Meu Feed

No mais...

Plenário: Sessão virtual de votações - 25/03/20

Plenário: Sessão virtual de votações - 25/03/20

Câmana dos Deputados Sessão para a votação de propostas legislativas PROPOSTAS ANALISADAS - REQ 495/2020 - Requer urgência urgentíssima para o PL 696/20. Aprovado, por unanimidade, o Requerimento de Urgência (Art. 155 do RICD). - PL 786/2020 - Altera dispositivo na Lei nº 11.947, de 16 de Junho de 1999, que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica; altera as Leis nos 10.880, de 9 de junho de 2004, 11.273, de 6 de fevereiro de 2006, 11.507, de 20 de julho de 2007; revoga dispositivos da Medida Provisória no 2.178-36, de 24 de agosto de 2001, e a Lei no 8.913, de 12 de julho de 1994; e dá outras providências. A proposta foi aprovada com alterações nesta comissão - PL 696/2020 - Dispõe sobre o uso da telemedicina durante a crise causada pelo coronavírus (2019-nCoV). A proposta foi aprovada com alterações nesta comissão Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Crítica | Fangio: O Rei das Pistas mostra a importância de um legado

Crítica | Fangio: O Rei das Pistas mostra a importância de um legado

canaltech Na Fórmula 1, Juan Manuel Fangio foi campeão em cinco temporadas – um recorde que só foi batido quase meio século depois, por Michael Schumacher. Além disso, ele detém a maior porcentagem de vitórias na modalidade (46.15%): 24 das 52 corridas que participou. Fangio é único piloto argentino que venceu a Grande Prêmio da Argentina, tendo ele vencido quatro vezes em sua carreira. Em sua biografia, diz-se sobre os dois pilotos posteriores que ele mais admirava: o britânico Jim Clark e Ayrton Senna. Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Cuidado! A crítica pode conter spoilers! -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Entrentando as adversidades Fangio: O Reis das Pistas (disponível na Netflix), com poucas cenas de reconstituição, procura contar a trajetória de um dos melhores pilotos da história e começa a se destacar sem muita demora. Isso porque a abertura é especialmente eficiente ao interromper a calmaria de uma criança andando em sua bicicleta em meio a paisagens idílicas com um carro levantando a poeira e iniciando a condução pela vida de Fangio. Nesse momento e durante todo o documentário, alguns depoimentos começam a contornar a situação e eles parecem confirmar o público-alvo, que é formado por amantes do automobilismo. "Com um carro levantando a poeira." (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix) Leia também: Os 5 melhores documentários disponíveis na Netflix Essa confirmação se dá porque não há letreiro para indicar quem são aquelas pessoas: Jackie Stewart, Alain Prost, Mika Häkkinen, Fernando Alonso, Nico Rosberg e... Senna. Existe uma segurança de que o espectador irá acreditar no que elas estão dizendo ou a consciência de que são figuras reconhecidas dentro da temática. Senna, inclusive, finaliza a abertura. Ele, que é considerado por muitos o maior da história – inclusive por alguns que comentam ali –, quando perguntado sobre quais dos colegas são mais admiráveis, não cita ninguém de sua era. O brasileiro volta ao passado e, sem demora, diz: “Um dos maiores pilotos de corrida de todos os tempos é Fangio.” Senna: "Um dos maiores pilotos de corrida de todos os tempos é Fangio." (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix) Funciona como uma bênção para que a montagem de Luciano Origlio (de Tango en París. Recuerdos de Astor Piazzolla) introduza Fangio comentando sobre sua própria vida, sobre, desde pequeno, ter querido ser sempre o melhor – algo que aproxima os dois (ele e Senna) em um nível muito pessoal. Ao mesmo tempo, “o homem que domava as máquinas” (como diz o subtítulo original em tradução livre do espanhol) em muito se parece com a postura de Senna ao domar o carro e ao enfrentar as adversidades sem fugir delas. Pelo contrário: Fangio e Senna insistiam no que tinham de mais deficiente para a dificuldade se tornar um trunfo. Assim era Fangio com os carros e assim era Senna debaixo de chuva. Leia também: 5 filmes que todo fã de automobilismo precisa assistir Não é somente sobre automobilismo Para além dessa abordagem direcionada primeiramente a um público específico, a direção de Francisco Macri (de #SodaCirque, de 2017) não investe em qualquer tratamento diferenciado. Existe uma dinâmica muito clássica na condução de Macri, uma formalidade que, de vez em quando, beira o didatismo – que felizmente é subtraído pela profundidade que os depoimentos alcançam. Isso acontece porque não existe uma necessidade de contar a história do Fangio atleta para além do que já é bem conhecido inclusive por meio de outros muitos filmes (como o ótimo Fangio: Una vita a 300 all'ora – de Hugh Hudson, 1980). Macri está interessado no homem e não na lenda. As poucas obviedades ditas pelos entrevistados são encobertas por detalhes particulares que transformam aqueles campeões – super-heróis para tantos – em pessoas comuns. Essa humanização separa definitivamente o homem da máquina, trazendo à tona o subtexto do que é o automobilismo hoje: de fato, totalmente diferente da época de Fangio, Senna e até de Häkkinen, mas que exige um funcionamento das peças humanas de maneira fundamental – e ali está Rosberg como o depoente recente, além de menções a Lewis Hamilton. Leia também: Crítica | Rush: No Limite da Emoção e o abraço eterno de Niki Lauda Jackie Stewart: um dos gigantes. (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix) As comparações entre as eras são um dos pontos mais interessantes de Fangio: O Rei das Pistas e são sempre realizadas com um respeito enorme ao passado e ao presente, com uma ideia sempre respeitosa sobre o homem e artisticamente distanciada da noção equivocada de homem-máquina. Dentro dessa perspectiva, outro subtexto surge: o legado deixado pelo piloto argentino. Essa herança, que é inegável e vai de Stewart a Hamilton, passando por Senna, Prost, Häkkinen, Alonso, Rosberg e tantos outros, conduz o respeito à história e a importância desta para a construção de um campeão – de um futuro sólido em qualquer área. O documentário acaba, assim, de forma clássica como o homem retratado, fechando-se em uma unidade e atestando a importância de se aprender com gerações passadas – algo que não diz respeito somente ao automobilismo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Imagem de buraco negro "sugando" estrela é destaque em site da NASA Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Veja Mais

COVID-19: Facebook doa créditos para Ministério da Saúde promover campanhas

COVID-19: Facebook doa créditos para Ministério da Saúde promover campanhas

canaltech Como as informações oficiais são essenciais para o combate da pandemia global do novo coronavírus (SARS-CoV-2), as redes sociais têm um papel importante na veiculação de notícias e recomendações para a prevenção da COVID-19. Segundo dados de 2020 do site de consultoria Statista, o Facebook tem quase 83 milhões de usuários mensais e o Instagram contabiliza 77 milhões de contas ativas no Brasil. A companhia anunciou nesta quarta-feira (25) algumas medidas para apoiar o Ministério da Saúde na campanha contra a doença. “O Facebook está fornecendo créditos para que o Ministério da Saúde possa promover suas campanhas no Facebook e no Instagram, para informar as pessoas sobre como elas podem se proteger, à medida que cresce o número de casos confirmados de infecções pelo COVID-19 no país”, diz o comunicado da companhia de Mark Zuckerberg — sem citar os valores doados. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Divulgação/Facebook Além disso, tanto o Facebook quanto o Instagram vão exibir notificações no topo dos feeds, com alertas sobre o assunto. O Ministério da Saúde também terá acesso a uma tela customizada do CrowdTangle, ferramenta usada para mensurar como conteúdos públicos online estão se disseminando. O CrowdTangle já foi usado por agências de checagem e governos locais antes de eventos importantes, a exemplo de eleições. Com essas informações, a empresa espera que as autoridades possam “construir campanhas informativas mais efetivas”. Esforços globais Além do trabalho em parceria com autoridades do Brasil, a empresa anuncia uma série de ações globais para combater a desinformação em torno do novo coronavírus no Facebook e no Instagram. Entre essas diretrizes estão uma janela pop-up de autenticação sobre dados confiáveis, com direcionamento para o site dedicado ao tema do Ministério da Saúde. Imagem: Divulgação/Facebook Outra medida importante é o monitoramento e publicações sobre o novo coronavírus, com uma nova política que proíbe anúncios que “tentam tirar proveito de uma emergência global de saúde para obter ganhos financeiros”, assim como publicidade “que busca criar pânico ou de produtos prometendo a cura, ou a prevenção do vírus”. “Estamos removendo falsas promessas de cura ou teorias da conspiração sobre o vírus que poderiam causar dano real às pessoas, quando somos alertados sobre esses conteúdos por organizações de saúde globais e locais. Banimos temporariamente anúncios publicitários e listagem de produtos, como aquelas no Marketplace, de venda de máscaras respiratórias”, complementa a companhia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Imagem de buraco negro "sugando" estrela é destaque em site da NASA Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Veja Mais

Caixa Econômica Federal suspende recolhimento do FTGS de março abril e maio

R7 - Economia A Caixa Econômica Federal, por meio da Circular nº 893, de 24 de março de 2020, regulamentou a suspensão do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), referente às competências de março, abril e maio de 2020. Veja Mais

Deputados aprovam ações da saúde contra pandemia – 25/03/20

Deputados aprovam ações da saúde contra pandemia – 25/03/20

Câmana dos Deputados A Comissão Externa que discute Ações Preventivas ao Coronavírus se reuniu nesta quarta-feira para debater a situação atual da pandemia no País. A audiência contou com a participação virtual de parlamentares e especialistas na área de saúde. O coordenador do colegiado, deputado Doutor Luizinho manifestou apoio às ações do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e dos secretários de saúde dos estados no combate à doença. O deputado ressaltou que o ministério da Saúde vem seguindo bem as recomendações da organização mundial de saúde. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Coronavírus Veja Mais

Dados antigos da Voyager 2 revelam bolha de plasma gigante em Urano

Dados antigos da Voyager 2 revelam bolha de plasma gigante em Urano

canaltech Usando dados coletados há 34 anos pela sonda Voyager 2, cientistas descobriram que a ela passou por uma bolha magnética gigante enquanto passava pelo misterioso planeta Urano. Isso permaneceu “em segredo” por todo esse tempo, até que uma equipe analisou os dados e encontrou pistas sobre o ambiente magnético do planeta e sobre como ele leva a atmosfera de Urano para o espaço. Atmosferas de planetas em todo o Sistema Solar vazam para o espaço - até mesmo a da Terra -, e esse processo é bastante lento. A atmosfera terrestre, por exemplo, ainda vai durar por pelo menos um bilhão de anos. Marte já foi um planeta com atmosfera espessa, talvez até mesmo habitável, mas se tornou o mundo árido que vemos hoje após alguns bilhões de anos de vazamento. Mas como isso acontece? Os cientistas teorizam que os campos magnéticos, que podem proteger o planeta dos ventos solares, também podem fazer com que a atmosfera acabe escapando para o espaço. Por isso, para estudar o fenômeno, os pesquisadores dão total atenção ao magnetismo. E a passagem da Voyager 2 por Urano revelou o quão estranho é o magnetismo por lá. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Diferente de qualquer outro planeta do Sistema Solar, Urano gira quase totalmente de lado, completando uma volta em si mesmo a cada 17 horas. O eixo de seu campo magnético está apontado 60 graus para longe do eixo de rotação. Assim, enquanto o planeta gira, sua magnetosfera oscila. É algo tão estranho que os cientistas ainda não sabem como modelar. Voyager 2 retoma operações científicas e segue explorando o espaço interestelar NASA ficará 11 meses sem comunicação com a Voyager 2 a partir desta semana Sondas da missão Voyager seguem batendo recordes 40 anos após lançamento Animação mostrando o campo magnético de Urano. A seta amarela aponta para o Sol, a seta azul clara marca o eixo magnético de Urano e a seta azul escura marca o eixo de rotação de Urano (Imagem: NASA/Scientific Visualization Studio/Tom Bridgman) Ao analisar os dados de 1986, os autores do estudo, DiBraccio e Dan Gershman, conseguiram mais detalhes do que as pesquisas anteriores. Linhas suaves de outras medições deram lugar a picos e quedas irregulares. Um pequeno zigue-zague deu a dica de que se tratava de um plasmoide - uma bolha gigante de plasma que, mais recentemente, foi identificada como um dos fenômenos que faz planetas perderem massa. Essas bolhas de plasma, ou gás eletrificado, se desprendem do final da "cauda magnética" de um planeta, ou seja, a parte do campo magnético que é soprada pelo Sol e fica com o formato de uma pequena cauda. Com o passar do tempo, isso pode drenar os íons da atmosfera de um planeta, alterando sua composição. Comparando esses resultados com os plasmoides observados em Júpiter, Saturno e Mercúrio, os cientistas estimaram que a bolha de Urano teria uma forma cilíndrica de pelo menos 204.000 km de comprimento e até 400.000 km de diâmetro. Diferente de alguns plasmoides que têm um campo magnético interno torcido, a Voyager 2 observou laços magnéticos suaves e fechados. Isso acontece quando um planeta lança pedaços de sua atmosfera para o espaço enquanto gira. De acordo com as estimativas de Gershman, plasmoides como esse poderiam representar entre 15 e 55% da perda de massa atmosférica em Urano, uma proporção maior do que ocorre em Júpiter ou Saturno. Agora, como foi que essa perda de atmosfera mudou o planeta ao longo do tempo, é algo que só saberemos quando enviarmos espaçonaves dedicadas a estudar Urano de perto - a Voyager 2 fez apenas um sobrevoo enquanto navegava pelo Sistema Solar. Mas as novas descobertas ajudam a levantar novas questões importantes sobre o planeta gasoso. “É por isso que amo a ciência planetária”, disse DiBraccio. “Você sempre vai a algum lugar que não conhece”, completa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Imagem de buraco negro "sugando" estrela é destaque em site da NASA Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Veja Mais

Ante investidores da Bolsa de Valores, Maia diz que momento é de salvar vidas

O Tempo - Política Presidente da Câmara se junta a governadores na busca por soluções contra a pandemia de coronavírus Veja Mais

Paulo Guedes vai colocar R$ 600 bilhões na economia, afirma Abilio Diniz

O Tempo - Política Dinheiro é praticamente o que foi economizado com a reforma da Previdência, diz empresário Veja Mais

Coronavírus: governadores propõem isolamento social e pedem suspensão de dívidas

O Tempo - Política Reunião de mais de duas horas só não contou com mandatário do Distrito Federal Veja Mais

99 promete ajuda a motoristas infectados e a municípios contra COVID-19

99 promete ajuda a motoristas infectados e a municípios contra COVID-19

canaltech Motoristas que usam a plataforma 99, maior concorrente da Uber no Brasil, também terão ajuda de custo no caso de precisarem parar por conta do novo coronavírus, anuncia a empresa. A companhia também prometeu mais de R$ 4 milhões em ajuda aos municípios, em corridas pela plataforma para servidores da saúde poderem se deslocar pela cidade. Quanto tempo o coronavírus sobrevive no plástico, maçaneta ou papelão? Perda de olfato pode ser sintoma causado pelo novo coronavírus Não foram informados valores, apenas que será feito “pagamento de uma ajuda financeira, em forma de doação, aos condutores diagnosticados com Coronavírus (Covid-19) ou colocados em quarentena por uma autoridade médica”. A empresa ainda lista outras medidas, como a isenção na taxa de manutenção de câmeras de segurança instaladas nos carros. E começando por São Paulo, a 99 prometeu 60 mil vouchers para que os servidores ligados à Secretaria Municipal de Saúde garantam o deslocamento durante o tempo de isolamento social. O trabalho desses servidores está entre os mais importantes em meio à pandemia, já que são eles os responsáveis pelo atendimento dos pacientes e bom funcionamento de hospitais e postos de saúde. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- “As regras para uso dos cupons serão definidas pelas autoridades locais e a parceria determina que as corridas não estejam associadas a atividades que coloquem em risco a saúde e segurança dos motoristas parceiros”, garantiu a companhia. E segue: “a 99 está em contato com as autoridades para definir os próximos passos e segue à disposição para colaborar na luta contra o Covid-19. Com esta iniciativa, a plataforma contribui ainda com a geração de renda para os motoristas parceiros que seguem trabalhando”. Guerra ao novo coronavírus Além de ajuda financeira, a 99 também está com a campanha #DistânciaSalva, que tem também a participação de mais de 60 marcas brasileiras com objetivo de conscientizar sobre a COVID-19, como informações sobre o contágio e prevenção para os mais vulneráveis. Sem falar em mensagens, enviadas para passageiros e motoristas, que reforçam a importância de lavar as mãos, evitar circular com o vidro do carro fechado, higienizar o veículo com álcool gel 70% e tossir cobrindo a boca com o antebraço ou lenço descartável. 99Food A modalidade, disponível apenas em Belo Horizonte no momento, entregadores podem contar com seguro contra acidentes pessoais, fazem entregas sem contato e, nas próximas semanas, receberão kits com máscaras N95/FFP2 e álcool gel 70% para higienizarem mãos, bolsas e guidão. WhatsApp lista dicas para não cair em fake news do coronavírus COVID-19 | Os efeitos da quarentena em diversos setores Os restaurantes podem ficar tranquilos com isenção na taxa de ativação, vão continuar a receber pagamentos semanais, e nas próximas semanas receberão lacres de segurança para proteger melhor a comida de partículas do ambiente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Imagem de buraco negro "sugando" estrela é destaque em site da NASA Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Veja Mais

Governo do Rio contingencia R$ 7,6 bilhões do orçamento

R7 - Economia Em função da pandemia de coronavírus, o governo do Estado do Rio decretou o contingenciamento de R$ 7,6 bilhões do orçamento deste ano. A medida consta da edição extra do Diário Oficial do Estado do Rio publicada na noite desta quarta-feira (25) e congela recursos que seriam gastos por diversos órgãos estaduais. O orçamento previa que em 2020 o governo do Estado gastaria R$ 83,3 bilhões e arrecadaria R$ 72,6 bilhões - um rombo de R$ 10,7 bilhões, portanto. Com os gastos extras e a queda na arrecadação referentes à crise do coronavírus, o governo prevê que o déficit chegue a R$ 20 bilhões. O valor contingenciado corresponde a 6,8% do orçamento. O contingenciamento é a suspensão do gasto - que pode ser autorizado novamente se as circunstâncias permitirem. Veja Mais

Samsung anuncia primeiro lote de RAM que usa tecnologia de radiação ultravioleta

Samsung anuncia primeiro lote de RAM que usa tecnologia de radiação ultravioleta

canaltech O uso da chamada radiação ultravioleta extrema (EUV, na sigla em inglês) é um importante passo para a evolução da memória RAM, pois isso permite às fabricantes a otimização de módulos DDR4 DRAM em litografia de 10 nm. Assim, será possível escalonar tarefas de sistema acima dos limites atuais, o que se traduz em melhor performance, menos tempo de desenvolvimento e qualidade de chips em um patamar superior. A primeira companhia a fabricar a novidade em larga escala é a Samsung, que comunicou a entrega de 1 milhão de unidades nesta quarta-feira (25). "Com a produção de nossa nova DRAM baseada em EUV, estamos demonstrando nosso total compromisso em fornecer soluções revolucionárias de DRAM, em apoio aos nossos clientes globais de TI”, celebrou Jung-bae Lee, vice-presidente executivo Produto e Tecnologia DRAM da Samsung Electronics. Fábrica da Samsung onde a novidade é produzida (Imagem: Divulgação/Samsung) A expectativa agora é que essa leva comece a chegar aos dispositivos premium ainda nesta temporada, mas de maneira discreta, até porque a companhia ainda não consegue fabricar um volume muito alto nesse momento — uma nova unidade de produção deve abrir as portas somente no segundo semestre deste ano. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Com essa experiência, a sul-coreana espera também preparar o terreno para a chegada da DDR5, que promete ser ter o dobro da velocidade de banda e densidade da DDR4, com menor consumo de energia. Só que, nesse caso, a espera será maior, pois o cronograma prevê a atualização somente para “algum momento em 2021”. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Imagem de buraco negro "sugando" estrela é destaque em site da NASA Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Veja Mais

Mariah Carey e Billie Eilish farão show beneficente de suas casas para combate ao coronavírus

G1 Pop & Arte Elton John, Alicia Keys, Backstreet Boys, Billie Joe Armstrong e Tim McGraw também participarão de apresentação transmitida em rádios nos Estados Unidos. Mariah Carey posa para fotos no American Music Awards 2018 Jordan Strauss/Invision/AP Mariah Carey, Billie Eilish e Tim McGraw comandarão um show beneficente no domingo (29), tocando em suas casas, para arrecadar dinheiro e ajudar a combater a disseminação do coronavírus, anunciou a rede de televisão Fox nesta quarta-feira (25). O especial de uma hora, que será apresentado por Elton John e transmitido pelas estações de rádio da Fox e da iHeart, é o primeiro grande evento de âmbito nacional nos Estados Unidos para usar o apelo de celebridades para ajudar as pessoas afetadas pela doença. O "IHeart Living Room Concert for America" também contará com apresentações de Alicia Keys, Backstreet Boys e Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day. Todos eles vão se gravar em casa com celulares ou outros equipamentos. O especial visa homenagear os profissionais de saúde e aqueles nas linhas de frente dos esforços para enfrentar a pandemia, que está sobrecarregando os hospitais, e também incentivará os espectadores a doarem para as instituições de caridade Feeding America e First Responders Children's Foundation. Músicos como John Legend e Chris Martin, líder do Coldplay, não demoraram para se mobilizar na internet agora que estados norte-americanos emitiram ordens de interdição e de permanência em casa, realizando shows gratuitos em casa e transmitidos em redes sociais. Outros têm feito contribuições individuais a hospitais e organizações sem fins lucrativos, à medida que o coronavírus se espalha pelo país. Entre eles estão o cantor James Taylor, que nesta semana doou US$ 1 milhão ao Massachusetts General Hospital, e Rihanna, cuja fundação deu US$ 5 milhões para instituições de caridade fornecerem alimento e equipamento de proteção a agentes de saúde. Veja Mais

Séries de animação seguem em produção apesar do coronavírus

Séries de animação seguem em produção apesar do coronavírus

Tecmundo Com a pandemia de Coronavírus, muitas produções da TV americana foram paralisadas. No entanto, as séries de animação seguem com as suas agendas normalmente com os animadores e outros membros da equipe de produção trabalhando remotamente.Segundo o site americano The Hollywood Reporter, as atrações da Fox TV não foram paralisadas em nenhum momento. Atualmente, eles estão utilizando programas especializados para compartilhar storyboards e realizando mesas de leitura virtualmente.Leia mais... Veja Mais

Em meio ao coronavírus, Bolsonaro diz que lotéricas serão incluídas em lista de 'serviços essenciais'

G1 Economia Em rede social, presidente afirmou que há 2.463 casas lotéricas fechadas por regras locais de quarentena. Ministro do STF decidiu que União, estados e municípios podem regulamentar isolamento. O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira (25), em redes sociais, que vai inclui as casas lotéricas na lista de "serviços públicos e atividades essenciais" que podem permanecer abertos, mesmo quando houver restrição ou quarentena em razão do novo coronavírus. Na publicação, Bolsonaro afirmou que há 12.956 casas lotéricas no Brasil, e que "2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais". E disse que a mudança na regra permitirá que as lotéricas "possam funcionar em sua plenitude". Até a publicação desta reportagem, a mudança ainda não tinha sido efetivada no "Diário Oficial da União". A lista de serviços que podem funcionar durante a quarentena, por serem considerados essenciais, foi publicada pelo governo federal em um decreto na última sexta (20). No domingo, o texto foi atualizado para incluir atividades e serviços relacionados à imprensa. Também fazem parte da lista, entre outras atividades: assistência à saúde; atividades de segurança e defesa nacional; transporte intermunicipal, interestadual e internacional de passageiros; transporte por táxi e por aplicativos; serviços de telecomunicações, energia elétrica e gás; produção e venda de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas; serviços bancários e postais; produção e venda de combustíveis; transporte e entrega de cargas. Conflito de legislação Novo coronavírus: Jair Bolsonaro critica restrições de voos por governador do Rio A alteração do decreto, anunciada por Bolsonaro, pode não resolver o fechamento das lotéricas de forma imediata. Isso porque, nesta terça (24), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello decidiu que tanto o presidente, quanto governadores e prefeitos podem editar regras sobre isolamento, quarentena e restrições de transporte. Na sexta – junto com a publicação da lista de serviços essenciais –, o presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória que concentrava esse poder nas mãos da União. Com isso, ficou definido que os governos estaduais e municipais não poderiam, por exemplo, paralisar um serviço incluído na lista federal. O PDT recorreu ao Supremo e conseguiu reverter essa regra. Marco Aurélio Mello acatou o argumento do partido de que a Constituição define "competência concorrente" de União, estados e municípios para estabelecer políticas de saúde. Quando as regras da União e dos estados entram em conflito, nestes casos, não há uma definição clara de qual norma prevalece. Apesar da decisão liminar (provisória) de Marco Aurélio Mello, o STF deve avaliar o tema em plenário na próxima sessão, marcada para 1º de abril. Veja Mais

Coronavírus em Minas: prefeitos pedem 'coesão' com governo federal sobre medidas

O Tempo - Política Após pronunciamento do presidente Bolsonaro, prefeituras afirmam que movimentação nas ruas foi maior e reclamam da falta de direcionamento no combate à pandemia Veja Mais

O que pensa seu deputado sobre: adiamento das eleições e destino do dinheiro

O Tempo - Política O TEMPO perguntou a autoridades como enxergam a possibilidade do adiamento do pleito, a existência desses recursos destinados a campanhas e para onde deveriam ser transferidos caso a medida seja confirmada Veja Mais

Memes da quarentena: internautas ficam em casa sem perder o bom humor

G1 Pop & Arte Insistência para os mais velhos não irem para a rua, reuniões virtuais, álcool em gel, papel higiênico e outros temas da quarentena rendem memes nas redes; veja. Isolamento social é coisa séria, mas dá para ser acompanhado por memes nas redes sociais. Brasileiros em casa estão compartilhando piadas enquanto fazem quarentena. Veja algumas: Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Initial plugin text Veja Mais

Mundo tem mais de 450 mil casos de coronavírus declarados oficialmente

O Tempo - Mundo Pelo menos 450.876 casos de contágio, incluindo 20.647 mortes, foram detectados em 182 países e territórios Veja Mais

Netflix encomenda série animada de Angry Birds

Netflix encomenda série animada de Angry Birds

Tecmundo A Netflix anunciou uma nova série original, inspirada em Angry Birds, famoso jogo de celulares desenvolvido pela Rovio Entertainment. Sob o título de Summer Madness, serão 40 episódios com cerca de 11 minutos cada, inspirados nas animações já lançadas no cinema. A produção da série já está em andamento, desde outubro de 2019, e terá como protagonistas os pássaros Chuck, Bomb e Red, além de outros personagens que serão criados especialmente para a nova animação.Leia mais... Veja Mais

Mourão defende isolamento social e diz que Bolsonaro não se expressou bem

O Tempo - Política Vice-presidente afirmou que a posição do governo é uma só e que presidente buscou expor preocupação com economia Veja Mais

Twitter deleta mensagem de Maduro com cura caseira para coronavírus

O Tempo - Mundo O ditador venezuelano compartilhou os links de 'três artigos interessantes' sobre a Covid-19 Veja Mais

Covid19: deputados pedem mais recursos para idosos – 25/03/20

Covid19: deputados pedem mais recursos para idosos – 25/03/20

Câmana dos Deputados Em entrevista à jornalista Maristela Santa'nna, da TV Câmara, a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, deputada Lídice da Mata disse que encaminhou na segunda-feira, aos ministros Onyx Lorenzoni, da Cidadania, e Damares Alves, da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos, um pedido de prioridade na liberação de recursos orçamentários para atendimento a pessoas idosas, por causa da pandemia do Covid-19. O dinheiro será destinado principalmente aquelas que vivem em sistema de “asilamento”, nas chamadas instituições de longa permanência. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Covid-19 Veja Mais

Ben Gibbard lança música sobre o coronavírus e doa lucros; saiba mais

R7 - Música "Life In Quarantine" terá lucros revertidos para instituições de caridade Veja Mais

Lançamentos nacionais: Sound Bullet, Consentrio, Bordines, Sarah Meyz e Sávio

R7 - Música Conheça os novos materiais de artistas e grupos brasileiros! Veja Mais

Othersame mistura rock progressivo e post-grunge em “Depiction”; ouça

R7 - Música Post-rock e música brasileira experimental também são destaques no álbum Veja Mais

Conselho da Petrobras aprova criação de diretoria de Logística; extingue Assuntos Corporativos

R7 - Economia SÃO PAULO (Reuters) - O conselho de administração da Petrobras aprovou nesta quarta-feira a criação da diretoria de Logística e a extinção da diretoria de Assuntos Corporativos, informou a petrolífera em comunicado ao mercado.André Barreto Chiarini foi eleito para a diretoria executiva de Logística. Ele ocupava o cargo de assessor da presidência da companhia para logística desde novembro de 2019. Enquanto isso, o diretor executivo Eberaldo de Almeida Neto, que ocupava a diretoria de Assuntos Corporativos, foi dispensado. As alterações entrarão em vigor em 1º de maio."As mudanças visam gerar maior eficiência na gestão dos ativos logísticos, eliminando ineficiências operacionais e comerciais, reduzindo custos e buscando a excelência e geração de valor na prestação de serviços para a Petrobras", disse a empresa no comunicado.None (Por Gabriel Araujo) Veja Mais

Oposição apresenta proposta de renda mínima - 25/03/20

Oposição apresenta proposta de renda mínima - 25/03/20

Câmana dos Deputados Líderes de partidos de oposição apresentaram nesta quarta-feira na Câmara uma proposta para garantir uma renda mínima emergencial durante este período excepcional de isolamento devido ao coronavírus. É o que está sendo chamado de renda mínima cidadã. Eles criticaram o que consideram um falso conflito entre salvar a vida da população ou garantir a estabilidade da economia. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Vital: Tesouro passa a atuar a partir de amanhã com dois vencimentos de LFT

R7 - Economia O coordenador-geral de operações da Dívida Pública, Luis Felipe Vital, disse nesta quarta-feira, 25, que o Tesouro passará a atuar a partir de amanhã com a oferta de papéis mais curtos de Letras Financeiras do Tesouro (LFTs), atrelados à Selic. Segundo ele, os dois vencimentos serão para setembro de 2022 e para março de 2026. "As condições de mercado também podem demandar uma alteração no mecanismo dos leilões desses papéis pelo Tesouro, com a volta do leilão de preço uniforme", informou Vital. Atualmente, há dois mecanismos de leilão usados pelos Tesouro. Um é o de preço múltiplo, em que cada investidor recebe a taxa de sua oferta, e outro é o de preço único (ou uniforme), no qual todos os investidores recebem a mesma taxa de corte. Atualmente, os leilões de prefixados e LFTs são de preço múltiplo, e os de NTN-Bs (atrelados à inflação) são de preço uniforme. O último leilão de LFT foi realizado em 27 de fevereiro, com preço múltiplo. A partir de amanhã, as LFTs passarão a seguir o mecanismo de preço uniforme. A alteração não se aplicará aos prefixados, que continuam com preço múltiplo. Segundo Vital, o Tesouro observou uma "reprecificação global dos ativos e mudança no sentimento de risco dos investidores". Isso inclui uma preferência do mercado por títulos de vencimento mais curto. Atuação Em relação à atuação do Tesouro nas últimas semanas, Vital disse que inicialmente o foco foram os mercados que apresentaram maior disfuncionalidade, entre eles o de NTN-Bs intermediárias e longas e prefixados longos. O Tesouro atuou tanto na compra quanto na venda, "de forma a criar referências para o mercado secundário". "Ao longo das atuações, o Tesouro verificou maior estabilidade em alguns mercados, como o de NTN-Bs longas, e necessidade de atuar em outros, como o de NTN-Bs curtas. Com o tempo, observou-se um fluxo vendedor decrescente e investidores passando a demandar títulos nos níveis atuais de taxa", disse o técnico, em referência ao fato de o órgão ter reduzido a atuação no mercado nesta semana. "O Tesouro continuará atuando por prazo indeterminado sempre que observar disfuncionalidade em qualquer segmento da curva de juros, conforme comunicado publicado hoje", ressaltou. Veja Mais

Coronavírus: CPFL Paulista faz suspensão temporária do corte de energia por falta de pagamento

G1 Economia Distribuidora atende 4,5 milhões de consumidores em 234 cidades de SP, incluindo Campinas (SP). Medida vale por 90 dias e visa garantir continuidade dos serviços essenciais. CPFL Paulista suspende por 90 dias corte de energia por falta de pagamento Carlos Bassan / Prefeitura de Campinas A distribuidora de energia CPFL Paulista suspende por 90 dias, a partir desta quarta-feira (25), o corte do fornecimento de energia por falta de pagamento para clientes residenciais urbanos e rurais, incluindo cadastrados no benefício de baixa renda, além de serviços essenciais, como hospitais. O objetivo é garantir continuidade de atividades durante a crise provocada pelo novo coronavírus. A CPFL Paulista é responsável por distribuir energia para 4,5 milhões de consumidores em 234 cidades do interior de São Paulo, incluindo Campinas, Ribeirão Preto, Bauru e São José do Rio Preto. A medida foi aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), vale até 22 de junho, e também será aplicada pelas companhias CPFL Piratininga e CPFL Santa Cruz. "A CPFL alerta para o cuidado em relação ao acúmulo de contas [...] no retorno das atividades regulares, cobranças de débitos terão incidência de juros e multas e serão passíveis de corte de energia em caso de não pagamento. Além disso, a negativação do cliente inadimplente em cadastros de crédito continua sendo permitida e utilizada pela companhia", informa texto da assessoria. Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Suspensão de atendimento presencial De acordo com a CPFL, outra medida temporária estabelecida pela agência reguladora foi a suspensão do atendimento presencial ao público, para evitar a aglomeração em postos de serviços e preservar a saúde dos colaboradores e clientes. A medida, contudo, já havia sido iniciada em 20 de março. "Mais de 30 serviços estão disponíveis nos canais online. Por exemplo, a segunda via das faturas também pode ser solicitada por SMS. Basta o cliente enviar um SMS com a palavra CONTA e o número do 'seu código' [presente na conta de energia] para a distribuidora da sua região", diz nota. Leitura de consumo e orientações A Aneel, segundo a distribuidora de energia, também deu aval para que as empresas realizem leituras do consumo em intervalos diferentes do usual ou mesmo que não façam. Neste caso, informa a concessionária, será considerada a média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. "Para facilitar o recebimento e pagamento das contas e contribuir para a saúde de todos, a empresa orienta seus clientes a cadastrarem a conta por e-mail e atualizarem seus dados [principalmente e-mail e telefone celular], por meio dos canais online www.cpfl.com.br ou do aplicativo 'CPFL Energia'." A assessoria da distribuidora destacou ainda que disponibiliza aos clientes diversos canais de pagamento, entre eles, internet banking e débito automático, parcelamento pela web (via site ou aplicativo), além do parcelamento da conta com cartão de crédito. Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença Foto: Infografia/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas. Veja Mais

Senado aprova proibição de exportação de produtos usados no combate à Covid-19

O Tempo - Política Texto, aprovado por 76 votos a favor, foi alterado e, por isso, terá que retornar à Câmara antes de seguir para sanção do presidente Jair Bolsonaro Veja Mais

Deputados tentam acordo com governo para elevar benefício de informais a R$ 500

O Tempo - Política O valor, que era inicialmente de R$ 200 mensais, subiu para R$ 300 após pedidos de parlamentares Veja Mais

Audiência de TV dispara com confinamento por coronavírus nos Estados Unidos

G1 Pop & Arte Séries como 'This is us' e 'NCIS' registraram aumento de mais de 20% depois de medidas de distanciamento social no país. Chrissy Metz e Justin Hartley em cena de 'This is us' Divulgação Do drama familiar "This Is Us" à série criminal "NCIS", as audiências de programas de televisão subiram para números não registrados em até um ano, já que o isolamento e o distanciamento social por causa do coronavírus têm mantido milhões de norte-americanos em casa. A série de ação policial "NCIS" alcançou sua maior audiência desde fevereiro de 2019 na noite de terça-feira (24), atraindo cerca de 13 milhões de telespectadores – um aumento de 22% em relação à sua última transmissão original em 10 de março, informou a CBS nesta quarta-feira (24). O final da temporada da série "This Is Us", da NBC, também na terça à noite, foi o episódio mais assistido desde setembro de 2019 e teve um aumento de telespectadores de 21% entre 18 e 49 anos sobre a semana anterior, disse a NBC. Audiências das quatro grandes redes de televisão dos EUA – ABC, CBS, Fox e NBC – vinham caindo nos últimos anos devido à forte concorrência de streaming, esportes e mídias sociais. Os cinemas dos EUA e os teatros da Broadway foram fechados por quase duas semanas, e vários Estados norte-americanos ordenaram o fechamento de restaurantes, bares, parques temáticos e casas de shows, em uma tentativa de conter a epidemia de coronavírus. Atualmente, há o registro de mais de 60 mil casos e mais de 880 mortes nos EUA. Vários outros programas na TV tradicional, incluindo "The Good Doctor – O Bom Doutor" na ABC, "The Masked Singer" na Fox e "Survivor" na CBS, também estão vendo um aumento nos telespectadores, de acordo com dados de audiência. Veja Mais

Anvisa altera regras para distribuição de remédios à base de cloroquina

Anvisa altera regras para distribuição de remédios à base de cloroquina

canaltech Dois medicamentos têm ganhado espaço com a crise do novo coronavírus (SARS-CoV-2): a cloroquina e a hidroxicloroquina. Tais princípios ativos, se combinados com um antibiótico, podem auxiliar no tratamento de pacientes com casos graves da COVID-19. No entanto, essas duas drogas já são usadas regularmente por pacientes com malária, lúpus e artrite reumatoide.   Diante desses acontecimentos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deixou de exigir a receita médica especial para pacientes que recebem medicamentos à base de cloroquina, desde que façam parte de programas governamentais, como publicou o Diário Oficial da União (DOU) essa semana. É importante ressaltar que para pacientes que adquirem o medicamento em farmácias, é imprescindível a apresentação de uma receita especial em duas vias para compra desses produtos. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Venda de medicamentos associados ao tratamento da COVID-19 ganham novas regras de distribuição pela Anvisa (Foto: Guilherme Gandolfi/Fotos Públicas) Hidroxicloroquina e azitromicina já são usadas no Brasil contra a COVID-19 Entenda a medida Após receber denúncias de que a procura pelos medicamentos aumentou, após a pubilcação de algumas pesquisas que indicavam o auxílio no tratamento da COVID-19, a Anvisa enquadrou tanto a cloroquina e quanto a hidroxicloroquina como medicamentos de controle especial, na semana passada. Com a medida, os medicamentos se tornavam controlados e só poderiam ser entregues mediante receita branca especial, em duas vias, prescrita por um médico. Coalizão COVID Brasil: governo e mais de 40 hospitais testam novos tratamentos Essa resolução buscava evitar que pessoas que não precisam desses medicamentos provocassem um desabastecimento no mercado, deixando pacientes com malária, lúpus e artrite reumatoide sem medicação. Com a resolução desta segunda-feira (23), pacientes enquadrados em programas do governo podem voltar a retirar os medicamentos à base de cloroquina sem a receita, mas só eles. Isso porque os pacientes que anteriormente faziam tratamento com o medicamento não tinham a receita especial, ou seja, não teriam mais acesso a uma das drogas de uso diário, sem passar por um médico novamente. Atualmente, a venda dos dois medicamentos em farmácias precisa ser informada ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados,  medida que aumenta seu controle e deve evitar falta nos estoques.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Boletim oficial: COVID-19 leva a 57 óbitos e 2.433 infectados no Brasil SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió NASA destaca imagem do rastro luminoso de estrela que passou por um buraco negro Veja Mais

A Voz do Brasil - 25/03/2020

A Voz do Brasil - 25/03/2020

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Maia diz que não se pode arriscar a vida de milhões por pressão do mercado ✔️Deputados divergem sobre pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro ✔️Plano de ajuda a estados e municípios pode ser votado ainda nesta semana Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #RádioCâmara #Coronavírus Veja Mais

COVID-19 | A crise do setor aéreo em meio à pandemia do novo coronavírus

COVID-19 | A crise do setor aéreo em meio à pandemia do novo coronavírus

canaltech Apesar das preocupações com a saúde das pessoas ao redor do mundo, a crise causada pela pandemia do novo coronavírus afeta, e muito, a economia global, causando estragos não apenas em grandes empresas, mas também na vida das pessoas, que se veem em meio a um caos sem precedentes na história moderna - e sem previsão de normalidade. Um dos setores mais afetados pela crise do novo coronavírus é o setor aéreo, que compreende não apenas as companhias aéreas, mas também uma série de outros serviços, como agências de turismo, empresas de alimentação e catering, comissariado e, claro, as próprias fabricantes das aeronaves, que terão todas as encomendas suspensas até que o mercado volte a ter alguma liquidez e naturalidade. E, como bem sabemos, avião no chão é prejuízo. Algumas autoridades e consultorias têm se posicionado acerca deste tema. A CAPA Centre for Aviation, por exemplo, prevê que, no atual ritmo, o setor aéreo sofrerá um colapso até maio, com muitas companhias e empresas satélites falindo. “Até o final de maio de 2020, a maioria das companhias aéreas do mundo estará falida. É necessária uma ação coordenada do governo e da indústria para evitar uma catástrofe”, disse a consultoria, em comunicado enviado na semana passada. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Já segundo estimativa da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo, em tradução livre), as companhias aéreas podem perder até US$ 113 bilhões (R$ 523 bilhões) em receita este ano devido ao impacto do vírus. Boeing | Crise com o 737 faz empresa adiar recorde de produção para 2021 Diante deste cenário, os governos pelo mundo têm tomado medidas emergenciais, com pacotes de estímulo e, até, a possibilidade de estatização de algumas companhias, algo que, por enquanto, pode aliviar as empresas, mas que, a médio prazo, podem significar, sim, o colapso desse mercado. E no Brasil? Aqui no Brasil, o cenário não é muito diferente, porém, as opiniões e soluções divergem. O presidente do conselho de administração e cofundador da Azul, David Neeleman, adotou um tom mais positivo - levando em conta, claro, a saúde financeira da empresa. Em entrevista à CNN Brasil, Neeleman afirma: Temos de preservar nosso caixa e nosso CEO (John Rodgerson) está fazendo um trabalho gigante para alcançar esse objetivo. A crise vai passar para nós. Nas atuais circunstâncias conseguiríamos seguir por muito tempo. Temos muito caixa e muitos sócios que estão ajudando. Apesar do tom de Neeleman, os investidores ainda estão temerosos com o futuro da companhia. Somente no último mês, a empresa perdeu 82% do seu valor de mercado, chegando aos R$ 3,7 bilhões. As concorrentes LATAM e GOL, seguem no mesmo ritmo; as ações da primeira registram queda acumulada no ano de 47% e da GOL 65%. Para tentar amenizar a crise, as companhias brasileiras estão garantindo reembolsos para alguns de seus voos que seriam direcionados aos países mais afetados pelo novo coronavírus, como Espanha e Itália. Mas, claro, isso não será suficiente. Por isso, na semana passada, o Governo Federal lançou um pacote de ajuda para o setor aéreo. Foram três as iniciativas do governo editadas por meio de Medida Provisória (MP) e Decreto que afetam companhias, aeroportos e passageiros: postergação do recolhimento das tarifas de navegação aérea, adiamento do pagamento das outorgas aeroportuárias sem cobrança de multas e prorrogação das obrigações de reembolso das empresas aéreas. Os anúncios foram feitos pelo Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Site mostra onde estão todos os aviões comerciais do mundo, em tempo real Por mais que esse pacote tenha sido anunciado, não está clara como será a ajuda a outros segmentos que estão embutidos dentro do setor aéreo e se as companhias terão contrapartidas para empresas que também fazem parte do ciclo, que, segundo informações, emprega mais de 70 mil pessoas. Em entrevista ao Canaltech, o comandante Francisco Lyra, presidente do Instituto Brasileiro de Aviação afirmou: O pacote tem que incluir toda a cadeia do setor de transporte aéreo. Pensamos rapidamente apenas nas companhias aéreas e aeroportos, mas temos que incluir, também, as empresas de serviços auxiliares, que são aquelas terceirizadas que prestam serviços às companhias. Assim como as empresas de comissaria de bordo e de catering, que também estão sem faturamento e com o ônus de responder por folhas de pagamentos e manutenção de suas atividades. O pacote precisa ser inclusivo. Em relação às tarifas de navegação aérea, o decreto vai definir que os vencimentos de março, abril, maio e junho de 2020 ficam postergados para, respectivamente, setembro, outubro, novembro e dezembro do referido ano. Já a MP versa sobre reembolso de passagens aéreas para solicitações efetuadas até o dia 31 de dezembro de 2020. O prazo para reembolso será de 12 meses. Já os consumidores ficarão isentos das penalidades contratuais, mediante a aceitação de crédito para utilização futura.  Tarcísio Gomes de Freitas, Ministro da Infraestrutura/ Imagem: Agência Brasil Também por Medida Provisória, será alterado o cronograma de pagamento previsto para o ano de 2020 das contribuições fixas e variáveis nos contratos de parceria no setor aeroportuário, com a possibilidade de quitação até o dia 18 de dezembro deste ano. Além das medidas, o governo também já disponibiliza linhas de financiamento de capital de giro para essas empresas a serem concedidas pelo Banco do Brasil, Caixa e BNDES. A recuperação será longa Para o comandante Lyra, a recuperação do setor aéreo será longa e a ajuda do Governo Federal não pode ser momentânea, pois enquanto a economia não voltar à normalidade, as empresas ainda estarão frágeis e o controle de gastos será fundamental. "Vai ser uma longa recuperação. Até as atividades voltarem, por um bom tempo as empresas estarão com seus orçamentos contingenciados, pois as viagens executivas (aviação geral) e de turismo ainda demorarão um bom tempo até voltar para os níveis anteriores. Por isso, essa ajuda não pode ser momentânea, e sim, algo mais perene", comentou Lyra. Já David Neeleman usa do exemplo da Azul para mostrar como o mercado pode se adaptar e reagir. Ele disse que há a revisão de investimentos na empresa e que está conversando com os empregados sobre a redução de carga horária de trabalho e salários, para evitar demissões. Até que haja uma normalidade, a empresa optou por reduzir sua capacidade de 20% a 25% em março e entre 35% e 50% em abril e nos meses posteriores. Na visão da CAPA Centre for Aviation, por exemplo, as empresas precisarão colaborar mais. De acordo com a entidade, se houver vontade, as atitudes por parte das empresas deve ser pensada de modo global, e não regional. O governo federal ainda anunciará mais medidas econômicas, mas não se sabe se o setor aéreo terá mais alguma contemplação. Por enquanto, voos internacionais de países bem afetados pela COVID-19 seguem suspensos e a circulação doméstica de passageiros também caiu drasticamente. O estado de São Paulo, centro econômico do país e epicentro do novo coronavírus por aqui, está em quarentena pelos próximos 14 dias e novas medidas devem ser adotadas após este prazo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu Boletim oficial: COVID-19 leva a 57 óbitos e 2.433 infectados no Brasil SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió São Paulo em Quarentena | O que abre e fecha e o que você não pode fazer Veja Mais

Por que a Itália tem mais mortes pelo novo coronavírus? Entenda

O Tempo - Mundo País soma mais de 74 mil casos e 7.500 mortes, o que equivale a uma taxa de letalidade de 10% Veja Mais

Visita online aos sets de filmagem da franquia 'O Senhor dos Anéis' é liberada

O Tempo - Diversão - Magazine Os seis filmes adaptados das obras de J.R.R. Tolkien agora estão disponíveis no site do departamento de turismo da ova Zelândia, com visão de 360° Veja Mais

Redução de voos domésticos em Viracopos atinge 53% com avanço do coronavírus

G1 Economia Segundo a concessionária Aeroportos Brasil, na segunda-feira, previsão era de 280 operações, mas apenas 131 foram realizadas. Aeroporto Internacional Viracopos espera receber 141 mil passageiros neste feriado Ricardo Lima O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), registrou redução de 53% nos voos domésticos, de acordo com dados da concessionária Aeroportos Brasil, que administra a estrutura. A queda no fluxo de passageiros ocorre por conta da pandemia do novo coronavírus e do decreto de quarentena decretado no Estado de São Paulo, com a recomendação de isolamento social e o apelo para que as pessoas permaneçam em casa. Segundo a concessionária, na segunda-feira (23), estavam previstas 280 movimentações de aeronaves domésticas no terminal, mas apenas 131 delas foram realizadas. Já no domingo (22), a diminuição foi de 66%. Confira no gráfico abaixo todos os números de fluxo de voos no aeroporto desde o dia 15 de março. Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus A concessionária informou que não se trata de um cancelamento de rotas e garantiu que as frequências voltarão ao normal quando a movimentação de passageiros no terminal for normalizada. Voos internacionais Nas movimentações internacionais, a queda de voos foi ainda maior. Na segunda-feira, a previsão era de 12 operações. No entanto, apenas cinco aeronaves passaram pelo terminal, o que equivale a uma diminuição de 58%. Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença Foto: Infografia/G1 Initial plugin text O fluxo de carga também foi afetado. Também na segunda, a concessionária esperava 12 aviões de exportações e importações no aeroporto, mas apenas 7 operações foram concluídas. Ações contra o Covid-19 A Aeroportos Brasil Viracopos informa que intensificou os procedimentos de limpeza e desinfecção no terminal, "especialmente nos sanitários, elevadores, escadas e esteiras rolantes". "Além disso, a concessionária está veiculando, no terminal de passageiros, avisos sonoros em inglês, português e espanhol sobre sinais, sintomas e cuidados básicos", diz, em nota. A empresa que administra o terminal em Campinas divulgou uma série de orientações aos colaboradores e terceirizados que têm contato com passageiros e outros agentes que atuam no terminal. São elas: Se não houver relato de caso suspeito, utilizar máscara cirúrgica e luvas; Se houver relato de presença de caso suspeito, utilizar máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção e luvas; Em caso suspeito, a Central de Acionamento e Monitoramento Eletrônico de Segurança da concessionária deverá ser acionada imediatamente. Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença Foto: Infografia/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas Veja Mais

'Tamanho Família', da TV Globo tem gravações suspensas

O Tempo - Diversão - Magazine A medida segue o padrão adotado para todos os programas da emissora por causa da pandemia do novo coronavírus Veja Mais

Bolsonaro: 'Não condenarei o povo à miséria para receber elogio da mídia'

O Tempo - Política Presidente inicia a série de publicações em rede social na ofensiva, dizendo ser "mais fácil fazer demagogia diante de uma população assustada, do que falar a verdade" Veja Mais

Com “máscara” de papel toalha, Regina Duarte faz críticas ao isolamento

R7 - Música "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos" Veja Mais

Isolamento pelo coronavírus tem impacto positivo no meio ambiente

R7 - Música Estudo exibido pelo The New York Times mostra a queda na poluição Veja Mais

Em mais uma defesa a Bolsonaro, Regina Duarte posta texto criticando quarentena

O Tempo - Política A atriz questionou por que alguns profissionais são obrigados a trabalhar e outros não: 'A vida dos outros vale menos que a sua?' Veja Mais

China: país tem seis novas mortes por coronavírus e mais 67 casos confirmados

O Tempo - Mundo Total de infectados chegou a 81.285 e o número de óbitos subiu para 3 287 no pais Veja Mais

Lucro da JBS dispara no quarto trimestre e supera previsões

R7 - Economia Por Ana ManoSÃO PAULO (Reuters) - A JBS, maior processadora de carne do mundo, publicou nesta quarta-feira lucro líquido de 2,43 bilhões de reais para o quarto trimestre do ano passado, um salto sobre os cerca de 560 milhões obtidos um ano antes e acima do esperado por analistas.O desempenho foi apoiado por forte demanda da China, que ampliou importações de alimentos após a epidemia de peste suína africana que atingiu seu rebanho.A expectativa média de analistas para o lucro da JBS, dona de marcas como Seara e Swift, era de 2,19 bilhões de reais, segundo dados da Refinitiv.Executivos da companhia afirmaram que a JBS tem a estrutura adequada para superar as incertezas geradas pela pandemia de coronavírus.A JBS conseguiu reduzir dívida ao longo do ano passado e não tem necessidade de levantar capital adicional, afirmou o vice-presidente financeiro, Guilherme Cavalcanti, à Reuters. A companhia espera economizar em 2020 cerca de 100 milhões de reais em pagamento de juros, disse o executivo."Foi muito feliz de ter alongado a dívida no momento certo", disse Cavalcanti.A JBS encerrou 2019 com queda na alavancagem. A relação dívida líquida sobre Ebitda fechou o ano em 2,16 vezes em reais ante 3,18 vezes em 2018. Em dólares, a alavancagem caiu de 3,01 vezes para 2,13 vezes.O presidente-executivo, Gilberto Tomazoni, afirmou que a demanda chinesa vai continuar elevada uma vez que os impactos gerados pela peste suína persistem na cadeia de alimentos do país.Além disso, o executivo citou que as cidades chinesas estão reduzindo restrições à circulação relacionadas ao coronavírus, o que deve ser positivo para a demanda.Tomazoni afirmou que a JBS está pronta para enfrentar os impactos da pandemia por causa de sua base de produção diversificada. "Dependendo do tamanho do navio, as ondas vão balançar mais ou menos", disse o executivo.Os planos para a listagem das ações dos negócios internacionais do grupo nos Estados Unidos continuam uma prioridade para a JBS, mas o momento para isso é incerto dadas as turbulências geradas pelo Covid-19 no mercado financeiro, disse Tomazoni.NoneRESULTADO A JBS teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de 5,67 bilhões de reais nos três últimos meses do ano passado, ante expectativa média de analistas compilada pela Refinitiv de 5,53 bilhões.A companhia teve alta de quase 21% na receita líquida do período, para 57 bilhões de reais.Na divisão de bovinos no Brasil, a JBS registrou crescimento de quase 100% nas vendas à China, com os volumes avançando 61% e os preços médios crescendo 23%, com reflexo da forte demanda do país asiático.A divisão Seara, de alimentos processados, teve receita líquida de 5,7 bilhões de reais, alta de quase 24% sobre o quarto trimestre de 2018, graças a uma demanda ainda aquecida no Brasil e em mercados no exterior.Em 2019, os volumes de embarques de suínos da JBS para a China a partir dos Estados Unidos subiram 10%. Já a Pilgrim´s Pride, companhia norte-americana controlada pelo grupo brasileiro e que vende produtos de carne de frango, teve alta de cerca de 25% na receita líquida do quarto trimestre, totalizando 12,6 bilhões de reais. Veja Mais

Coronavírus na Itália é muito mais letal do que criminalidade em São Paulo

O Tempo - Mundo A taxa de mortalidade por Covid-19 no país europeu é de 12,5, contra 6,49 vítimas de violência no Estado brasileiro, em cada grupo de 100 mil pessoas Veja Mais

AES Tietê cobra da Eneva informações "básicas" para avaliar proposta de fusão

R7 - Economia RIO DE JANEIRO (Reuters) - A elétrica AES Tietê enviou correspondência para a Eneva nesta quarta-feira solicitando mais uma vez informações consideradas básicas e necessárias para a análise de proposta de fusão de negócios apresentada no início do mês, informou a companhia em comunicado ao mercado.O conselho de administração da empresa controlada pela norte-americana AES se reuniu nesta quarta-feira, com a participação de assessores legais e financeiros da companhia, bem como os integrantes do grupo de executivos designados para coordenar as atividades de avaliação da proposta para a operação."Nessa reunião o Conselho de Administração tomou ciência da extensão das informações faltantes para a correta avaliação da operação, inclusive a estrutura societária pretendida pela Eneva para sua implementação", disse a AES no comunicado. "Tal informação, embora solicitada de forma reiterada desde a apresentação da proposta, não foi disponibilizada pela Eneva até o momento."Na reunião desta quarta-feira, o conselho da AES estabeleceu ainda a continuidade do plano de trabalho para a avaliação da proposta, sempre assumindo que a documentação necessária será recebida, disse a empresa.A companhia informou também que "a Eneva solicitou lista de acionistas da AES Tietê, porém sem o correto embasamento legal para tanto, o que foi explicado aos seus assessores e documentado em correspondência enviada na noite de ontem (terça-feira)". A Eneva apresentou a proposta de fusão de negócios com a AES Tietê em 1° de março. O negócio envolveria cerca de 6,6 bilhões de reais, com 2,75 bilhões de reais em dinheiro e o restante em ações.None (Por Marta Nogueira) Veja Mais

Como conseguir 100% da Aposentadoria após a Reforma da Previdência

R7 - Economia Depois de 35 anos de contribuição, as mulheres terão direito a 100% no benefício da previdência, na hora de se aposentar e os homens, só depois de 40 anos de contribuição, que terão direito aos 100%. Homens terão que contribuir durante 20 anos Para as mulheres conseguirem o direito de 100% da média dos salários [...] O post Como conseguir 100% da Aposentadoria após a Reforma da Previdência apareceu primeiro em Jornal Contábil - Contabilidade, direito, INSS, Microempreendedor. Veja Mais

Donald Trump descarta colocar fim no isolamento nos EUA devido ao coronavírus

O Tempo - Mundo Presidente norte-americano disse que 'não tem pressa' com relação ao término do afastamento social Veja Mais

Coronavírus: governadores pedem aplicação de lei que prevê renda básica para todos os brasileiros

G1 Economia Reunidos em videoconferência, 26 dos 27 governadores também aprovaram pedido de suspensão por 12 meses do pagamento das dívidas dos estados, além de outras reivindicações. Doria lê propostas de governadores contra a expansão do coronavírus Governadores reunidos na tarde desta quarta-feira (25) em videoconferência aprovaram uma carta com uma série de reivindicações ao governo federal (leia a íntegra ao final desta reportagem) para fazer frente à crise do coronavírus. Entre essas reivindicações, está a aplicação da lei que institui uma renda básica de cidadania para todos os brasileiros. Sancionada em 2005 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a lei prevê o "direito de todos os brasileiros residentes no País e estrangeiros residentes há pelo menos 5 (cinco) anos no Brasil, não importando sua condição socioeconômica, receberem, anualmente, um benefício monetário". A lei diz que caberá ao Poder Executivo estipular o valor do benefício e prevê o pagamento de parcelas mensais, de mesmo valor, para todos os cidadãos, a fim de atender "às despesas mínimas de cada pessoa com alimentação, educação e saúde, considerando para isso o grau de desenvolvimento do País e as possibilidades orçamentárias". Os governadores também querem a suspensão por 12 meses do pagamento das dívidas dos estados com a União e bancos públicos, além da "abertura da possibilidade de quitação de prestações apenas no final do contrato" e a "disponibilização de linhas de crédito do BNDES para aplicação em serviços de saúde e investimentos em obras". Concluída a reunião, os governadores tiveram um tempo para avaliar e aprovar as propostas, o que aconteceu no início da noite, segundo informou a assessoria do governo do estado de São Paulo. Participaram do encontro 26 dos 27 governadores – o único ausente foi o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) – e o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). As propostas a serem apresentadas ao governo federal são as seguintes: Suspensão por 12 meses do pagamento das dívidas dos estados com a União, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e disponibilização de linhas de créditos do BNDES para aplicação em serviços de saúde e investimentos em obras Viabilização emergencial e substancial de recursos "livres" do governo federal Mudanças no regime de recuperação fiscal e aprovação do chamado Plano Mansueto. Pelo plano, enviado em junho do ano passado ao Congresso, a União propõe dar aval para estados com baixo nível de endividamento contratarem empréstimos junto ao setor financeiro e concede prazo de até cinco anos aos estados que estão descumprindo os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para que possam se reenquadrar nos limites estabelecidos. Redução da meta de superávit primário para evitar ameaça de contingenciamento (bloqueio) orçamentário Aplicação da Lei 10.835/2004 que institui a renda básica da cidadania Na carta, os governadores dizem desejar que o presidente Jair Bolsonaro "tenha serenidade e some forças" com eles para enfrentar os efeitos da crise do coronavírus. Os governadores dizem no documentos que continuarão adotando medidas de acordo com as orientações de profissionais de saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Essas orientações preveem isolamento social como método para evitar a disseminação do vírus e conter a expansão da doença Covid-19. O presidente Jair Bolsonaro contesta essas orientações e, em vez do "confinamento em massa", defende somente o "isolamento vertical" de grupos de risco, entre os quais os idosos, a reabertura de escolas e do comércio e a retomada do funcionamento da economia. Em videoconferência com governadores do Sudeste nesta quarta-feira, Bolsonaro atacou o governador de São Paulo, João Doria, a quem chamou de "demagogo". "No que diz respeito ao enfrentamento da pandemia global, vamos continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde e, sobretudo, os protocolos orientados pela Organização Mundial de Saúde (OMS)", diz o texto da carta dos governadores. Medidas do governo federal Na última segunda-feira, o governo federal anunciou um pacote de ajuda aos estados cujo montante total é de R$ 88,2 bilhões, distribuídos da seguinte maneira: Transferência de R$ 8 bilhões para gastos em saúde; Recomposição de fundos de participação de estados e municípios, no valor de R$ 16 bilhões (seguro para queda de arrecadação); Transferência de R$ 2 bilhões para gastos em assistencial social; Suspensão das dívidas dos estados com a União (R$ 12,6 bilhões); Renegociação de dívidas de estados e municípios com bancos (R$ 9,6 bilhões); Operações com facilitação de créditos, no valor de R$ 40 bilhões. Íntegra da carta Leia abaixo a íntegra do documento aprovado na reunião dos governadores: CARTA DOS GOVERNADORES DO BRASIL NESTE MOMENTO DE GRAVE CRISE O Brasil atravessa um momento de gravidade, em que os governadores foram convocados por suas populações a agir para conter o ritmo da expansão da Covid-19 em seus territórios. O novo coronavírus é um adversário a ser vencido com bom senso, empatia, equilíbrio e união. Convidamos o presidente da República a liderar este processo e agir em parceria conosco e com os demais poderes. Reunidos, queremos dizer ao Brasil que travamos uma guerra contra uma doença altamente contagiosa e que deixará milhares de vítimas fatais. A nossa decisão prioritária é a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo da responsabilidade de administrar a economia. Os dois compromissos não são excludentes. Para cumpri-los precisamos de solidariedade do governo federal e de apoio urgente com as seguintes medidas (muitas já presentes na Carta dos Governadores assinada em 19 de março de 2020): Suspensão, pelo período de 12 meses, do pagamento da dívida dos Estados com a União, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, e organismos internacionais como Banco Mundial e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), bem como abertura da possibilidade de quitação de prestações apenas no final do contrato, além da disponibilização de linhas de crédito do BNDES para aplicação em serviços de saúde e investimentos em obras; Disponibilidade e alongamento, pelo BNDES, dos prazos e carências das operações de crédito diretas e indiretas para médias, pequenas e microempresas. Demanda-se viabilizar o mesmo em relação a empréstimos junto a organismos internacionais; Viabilização emergencial e substancial de recursos livres às Unidades Federadas, visando a reforçar a nossa capacidade financeira, assim como a liberação de limites e condições para contratação de novas operações de crédito (incluindo extralimite aos Estados com nota A e B), estabelecendo ainda o dimensionamento de 2019 pelo Conselho Monetário Nacional e permitindo a securitização das operações de crédito; Imediata aprovação do Projeto de Lei Complementar 149/2019 (“Plano Mansueto”) e mudança no Regime de Recuperação Fiscal, de modo a promover o efetivo equilíbrio fiscal dos Entes Federados; Redução da meta de superávit primário do Governo Federal, para evitar ameaça de contingenciamento no momento em que o Sistema Único de Saúde mais necessita de recursos que impactam diretamente as prestações estaduais de saúde; Adoção de outras políticas emergenciais capazes de mitigar os efeitos da crise sobre as parcelas mais pobres das nossas populações, principalmente no tocante aos impactos sobre o emprego e a informalidade, avaliando a aplicação da Lei nº 10.835, de 8 de janeiro de 2004, que institui a renda básica de cidadania, a fim de propiciar recursos destinados a amparar a população economicamente vulnerável; Apoio do governo federal no tocante à aquisição de equipamentos e insumos necessários à preparação de leitos, assistência da população e proteção dos profissionais de saúde. Informamos que os governadores seguirão se reunindo à distância, no modelo de videoconferências – como preconizam as orientações médicas internacionais –, com o objetivo de uniformizar métodos e com vistas a alcançar, em um futuro breve, ações consorciadas, que nos permitam agir no tema de coronavírus e em outros temas. No que diz respeito ao enfrentamento da pandemia global, vamos continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde e, sobretudo, os protocolos orientados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O Congresso Nacional deve assumir o protagonismo em defesa do pacto federativo, conciliando os interesses dos entes da federação, compatibilizando ações e canalizando demandas de Estados e municípios. Por fim, desejamos que o Presidente Jair Bolsonaro tenha serenidade e some forças com os Governadores na luta contra a crise do coronavírus e seus impactos humanitários e econômicos. Os Governadores entendem que este momento exige a participação dos poderes legislativo, executivo, judiciário, da sociedade civil e dos meios de comunicação. Juntos teremos mais força para superar esta grave crise no País. Assinam esta carta 26 Governadores João Doria, Governador de São Paulo Wilson Witzel, Governador do Rio de Janeiro Gladson Cameli, Governador do Acre Renan Filho, Governador de Alagoas Waldez Góes, Governador do Amapá Wilson Lima, Governador do Amazonas Rui Costa, Governador da Bahia Camilo Santana, Governador do Ceará Renato Casagrande, Governador do Espírito Santo Ronaldo Caiado, Governador de Goiás Flávio Dino, Governador do Maranhão Mauro Mendes, Governador do Mato Grosso Reinaldo Azambuja, Governador do Mato Grosso do Sul Romeu Zema, Governador de Minas Gerais Helder Barbalho, Governador do Pará João Azevêdo, Governador da Paraíba Ratinho Júnior, Governador do Paraná Paulo Câmara, Governador do Pernambuco Wellington Dias. Governador do Piauí Fátima Bezerra, Governador do Rio Grande do Norte Eduardo Leite, Governador do Rio Grande do Sul Coronel Marcos Rocha, Governador de Rondônia Antonio Denarium, Governador de Roraima Carlos Moisés, Governador de Santa Catarina Belivaldo Chagas, Governador de Sergipe Mauro Carlesse, Governador do Tocantins Veja Mais

O Poço: novo filme da Netflix viraliza nas redes sociais

O Poço: novo filme da Netflix viraliza nas redes sociais

Tecmundo Um dos lançamentos mais recentes da Netflix, O Poço conseguiu se tornar um grande sucesso de visualização no mundo todo. Enquanto este texto estava sendo escrito, o longa ocupava a primeira posição no top 10 da plataforma no Brasil, e está entre os 10 mais vistos em vários países.O filme espanhol, dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia, tem uma trama que busca provocar o público. A trama acontece em uma prisão vertical onde os prisioneiros estão espalhados dois a dois por centenas de níveis e os alimentos são distribuídos uma vez por dia. Um enorme buffet começa no andar mais alto todos os dias e vai descendo lentamente. Porém, a comida que deveria ser suficiente para todos, raramente passa do nível 50.Leia mais... Veja Mais

EXPEDIENTE FUTEBOL AO VIVO! Bebeto e Mattheus participam do programa

EXPEDIENTE FUTEBOL AO VIVO! Bebeto e Mattheus participam do programa

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! http://bit.ly/yt_cnbra ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #JogaEmCasa #FOXSports #ExpedienteFutebol Veja Mais

Cursos online gratuitos para criar seu canal no YouTube

Cursos online gratuitos para criar seu canal no YouTube

Tecmundo Já pensou em se tornar um youtuber? Com 1 bilhão de horas assistidas por dia, a plataforma se tornou a preferida dos criadores de conteúdo na internet. Para ajudar os futuros youtubers a montar o seu canal, o YouTube tem a Escola de Criadores de Conteúdos.A escola online é dividida em seis frentes: Primeiros Passos, Estratégia de Conteúdo, Produção, Otimização do Canal, Dinheiro e Negócios e Políticas e Diretrizes. As seções contam com cursos para o nível iniciante, intermediário e avançado. As aulas são em inglês com opção de legenda em português.Leia mais... Veja Mais

Festival #ZiriguidumEmCasa terá nova programação a partir desta quinta (26)

O Tempo - Diversão - Magazine Iniciativa criada pelo cantor e compositor Cláudio Lins e pelo jornalista Beto Feitosa tem sido aclamada por artistas e pelo público Veja Mais

Ex-BBB bomba como cam girl na internet

O Tempo - Diversão - Magazine Clara Aguilar, do 'BBB 14' exibe corpo de maneira sensual na internet a quem quiser pagar para vê-los Veja Mais

Solar Opposites: animação de criador de Rick and Morty ganha trailer

Solar Opposites: animação de criador de Rick and Morty ganha trailer

Tecmundo Apresentando um grupo de alienígenas tentando se adaptar aos subúrbios americanos, a animação Solar Opposites ganhou o primeiro trailer. Voltada para adultos, a atração tem o roteiro de Justin Roiland, co-criador do sucesso Rick and Morty.Apontada como uma fusão entre Rick and Morty e Os Simpsons, a série chega ao serviço de streaming Hulu no dia 8 de maio. Por enquanto, não há previsão de estreia no Brasil.Leia mais... Veja Mais

Covid-19 causa massacre de milhares de ratinhos de laboratório

Covid-19 causa massacre de milhares de ratinhos de laboratório

Tecmundo A Covid-19 é o foco do momento, com impactos tanto na saúde da população quanto na economia. Aos poucos, histórias paralelas acabam sendo reveladas, como a da Faculdade de Medicina Perelman, na Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos: na semana passada, 200 ratinhos para pesquisas científicas precisaram ser sacrificados com o fechamento das atividades dos laboratórios e o isolamento da população.Lá era estudada a resposta do sistema imunológico dos animais a diferentes invasões de bactérias. Eram todos ratos importados da Europa e da Ásia, que levaram anos para chegar ao genótipos ideais de estudo. Com isso, a pesquisa fica comprometida e pode levar muito tempo para ser recuperada. Porém, esse não foi o único laboratório a passar por tal situação, já que o mesmo ocorreu em outras instituições de ensino e pesquisa dos Estados Unidos. A recomendação é o congelamento de embriões de cepas valiosas ou raras, com os demais animais sendo selecionados e sacrificados.Leia mais... Veja Mais

Preços do leite, feijão e batata disparam nos supermercados

Preços do leite, feijão e batata disparam nos supermercados

R7 - Economia Fluxo nos supermercados cresceu devido ao coronavírus Sergio Moraes/Reuters - 14.03.2020 O salto na procura por produtos de alimentação em meio à pandemia de coronavírus fez os preços do leite longa vida (+54%), do feijão (+67%), do alho (+45%) e da batata (+90%) dispararam nos supermercados de São Paulo, segundo informações divulgadas pela Apas (Associação Paulista de Supermercados). O encarecimento dos produtos ocorreu devido ao aumento da procura por alguns itens. O leite e o feijão, inclusive, encontram-se sem disponibilidade de compra. Leia mais: Grupo com 30 pessoas faz arrastão em mercado de SP De acordo com a Apas, o aumento dos preços partiu dos fornecedores e foi repassada pelos supermercados. "Os associados da Apas têm procurado negociar com seus fornecedores mas, em alguns casos, precisam repassar seus custos", diz a entidade. Segundo a associação, um trabalho em conjunto com a Abras (Associação Brasileira de Supermercados) e a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), do Ministério da Justiça, está sendo feito para evitar práticas abusivas. Leia mais: Supermercado já limita quantidade de produto por cliente O produto mais procurado, porém, continua fora das prateleiras. O abastecimento do álcool em gel ainda não foi normalizado para os supermercados. "A indústria está se esforçando para atender os pedidos e o abastecimento deverá se normalizar em breve", diz a Apas. Apesar da oscilação, a Apas afirma que o movimento de consumidores nos supermercados paulistas está voltando ao ritmo normal. Nesta quarta-feira (25), as vendas cresceram 18,2% em comparação a 25 de fevereiro. Este aumento foi semelhante ao verificado na segunda-feira da semana passada (16), o que indica a estabilidade no fluxo de vendas. Veja Mais

Banda brasileira de tributo ao Pearl Jam faz live elogiada por Eddie Vedder

R7 - Música Black Circle aproveitou o momento para lançar um novo single autoral logo em seguida Veja Mais

Isaac Newton criou a Teoria da Gravidade durante quarentena da peste bubônica

R7 - Música Quando estava liberado das aulas devido ao isolamento social, Newton mudou a ciência Veja Mais

The Seven Deadly Sins: continuação do anime ganha primeiro trailer

The Seven Deadly Sins: continuação do anime ganha primeiro trailer

Tecmundo A temporada final de The Seven Deadly Sins recebeu seu último episódio na manhã desta quarta-feira (25) no Japão. Porém, os fãs já podem comemorar, pois foi exibido o primeiro trailer de The Seven Deadly Sins: Anger's Judgement, sequência do anime que foi confirmado recentemente. Confira."Nanatsu no Taizai: Fundo no Shinpan" anime teaser promo; airs October 2020 pic.twitter.com/uDMsMBkraLLeia mais... Veja Mais

Movimento volta ao normal, preços sobem e álcool gel continua em falta, diz Apas

R7 - Economia O movimento de consumidores nas lojas dos supermercados paulistas está voltando ao ritmo normal, segundo a Associação Paulista de Supermercados (Apas), em comunicado divulgado nesta quarta-feira. Nesta quarta-feira, 24, primeiro dia de quarentena no Estado de São Paulo, as vendas cresceram 18,2% em comparação a 25 de fevereiro (uma terça-feira). Este aumento foi semelhante ao verificado na segunda-feira da semana passada (16), o que indica a estabilidade no fluxo de vendas. No entanto, por conta da alta demanda nos últimos dias, a associação constatou que alguns produtos subiram de preço - iniciativa que partiu dos fornecedores e foi repassada pelos supermercados, de acordo com a entidade. "Os associados da Apas têm procurado negociar com seus fornecedores mas, em alguns casos, precisam repassar seus custos", diz a nota. Segundo a associação, um trabalho em conjunto com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, está sendo feito para evitar práticas abusivas. Entre os itens que sofreram maior aumento estão o leite longa vida (alta de 54%, sem disponibilidade de compra); feijão (aumento de 67%, sem disponibilidade de compra), alho (45%) e batata (90%). O produto mais procurado, porém, continua fora das prateleiras. O abastecimento do álcool em gel ainda não foi normalizado para os supermercados. "A indústria está se esforçando para atender os pedidos e o abastecimento deverá se normalizar em breve", diz a Apas. Veja Mais

Pesquisadores usam VR para estudar danos de COVID-19 nos pulmões

Pesquisadores usam VR para estudar danos de COVID-19 nos pulmões

Tecmundo O Hospital Universitário George Washington está utilizando realidade virtual para a estudar os impactos de COVID-19 nos pulmões. No começo deste mês, o hospital recebeu seu primeiro paciente com a doença e, desde então, uma equipe médica tem analisado o caso.Esse paciente foi estudado durante a pesquisa e, a partir de seu quadro, pesquisadores do hospital desenvolveram uma simulação em VR para demonstrar como os pulmões podem reagir após o corpo ser infectado pelo Coronavírus.Leia mais... Veja Mais

Aviões da FAB pousam com 66 brasileiros que estavam no Peru

Aviões da FAB pousam com 66 brasileiros que estavam no Peru

R7 - Economia Aeronaves Hércules C-130 pousaram em Porto Velho Sgt Bianca/FAB As duas aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) que realizaram o resgate de 66 brasileiros que se encontravam retidos em Cuzco, no Peru, pousaram na tarde desta quarta-feira (25) na cidade de Porto Velho (RO). Os aviões Hércules C-130 cumpriram pouso técnico na capital rondoniense, sem desembarque de passageiros, e seguiram para Estado de São Paulo. Determinada pelo presidente Jair Bolsonaro, a operação é uma ação coordenada entre o Ministério da Defesa e o Ministério das Relações Exteriores com a intenção de repatriar brasileiros que estão no exterior em meio à pandemia de coronavírus.  O governo brasileiro, por meio da rede diplomática e consular do Itamaraty, segue acompanhando a situação dos viajantes brasileiros no exterior e está trabalhando para permitir a repatriação de todos. Veja Mais

Dua Lipa lança novo single, "Break My Heart". Escute com a letra!

Dua Lipa lança novo single,

R7 - Música Vagalume Vagalume Dua Lipa lançou, nesta quarta-feira (25), o seu novo single, "Break My Heart". A música inédita faz parte do próximo álbum, "Future Nostalgia". Seguindo a sonoridade dos singles anteriores, "Break My Heart" é uma faixa dançante, inspirada na disco music. "Future Nostalgia" será lançado nesta sexta-feira (27), em todos os serviços de streaming. Escute "Break My Heart" com a letra abaixo:Clique para ver no Vagalume "Break My Heart" I've always been the one to say the first goodbye Had to love and lose a hundred million times Had to get it wrong to know just what I like Now I'm falling You say my name like I have never heard before I'm indecisive, but, this time, I know for sure I hope I'm not the only one that feels it all Are you falling? Centre of attention You know you can get whatever you want from me Whenever you want it, baby It's you in my reflection I'm afraid of all the things you could do to me If I would've known it, baby I would've stayed at home 'Cause I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart? Oh no, I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart? I wonder, when you go, if I stay on your mind Two can play that game, but you win me every time Everyone before you was a waste of time Yeah, you got me Centre of attention You know you can get whatever you want from me Whenever you want it, baby It's you in my reflection I'm afraid of all the things you could do to me If I would've known it, baby I would've stayed at home 'Cause I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart? Oh no, I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart? Ooh, break my heart Ooh, break my heart Ooh Am I falling in love with the one that could break my heart? I would've stayed at home 'Cause I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home (I would've stayed at home 'cause I–) 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart? Oh no (Oh no), I was doing better alone But when you said, "Hello" I knew that was the end of it all I should've stayed at home 'Cause now there ain't no letting you go Am I falling in love with the one that could break my heart?Fonte: Vagalume Veja Mais

Bolsonaro afirma que garantirá abertura de casas lotéricas

Bolsonaro afirma que garantirá abertura de casas lotéricas

R7 - Economia Brasil tem quase 13 mil casas lotéricas Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas O presidente Jair Bolsonaro quer todas as casas lotéricas funcionando no País. Em manifestação nesta noite nas suas redes sociais, o presidente disse que pretende atualizar o Decreto 10.282 para que as lotéricas possam funcionar em sua plenitude. "No Brasil, existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282", postou Bolsonaro. - CASAS LOTÉRICAS/FUNCIONAMENTO: No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282.— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) March 25, 2020 O Decreto citado pelo presidente foi publicado no último sábado (21) para definir os serviços públicos e atividades essenciais e proibir a restrição à circulação de trabalhadores. Até o momento não foi publicada atualização citada pelo presidente. O decreto estabelece ainda que os serviços e atividades indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade que, se não forem preservados, podem colocar em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população. Também busca preservar a entrega de cargas para impedir um desabastecimento de gêneros necessários à população. A lista inclui serviços como assistência à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares; assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos; atividades de defesa nacional e de defesa civil; transporte intermunicipal, interestadual e internacional de passageiros e o transporte de passageiros por táxi ou aplicativo; telecomunicações e internet; captação, tratamento e distribuição de água; captação e tratamento de esgoto e lixo; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e de gás; iluminação pública. Veja Mais

Bolsonaro libera o funcionamento das casas lotéricas em todo o Brasil

O Tempo - Política Dos 12.956 estabelecimentos desse tipo, 2.463 encontram-se fechados por causa do coronavírus Veja Mais

CT News - 25/03/2020 (Novo golpe promete Netflix gratuito)

CT News - 25/03/2020 (Novo golpe promete Netflix gratuito)

canaltech No CT News em podcast de hoje: golpe promete Netflix de graça, mas querem roubar seus dados; Xiaomi não teve vendas afetadas pela crise do coronavírus, garante executivo; Facebook sofre para manter servidores estáveis durante a pandemia de coronavírus e mais Ouça ao podcast. Veja Mais

Evite a COVID-19 usando o pagamento por aproximação com cartão ou celular

Evite a COVID-19 usando o pagamento por aproximação com cartão ou celular

canaltech No início do mês de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) liberou uma recomendação para que as pessoas reduzissem a utilização de dinheiro físico e passassem a utilizar pagamentos por aproximação (NFC). A recomendação foi baseada no fato de que cédulas e moedas circulam livremente pelas mãos de diversas pessoas, que podem, ou não, terem tido contato com o novo coronavírus. A substituição da forma de pagamento pode ser mais uma forma de evitar o aumento da transmissão do vírus em diversos países. Confira neste artigo quais as opções de pagamento por aproximação estão disponíveis e como você pode utilizá-las para reduzir o uso de dinheiro físico. Como funciona o PicPay? Conheça o app de pagamentos que só cresce no Brasil Google Pay: o que é e como usar o app de pagamentos da Google Nubank: como configurar a impressão digital para entrar no app Plataformas de pagamento por aproximação Google Pay -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- O Google Pay é uma plataforma de pagamentos que foi desenvolvida pelo Google e funciona como uma carteira digital. Apesar de o serviço também estar presente em celulares com o iOS para pagamentos na internet, o pagamento físico, em lojas ou máquinas de cartões, funciona só em celulares Android. O aplicativo pode ser baixado na Play Store e permite que os celulares efetuem pagamentos por aproximação nos estabelecimentos que aceitam o recurso. Para efetuar o pagamento, não é preciso abrir o aplicativo, basta apenas aproximar o celular destravado de uma máquina de cobrança. Confira os bancos compatíveis com o Google Pay Pagamento presencial pelo Google Pay / Captura de tela: Canaltech Samsung Pay O Samsung Pay é a plataforma de pagamento digital que foi desenvolvida pela Samsung, e pode ser baixada diretamente da Play Store. A disponibilidade, contudo, é restrita aos celulares da marca. O sistema permite que pagamentos sejam efetuados com uma autenticação de digital, reconhecimento de íris ou até mesmo uma senha. Após a confirmação, o usuário pode aproximar o dispositivo da máquina de cobrança e confirmar o pagamento. Os usuários do Samsung Pay ainda têm acesso ao Samsung Rewards, o programa de fidelidade que acumula pontos por utilizar o serviço. Os pontos acumulados ainda podem ser resgatados no catálogo de prêmios que pode ser acessado dentro da plataforma. Confira os bancos compatíveis com o Samsung Pay Apple Pay Já o Apple Pay, plataforma de pagamento digital desenvolvida pela Apple,está disponível apenas para os dispositivos com iOS. Ela pode ser acessada através do aplicativo Wallet, que armazena cartões de débito, crédito, tickets de ingressos, shows e até mesmo cartão presente. O sistema permite que pagamentos sejam efetuados aproximando smartphones ou smartwatches de uma máquina de cobrança. Em seguida, é preciso realizar uma autenticação de digital ou reconhecimento facial para confirmar o pagamento. Confira os bancos compatíveis com o Apple Pay Apple Pay funcionando no iPhone  / Captura de tela: Canaltech Aplicativos de pagamento por aproximação PicPay O PicPay é um aplicativo de pagamentos online que foi desenvolvido no Brasil e lançado em 2012. O app funciona como uma carteira digital que permite que você coloque dinheiro nela e realize pagamentos de forma rápida e segura. O aplicativo está disponível na Play Store e na App Store e permite que o pagamento seja realizado através de um QR code gerado pela máquina de cobrança. É importante lembrar que, para realizar pagamentos ou transferências, é preciso colocar dinheiro na carteira do aplicativo. Mercado Pago O aplicativo do Mercado Pago funciona como uma carteira digital que permite que você coloque dinheiro ou cadastre seus cartões de crédito e débito para efetuar pagamentos de forma rápida e segura. A plataforma pode ser baixada na Play Store e na App Store. Para efetuar pagamentos com o aplicativo, basta fazer o escaneamento do QR Code disponível no estabelecimento e digitar qual o valor a ser pago. Feito isto, você pode selecionar a forma de pagamento, utilizando o dinheiro de saldo ou usando o cartão que você cadastrou no aplicativo. Mercado Pago permite pagamento por QR Code / Captura de tela: Canaltech PagBank - PagSeguro O PagBank é uma plataforma para pagamentos que foi cariada pelo grupo UOL e, além de permitir transações com cartões de crédito e débito online e fisicamente, permite que o usuário possua um saldo em conta e possa movimentá-lo. O aplicativo pode ser baixado na Play Store e na App Store. Para efetuar pagamentos de forma rápida e segura com a plataforma, você deve selecionar a opção “Aponte e Pag” no aplicativo PagBank e efetuar o escaneamento do QR Code. Feito isso, digite o valor que será pago e espere a transação ser concluída. Utilizando esta função, há a possibilidade de receber alguma porcentagem de cashback na sua compra. Cartões de crédito e débito contactless Para cartões de crédito ou débito com a função de pagamento contactless, é muito importante lembrar que há a restrição de três compras por dia. Além disto, para compras acima de R$ 50,00, as máquinas irão exigir que você digite a sua senha para validar a compra. É muito importante também ficar atento a fatura para controlar os gastos e verificar se houve cobrança duas vezes ou não, pois erros podem acontecer. Porém, o pagamento por aproximação é seguro e ainda pode ajudar na redução de utilização de dinheiro físico. O Nubank, por exemplo, oferece a opção de contactless para os cartões oferecidos pelo banco virtual. É importante lembrar que a função já vem habilitada e, caso você queira desabilitá-la, basta ir no aplicativo e escolher a opção “Configurar cartão”. Nesta aba, desabilite a função “Compras por aproximação”. Outros bancos, como o C6 Bank e o Banco Inter (para novos correntistas) também oferecem cartões com a tecnologia NFC para pagamento. O método de ativação da função e seu uso é semelhante ao Nubank. Agora você pode utilizar algumas destas opções para realizar pagamentos por aproximação com aplicativos NFC, QR Code ou até mesmo com cartões contactless, evitando, assim, a utilização de cédulas e moedas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Todos falam, mas poucos viram: confira imagens reais do coronavírus em ação Boletim oficial: COVID-19 leva a 57 óbitos e 2.433 infectados no Brasil SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió NASA destaca imagem do rastro luminoso de estrela que passou por um buraco negro Veja Mais

Rodrigo Maia critica pressão de investidores pelo fim do isolamento social

O Tempo - Política O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que falta previsibilidade ao governo e cobrou uma política sólida para que se possa adotar o isolamento vertical no país Veja Mais

Bolsas dos EUA fecham em direções mistas nesta quarta

G1 Economia Dow Jones subiu 2,4% e S&P 500 avançou 1,2%, mas Nasdaq caiu 0,5% no final da sessão. Bolsas dos EUA chegaram a abrir com queda nesta terça-feira (6), mas rapidamente voltaram para o território positivo Reuters Wall Street teve outra rara sessão positiva nesta quarta-feira (25), com índices registrando seu segundo dia consecutivo de ganhos em meio às expectativas do plano de estímulo do governo para combater a epidemia de coronavírus. O Dow Jones Industrial Average, que vinha caindo constantemente nas últimas semanas, subiu 2,4%, terminando com 21.200.55 pontos, após o aumento de 11,4% de terça-feira, que foi o melhor desempenho em um único dia desde 1933. O S&P 500 subiu 1,2%, fechando em 2.475,56. O Nasdaq caiu no final do dia, perdendo 0,5% para terminar em 7.384,30. A Casa Branca e o Senado anunciaram no início do dia um acordo sobre um pacote de resgate econômico de US$ 2 trilhões para fortalecer a economia dos EUA e ajudar milhões de americanos que sofrerão as consequências de uma economia paralisada pelo coronavírus. No entanto, até o fechamento das operações, a proposta ainda não havia sido votada, com e os legisladores democratas e republicanos expressando objeções a várias medidas incluídas no projeto. Veja Mais

Governo não vai interferir na política de teles contra inadimplentes

Governo não vai interferir na política de teles contra inadimplentes

Tecmundo O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) publicou uma nota em apoio às prestadoras de serviços de telecomunicações que solicitaram a não interferência estatal em suas políticas de desligamento de clientes por inadimplência.Essa foi a resposta dada pelo governo aos pedidos do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), da OAB-DF e do Intervozes, feitos no dia 23 deste mês. Os pedidos em questão defendiam que as operadoras não interrompessem o atendimento de clientes inadimplentes pelos próximos 90 dias, em razão da atual crise gerada pela pandemia de COVID-19.Leia mais... Veja Mais

Governo de São Paulo e Rappi criam ferramenta contra fake news sobre coronavírus

Governo de São Paulo e Rappi criam ferramenta contra fake news sobre coronavírus

canaltech Na última terça-feira (24), o Governo de São Paulo e o app de delivery Rappi anunciaram uma parceria para a criação de uma ferramenta contra a disseminação de fake news em relação ao novo coronavírus (SARS-CoV-2).  Trata-se do botão “Prevenção”, que estará disponível assim que você acessar a tela inicial do aplicativo da Rappi. Por meio dele, os usuários contarão com informações completas e confiáveis sobre as últimas medidas de segurança e orientações sobre a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Botão será representado por mãos sendo lavadas (Foto: Canaltech) Todo material disponibilizado, dividido em Guias, Cartilhas, Perguntas e Respostas, notícias e vídeos são produzidos pela Secretária Estadual de Saúde e pode ser acessado através do site oficial do Governo de São Paulo. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- “A iniciativa está em linha com a prioridade absoluta da Rappi, que é a segurança de todos, e com as demais ações que a companhia já vem adotando”, afirma Sergio Saraiva, presidente da Rappi no Brasil. Além da parceria com o Governo, a Rappi já disponibiliza o "entrega sem contato", para assegurar a segurança dos entregadores parceiros e usuários, bem como incentiva o pagamento digital (e não em dinheiro) e fornece itens de higienização e desinfetantes aos entregadores. iFood adere à entrega sem contato para evitar disseminação do coronavírus Google Assistente passa a ter integração com Nubank, iFood e Rappi O aplicativo Rappi está disponível para smartphones Android e iOS. Confira o vídeo de como evitar o novo coronavírus, produzido pelo Governo de São paulo:    Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: MELHOR OFERTA DO ANO | Pacote para conhecer a Disney em 2021 por R$ 999 em 12x Leve 2 e Pague 1 | Duas Smart TVs Samsung na oferta da semana Magalu Boletim oficial: COVID-19 leva a 57 óbitos e 2.433 infectados no Brasil SÓ R$ 499 | Pacotes 2021 para Porto de Galinhas, Fortaleza, Natal ou Maceió São Paulo em Quarentena | O que abre e fecha e o que você não pode fazer Veja Mais

Robô brasileiro pode atender infectados pela covid-19

Robô brasileiro pode atender infectados pela covid-19

Tecmundo Um robô que pode interagir com os pacientes contaminados pela covid-19 já está disponível para uso no Brasil. Ele pode auxiliar os profissionais da saúde no atendimento e contribuir para prevenir a contaminação pelo vírus.Desenvolvido pela empresa Alabia, o robô conta com a mesma tecnologia utilizada recentemente nos hospitais da China, país onde a doença surgiu e teve dezenas de milhares de infectados. Por lá, ele se mostrou bastante eficaz no combate à proliferação do novo coronavírus, de acordo com a companhia.Leia mais... Veja Mais