Meu Feed

Últimos dias

Ativado o radiotelescópio que ouvirá os primeiros sons do universo

Ativado o radiotelescópio que ouvirá os primeiros sons do universo

Tecmundo No início de janeiro deste ano, a sonda chinesa Chang'e-4 escreveu seu nome da história da exploração espacial ao pousar no lado oculto da Lua. Agora, chegou a vez da ativação do radiotelescópio holandês-chinês NCLE (sigla para Explorador de Baixa Frequência Holanda-China em inglês). As três antenas do dispositivo se desdobraram depois de um ano e meio no espaço.A demora foi causada pela Chang'e-4, que precisou da ajuda do satélite de comunicações que levou o NCLE ao espaço. Agora, o satélite foi destinado a ajudar o radiotelescópio, passando a transmitir dados de radioastronomia.Leia mais... Veja Mais

No mais...

Identificado lugar na Terra onde a vida não pode se desenvolver

Identificado lugar na Terra onde a vida não pode se desenvolver

Tecmundo Apesar de organismos vivos terem sido descobertos em todos os cantos do planeta – incluindo locais como as fumarolas no fundo dos oceanos e liberam calor, gases e compostos químicos, desertos superáridos, territórios congelados e lagos subterrâneos, por exemplo –, existe um lugar no qual, de acordo com um estudo conduzido por cientistas do Centro Nacional Francês de Pesquisas Científicas, a vida é incapaz de florescer.O ambiente incrivelmente inóspito onde seres vivos não conseguem se desenvolver – nem mesmo microrganismos extremófilos – se encontra em Dallol, na Etiópia, uma cratera de um vulcão que abriga uma grande quantidade de fontes geotermais que vertem águas superquentes, ácidas, salgadas e, claro, muito tóxicas situada na depressão de Danakil. A liberação de gases nocivos também é grande e, para você ter ideia, em algumas das poças, o pH chega a ser negativo!Leia mais... Veja Mais

IA confirma que metade de uma peça de Shakespeare não é dele

IA confirma que metade de uma peça de Shakespeare não é dele

Tecmundo John Fletcher é considerado um dos dramaturgos mais talentosos e influentes da literatura inglesa. A suspeita de que ele e Shakespeare haviam trabalhado juntos (pelo menos na tragédia Henrique VIII) surgiu em 1850 através do trabalho de James Spedding, escritor e editor da maior parte das obras de Francis Bacon.Ele (e outros, posteriormente) estudou as características da escrita de cada um e notou que algumas manias de Fletcher (como usar determinadas palavras em detrimento de outras) também apareciam em Henrique VIII. Exatamente o que cada um escreveu sempre foi um assunto controverso (sabe-se que outras duas peças foram resultado de parceria: Os dois nobres parentes e Cardenio – esta, considerada perdida).Leia mais... Veja Mais

Pesquisadores da USP criam minifígado funcional em impressora 3D

Pesquisadores da USP criam minifígado funcional em impressora 3D

Tecmundo Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) criaram um minifígado em impressora 3D utilizando amostras de sangue de três voluntários. O objeto é capaz de exercer as mesmas funções do órgão real, incluindo a produção de proteínas, a secreção e o armazenamento de substâncias, conforme descrito no artigo publicado na revista Biofabrication.Para a criação do fígado, os cientistas do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) combinaram diferentes técnicas de bioengenharia com bioimpressão 3D, permitindo que o tecido criado pela impressora mantivesse as funções hepáticas por mais tempo que o registrado em tentativas anteriores.Leia mais... Veja Mais

Rover submarino é a aposta da NASA para achar vida lá fora

Rover submarino é a aposta da NASA para achar vida lá fora

Tecmundo “No espaço, temos que usar a autonomia porque, uma vez lançado, não há como recuperar o robô. Na exploração dos oceanos, é fácil puxá-lo de volta e resolver o problema; no espaço, ele deve descobrir o que fazer por si só.” Ao falar com a National Geographic, o cientista planetário e astrobiólogo Kevin Hand referia-se ao BRUIE (acrônimo em inglês para Buyant Rover for Under-Ice Exploration), o pequeno rover da NASA que deverá explorar os oceanos gelados das luas do sistema solar em busca de vida.Hand e seu grupo de pesquisadores levarão, neste fim de ano, o pequeno BRUIE para a estação de pesquisa australiana de Casey, onde ele será testado nas águas glaciais da Antártida (o mais próximo que existe na Terra dos mares de uma lua extraterreste).Leia mais... Veja Mais

Inteligência artificial ajuda a descobrir novo geoglifo no Peru

Inteligência artificial ajuda a descobrir novo geoglifo no Peru

Tecmundo Uma inteligência artificial está ajudando cientistas do Japão na identificação de novos geoglifos nos Pampas de Nasca, localizados no Peru. A informação foi divulgada pelo The Verge e pela IBM nos últimos dias, revelando a descoberta de novas formas no relevo do local, datando entre 500 a.C. e 100 d.C.Geoglifos são grandes figuras no chão, em morros ou regiões planas feitas por sedimentos como pedras, cascalhos ou terra. São mais bem observados de cima, criando imagens que são estudadas pela arqueologia. No caso mais recente, os cientistas da Universidade de Yamagata, no Japão, publicaram um artigo na última sexta-feira (15) citando a descoberta de um novo geoglifo através de algoritmos e inteligência artificial. Ele é o 143º já revelado na região, e você pode conferir um pouco mais sobre ele no vídeo abaixo, publicado no canal da IBM Research no YouTube.Leia mais... Veja Mais

Cientistas criam chip ultra econômico para dispositivos sem fio

Cientistas criam chip ultra econômico para dispositivos sem fio

Tecmundo Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, desenvolveram um chip ultra econômico que vai ajudar a diminuir drasticamente a necessidade de substituir baterias em dispositivos IoT e vestíveis. Chamado de “receptor de ativação”, o novo chip será usado para ativar ou “acordar” os sistemas desses dispositivos somente quando uma real troca de informações estiver em curso. A inatividade mais eficiente, neste caso, permitirá uma maior economia de energia.Atualmente, os dispositivos ultra portáteis ativam todo o sistema para permitir a sincronização de dados baseados em períodos de tempo. Isso faz com que, em alguns momentos, o sistema seja ativado em vão, pois não há dados a serem sincronizados, e aí a energia foi gasta sem necessidade.Leia mais... Veja Mais

Satélite que criará chuva de meteoros artificiais será lançado em breve

Satélite que criará chuva de meteoros artificiais será lançado em breve

Tecmundo De acordo com a Rocket Lab, companhia aeroespacial de origem neozelandesa e norte-americana, no próximo dia 25, seu time lançará o Electron em órbita, um foguete de 2 estágios (com possibilidade de um 3º opcional) reutilizável em seu 10º voo. A bordo, o artefato transportará 7 satélites no total – entre dispositivos de comunicação, de rastreio de aeronaves e para a realização de estudos sobre novos materiais e poluição eletromagnética. Mas um dos satélites levados pelo Electron terá uma missão peculiar: criar uma chuva artificial de meteoros.Quem está por trás do projeto é a startup japonesa Astro Live Experience (ALE), e o satélite responsável pelo show celeste será o ALE-2. Esse dispositivo mede 60 x 60 x 80 centímetros, pesa por volta de 75 quilos e estará carregado com 400 esferas metálicas de apenas 1 centímetro de diâmetro – que serão liberadas na baixa órbita terrestre e queimarão em sua entrada na atmosfera, criando o efeito de estrelas cadentes.Leia mais... Veja Mais

Pequenos “girassóis” robóticos são capazes de absorver energia solar

Pequenos “girassóis” robóticos são capazes de absorver energia solar

Tecmundo Cientistas da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, desenvolveram “girassóis” artificiais que, tal como as plantas de verdade, reagem à luz e se voltam em direção à fonte emissora. Além disso, o dispositivo é equipado com um material capaz de absorver a radiação solar – o que significa que um dia poderemos ver campos “cultivados” com essa nova tecnologia para a geração de energia.Os girassóis artificiais medem menos de 1 milímetro de diâmetro e foram batizados pelos cientistas de SunBOTs. Na verdade, como você pode ver na imagem a seguir, eles se parecem mais com canudinhos do que com as belas e chamativas plantas que todos conhecemos. No entanto, o seu funcionamento é bastante parecido ao das flores.Leia mais... Veja Mais

Novo método faz com que nanocristais se organizem sozinhos

Novo método faz com que nanocristais se organizem sozinhos

Tecmundo Pense na dificuldade de se trabalhar com objetos extraordinariamente pequenos – tão minúsculos que a cabeça de um alfinete seria grande o suficiente para acomodar 5 bilhões deles. Pois um grupo de cientistas encontrou uma forma de fazer com que cubinhos diminutos se organizem sozinhos – de modo que eles se reúnam para compor formas definidas pelos pesquisadores e sem que haja necessidade de que sejam manipulados. Bruxaria?A equipe é liderada por Verner Håkonsen, da Universidade Tecnológica da Noruega, e os tais cubinhos consistem em nanocristais produzidos em laboratório. Já com relação a conseguir a proeza de controlar o comportamento desses objetos diminutos e fazer com que eles se juntem e formem estruturas sozinhos, os cientistas utilizam o magnetismo – e o bacana do método é que os cristaizinhos se organizam perfeitamente no formato que os pesquisadores definirem, contanto que sejam submetidos às condições certas.Leia mais... Veja Mais

Satélite feito por Brasil e China será lançado em dezembro

Satélite feito por Brasil e China será lançado em dezembro

Tecmundo O satélite Cbers-4A, desenvolvido por brasileiros em parceria com a China, chegou na base de lançamento de Taiyuan na última terça-feira (5) para finalmente se preparar para o lançamento. A informação foi dada pelo G1 e confirmou que o equipamento iniciará seus trabalhos em órbita a partir do dia 17 de dezembro.O Cbers-4A é desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial. Ele já é o sexto que será lançado ao espaço em parceria com a China — o anterior, Cbers-4, foi lançado em dezembro de 2014.Leia mais... Veja Mais

KLM cria solução sustentável com o uso de impressoras 3D

KLM cria solução sustentável com o uso de impressoras 3D

Tecmundo Com o compromisso de reduzir em 50% o desperdício de seus resíduos até 2030 produzindo menos sobras e aumentando a quantidade de materiais que podem ser reciclados, a companhia área KLM acaba de divulgar uma iniciativa de sustentabilidade pensando no alto consumo de filamento que a empresa utiliza através do uso de impressoras 3D para a confecção de ferramentas de manutenção para as suas aeronaves. A empresa começou a coletar as garrafas PET após todos os seus voos para transformar no material, que alimenta as impressoras 3D como se fossem as “tintas” de impressoras convencionais.Segundo a companhia, aproveitar as garrafas PET para a confecção de filamento, além de tornar o processo mais sustentável, auxilia na economia de tempo e dinheiro para a manutenção, já que a máquina necessita de 1,5 kg de filamento por dia, e com a iniciativa, o custo com o material caiu de 60 euros/kg para apenas 17 euros/kg. O material costumava ser comprado a partir de agentes externos, e , anualmente, toneladas de garrafas utilizadas após os voos do aeroporto Schiphol, em Amsterdã, passaram a ser enviadas para a empresa de reciclagem Morssinkhof Rymoplast e o fabricante de filamentos Reflowcom, com esta finalidade.Leia mais... Veja Mais

Ratos de laboratório aprendem a dirigir minicarros em estudo

Ratos de laboratório aprendem a dirigir minicarros em estudo

Tecmundo Pode até parecer que o vídeo que você verá a seguir consiste em um teste para uma possível versão live-action dos filmes de Stuart Little. Mas, na verdade, se trata de experimentos realizados por pesquisadores da Universidade de Richmond, nos EUA, que envolveram ensinar ratinhos de laboratório a dirigir minicarros para que suas habilidades cognitivas pudessem ser avaliadas. Assista ao pequeno motorista em ação:Leia mais... Veja Mais

Japão ajudará a NASA a construir estação espacial perto da Lua

Japão ajudará a NASA a construir estação espacial perto da Lua

Tecmundo Mesmo não financiando a construção da estação lunar Gateway, o Japão fornecerá equipamentos para a base em órbita da Lua que abrigará alojamentos, laboratórios e estações de ancoragem e acoplamento de naves de exploração tanto do satélite como de Marte. A notícia foi dada pelo Comitê de Política Espacial do Japão, ao anunciar que o país embarcou no programa de exploração lunar Artemis, da NASA.Por conta dos custos, o Japão contribuirá somente com tecnologia na construção do posto avançado na forma de sistemas de suporte à vida e computadores, entre outros equipamentos, além de ceder o HTV-X, seu transportador de carga de última geração, para enviar suprimentos ao Gateway a partir de 2025.Leia mais... Veja Mais

Companhia aérea do Japão tem robôs que viajam no lugar de humanos

Companhia aérea do Japão tem robôs que viajam no lugar de humanos

Tecmundo A companhia aérea japonesa All Nippon Airways lançou um novo e inusitado plano de viagens em desenvolvimento. A empresa vai colocar robôs de telepresença para viajar no lugar de passageiros humanos, inclusive para fazer visitas a pontos turísticos.A ideia não é eliminar totalmente as pessoas das aeronaves. Na verdade, o objetivo é permitir que pessoas com problemas de saúde e que estejam impossibilitadas de viajar consigam fazer "viagens dos sonhos", conhecer lugares do outro lado do mundo ou até participar de eventos como partidas esportivas, conferências e exposições.Leia mais... Veja Mais

NASA mostra o novo traje espacial da primeira mulher na Lua

NASA mostra o novo traje espacial da primeira mulher na Lua

Tecmundo Na última terça-feira, a NASA revelou novos protótipos de trajes espaciais que serão usados pela primeira mulher a caminhar na Lua.Num evento realizado no quartel-general da agência espacial em Washington, o chefe Jim Bridenstine e os engenheiros responsáveis pelo traje promoveram o "desfile" dos dois trajes espaciais de nova geração, especialmente desenhados pelo Programa Artemis com o objetivo de vestir o próximo casal a visitar a Lua em 2024.Leia mais... Veja Mais

Astrofísico brasileiro registra nascimento de estrelas

Astrofísico brasileiro registra nascimento de estrelas

Tecmundo Um grupo de astrofísicos liderado pelo mineiro Felipe Alves registrou recentemente o nascimento de duas estrelas. A imagem inédita foi realizada no rádio-observatório Atacama Large Millimeter Array (ALMA), localizado no Deserto do Atacama, no Chile.A fotografia em alta resolução mostra as "estrelas bebês" dentro de um "pretzel" de gás e poeira, encontradas na Nebulosa do Cachimbo, próximo ao centro da Via Láctea, na constelação Ophiuchus, que fica a 600 anos-luz do planeta Terra.Leia mais... Veja Mais

Vencedor do Nobel de Física 2019 ajudou a explicar a 'evolução do Universo'

Vencedor do Nobel de Física 2019 ajudou a explicar a 'evolução do Universo'

Tecmundo Tal como ocorre todos os anos, comitês da Academia Real das Ciências da Suécia concedem os prestigiosos prêmios Nobel – um dos mais importantes reconhecimentos concedidos a indivíduos ou instituições por suas descobertas, avanços e contribuições para a humanidade. Os anúncios dos vencedores deste ano estão ocorrendo nesta semana e já sabemos quem levou os de Medicina, Física e Química.Começando com o  Nobel de Física. O prêmio foi concedido a James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz, com Peebles recebendo o prêmio por suas pesquisas sobre a evolução e estrutura do Universo, e os outros dois, Mayor e Queloz, por serem os responsáveis pela descoberta do primeiro exoplaneta da História.Leia mais... Veja Mais

Sistema de WiFi pode identificar pessoas através de paredes

Sistema de WiFi pode identificar pessoas através de paredes

Tecmundo Se você nunca imaginou poder identificar quem está dentro de uma casa por meio de medições de energia, pode começar a pensar nisso como realidade porque é exatamente essa identificação de pessoas através de paredes que um novo sistema por meio de vídeo WiFi está fazendo.O XModal-ID já foi testado pela equipe de desenvolvimento e poderá auxiliar em ações de vigilância e segurança. A pesquisadora Yasamin Mostofi explica que a abordagem proposta é de possibilitar determinar se uma pessoa por trás de uma parede é a mesma captada em uma filmagem e, para isso, utilizam apenas um par de transceptores WiFi. “Essa abordagem utiliza apenas medições de energia recebidas de um link WiFi”, diz.Leia mais... Veja Mais

Planeta Nove pode ser, na verdade, um buraco negro primordial

Planeta Nove pode ser, na verdade, um buraco negro primordial

Tecmundo De um lado, a dupla Batygin e Brown, do Time Planeta Nove, até agora à frente do placar; do outro ldado, Scholtz e Unwin, do Time Buraco Negro Primordial, que, em um lance sensacional, mudou os rumos da partida. Quem ganhará a disputa para saber o que distorce as órbitas do que está além de Netuno?Os astrônomos Jakub Scholtz, da Universidade de Durham, e James Unwin, da Universidade de Illinois, publicaram em 24 de setembro um estudo sugerindo que o objeto misterioso que existe depois de Netuno seria um buraco negro primordial (PBH), formado não pelo colapso gravitacional de uma estrela, mas sim pela extrema densidade da matéria encontrada nos primórdios da expansão do universo.Leia mais... Veja Mais

Biomineração espacial começa a ser testada na ISS

Biomineração espacial começa a ser testada na ISS

Tecmundo Mineração espacial é tema de todo bom seriado de ficção científica. Um futuro real pode estar agora em um compartimento da Estação Espacial Internacional (ISS), onde repousam 18 reatores biominerais. Do tamanho de caixas de fósforos, os protótipos serão usados para estudar como organismos microscópicos podem ser usados para recuperar minerais e metais das rochas espaciais – o processo chamado de biomineração, já usado na Terra.O projeto BioRock, de astrobiólogos da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, levou uma década para ser desenvolvido. Em cada reator biomineral, foram postos pedaços de rocha de basalto imersos em soluções contendo bactérias. Os pesquisadores querem ver como a baixa gravidade afeta a capacidade das bactérias de extrair materiais como ferro, cálcio e magnésio das rochas no espaço.Leia mais... Veja Mais

Desenvolveram uma cerâmica maleável e resistente a trincas

Desenvolveram uma cerâmica maleável e resistente a trincas

Tecmundo As cerâmicas podem ser incrivelmente resistentes, além de ser excelentes isolantes térmicos, poderem ser usadas como isolantes ou condutores elétricos e apresentar alta resistência química. Mas, apesar de serem superversáteis, uma coisa que normalmente não associamos a elas é a maleabilidade. Entretanto, uma equipe de pesquisadores da Universidade Purdue, nos EUA, desenvolveu um processo capaz de tornar esse material mais flexível e durável.Os pesquisadores criaram um método chamado “sinterização flash”, que consiste na aplicação de uma corrente elétrica durante o processo de fabricação da cerâmica. Nos primeiros testes, realizados no ano passado, os cientistas conseguiram produzir amostras desse material tão maleáveis quanto alguns metais, mas observaram o surgimento de algumas trincas depois de colocar a cerâmica à prova.Leia mais... Veja Mais

Fato x Ficção: os erros e acertos de Ad Astra – Rumo às Estrelas

Fato x Ficção: os erros e acertos de Ad Astra – Rumo às Estrelas

Tecmundo Se você é fã de astronomia e exploração espacial e, de quebra, adora um cineminha e obras de ficção científica, então deve estar por dentro do lançamento de Ad Astra – Rumo às Estrelas, longa que acompanha a jornada do engenheiro espacial Roy McBride, interpretado por Brad Pitt, enquanto ele viaja através do Sistema Solar em busca de seu pai, Clifford McBride, vivido por Tommy Lee Jones, que desapareceu durante uma missão a Netuno.O filme promete muitas cenas de tirar o fôlego e sequências de bastante tensão, e os produtores consultaram astrônomos e outros cientistas – incluindo astronautas e o pessoal da NASA – para evitar gafes. Mas, até onde o que é mostrado em Ad Astra é cientificamente correto ou plausível e onde os roteiristas tomaram liberdades cinematográficas (por assim dizer) que foram um pouquinho longe demais? Um cinéfilo chamado Andy Howell – que, por sinal, é professor de Astrofísica na Universidade Rochester, nos EUA – analisou o longa e compartilhou seus pareceres com o pessoal do site Gizmodo, os quais você pode conferir a seguir. Ah... E vão rolar spoilers, então, fique avisado desde já!Leia mais... Veja Mais

UFG lançará 1ª graduação de Inteligência Artificial do Brasil

UFG lançará 1ª graduação de Inteligência Artificial do Brasil

Tecmundo Universidade Federal de Goiás (UFG) criou a primeira graduação de Inteligência Artificial do Brasil. O novo curso foi aprovado pelo conselho universitário da instituição de modo unânime recentemente, e terá suas atividades iniciadas em 2020. Nesse sentido, serão ofertadas 40 vagas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU), para as quais será possível fazer candidatura com uso das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).O bacharelado será conduzido em período integral pelo Instituto de Informática (INF) da UFG no Câmpus Samambaia, em Goiânia. Essa unidade é considerada referência nacional em ensino e pesquisa em Inteligência Artificial. Segundo o doutor Anderson Soares, professor do INF, esse tipo de abordagem costuma ser oferecido somente em nível de pós-graduação; agora poderá ser melhor explorado para atender à crescente necessidade de profissionais capacitados no país.Leia mais... Veja Mais

Cosmonautas russos voltarão a ter armas no kit de viagens espaciais

Cosmonautas russos voltarão a ter armas no kit de viagens espaciais

Tecmundo Pouca gente sabe, mas entre 1982 e até meados de 2007 as equipes de cosmonautas tinham uma arma em seu kit de emergência. Agora, a Rússia está testando um novo armamento para tomar o lugar da antiga pistola de três canos, especialmente criada para a missão espacial soviética. Segundo o chefe da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin, é hora de trazer de volta as armas, já que os lançamentos tripulados estão se deslocando para o Extremo Oriente russo.“É possível que desembarques também aconteçam em áreas escassamente povoadas, extensas florestas e estepes. A arma já está sendo testada e, em um ano e meio, provavelmente, será incorporada ao kit de emergência dos cosmonautas, que poderão usá-la tanto para se proteger de animais como para disparar sinalizadores”, disse Rogozin.Leia mais... Veja Mais

Astrônomos detectam estrela de nêutrons que desafia as Leis da Físicas

Astrônomos detectam estrela de nêutrons que desafia as Leis da Físicas

Tecmundo Os pulsares estão entre os astros mais densos – e estranhos – do Universo, mas cientistas do Observatório Green Bank, situado na Virginia, nos EUA, descobriram um que não só é bizarro, como, de acordo com os modelos, não deveria nem existir. O objeto, uma estrela de nêutrons batizada com a sigla J0740+6620, consiste no corpo dessa classe mais massivo já encontrado e é tão, tão denso que, segundo estimaram os astrônomos, ele se encontra no limite de entrar em colapso e se converter em um buraco negro.As estrelas massivas, com massas entre 8 e 30 vezes à do nosso Sol, quando chegam ao final de suas vidas, entram em colapso – formando os pulsares (ou estrelas de nêutrons) que, como mencionamos antes, são corpos ultradensos e massivos dotados de fortes campos magnéticos e que apesentam rápida rotação. Tipicamente, esses objetos contam massas equivalentes ou superiores à do nosso Sol concentrada em um espaço equivalente ao de uma cidade, então, imagine!Leia mais... Veja Mais

Avião ‘barrigudo’ da NASA leva cápsula Orion para testes nos EUA

Avião ‘barrigudo’ da NASA leva cápsula Orion para testes nos EUA

Tecmundo Na última segunda-feira (25), o avião cargueiro Super Guppy da NASA transportou a cápsula Orion para testes preliminares à missão lunar Artemis 1. O veículo partiu do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, para a Estação Plum Book, no estado de Ohio, onde mais de 1,5 mil pessoas aguardavam a sua chegada. O modelo, desenvolvido para transportar equipamentos de grande porte, chamou a atenção, devido a seu design excêntrico, que exibe uma espécie de “barriga” na parte superior.“Embora existam outras aeronaves capazes de suportar mais peso que o Super Guppy, muito poucas chegam perto de suas dimensões internas”, afirmou a NASA. O avião foi comprado pela agência espacial norte-americana em 1997, em substituição a outro modelo idêntico, que integrou sua frota por mais de três décadas.Leia mais... Veja Mais

Algoritmo ajuda a identificar transtornos mentais pela escrita

Algoritmo ajuda a identificar transtornos mentais pela escrita

Tecmundo Cientistas da Universidade Nacional de Pesquisa Nuclear da Rússia desenvolveram um novo método de análise da escrita que pode facilitar a detecção de transtornos mentais apenas verificando a caligrafia com a ajuda de um laser e um algoritmo. A novidade foi apresentada em um estudo publicado na revista Laser Physics Letters.De acordo com os físicos que participaram da pesquisa, algumas falhas na escrita à mão podem estar relacionadas, em muitos casos, a uma série de distúrbios neurológicos, incluindo problemas como autismo, déficit de atenção e hiperatividade, mal de Parkinson e Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC).Leia mais... Veja Mais

Mapeamento de lua de Saturno revela presença de material orgânico

Mapeamento de lua de Saturno revela presença de material orgânico

Tecmundo A partir de informações coletadas pela sonda Cassini, da NASA, cientistas da agência espacial norte-americana e da europeia, ESA, conseguiram criar o 1º mapa geológico global de Titã, a maior lua de Saturno, e identificar a existência de grandes quantidades de material orgânico no satélite. Você pode conferir o resultado do mapeamento a seguir, mas, embora o trabalho dos astrônomos seja notável, o importante é que a presença dessas substâncias reforça a esperança de que um dia sejam encontradas formas de vida por lá.O mapa que você acabou de ver foi produzido a partir de uma variedade de dados coletados pela Cassini ao longo da mais de 1 década que a sonda passou estudando Saturno e suas luas. No caso de Titã especificamente, o satélite é o segundo maior do Sistema Solar – vindo apenas depois de Ganimedes, de Júpiter – e o 9º maior astro da nossa vizinhança cósmica, tanto que passa (em tamanho e não em massa) de Mercúrio.Leia mais... Veja Mais

Loon vai levar internet via balões para região amazônica do Peru

Loon vai levar internet via balões para região amazônica do Peru

Tecmundo A Loon, empresa que usa balões para levar internet a locais remotos ou de difícil implementação de equipamentos de telecomunicação, anunciou a expansão de seus serviços na América Latina. O próximo local que receberá os balões da companhia é a região amazônica que pertence ao Peru.O anúncio aconteceu nesta quinta-feira (21), em uma parceria entre a Loon — que é da Alphabet, a mesma donda Google — e a Internet Para Todos Perú (IpT), uma organização focada em infraestrutura mobile rural. A expectativa é que os consumidores locais tenham acesso ao serviço pela operadora Telefónica a partir de 2020.Leia mais... Veja Mais

China lidera placar em lançamentos espaciais – e quer mais

China lidera placar em lançamentos espaciais – e quer mais

Tecmundo Que a corrida espacial agora tem a Ásia como grande arena de disputa, isso já não é novidade. Índia, Japão e China têm mostrado aos já veteranos EUA e Rússia que, mesmo com a União Europeia unindo esforços globais, o mundo precisa de um líder – e a China está ganhando a disputa.Este ano, a gigante comunista lançou ao espaço 27 missões orbitais, o que faz do país o que mais lançou foguetes no planeta, abrindo caminho para se tornar líder global na corrida pela exploração espacial. Isso inclui anunciar que, até 2050, seu programa espacial terá estabelecido uma zona econômica espacial, o que se concretizaria em uma grande estação espacial operando na órbita baixa da Terra.Leia mais... Veja Mais

Holograma com gostinho de Star Wars já é uma realidade [vídeo]

Holograma com gostinho de Star Wars já é uma realidade [vídeo]

Tecmundo Star Wars tem muitos elementos charmosos para o nosso imaginário futurístico, e, convenhamos, a utilização de hologramas com certeza é um deles. Uma reportagem do jornal The Guardian na última quarta-feira (13) mostrou que não estamos muito longe dessa tecnologia, já que cientistas da Inglaterra estão conseguindo criar imagens com som usando uma técnica próxima à dos filmes.O primeiro protótipo, que você pode conferir em detalhes no vídeo em inglês a seguir, usa uma bolinha que cria imagens dentro de um cubo de ar percorrendo o espaço em altíssima velocidade. Ela pode chegar a 32,2 quilômetros por hora, e as cores acionadas por LED dão um efeito especial para a forma percorrida.Leia mais... Veja Mais

Russos querem novo módulo na Estação Espacial Internacional

Russos querem novo módulo na Estação Espacial Internacional

Tecmundo A Estação Espacial Internacional pode ganhar um novo módulo em breve, com espaço para a prática de esportes e a realização de pesquisa médica. A ideia foi dada pelo Instituto de Problemas Biomédicos da Academia Russa de Ciências (IBMP RAS, na sigla em inglês), de acordo com o site Space Daily.No momento, todos os equipamentos de ginástica do segmento russo da EEI estão localizados no módulo Zvezda, onde também há banheiro, mesa para jantar e o controle central, além das cabines para dormir. Com a novidade, haveria mais espaço e conforto para a tripulação, assim como maior possibilidade de monitorar a saúde deles.Leia mais... Veja Mais

Hotel espacial está em desenvolvimento e pode ser lançado em 2025

Hotel espacial está em desenvolvimento e pode ser lançado em 2025

Tecmundo Faz tempo que se fala em turismo espacial e em levar civis para visitar o espaço. Mas você sabia que existe uma companhia privada trabalhando no desenvolvimento do 1º “hotel” que ficará em órbita ao redor do planeta – e que inclusive já foi definida uma data para o seu lançamento? Trata-se da Von Braun Rotating Space Station, uma estação espacial que contará com gravidade artificial e oferecerá quartos tanto para cientistas como para visitantes interessados em ver o mundo a partir de um novo ângulo.Quem está por trás do desenvolvimento do hotel é a startup Gateway Foundation, e Timothy Alatorre, o arquiteto líder do projeto, explicou que o hotel consistirá em uma estação espacial modular composta por 2 anéis concêntricos que ficarão em rotação e oferecerão uma força gravitacional equivalente a 1 sexto da gravidade terrestre.Leia mais... Veja Mais

Brasileira cria filtro de água sustentável e é premiada pela ONU

Brasileira cria filtro de água sustentável e é premiada pela ONU

Tecmundo A criação de um filtro que purifica a água usando a luz solar rendeu à empreendedora Anna Luisa Beserra o prêmio Jovens Campeões da Terra, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU). É a primeira vez que uma brasileira vence a principal premiação ambiental do planeta para jovens entre 18 e 30 anos de idade.Batizado de Aqualuz, o projeto começou a ser criado quando ela tinha 15 anos e viu um cartaz do Prêmio Jovem Cientista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A ideia era criar algo para acabar com o problema da água contaminada no semiárido.Leia mais... Veja Mais

Foi prejudicado no Enem? Solicite uma reaplicação da prova pela internet

Foi prejudicado no Enem? Solicite uma reaplicação da prova pela internet

Tecmundo Este ano, estudantes que estão participando do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se sentiram prejudicados pela logística ou por situações adversas poderão solicitar a reaplicação da prova pela internet."Caso você tenha se sentido prejudicado com relação à logística da aplicação do exame no primeiro dia, compareça no segundo dia e registre sua reclamação na Página do Participante a partir do dia 11 de novembro.", orienta Patrícia Onório, coordenadora de Procedimentos de Aplicação do Inep.Leia mais... Veja Mais

Nova pele artificial confere sensações a dispositivos eletrônicos

Nova pele artificial confere sensações a dispositivos eletrônicos

Tecmundo Um time de cientistas desenvolveu uma nova pele artificial que permite que aparelhos eletrônicos como celulares, dispositivos usáveis, computadores e próteses detectem sensações e identifiquem gestos, movimentos e ações como carícias, cócegas e beliscões através do toque. Veja no vídeo a seguir – e se prepare, pois, a aparência da pele sintética é ligeiramente perturbadora! Assista à demonstração:Leia mais... Veja Mais

Snowden diz vasculhou CIA em busca de provas de ETs — e não achou nada

Snowden diz vasculhou CIA em busca de provas de ETs — e não achou nada

Tecmundo Edward Snowden, o ex-analista e administrador de redes da CIA que se tornou chave em denúncias sobre quebra de privacidade nos Estados Unidos e até no Brasil, fez novas revelações sobre o governo dos EUA. Além disso, ele ainda deu uma resposta sobre uma pergunta bastante comum entre teorias da conspiração: afinal, nós já fomos visitados ou contatados por alienígenas?"Para registro, até onde eu sei, alienígenas nunca contataram a Terra, ou ao menos nunca fizeram isso por meio da inteligência dos Estados Unidos", diz Snowden. Ele ainda fala sobre o pouso do homem na Lua, ainda questionado por muita gente. "E, em caso de você estar se perguntando: sim, o ser humano realmente foi para a Lua. As mudanças climáticas são reais. Chemtrails não existem", explica.Leia mais... Veja Mais

Astrofotógrafo cria imagem da Lua a partir de 48 mil fotografias

Astrofotógrafo cria imagem da Lua a partir de 48 mil fotografias

Tecmundo O astrofotógrafo Andrew McCarthy especializou-se em fotografar a Lua, não apenas registrando em detalhes o satélite como captando efeitos, como a Lua Vermelha. Desta vez, ele fotografou a primeira lua do outono no hemisfério norte, unindo cerca de 48 mil imagens de 16 megapixels cada.McCarthy usou dois telescópios e uma câmera para captar cerca de 1,5 TB em imagens, combinadas posteriormente; o resultado foi um retrato da Lua de 110 megapixels, que mostra em detalhes a superfície coberta de crateras do satélite.Leia mais... Veja Mais

Pesquisa tenta entender o funcionamento do cérebro no espaço

Pesquisa tenta entender o funcionamento do cérebro no espaço

Tecmundo Para descobrir quais são os efeitos da ausência de gravidade nas nossas mentes, a professora do Departamento de Psicologia da Universidade de Londres, Elisa Raffaella Ferrè, está trabalhando em uma pesquisa em "vôo de gravidade zero". O objetivo é poder oferecer uma análise sobre como o nosso cérebro se comporta e reage nas condições extremas do espaço.Apesar de já se saber que o corpo humano pode sofrer diversos problemas musculares, Ferrè diz ser importante entender como a falta de peso altera a forma como nós interagimos com o ambiente. Para isso, seria necessário estar na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), ou participar dos voos que simular a ausência de gravidade.Leia mais... Veja Mais

Agência chinesa revela imagem da nave que explorará Marte em 2020

Agência chinesa revela imagem da nave que explorará Marte em 2020

Tecmundo A Agência Espacial Chinesa mostrou ao mundo a primeira foto da sua nave que será lançada com destino a Marte em 2020, em uma viagem com previsão de duração de sete meses. A missão, em fase final de desenvolvimento, terá três importantes tarefas a cumprir, entre as quais examinar a atmosfera marciana.Na imagem divulgada pelo site CGTN não é possível ver maiores detalhes, apenas a nave em uma espécie de casulo. Mas autoridades locais já informaram que a missão engloba um rover para exploração do solo e uma sonda orbital, além do módulo de pouso.Leia mais... Veja Mais

Nobel de Física não acredita que humanos colonizarão exoplanetas

Nobel de Física não acredita que humanos colonizarão exoplanetas

Tecmundo Conforme noticiamos na semana passada, os comitês da Real Academia Sueca de Ciências anunciaram os vencedores de alguns dos prêmios Nobel deste ano. Entre os laureados em Física, está Michel Mayor, cientista que, em 1995 e em parceria com Didier Queloz, descobriu o 1º exoplaneta da História – o chamado 51 Pegasi b. Este se trata de um planeta gasoso que se encontra a 50 anos-luz de distância de nós, na Constelação de Pégaso.Pois Mayor comentou nesta semana que não acredita que a humanidade algum dia venha a colonizar um planeta de outro sistema planetário. Aliás, o astrofísico tachou a ideia de maluca!Leia mais... Veja Mais

Astronautas ficam 7 horas no espaço, fora da Estação Espacial

Astronautas ficam 7 horas no espaço, fora da Estação Espacial

Tecmundo No último domingo (06), dois astronautas fizeram uma caminhada de 7 horas ao redor da Estação Espacial Internacional. A jornada teve como principal objetivo trocar baterias que estavam do outro lado da estrutura. Desta forma, Christina Koch e Andrew Morgan fizeram a primeira de uma série de cinco trajetórias desta natureza previstas para ocorrer no espaço durante o mês de outubro.A dupla foi bem sucedida em instalar baterias de íons de lítio para atualizar os sistemas de energia da estação, que acabou 15h40 (horário de Brasília) de domingo. Com este movimento, será possível contar com uma nova forma de armazenamento de energia, por meio de captação dos painéis solares do local quando estes não estiverem recebendo luz direta do Sol.Leia mais... Veja Mais

PS5 tem detalhes revelados, “desfragmentação” do Android – Hoje no TecMundo

PS5 tem detalhes revelados, “desfragmentação” do Android – Hoje no TecMundo

Tecmundo No programa de hoje, temos novidades reveladas oficialmente pela Sony acerca do PS5, a possibilidade de a Oi ser repartida entre as três principais concorrentes e também a Google tentando padronizar o Android. A Gigante das Buscas só vai liberar licenças do Robô se as fabricantes usarem a versão 10 e também vai buscar fazer com que todo mundo use o mesmo padrão de carregamento rápido. Tem ainda algumas novidades sobre o Brasil.Leia mais... Veja Mais

Bioplástico de seda de aranhas e madeira vira alternativa ao plástico comum

Bioplástico de seda de aranhas e madeira vira alternativa ao plástico comum

Tecmundo Pesquisadores da Universidade Aalto e do Centro de Pesquisas Tecnológicas VTT, ambos situados na Finlândia, estão trabalhando no desenvolvimento de uma alterativa para, no futuro, substituir os plásticos produzidos a partir do petróleo ou carbono. Trata-se de um novo material feito de uma mistura de seda de aranhas e fibras de madeira que, além de ser extensível e tão ou mais forte do que os plásticos tradicionais, é completamente biodegradável.O material consiste em um biopolímero híbrido composto por fibras de celulose – obtidas a partir da madeira de bétula – e fibras proteicas sintéticas semelhantes às encontradas nas sedas que compõem as teias de aranhas. Na realidade, como o sequenciamento genético dessa fibra já foi realizado, os cientistas finlandeses conseguiram reproduzir uma seda idêntica à produzida pelos aracnídeos em laboratório, o que significa que nenhum desses animais foi usado como doador de teias durante os experimentos.Leia mais... Veja Mais

Startup espacial testa com sucesso propulsor à base de água

Startup espacial testa com sucesso propulsor à base de água

Tecmundo Quando a Agência Espacial Europeia (ESA) começou a buscar projetos para acampamentos na Lua, um dos requisitos era que fossem especificados os meios de transformar a água achada no satélite em combustível. Esse problema já foi resolvido pela Momentus, uma startup do Vale do Silício que está trabalhando (e com sucesso) em um sistema de propulsão a plasma de água.Desde julho, o cubeset El Camino Real realiza testes na órbita da Terra e, nos próximos meses, a Momentus planeja continuar disparando o propulsor de plasma de água em manobras da nave no espaço. A missão vai também por à prova outros sistemas, como software de voo, sensores de atitude e sistema de energia.Leia mais... Veja Mais

Simulação da NASA mostra buraco negro engolindo matéria e luz

Simulação da NASA mostra buraco negro engolindo matéria e luz

Tecmundo Esta semana, a NASA divulgou uma nova lustração mostrando com mais nitidez como é um buraco negro. Segundo o astrofísico Jeremy Schnmittman, autor da simulação, ela mostra como a matéria capturada, como gás, poeira e até luz, se concentra ao redor do horizonte de eventos do fenômeno, formando um alo extremamente quente e fino.Próximo do buraco negro, o material orbita quase à velocidade da luz, enquanto nas partes externas ele gira mais lentamente. Essa diferença é responsável por produzir faixas claras e escuras, como as vistas na imagem.Leia mais... Veja Mais

Galáxias estão morrendo pelo cosmos – e ninguém sabe a razão

Galáxias estão morrendo pelo cosmos – e ninguém sabe a razão

Tecmundo Levantamentos apontaram que galáxias distantes, situadas em regiões extremas do cosmos, estão morrendo – sua existência lentamente desaparecendo do Universo, e ninguém sabe dizer o porquê. Mais especificamente, essas estruturas cósmicas se encontram presas no tempo e, pouco a pouco, as estrelas que as compõem estão se apagando ou entrando em colapso através de eventos violentos e explosivos conhecidos como “supernova”, arrastando as galáxias à morte, em vez de gerar a formação de novas estrelas. Poético? Que nada! Os cientistas andam muito intrigados com o que vem acontecendo e um time iniciou uma porção de trabalhos para tentar descobrir o que está por trás desse misterioso fenômeno.De acordo com o que explicaram os cientistas, as galáxias não estão morrendo assim, de uma hora para outra. É a formação de novas estrelas que vem sendo afetada por fatores que os pesquisadores desconhecem ainda. Assim, uma equipe – liderada pelo astrofísico Toby Brown, da Universidade McMaster, de Ontário, no Canadá – começou a investigar uma região conhecida como Aglomerado de Virgem e que serve de lar para mais de 1,3 mil galáxias, e a ideia inicial do grupo é a de investigar se o fenômeno de mortes inexplicáveis também está acontecendo por lá e, se sim, entender o que o está causando.Leia mais... Veja Mais

NASA testa tecnologia para aumentar resistência de eletrônicos no espaço

NASA testa tecnologia para aumentar resistência de eletrônicos no espaço

Tecmundo Como você deve saber, as missões espaciais não vão equipadas com eletrônicos convencionais, desses que tipicamente podemos adquirir em lojas aqui na Terra, uma vez que os aparelhos não resistiriam à radiação e aos rigores do espaço. Os dispositivos precisam ser projetados especialmente para as funções que vão exercer e receber blindagem para não sucumbirem à radiação, o que, além de ter custo elevado, torna a criação de eletrônicos mais lenta e resulta no surgimento de tecnologias que não são necessariamente de ponta.No entanto, um time de cientistas da NASA vem realizando testes com transistores a vácuo em nanoescala que podem ajudar no surgimento de dispositivos eletrônicos mais tecnologicamente avançados, eficazes e estáveis para a participação em missões espaciais – e, claro, capazes de sobreviver às duras condições do espaço.Leia mais... Veja Mais

Europa lançará satélites com inteligência artificial na órbita da Terra

Europa lançará satélites com inteligência artificial na órbita da Terra

Tecmundo Em breve, a Agência Espacial Europeia (ESA) deverá lançar em órbita uma dupla de satélites em miniatura conhecidos como CubeSats para estudar o nosso planeta e a novidade é que os equipamentos levarão a bordo um sistema de inteligência artificial batizado de PhiSat – ou ?-Sat. A iniciativa faz parte da missão FSSCat, proposta pela Universitat Politècnica de Catalunya, na Espanha, foi desenvolvida por um consórcio europeu e a IA terá como tarefa tornar o envio dos dados coletados à Terra mais eficiente e rápido.Os CubeSats têm tamanho equivalente ao de uma caixa de sapato e, além de levar o sistema de inteligência artificial a bordo, contarão com uma câmera hiperespectral e instrumentos de micro-ondas, além de dispositivos para a realização de experimentos em órbita e testes relacionados com a tecnologia de comunicação entre satélites.Leia mais... Veja Mais

Hambúrguer de 'carne sem carne' chega a mercados amanhã

Hambúrguer de 'carne sem carne' chega a mercados amanhã

Tecmundo A empresa Impossible Foods, que desenvolve carne com base em vegetais, começará a vender em mercados o seu produto a partir de amanhã, 20. Atualmente, só é possível consumir os hambúrgueres sem carne feitos pela startup por meio de lanchonetes e restaurantes parceiros da firma.O sul da Califórnia será o primeiro lugar em que os consumidores poderão comprar o Impossible Burguer fora de um lanche. A carne vegetal estará disponível nas 27 unidades da rede Gelson's. O produto poderá ser adquirido em pacotes custando US$ 8,99, mas o mercado disse que vai limitar a compra para 10 unidades por cliente.Leia mais... Veja Mais

Descobertos sinais da existência de uma 5ª força da natureza

Descobertos sinais da existência de uma 5ª força da natureza

Tecmundo De acordo com um estudo recém-publicado por cientistas do Instituto de Pesquisas Nucleares da Hungria, o time encontrou evidências da existência de uma 5ª força fundamental da natureza – uma além das 4 já conhecidas, ou seja, a gravidade, o eletromagnetismo, a força nuclear forte e a força nuclear fraca. A pesquisa ainda precisa passar pelo exigente crivo da comunidade científica, mas, se os físicos húngaros estiverem certos, sua descoberta pode ter consequências dramáticas e mudar o nosso entendimento sobre o Universo.Na realidade, cientistas do mesmo instituto anunciaram há alguns anos que tinham encontrado vestígios de uma 5ª força de interação ao estudar a degradação de um isótopo radioativo – o berílio-8. Na ocasião, os pesquisadores conduziram experimentos para observar como o isótopo emitia luz conforme se decompunha, mas, no lugar de o elemento se comportar como esperado, algo bem estranho ocorreu durante os testes.Leia mais... Veja Mais

Equipe Red Bull F1 mostra como fazer pit stop em gravidade zero

Equipe Red Bull F1 mostra como fazer pit stop em gravidade zero

Tecmundo Depois de bater o recorde de pit stop mais rápido da história da Fórmula 1 três vezes em 2019, a equipe Red Bull resolveu buscar um novo desafio. Para mostrar que seus mecânicos são realmente bons de serviço, ela levou alguns deles para trocar pneus em gravidade zero, em parceria com a agência espacial Roscosmos, no Centro de Treinamentos Yuri Gagarin, em Star City, na Rússia.O desafio aconteceu no interior do avião de treinamentos Ilyushin II-76K, que simula a experiência da ausência de gravidade por pouco mais de 20 segundos enquanto voa em queda livre, despencando de uma altura de 10 mil metros em um ângulo de 45 graus. Além do carro, um RB1 de 2005, estavam na aeronave 16 mecânicos.Leia mais... Veja Mais

Pele artificial recria contato físico em realidade virtual

Pele artificial recria contato físico em realidade virtual

Tecmundo Um grupo de cientistas da Universidade Northwestern está trabalhando no desenvolvimento de uma "pele artificial" que permite recriar contato físico em realidade virtual. Com a tecnologia, é possível dar abraços e realizar outras interações em ambientes digitais. Em tese, é algo parecido com o que vemos no filme Jogador N° 1, de Steven Spielberg.O tecido é feito de um material especial flexível que pode ser colocado no corpo e gera vibrações na pele para simular reações táteis. O dispositivo que está sendo testado atualmente tem cerca de seis polegadas, funciona sem fio e possui 32 sensores para recriar o toque de forma digital.Leia mais... Veja Mais

Startup financiada por Bill Gates quer aprimorar energia solar com IA

Startup financiada por Bill Gates quer aprimorar energia solar com IA

Tecmundo Financiados por Bill Gates e outra série de investidores interessados, a Heliogen, startup composta por cientistas e engenheiros do MIT, Caltech e outras instituições renomadas, pretende mudar o cenário de produção de energia elétrica com inteligência artificial.O projeto, contudo, é um pouco diferente do que conhecemos como energia solar. Neste caso, os raios solares captados pelos painéis são direcionados a sais que precisam ser fundidos e que geram vapor, assim, movendo turbinas e resultando em energia elétrica.Leia mais... Veja Mais

Sonda japonesa inicia retorno à Terra com amostra de asteroide

Sonda japonesa inicia retorno à Terra com amostra de asteroide

Tecmundo Depois de percorrer 300 milhões de quilômetros até chegar ao asteroide Ryugu para uma missão exploratória, a sonda espacial japonesa Hayabusa-2 iniciou na última quarta-feira (13) as manobras de regresso à Terra. A previsão é de que, se tudo correr como esperado, o artefato pouse no nosso planeta em algum momento no final do ano que vem – e tomara que tudo dê certo mesmo, pois a pequena nave está trazendo uma “carga” muito especial na bagagem.Durante a sua missão, a Hayabusa-2 coletou amostras de matéria orgânica e carbono do Ryugu – e é esse valioso material que a sonda japonesa está transportando. Esta, aliás, é a 1ª vez na História que um artefato não tripulado fabricado pela humanidade empreende a façanha de ir até um astro distante para a realização de levantamentos e retornar ao nosso planeta com um “pedacinho” para análise.Leia mais... Veja Mais

NASA apresenta fotos do 'quarto' dos astronautas na nave Orion

NASA apresenta fotos do 'quarto' dos astronautas na nave Orion

Tecmundo A NASA mostrou novas imagens da nave Orion, que vai levar astronautas à Lua na próxima década, desta vez apresentando o local que funcionará como quarto dos tripulantes durante a viagem. As fotos, divulgadas no perfil oficial da Orion no Twitter, revelam a parte do interior da sonda onde ficarão os sacos de dormir.Desenvolvidos para acomodar pessoas de praticamente qualquer porte físico, os sacos de dormir da espaçonave ficam presos nas paredes e contam com orifícios para os braços que possibilitam aos astronautas segurar diferentes tipos de objetos enquanto estão deitados, como um tablet, por exemplo.Leia mais... Veja Mais

'Robô-drone' já troca lâmpadas e inspeciona arranha-céus

'Robô-drone' já troca lâmpadas e inspeciona arranha-céus

Tecmundo Drones são usados para realizar tarefas perigosas para seres humanos, mas eles têm limitações, principalmente tácteis. Inspecionar as fachadas de arranha-céus revestidos de vidro e trocar lâmpadas estão entre elas.Para isso, uma equipe do Instituto de Automação Shenyang (SIA, sigla em inglês) da Academia Chinesa de Ciências criou um drone capaz de avaliar as condições dos painés de vidro e até trocar uma lâmpada. Ele usa uma matriz de sensores de pressão, presa na extremidade de um braço mecânico articulado. Ao pressionar cada painel, o sensor registra se há folgas na instalação do vidro, entre outras coisas.Leia mais... Veja Mais

Possibilidade de Universo ser esférico gera crise cosmológica

Possibilidade de Universo ser esférico gera crise cosmológica

Tecmundo De acordo com o modelo convencional, o Universo consiste em uma estrutura plana que está se expandindo em todas as direções desde o seu nascimento, por ocasião do Big Bang, há mais de 13 bilhões de anos. No entanto, dados coletados pela Agência Espacial Europeia (ESA) sugerem que, apesar do que apontam os padrões, as observações e as Leis da Física, o cosmos pode ser esférico – e isso está causando uma verdadeira crise cosmológica.Os dados que vêm gerando discórdia entre os cientistas foram coletados pelo telescópio espacial Planck, da ESA, cuja missão é a de estudar a radiação cósmica de fundo em micro-ondas – que consiste no remanescente da radiação presente no Universo cerca de 380 mil anos depois de o Big Bang acontecer, ou seja, quando o cosmos era apenas um mero bebê.Leia mais... Veja Mais

Startup aposta na proximidade com paciente para tratar tuberculose

Startup aposta na proximidade com paciente para tratar tuberculose

Tecmundo A tuberculose é uma das dez principais causas de morte no mundo, matando cerca de 1,6 milhão de pessoas por ano. O estigma e a adesão a um regime de tratamento ainda tornam essa doença extremamente infecciosa em um grande risco. Para tratar a tuberculose o paciente deve tomar quatro antimicrobianos por pelo menos seis meses. Mas sem supervisão e apoio, muitos pacientes com tuberculose não terminam seus medicamentos.Pensando nisso uma startup israelense chamada Keheala desenvolveu uma solução de "baixa tecnologia" para ajudar a motivar a adesão ao tratamento e levar os pacientes a tomar seus medicamentos. Com recursos básicos de celulares - como SMS ou texto - e estratégias de ciência comportamental para uma plataforma baseada no USSD (dados de serviços suplementares não estruturados).Leia mais... Veja Mais

Cientistas propõem método para detectar buracos de minhoca

Cientistas propõem método para detectar buracos de minhoca

Tecmundo Um anúncio feito por uma dupla de físicos pode abrir a temporada de caça aos buracos de minhoca – passagens presentes no cosmos que, pelo menos teoricamente, conectariam locais distantes do cosmos, potencialmente encurtando viagens espaciais, e até a universos paralelos. Isso porque os cientistas pensaram em um método para detectar esses portais cósmicos e, se eles existirem de verdade, pode que agora possamos encontrá-los.Embora sejam possíveis na teoria, jamais ninguém conseguiu provar que os buracos de minhoca realmente existem. Entretanto, de acordo com a dupla formada pelos físicos Dejan Stojkovic, da Universidade de Buffalo, nos EUA, e De-Chang Dai, da Universidade de Yangzhou, na China, se esses portais cósmicos estiverem mesmo por aí, deve haver algum tipo de interferência provocada por eles que possa ser detectada.Leia mais... Veja Mais

Nave americana volta do espaço após 780 dias em missão misteriosa

Nave americana volta do espaço após 780 dias em missão misteriosa

Tecmundo Uma nave não tripulada da aeronáutica dos Estados Unidos bateu seu próprio recorde de tempo em órbita no planeta Terra. Chamada de X-37B, a nave voltou ao planeta depois de 780 dias, bateu sua própria marca anterior, de mais de dois anos no espaço.Ninguém sabe exatamente o propósito das viagens feitas pela espaçonave X-37-B, algo que a torna muito misteriosa e centro de teorias da internet, mas a Força Aérea dos Estados Unidos vem fazendo testes com ela desde dezembro de 2010. De acordo com a secretária da Força Aérea, Barbara Barrett, a X-37B continua demonstrando a importância de uma nave espacial que pode ser usada várias vezes.Leia mais... Veja Mais

Tatuagem eletrônica é feita com spray e leva dois minutos para secar

Tatuagem eletrônica é feita com spray e leva dois minutos para secar

Tecmundo Uma tatuagem em spray, que seca em dois minutos e contém circuitos eletrônicos flexíveis e sensíveis aos sinais vitais transmitidos pela pele – esse é o próximo passo dentro da tecnologia de biossensores, desenvolvido por engenheiros elétricos da Universidade Duke, nos EUA."Quando as pessoas ouvem a expressão 'eletrônica impressa', a expectativa é que o projeto seja enviado para uma impressora para se tornar real. Ao longo dos anos, pesquisas prometeram 'eletrônicos totalmente impressos', mas a realidade é que o processo envolvia retirar a amostra várias vezes para assá-la, lavá-la ou aplicar materiais de revestimento nela. A nossa é a primeira em que a realidade corresponde à percepção do público”, explica um dos autores do projeto, o professor de Engenharia Elétrica Aaron Franklin.Leia mais... Veja Mais

SpaceX quer aprovação para lançar mais 30 mil satélites

SpaceX quer aprovação para lançar mais 30 mil satélites

Tecmundo A visão dos 60 satélites StarLink da SpaceX cortando os céus de Leiden, na Holanda, em maio, já havia acendido a luz amarela dentro da comunidade astronômica. Depois de aprovado seu pedido de 12 mil satélites, agora a empresa quer autorização para mais 30 mil. A requisição, feita à Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, sigla em inglês) foi apresentada à União Internacional das Telecomunicações (ITU, sigla em inglês), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) que aloca espectro global e órbitas de satélite.Satélites de comunicação, maiores que os StarLinks, são lançados em órbitas geossíncronas altas e fixas (36 mil km acima da linha do Equador). Os satélites em baixa órbita terrestre (como os da SpaceX) operariam na órbita inferior da Terra, em altitudes entre 328 a 580 quilômetros e, por isso, serão vistos como aqueles nos céus holandeses, em maio.Leia mais... Veja Mais

Satélites da Virgin Orbit poderão estar em Marte a partir de 2022

Satélites da Virgin Orbit poderão estar em Marte a partir de 2022

Tecmundo A missão InSight da NASA despertou a atenção de todo mundo, mas especialmente de uma pessoa em particular: Richard Branson. O que ele tem de especial é uma empresa que, juntamente com a Space X, tem ambições comerciais em relação à Marte. A InSight inspirou a equipe da Virgin Orbit a projetar o envio de pelo menos três missões ao planeta vermelho ao longo da próxima década, a partir de 2022.Para a empreitada, a Virgin Orbit trouxe a bordo uma dúzia de universidades e mais um fabricante de satélites (a SatRevolution), todos poloneses. Como meta, tornar-se a primeira empresa comercial a enviar um dispositivo ao espaço profundo. A honra de ser a primeira foi da NASA, com os dois cubesats Wall-E e Eve, que viajaram com a sonda InSight até Marte. Ao chegarem ao planeta, a InSight desceu até a superfície marciana, enquanto os dois satélites retransmitiam os sinais da sonda de volta para a Terra. Leia mais... Veja Mais

'Mercúrio retrógrado apenas é uma ilusão de ótica', diz cientista

'Mercúrio retrógrado apenas é uma ilusão de ótica', diz cientista

Tecmundo Mercúrio retrógrado é um termo utilizado pela astrologia como explicação para quando as coisas não estão indo bem. Porém, o fenômeno é muito conhecido pela ciência e, de acordo com pesquisadores, não tem nenhuma relação com a vida na Terra, como destaca Rebecca Smethurst. A astrofísica da Universidade de Oxford conversou com a BBC e explicou o que realmente ocorre."Mercúrio retrógrado é uma definição científica real, que descreve o que acontece quando esse planeta parece estar se movendo para trás, da perspectiva da Terra", disse a cientista. "Mas não é assim. É simplesmente uma ilusão de ótica que ocorre porque o observamos da Terra", complemente Smethurst.Leia mais... Veja Mais

Primeiro astronauta a “andar” no espaço morre aos 85 anos

Primeiro astronauta a “andar” no espaço morre aos 85 anos

Tecmundo Nesta sexta-feira (11), Alexei Leonov, o primeiro astronauta a sair de uma espaçonave e entrar em contato direto com o espaço, morreu na Rússia. Leonov conseguiu o feito histórico no dia 18 de março de 1965, em uma atitude de extrema coragem, já que os cientistas não sabiam ao certo quais riscos ele estava correndo.Em sua missão, denominada Vuskhod 2, Leonov passou por períodos de adrenalina quando seu traje se expandiu, mantendo-o preso por 12 minutos dentro da cápsula que o levou ao espaço. Para se soltar, ele precisou liberar a pressão do traje. Foram minutos de tensão que, felizmente, não acabaram em um desastre.Leia mais... Veja Mais

Acidente nuclear na Rússia em 2017 foi ocultado, dizem cientistas

Acidente nuclear na Rússia em 2017 foi ocultado, dizem cientistas

Tecmundo Um acidente nuclear não revelado pelas autoridades pode ter acontecido na Rússia em 2017. A afirmação é de um grupo de cientistas intitulado "‘Ring of 5" (algo como "círculo de cinco" em português), que vasculha a Europa desde a década de 1980 em busca de níveis elevados de radiação, e foi divulgada em um estudo publicado no último mês de julho.Na pesquisa, os cientistas afirmam ter detectado uma liberação sem precedentes de radiação na Europa e na Ásia, que provavelmente tenha como origem a instalação nuclear de Mayak, onde funcionava o antigo programa soviético de armas nucleares, localizada a 150 quilômetros de distância da cidade de Ecaterinburgo.Leia mais... Veja Mais

Cientistas observam molécula ocupar 2 lugares ao mesmo tempo

Cientistas observam molécula ocupar 2 lugares ao mesmo tempo

Tecmundo Uma equipe internacional de cientistas conseguiu uma proeza e tanto: observar uma molécula de grande proporsão ocupar 2 lugares ao mesmo tempo – depois de colocá-la em um estado conhecido como “Superposição Quântica”. E o que isso tem de interessante, exatamente? Primeiro que esse foi o maior corpo já observado nesse estado até agora e, segundo, que o experimento sugere que, em um futuro distante, as viagens no tempo poderão se tornar possíveis (e isso, caro leitor, você há de concordar que é muito interessante!).Como você deve saber, uma questão que tira o sono dos cientistas se refere a encontrar uma forma de conciliar a física clássica, aquela que rege as leis do Universo na escala de estrelas, sistemas planetários, galáxias etc., com a física quântica que, por sua vez, se atém ao que rola na escala das partículas elementares – uma vez que as duas não “conversam”  e as regras que definem o que acontece no mundo macro normalmente não se aplicam ao micro.Leia mais... Veja Mais

3 buracos negros supermassivos são descobertos em rota de colisão

3 buracos negros supermassivos são descobertos em rota de colisão

Tecmundo Cientistas da Universidade George Mason, na Virginia, EUA, não encontraram 1 nem 2 buracos negros supermassivos, mas um sistema composto por 3 dessas estruturas – todas em plena rota de colisão! Segundo Shane McGlaun, do site Slash Gear, os buracões se encontram a por volta de 1 bilhão de anos-luz de distância da Terra (ainda bem que essa trombada vai ocorrer bem longe de nós) e foram descobertos graças a observações realizadas por diversos telescópios, incluindo alguns da NASA, como o WISE, o Chandra, o Hubble e o NuSTAR.De acordo com Shane, o sistema foi batizado com a sigla SDSS J084905.51+111447.2 e foi identificado por meio da combinação de dados coletados por vários equipamentos – situados no nosso planeta e em órbita. No entanto, em um primeiro momento, os cientistas pensaram que, em vez de um trio de buracos negros supermassivos, se tratava de galáxias em colisão.Leia mais... Veja Mais

Galáxias formadas na infância do universo são encontradas

Galáxias formadas na infância do universo são encontradas

Tecmundo Olhar para o céu é ver o passado do universo, e foi isso que uma equipe internacional de astrônomos vislumbrou ao descobrir um agrupamento (ou cluster) de 12 galáxias com cerca de 13 bilhões de anos. Este é o protoagrupamento mais antigo já encontrado. A descoberta sugere que grandes estruturas como protoclusters já existiam quando o Universo tinha apenas 800 milhões de anos (6% da sua idade atual).O grupo de pesquisadores, liderado pelo astrônomo Yuichi Harikane, do observatório Astronômico Nacional do Japão, usou três telescópios (Subaru, Keck e Gemini North, todos no Havaí) para combinar observações e, assim, criar mapas 3D de galáxias em dois setores distantes do espaço.Leia mais... Veja Mais

Pesquisas contra câncer e HIV podem ser afetadas com corte no CNPq

Pesquisas contra câncer e HIV podem ser afetadas com corte no CNPq

Tecmundo Você deve estar acompanhando as discussões sobre os cortes no orçamento público – e em como eles afetarão os investimentos em pesquisas e o pagamento de bolsas de estudo. O setor sofrerá uma redução de 90% em 2020, e o montante destinado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) neste ano já está esgotado e, a partir de novembro, não haverá verbas para pagar as 84 mil bolsas que são custeadas pelo órgão. Aliás, para realizar o pagamento de outubro a entidade provavelmente terá que remanejar fundos de outras áreas.Evidentemente, o CNPq vem tentando negociar a situação com o governo, mas, até que se chegue a uma solução, pode que inúmeras pesquisas – muitas de interesse direto para a população e focadas no desenvolvimento tecnológico do país – acabem “morrendo”. João Paulo Vicente, do UOL / Tilt, conversou com diversos pesquisadores que serão afetados e cujos estudos poderão ser seriamente comprometidos e até encerrados por conta dos cortes, e você pode conferir algumas de suas linhas de pesquisa a seguir:Leia mais... Veja Mais

NASA projeta telescópio para detectar asteroides perigosos para a Terra

NASA projeta telescópio para detectar asteroides perigosos para a Terra

Tecmundo A notícia divulgada pelo site Space.com, mostra que a intenção da NASA é construir e lançar no espaço um telescópio infravermelho que seja capaz de prever, antecipadamente, até dois terços de asteroides que possam estar em rota de colisão com a Terra. O projeto está estimado entre US$ 500 e 600 milhões para ser posto em prática.A ideia de usar este tipo de ferramenta está associada à limitação que os telescópios atuais têm. Atualmente, apenas 30% de objetos de ao menos 140 metros de diâmetro que podem colidir com o planeta foram detectados. Assim sendo, a ideia é de que a nova tecnologia possa identificar 65% de asteroides com este tipo de característica em um primeiro momento, e depois aumentar para 90%.Leia mais... Veja Mais

Casos graves relacionados ao cigarro eletrônico crescem nos EUA

Casos graves relacionados ao cigarro eletrônico crescem nos EUA

Tecmundo Os casos de doenças pulmonares relacionadas ao uso de cigarros eletrônicos subiram para 530 nos Estados Unidos, enquanto oito mortes já foram confirmadas. A vítima mais recente faleceu em setembro. De acordo com informações divulgadas pelo jornal norte-americano New York Times, um homem de cerca de 40 anos deu entrada no hospital em agosto com problemas respiratórios e teve morte confirmada cerca de um mês depois. Ele começou a usar o produto em maio para tratar de dores crônicas.O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC em inglês) ainda busca respostas sobre as possíveis causas do problema, uma vez que os pacientes não sabem ao certo quais substâncias consumiram através do aparelho que simula um cigarro. O que se sabe é que muitos utilizaram THC, principal componente ativo da maconha, e nicotina. Além disso, especialistas não conseguiram identificar a evolução da doença até então.Leia mais... Veja Mais

Dragonfly: esse drone pequenino vai explorar uma lua de Saturno

Dragonfly: esse drone pequenino vai explorar uma lua de Saturno

Tecmundo Cientistas da NASA divulgaram recentemente mais detalhes sobre o “Dragonfly”, um pequeno drone que deverá ser enviado ao espaço com destino a Saturno. Entretanto, desta vez, o objetivo da missão não será o de estudar o “Senhor dos Anéis” do Sistema Solar, mas sim Titã, a maior das 62 luas conhecidas que orbitam ao redor do planeta gasoso.Com 80% mais massa do que a nossa Lua – e com dimensões 50% maiores –, Titã, que é maior do que Mercúrio, detém o título de maior satélite natural de Saturno, consistindo no segundo maior de todo o Sistema Solar, perdendo em tamanho apenas para Ganímedes, de Júpiter.Leia mais... Veja Mais

Pesquisa que ligava celular à deformação no crânio é desmentida

Pesquisa que ligava celular à deformação no crânio é desmentida

Tecmundo Você se lembra daquele estudo científico divulgado em junho deste ano que tinha como destaque a acusação de que o uso de celular por jovens causaria deformações em forma de "chifre" na parte de trás do crânio? Na época, a pesquisa já era bastante contestada e levantou algumas suspeitas. Agora, elas foram confirmadas.A própria revista Nature publicou um comunicado afirmando que várias partes do artigo foram reescritas e substituídas por trechos mais claros. Em resumo, a pesquisa não chega a ser mentira, já que de fato detectou uma alta incidência nesse tipo de problema. Entretanto, ela agora não cita mais qualquer relação entre o uso de smartphones e a tal deformação no crânio — simplesmente porque o fator "causa e efeito" entre os itens não foi provado no texto.Leia mais... Veja Mais

Vacas estão usando headsets VR na Rússia – entenda

Vacas estão usando headsets VR na Rússia – entenda

Tecmundo A ciência chegou ao ponto de colocar headsets de realidade virtual em vacas. Exatamente. E, por mais estranho que isso possa parecer, há uma boa razão para o experimento. Em testes na região de Moscou, na Rússia, os fazendeiros estão colocando os animais com óculos VR adaptados para ver se, com isso, as cobaias ficarão mais relaxadas — e principalmente se isso afetará a produção de leite delas.O experimento foi noticiado pelo Ministério de Agricultura e Comida da Região de Moscou, que citou que as vacas passaram por testes em que visualizam um campo de verão na tela do aparelho.Leia mais... Veja Mais

Estudante cria AirPod gigante que funciona como caixa de som

Estudante cria AirPod gigante que funciona como caixa de som

Tecmundo Histórias de pessoas que perderam seus fones sem fio AirPods são bastante comuns, mas o adolescente Aaron Beckman, de 17 anos, possivelmente não sofre com isso. Utilizando suas habilidades com tecnologia e criativiade, o estudante criou uma versão do acessório da Apple com nada menos que 25 centímetros. E a melhor parte: o aparelho funciona.O estudante copiou o design dos AirPods para criar uma caixa de som Bluetooth, que ele chama de "AirPod Max". A criação foi possível graças a uma impressora 3D presente na escola do jovem, além de seus conhecimentos em eletrônica, que permitiram fazer uma placa para conectar dispositivos via Bluetooth com o gigantesco produto.Leia mais... Veja Mais

Novo robô da Toyota ajuda pessoas a recuperar movimento das pernas

Novo robô da Toyota ajuda pessoas a recuperar movimento das pernas

Tecmundo A fabricante japonesa Toyota apresentou nesta quinta-feira (21) um novo robô que ajuda na reabilitação de pessoas com dificuldades de locomoção. Ele deve ser usado em clínicas e hospitais, mais especificamente no tratamento de quem sofreu derrames ou outros problemas de sáude que causam paralisia dos membros inferiores.O equipamento se chama Welwalk WW-2000 e não inclui apenas as pernas mecânicas, que funcionam como uma espécie de exoesqueleto. Ele também tem uma esteira, um monitor para uso do profissional da saúde e uma tela para o paciente. Nesse display, além de um relatório com o andamento da sessão, jogos são exibidos para "gamificar" a experiência do exercício e gerar a sensação de recompensa a cada novo passo dado.Leia mais... Veja Mais

Técnica de edição de genes dá resultado em pacientes humanos

Técnica de edição de genes dá resultado em pacientes humanos

Tecmundo Depois de muita polêmica, a edição de células-tronco dá seus primeiros resultados práticos no tratamento de doenças genéticas, através de uma tecnologia denominada CRISPR. Do inglês Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats (Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas), o CRISPR é uma técnica que permite cortar o DNA e desativar grupos de genes, adicionar novos ou modificar suas funções.Foram tratados dois pacientes com doenças genéticas do sangue. Um deles, europeu, tem talassemia (o corpo produz pouca hemoglobina) e iniciou o tratamento em março; o outro paciente, americano, sofre de anemia falciforme (as hemácias têm a forma de foice) e começou a nova terapia em abril.Leia mais... Veja Mais

Queda de asteroide pode ter causado Era do Gelo e extinções na Terra

Queda de asteroide pode ter causado Era do Gelo e extinções na Terra

Tecmundo Apesar de a extinção dos dinossauros desencadeada há cerca de 65 milhões de anos pela colisão de um imenso asteroide na região que hoje corresponde ao Yucatan, no México, ser a mais conhecida, ela não foi a única. Segundo um crescente corpo de evidências, outro evento semelhante – mas de proporções menores – ocorreu há quase 13 mil anos e levou não só ao resfriamento da Terra por cerca de 1,4 mil anos, como também ocasionou o desaparecimento de várias espécies de animais e até ao colapso de uma das primeiras culturas a se estabelecerem na América do Norte.A queda de temperaturas na Terra e início de período de glaciação ficou conhecido entre os cientistas como “Evento Younger Dryas” – uma Era do Gelo que teve início por volta de 12,8 mil anos atrás e se estabeleceu em apenas um par de anos. Ao longo do quase 1,5 milênio de duração, ele teria propiciado a extinção de pelo menos 35 gêneros de animais, como mastodontes, mamutes, tigres-dente-de-sabre e preguiças gigantes, bem como causado o desaparecimento da cultura Clovis, povo pré-histórico a partir do qual a maioria das sociedades indígenas das Américas parece ter se originado.Leia mais... Veja Mais

NASA cria projeto de passeio à ISS via realidade virtual

NASA cria projeto de passeio à ISS via realidade virtual

Tecmundo A NASA lançará o “Space Explorers: The ISS Experience”, um projeto de realidade virtual em parceria com a Felix & Paul Studios — companhia canadense especializada em experiências e câmeras imersivas —, que permitirá um passeio online ao interior da Estação Espacial Internacional. Com isso será possível observar o cotidiano a bordo da ISS, como atividades dos astronautas, vegetais cultivados no espaço e experimentos com robôs flutuantes chamados SPHERES.O trabalho teve início na 16ª missão da SpaceX, em dezembro de 2018, na qual um foguete transportou até a estação vários equipamentos para experiências científicas. Dentre eles estava uma câmera 360° da Felix & Paul Studios, que desde então capta as atividades desenvolvidas na base.Leia mais... Veja Mais

Brasileiros criam método para baratear produção de energia eólica

Brasileiros criam método para baratear produção de energia eólica

Tecmundo Apesar de a energia eólica ser renovável, limpa e gerada por uma fonte abundante e prontamente disponível, o custo de manutenção dos equipamentos utilizados em sua produção costuma ser bastante elevado – sem falar que apenas cerca de 30% da energia obtida pode ser convertida em eletricidade. No entanto, cientistas da Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Paulo, anunciaram o desenvolvimento de um método que pode mudar esse panorama, uma vez que a técnica que eles criaram pode tornar as turbinas eólicas mais eficientes e econômicas.Um dos sistemas mais comuns para a obtenção de energia eólica em uso atualmente no mundo consiste em um gerador de indução de alimentação dupla composto por 2 eletroímãs que coletam informações do ambiente e as transmitem a um gerador. Esses dispositivos também são capazes de ajustar a frequência com a qual a energia é gerada dependendo da velocidade com a qual o vento atinge as hélices da turbina eólica e as faz girar.Leia mais... Veja Mais

Será que os aliens entenderão as mensagens que enviamos a eles?

Será que os aliens entenderão as mensagens que enviamos a eles?

Tecmundo Você deve saber que mensagens “terráqueas” já foram enviadas pelo cosmos para o caso de que alguma civilização alienígena as encontre e decida retornar a gentileza. Além disso, existem grupos de cientistas que – embora nem todo mundo aprove – transmitem sinais em direção a sistemas planetários distantes e exoplanetas potencialmente habitáveis por se algum ET acaba captando o recado e mande um “alô”. Mas você sabe em que consistem essas mensagens e, se chegarem a ser recebidas, como se espera que elas sejam decodificadas?De acordo com Daniel Oberhaus, do site Wired, na década de 60, o matemático holandês Hans Freudenthal desenvolveu uma linguagem para a potencial comunicação com seres extraterrestres que ele batizou de Lingua Cosmica – ou Lincos, como é mais conhecida hoje em dia –, idioma que foi atualizado pelos físicos Yvan Dutil e Stephane Dumas e voltou a ser usado para a criação de “conteúdos interestelares” há alguns anos.Leia mais... Veja Mais

Grupo de 'robôs-leopardo' é visto 'fazendo mortal' e jogando bola

Grupo de 'robôs-leopardo' é visto 'fazendo mortal' e jogando bola

Tecmundo Um grupo de nove robôs “Mini Cheetah” — ou simplesmente, leopardos — foram vistos em um campus do Massachusetts Institute of Technology (MIT) fazendo uma série de atividades, como: jogar bola, correr, movimentar-se de modo sincronizado e “fazer mortal” (flip). A reunião das pequenas máquinas por si só é um evento, mas o modo natural — muito próximo de um animal verdadeiro — com que elas se moviam chamou bastante atenção de quem passava pelo local. O ato foi inclusive registrado e compartilhado no Twitter; confira:Here's more footage of MIT's Mini Cheetahs cavorting, frolicking, back-flipping, playing soccer and generally acting fun and cute, courtesy of the Biomimetic Robotics Lab @MITMechE #robots #robotics pic.twitter.com/8ZQzDvCDVWLeia mais... Veja Mais

Inteligência artificial ajuda a identificar hemorragia cerebral

Inteligência artificial ajuda a identificar hemorragia cerebral

Tecmundo Cientistas da Universidade da Califórnia desenvolveram um sistema que utiliza inteligência artificial para identificar hemorragias cerebrais com mais rapidez. A tecnologia trabalha com a análise de exames de raios X para identificar sinais de sangramentos no cérebro com precisão próxima à de profissionais humanos.Esther Yuh, cientista da universidade, e sua equipe criaram um sistema de inteligência artificial que interpreta diversas imagens de raio X do cérebro para encontrar possíveis anomalias referentes a sangramentos. Caso alguém chegue ao hospital com sintomas ligados a hemorragias cerebrais, como concussão e tontura, uma tomografia é realizada para identificar o que pode estar acontecendo.Leia mais... Veja Mais

NASA compartilha timelapse incrível registrado pela ISS

NASA compartilha timelapse incrível registrado pela ISS

Tecmundo A NASA divulgou recentemente um timelapse feito pela Estação Espacial Internacional (ISS). Na imagem, feita pela astronauta Christina Koch sobre o continente africano, é possível ver detalhes como luzes de cidades, queimadas, relâmpagos e até mesmo a atmosfera da Terra.A NASA também publicou um comunicado explicando com mais detalhes o que significa exatamente cada ponto luminoso da foto:Leia mais... Veja Mais

Baleias encalhadas agora podem ser encontradas por satélites

Baleias encalhadas agora podem ser encontradas por satélites

Tecmundo Uma equipe de pesquisadores está trabalhando para conseguir identificar corpos de baleias encalhadas através de imagens de satélites. A técnica utiliza aprendizado de máquina para encontrar as carcaças dos animais com mais facilidade e precisão.A equipe, liderada por Preter Fretwell da British Antactic Survey, analisou imagens de satélites para identificar se uma determinada forma correspondia ou não a uma baleia. Nos casos em que havia certeza, a foto passou por um processo de análise dos comprimentos de onda da luz que apareciam nas imagens.Leia mais... Veja Mais

Alternativa à Teoria da Relatividade explica formação de galáxias

Alternativa à Teoria da Relatividade explica formação de galáxias

Tecmundo Quando o assunto é compreender a expansão do Universo e a formação de galáxias, uma das bases às quais os cientistas recorrem é a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein – que já foi posta à prova uma e outra vez e consiste em um dos modelos mais sólidos desenvolvidos até agora para explicar o funcionamento do cosmos. No entanto, uma equipe de físicos da Universidade de Durham, na Inglaterra, demonstrou que podem haver outros modelos também.Além da Relatividade Geral, existe outra teoria chamada “Camaleão” que, assim como no modelo tradicional, conta com as 4 forças fundamentais – gravidade, eletromagnetismo, força nuclear fraca e força forte –, além de uma quinta força hipotética. O interessante é que as propriedades dessa teoria podem ser alteradas de acordo com as circunstâncias, daí o seu curioso nome.Leia mais... Veja Mais

Bioimpressão 3D já consegue criar carne artificial no espaço

Bioimpressão 3D já consegue criar carne artificial no espaço

Tecmundo Astronautas da Estação Espacial Internacional utilizaram uma impressora 3D para criar carne artificial no espaço. Segundo a Agência Espacial Federal Russa, a Roscosmos, essa é a primeira vez que o experimento é realizado em condições de ausência de peso. Uma bioimpressora foi utilizada para reproduzir tecidos de carne, coelho e peixe que podem ser consumidos por pessoas. Fabricado pelo laboratório russo 3D Biopriting Solutions, o aparelho utiliza campos magnéticos em microgravidade para criar os alimentos. Leia mais... Veja Mais

Impressoras 3D e IA: o futuro da construção de foguetes em Marte

Impressoras 3D e IA: o futuro da construção de foguetes em Marte

Tecmundo A Relativity Space não é a única empresa de foguetes que usa impressoras 3D para imprimir partes dos equipamentos e dispositivos que usam. Mas o objetivo dessa startup é unir a impressão em 3D com inteligência artificial e tornar a fabricação de foguetes uma linha de produção que pode ser montada em qualquer lugar – inclusive em Marte.Na sede da Relativity, quatro das maiores impressoras em 3D em metal do mundo produzem peças dia e noite, incluindo 95% do primeiro foguete da empresa, o Terran-1 (os 5% restantes são eletrônicos, cabos e juntas de borracha, que não podem ser impressos).Leia mais... Veja Mais

Serviço robótico de manutenção de satélites entra em órbita

Serviço robótico de manutenção de satélites entra em órbita

Tecmundo Enquanto a Space X mudou o cenário dos lançamentos de foguetes usando seu Falcon em repetidas idas e vindas ao espaço, a Space Logistics faz sua parte usando o Mission Extension Vehicle 1 (MEV 1), que subiu ao espaço nesta quarta (9) com o objetivo de reanimar o satélite de comunicações Intelsat 901 (IS 901), lançado em 9 de junho de 2001 (e com vida útil de 13 anos). A linha MEV consiste em espaçonaves projetadas para consertar, realinhar e abastecer satélites em órbita da Terra.O MEV 1 precisará ainda de três meses e meio para subir até onde o IS 901 (agora quase sem combustível) está. Enquanto isso, os controladores da Intelsat enviarão comandos para o satélite elevar sua altitude em 300 quilômetros até a chamada órbita cemitério, onde a atracação vai acontecer (uma forma de reduzir o risco de outros satélites ativos serem atingidos por detritos espaciais, em caso de acidente).Leia mais... Veja Mais

Tempestade solar cataclísmica pode atingir a Terra em 100 anos

Tempestade solar cataclísmica pode atingir a Terra em 100 anos

Tecmundo A Terra pode ser atingida por uma tempestade solar de proporções cataclísmicas nos próximos 100 anos, causando falhas de satélites, apagões e outros problemas. O alerta foi dado em um novo estudo do Serviço Geológico dos Estados Unidos, conduzido pelo geofísico Jeffrey J. Love.No artigo, publicado em julho pela revista Space Weather, foram analisados dados das duas maiores tempestades geomagnéticas que atingiram a Terra. A conclusão: existe uma possibilidade relativamente alta de que um evento mais poderoso ocorra em breve, provavelmente dentro de 100 anos.Leia mais... Veja Mais

Vidro flexível e inquebrável poderá substituir o aço no futuro

Vidro flexível e inquebrável poderá substituir o aço no futuro

Tecmundo Imagine só quantas aplicações um tipo de vidro mais maleável que o convencional e tão denso e resistente quanto o aço não poderia ter! Pois uma equipe de pesquisadores Instituto Politécnico Rensselaer, nos EUA, está trabalhando no desenvolvimento desse material – e em breve a equipe começará a produzir os primeiros protótipos para submetê-los a todo tipo de testes.De acordo com Torie Wells, em um artigo para o site Phys Org, simulações conduzidas pelos cientistas revelaram que os vidros óxidos, aqueles que normalmente são usados na produção de telas para celulares e outros dispositivos eletrônicos, são formados por átomos de silício que se unem a 4 de oxigênio, formando uma estrutura cristalina rígida e pouco resistente que se rompe facilmente quando submetida à pressão ou a deformações mecânicas.Leia mais... Veja Mais

Descoberto planeta gigante inusitado que não deveria existir

Descoberto planeta gigante inusitado que não deveria existir

Tecmundo Os cientistas andaram descobrindo diversas esquisitices cósmicas recentemente – e uma delas foi anunciada há alguns dias por pesquisadores do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha, na Espanha. Desta vez, o astro bizarro consiste em um Gigante Gasoso que orbita uma anã vermelha pequenina a uma distância menor do que Mercúrio viaja ao redor do nosso Sol e, segundo os astrônomos, o planeta é grande demais para sua estrela e, portanto, além de teoricamente não dever existir, levanta questões sobre como sistemas planetários como esse inclusive chegam a se formar.O gigante gasoso em questão é conhecido pela sigla GJ 3512 b – enquanto a anãzinha vermelha se chama GJ 3512 e produz apenas 0,2 % da energia que o nosso Sol gera – e possui uma órbita excêntrica de 204 dias, dos quais a maioria é passada próximo à pequena estrela, e se encontra a 31 anos-luz de distância de nós. E por que esse planeta nem sequer deveria existir?Leia mais... Veja Mais

Satélite da NASA capta buraco negro devorando estrela

Satélite da NASA capta buraco negro devorando estrela

Tecmundo "Imagine que você está em pé no topo de um arranha-céu e, de lá de cima, joga uma bolinha de gude e ela tem que passar entre as grades de um bueiro na rua. O que houve é mais difícil de acontecer do que isso”. Assim o astrônomo Chris Kochanek explicou a detecção, por um satélite da NASA, de um buraco negro despedaçando e engolindo uma estrela. O evento, segundo os astrônomos, acontece em média uma vez a cada 10 mil a 100 mil anos em uma galáxia. Até hoje, só foram observador 40, entre bilhões de galáxias no universo.A carnificina estelar é chamada de evento de perturbação das marés e foi captada primeiro pelo satélite de pesquisa Transiting Exoplanet Survey (TESS) da NASA. Em 29 de janeiro, quando o All-Sky Automated Survey for Supernovas (ou ASAS-SN), uma rede mundial de 20 telescópios, tomou conhecimento do evento (batizado de ASASSN-19bt), o TESS já estava olhando para a mesma área há pelo menos um ano, o que permitiu aos astrônomos ver a explosão do começo ao fim.Leia mais... Veja Mais

Modelo de estufa espacial surpreende com produção de alimentos

Modelo de estufa espacial surpreende com produção de alimentos

Tecmundo Uma estufa montada na Antártida com foco na realização de testes para produção de alimentos no espaço completou seu 1º ano de experimentos com resultados muito animadores. Desenvolvida por cientistas da Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt – DLR ou Centro Aeroespacial Alemão –, a estrutura, que mede 12,5 metros quadrados, produziu um total de 268 quilos de verduras e legumes em apenas 9,5 meses, superando o esperado para a safra nesse período.Batizada de Eden ISS, a estufa foi construída na Antártida justamente por conta das condições extremas encontradas no continente gelado, cujas características se assemelham ao inóspito ambiente espacial. Por conta disso, evidentemente, a produção de alimentos não ocorre da forma tradicional: o cultivo se baseia em técnicas de aeroponia, onde não existe o uso de terra, as plantas são expostas a fontes de luz artificial e recebem os nutrientes necessários para o seu crescimento e floração através de soluções específicas.Leia mais... Veja Mais

Este maluco levou mais de 200 picadas de cobra em nome da Ciência

Este maluco levou mais de 200 picadas de cobra em nome da Ciência

Tecmundo Nem precisamos dizer que o veneno de cobras como a mamba-negra (Dendroaspis polylepis), a cascavel (Crotalus durissus) ou a taipan-costeira (Oxyuranus scutellatus) podem ser letais, certo? Pois um norte-americano chamado Tim Friede não só levou mais de 200 picadas dessas e outras criaturas igualmente perigosas voluntariamente, como injetou nele próprio as toxinas desses animais mais de 700 vezes, mesmo sabendo que corria sérios riscos de morrer. Por quê? Para ajudar cientistas a desenvolverem um soro antiofídico universal – e evitar que milhares de mortes decorrentes de picadas de cobras aconteçam todos os anos no mundo.Já faz mais de 20 anos que Tim – residente de Wisconsin de 51 anos de idade que nunca foi à universidade e trabalhava como caminhoneiro antes de se transformar em cobaia humana – se dedica a esse projeto incrivelmente perigoso. A ideia consiste em levar picadas ou injetar em seu corpo as toxinas produzidas pelas cobras mais letais do planeta para, assim, desenvolver defesas imunológicas contra a ação do veneno. Coisa de louco e algo que jamais deveria ser feito? Sem dúvidas! Mas parece que o norte-americano conseguiu conquistar progressos com essa maluquice.Leia mais... Veja Mais

Encélado dispara “canhões de neve” contra outras luas de Saturno

Encélado dispara “canhões de neve” contra outras luas de Saturno

Tecmundo Encélado, como você pode saber, consiste em um dos 62 satélites naturais conhecidos de Saturno – e o sexto maior deles, medindo cerca de 500 quilômetros de diâmetro. Além disso, essa lua, por ser coberta de gelo, está entre os objetos que mais refletem luz no Sistema Solar. Agora, conforme descobriu um grupo de cientistas, Encélado parece ser responsável por converter 2 de suas vizinhas em objetos brilhantes também, botando “canhões de neve” para funcionar e disparando partículas de gelo contra Tétis e Mimas.Os cientistas – um time composto por astrônomos franceses e norte-americanos – fizeram essa descoberta depois de examinar 60 observações conduzidas pela sonda espacial Cassini entre os anos de 2004 e 2017 e notar que Mimas e Tétis brilhavam bem mais do que as demais luas saturnianas. Segundo acreditam os pesquisadores, esse fenômeno é, em parte, resultado do lançamento de material a partir de Encélado, que possui um imenso oceano interno que se encontra sob a espessa camada de gelo que recobre a sua superfície.Leia mais... Veja Mais

Cientistas criam 'biorrobô' capazes de se mover sozinhos

Cientistas criam 'biorrobô' capazes de se mover sozinhos

Tecmundo Pesquisadores da Universidade de Illinois, nos EUA, criaram um dispositivo maleável movido a partir de células nervosas motoras ativadas pela luz. O biorrobô é o primeiro aparato desse tipo capaz de caminhar e nadar de forma autônoma e o seu funcionamento se dá através das contrações de células do tecido muscular esquelético – ou tecido muscular estriado, que é composto por fibras com formato cilíndrico e que podem chegar a medir alguns centímetros de comprimento.Na realidade, a mesma equipe de cientistas já vem trabalhando no projeto de biorrobôs autônomos faz alguns anos, e o primeiro dispositivo que o time desenvolveu foi inspirado no formato de espermatozoides e era movido a partir da pulsação de células do tecido muscular estriado cardíaco obtidas a partir de ratinhos de laboratório. No entanto, como esses modelo inicial não tinha qualquer percepção do ambiente ou capacidade de tomar decisões de forma autônoma, os pesquisadores aprimoraram o projeto.Leia mais... Veja Mais