boa, ccerto? Mas agora começa a parte “ruim”: a novidade atualmente está disponível apenas nos Estados Unidos. Ela funciona por meio de uma extensão com assinatura no valor de US$ 4,99 mensais (cerca de R$ 25 na conversão direta), mas está disponível promocionalmente por tempo limitado por US$ 2,49 (cerca de R$ 12,50) durante seis meses. Fica a torcida para que a novidade chegue também ao Brasil e tenha adesão tanto por parte dos veículos quanto por parte dos leitores. Mais informações sobre a Firefox Better Web with Scroll podem ser encontradas aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

Produção de petróleo no Brasil recua em fevereiro após bater recorde em janeiro, diz ANP

G1 Economia Produção somou 2,97 milhões de barris por dia (bpd) em fevereiro, um recuo de 6,2% na comparação com janeiro. A produção de petróleo do Brasil somou 2,97 milhões de barris por dia (bpd) em fevereiro, um recuo de 6,2% ante recorde registrado em janeiro, mas ainda uma alta de cerca de 19% em relação ao mesmo mês de 2019, apontaram dados publicados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em seu site. A retração ante o mês anterior ocorre em um momento em que a Petrobras, maior produtora do Brasil, anunciou que iria começar a intensificar paradas programadas em plataformas de produção de óleo e gás previstas para o primeiro semestre desse ano. Refinaria de petróleo da Petrobras é vista na cidade de Paulínia, em São Paulo. Uma explosão atingiu uma das caldeiras do local na madrugada desta segunda (20) Denny Cesare/Código19/Estadão Conteúdo Em fevereiro, a Petrobras passou ainda por uma greve de petroleiros que durou cerca de 20 dias, mas que a empresa informou não ter tido efeitos em sua produção. Já a produção de petróleo e gás do Brasil em fevereiro foi de 3,79 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), após ter ultrapassado em janeiro a casa dos 4 milhões de boe/d. Na comparação com fevereiro de 2019 houve uma alta de 19%. Considerando somente gás natural, a produção em fevereiro somou 129,81 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, um recuo ante o recorde de 138,75 milhões de m3/d de janeiro e uma alta contra os 110,15 milhões de m3/d de fevereiro de 2019. Do total de petróleo produzido pelo país, a Petrobras como concessionária respondeu por 2,14 milhões de bpd, segundo dados do Painel Dinâmico da ANP, em comparação a 2,32 milhões de bpd no mês anterior e 1,8 milhão de bpd em fevereiro do ano passado. Apesar do recuo ante o mês anterior, a Petrobras informou anteriormente ter exportado um volume recorde de petróleo em fevereiro, superando o patamar de 690 mil barris por dia, apesar da pandemia de coronavírus, que já vinha ameaçado a demanda global pela commodity. Já a Shell, segunda produtora no país, respondeu pela produção de 377,5 mil bpd no mês passado, ante 392,13 mil bpd em janeiro e 340,19 mil bpd em fevereiro de 2019. Veja Mais

Sensação do funk, MC Cabelinho lança novo single e está em "Amor de Mãe"

O Tempo - Diversão - Magazine Músico carioca conta que tem projeto em vista para reunir vários nomes da cena, incluindo o rapper Djonga Veja Mais

Mulher-Maravilha 1984 também é adiado e tem nova data de estreia

Mulher-Maravilha 1984 também é adiado e tem nova data de estreia

Tecmundo A Warner Bros. decidiu adiar a estreia de Mulher-Maravilha 1984 por conta do novo coronavírus. Inicialmente previsto para chegar aos cinemas no dia 4 de junho, o filme agora deve ser lançado no dia 14 de agosto.Alguns boatos sugeriam que a Warner poderia lançar o longa direto no HBO Max, para não atrasar muito a data de estreia. Porém, o presidente do estúdio, Toby Emmerich, disse em um comunicado que o filme foi feito para ser exibidos nos cinemas e, por esse motivo, decidiram adiar.Leia mais... Veja Mais

Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer?

Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer?

canaltech "É só uma gripe fortinha", "é uma gripe fraca", "jovem não sofre tanto"... comentários como essesm feitos em relação aos sintomas da COVID-19, doença causada pela contaminação pelo novo coronavírus, são perigosos e contribuem com a desinformação. O que se sabe, até agora, é que a condição pode ser fatal para idosos acima dos 60 anos ou para pessoas que já possuem a saúde fragilizada por problemas respiratórios e imunológicos. No entanto, isso não quer dizer todos os jovens são resistentes à dor ou aos sintomas mais graves da doença. Eles podem aparecer em pacientes de qualquer faixa etária. Substimar os sintomas e efeitos da COVID-19 é um erro, ainda que você conheça alguém ou tenha sentido na pele como é lidar com o vírus. A atividade do novo coronavírus no corpo pode causar efeitos desagradáveis, dolorosos, e até mesmo desesperadores e preocupantes em alguns casos, independente da idade. Para entender melhor o que é sentido após o diagnóstico da COVID-19, o Canaltech conversou com dois jovens que contraíram a doença, que falaram um pouco sobre o progresso dos sintomas e o que contam o que vem sendo feito para amenizá-los, uma vez que ainda não existe a cura. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Coronavírus (Imagem: Reprodução) Sintomas parecidos, evoluções diferentes Após ser tecnicamente diagnosticado com COVID-19, Bruno Romaniow (24), estudante residente em Curitiba, no Paraná, disse que no primeiro dia dos sintomas estava apenas com uma irritação de garganta, como se tivesse comido algo muito gelado. Já no dia seguinte, os efeitos foram maiores, com muita dor no corpo, além de dor e pressão na cabeça e nos olhos, acompanhados de uma febre de 38 graus. Paolla (nome fictício para preservar a identidade), de 23 anos, também relatou os mesmos sintomas iniciais: dor de cabeça, cansaço, dor no corpo e fraqueza. A suspeita de sua contaminação aconteceu seis dias depois de a jovem descobrir que havia tido contato com duas pessoas que testaram positivo para a doença. Ela começou a apresentar os sintomas um dia depois. 7 aplicativos de chamadas de vídeo que você pode usar durante a quarentena Bruno afirmou ter sentido as dores mais intensas no terceiro dia, inclusive nas articulações. E foi neste dia que ele entrou em contato com uma unidade de saúde, sendo orientado a ir até o local para avaliação. Quando chegou lá, logo ficou isolado para ser examinado e questionado. A conversa resultou em isolamento e atestado de 14 dias em casa. Essa recomendação foi feita quando Bruno ainda era um caso suspeito de COVID-19, sem ter realizado nenhum teste específico. No quinto dia, apareceram novos sintomas: foi quando Bruno sentiu a famosa falta de ar e cansaço excessivo. Contatado pelo médico da unidade, que queria um parecer sobre os sintomas para continuar o acompanhamento, o estudante relatou o que estava sentindo e foi orientado a voltar ao local para pegar um encaminhamento e ir direto ao pronto-socorro. Já Paolla, mais de uma semana depois do início dos sintomas, ainda sentia muitas dores de cabeça que, segundo ela, ainda são pesadas e não passam. Ela contou ao Canaltech que os sintomas são parecidos com os da dengue (que ela experienciou no ano passado), com febre constante e dores nos pulmões e na cabeça. Sintomas bem diferentes de uma gripe comum, aliás. A recomendação inicial era ficar em casa, aferir a febre a cada duas horas e ingerir analgésicos a cada 6 horas. Daí então, Paolla fez os testes para o novo coronavírus e o resultado deu positivo. Ou seja, foi recomendada a fazer isolamento social e acompanhamento médico a distância. Telemedicina é regulamentada no Brasil para o combate da COVID-19; o que muda? Durante o isolamento, a situação acabou se agravando e ela precisou ser hospitalizada. Em atualização publicada nas suas redes sociais, a jovem contou que a febre chegou a 40 graus, e que ela estava com dificuldade para respirar, com o tórax inchado. Bruno, no entanto, conta que não foi possível realizar o teste de diagnóstico do novo coronavírus. No pronto socorro, nada poderia ser feito a pacientes com casos não tão graves, apenas para quem precisasse de internação ou estivesse entubado. Bruno voltou para casa com uma bombinha de ar, caso a dificuldade para respirar aumentasse — em caso de piora no quadro, a recomendação era de que ele retornasse ao hospital. Imagem: Reprodução Mesmo sem conseguir realizar os testes, por ainda serem escassos na rede pública, o estudante contou que os médicos concluíram a contaminação pelo novo coronavírus cruzando as informações de um teste teórico e entrando em contato com o distrito do município. O teste é um aplicativo disponibilizado pelo governo que faz o cruzamento dos sintomas com a base de dados, chegando a um resultado final que diz se é um caso suspeito ou não. Como usar o app Coronavírus - SUS Uma semana depois do início dos sintomas, Bruno está, atualmente, com dores mais leves, falta de ar e cansaço, mas sem febre. A falta de ar aparece em atividades simples do dia a dia, como tomar banho ou se alimentar. Um sintoma curioso sentido pelo estudante, e que começou a ser relatado recentemente, é a perda parcial do olfato, o que também pode acontecer com o paladar. Paolla, no entanto, relata uma experiência complicada com a doença no hospital. Mesmo que seja algo recente, ela tem notado o medo que os médicos e enfermeiros demonstram ao se aproximarem dela. A jovem entende, no entanto, as medidas extremas devido à fácil propagação do novo coronavírus, e sabe que a equipe de saúde precisa ter cautela para continuar atendendo novos casos. Para ela, o fato de ter a imunidade naturalmente baixa a colocou no grupo de risco. Por ser um estudante da área de saúde, Bruno diz entender que, por se tratar de uma doença nova, médicos e pesquisadores estão tentando entender como o vírus age no corpo, além dos diferentes sintomas sentidos pelos pacientes. O jovem comenta também que é preciso gerar alertas em relação à gravidade da doença. Receita de álcool em gel caseiro pode ajudar a proliferar o coronavírus; entenda "Vemos jovens que são casos suspeitos, não fazem teste, se tratam em casa por não serem grupo de risco e dias depois voltam e são entubados. Já sabemos que não são apenas idosos que evoluem para um caso mais grave. Creio que a possibilidade de um teste precoce, na população que apresenta sintomas, poderia ajudar a diminuir muitos casos mais graves da doença", conta. Pessoas diagnosticadas com a COVID-19 ou com a suspeita precisam ficar em casa, sozinhas, sem ter contato com quem mora na mesma casa, cumprindo uma distância de no mínimo dois metros de outras pessoas. Para isso, como contou Bruno, ele está seguindo a recomendação de usar utensílios exclusivos que não podem ser divididos com ninguém, como talheres, toalha, entre outros objetos. As louça e roupas dele também são lavadas separadamente. Ambos os jovens continuam em tratamento. O que fazer se eu sentir os sintomas? Para evitar a superlotação de leitos de hospitais e postos de saúde, a recomendação para quem apresenta sintomas de COVID-19 é ficar em casa, em isolamento. Caso sejam leves, o ideal é estar sempre monitorando a temperatura do corpo. Se houver sintomas mais graves, como a dificuldade para respirar ou febre muito alta, então será preciso se deslocar até um hospital ou unidade de saúde — mas em segurança, para evitar a contaminação de outras pessoas. Por se tratar de uma doença nova, nem todos os locais contam com os exames disponíveis a todos, e somente casos de emergência são testados. No entanto, é preciso estar atento aos sintomas, mesmo que você seja uma pessoa fora dos grupos de risco. Levar uma vida saudável, fazer exercícios físicos constantemente e ter a imunidade alta não significa estar imune ao novo coronavírus, a exemplo de Gabriela Pugliesi, influenciadora digital do mundo fitness, que foi diagnosticada com a doença. Imagem: Reprodução É crucial também optar pelo isolamento voluntário, mesmo que não seja possível conseguir um atestado médico. O novo coronavírus é altamente transmissível, com contágio fácil e rápido, e pode ser fatal para pessoas mais velhas e/ou com doenças pré-existentes — as chamadas comorbidades. Muitas vezes, uma pessoa passa dias com o vírus no organismo e não apresenta sintomas, mas ao seguir com a vida normal acaba contaminando outras pessoas que podem sofrer mais rapidamente ou serem vítimas fatais da doença. Por isso, é de extrema importância que, neste momento, no cenário no qual estamos vivendo, o isolamento seja feito da melhor forma possível para quem conseguir. Coronavírus: como manter a saúde mental em meio ao isolamento social Caso seja preciso sair de casa por extrema necessidade, evite ficar a menos de dois metros de uma pessoa, evite aglomerações e saia munido de álcool em gel. Sempre que encostar em objetos, maçanetas de portas, compras de supermercado, entre outras coisas, faça a higienização e, não toque no rosto. Olhos, nariz e boca são portas de entrada fácil para o novo coronavírus, que pode resistir por dias em superfícies. Em casa, se morar com outras pessoas, escolha um cômodo para ficar e não deixe que ninguém mais entre enquanto você estiver isolado. Mantenha o ambiente ventilado e, sempre que for preciso se dirigir a outro cômodo, como banheiro e cozinha, faça a higienização e peça para as outras pessoas se afastarem e fazerem o mesmo, mantendo sempre as mãos bem lavadas. Ao tossir, cubra bem a boca. Na hora de lavar roupas e louça, faça separadamente do restante da casa. É importante ter responsabilidade neste momento para o bem de todos e para ajudar o país a achatar a curva o quanto antes. Também é preciso evitar, ao máximo, a automedicação — inclusive não se deve ir atrás de remédios que estão sendo testados, pois ainda não há nada clinicamente comprovado para a cura da COVID-19. Telemedicina é regulamentada no Brasil para o combate da COVID-19; o que muda? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

'É melhor se calar ou será o fim', diz FHC sobre pronunciamento de Bolsonaro

O Tempo - Política Fernando Henrique disse que presidente da república passou dos 'limites' em sua declaração sobre coronavírus Veja Mais

Após pronunciamento de Bolsonaro, Witzel pede para que cariocas fiquem em casa

O Tempo - Política Governador do Rio de Janeiro usou rede social para reforçar orientação da OMS Veja Mais

Após pronunciamento de Bolsonaro, Alexandre Kalil pede: 'Fiquem em casa!'

O Tempo - Política Presidente minimizou os efeitos da doença que já matou 18.615 pessoas no mundo, entre elas, 46 brasileiros Veja Mais

Coronavírus: políticos mineiros repercutem pronunciamento de Bolsonaro

O Tempo - Política Em transmissão em cadeia nacional nesta terça-feira (24), presidente recomendou o fim da quarentena e defendeu a abertura do comércio Veja Mais

Eminem reposta vídeo e parabeniza vencedor do “Desafio do Godzilla”

R7 - Música Fãs enviaram vídeos rimando em alta velocidade, e o rapper já divulgou os vencedores Veja Mais

Invasão Zumbi 2: filme terá referências a Mad Max e Akira

Invasão Zumbi 2: filme terá referências a Mad Max e Akira

Tecmundo Depois de ganhar os holofotes com Invasão Zumbi, o diretor sul-coreano Sang-ho Yeon se prepara para o lançamento da sequência do blockbuster. Durante uma entrevista ao Screen Daily, ele comentou que Invasão Zumbi 2 terá referência a filmes pós-apocalípticos como Mad Max: Estrada da Fúria e Terra dos Mortos, além de mangás como Akira e Dragon Head, "tanto no figurino quanto para visões de mundo".De acordo com Sang-ho, Invasão Zumbi 2 será uma sequência do primeiro filme, mas irá acompanhar outros personagens e não terá uma conexão direta com os eventos apresentados antes. Ele também disse que o título original, Península, é uma referência à ambientação da sequência.Leia mais... Veja Mais

Análise | MDR-EX15AP e MDR-EX15LP, dois fones legais e bem baratinhos da Sony

Análise | MDR-EX15AP e MDR-EX15LP, dois fones legais e bem baratinhos da Sony

canaltech Se você está buscando um fone de ouvido baratinho para curtir suas músicas no dia a dia mas não abre mão de reputação de marca, veio ao lugar certo. A Sony é famosa por fabricar fones de altíssimo nível, para amantes de música, amadores e profissionais, e também faz sua parte no mercado de entrada, com modelos mais populares e a preços beeem mais acessíveis. Esse é o caso do MDR-EX15AP, modelinho in-ear baratinho que, ao lado do MDR-EX15LP (ah, a Sony com esses nomes de fones…), faz dupla entre os mais baratos modelos do portfólio da empresa . Ambos são exatamente o mesmo fone, com uma diferença: o EX15AP tem controle no cabo para você atender e recusar chamadas no seu celular (iPhone ou Android). Se seu negócio é só ouvir música e não atender ligações pelo fone, o EX15LP pode ser o modelo para você. Design & Ergonomia Como temos aqui fones baratinhos, super de entrada mesmo, não vamos esperar nada de "uau" na construção desses carinhas. São modelos frágeis, bastante simples, bem plásticos, mas que levam um peso a mais por carregarem a marca da empresa japonesa em suas cápsulas e trazerem a expertise da marca — mesmo sendo aparelhos "budget", ou seja, econômicos. Essas cápsulas, aliás, são feitas de plástico super leve, e são bem pequenininhas. Tão pequenas que têm praticamente o mesmo tamanho das ponteiras de silicone, que entram no conduto auditivo. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Os fones não são sem fio. Pelo contrário, trazem o tradicional conector de 3,5 mm em L na ponta do cabo, que inclusive, torna-se um limitador para modelos de smartphone ou computadores mais modernos, sem esse tipo de conectividade — a menos que você opte por usar um adaptador, como no caso dos iPhones, que já vem na caixa. O cabo é todo emborrachado, arredondado e também bem frágil, desde a parte que se conecta com os fones até a que envolve o conector. Ou seja… o EX15AP e o EX15LP não são modelos que possam ser chamados de resistentes e é preciso ter delicadeza ao enrola-los e usa-los no dia a dia, caso você queira tê-los por mais tempo. Irmãos quase gêmeos: à esquerda EX15LP; à direita, EX15AP, que traz controle no cabo (Foto: Luciana Zaramela/Canaltech) O legal é que são fones bastante leves, e para quem está acostumando com in-ears cabeados, basta tomar a tradicional dose de cuidado no manuseio destes modelos para que o cabo não seja danificado por puxões, dobramentos ou descuido. Evitando quedas, a cápsula que reveste os drivers (falantes) também pode durar um tempo considerável. Mesmo sendo modelos baratinhos, é legal cuidar bem deles para evitar dor de cabeça quando você mais precisar do seu som. Uma boa dica é colocar o cabo por dentro da camiseta, por exemplo, quando for sair ou caminhar com os fones, e conectá-lo ao smartphone no bolso da calça. Em termos de ergonomia, não tem onde por defeito: a leveza e a ponteira universal dos fones fazem com que o uso, mesmo prolongado, seja bastante confortável. Não machucam, nem incomodam. Não pesam, nem escorregam. E de quebra isolam bem o som ambiente, já que a pressão do silicone no conduto auditivo tem seu lugar e exerce seu papel. Nos nossos testes, usamos os fones para atividades domésticas e exercícios leves, como pular corda, fazer abdominais e pedalar na bike ergométrica. Nada disso foi limitador: com o celular no bolso ou junto ao corpo (naquelas braçadeiras, por exemplo) e o cabo passando por dentro da roupa, usá-los foi bem confortável em todas as atividades, inclusive no trabalho, também. Para quem procura um foninho cabeado para ser o famoso "pau para toda obra", pode ser uma boa escolha. Mas isso nós vamos decidir ao final desta análise. Conectividade Ambos os modelos trazem um conector de 3,5 mm na ponta, isto é, são analógicos e precisam de uma fonte compatível para funcionar. Por isso, dependendo do seu computador, smartphone ou qualquer outro aparelho que emita som, é necessário verificar essa compatibilidade ou então usar um adaptador para fazer seu fone funcionar. O legal dos fones cabeados é poder usá-los para assistir a filmes, séries e vídeos no celular sem a famigerada latência (atraso) dos fones sem fio. O mercado está cada vez mais próximo de fabricar fones com latências imperceptíveis, ainda mais com as tecnologias de pareamento sem fio que temos atualmente, mas nada substitui, pelo menos por enquanto, o bom e velho cabo. Se você gosta de usar o celular para assistir a vídeos ou mesmo jogar e não quer atrapalhar ninguém ao seu redor, terá a vantagem do fone cabeado entregar o áudio em tempo real, sem atraso nenhum em relação à imagem que aparece na tela. Microfone (MDR-EX15AP) O microfone é um mimo a mais do EX15AP, já que esse componente está descartado no EX15LP. Mimo mesmo, porque quebra um galho, mas não se sai bem em ambientes movimentados, por exemplo. E por ficar preso ao cabo, um pouco distante da boca do usuário, pode ser que você se veja puxando o módulo onde ele está diretamente para frente da sua boca para fazer com que o interlocutor te escute melhor. Ele não lida bem com vento e locais muito barulhentos, mas também pudera... se você quiser usar o fone para trabalhar ou para conversar com amigos no Skype, por exemplo, vai dar certo. Esse módulo é o mesmo onde está localizado o botão de comando. Acoplado no cabo do fone esquerdo, ele traz também um microfone simples para que você possa atender e realizar chamadas sem precisar tirar o celular do bolso. Pelo valor do fone, é legal ter esse tipo de funcionalidade, mesmo que simples. Controles E falando no tal módulo, ele traz um único botão que é multifuncional. Ao plugar o cabo no seu smartphone (nos nossos testes, usamos um iPhone com adaptador), basta você executar os seguintes comandos para ouvir música, atender chamadas e usar o assistente de voz do aparelho: Um toque longo: ativa o assistente virtual (Siri, Google Assistente) do celular; Durante chamadas, pressione uma vez para atender, duas para encerrar; um pressionar mais longo, de dois segundos, rejeita a chamada. Música: pressione uma vez para reproduzir ou pausar; duas para pular para a próxima faixa; três para retroceder uma faixa. Sem mistério. Módulo de comando + microfone do EX15AP Teste do som Mesmo que sejam modelos bem simples, estamos falando da Sony, aqui. A marca conhece bem a dosagem da relação custo-benefício, e mesmo que estes dois sejam modelos de entrada, podem te surpreender, se o seu negócio é ouvir música com uma boa dosagem de graves, principalmente. Vamos à análise por faixa de frequência. Graves Cada lado do fone traz um microdriver de 9 mm, feito de neodímio. Isso é uma surpresa e tanto, afinal, dá aos modelos uma dose bem bacana de pressão e até mesmo de profundidade nessas frequências mais baixas, o que confere energia suficiente para agradar aquela galera que gosta de batidas bem presentes e marcantes. Não é o tipo de grave que estoura seus miolos nem bufa nos seus ouvidos, mas é o tipo de grave que vai agradar a grande maioria dos ouvintes, principalmente levando em consideração o valor baixo desses modelos no mercado. Para música eletrônica, é uma ótima pedida. Mas vai além, o que faz do fone um modelo versátil e com graves bastante presentes. Em On & On, do Alok & Dynoro, a resposta de graves e subgraves é bastante agradável, e muito expressiva. Aliás, se você pensa em usar esse fone na academia, apesar de ele não ter certificação que o torne resistente ao suor, pode gostar do resultado — principalmente ouvindo essas batidas eletrônicas (electro, house, dance e congêneres). O fone não incomoda, e traz graves marcantes por um preço super acessível. Só cuide para não levá-lo para um treino em que você vai suar demais. Para treinos leves a moderados na academia, é super ok. Os subgraves existem? Sim, existem! Mas não são profundos como em fones mais caros, obviamente. Deep In My Soul, de Rob & Jack, toca muito bem nos fones, mas quem conhece o hit sabe que ele é mais "pancadão" nos subgraves do que realmente soa nos modelinhos da Sony. Mas, pelo preço que você paga num desses, o que ele te entrega de subgraves não é nadinha mal. Vem profundidade, mas não tão rica a ponto de impactar os ouvidos, se é que você me entende. Cabeado, com plugue em L: se você não tem um aparelho com entrada de 3,5 mm, a saída é arrumar um adaptador (Foto: Luciana Zaramela/Canaltech) Médios Mudando completamente o estilo e a vibe musical, para testar médios o melhor é usar músicas com bastante instrumentos e vocais nessa gama. E apesar dos graves serem a faixa mais marcante do EX15AP e do EX15LP, eles não sobrepõem (tanto) os médios, fazendo com que médios-graves soem bem, embora recuados em comparação com as frequências mais baixas. É o que senti em Green Earrings (Live), do Steely Dan. A tendência sonora é puxar pelo lado grave, muito embora a voz de Donald Fagen soe bem média e alcance boas notas agudas. A base de piano elétrico e guitarras aparece super bem, e quando a música cresce com fraseados do trio de metais, fica bacana entender como os médios são entregues pelo modelo. A linha do baixo contrapõe-se com a base, mas a voz de Fagen fica levemente recuada, principalmente quando entra a disputa graves-agudos, mostrando que esse é um modelo de fone que leva o clássico padrão V-Shaped de equalização: chuva de graves, agudos no topo, médios recuados. Percebi um leve embolar nas frequências médio-agudas e agudas, e falaremos disso logo mais. A famosíssima All About That Bass, da Meghan Trainor, mostra isso de maneira muito didática. Por ter graves super marcantes e bumbos que tornam a batida ainda mais pesada, a música perde equilíbrio e os vocais (e backing vocals) ficam ali, na luta para ver quem chega primeiro aos ouvidos. O sax barítono perde um pouco em definição, assim como acontece durante todo o refrão com todos os instrumentos melódicos dessa faixa. Em outras palavras, médios não são o forte desses fones, embora, sim, sejam ok. Agudos Tal como os graves sobressalentes, os agudos também receberam um tratamento especial para passar a impressão de brilho, clareza e presença. Sabemos que isso é algo incremental e que não soa natural, mas vá lá… estamos falando de foninhos de entrada para uso diário. Alright, que estourou na década de 1990 pelo Supergrass, é uma música que mostra o quanto isso é verdade: os agudos são bem pimpadinhos, as guitarrinhas rítmicas e o piano agudo aparecem bastante, mas na região de pratos e chimbais, percebe-se uma perda considerável de definição. Um gargalo que parece que todas as músicas soem um pouco enlatadas nos agudos e mostra o quanto são artificiais. E sim: em todas as músicas que testamos, tivemos essa impressão e, mais além: os graves atropelam muito. Até os vocais soam mais graves e o fone perde bastante em ambiência, já que os agudos não são nem um pouco naturais. Mas isso vai interferir sua experiência sonora no dia a dia, se o seu negócio é gastar poucos reais num fone para tacar na lida? Sinceramente, não. Se você quisesse um fone com boa definição (de alta a altíssima), não estaria aqui lendo essa análise. O Eels tem uma baladinha chamada That Look You Give That Guy que também mostra o quão graves esses foninhos são. Nessa faixa, os vocais são médio-graves, as guitarras são graves, o baixo nem se fala… isso acaba sobrepondo a percussão e, especialmente nessa faixa, tornando-a saturada na região baixa e pobre na região alta. Ao analisar graves em separado, pode soar adorável; mas ao analisar os agudos, a sensação que tive foi: cadê o agudo que estava aqui? O grave comeu. Os buds idênticos dos dois modelos: pequenos, com ponteira de silicone e bastante discretos (Foto: Luciana Zaramela/Canaltech) Isolamento passivo e vazamento Por serem modelos que se encaixam muito bem nas orelhas, tanto o EX15LP quanto o EX15AP trazem um excelente nível de isolamento passivo de ruído. Eles vedam o canal auditivo de tal maneira que, pela pressão, te imergem no seu mundo musical e, dependendo do volume (médio a alto), você não consegue ouvir nada ao seu redor. Então muito cuidado ao usar esses foninhos para atividades nas ruas, como corridas, caminhadas e pedaladas. O vazamento de áudio é mínimo ou inexistente. Se você estiver com os fones, o colega que senta ao seu lado no escritório não vai ouvir sua música, nem se ele se esforçar bastante para isso. Preço e onde comprar Você encontra o MDR-EX15AP e o MDR-EX15LP no mercado brasileiro por uma média de R$ 30 e R$ 80, respectivamente. Na Amazon, por exemplo, você pode encomendar um dos dois modelos, mais o frete. Por lá, o EX15LP sai em torno de R$ 30 e o EX15AP está na oferta (na data de publicação deste artigo), saindo em média R$ 50. O que vem na caixa Como o orçamento do fone é baixo, a caixa é um blister — e pessoalmente, blister é um negócio que exige muita paciência para ser aberto. Felizmente, foi fácil abrir esses da Sony, com a ajuda de uma tesoura. Basta cortar o adesivo que cola as partes e traz as especificações do fone e desencaixar as abas que fecham a "caixinha". Veredicto Afinal, vale a pena investir num desses dois? Por esse valor, é um investimento que compensa bastante, ainda mais se você não for uma pessoa que se importa tanto com fidelidade sonora e o que quer mesmo é um fone legal, com bons graves e um excelente custo-benefício para ouvir suas músicas. Ah, e claro: é preciso não se importar nem um pouco com fone cabeado. Ambos os modelos têm um bom ganho e foram feitos para serem usados plugados diretamente no seu smartphone ou computador. Se você se encaixa nesses quesitos e ainda está apertado de grana, pode comprar sem medo. Um foninho legal para ouvir suas músicas sem gastar muito (Foto: Luciana Zaramela/Canaltech) A construção não é lá grandes coisas, até porque o fone é barato pra caramba e não faz sentido esperar uma super construção, materiais resistentes, cabos reforçados nem nada do tipo. Essa dupla forma o ás da economia, o que, aliado ao peso da marca Sony no mercado fonográfico e sonoro, torna os foninhos uma boa escolha para quem não pode gastar tanto. O som é legal, tem bons graves, e isso é a receita que a Sony encontrou para agradar o público-alvo desses dois carinhas. Afinal, é legal fugir das opções paralelas que encontramos por aí, ou das marcas duvidosas, para apostar em um foninho barato de uma marca famosa, que não vai te decepcionar na entrega dos graves. Talvez você também sinta a falta de presença e ganho nos agudos, sinta o som embolar entre os médios e os médio-agudos, sinta que falta uma dose de tempero aqui e ali… mas, amigo! O fone custa o mesmo que um almoço no self-service! O que a gente recomenda é ter cuidado. Usar o fio por baixo da camisa, manusear os buds com cuidado ao retirar os fones da orelha, sem puxar pelo cabo, arrumar uma bolsinha para guardar seu foninho quando não estiver em uso e não deixá-lo de qualquer jeito "esparramado" pelos cantos ou dentro da mochila, para evitar danos ao cabo. Se você tiver essa consciência, seus fones podem durar por anos. Mas, também tem aquela coisa: se você é uma pessoa descuidada e por acaso perceber que o fone parou de funcionar, não vai entrar em prantos eternos ao descobrir que eles estragaram. Afinal, custaram baratinho, não é mesmo? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Relatos de pacientes: como são os sintomas da COVID-19? E o que fazer? Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu Veja Mais

EXPEDIENTE FUTEBOL! Programa completo (Terça, 24/03)

EXPEDIENTE FUTEBOL! Programa completo (Terça, 24/03)

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #FOXSports #ExpedienteFutebol #AoVivo Veja Mais

Exército dá apoio a centros especializados contra coronavírus em Belo Horizonte

O Tempo - Mundo Há 15 militares trabalhando em três equipes em centros montados nas UPAs Centro-Sul e Venda Nova Veja Mais

Empresa russa cria bunker contra o Coronavírus inspirado na Tesla

Empresa russa cria bunker contra o Coronavírus inspirado na Tesla

Tecmundo A Modern House, empresa de arquitetura com base na Rússia, desenvolveu uma forma diferente de proteção: um bunker pós-apocalíptico que promete funcionar até em casos de pandemias virais, ataques nucleares e zumbis. A estrutura, inspirada no design futurista do Cybertruck da Tesla, teria sido criada a pedido de clientes que queriam uma proteção mais drástica contra o Coronavírus. O projeto, chamado de CyberHouse Life, funcionaria como um complexo altamente preparado para “o dia do juízo final” — seja ele como for. Leia mais... Veja Mais

Pelos direitos animais, Moby faz tatuagem nada discreta com Kat Von D

R7 - Música Tatuadora falou sobre sessão e publicou uma foto Veja Mais

Quarentena põe em risco a renda de moradores de favelas brasileiras, diz pesquisa

G1 Economia 72% dos entrevistados disseram não ter renda nenhuma caso percam a fonte de sustento. Levantamento foi feito pelo Data Favela com 1.142 entrevistas em 262 favelas de todos os estados do Brasil. Moradores colocam alertas no Complexo do Alemão sobre o coronavírus. Divulgação/Voz das Comunidades A necessidade de isolamento e de quarentena em razão do novo coronavírus ameaça a renda da maioria dos moradores das favelas brasileiras, aponta uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (24): 72% dos entrevistados dizem não ter conseguir manter o padrão de renda por ausência de reservas. Questionados a respeito, 75% dos moradores se disseram muito preocupados com a renda em consequência do coronavírus --70% afirmam que tiveram em alguma medida a renda impactada. Para 86%, vai faltar dinheiro para comprar itens básicos, como comida. Para conter o avanço do vírus, todas as capitais do país pararam o comércio. BOATOS: o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus VÍDEOS: série especial mostra perguntas e respostas PANDEMIA: veja quais países já registraram casos da doença GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção CORONAVÍRUS: veja perguntas e respostas O levantamento "Coronavírus nas favelas" foi feito pelo Data Favela com 1.142 entrevistas em 262 favelas de todos os estados do Brasil. Foram entrevistados homens e mulheres de 16 anos ou mais entre os dias 20 e 22 de março. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais para cima ou para baixo. O Data Favela é uma parceria do Instituto Locomotiva e da Central Única das Favelas (Cufa). No Brasil, cerca de 13,6 milhões de pessoas moram em favelas, de acordo com o Data Favela. Outras conclusões da pesquisa 97% dos moradores disseram ter mudado a rotina com as medidas de isolamento; 86% entre aqueles que são pais disseram que os filhos deixaram de ir para a escola; Sem os filhos na escola, para 84% os gastos em casa aumentaram; Para 75% dos entrevistados, ter os filhos em casa dificulta trabalhar ou obter renda; 47% dos moradores são autônomos; 19% têm carteira assinada; 86% sentiram algum impacto onde trabalham por conta do novo coronavírus; 71% dependem do trabalho para sobreviver; 54% disseram estar muito preocupados com o trabalho e ter medo de perder emprego; 75% dos moradores estão muito preocupados com a renda por causa do coronavírus; 84% acham que a renda vai diminuir; 79% estão cortando gastos; 68% ficariam com a renda comprometida; 'Geladeira vazia' Para Celso Athayde, fundador da CUFA e do Data Favela e coordenador do movimento #FavelaContraOVirus, "o corona atinge a população de forma desigual". "Existem aqueles que, ainda bem, conseguem ficar no conforto do seu lar, com a geladeira cheia, fazendo home office. No entanto, a pesquisa deixa claro que existe milhões de brasileiros, autônomos, e com a geladeira vazia (...) Cesta básica ajuda, mas é, de novo, um morador da cidade dizendo para o morador da favela o que ele tem direito. Mais efetivo seria transferir renda diretamente para que eles pudessem comprar o que precisam", afirma. "Por mais que isso soe alarmista, esse quadro pode indicar uma situação de convulsão social num futuro próximo", diz Renato Meirelles, fundador do Data Favela. Initial plugin text Veja Mais

Banco Central adia prazo de declaração de capitais brasileiros no exterior por coronavírus

G1 Economia Prazo foi adiado para 1º de junho. Declaração é obrigatória para empresas e pessoas físicas que detinham ativos no exterior equivalentes a um mínimo de US$ 100 mil em 31 de dezembro. O Banco Central adiou nesta terça-feira (24), para 1º de junho, o prazo para a entrega da declaração anual de capitais brasileiros no exterior, citando as dificuldades criadas pela pandemia do coronavírus. O prazo original para a entrega da declaração, que é obrigatória para empresas e pessoas físicas que detinham ativos no exterior equivalentes a um mínimo de US$ 100 mil em 31 de dezembro, vencia em 5 de abril. Banco Central (Gnews) GloboNews O prazo final da entrega da declaração trimestral também foi adiado de 5 de junho para 15 de julho. "Na avaliação do BC, houve impacto da pandemia na capacidade de os declarantes reunirem as informações necessárias quanto a seus ativos no exterior, como, por exemplo, o fechamento temporário de vários serviços públicos e empresas em diversos países", afirmou a autarquia em nota. Veja Mais

Itaú suspende demissões sem justa causa e antecipa 13º salário de funcionários

G1 Economia Pagamento será feito no dia 27 de abril junto com o salário do mês. Fachada de agência do banco Itaú no Rio de Janeiro Sergio Moraes/Reuters O Itaú Unibanco informou nesta terça-feira (24) que suspendeu, por tempo indeterminado, todas as demissões sem justa causa. Além disso, os funcionários do banco receberão o 13º salário integral antecipado, com pagamento no dia 27 de abril, junto com o salário do mês. Por meio de nota, o Itaú afirmou que essas medidas se somam a outras que o banco já havia adotado nas últimas semanas, como a prática do home office nas áreas em que é possível, a substituição de reuniões presenciais por videoconferências e o afastamento de grávidas, pessoas com mais de 60 anos e colaboradores que estejam em um dos grupos de risco. "Nas agências e em outras áreas em que as atividades não podem ser realizadas remotamente, foram adotadas iniciativas adicionais para proteger clientes e colaboradores, como redução da equipe do banco nas unidades por meio de revezamento, limitação do número de clientes dentro das agências e novos protocolos de higiene", destacou em nota. Veja Mais

Rússia está usando reconhecimento facial contra a COVID-19

Rússia está usando reconhecimento facial contra a COVID-19

canaltech Moscou, a capital russa, está usando um sistema de câmeras com reconhecimento facial para combater a disseminação do vírus da COVID-19. O governo local recorreu à tecnologia para reconhecer, multar e até prender pessoas que estão quebrando a quarentena no país.  Segundo levantamento da agência de notícias AFP, autoridades reconheceram afetados e possíveis contaminados pela doença e os submeteu a um regime de isolamento por 14 dias. Com isso, catalogou o endereço, passaportes e telefone destas pessoas, principalmente as que viajaram para alguma região com surto.  Isso é possível por um conjunto de 170 mil câmeras espalhadas por Moscou. No total, 100 mil já são capazes de reconhecer automaticamente o rosto das pessoas filmadas. As outras 70 mil também são usadas para monitoramento, mas não automático. Com isso, o governo local disse já ter identificado perto de 200 pessoas que estavam quebrando a quarentena imposta a elas.  -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- A tecnologia foi desenvolvida pela empresa NtcheLab, com sede na Rússia. Segundo o CEO, Alexandre Minin, em entrevista para a agência de notícias, a probabilidade de erro é de 1 em 15 milhões. Ainda, ele defende que o sistema é capaz de identificar uma pessoa apenas pela silhueta, com eficácia de 80%.  A tecnologia foi implementada no país para a Copa do Mundo de 2018 e depois ampliada no início deste ano, antes mesmo da pandemia chegar ao território russo. Foram necessários 10 anos para que todas as câmeras fossem colocadas na cidade.  Além das ruas, o governo também disse que está acompanhando a situação de mercados e farmácias para evitar a falta de produtos nas prateleiras.  Leis abertas Um dos pontos que permitiram que o governo local tivesse facilidade em monitorar a população é que não há no país uma legislação como a Lei geral de Proteção de Dados, aqui no Brasil. Com isso, a prefeitura consegue implementar um mecanismo para vigiar a população, sem restrições tão severas de uso de dados dos usuários.   Entretanto, isso não exclui a possibilidade de críticas. Um dos entraves de popularização, segundo Minin, é exatamente o medo de que o governo utilize o reconhecimento facial parra vigiar rivais políticos e restringir a opinião pública.  O CEO defende a sua tecnologia dizendo que isso não é possível, pois as informações são salvas em lugares diferentes. Ou seja, a imagem de uma pessoa e o banco de dados ligados a ela estão em servidores separados. Assim, só há a união das duas informações quando há exigência do governo.  Em 2019, uma advogada e ativista chamada Aliana Popova prestou queixa contra o governo pelo uso do sistema. Ela participava de uma manifestação autorizada na cidade e disse que o mecanismo de reconhecimento facial havia sido colocado nos detectores de metal pelos quais as pessoas tinham que passar. Contudo, a denúncia da ativista não teve força no país. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

Partido Novo prepara proposta para reduzir salário de servidor público; entenda

O Tempo - Política Parlamentares defendem o corte de 50% da cota parlamentar, a proibição de pagamentos acima do teto constitucional e a economia de 25% da verba de gabinete Veja Mais

Xiaomi libera MIUI 11 estável para Mi 8 Lite e Mi Max 3

Xiaomi libera MIUI 11 estável para Mi 8 Lite e Mi Max 3

canaltech A Xiaomi anunciou que vai suspender o desenvolvimento da MIUI 11 em breve, mas teve tempo para liberar versões finais para mais dois dispositivos antes disso. Usuários do Mi 8 Lite e do Mi Max 3 globais já podem fazer o update via download OTA ou até mesmo baixando a firmware para instalar manualmente. Xiaomi ultrapassa Huawei em mês de forte queda nas vendas de smartphones Xiaomi lança Redmi Note 9S com Snapdragon 720G e quatro câmeras Xiaomi anuncia Redmi K30 Pro com 5G e processador de ponta A MIUI 11 para ambos é baseada no Android 10 e inclui, também, o pacote de segurança de fevereiro de 2020. No Mi 8 Lite, o número da compilação é 11.0.1.0.QDTMIXM, que você pode baixar manualmente aqui, enquanto o do Mi Max 3 é o 11.0.1.0.QEDMIXM, cujo download está neste link. Antes de baixar os arquivos para tentar a atualização manual, recomendamos que você tente puxar via download OTA, que é mais fácil e seguro. Se não souber como fazer a instalação com o download da firmware manualmente, é melhor aguardar um pouco mais para que o seu dispositivo receba automaticamente. O Canaltech não se responsabiliza por eventuais problemas caso você opte por fazer a instalação por conta própria. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- MIUI 11 no Mi 8 Lite (Imagem: Reprodução) Por enquanto, ao que parece, os usuários do programa beta estão recebendo o update gradualmente, para que a Xiaomi tenha certeza que está tudo certo e ninguém corre o risco de perder o dispositivo na atualização. Se tudo ocorrer bem, todos os usuários receberão o pacote a seguir, também gradualmente. Lembrando que, por conta da suspensão no desenvolvimento dos betas da MIUI 11, o Redmi Note 8, Mi 9 Pro, Mi 10 e Mi 10 Pro terão a liberação da versão estável adiada. E aí, você já conseguiu a MIUI 11 em seu Xiaomi? Qual é o modelo? Conte-nos aí nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x COVID-19 | Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Boletim oficial: Brasil registra 46 óbitos e 2.201 infectados pela COVID-19 Coronavírus | Qual a diferença entre quarentena e isolamento? NASA divulga fotografia do asteroide Bennu em detalhes sem precedentes Veja Mais

Coronavírus: Máscara de pano feita em casa pode ser opção para pessoas com sintomas, diz secretário

Glogo - Ciência Recomendação não vale para uso por médicos ou pelos agentes de saúde. Alternativa é opção para quem tem sintomas e está em isolamento, afirma João Gabbardo. O secretário-executivo do ministério da Saúde, João Gabbardo, disse nesta terça-feira (24) que a confecção caseira de máscaras é uma opção em algumas situações durante a pandemia da Covid-19. Apontando que "não existe mais o comércio de máscaras no varejo", Gabbardo afirmou que a produção caseira pode ser uma alternativa para os casos de pessoas que estão com sintomas e querem criar uma barreira física para evitar que dispersem o vírus no ambiente. VÍDEOS: incubação, sintomas e mais perguntas e respostas BOATOS: O que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus GRUPOS VULNERÁVEIS: veja quais grupos têm mais complicações SINTOMAS: febre, tosse e dificuldade de respirar, entenda em detalhes "Faz com pano", disse Gabbardo, ressaltando que as máscaras com registro e produção industrial devem ser deixadas para uso dentro dos hospitais. "Não recomendo isso (máscaras caseiras) para o serviço de saúde", disse o secretário-executivo. Luvas e máscaras são indicados a pacientes com coronavírus e profissionais de saúde "Isso que a gente está sugerindo é para as pessoas que estão sintomáticas e estão em isolamento. Estamos falando aqui de uma barreira física, para evitar que as gotículas se dispersem. Essa barreira física muitas vezes a gente faz com o braço", disse Gabbardo. O secretário-executivo do ministério disse que os modelos caseiros podem até ser reutilizados. "Pode lavar. Ela não vai ser esterilizada. Não vamos ter a garantia de que ela não vai ter bactérias. Estamos falando de uma barreira física que vai diminuir a possibilidade de transmissão do vírus", disse o secretário. Brasil tem 46 mortos pelo coronavírus e 2.201 casos confirmados Initial plugin text Veja Mais

Trump quer reativar economia até a Páscoa apesar de pandemia de coronavírus

O Tempo - Mundo "Nosso povo quer voltar ao trabalho", disse, no Twitter, nesta terça (24) Veja Mais