Meu Feed

Hoje

Radar a laser do Inep registrou a nuvem de fuligem que enegreceu São Paulo

Radar a laser do Inep registrou a nuvem de fuligem que enegreceu São Paulo

Tecmundo Enquanto se discute se São Paulo ficou às escuras no meio da tarde por conta de uma frente fria ou por causa das queimadas, um radar de laser que permite o sensoriamento remoto ativo da atmosfera para a detecção de poluentes registrou, já no último domingo (18), uma nuvem comprida e densa (ou, como os pesquisadores chamam, uma pluma de material particulado) a mais de três mil metros de altitude. A observação foi feita por uma equipe do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) por meio do sistema LIDAR (Light Detection And Ranging, ou Detecção de Luz e Medição de Distâncias).O funcionamento do sistema baseia-se na emissão de luz que as partículas presentes no ar refletem. A imagem é capturada por um telescópio e posteriormente analisada. Isso possibilita identificar o tipo de partícula e a distância da superfície em que ela se encontra.Leia mais... Veja Mais

Rússia envia seu primeiro robô humanoide ao espaço, o Fedor

Rússia envia seu primeiro robô humanoide ao espaço, o Fedor

Tecmundo Nesta quinta-feira (22), a Rússia enviou seu primeiro robô humanoide para o espaço, o "Fedor". Fedor (derivado de "Feodor") é um nome russo, mas também a sigla para o termo inglês “Final Experimentational Demonstration Object Research” (pesquisa de objeto de demonstração experimental final, em português). O robô, identificado como Skybot F-850, decolou a bordo de um foguete Soyouz às 6:38 de Moscou (0:38 em Brasília), partindo da base russa de Baikonur, no Cazaquistão. Ele só deve chegar ao seu destino no sábado (24).Fedor foi enviado à Estação Espacial Internacional (ISS, da sigla em inglês), onde deve permanecer até o dia 7 de setembro, para desempenhar de cinco a seis tarefas, as quais não foram reveladas. O objetivo geral é saber como esse tipo de máquina pode ajudar os humanos em operações espaciais de alto risco.Leia mais... Veja Mais

Brasil sobe pontuação sobre impacto da ciência produzida no país

Brasil sobe pontuação sobre impacto da ciência produzida no país

Tecmundo Apesar da crise que atinge a pesquisa científica no país, o Brasil atingiu sua segunda melhor marca de impacto na pesquisa científica em 30 anos, alcançando 0,89 (seu melhor resultado foi de 0,92, em 2016), segundo o anúncio feito pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) na segunda-feira (20).O Brasil, porém, ainda está longe de alcançar a média global, que é de 1 ponto. A pontuação é estabelecida usando-se as informações sobre a pesquisa científica de cada país, armazenadas no Web of Science. A plataforma cruza os dados dos estudos indexados e analisa sua relevância (o quanto ele é citado, consultado e usado como base para outros trabalhos), aferindo um valor dentro da comunidade científica global.Leia mais... Veja Mais

Últimos dias

Exoplaneta sem atmosfera pode dar ajuda valiosa na busca por outra Terra

Exoplaneta sem atmosfera pode dar ajuda valiosa na busca por outra Terra

Tecmundo Um novo estudo usando dados do Telescópio Espacial Spitzer da NASA sobre um exoplaneta orbitando uma estrela anã vermelha fornece mais uma pista na busca dos astrônomos por planetas habitáveis. Publicado na revista Nature, a pesquisa mostra que o exoplaneta tem pouca ou nenhuma atmosfera.O LHS 3844b, descoberto em 2018 pela missão Transiting Exoplanet Satellite Survey (TESS) da NASA, está na constelação de Indus, a 48,6 anos-luz. Com um raio de 1,3 vezes o da Terra, ele completa uma órbita ao redor da anã vermelha LHS 3844 a cada 11 horas, o que faz com que um lado do planeta esteja sempre voltado para ela, registrando uma temperatura de 770°C.Leia mais... Veja Mais

Bananapocalipse: fungo que pode dizimar plantações chegou à América Latina

Bananapocalipse: fungo que pode dizimar plantações chegou à América Latina

Tecmundo Já fazia tempo que produtores de bananas de todo o mundo temiam que um fungo capaz de destruir plantações inteiras se espalhasse pelo planeta e pudesse, potencialmente, levar ao colapso dos cultivos e extinção da fruta – como a conhecemos. Pois, após 30 anos causando estragos na Ásia, foi confirmado que o devastador organismo infelizmente chegou à Colômbia, um dos principais exportadores globais de banana.Na verdade, esta não é a primeira vez que as plantações de bananas da América Latina se tornam alvo de uma possível extinção. Hoje em dia, a variedade que domina 99% das exportações globais é a Cavendish – e praticamente toda a produção se concentra em terras latino-americanas. No entanto, até a década de 50, a banana mais popular era a Gros Michel, que foi dizimada quase completamente devido ao ataque de um fungo da mesma família desse que vem causando estragos pelo mundo. Agora, o risco de que a Cavendish sofra o mesmo destino é bem alto.Leia mais... Veja Mais

Pane cósmica: astrônomos veem estrela de nêutrons fazer algo bem estranho

Pane cósmica: astrônomos veem estrela de nêutrons fazer algo bem estranho

Tecmundo As estrelas de nêutrons se formam após o colapso e a "morte" de sóis massivos e estão entre os objetos mais densos e intrigantes do cosmos. Um desses astros consiste na Pulsar de Vela, um remanescente de supernova que ocorreu há uns 10 mil anos e que se encontra na Constelação de Vela, situada por volta de 800 anos-luz da Terra.Essa estrela, embora tenha massa equivalente à do nosso Sol, não passa dos 20 km de diâmetro, o que demonstra o quão densos esses objetos podem chegar a ser, e gira incrivelmente depressa, completando cerca de 10 voltas sobre o próprio eixo a cada segundo.Leia mais... Veja Mais

Planeta-bebê pode ter colidido com Júpiter e transformado o gigante gasoso

Planeta-bebê pode ter colidido com Júpiter e transformado o gigante gasoso

Tecmundo Segundo uma serie de simulações conduzidas por cientistas da Universidade Sun Yat-sem, na China, Júpiter pode ter sido atingido (e, em seguida, “engolido”) um enorme planeta-bebê nos primórdios do Sistema Solar – e essa colisão colossal teria causado alterações dramáticas em seu núcleo. O estudo foi realizado com base em dados coletados pela sonda espacial Juno da NASA, que se encontra em órbita ao redor do gigante gasoso desde 2016 com a missão de desvendar mistérios e ajudar os cientistas a terem um melhor entendimento sobre o maior planeta da nossa vizinhança cósmica.Júpiter, conforme mencionamos, consiste em um gigante gasoso e se trata de um planetão composto principalmente por hidrogênio e hélio que circulam ao redor de um núcleo denso que, por sua vez, seria cercado por metais pesados. Entretanto, um dos levantamentos realizados pela Juno envolveu conduzir medições bastante precisas do campo gravitacional de Júpiter – e os resultados revelaram que o núcleo do planeta não é tão denso quanto se pensava.Leia mais... Veja Mais

Veja astronautas instalando adaptador para naves da SpaceX na EEI [vídeo]

Veja astronautas instalando adaptador para naves da SpaceX na EEI [vídeo]

Tecmundo Assim como usuários de smartphones precisam de adaptadores para usar certos gadgets, a NASA também tem que modificar suas conexões para aceitar produtos externos. A agência americana colocou dois astronautas em uma caminhada espacial hoje para instalar um dock adaptador na Estação Espacial Internacional, que permite a conexão de foguetes privados da Boeing e SpaceX.O processo de instalação, porém, não é tão simples quanto conectar um cabo no celular: os astronautas Nick Hague and Andrew Morgan ficaram mais de seis horas trabalhando na implementação dos adaptadores. A NASA até transmitiu todo o procedimento ao vivo na internet, por meio do link abaixo:Leia mais... Veja Mais

Inovação: cientistas descobrem novo mecanismo para curvar metais

Inovação: cientistas descobrem novo mecanismo para curvar metais

Tecmundo Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Wisconsin, nos EUA, identificou uma nova forma de curvar metais – descoberta que não só atualiza antigas noções de como os itens metálicos se deformam, como abre o leque de possibilidades para o design e a criação de novos materiais mais resistentes e duráveis.Atualmente, a maioria das abordagens em uso para tornar os metais mais resistentes se baseia no recozimento ou no trabalho a frio desses materiais, técnicas essas que agem sobre pequenas imperfeições estruturais conhecidas como “deslocações” presentes na (geralmente superorganizada) malha cristalina que compõe os metais. Só que a manipulação dessas irregularidades interfere na maleabilidade dos materiais metálicos.Leia mais... Veja Mais

Estudo confirma: nuvem radioativa que atingiu Europa em 2017 veio da Rússia

Estudo confirma: nuvem radioativa que atingiu Europa em 2017 veio da Rússia

Tecmundo Pesquisadores da Universidade de Hannover, na Alemanha, parecem ter solucionado um mistério que já durava dois anos. Afinal, quem foi o responsável pela nuvem radioativa que, em 2017, pairou sobre a Europa por mais de duas semanas?O estudo foi realizado em conjunto por dezenas de especialistas e publicado no final de julho deste ano em uma revista científica. De acordo com a coleta e análise dos dados, tudo aponta para a Rússia — mais precisamente para uma unidade de reprocessamento ao sul dos montes Urais, possivelmente parte do complexo nuclear Mayak, foi a responsável. O local provavelmente passou por problemas técnicos, ocasionando o espalhamento incomum de rutênio-106 pelo continente.Leia mais... Veja Mais

Nova corrida espacial deve distribuir internet banda larga no mundo inteiro

Nova corrida espacial deve distribuir internet banda larga no mundo inteiro

Tecmundo Você acha que a corrida espacial acabou na década de 1970 após a chegada da humanidade na lua? Agora é que as coisas estão começando a esquentar. Segundo a Space Track, atualmente há cerca de 150 mil satélites orbitando a Terra, e esse número tende a aumentar cada vez mais, pois esse espaço é uma mina de ouro a ser explorada.O principal foco da corrida agora é levar internet banda larga para o mundo todo ou pelo menos 95% dele. Segundo dados da ONU, apenas 4 bilhões dos 8 bilhões de habitantes da Terra têm acesso à internet, e empresas como Amazon, SpaceX e OneWeb estão na labuta para tentarem ser as primeiras a atingir esse marco.Leia mais... Veja Mais

Fumaça de queimadas na Amazônia escurece cidades do Centro-oeste e Sudeste

Fumaça de queimadas na Amazônia escurece cidades do Centro-oeste e Sudeste

Tecmundo Segundo informou a empresa de meteorologia MetSul, a fumaça proveniente de queimadas na região amazônica está sendo carregada pelo vento desde a manhã de hoje (19) na direção da região Sudeste do país. Diversas cidades na faixa que vai do sul da floresta até o litoral do Paraná e de São Paulo relataram um escurecimento anormal do céu e um tom amarelado bastante incomum.Conforme relataram diversos seguidores da MetSul nas redes sociais, cidades como Londrina e Maringá, no Paraná, e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul foram cobertas por uma camada de fumaça que escureceu os céus juntamente com a nebulosidade causada pela frente fria que estacionou na região. O aeroporto da capital sul-mato-grossense relatou visibilidade de apenas 6 mil km.Leia mais... Veja Mais

Cientistas criam nova vacina para alergia a gatos

Cientistas criam nova vacina para alergia a gatos

Tecmundo A HypoPet AG, companhia de biotecnologia oriunda da Universidade de Zurique, na Suíça, anunciou um artigo com dados pré-clínicos sobre uma vacina chamada HypoCat. Diferentemente do que já ocorre naturalmente, com o ser humano recebendo a vacina ou algum medicamento contra a alergia, a nova proposta é impedir que o gato transmita o alérgeno.  No artigo publicado, que foi resultado de 4 estudos envolvendo 54 gatos, foi possível perceber que a vacina potencializou o desenvolvimento de altos níveis de anticorpos que conseguem neutralizar o alérgeno Fel d1, que é o principal causador de alergias nas pessoas. Com a inibição do Fel d1, a probabilidade de humanos terem contato com o alérgeno cai drasticamente, diminuindo assim a ocorrência de alergias.Leia mais... Veja Mais

Nova forma de carbono põe fim a mistério de 50 anos na química

Nova forma de carbono põe fim a mistério de 50 anos na química

Tecmundo Um anel de carbono com apenas 18 átomos é a resposta para um mistério da química que durava meio século. A resposta veio através da pesquisa realizada pela Universidade de Oxford e pela IBM, que deu aos pesquisadores uma visão sem precedentes dessa forma controversa de carbono.Para conseguir a imagem, obtida a partir de um punhado de sal comum, foi usada microscopia de força atômica (uma varredura da superfície de uma amostra para obter uma imagem com resolução atômica). Cientistas sempre especularam sobre as propriedades desse anel, mas só conseguiram produzi-lo usando um gás, sem estudá-lo a fundo.Leia mais... Veja Mais

Inédito: cientistas captam sinais de rádio às margens da Via Láctea

Inédito: cientistas captam sinais de rádio às margens da Via Láctea

Tecmundo Um esquipe de cientistas canadenses e americanos puderam captar uma enorme quantidade de explosões rápidas de ondas de rádio repetitivas provenientes do espaço profundo. Essas explosões, chamadas em inglês pela sigla FRB (fast radio burst) começaram a ser captadas em 2007 e foram originadas há milhões ou até mesmo bilhões de anos-luz da Terra, sendo que apenas uma quantia muito pequena delas era identificada como repetitiva.Desta vez, os pesquisadores usaram o Experimento Canadense de Mapeamento de Intensidade de Hidrogênio (CHIME, na sigla em inglês), e conseguiram captar oito novas FRBs repetitivas. A descoberta foi enviada ao Astrophysical Journal e foi publicada no site de pré-impressão do Arxiv neste mês de agosto.Leia mais... Veja Mais

Brasil conquista 3 bronzes na Olimpíada Internacional de Astrofísica

Brasil conquista 3 bronzes na Olimpíada Internacional de Astrofísica

Tecmundo O Brasil terminou a 13ª Olimpíada Internacional de Astronomia com três medalhas conquistadas e duas menções honrosas. O bom desempenho na disputa intelectual foi um feito de Raul Basilides Gomes (17), de Fortaleza, Giovanna Girotto (16) e Luã de Souza Santos (17), de São Paulo, que garantiram três medalhas de bronze, e dos estudantes de São Paulo, Lucas Shoji (16) e Bruna Junqueira de Almeida (16), com duas menções honrosas.O evento aconteceu em Kszthely, na Hungria. Dos dias 2 a 10 deste mês, 254 estudantes de 47 países foram submetidos a provas práticas, teóricas e de análise de dados. A competição reuniu um número recorde de delegações.Leia mais... Veja Mais

Terra será atingida por asteroide mais cedo ou mais tarde, diz cientista

Terra será atingida por asteroide mais cedo ou mais tarde, diz cientista

Tecmundo Vira e mexe ficamos sabendo de asteroides que passam raspando pelo nosso planeta, e no último sábado um desses pedregulhos espaciais passou pertinho de nós a mais de 16,7 mil km/h. O objeto, conhecido pela sigla 2006 QQ23, chegou a 7,4 milhões de quilômetros de distância de nós, o que, em termos astronômicos, é logo ali. Se tivesse colidido conosco, o impacto poderia gerar uma força equivalente à detonação de 500 bombas atômicas como a que os EUA lançaram sobre Hiroshima. Dessa vez, a humanidade se safou, mas, segundo acreditam os cientistas, é apenas uma questão de tempo até que o nosso mundo seja atingido.Leia mais... Veja Mais

No mais...

9 a cada 10 jovens brasileiros desconhecem o cenário científico do país

9 a cada 10 jovens brasileiros desconhecem o cenário científico do país

Tecmundo Mais de dois mil jovens entre 15 e 24 anos foram entrevistados em uma pesquisa do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT-CPCT) sobre seus interesses e conhecimentos na área de ciências. Os resultados foram divergentes.De acordo com o levantamento, 51% dos jovens brasileiros acreditam que o Brasil está atrasado no ramo das pesquisas científicas, mas, ao mesmo tempo, 93% deles não souberam citar o nome de um cientista brasileiro sequer. 87% deles também não lembram o nome de qualquer instituição com esse foco no país.Leia mais... Veja Mais

Chuva de meteoros Perseidas resulta em belas imagens; veja as fotos

Chuva de meteoros Perseidas resulta em belas imagens; veja as fotos

Tecmundo A cada ano, entre 17 de julho e 24 de agosto, o céu se ilumina com a chuva de meteoros conhecida como Perseidas, porque surgem a partir da constelação de Perseu, com seu ápice na madrugada de 12 para 13 de agosto.O fenômeno acontece quando o planeta atravessa o caminho dos fragmentos ejetados pelo cometa Swift-Tuttle, na chamada Nuvem Perseida. As partículas, ao entrarem na atmosfera terrestre, incendeiam-se, produzindo o espetáculo também chamado de Lágrimas de São Lourenço.Leia mais... Veja Mais

Fotógrafo cria réplica da câmera que Aldrin e Armstrong usaram na Lua

Fotógrafo cria réplica da câmera que Aldrin e Armstrong usaram na Lua

Tecmundo Você há de concordar que as fotos que os astronautas Buzz Aldrin e Neil Arstrong capturaram durante a sua histórica missão à Lua estão entre as imagens mais icônicas já registradas pela humanidade. Bem, a câmera usada pelos astronautas – uma Hasselblad – teve de ser especialmente projetada em parceria com a NASA para funcionar e sobreviver às duras condições oferecidas pelo ambiente lunar, o que significa que se trata de um equipamento único, que não pode ser encontrado por aí. Mas tem um cara nos EUA que vem construindo réplicas perfeitas e funcionais desses dispositivos.De acordo com Daniel Oberhaus, do site Wired, a réplica foi construída por um fotógrafo de 34 anos chamado Cole Rise – que encarou um desafio e tanto quando decidiu recriar a câmera usada pelos astronautas da missão Apollo 11. Isso porque o equipamento usado se tratava de uma versão bastante modificada de uma Hasselblad 500 EL, que recebeu uma cobertura de alumínio para se tornar mais resistente ao calor e perdeu o espelho e o visor de foco para que ela se tornasse mais leve e pudesse ser manuseada a partir da altura da cabeça dos fotógrafos, e não da cintura, como era o caso do modelo original.Leia mais... Veja Mais

Microssatélite chinês se espatifou no lado oculto da Lua

Microssatélite chinês se espatifou no lado oculto da Lua

Tecmundo A Lua ganhou uma nova cratera na sua face oculta graças ao pequeno satélite chinês Longjiang-2 – que se espatifou por lá no dia 31 de julho. Mas não pense que se tratou de um acidente causado porque o dispositivo estava desgovernado... Na verdade, o aparelho concluiu a sua missão e, segundo o Centro de Exploração Lunar e Programa Espacial da Administração Nacional Aeroespacial da China, os astrônomos optaram por realizar uma manobra de queda controlada para aposentar o dispositivo.O Longjiang-2 foi lançado em maio do ano passado e permaneceu durante 437 dias (terrestres) em órbita ao redor da Lua, ultrapassando o período originalmente programado para a duração da missão de 1 ano – e ganhando de seu “irmão mais velho”, Longjiang-1, que chegou a ser lançado, mas jamais chegou ao seu destino.Leia mais... Veja Mais

Você viu a última imagem deslumbrante que o Hubble capturou de Júpiter?

Você viu a última imagem deslumbrante que o Hubble capturou de Júpiter?

Tecmundo Fazia algum tempo que não víamos nenhuma imagem de Júpiter – planeta que, possivelmente, consiste no integrante mais fotogênico do Sistema Solar. Pois, para acabar com o jejum, a NASA compartilhou um registro capturado pelo telescópio espacial Hubble e – precisamos dizer – a foto do gigante gasoso é deslumbrante!De acordo com a NASA, a imagem foi registrada no último dia 27 de junho, durante um período conhecido como “oposição” – em que Júpiter se encontrava situado em uma posição oposta ao Sol com relação à Terra –, o qual favorece a observação das turbulentas nuvens e cores do planeta. Dê só uma olhadinha!Leia mais... Veja Mais

Cientistas usam implante neural para administrar drogas no cérebro

Cientistas usam implante neural para administrar drogas no cérebro

Tecmundo Uma equipe formada por pesquisadores norte-americanos e sul-coreanos está trabalhando no desenvolvimento de um método inovador para o tratamento de diversos problemas neurológicos. O sistema funciona a partir de um implante neural que pode ser ativado por meio de um aplicativo de celular para a liberação de diferentes medicamentos no cérebro ou administração de fototerapia, que se baseia na emissão de diferentes espectros da luz para tratar os mais variados males.De acordo com o Eureka Alert, o implante consiste em um dispositivo maleável que pode ser controlado através de um smartphone e tem uma espécie de cartucho substituível com as drogas que serão administradas ao paciente e pode ser equipado com luzes de LED do tamanho de grãos de sal. O interessante é que o método permitirá que os tratamentos, medicamentosos ou de fototerapia, sejam focados em células nervosas específicas.Leia mais... Veja Mais

Ondas gravitacionais serão usadas para achar mundos como o Magrathea

Ondas gravitacionais serão usadas para achar mundos como o Magrathea

Tecmundo Em "O Guia do Mochileiro das Galáxias", de Douglas Adams, o planeta Magrathea gira em torno das estrelas Soulianis e Rahm – duas anãs brancas. Sondar ondas gravitacionais tem sido a maneira de cientistas acharem estas estrelas usando detectores como a missão Laser Interferometer Space Antenna (ou LISA) da Agência Espacial Europeia. O LISA, ao ser lançado em 2034, terá por missão identificar exoplanetas como o Magrathea, orbitando anãs brancas.O LISA foi projetado para identificar ondas gravitacionais produzidas por pares compactos de objetos, como duplas de anãs brancas – estrelas de tamanho médio como o sol que, depois de queimar todo o seu combustível, acabam por expelir suas camadas externas. Como não são maciças o suficiente para fundirem seu núcleo, elas esfriam e morrem.Leia mais... Veja Mais

Aquecimento global transforma geleiras em cachoeiras na Groenlândia

Aquecimento global transforma geleiras em cachoeiras na Groenlândia

Tecmundo Você deve ter acompanhado as notícias sobre a onda de calor que “tostou” a Europa há alguns dias, não é mesmo? A situação melhorou um pouco por lá, mas essa mesma massa de que provocou temperaturas recorde em alguns locais agora se encontra sobre a Groenlândia – e a situação é tão crítica que o calor tem feito com que geleiras da região se transformem em “cachoeiras”.The Naujatkuat River in West Greenland running high in end of July, my gauging station is perched on the bedrock. With the exceptional heat wave coming I have my fingers crossed for it not being washed away. pic.twitter.com/JPofxDIELNLeia mais... Veja Mais

Última semana: Google oferece bolsas para pesquisadores latino-americanos

Última semana: Google oferece bolsas para pesquisadores latino-americanos

Tecmundo Estão abertas as inscrições para o Latin America Research Awards (LARA) deste ano. A iniciativa da Google de fomento à pesquisa já beneficiou mais de 70 projetos na América Latina desde 2013, quando foi lançada. O objetivo é desenvolver soluções de tecnologia para grandes problemas do cotidiano.Os trabalhos podem ser submetidos até o dia 29 de julho (esta é a última semana) por estudantes de mestrado e doutorado, ou seus respectivos orientadores. Esses irão concorrer a bolsas de pesquisa para a elaboração de estudos inovadores em diversas áreas, como empreendedorismo digital e saúde pública.Leia mais... Veja Mais

Ilusão de óptica faz foto monocromática parecer colorida

Ilusão de óptica faz foto monocromática parecer colorida

Tecmundo A internet está cheia de ocorrências surpreendentes de ilusão de óptica. Casos como o vestido preto e azul ou do tênis rosa e branco viralizaram rapidamente e até hoje ainda causam discussões.O mistério mais recente que está mexendo com a cabeça dos internautas é uma fotografia em preto e branco que parece ser totalmente colorida. Se olharmos atentamente, é possível enxergar algumas grades com cores sobre a imagem, fazendo com que o cérebro entenda e preencha automaticamente as colorações que não existem na foto original.Leia mais... Veja Mais

Vírus ebola finalmente tem cura

Vírus ebola finalmente tem cura

Tecmundo "O ebola não é mais incurável", disse Jean-Jacques Muyembe, diretor-geral do Institut National de Recherche Biomedicale na República Democrática do Congo, um dos responsáveis por supervisionar os ensaios clínicos de novas drogas em campo. Dois dos tratamentos experimentais aumentaram drasticamente as taxas de sobrevivência dos pacientes infectados, o que é considerado uma vitória na luta contra o ebola, juntamente da vacina experimental que protege contra a ação do vírus.Desde novembro de 2018, pacientes de quatro centros de tratamento na região leste do Congo, onde o surto se mostrou mais virulento, foram escolhidos ao acaso para receberem uma das quatro novas terapias. O estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de institutos nacionais de saúde dos países onde o Ebola é quase endêmico se baseia na aplicação de quatro terapias, uma com a droga antiviral Remdesivir e três que usam anticorpos monoclonais, grandes proteínas em forma de Y que reconhecem bactérias e vírus invasores, recrutando células do sistema imunológico para atacar esses patógenos: ZMapp, Regeneron e mAb114.  Leia mais... Veja Mais

Satélites da NASA 'movidos a vapor' fazem manobras sincronizadas no espaço

Satélites da NASA 'movidos a vapor' fazem manobras sincronizadas no espaço

Tecmundo A NASA revelou, na última semana, que realizou a primeira manobra coordenada entre dois satélites de pequeno porte no espaço. O experimento aconteceu no final de junho e envolveu dois CubeSats, um tipo diferente de espaçonave pequena e cúbica, e ambas realizaram movimentos na órbita baixa da Terra através de mensagens de rádio entre elas.Os dois satélites são movidos a vapor e estavam a uma distância de aproximadamente nove quilômetros. A "conversa" entre ambos envolveu sinais para um CubeSat se aproximar do outro convertendo parte da água em seu tanque em vapor para fazer a manobra. Um vídeo foi divulgado pela organização norte-americana para mostrar como funcionou todo esse processo. Confira logo abaixo, em inglês.Leia mais... Veja Mais

Space X vai oferecer lançamentos a baixo custo para pequenos satélites

Space X vai oferecer lançamentos a baixo custo para pequenos satélites

Tecmundo Para que pequenos subam, às vezes é preciso estar nos ombros de um gigante – neste caso, a SpaceX, que acaba de abrir uma linha de negócios para pequenas operadoras interessadas em botar seus satélites em órbita. Trocando em miúdos, Elon Musk criou um "Uber" compartilhado para pequenas cargas, que dividirão espaço no foguete Falcon 9, a preços baixos.SpaceX is expanding its launch services to directly address the needs of small satellite operators through regularly scheduled, dedicated Falcon 9 rideshare missions → https://t.co/jqQxEdt4xp pic.twitter.com/3gzOPxdVkWLeia mais... Veja Mais

Tesseract lança sistema propulsão para foguetes mais seguro e eficaz

Tesseract lança sistema propulsão para foguetes mais seguro e eficaz

Tecmundo Uma das grandes dificuldades relacionadas ao lançamento de espaçonaves e satélites artificiais é o combustível – e não faltam engenheiros quebrando a cabeça em busca de soluções. No entanto, a Tesseract Space anunciou o desenvolvimento de um novo sistema de propulsão para foguetes que, ademais de usar um tipo de propelente muito mais seguro do que o tipicamente usado na atualidade, é mais compacto e eficiente.Leia mais... Veja Mais

Rocha espacial com meio km de diâmetro passará pertinho da Terra no sábado

Rocha espacial com meio km de diâmetro passará pertinho da Terra no sábado

Tecmundo Imagine o estrago que um pedregulho com meio quilômetro de diâmetro não causaria se ele se espatifasse sobre uma cidade! Pois uma rocha espacial com essas dimensões deve passar pertinho de nós no próximo sábado, dia 10 – mas, fique tranquilo, porque, se você anda meio descontente com o rumo que a humanidade vem tomando e andou pedindo aos céus que enviem um asteroide para pôr um fim em tudo, sentimos muito em dizer que não será desta vez.O asteroide em questão é conhecido como 2006 QQ23 e consta na lista de objetos espaciais potencialmente perigosos. Segundo os astrônomos acompanhando a aproximação, a rocha espacial deverá passar por nós a uma velocidade de mais de 16,4 mil km/h e a uma distância de 7,4 milhões de quilômetros – que pode parecer muito, mas, em termos astronômicos, é o mesmo que passar raspando pelo nosso planeta.Leia mais... Veja Mais

Nanomicrofone consegue captar partículas individuais de som

Nanomicrofone consegue captar partículas individuais de som

Tecmundo Pesquisadores da Universidade de Stanford, nos EUA, criaram um nanomicrofone tão sensível, que é capaz de detectar os fônons, tidos como partes indivisíveis de movimento ou quanta, que se manifestam como som ou calor. Ao contrário da maioria das substâncias do nosso mundo, as energias dos fônons são restritas e aparecem como fragmentos ou segmentos distintos.Antes do microfone quântico, os cientistas não conseguiam medir os fônons individualmente porque os espaços entre seus segmentos (as diferenças entre seus estados de energia) são diminutos.Leia mais... Veja Mais

Agenda cósmica: 2 chuvas de meteoros devem agitar o céu nesta semana

Agenda cósmica: 2 chuvas de meteoros devem agitar o céu nesta semana

Tecmundo Eis que na falta de 1, teremos 2 eventos celestes nesta semana: as chuvas de meteoros Delta Aquarídeos do Sul e Alfa Capricornídeos – sendo que as duas poderão ser observadas aqui no Hemisfério Sul, especialmente a primeira! Ambos os fenômenos ocorrem anualmente entre julho e setembro e, em 2019, alcançam seus ápices por estes dias, com a vantagem de que estamos na Lua Nova, o que favorece a observação.Que tal falarmos sobre a Delta Aquarídeos do Sul primeiro? Essa chuva de meteoros ocorre todos os anos, mais ou menos do dia 12 de julho até 23 de agosto, quando a órbita da Terra cruza com a cauda do cometa Marsden (e possivelmente com a do cometa Kracht também) – e rochas espaciais presentes nessa estrutura acabam passando pela atmosfera terrestre.Leia mais... Veja Mais

NASA conclui cápsula Orion que levará tripulação à Lua até 2022

NASA conclui cápsula Orion que levará tripulação à Lua até 2022

Tecmundo Após 50 anos da primeira vez que o homem pisou na Lua, a NASA se prepara para fazer uma segunda viagem: em um evento de comemoração à missão Apollo 11, o vice-presidente norte-americano Mike Pence anunciou a conclusão da construção da cápsula espacial Orion."Orion é uma nova classe, projetada exclusivamente para voos espaciais de longa duração, que devolverão os astronautas à Lua e, eventualmente, levarão os primeiros humanos a Marte e os trarão de volta em segurança", disse a vice-presidente e gerente geral de Espaço Civil Comercial da Lockheed Martin, empresa responsável pela construção da cápsula, Lisa Callahan.Leia mais... Veja Mais

Tecnologia mede pressão arterial através de uma selfie em vídeo

Tecnologia mede pressão arterial através de uma selfie em vídeo

Tecmundo Imagina que prático saber sua pressão sanguínea com apenas um vídeo no seu celular? É isso que cientistas da Universidade de Toronto, no Canadá, estão desenvolvendo. O projeto consiste em apresentar dados sobre a saúde do indivíduo através de uma selfie em vídeo pelo smartphone. O responsável pela tecnologia é Kang lee, professor do Instituto de Estudos de Educação de Ontário, em parceria com o pesquisador Paul Zheng. Leia mais... Veja Mais

Descoberto 'Júpiter recém-nascido' abrindo espaço em maternidade planetária

Descoberto 'Júpiter recém-nascido' abrindo espaço em maternidade planetária

Tecmundo Um time de astrônomos conseguiu observar um exoplaneta “recém-nascido” formando espaços no disco protoplanetário de sua estrela – criando o que, visivelmente, lembraria um sol com anéis. O jovem mundo, um gigante gasoso com o dobro do tamanho de Júpiter, foi descoberto orbitando uma estrela conhecida como HD 97048, na Constelação de Camaleão, localizada a 603 anos-luz de distância, e esta é a primeira vez que os cientistas conseguiram mostrar esse tipo de perturbação criada por planetas.Os discos protoplanetários, caso você nunca tenha ouvido falar neles, consistem em regiões compostas por fragmentos, poeira e gás cósmicos que funcionam como uma espécie de maternidade planetária – uma vez que o material contido nesses discos acaba colidindo e se aglomerando gradualmente até formar planetas.Leia mais... Veja Mais

Novo mapa 3D revela que a nossa galáxia não é plana, mas retorcida

Novo mapa 3D revela que a nossa galáxia não é plana, mas retorcida

Tecmundo Há algum tempo estudos haviam sugerido que a Via Láctea não era bem o que parecia... mas um mapa tridimensional e superdetalhado produzido recentemente por cientistas do Observatório Astronômico da Universidade de Varsóvia, na Polônia, revelou que a nossa galáxia, em vez de se esparramar de forma "plana" no cosmos, tem as extremidades torcidas. Se fosse possível olhá-la de perfil, ela pareceria uma colossal batata chips.Embora seja difícil criar uma imagem mental que represente a enormidade da Via Láctea, levantamentos, estudos e simulações apontaram que ela mede cerca de 120 mil anos-luz de uma extremidade à outra e serve de lar para bilhões de estrelas e planetas. Também se sabe, desde a década de 1950, que é uma galáxia em espiral, e ainda existe certo debate envolvendo o número de "braços" que possui: entre dois e quatro, dependendo dos astrônomos consultados, mas parece que a quantidade maior de espirais é a mais favorecida.Leia mais... Veja Mais

Sonda israelense 'infectou' a Lua com milhares de organismos terrestres

Sonda israelense 'infectou' a Lua com milhares de organismos terrestres

Tecmundo Em abril deste ano, a sonda israelense Beresheet colidiu com a Lua. O artefato foi a primeira missão privada a viajar ao satélite, mas o fracasso não deteve a equipe, que planeja enviar outra nave em breve. Contudo, a Beresheet transportava uma porção de coisas, entre elas uma espécie de enciclopédia digital contendo o equivalente a 30 milhões de páginas, incluindo amostras de DNA humano, células e milhares de tardígrados. Sim, a sonda que caiu transportava organismos terrestres.Caso você não faça ideia de que criaturas são essas, elas também são conhecidas como ursos-d'água, microrganismos extremófilos capazes de aguentar pressões de até 6 mil atmosferas, sobreviver a até 5 mil Gy de radiação, não se abalar ao serem expostos a temperaturas do zero absoluto até 150 °C e "ressuscitar" após passarem 3 décadas congelados. Chamar esses seres de resistentes não traduz com precisão o quanto eles são capazes de suportar. Veja um deles:Leia mais... Veja Mais

Curiosity: sonda da NASA completa 7 anos no solo de Marte

Curiosity: sonda da NASA completa 7 anos no solo de Marte

Tecmundo O dia 6 de agosto foi marcado pelas celebrações do sétimo aniversário do rover Curiosity em solo marciano. A sonda, enviada pela NASA ainda em 2012, chegou em Marte há sete anos e, desde então, tem ajudado a humanidade a desvendar os mistérios do Planeta Vermelho.As comemorações são reforçadas após a perda da comunicação com outro rover, a Opportunity, que “desapareceu” após uma fortíssima tempestade de areia em Marte. A Curiosity, por sua vez, continua firme e forte em seu sétimo ano de missão enviando dados para cientistas aqui na Terra.Leia mais... Veja Mais

Parker Solar Probe: sonda da NASA transmite 1ª leva de dados sobre o Sol

Parker Solar Probe: sonda da NASA transmite 1ª leva de dados sobre o Sol

Tecmundo A Parker Solar Probe, sonda espacial da NASA focada em “tocar” e coletar informações científicas sobre o nosso Sol, acaba de transmitir a sua 1ª leva de dados à Terra: o equivalente a impressionantes 22 gigas em levantamentos – ou mais que o dobro do que era esperado para esse primeiro envio. Pois é... o dispositivo estudando a nossa estrela merece uma estrelinha pelo excelente trabalho realizado até agora!Lançada há cerca de 1 ano, a Parker Solar Probe foi projetada para orbitar ao redor do Sol e passar através de sua corona – aquele “anel” luminoso que costuma ficar visível no ápice dos eclipses solares totais – e, portanto, consiste no artefato construído pela humanidade que chegará mais próximo da nossa estrela. Nos últimos meses, a nave realizou 2 sobrevoos e a montanha de dados coletados nessas ocasiões são esses chegando ao nosso planeta.Leia mais... Veja Mais

LightSail 2, o satélite com 'velas de luz”, já opera sem combustível

LightSail 2, o satélite com 'velas de luz”, já opera sem combustível

Tecmundo Depois de uma série de atualizações, a pequenina nave LightSail 2 abriu completamente sua vela solar prateada e, assim, tornou-se a primeira a navegar usando apenas luz do sol, sem nenhum outro combustível. A Sociedade Planetária, responsável pelo projeto, comemorou o feito, enquanto mandava a nave para uma órbita mais alta."É com grande entusiasmo que anunciamos o sucesso da missão do LightSail 2. Nosso objetivo  era conseguir navegação solar controlada em um CubeSat, mudando a órbita da espaçonave usando apenas a luz do Sol, algo que nunca foi feito antes", disse o gerente do programa LightSail e cientista-chefe da Sociedade Planetária, Bruce Betts.Leia mais... Veja Mais

Até mesmo robôs de cor preta podem ser discriminados, diz pesquisa

Até mesmo robôs de cor preta podem ser discriminados, diz pesquisa

Tecmundo O estudo Robots and Racism, publicado pela University Of Canterbury, aponta que a discussão racial se estende também para o mundo da robótica. A pesquisa indica que a relação com os robôs muda de acordo com a sua cor; o principal autor do artigo, Christoph Bartneck, chegou à conclusão de que as pessoas atribuem às máquinas raças com características antropomórficas, reproduzindo pensamentos racistas.O pesquisador sugere que a cor — preta ou branca — afeta o modo como acontece a interação. O resultado surgiu a partir de uma dinâmica baseada no Shooter Bias Test, na qual era preciso atirar em imagens de pessoas consideradas perigosas, com alguns robôs aparecendo na tela ocasionalmente. O ensaio apontou que vários robôs de cor preta, que não apresentavam nenhuma ameaça, foram mais atingidos do que os brancos.Leia mais... Veja Mais

NASA libera panorâmicas inéditas da Lua

NASA libera panorâmicas inéditas da Lua

Tecmundo A NASA liberou imagens panorâmicas inéditas em comemoração aos 50 anos da Apollo 11, voo que levou os primeiros homens à Lua. Capturadas durante a expedição Apollo 17, as fotos celebram as 12 pessoas que tiveram a oportunidade de visitar o satélite natural.Algumas alterações foram feitas nas imagens para prezar pela qualidade da definição. Os especialistas editaram, por exemplo, o horizonte lunar, deixando o fundo sem estrelas. Também foram trabalhados os fenômenos de “lens flare”, que acontecem quando a luz que entra pelas extremidade da lente acaba se dispersando. O efeito causa algumas manchas de luz, muito comuns no cinema.Leia mais... Veja Mais

Descoberta de 39 galáxias vai ajudar a entendermos a evolução do universo

Descoberta de 39 galáxias vai ajudar a entendermos a evolução do universo

Tecmundo Um grupo de cientistas de várias partes do mundo descobriu 39 galáxias gigantescas e muito antigas, usando vários telescópios, tanto no espaço quanto na Terra. A descoberta é surpreendente para os pesquisadores porque estas galáxias já existiam menos de 2 bilhões de anos após a formação do universo, o que pode mudar a concepção de como entendemos sua evolução e a criação das próprias galáxias.Essas galáxias muito antigas são invisíveis ao telescópio Hubble por causa do espectro de luz que elas emitem.Leia mais... Veja Mais

Atividade misteriosa é detectada no buraco negro no centro da Via Láctea

Atividade misteriosa é detectada no buraco negro no centro da Via Láctea

Tecmundo No centro da Via Láctea, como você deve saber, existe um buraco negro colossal chamado Sagitário A – ou Sgr A* para os íntimos –, uma estrutura colossal que, na maior parte do tempo, não apresenta grandes flutuações na liberação de energia. Entretanto, recentemente, cientistas detectaram algo muito estranho acontecendo por lá, quando, de repente, o buracão emitiu uma quantidade de luz 75 vezes superior às emissões normais e, em seguida, voltou à tranquilidade habitual.Obviamente, o buraco negro não brilhou feito um imenso farol no coração da galáxia – afinal, eles não emitem qualquer tipo de luz –, mas foi detectado um pico de radiação incomum o suficiente para surpreender e chamar a atenção dos cientistas aqui na Terra, que não sabem ao certo o que está acontecendo com o Sgr A*. Na verdade, até onde se sabe, o buraco negro jamais apresentou um pico com tanta intensidade assim antes.Leia mais... Veja Mais

Cientistas identificam nova classe de estrelas pulsantes

Cientistas identificam nova classe de estrelas pulsantes

Tecmundo Um time de astrônomos focado em estudar sistemas estelares binários acidentalmente se deparou com algo inusitado: uma nova classe de estrelas pulsantes com comportamento bastante peculiar. Os astros foram identificados enquanto os especialistas da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, nos EUA, observavam sóis de rotação rápida e notaram que alguns faziam algo diferente.De acordo com os pesquisadores, é comum que ocorram flutuações no brilho que uma estrela emite, tanto que o nosso Sol, embora pareça brilhar de forma constante quando o observamos, também apresenta essas oscilações. No entanto, nos astros descobertos pelos astrônomos da Universidade da Califórnia, a variação no brilho se dá de forma mais intensa, em pulsos mais fortes intercalados por mais fracos a cada poucos minutos.Leia mais... Veja Mais

Sonda espacial indiana registra imagens deslumbrantes da Terra

Sonda espacial indiana registra imagens deslumbrantes da Terra

Tecmundo A sonda espacial indiana Chandrayaan-2, lançada no fim de julho com destino à Lua, só deverá pousar no polo sul do satélite no início de setembro, mas o equipamento já começou a enviar a registros aos astrônomos da ISRO (sigla para Indian Space Research Organisation ou Organização Indiana de Pesquisa Espacial).Confira um deles a seguir:Leia mais... Veja Mais

Radiação poderá gerar problemas cognitivos e emocionais nas viagens a Marte

Radiação poderá gerar problemas cognitivos e emocionais nas viagens a Marte

Tecmundo Como se a lista de riscos envolvendo as futuras missões a Marte não fosse longa o suficiente, um estudo recente apontou que a exposição à radiação durante uma viagem ao Planeta Vermelho poderia afetar o cérebro dos astronautas e causar problemas cognitivos e intensificar os quadros de ansiedade, pondo em dúvida à capacidade humana de suportar deslocamentos de longa duração pelo espaço.A pesquisa envolveu expor ratinhos de laboratório a doses baixas de radiação em um ambiente controlado e, depois de apenas 6 meses, os problemas já eram óbvios. De acordo com os cientistas que conduziram os experimentos, após esse período, os animais passaram a evitar transições luminosas e a apresentar dificuldades de interação social, de concentração, problemas de aprendizado, falta de memória e comportamentos relacionados ao transtorno de estresse pós-traumático, e exames revelaram alterações fisiológicas na estrutura cerebral das criaturas.Leia mais... Veja Mais

Monitoramento em tempo real: satélites poderão ser usados para nos vigiar

Monitoramento em tempo real: satélites poderão ser usados para nos vigiar

Tecmundo Como você se sentiria se todos os seus movimentos fossem constantemente acompanhados em tempo real por "olhos invisíveis"? Pois saiba que isso pode acontecer e, em vez de estarmos sendo vigiados por câmeras secretas (ou nem tanto) e agentes infiltrados, a tecnologia dos satélites avançou tanto nas últimas décadas que existe a possibilidade de que esses equipamentos se convertam em espiões superpoderosos e que tudo veem.De acordo com Shelby Brown, do site CNET, pelo menos nos Estados Unidos existem regulamentações em vigor que limitam o alcance dos satélites comerciais e o acesso a dados pessoais da população, mas estamos falando dos EUA e desconsiderando os equipamentos de uso militar ou para fins científicos, certo?Leia mais... Veja Mais

Rússia teme já termos ultrapassado o limiar da 'Síndrome de Kessler'

Rússia teme já termos ultrapassado o limiar da 'Síndrome de Kessler'

Tecmundo As agências espaciais de todo mundo estão em alerta desde o início do ano por conta dos efeitos cada vez mais frequentes de colisões entre satélites na órbita do planeta, o que pode já ser um sinal de que o limiar da Síndrome de Kessler (uma teoria, elaborada nos anos 1970 pelo consultor da NASA Donald J. Kessler, que diz que uma colisão contínua de detritos provocaria incidentes em cascata, aumentando exponencialmente os detritos ao redor do planeta) foi ultrapassado.Segundo dados da Agência Espacial Europeia, nos últimos 15 anos dois terços dos satélites lançados para operar em órbita geoestacionária estão a 300 quilômetros acima de onde operavam, na chamada órbita cemitério. Acima dos 400 ainda ativos estão 1,5 mil objetos de grandes proporções - de satélites desativados a fragmentos de lixo espacial.Leia mais... Veja Mais

Aquecimento global é causado por ação humana, acreditam 99% dos cientistas

Aquecimento global é causado por ação humana, acreditam 99% dos cientistas

Tecmundo É consenso entre 99% dos cientistas de que o aquecimento global é causado por ações do ser humano. O pesquisador John Cook, autor de um estudo que analisou qual parcela do meio científico apoiava esta tese em 2013, afirmou que de lá para cá o número de estudiosos que acreditam que o aquecimento global não é um processo normal do planeta alcançou quase que à unanimidade.Pesquisas recentes publicadas na revista Nature Climate Change embasam a certeza sobre este fato. Nelas, estudioso mostram o resultado de estudos feitos em todo o mundo que provam a não existência de um fenômeno de aquecimento tão acentuado, rápido e global em nenhum momento anterior na história.Leia mais... Veja Mais