Meu Feed

Últimos dias

Quais os melhores jogos de todos os tempos segundo a crítica?

Quais os melhores jogos de todos os tempos segundo a crítica?

Tecmundo Mesmo com o passar dos anos, a pergunta "qual o melhor jogo de todos os tempos?" continua criando grandes discussões entre os jogadores. Como é bem difícil responder, por conta de envolver muita memória afetiva, recorremos ao site Metacritic para montar essa lista de forma objetiva com os melhores games já lançados.Utilizamos o seguinte critério: Se o título foi lançado para mais de uma plataforma inicialmente, pegaremos as notas de cada uma das versões e faremos uma média aritmética. Sendo assim, GTA IV, Tony Hawk's Pro Skater 2, Halo: Combat Evolved e muitos outros com notas altíssimas ficaram de fora por conta de versões não tão boas.Leia mais... Veja Mais

Chaves: saiba tudo por trás dos episódios perdidos da série

Chaves: saiba tudo por trás dos episódios perdidos da série

Tecmundo Chaves é, sem sombra de dúvidas, um dos seriados mais icônicos da história do Brasil e de diversos países da América Latina, carregando consigo uma legião de fãs que acompanhou muitas histórias na vila.A emissora SBT era a maior responsável pela transmissão desse show no Brasil e, durante décadas reprisando a trama, alguns fãs notaram que alguns episódios sofriam alterações, eram trocados ou até mesmo deixavam de ser passados.Leia mais... Veja Mais

Succession: Brian Cox esclarece comentário polêmico sobre Johnny Depp

Succession: Brian Cox esclarece comentário polêmico sobre Johnny Depp

Tecmundo Após criar uma polêmica ao chamar Johnny Depp de “superestimado”, Brian Cox esclareceu seus comentários durante uma entrevista ao Yahoo Entertainment. O ator de Succession comentou que não quis ofender Depp, apenas pontuou algumas críticas.“O que algumas pessoas me acusaram foi minha falta de respeito, e eu realmente não desrespeito ninguém envolvido nesta profissão porque sei o quão difícil é”, explicou Cox. Leia mais... Veja Mais

Estudo sugere que maior parte de reações após vacina tem origem psicológica

Estudo sugere que maior parte de reações após vacina tem origem psicológica

Tecmundo Um estudo publicado terça (18) aponta que o efeito "nocebo", um tipo negativo de efeito placebo, é responsável pela maior parte das reações adversas relatadas após vacina contra a covid-19. O efeito placebo ocorre quando um tratamento simulado — parecido com o convencional, mas que não é destinado a atuar diretamente sobre a doença — resulta em melhorias na saúde. Já o nocebo atua de forma contrária, com tratamentos sem ação farmacológica provocando consequências negativas.Leia mais... Veja Mais

O que acontece quando silencio alguém no WhatsApp?

canaltech Há anos, o WhatsApp permite silenciar contatos específicos ou grupos inteiros, mas foi só em 2020 que se tornou possível emudecer as notificações para sempre. O recurso é uma das partes mais importantes do mensageiro e, no ano passado, ele se encaixou perfeitamente com o novo arquivamento de mensagens do app. WhatsApp está perto de lançar a migração de chats do Android para iOS WhatsApp para desktop vai permitir pausar e retomar gravação de áudios O que acontece quando silencio alguém no WhatsApp? Ao silenciar contatos ou grupos, as conversas não são movidas para nenhuma outra área do aplicativo — isso acontece somente quando elas são arquivadas. O papo silenciado continuará na tela principal do programa e, se novas mensagens forem recebidas, ele voltará ao topo, mas sem fazer o celular apitar. Dá para silenciar contatos ou grupos por oito horas, uma semana ou para sempre (Captura: Igor Almenara/Canaltech) Atualmente, dá para silenciar chats por oito horas, uma semana ou para sempre e, no celular, ainda dá para decidir se as mensagens recebidas serão exibidas nas notificações ou não. Em todo o caso, o smartphone não vai mais tocar ou vibrar, independente do perfil de som escolhido. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Se o silêncio de um perfil ou grupo não for mais necessário, a reativação das notificações é feita seguindo os mesmos passos: segure o chat desejado, toque no ícone em formato de alto-falante na parte superior e desabilite o recurso. Quando silenciar alguém? Sabe aquele grupo que você nem participa tanto e que vive movimentado, ou aquele contato enjoado que manda repetidas mensagens durante a aula, o trabalho ou enquanto você dirige? Nem sempre é possível tomar medidas mais drásticas (como bloquear ou sair da conversa) sem gerar desconforto desnecessário, daí, entra a opção de silenciar. Se o contato é insistente demais ou o grupo não para de mandar mensagens, silenciar pode ser uma alternativa menos drástica (Imagem: Reprodução/Towfiqu barbhuiya/Unsplash) Ao fazer isso, nem o grupo nem a pessoa saberão que você as silenciou, então a amizade poderá ser mantida sem turbulências ou discussões desnecessárias.Vale ressaltar que mesmo silenciadas as pessoas podem conferir sua atividade no app — ou seja, o indicador de “Online” e o “Última vez visto” (se estiver habilitado). Então, as restrições da ferramenta não são nada próximas do que o bloquear proporciona. Quando silenciar não é o bastante Ao silenciar alguém, a conversa ainda aparece na tela inicial do aplicativo. Se isso incomodar, é bom pensar em alternativa, como o arquivamento de conversas. Ao ativá-la, a opção não só desativa as notificações do grupo ou do contato em questão, como também os coloca numa área separada, na seção “Conversas arquivadas”. Contudo, se isso não resolver, vale considerar o bloqueio do contato ou a saída do grupo. Ao fazer isso, porém, o outro lado da conversa vai logo notar a movimentação: ao bloquear alguém, o dono daquele perfil não pode mais ver sua atividade no aplicativo, recado, status, foto de perfil e nem poderá enviar mensagens para você no app; sair do grupo, da mesma forma, faz você parar de receber mensagens até ser adicionado de novo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Veja Mais

Uber Flash é seguro? Veja como usar o serviço de delivery

Uber Flash é seguro? Veja como usar o serviço de delivery

Tecmundo O Uber Flash foi lançado em 2020 no Brasil, mas o serviço ganhou mais destaque após o anúncio da companhia de suspender as entregas de comida no país a partir do próximo dia 7 de março. Com isso, os motociclistas e motoristas parceiros podem continuar obtendo renda com delivery a partir da plataforma.A mudança nos serviços faz parte de uma reorganização da estratégia da companhia com relação à intermediação de entregas no país, que abrange também o delivery de compras de supermercado e produtos de lojas varejistas. Conheça quais são as principais regras para utilizar a mais nova solução da Uber no Brasil.Leia mais... Veja Mais

WhatsApp implementará verificação em duas etapas para navegadores e desktops

tudo celular O WhatsApp implementará verificação em duas etapas para navegadores e desktops. Veja Mais

Pixel 6a: lançamento pode ocorrer em maio, design do celular pode ter vazado por capas de proteção

tudo celular O modelo internamente chamado de "bluejay" traz uma composição de caráter mediano com sensor ultrawide de 16MP. Veja Mais

Crítica How I Met Your Father | Reboot começa divertido e cheio de expectativas

canaltech Ao analisar algo, é importante refletir se aquele produto cumpre bem os objetivos que o mesmo propôs. Quando How I Met Your Father foi anunciada, a sitcom prometeu oferecer uma comédia com doses de romance sobre um grupo de amigos na movimentada cidade de Nova York buscando pelo menos um motivo que os fazem ainda acreditar no amor. Tudo isso mesclado às situações do cotidiano de um jovem adulto: problemas financeiros, familiares, sociais e de emprego. Quando e onde How I Met Your Father vai estrear no Brasil? How I Met Your Father | Onde estão os personagens de HIMYM durante o spin-off Já vimos essa receita em muitos outras produções, seja em Friends ou na própria série que origina o reboot: How I Met Your Mother. No fim das contas, sitcoms jogam sem querer toda a responsabilidade do sucesso nas habilidades humorísticas de seu elenco e dinâmicas entre eles.   Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Então, pensando nisso, é válido dizer que a nova versão da série de comédia ainda está engatinhando. No entanto, avaliar apenas um ou dois episódios para de fato dizer se algo é bom soa até meio injusto diante de algo com tanto potencial. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Quem cresceu acompanhando as séries de comédia do Disney Channel e hoje está com seus 20 e poucos anos sabe que Hilary Duff está voltando para um lugar de muito carinho e segurança por conta de Lizzie McGuire, show do canal fechado que serviu de alavanca para sua carreira como atriz. Outros nomes como Chris Lowell e Francia Raisa também retornam às atividades na televisão, embora essa seja a primeira vez que as estrelas de Private Practice e A Vida Secreta de uma Adolescente Americana, respectivamente, incluam comédia em seus currículos. Nova versão da série de comédia ganha protagonismo feminino (Imagem: Divulgação / Hulu) Contudo, é válido dizer que How I Met Your Mother cumpre, sim, seu objetivo de trazer uma dinâmica jovial à procura de romance na cidade em que nunca dorme para a tela. No primeiro episódio, conhecemos a jovem Sophie (Duff) exatamente como a vida de qualquer novaiorquino se esbarra na outra: na correria. Nova história, novas dinâmicas Assim como na série original, somos introduzidos à história com a versão mais velha de Sophie contando para seu filho a história de como conheceu seu pai, embora conte com a altíssima tecnologia que hoje nos rodeia. As amizades e atuações entre o elenco funcionam bem em frente às câmeras e é nítido ver como alguns se sentem bastante confortáveis em seus papéis. É claro que ainda há muito o que polir: o timing de algumas piadas ou até mesmo certas tiradas que soem sem graça. A impressão que dá é que a série ainda tem muito o que oferecer e muita história a ser explorada. How I Met Your Father contou com uma estreia especial de dois episódios (Imagem: Divulgação / Hulu) É nítido que tudo o que envolve How I Met Your Father é feito com muito carinho até mesmo por quem não aparece em tela: o reboot, apesar de acontecer no mesmo universo que o original, não tenta ser ou imitar a história que Ted, Marshall, Lily, Robin e Barney criaram. Isso fica claro desde o piloto, apesar de haver certas semelhanças com o primeiro material: o bar que serve de "point" do grupo ou o melhor amigo que pede a namorada em casamento logo no primeiro episódio. Essas características, embora similares, não atrapalham a trama que vem a seguir e tampouco deixam a impressão de falta de criatividade por parte dos idealizadores da comédia. Em How I Met Your Father, vemos o mundo atual dos apps de namoro, mensagens de texto e muita tecnologia (Imagem: Divulgação / Hulu) Outros elementos e características que podem remeter à série original são introduzidos de forma muito fluida, natural e, consequemente, com bastante carinho na trama. O final do primeiro episódio é de aquecer o coração dos fãs e, ao que tudo indica, muito mais está por vir. Tem potencial, mas é necessário saber utilizá-lo O segundo capítulo da comédia perde um pouco seu fôlego — visto a tamanha quantidade de emoção que o piloto jorra no público, é natural a trama "dar essa segurada". É válido observar e acompanhar e desbravar junto ao elenco e aos produtores o real direcionamento da história, que está cheia de boas intenções. How I Met Your Father tem potencial, público e fama o suficiente para marcar a comédia da década de 2020. Contudo, visto que as primeiras críticas do seriado foram negativas e existe certa urgência e impaciência da indústria por uma recepção calorosa, o futuro da produção acaba sendo meio incerto. O voto por aqui é que HIMYF seja levado justamente até onde lhe foi planejado, porque com certeza há muito mais por vir. Primeira temporada terá 10 episódios ao todo, ainda sem notícias sobre o futuro da série (Imagem: Divulgação / Hulu) Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! How I Met Your Father chega ao Star+ em 9 de março de 2021. How I Met Your Mother está disponível nos catálogos do Globoplay, Star+ e Prime Video. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Por que os semáforos no Japão têm a cor azul e não verde? Veja Mais

Sonserina: conheça algumas curiosidades sobre a casa de Hogwarts

Sonserina: conheça algumas curiosidades sobre a casa de Hogwarts

Tecmundo Durante sete livros, a escritora J.K. Rowling desenvolveu um mundo de mistério e magia com a saga Harry Potter, focada na vida de um bruxinho de apenas 11 anos que crescia e amadurecia à sombra de um grande fato ocorrido quando ele ainda era um bebê. Tudo isso por conta de um poderoso bruxo vindo da Casa Sonserina (Slytherin, no original), que buscava a imortalidade de todas as formas possíveis. Curiosamente, muitos personagens vindos dessa mesma casa foram apresentados ao longo da série de livros e filmes como grandes antagonistas e pessoas verdadeiramente ambiciosas. Dessa maneira, confira algumas das principais características da Sonserina e tente entender o porquê de todos os seus escolhidos agirem dessa forma. Leia mais... Veja Mais

Veja como compartilhar sua tela ou aba no Google Meet

Veja como compartilhar sua tela ou aba no Google Meet

Tecmundo O Google Meet é um dos serviços mais utilizados para fazer reuniões, apresentações e chamadas de vídeo. A ferramenta, que é gratuita para quem tem uma conta Google, também permite compartilhar uma tela de um programa em uso, ou uma aba específica do seu navegador, facilitando bastante para aqueles que desejam apresentar um programa ou site durante uma videoconferência. Hoje o TecMundo ensina como usar esse recurso de compartilhamento. Confira:Leia mais... Veja Mais

Chromecast com Google TV deve ganhar novo modelo mais poderoso, diz rumor

tudo celular O Google está preparando um novo Chromecast com Google TV e o lançamento acontecerá neste ano. Veja Mais

Review Jeep Renegade Sport | Consumo é o grande inimigo

canaltech O Jeep Renegade é um sucesso de vendas no Brasil, e os números estão aí para comprovar. O SUV foi o mais vendido do Brasil em 2021 e o terceiro carro mais vendido do país no ranking geral do ano passado, atrás somente do Fiat Argo e do Hyundai HB20. Review Jeep Renegade Moab | O mais selvagem da família 5 carros SUVs mais vendidos no Brasil em 2021 A reportagem do Canaltech, que já havia passado uma semana avaliando a versão Moab, equipada com motor 2.0 turbodiesel e pegada off-road, também passou alguns dias a bordo da Sport, variante mais urbana do SUV. As diferenças entre os modelos, se são praticamente imperceptíveis no visual — embora existam algumas —, ficam evidentes já na virada da chave no contato. O motor 1.8 flex do Renegade Sport, além de ser menos potente do que o da Moab, também é menos impactante ao ligar. E as diferenças não param por aí, como você verá na análise do Jeep Renegade Sport. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Visual do Jeep Renegade Sport é mais "limpo" que o da variante Moab (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech) Prós Design Conforto Isolamento acústico Preço Contras Desempenho Consumo Poucos airbags Porta-malas pequeno Conectividade e Segurança O Jeep Renegade Sport testado pelo Canaltech veio equipado com o pacote disponível na versão de entrada, STD, acrescido de uma série de opcionais, como câmera de ré, sistema multimídia de 7 polegadas com Bluetooth, comandos por voz, Apple CarPlay e Android Auto (via cabo), controle de rádio no volante, ar-condicionado digital Dual Zone e sensor de estacionamento traseiro. O computador de bordo também é interessante e mostra informações de consumo (médio e imediato), indicador de troca de marcha, previsão para a próxima revisão e outros pontos a respeito do funcionamento do veículo. O modelo ainda tem USB disponível para os ocupantes do banco traseiro, útil para quem precisa recarregar o celular. Cabine do Jeep Renegade Sport (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)Em termos de segurança, a variante Sport do Jeep Renegade peca por não disponibilizar airbags laterais, oferecendo o item apenas nas posições frontais, para motorista e passageiro. Pelo menos a versão também traz de série controle de tração e estabilidade, luzes de condução diurna, monitoramento de pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, alarme antifurto periférico, sistema start/stop, freio de estacionamento eletrônico e assistente de partida em rampa. Conforto e experiência de uso Como dissemos logo no início da análise, as diferenças entre as versões Moab e Sport do Jeep Renegade já começam ao girar a chave no contato. E continuam na hora em que o câmbio sai do “N” para o “D”. O motor menos potente (139 cv no etanol contra 170 cv no diesel) e o torque menor (19,3 kgfm x 35,7 kgfm) são sentidos quase que imediatamente. O peso do SUV (1.393 kg) é muito superior à potência entregue pelo motor flex 1.8, tornando e a condução, que é tão agradável na versão Moab, acaba ficando bastante prejudicada. O carro até que se comporta bem de uma maneira geral, mas visivelmente “sofre” em determinadas situações, principalmente quando retomadas rápidas são exigidas. Renegade Sport tem espaço de sobra para até cinco ocupantes (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)Como precisa fazer um esforço maior para empurrar o Renegade Sport, o conjunto, que ainda conta com um câmbio automático de 6 velocidades (3 a menos do que na versão diesel) acaba gerando um consumo maior de combustível. E esse, sem dúvida, foi o ponto que mais jogou contra na avaliação do Canaltech, principalmente em tempos de combustível com preços tão elevados. A reportagem constatou, durante percurso puramente urbano, um consumo médio abaixo do previsto pelas medições do Inmetro. Enquanto o órgão aponta média de 6,7 km/l, a aferição do Canaltech registrou 4,8 km/l. Os números melhoraram um pouco quando o Jeep Renegade Sport foi submetido a uma rápida viagem até Jundiaí, no interior de São Paulo, subindo para 7,3 km/l no trajeto rodoviário, mais perto do número divulgado pelo Inmetro, que é de 7,4/l nessas condições. Painel conta com informações digitalizadas na parte central (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)Consumo elevado e pouca potência à parte, o SUV tem seus pontos fortes, como o silêncio da cabine, a boa suspensão e a dirigibilidade, mesmo não herdando a tração 4x4 da versão mais aventureira — ela é 4x2, com tração dianteira. O espaço interno também é excelente, já que tem as mesmas dimensões de toda a família, mas o porta-malas, mais uma vez, conta pontos contra, pois também carrega os mesmos 320 litros da variante Moab. "A Renegade versão Sport atrai pelo visual, similar ao das "irmãs", mas deixa muito a desejar no quesito condução, já que o motor 1.8 visivelmente "sofre" para empurrar o pesado SUV" — Paulo Amaral Design e acabamento O design do Jeep Renegade Sport é praticamente o mesmo que faz sucesso em todas as versões da família. A variante emprestada para a reportagem contava com bancos revestidos em couro — algo que é vendido como opcional, e sentimos falta na versão Moab —, maçanetas e retrovisores externos na cor preta, rodas de liga leve de 17 polegadas, revestimento externo nas colunas das portas e rack de teto na cor preta. Por dentro, o acabamento apresentou os mesmos pontos negativos da Moab, principalmente no tangente ao uso excessivo de plástico duro nos painéis e nas portas do SUV. Pontos positivos para o porta-celular e o porta-óculos, além de um pequeno compartimento abaixo do painel, perfeito, por exemplo, para guardar o controle remoto do portão da garagem. Retrovisores do Renegade Sport são na cor preta (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech) Concorrentes A lista de concorrentes do Jeep Renegade Sport 1.8 flex tem, além das versões de entrada do Volkswagen T-Cross, do Hyundai Creta, do Chevrolet Tracker e do Honda HR-V, os modelos Duster e Captur da Renault. Logo de saída, dá para afirmar que o consumo e a falta de potência do motor podem ser considerados pontos negativos no comparativo com os SUVs rivais, e que ocupam faixa de preço similar. O HR-V em sua versão ELX, dotada do mesmo motor, por exemplo, teve desempenho melhor e menor consumo de combustível. A vantagem que o modelo da Jeep leva, sem dúvida, é o visual distinto, talvez um dos motivos que expliquem o enorme sucesso de vendas desde que a primeira versão foi lançada no Brasil em 2015. "Apesar de ficar devendo em motorização e consumo, não dá para negar que o Renegade Sport carrega o mesmo "charme" das demais versões e tem um preço atraente" — Paulo Amaral +6 $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n5 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n6 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n7 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n8 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n9 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n10 \/ 10\n\n\n\nRenegade Sport 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_a16d92')); }); Veredicto Diante de tudo o que foi dito em nossa análise, o que dá para dizer sobre o Jeep Renage Sport? O modelo, quando comparado a veículos de diferentes categorias, hoje com preços beirando ou até ultrapassando a casa dos R$ 100 mil, tem enormes benefícios. Além do design arrojado, a segurança e o conforto de um SUV são incomparáveis com modelos mais simples de carros. A variante testada pelo Canaltech custa, hoje, a partir de R$ 112 mil. No comparativo com os rivais diretos, no entanto, fica a sensação de que o sucesso da versão, responsável pela maior parte das vendas do modelo, talvez tenha prazo para terminar. Design arrojado e conforto são grandes atrativos do Jeep Renegade Sport (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)No Canaltech, o Jeep Renegade Sport 1.8 Flex foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pelo Grupo Stellantis. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

Apple é processada por violação de patentes da Ericsson no Brasil e Europa

tudo celular Processos contra Apple envolvem 12 patentes da Ericsson relacionadas a diversas tecnologias, incluindo 5G. Veja Mais

OPPO Reno 7 Pro tem preço revelado na Índia antes do lançamento oficial

tudo celular O lançamento da linha OPPO Reno 7 já aconteceu na China e os aparelhos agora devem desembarcar na Índia. Veja Mais

Atualização para McAfee Agent corrige falha de elevação de privilégios

canaltech A Trellix, antes McAfee Enterprise., divulgou hoje que corrigiu uma falha no software McAfee Agent para Windows. A vulnerabilidade permitia que invasores pudessem aumentar privilégios de contas do sistema, além de abrir caminho para a execução de código arbritário, ou seja, dar controle total do dispositivo para os criminosos, nas máquinas onde o programa está instalado. 160 mil chaves PIX de clientes do Acesso Bank vazam após falhas de sistema O que é exploit? O McAfee Agent é um dos componentes do McAffe ePolicy Orchestrator, software usado para controle de defesa de ambientes e redes corporativas. O Agent, em específico, é focado em disponibilizar e configurar políticas de segurança em endpoints. Além disso, ele também é responsável pelo download de atualizações de todos os outros programas da solução. As informações resumidas da falha. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto/Canaltech) A falha em questão, documentada como CVE-2022-0166, foi descoberta pelo analista de segurança virtual Will Dormman, e foi corrigida na atualização 5.7.5 para o McAfee Agent, lançada na terça-feira (18). A vulnerabilidade pode ser explorada em todas as versões anteriores do software, e por isso a empresa aconselha que a nova versão seja instalada o mais rápido possível. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- O perigo da falha do McAfee A falha, caso explorada por invasores, possibilita a infecção do sistema com diversos vírus, além do escalonamento de privilégios das contas invadidas para o nível mais alto de autorização do Windows, permitindo que os criminosos assumam o controle completo da máquina. Além disso, ela também pode ser usada para ocultar possíveis agentes maliciosos que estejam no dispositivo. A atualização pode ser baixada pelo site da McAfee, ou instalada diretamente pelo menu da aplicação. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

Fusão entre buracos negros que não deveriam existir pode ter sido solucionada

canaltech Dois buracos negros que protagonizaram uma colisão intrigante tinham órbitas excêntricas — isto é, elípticas —, de acordo com um novo estudo sobre ondas gravitacionais ondas detectadas em 2019. Na época, elas se tornaram alvo de muito estudo, pois os cientistas não sabiam explicar os dados que encontraram. Este buraco negro está formando estrelas no centro de uma galáxia anã Quantos buracos negros existem no universo? Spoiler: dezenas de quintilhões! Tudo começou em 2019, quando o Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory (LIGO) detectou as ondas gravitacionais (oscilações no espaço-tempo causadas por grandes impactos cósmicos) da colisão mais massiva já encontrada. Os dados apontavam dois objetos — um de 85 e outro de 66 massas solares — que se fundiram em um único corpo de 142 massas solares. Estes números causaram problemas, porque apenas estrelas explicariam o evento, mas o modelo teórico atual não permite estrelas com mais de 65 massas solares. Algo estranho aconteceu, e alguns cientistas cogitaram até mesmo que se tratava de dois objetos hipotéticos conhecidas como estrelas Proca. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Agora, um novo estudo publicado na revista Nature Astronomy afirma que a colisão foi, de fato, entre dois buracos negros. Contudo, eles estavam em órbitas excêntricas, e isso pode fazer toda a diferença: ao orbitar em trajetórias elípticas, eles teriam mais chances de colidir com outras populações de buracos negros em regiões mais densas, como o centro galáctico. Ilustração de dois buracos negros em rota de colisão (Imagem: Reprodução/Mark Myers/ARC) Outra implicação dessa possibilidade é que as ondas gravitacionais diferem, dependendo do tipo de órbita dos objetos que colidiram. Ou seja, colisões de objetos em órbitas ovais geram dados diferentes em relação às de corpos em órbitas circulares. Se o estudo estiver correto, essa seria a primeira detecção de colisão entre dois buracos negros com órbitas excêntricas. Para chegar a essa conclusão, foram usadas centenas de simulações de computador, que mostraram que os sinais do evento GW150521 são melhor explicados em um cenário de alta excentricidade. Os cientistas esperam que esse trabalho seja um grande avanço no modo como astrofísicos entendem as fusões entre buracos negros. Em última análise, o estudo sugere também que algumas das colisões de buracos negros detectadas pelo LIGO e outros detectores de ondas gravitacionais são muito mais massivas do que se pensava anteriormente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

Demon Slayer: no Japão, fãs respeitam mais os personagens do que as mães

Demon Slayer: no Japão, fãs respeitam mais os personagens do que as mães

Tecmundo Uma pesquisa inusitada realizada entre fãs de anime no Japão revelou que os participantes respeitam mais os personagens de Demon Slayer do que suas próprias mães. O projeto, que contou com a colaboração de mais de 7,5 mil estudantes do Ensino Fundamental, tinha a proposta de classificar as pessoas mais populares durante o ano de 2020 e foi intitulada de “Quem é a pessoa que você mais respeita em 2020?”.Segundo o resultado da pesquisa, dos dez postulantes à personalidade do ano, sete foram personagens de Demon Slayer, que intercalaram com pais, professores e mães entre as colocações. Leia mais... Veja Mais

The Office: atrizes da série comentam famoso episódio do parkour

The Office: atrizes da série comentam famoso episódio do parkour

Tecmundo As atrizes Jenna Fischer e Angela Kinsey (Pam Beesly e Angela Martin, respectivamente), se reúnem toda a semana para lembrar das histórias de bastidores de The Office no podcast Office Ladies. No episódio mais recente, o tema foi um dos episódios com a abertura mais popular da série.Intitulado Gossip, o episódio inicia com Michael Scott (Steve Carell), Dwight (Rainn Wilson) e Andy (Ed Helms) chegando ao escritório e fazendo alguns pulos aleatórios enquanto gritam “parkour”. A sequência encerra com eles no estacionamento, antes que Andy pule de um caminhão e se machuque.Leia mais... Veja Mais

Navi 24 da RX 6500 XT foi projetada para notebooks, aponta funcionário da AMD

canaltech Sem suporte para codificação AV1, H.264 e H.265, e munida de apenas 4 pistas PCIe 4.0, a GPU Navi 24 que equipa a recém-lançada Radeon RX 6500 XT teria sido planejada com foco em equipar notebooks, como indica publicação do arquiteto de software AMD ROCm para Linux, John Bridgman, em fórum dedicado ao sistema operacional. O especialista respondia a usuários que discutiam as limitações drásticas aplicadas pela empresa na nova placa de vídeo de baixo custo. AMD pode lançar novas RX 6950 XT e RX 6850 XT com memória turbinada Nvidia RTX 3070 Ti mobile mostra desempenho de TITAN RTX em teste vazado Navi 24 da RX 6500 XT mirava em notebooks Apesar de também estar presente em modelos para notebook, e na ainda mais modesta RX 6400, a GPU Navi 24 chamou a atenção nesta semana por equipar a RX 6500 XT, vendida pela AMD como a solução para gamers que ainda utilizavam placas de vídeo antigas, como a RX 580 e a GTX 1060, pudessem atualizar o hardware sem precisar lidar com os preços exagerados que outras soluções enfrentam diante da escassez de semicondutores. Em resposta a usuários, o engenheiro do AMD ROCm para Linux, John Bridgman, confirmou que a GPU Navi 24 foi idealizada para uso primário em notebooks (Imagem: Reprodução/VideoCardz) No entanto, cortes drásticos acabaram afetando o desempenho da placa de maneira significativa, o que gerou discussões pela internet. Uma delas, no fórum do portal Phoronix, dedicado a distros Linux, chegou a envolver John Bridgman, que revelou a um dos usuários que a Navi 24 foi, na verdade, planejada para ser usada primariamente como uma solução dedicada a notebooks. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- O engenheiro explicou que a ideia seria combinar o componente aos novos processadores Ryzen 6000 "Rembrandt", que trazem barramento PCIe 4.0, reduzindo as chances de gargalos, além de hardware dedicado a codificar vídeos com os codecs H.264, H.265 e AV1, uma das ausências criticadas na RX 6500 XT. Seja qual for o motivo, a empresa decidiu trazer o chip aos desktops, mas os cortes acabaram roubando as atenções. Placa de vídeo de entrada teve estreia polêmica Oficializada durante a CES 2022, a AMD Radeon RX 6500 XT chegou buscando ser uma opção potente e acessível, tendo como destaque o uso da Navi 24, primeira GPU de 6 nm a chegar ao mercado. A novidade trouxe 16 Unidades Computacionais (CUs) e 1.024 núcleos, junto a 16 Ray Accelerators para Ray Tracing, com clocks altíssimos que beiram os 3 GHz. Apesar das promessas, a placa teve uma estreia conturbada e acabou não sendo recomendada, tanto pelas limitações que trouxe, quanto por atitudes tomadas pelo time vermelho no dia da estreia. Caption A memória é a primeira limitação, com apenas 4 GB, operando em uma interface de 64-bit — a quantidade é baixa para jogos modernos e deve exigir que o componente acesse a RAM do sistema com frequência para buscar arquivos, algo que não seria exatamente um problema, caso a conexão PCIe também não tivesse sido restringida. A AMD optou por cortar o número de pistas PCIe do slot de comunicação com a placa-mãe, reduzindo-os dos tradicionais 16 para apenas 4. Ainda que uma conexão PCIe 4.0 x4, caso da RX 6500 XT, entregue largura de banda equivalente a um conector PCIe 3.0 x8, a placa está fisicamente limitada a apenas 4 pistas. If the 6500 XT itself wasn't embarrassing enough, this just piles on the embarrassment.A product so bad you have to delete posts advertising older, better GPUs in the same product segment because they point out flaws in the new GPU.What a disaster launch https://t.co/PQ0We43hZz — Hardware Unboxed (@HardwareUnboxed) January 19, 2022 Na prática, isso significa que o componente entrega apenas metade da velocidade em um sistema com barramento PCIe 3.0, deixando de lado boa parte do desempenho que é capaz de oferecer. Complementando os cortes controversos, que incluem também a remoção dos codecs citados anteriormente, a AMD retirou do ar texto oficial que desencorajava o uso de GPUs de 4 GB horas antes do início as vendas do lançamento, gerando uma resposta negativa de usuários e da mídia internacional. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

7 serviços para você assistir doramas no Brasil

7 serviços para você assistir doramas no Brasil

Tecmundo Os doramas consistem em séries dramáticas vindas diretamente do continente asiático. Muitos fãs do gênero costumam descrever as produções como “novelinhas”, considerando que o gênero predominante nos episódios é o melodrama, também utilizado bastante pelas telenovelas brasileiras. Já o termo “dorama”, vem da própria palavra “drama”. É comum, inclusive, encontrar variações como K-Drama, C-Drama e T-Drama pela internet, dependendo da nacionalidade da série.Nos últimos anos, com a popularização, sobretudo, do K-Pop e das séries e filmes sul-coreanos, muitas pessoas passaram a  se interessar pelo gênero, que oferece uma gama gigantesca de possibilidades ao público. Dessa maneira, no Brasil, alguns serviços de streaming passaram a investir na disponibilização desses conteúdos. Leia mais... Veja Mais

SAMSUNG BARATO | Galaxy A02 entra novamente em promoção

canaltech O Galaxy A12 é um dos modelos básicos da Samsung, se destacando por ter uma bateria grande e câmeras melhores do que a média nesta faixa de preço. Fora de promoções, ele costuma ser vendido por R$ 930 ou mais, mas está mais barato aproveitando a oferta atual do Magazine Luiza. Compre o Galaxy A12 por R$ 899,10 | 8x de R$ 124,88 Sobre o Galaxy A12   Lançado no início de 2021, o Galaxy A12 é uma opção de entrada mais recente na linha de smartphones da Samsung. A tela tem 6,5 polegadas e ele conta com armazenamento interno de 64 GB. Seu visual recebeu uma repaginada em relação aos modelos do ano anterior e a câmera agora fica em um recorte com formato de gota na parte superior da tela. O desbloqueio da tela pode ser feito pelo leitor de digitais que fica no lado direito do aparelho, junto ao botão de ligar. Como esperado de um aparelho de entrada, o chip Helio P35 da MediaTek é feito para atividades mais básicas e vai dar conta de tudo para quem não pretende reproduzir jogos. Aliado aos 4 GB de RAM, ele promete segurar mais aplicativos em segundo plano, para você não precisar abrir tudo de novo sempre que quiser voltar para um app que estava aberto anteriormente. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Com a bateria de 5.000 mAh, ele também se torna uma opção interessante para quem precisa ficar com o aparelho por mais de um dia longe da tomada. Além disso, o carregador incluso na caixa tem 15W de potência, garantindo um carregamento mais rápido do que o encontrado em outros aparelhos básicos dessa faixa de preço. Compre o Galaxy A12 por R$ 899,10 | 8x de R$ 124,88 IMPORTANTE: alterações de preço podem acontecer a qualquer momento e não estão sob controle do Canaltech. O valor total pode mudar de acordo com sua localidade, considerando frete e possíveis impostos. Se você fizer uma compra, o Canaltech talvez receba uma comissão pela venda. Entre no Canaltech Ofertas e faça seu dinheiro render Com os preços no Brasil cada vez mais caros, a única saída para economizar dinheiro é ficando de olho nas promoções das lojas brasileiras e internacionais. O problema é que a grande quantidade de marcas e condições de pagamento torna quase impossível acompanhar todas as ofertas que aparecem diariamente no país. Para facilitar a sua vida, o time do Canaltech Ofertas pesquisa incessantemente todas as pechinchas da internet e reúne os melhores preços em um único lugar: no seu smartphone. Chega de perder tempo e dinheiro, entre nos nossos grupos de ofertas e comece a economizar em um piscar de olhos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Battlefield 2042 pode ganhar versão free-to-play, segundo boatos

Battlefield 2042 pode ganhar versão free-to-play, segundo boatos

Tecmundo O lançamento de Battlefield 2042 está se consolidando como um dos mais problemáticos para um título da franquia. Agora, mesmo que o game tenha emplacado um sucesso considerável, o rumor da vez diz que a EA está bem decepcionada com seu desempenho na estreia, e estaria considerando novas opções para o game, o que poderia incluir até uma versão free-to-play!EA is reportedly very disappointed with how Battlefield 2042 has performed and is "looking at all the options" when it comes to the title, this is including looking at Free to Play in some capacity.I'll have more on this tomorrow. pic.twitter.com/WWuDpstyqSLeia mais... Veja Mais

Need for Speed da Criterion pode chegar em setembro ou outubro de 2022

Need for Speed da Criterion pode chegar em setembro ou outubro de 2022

Tecmundo A EA anunciou um novo Need for Speed pela Criterion há algum tempo, e neste ano parece que finalmente teremos o lançamento do jogo, entre os meses de setembro ou outubro, dizem os rumores. Infelizmente a informação ainda não é oficial, mas vem de uma fonte com um bom histórico de acertos com jogos da produtora.EA is expecting Need for Speed by Criterion Games to release in September/October 2022.Need for Speed development had to be paused in summer 2021 as Criterion Games needed to help with the development of Battlefield 2042. pic.twitter.com/pGHiEIYmbvLeia mais... Veja Mais

Pantera Negra 2 | Onda de covid no set paralisa gravações mais uma vez

canaltech A produção de Pantera Negra: Wakanda para Sempre segue bastante problemática. As filmagens tiveram que ser interrompidas mais uma vez após a atriz Lupita Nyong’o ter testado positivo para covid-19. Além dela, outros membros do elenco e da equipe de produção também apresentaram sintomas da doença. Os 20 filmes mais esperados para 2022 Quem é America Chavez, a nova heroína de Doutor Estranho 2? A nova paralisação acontece quando os trabalhos na sequência de Pantera Negra finalmente foram retomados após uma longa pausa por causa de um acidente sofrido por Letitia Wright, em novembro. Ela ficou dois meses afastada do trabalho, o que impactou na produção do longa. E agora que ele se recuperou e pôde voltar à ativa, outra estrela do longa precisa se ausentar. Lupita Nyong'o testou positivo para covid-19 e filnagens tiveram que parar mais uma vez (Imagem: Reprodução/Marvel Studios) Em seu perfil no Twitter, Lupita confirmou a informação, mas destacou estar se sentindo bem e lembrou que está completamente vacinada, tendo tomado todas as doses do imunizante contra a doença. Ela aproveitou o comunicado para pedir para que as pessoas continuem se protegendo, usando máscaras e se vacinarem. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- I too have tested positive for COVID-19. I'm fully vaccinated and taking care in isolation, so I trust I will be well. Please do all you can to keep yourself and others protected from serious illness. #StayMaskedAndVaxxed — Lupita Nyong'o (@Lupita_Nyongo) January 4, 2022 Essa não é a primeira vez também que a covid-19 vira pauta em torno do novo Pantera Negra. Ao longo de 2021, o filme da Marvel virou tema de discussão após o posicionamento contrário da atriz Letitia Wright à vacinação ter repercutido muito mal em todo o mundo. A atriz chegou a vir a público tentar acalmar a situação, mas sem muitos resultados. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Todos esses problemas forçaram a Marvel a mexer em seu cronograma, adiando a estreia de Wakanda para Sempre e dos filmes subsequentes. Previsto inicialmente para chegar aos cinemas em 8 de julho, ele foi empurrado para 11 de novembro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Veja Mais

Wild Rift aparece em 4° nos jogos mais baixados no Brasil

Wild Rift aparece em 4° nos jogos mais baixados no Brasil

Tecmundo Wild Rift aparece em 4° lugar nos jogos mais baixados no Brasil. O dado é do novo relatório da App Annie, que apresenta informações sobre o mercado mobile de games ao redor do mundo. No Brasil, o top 3 conta com jogos casuais como Hair Challenge, Phone Case DIY e Crash Bandicoot: On the Run. Segundo o relatório, jogos como Roblox e Genshin Impact foram os responsáveis por aumentar os gastos do consumidor, visto que estes conseguem oferecer gráficos e experiências de jogo melhores.Leia mais... Veja Mais

Pulseira digital pode alertar risco iminente de ataque epiléptico

Pulseira digital pode alertar risco iminente de ataque epiléptico

Tecmundo Dados coletados por pulseiras digitais podem prever ataques epiléticos até 30 minutos antes que eles ocorram. As evidências foram apresentadas em um estudo inédito publicado na revista Scientific Reports, do grupo Nature.Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram prever as convulsões usando informação coletada por métodos não-invasivos. Os dados tiveram de ser reunidos durante um longo período de tempo para atingir altas taxas de acerto.Leia mais... Veja Mais

Autoridade britânica defende criptografia no Facebook e Instagram

Autoridade britânica defende criptografia no Facebook e Instagram

Tecmundo O debate sobre a utilização da criptografia de ponta a ponta em todos os apps do Facebook segue quente no Reino Unido. Na sexta-feira (21), foi a vez de a autoridade britânica de proteção de dados (ICO) intervir na discussão, se mostrando favorável ao uso da tecnologia.Recentemente, um grupo de ativistas de segurança infantil, apoiado por instituições de caridade e sobreviventes de abusos, lançou uma campanha contrária aos planos da empresa de Mark Zuckerberg de fortalecer a criptografia em todas as suas plataformas, querendo impedir a sua implantação. As manifestações também receberam a aprovação do governo do país.Leia mais... Veja Mais

Chaves em Acapulco: tudo sobre um dos episódios favoritos dos fãs

Chaves em Acapulco: tudo sobre um dos episódios favoritos dos fãs

Tecmundo O famoso seriado Chaves é bastante famoso entre o público brasileiro justamente por conta de diversos episódios icônicos que foram exibidos quase à exaustão desde os anos 1980 pelo SBT. Por esse motivo, os personagens criados pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños no início dos anos 1970 ganharam uma legião de fãs em nosso país, garantindo que seu legado continuasse vivo mesmo anos após a conclusão do seriado.Leia mais... Veja Mais

Coronavírus: São Paulo e Rio de Janeiro adiam desfiles de carnaval para abril

tudo celular Os prefeitos de Rio de Janeiro e São Paulo optaram por adiar os desfiles das escolas de samba para abril de 2022, no feriado de Tiradentes, devido ao aumento do número de casos de Covid-19. Veja Mais

Desenvolvimento de carro autônomo da Apple passa por problemas

tudo celular Segundo informações de Mark Gurman da Bloomberg, o Apple Car passa por problemas no desenvolvimento. Ao longo de 2021, o líder do projeto e sua equipe quase toda abandonaram o projeto. Veja Mais

Vivo divulga resultados de 2021 com recordes de vendas

tudo celular A vivo divulgou seus resultados de 2021 e bateu recordes de vendas. Veja Mais

Xbox One: do pior ao melhor, segundo a crítica

Xbox One: do pior ao melhor, segundo a crítica

Tecmundo Com a sétima geração de consoles terminando, a Microsoft viu uma ótima oportunidade para ascender ao topo do mercado de consoles. O problema é a apresentação inicial de seu novo videogame não foi grandes coisas, o que deixou um pessoa com um pé atrás;A empresa então acertou seus rumos, fez compras estratégicas e introduziu serviços que mudaram completamente nossa forma de enxergar o mundo dos joguinhos digitais. Sejam bem-vindos à mais um episódio do Pior ao Melhor de consoles com o Xbox One. Aqui estão nossos critérios, prestem bastante atenção:Leia mais... Veja Mais

#AstroMiniBR: a erupção do vulcão em Tonga foi vista do espaço!

#AstroMiniBR: a erupção do vulcão em Tonga foi vista do espaço!

Tecmundo Todo sábado, o TecMundo e o #AstroMiniBR reúnem cinco curiosidades astronômicas relevantes e divertidas produzidas pelos colaboradores do perfil no Twitter para disseminar o conhecimento dessa ciência que é a mais antiga de todas!Como a Lua se formou?Um dos principais modelos, a Hipótese do Grande Impacto, sugere que a Lua se formou dos detritos da colisão entre a Terra e um corpo do tamanho de Marte, chamado Theia, 4,5 bilhões de anos atrás!#AstroMiniBRvia @Rainmaker1973 pic.twitter.com/cpokpzNlMQ— Nícolas Oliveira (@nicooliveira_) January 18, 2022 Leia mais... Veja Mais

CPU-Z e GPU-Z: veja como baixar e usar os programas de PC

CPU-Z e GPU-Z: veja como baixar e usar os programas de PC

Tecmundo Os softwares GPU-Z e CPU-Z são bastante populares e umas das melhores opções disponíveis para acompanhar, respectivamente, informações da placa de vídeo e do processador do computador. Ambos os programas são gratuitos e permitem que o usuário analise o desempenho do PC com dados detalhados e em tempo real. Mostramos no passo a passo a seguir como baixar e utilizar os softwares para entender melhor o funcionamento desses componentes. Leia mais... Veja Mais

6 sequências de filmes que você provavelmente não lembra que existem

6 sequências de filmes que você provavelmente não lembra que existem

Tecmundo Você sabia que Titanic tem uma sequência e que o clássico A Mosca ganhou uma continuação? Ainda que a onda de remakes, revivals e live-actions tenha crescido nos últimos anos, não é de hoje que Hollywood busca formas de aumentar os lucros de uma franquia de sucesso.No entanto, não são todas as sequências que vingam como os filmes originais, alguns caem até mesmo no esquecimento do público. Leia mais... Veja Mais

Caixa de som JBL Flip 5 ganha customização com fotos, textos e mais

Caixa de som JBL Flip 5 ganha customização com fotos, textos e mais

Tecmundo Na última quinta-feira (20), a JBL anunciou a possibilidade de personalização da caixa de som JBL Flip 5 em território nacional. Os brasileiros poderão customizar com stickers, textos e imagens posicionadas no dispositivo para criar uma versão com design único.A campanha "Você é único, a sua JBL também" foi lançada em outubro de 2021 e já estava disponível para outros produtos da marca. Agora, a JBL Flip 5 poderá ser customizada diretamente na loja oficial e, após escolher o layout, o usuário deve esperar uma aprovação da equipe especializada de até cinco dias.Leia mais... Veja Mais

Pixel Watch ganha nova previsão de lançamento em vazamento

tudo celular O Google Pixel Watch deve ser lançado ainda neste ano, indica um novo vazamento. Veja Mais

Google é processado nos EUA por propaganda enganosa do Pixel 4

tudo celular O Google está sendo processado nos Estados Unidos por propaganda enganosa do Pixel 4. Veja Mais

Xiaomi 12 Ultra deve ter módulo de câmeras "gigante", indica novo vazamento

tudo celular O flagship deve se destacar pelas suas câmeras poderosas e design chamativo. Veja Mais

Plataforma de marketing 4.0 transforma influenciadores em empreendedores sociais

canaltech Permitir a conexão de empresas com influenciadores digitais de todo o Brasil é a proposta da Hitgame. Em 2022, a Hitgame espera ter 100 mil empreendedores sociais em atividades na plataforma. O objetivo é ajudar a democratizar os investimentos em marketing de influência, estimados em R$ 15 bilhões. Kwai lista 8 tendências nos vídeos curtos para 2022 Instagram lança sistema de gorjetas para apoiar os criadores em lives Na nova plataforma, as empresas podem ter ações de marketing e soluções de comunicação criadas pelos influenciadores. O empresário procura a Hitgame e informa as características de seu produto ou serviço, o público-alvo e as regras para a divulgação. A plataforma, então, organiza os grupos de influência mais adequados para implementar a ação em troca de recompensas. As ideias para exposição da marca são elaboradas por eles com o objetivo de buscar o maior engajamento possível, de acordo com a necessidade de comunicação da empresa e sua identidade no mercado. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Plataforma quer aproximas empresas e influenciadores (Imagem: Reprodução/Freepik/Master1305) Dedé Dwight, sócio e idealizador da Hitgame, diz que a empresa inverte o processo tradicional de ações do marketing de influência. “Em geral, as empresas procuram grandes influenciadores, orientadas por seu alcance e com uma proposta pronta. Isso muitas vezes soa artificial e não conversa diretamente com o público pretendido.” Soluções mais eficazes A ideia é que a nova plataforma possa apresentar soluções mais eficazes para expor os produtos e atingir melhores resultados. A remuneração da plataforma e dos influenciadores é feita com base no engajamento que o conteúdo atinge: o que estimula os envolvidos a buscarem os melhores resultados. Segundo Gueitiro Genso, primeiro-investidor anjo da empresa, o modelo deve garantir mais produtividade ao encontrar o cliente correto. “O sistema rompe a concentração e a exclusão, e democratiza a oferta e o acesso aos investimentos. É um serviço para quem precisa divulgar seu produto e competir pela atenção do cliente. Vamos gerar valor com poder social para as pessoas”, diz. Roberto Marinho Filho, CEO da Zap, destaca que foram usadas inteligência artificial e ferramentas de chatbot e CRM para criar o produto. “Em nossos negócios, mais do que qualquer outra coisa, buscamos a transformação social”, ressalta. “Nos tornamos acessíveis a empreendedores de todo o Brasil”, diz. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

Por que fenômenos como Round 6 são cada vez mais raros?

canaltech Em 2021, vimos o fenômeno de Round 6 tomar não só o streaming, mas também as redes sociais a ponto de se tornar um fenômeno do qual era impossível escapar. Só que as chances de vermos algum lançamento repetir esse impacto em 2022 são bem baixas — até porque a plataformização do conteúdo tende a fazer com que sucessos estrondosos assim se tornem cada vez mais raros. As 10 séries mais esperadas para 2022 As séries mais assistidas de 2021 Casos como o da série sul-coreana são pontos fora da curva dentro desse universo cada vez mais nichado que os serviços de streaming vêm criando. Afinal, com tanta coisa sendo lançada em tantas plataformas diferentes, é natural que cada pessoa esteja assistindo a um tipo de conteúdo diferente e são poucas as produções que conseguem furar essas infinitas bolhas e unir todas as tribos. Tanto que, antes de Round 6, que outro fenômeno parecido tivemos? No máximo, a primeira temporada de Stranger Things — mas ainda dentro de um contexto totalmente diferente. Em 2016, quando o seriado estreou, a quantidade de serviços concorrendo com a Netflix era bem menor e a oferta de conteúdo não era nada comparada ao que temos hoje. E até mesmo Game of Thrones e todo o barulho causado vinha de um universo muito mais ligado à TV fechada do que ao streaming propriamente dito. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Todo mundo vai tentar, mas dificilmente vamos ver um efeito Round 6 se repetir em 2022 (Imagem: Divulgação/Netflix) E é essa plataformização cada vez mais acentuada que faz com que estouros como da Batatinha Frita, 1, 2, 3... se tornem cada vez mais raros, além de afetar os seus gostos e influenciar diretamente naquilo que você vai assistir no próximo play. Plataformização: o que é isso? Para entender o que é essa tal plataformização é preciso ter em mente, primeiro, que tudo aquilo que a gente assiste e consome em serviços como Netflix, HBO Max e Disney+ gera dados que vão alimentar um caminhão de algoritmos. Cada play deixa um rastro de informação que é aproveitado pelas empresas para entender melhor o comportamento do usuário. É a partir disso que elas identificam que tipo de conteúdo atrai um público específico, de que forma o roteiro engaja mais a audiência e quais resultam em mais interrupções ou abandono — e por aí vai. É a velha discussão dos algoritmos de sempre, mas o que importa é o que surge disso. O algoritmo vai criando nichos do nicho a partir dos rastros deixados a cada play (Captura da imagem: Rui Maciel/Canaltech) Como explica a especialista em Ciências do Consumo e mestranda em Comunicação pela Unisinos, Sarah Tatsch, essa coleta de dados constante é uma das bases dessa plataformização, um processo que vai para muito além de streaming e que rege toda nossa relação de consumo no mundo digital. “É toda essa lógica de infraestrutura de dados, relação de mercados e processo de governança misturada a essa questão de imagem que serviços como a Netflix lidam diariamente”, destaca em entrevista exclusiva ao Canaltech. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Parece complicado, mas tem uma aplicação bem prática em nossa vida: todas as informações geradas por aquilo que consumimos vai servir de base para a indústria, fundamentando estratégias de marketing, criando novos conteúdos e pautando aquilo que a gente consome e discute — criando uma espécie de ciclo. É uma forma elaborada de dizer aquilo que você certamente já notou na prática: as big techs conhecem seus gostos melhor do que você mesmo e, com o streaming, isso é ainda mais evidente. Inclusive, isso é algo que foi vendido como o grande diferencial desses serviços. Lembra-se de quando a gente comemorava que iríamos assistir apenas àquilo que gostávamos, sem os intervalos ou programas desinteressantes que enchiam a TV aberta e a cabo? Só que essa mesma conquista também se torna um desafio para as empresas. Afinal, como produzir algo que vai agradar perfis de espectadores tão distintos? A partir de Stranger Things, o gênero "terror retrô com crianças" virou um novo nicho do gênero muito bem explorado (Imagem: Divulgação/Netflix) Para Tatsch, uma das principais características dessa plataformização do conteúdo é a hipersegmentação que ela proporciona, criando nichos tão específicos que viram bolhas que pouco interagem entre si e que dificilmente são ultrapassadas. A especialista ilustra essa questão citando o seu próprio exemplo: a Netflix sabe que ela gosta de documentários que vão de curiosidades sobre a Ilha de Páscoa até a desova de tartarugas — e a coloca em uma espécie de redoma de produções parecidas. “A partir disso, a Netflix sabe que eu gosto muito de história e biologia e passa a me recomendar apenas conteúdos assim. Ele passa a sugerir documentários, criando um nicho do nicho do nicho”, detalha. “Conforme vamos deixando esses rastros, ele vai captando especificidades latentes dentro do nosso comportamento para criar novas recomendações e novos nichos”. E o desafio de criar um novo Stranger Things ou Round 6 está no fato de que esses grupos vão ser constantemente alimentados por novos conteúdos cada vez mais parecidos, e são raras as produções capazes de furar a bolha. Se você é fã de true crimes brasileiros, dificilmente vai receber a sugestão de uma série de fantasia em sua tela inicial, assim como quem acompanha animes de esporte protagonizados por garotas vai receber indicação de filmes que falem sobre o Velho Oeste Americano. A plataformização gera essa segmentação tão direcionada que é quase impossível tirar o usuário da zona de conforto construída à sua volta. Apesar de todo o barulho causado por Cobra Kai, resultado ficou bem longe de ser um fenômeno (Imagem: Divulgação/Netflix) É por isso que, mesmo tendo sido muito bem aceitas pelo público, produções como The Witcher, a nova temporada de Cobra Kai e até mesmo o elogiado Ataque dos Cães não chegaram nem perto de repetir o estrondo que foi Round 6. Ainda que elas tenham conseguido ser muito faladas pelo público e até premiadas, não foram capazes de invadir esses diferentes nichos que o próprio algoritmo criou. O caso de Bridgerton ilustra bem como isso é verdade. Apesar de ter um engajamento enorme dos fãs e ter se tornado, à época, a produção mais assistida da Netflix em pouquíssimo tempo, ela não conseguiu atingir nichos fora dos amantes de romance e de seriados de época, mesmo com seus 625 milhões de horas assistidas nos primeiros 28 dias de exibição. Apesar dos números estratosféricos, ainda é um conteúdo de nicho. Round 6, apenas para ter uma ideia, alcançou 1,6 bilhão de horas assistidas — ou seja, bem mais do que o dobro. Aliás, olhar para o ranking de séries mais assistidas da Netflix é uma ótima forma de visualizar os efeitos dessa plataformização. Ao mesmo tempo em que é possível notar quais são os diferentes nichos atendidos, há também como traçar quais são aqueles em que o streaming foca seus esforços para engajar mais. Afinal, é fácil traçar um padrão entre 13 Reasons Why, Sex Education e Elite, por exemplo, e ver em qual público a plataforma está mirando e tendo mais resultados. Asinda assim, nada que a gente classifique como um fenômeno. A TV que não une Uma forma bem simples de entender como essa plataformização está isolando o usuário é lembrar como era quando você era criança. Via de regra, todo mundo da sua escola assistia à mesma coisa e isso era fundamental tanto para a coesão social do grupo como para alimentar o buzz. Até os anos 2000, os desenhos que passavam na TV eram o que uniam as crianças durante o recreio (Imagem: Reprodução/Toei Animation) Desenhos como Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z e Pokémon eram fenômenos dos anos 1990 e 2000 porque a oferta de animação era pouca e todo mundo acabava sendo obrigado a conferir as mesmas coisas. Assim, esses eram os assuntos do recreio e a TV servia como um elemento de unificação, criando esse senso de comunidade em que até quem não assistia acabava dando uma chance para não ficar de fora das conversas e das brincadeiras. E por mais que a gente ainda tenha muito desse buzz nas redes sociais, ele é muito mais fragmentado. Imagine o Twitter como esse grande pátio da escola e perceba como há diferentes grupos falando de coisas tão didtintas que é impossível estar inteirado de tudo. Há aqueles empolgados com a Marvel, os que reclamam de Gossip Girl, os animados com o remake de Rebelde e até quem está maratonando séries antigas e fazendo meme com Friends e Lost. “Como agora a gente pode ver de novo e a qualquer hora, há também uma forma de divulgação e disseminação muito mais parcelada”, pondera Tatsch, que destaca justamente que a plataformização não exige mais que todo mundo esteja sintonizado no mesmo canal e na mesma hora para consumir um conteúdo. E essa falta de sincronicidade pode dificultar a discussão e o diálogo. Afinal, você quer mesmo falar do final de Loki enquanto a gente está debatendo sobre o que aconteceu hoje em O Livro de Boba Fett? Game of Thrones foi uma das últimas grandes séries a ser esse fator de coesão dentro e fora da internet (Imagem: Divulgação/HBO) Ao mesmo tempo, aponta a especialista, a facilidade do streaming em garantir que o público veja e reveja algo na hora que quiser também facilita a criar o tão desejado efeito de cauda longa, ou seja, fazendo com que o interesse em determinado filme ou série se prolongue por semanas ou meses: “O interesse vai, aos poucos, crescendo e descendo, mas sem tantos altos e baixos como antes. E isso vai gerando discussões e debates que ainda despertam interesse e fazem mais pessoas assistirem àquilo”. Foi o que aconteceu com Breaking Bad, por exemplo, que não teve um desempenho memorável em sua exibição na TV, mas que cresceu quando chegou ao streaming. Reproduzindo o fenômeno E é aí que está o fenômeno que não só a Netflix, mas todas as plataformas almejam alcançar. Afinal, para que um conteúdo seja o sucesso estrondoso que vimos com Round 6 de forma sem precedentes, ele precisa romper as barreiras existentes entre essas bolhas e atingir os mais diferentes nichos — e esse deve ser o objetivo daqui em diante. Para Tatsch, parte do caminho que as empresas devem seguir para tentar reproduzir o sucesso do jogo da lula é romper as barreiras entre as séries e outras áreas de interesse do público. “Quando a gente pensa na TV, em que todo mundo assistia à mesma coisa, o conteúdo ficava ali. E o interessante que temos nesse momento do digital é ver essa quebra de paredes, um campo que invade o outro e influencia outros meios”, analisa. Elite, Rebelde e Sex Education: séries escolares se tornaram um dos nichos do nicho que a Netflix quer apostar (Imagem: Divulgação/Netflix) E essa mistura a que a especialista se refere foi a invasão de conteúdos que a gente viu surgir na sequência da estreia de Round 6. Segundo ela, além do barulho causado por fãs, youtubers e influenciadores nas redes sociais, o próprio Twitter, Instagram e TikTok ajudaram a impulsionar o fenômeno, com filtros, deafios e até a entrega de mais conteúdo relacionado graças aos seus próprios algoritmos, fazendo com que mais gente conhecesse o seriado e despertando ainda mais a curiosidade. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Tanto que, em pouco tempo, o mundo offline já estava sendo influenciado por Round 6 — algo que nenhuma das promessas de sucesso sequer ousou fazer. “A gente tinha lojas fazendo referências à série. A boneca do Batatinha foi colocada em museus e em pontos turísticos. Teve até feira de produtos funerários vendendo um caixão como aquele que aparece em alguns episódios”, relembra Tatsch. Dessa forma, ela acredita que o futuro vai ser cada vez mais povoado desses conteúdos específicos feitos para viralizar, ou seja, para ser facilmente compartilhado e reproduzido, além de abrir espaço para memes. Os filmes e séries de herói são frutos diretos dessa plataformização do conteúdo (Imagem: Divulgação/Marvel Studios) Ao mesmo tempo, o simples fato de existir uma fórmula para reproduzir o fenômeno é também o primeiro passo para que essa lógica seja aplicada à plataformização, dando início a um novo ciclo. Afinal, a partir do momento que todo lançamento for esse estrondo, ele vai começar a nichar e a criar essas bolhas. Foi o que aconteceu no cinema com os filmes de herói, por exemplo. Quando as adaptações em quadrinhos eram a exceção da indústria, um sucesso como o de Batman: Cavaleiro das Trevas era o ponto fora da curva. À medida que surge a fórmula Marvel e vem uma enxurrada de filmes do gênero, as bilheteria bilionárias se tornam regra e começam a surgir nichos específicos: há os filmes da Marvel, os da DC, os mais sérios, os mais cômicos e por aí vai — e agora todo mundo quer seguir a fórmula de Vingadores: Ultimato ou Homem-Aranha: Sem Volta para Casa para ter um sucesso igualmente expressivo. Ainda assim, como a própria Tatsch faz questão de frisar, não há como cravar que 2022 não vai ter seu Round 6 ou coisa que o valha, tampouco que essa ou aquela é a tendência a ser seguida. Tudo isso é um processo em andamento e em constante transformação. Contudo, a tal da plataformização já é uma realidade que pauta nossos gostos, nosso consumo e as discussões que vêm disso — e entender isso pode ser uma boa forma de identificar um pouco do que está por vir. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

O momento de olhar para as startups não passou

O momento de olhar para as startups não passou

Tecmundo É muito importante compreender a diferença fundamental entre as palavras “tendência” e “moda”, ainda mais quando analisamos algo aparentemente tão subjetivo quanto inovação.. É uma distinção visível se imaginarmos um gráfico: a moda forma uma onda que sobe e alcança um pico, mas logo em seguida desce, geralmente de forma abrupta.Leia mais... Veja Mais

PS4: do pior ao melhor, segundo a crítica

PS4: do pior ao melhor, segundo a crítica

Tecmundo Após a sétima geração de consoles, o padrão de qualidade subiu muito para todas as empresas disputando o topo das vendas. A Sony, que teve um ótimo resultado com o PS3, precisava apresentar um novo videogame que superasse as expectativas.Foi então que em 2013 foi apresentado aquele que levaria o legado da marca para frente com todo o esplendor. Sejam bem-vindos à mais um episódio do Pior ao Melhor de consoles com o PS4. Aqui estão nossos critérios, prestem bastante atenção:Leia mais... Veja Mais

Como mudar o plano do Globoplay

canaltech Veja como mudar o plano do Globoplay caso esteja a fim de acessar mais conteúdos pela plataforma de streaming da TV Globo ou, se estiver precisando controlar os gastos. Com muitas opções a disposição, certamente encontrará alguma que encaixará no seu orçamento e gosto pessoal. Como ativar a GloboPlay na Smart TV Como ver os dispositivos conectados no Globoplay É importante ressaltar que, assim que realizar a troca, o novo plano entra em vigor e a cobrança será a diferença do valor da nova assinatura, descontando o valor já pago pela atual. Confira abaixo como mudar de plano pelo celular e computador, e as diferenças existentes entre os planos. Como mudar o plano do Globoplay Trocar de plano, tanto pelo computador quanto pelo celular é simples, mas é mais indicado de se fazer pelo PC já que oferece todas as opções de planos disponíveis enquanto trocar pelo celular só permite fazer a alteração para o Plano Mensal, até o momento. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Pelo computador Acesse Vitrine Globo e entre em sua conta; Desça a barra de rolamento até encontrar "Explore nossos produtos"; Filtre os resultados utilizando e encontre o plano que deseja; Clique em "Quero assinar"; Altere os dados de pagamento, se necessário, para realizar a troca. Filtre os resultados e defina o que deseja para mudar o plano do Globoplay (Captura de tela: Rodrigo Folter) Pelo celular Até o momento o usuário só consegue realizar a troca do Globoplay apenas para o Globoplay + canais ao vivo. Baixe o Globoplay (Android | iOS) e siga os passos abaixo. Abra o aplicativo e saia da sua conta caso esteja logado; Clique no ícone de acesso no canto superior direito; Clique em "Seja assinante"; Escolha o plano e entre novamente em sua conta; Mude a forma de pagamento, se necessário, e finalize. Troque de plano através do aplicativo do Globoplay (Captura de tela: Rodrigo Folter) Segundo o site, caso tenha realizado a troca para o plano mensal o usuário receberá um crédito que será automático na hora de pagamento pela loja do celular. Planos disponíveis no Globoplay Globoplay + canais ao vivo Plano anual no valor de R$ 514,18 que pode ser dividido em até 12 vezes. O usuário tem acesso ao Deezer Premium gratuitamente por um ano, três meses da Apple TV+ e diversos canais ao vivo, como Multishow, Globo News e SporTV. Além disso, o usuário pode baixar alguns conteúdos para assistir offline e tem acesso a cinco telas simultaneamente. Globoplay Plano anual de R$ 238,80 que pode ser dividido em até 12 vezes de R$ 19,90. Com esse plano, além do Deezer e Apple TV+ pelo mesmo período do plano acima. O usuário pode adicionar dois familiares e baixar e assistir conteúdos offline. Globoplay + canais ao vivo e Premiere Plano mensal no valor de R$ 89,90 onde, além do Deezer Premium e Apple TV+ pelo mesmo tempo dos outros, tem acesso à cobertura do futebol nacional e pode adicionar quatro pessoas da mesma família para curtir o serviço de streaming da Globo. Globoplay + canais ao vivo e Disney+ Plano mensal no valor de R$ 69,90 que permite acesso tanto aos canais da Globo e também acessar a Disney+ para curtir seus filmes e séries. Se está em dúvida, dá uma conferida para ver se o Disney+ vale a pena vendo seu catálogo e planos. Ademais, o plano permite quatro telas simultâneas. Globoplay + canais ao vivo e Telecine Este plano mensal pode ser ideal para os amantes de cinema já que, além dos canais Globo ao vivo, permite acesso a mais de 2000 filmes do Telecine. Além disso, o Deezer e o AppleTV+ estão disponíveis gratuitamente pelo mesmo período dos outros planos. Isso tudo por R$ 74,90. Benefícios disponíveis nos planos do Globoplay (Captura de tela: Rodrigo Folter) Pronto! Dessa maneira o usuário pode trocar o plano do Globoplay. Reforçando que o indicado é trocar o plano pelo computador, pois permite melhor filtragem dos planos disponíveis do que o aplicativo para celular. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Bebida alcoólica pode causar vários tipos de câncer, sugere estudo

canaltech Pesquisadores da China e do Reino Unido investigaram a relação entre o consumo de álcool e diferentes tipos de câncer em 150 mil voluntários. Publicado na revista científica International Journal of Cancer, o estudo genético sugere que o consumo etílico regular pode elevar o risco da formação de tumores, principalmente nas regiões do esôfago, cabeça e pescoço. Novo tratamento previne câncer ao colocar células tumorais "para dormir" Vacinas de mRNA poderão prevenir câncer de pele no futuro Por muitos anos, pesquisadores buscaram, sem sucesso, evidências diretas sobre a relação do álcool e o câncer. Isso porque alguns fatores estão associados ao consumo etílico, como alimentação inadequada, tabagismo e baixa frequência de exercícios físicos. Todos esses elementos também possuem alguma ligação com o aparecimento das células cancerígenas. Estudo sugere que consumo regular de álcool pode aumentar risco de câncer (Imagem: Reprodução/Drobotdean/Freepik) Para contornar essa barreira, cientistas da Oxford Population Health, da Universidade de Pequim e da Academia Chinesa de Ciências Médicas abordaram o problema de forma genética. Em outras palavras, a equipe investigou variantes genéticas ligadas ao menor consumo de álcool em populações asiáticas. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- "Nossas descobertas indicam que o álcool causa diretamente vários tipos de câncer", explica o pesquisador Pek Kei. Curiosamente, esses riscos aumentam para os indivíduos "com baixa tolerabilidade ao álcool herdada" e que "não conseguem metabolizar adequadamente o álcool”, afirma Kei. Álcool, câncer e genética No total do estudo, a equipe avaliou o histórico de saúde de 150 mil voluntários por mais de 10 anos, sendo aproximadamente 90 mil homens e 60 mil mulheres. Todos os participantes eram de origem chinesa e de algum outro país da Ásia Oriental, como a Coreia do Sul. Durante a pesquisa, as pessoas eram questionadas sobre os seus hábitos de consumo e seus registros gerais de saúde. Gene que "reduz" o consumo de álcool Especificamente, a equipe de cientistas acompanhou a presença (ou não) de duas variantes genéticas comuns que são conhecidas por reduzir a tolerabilidade de uma pessoa ao álcool, a ALDH2 e a ADH1B. Estas diminuem a capacidade do organismo em quebrar o acetaldeído — uma molécula tóxica produzida quando o corpo metaboliza o álcool. A avaliação dos hábitos de consumo, segundo os pesquisadores, confirmou que os indivíduos com os genes de baixa tolerabilidade ao álcool consumiam significativamente menos álcool do que aqueles sem as variantes do gene. Além disso, estudos anteriores já observavam essa mesma tendência. Pessoas com menor predisposição genética ao consumo de álcool têm menor risco de câncer (Imagem: Reprodução/iLexx/Envato) Segundo o estudo, os indivíduos com pelo menos uma das duas variantes genéticas apresentaram entre 13% e 31% menos risco de câncer. Do outro lado, cânceres conhecidos por estarem ligados ao álcool — como de cabeça, pescoço, esôfago, cólon, reto e fígado — foram detectados em taxas mais elevadas naqueles que bebem mais. Além disso, a pesquisa descobriu que aqueles indivíduos com pelo menos uma variante de baixa tolerabilidade ao álcool, que ainda bebiam álcool regularmente, apresentavam taxas significativamente mais altas de câncer de cabeça, pescoço ou esôfago. Isso indica que a incapacidade de quebrar o acetaldeído pode estar diretamente ligada a um risco aumentado de câncer. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Dying Light 2 terá upgrade gratuito entre gerações de consoles

canaltech O jogo Dying Light 2: Stay Human vai oferecer atualização gratuita de uma geração de console para outra, afirmou a desenvolvedora, Techland, nesta sexta-feira (21). Por outro lado, o crossplay não estará disponível nos consoles no lançamento, apenas no computador — ou seja, usuários do Steam poderão jogar com usuários da Epic Games Store e vice-versa. Dying Light 2 levará 500 horas para ser completado Criador do PlayStation critica o metaverso Isso significa que, se você comprar a versão de PlayStation 4, terá acesso à versão de PlayStation 5 sem custo adicional. O mesmo acontecerá com o Xbox: através do recurso Smart Delivery, o próprio sistema identificará e disponibilizará a melhor versão possível do jogo, seja de Xbox One, de Xbox Series X ou de Xbox Series S. Quer jogar com os amigos no console? Só se eles tiverem o mesmo aparelho que você (Foto: Divulgação/Techland) A Techland também confirmou que dará cinco anos de suporte a Dying Light 2: Stay Human. “Com esse plano ambicioso, podemos esperar muitos conteúdos e expansões”, diz o comunicado oficial. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Outras informações a respeito do modo cooperativo também foram reveladas: Além do prólogo, Dying Light 2: Stay Human será totalmente jogável em modo cooperativo — isso também inclui terminar o jogo; Todos os convidados da sessão podem manter seus os itens que ganharam e a progressão do jogador; Escolhas importantes no jogo serão feitas por todos os jogadores por meio de votação, mas o anfitrião da sessão é quem terá a escolha final. Dying Light 2 Stay Human chega em 4 de fevereiro de 2022 para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X|S e PC. Compre aqui o Xbox Series S e entre para a nova geração com o modelo mais compacto da Microsoft Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Trens autônomos elétricos de carga podem ser realidade em breve; entenda

canaltech Engenheiros dos Estados Unidos desenvolveram vagões elétricos e autônomos de carga para operação nas ferrovias do país. A ideia é que esses veículos substituam os caminhões em trajetos mais longos, evitando poluição do ar pelo óleo diesel. Quais são os 6 níveis de direção autônoma? Conheça o que significam Udely apresenta armário sobre rodas que fará todo tipo de entrega A empresa responsável pelo desenvolvimento desses trens elétricos é a Parallel Systems, fundada por três ex-funcionários da gigante espacial SpaceX. Segundo os profissionais, os veículos teriam capacidade para transitarem por até 800 quilômetros com uma só carga de bateria, além de serem pensados para formarem grandes pelotões. Para esse projeto, foram captados recursos na ordem dos US$ 49,5 milhões. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Como funcionarão esses trens elétricos? Devido à autonomia relativamente alta quando comparada a um trem elétrico de passageiros, o modelo da Parallel Systems tem como foco atuar no segmento que hoje é dominado pelos caminhões, reconhecidamente os heróis das estradas por passarem dias trabalhando com entregas. Segundo a empresa, os propulsores elétricos são alocados abaixo dos contêineres, mas não há uma plataforma como em trens convencionais, o que permite uma maior modularidade e até a inclusão de mais eixos de força. O diferencial, porém, está na operação, que pode ser autônoma ou com controles à distância se necessário.   "Fundamos a Parallel para permitir que as ferrovias abram novos mercados, aumentem a utilização da infraestrutura e melhorem o serviço para acelerar a descarbonização do frete. Nosso modelo de negócios é dar às ferrovias as ferramentas para converter alguns dos US$ 700 bilhões da indústria de caminhões dos EUA para os trens", disse Matt Soule, cofundador e CEO da Parallel Systems. Segundo Soule, esse sistema de vagões pode ser montado com 10 a até 50 carros ou eixos de força, possibilitando diferentes modalidades de operação. Um conjunto formado por dois desses eixos pode carregar até 58 mil quilos, com autonomia de 800 quilômetros, como já citado. Modelo de operação O modelo de operação pensado pela Parallel Systems seria dividido em pequenos terminais de recarga, onde os trens parariam para serem carregados conforme a necessidade dos clientes. O problema, no entanto, seria trabalhar em conformidade com as locomotivas já existentes. Sistema da Parallel se parece muito com de caminhões (Imagem: Divulgação/Parallel Systems) Especialistas afirmam que a logística seria o principal desafio da Parallel para implementar esse tipo de transporte, já que a malha ferroviária dos Estados Unidos não é tão avançada quando da Europa, por exemplo. Existem lugares que simplesmente não seriam abastecidos por esses trens elétricos. Além disso, o mercado de caminhões também trabalha para se adequar à essa nova realidade, com o lançamento de modelos elétricos e com bons níveis de direção autônoma. A Parallel Systems não deu prazos para lançamento oficial comercial de seu produto, tampouco falou do preço dos vagões. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Casos de covid-19 aumentam no Brasil, mas vacina mantém mortes reduzidas

Casos de covid-19 aumentam no Brasil, mas vacina mantém mortes reduzidas

Tecmundo A Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (Fiocruz), uma das principais instituições de pesquisa do Brasil, divulgou na quarta-feira (19) uma nova edição do Boletim do Observatório Covid-19, na qual revela um aumento expressivo no número de casos da doença no país durante a primeira quinzena do mês de janeiro. Segundo o levantamento, foram contabilizados, em média, 49 mil novos registros por dia. O valor, atribuído a uma taxa maior de transmissibilidade da variante ômicron do coronavírus, corresponde a seis vezes o que foi observado no mesmo período durante o mês de dezembro de 2021. Felizmente, o aumento do número de casos não foi seguido de uma elevação nas mortes, que tiveram números reduzidos, fenômeno atribuído à efetividade das vacinas, que também tiveram influência na redução dos casos mais graves de covid-19. Leia mais... Veja Mais

15 apps e jogos temporariamente gratuitos para Android nesta sexta (12)

canaltech Tá a fim de iniciar a sexta-feira (21) com o pé direito? Que tal baixar aplicativos novos no celular? Confira mais uma lista de programas temporariamente gratuitos encontrados na Play Store. Flock pode ser o nome da função "Amigos próximos" do Twitter Tiktok testa modelo de assinatura por conteúdo exclusivo à lá OnlyFans A varredura do Canaltech encontrou 15 aplicativos em oferta. Infelizmente, a lista está mais fraca do que em outros dias, mas ainda é uma oportunidade legal de conhecer algo novo para instalar no celular. Tudo que está nessa lista está com valor zerado por tempo limitado, então é bom aproveitar logo. Se você aperta no botão "Instalar", o app se torna seu para sempre e pode ser baixado quantas vezes quiser nos dispositivos vinculados à mesma conta Google. Entre parênteses, você confere o preço original do aplicativo. Apps Pro MP3 Player - Qamp (R$ 4,59) - Reprodutor de músicas Jogos Stories: Your Choice (novels) (R$ 18,99) - Casual Stickman Master: Shadow Fight (R$ 1,29) - Ação Castle Defender Premium (R$ 1,29) - Estratégia Cooking Love Premium: cozinha, jogo restaurent (R$ 5,49) - Casual Cytus II (R$ 7,49) - Casual Offline Tap tap cartoonist Cartoon999 (VIP) (R$ 0,99) - Estratégia Dungeon999 (R$ 0,99) - Ação Mental Hospital III (R$ 0,99) - Terror Data Defense (R$ 12,99) - Puzzle DungeonCorp. SUPER (Um jogo de coleta automática!) (R$ 6,99) - RPG Wonder Knights PV: Nonstop Action Shmup RPG (R$ 18,99) - RPG PIXEL BLADE M Vip (lâmina de pixel M) (R$ 9,99) - RPG Timing Hero VIP: Retro Fighting Action RPG (R$ 18,99) - RPG Pacotes de ícones Timus: Rounded Dark Icon Pack (R$ 9,99) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Veja Mais

Tribunal ordena YouTuber a se afastar de Roblox

Tribunal ordena YouTuber a se afastar de Roblox

Tecmundo Uma corte norte-americana de Oakland, na Califórnia, ordenou que o YouTuber Benjamin “Ruben Sim” Simon distancie-se de Roblox. Em seu canal totalmente focado no jogo, o rapaz tem cerca de 849 mil inscritos.Apesar de estar banido do game há anos, o polêmico criador de conteúdo constantemente encontrava formas de retornar, burlando o sistema de banimento da plataforma.Leia mais... Veja Mais

Como fazer concreto no Minecraft

canaltech Quem gosta de inovar nas construções do Minecraft com certeza já usou lã para ter locais mais coloridos. Porém, o material é inflamável e é facilmente destruído. Há uma alternativa: o concreto. O bloco é mais resistente e ainda mais bonito para ser usado em suas criações. Como fazer pedra lisa no Minecraft 10 ideias para construções em Minecraft Ainda que tenha um processo de fabricação mais longo que o blocos de lã, o concreto rende mais e ainda deixará sua casa mais protegida. Para ajudá-lo nesta tarefa, o Canaltech elaborou este tutorial bem simples de como fazer concreto no Minecraft. Onde encontrar areia e cascalho Primeiro, você precisará obter blocos de areia e cascalho. Ambos os materiais costumam estar em rios e nas costas dos mares, tanto no chão quanto em costas rochosas. Além desses lugares, você encontra areia nos desertos (obviamente) e os cascalhos no interior de montanhas também. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Fundo do mar com cascalho (cinza à esq.) e areia (amarelo à dir.) (Imagem: Captura de Tela/Canaltech) Como fazer corantes Os itens para tingir o concreto e outros objetos de Minecraft são frutos das mais diversas fontes. Ainda que a maioria seja à base de flores, há outros que são gerados a partir do cozimento e outros são apenas transformados no menu ou na bancada. Veja como fazê-los: Pegue uma flor, o item ou o bloco de matéria prima do seu corante; Abra o inventário, acesse a bancada ou a fornalha que fará o processo; No caso das flores, bolsa de tinta e osso, basta colocar em um dos quadrados e os corantes já estarão disponíveis. No caso de itens de cozimento, coloque o item no quadrado superior esquerdo e um combustível no inferior. O corante sairá no espaço da direita. Processo de cozimento de item para obter corante (Imagem: Captura de Tela/Canaltech) Como fazer pó de concreto Com o corante predileto, areia e cascalho à mão, está na hora de fazer a base do desejado concreto: o pó de concreto. Separe quatro blocos de areia, quatro de cascalho e um corante da sua preferência; Acesse a bancada e coloque os itens em qualquer posição; Feito isso, você terá os oito blocos de “Pó de Concreto”. Receita de pó de concreto no Minecraft (Imagem: Captura de Tela/Canaltech) Como transformar pó de concreto em concreto De todos os processos até agora, este é o mais simples. Para transformar o pó de concreto em concreto, basta molhá-lo, seja usando um balde de água e despejando em cima deles ou simplesmente colocando em um lugar com água. É só colocar os dois em contato e está pronto. Blocos de pó de concreto (à esq.) e de concreto (à dir.) depois de entrar em contato com a água (Imagem: Captura de Tela/Canaltech) Como quebrar concreto sem perder Depois de todo o processo, é comum que alguns jogadores desavisados quebrem o bloco de concreto e o percam. Para evitar isso, é só minerar o concreto com uma picareta de qualquer material. A receita de picareta é simples, mas se não se lembra como fazer, basta seguir os passo: Colete troncos de madeira e os processe para virarem tábuas de madeira; Use as tábuas para produzir gravetos, você vai precisar de dois; Separe três tábuas de madeira, pedregulho, barra de ferro, barra de ouro ou diamante; Na bancada, coloque os dois gravetos na vertical e os minérios escolhidos na horizontal, formando um "T". Receita de picareta no Minecraft (Imagem: Captura de Tela/Canaltech) Quais as cores de concreto e seus corantes? Ao todo, é possível fazer 16 cores diferentes de concreto. Basta mudar a tinta que é misturada com a areia e o cascalho. Veja, na tabela abaixo, como fazer cada uma delas: Cor Material Origem Vermelho corante vermelho papoula, roseira, tulipa vermelha e beterraba Amarelo corante amarelo dente de leão e girassol Verde corante verde a partir do cozimento de um cacto Preto tinta preta bolsa de tinta das lulas ou rosa do wither Marrom corante marrom sementes de cacau Azul corante azul lápis-lazúli ou centárea Branco corante branco farinha de osso ou lírio do vale Laranja corante laranja tulipa laranja Azul-claro corante azul-claro orquídea azul Magenta corante magenta flor lilás ou alho silvestre Rosa corante rosa peônia ou tulípa rosa Cinza-claro corante cinza-claro flor-silvestre-azul, margarida ou tulipa branca Verde-limão corante verde-limão a partir do cozimento de um pepino do mar Ciano mistura de corantes corante verde + corante azul ou lápis-lazúli Roxo mistura de corantes corante vermelho + corante azul ou lápis-lazúli Cinza mistura de corantes tinta preta ou bolsa de tinta + corante branco ou farinha de osso Com informações de Minecraft Wiki (1), (2). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Giro da Saúde: pico de transmissão da Ômicron; névoa mental pós-covid leve; e + O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Por que os pais de Harry Potter eram tão ricos? Veja Mais

Criador do PlayStation critica realidade virtual em metaverso

Criador do PlayStation critica realidade virtual em metaverso

Tecmundo O mercado de games e entretenimento pode até estar animado com a ideia do metaverso, mas o mesmo não pode ser dito do criador do PlayStation.Aos 71 anos de idade, Ken Kutaragi disse não apenas desgostar da ideia de realidades virtuais, se dizendo impossibilitado de reconhecer o propósito da tecnologia, como também parece detestar headsets VR.Leia mais... Veja Mais

Veja como solicitar a segunda via de uma conta Claro

Veja como solicitar a segunda via de uma conta Claro

Tecmundo A Claro  possibilita o acesso de forma simples para clientes de telefonia, internet ou Claro TV (que é a antiga Claro Net) que não tenham recebido ou não consigam encontrar a conta da prestação de serviços contratados. São maneiras pelas quais é possível, com segurança, verificar contas pendentes. Descubra como obter a segunda via do documento.(Fonte: Unsplash).Leia mais... Veja Mais

Review Honda HR-V EXL | Um SUV honesto, mas cansado

canaltech O Honda HR-V terá uma nova geração no Brasil em 2022. Enquanto ela não chega por aqui, vamos falar um pouco sobre a versão ELX do SUV da marca japonesa, que é bastante honesta, mas já mostra sinais de cansaço. Toyota Corolla x Honda Civic: qual o melhor sedã japonês? 5 carros SUVs mais vendidos no Brasil em 2021 A reportagem do Canaltech passou alguns dias a bordo do modelo 2021, dotado com motor I-VTEC flex 1.8 de 139 cavalos e torque de 17,7 kgfm quando abastecido com etanol. E aprovou a experiência, com algumas ressalvas. A linha HR-V estreou no Brasil em 2015 e, desde então, sempre se manteve entre os principais carros do segmento. Apesar de ter perdido mercado com a chegada do Jeep Renegade, o modelo japonês segue como opção interessante, principalmente para quem busca por um carro com a motorização citada. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Honda HR-V ELX é "honesto, mas cansado" (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech) Prós Espaço interno Design Acabamento Isolamento acústico Contras Pacote tecnológico Pacote de segurança Painel de instrumentos muito simples Conectividade e segurança O Honda HR-V ELX tem como principais pontos negativos justamente os pacotes voltados para conectividade e segurança. Em termos de conectividade, o carro oferece GPS nativo e espelhamento, via cabo, com Apple CarPlay e Android Auto, mas a central de 7 polegadas já é antiga e inferior às encontradas nos principais rivais. O HRV-ELX Touring também não oferece chave presencial ou partida no botão, itens que costumam equipar SUVs do mesmo porte e podem pesar contra na hora de colocar na balança o que concorrentes têm a oferecer. Central Multimídia já ficou para trás na comparação com rivais (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)No quesito segurança, notamos — e sentimos falta — de itens como alerta de colisão com frenagem automática e controle de tração, itens que também já são comumente encontrados em SUVs de outras marcas. Conforto e experiência de uso Se em conectividade e segurança o Honda HR-V mostra que já está na hora da nova geração chegar, o mesmo não se pode ser dito do conforto e experiência a bordo do SUV japonês. Apesar de ter um motor similar ao que equipa o Jeep Renegade Sport, o HR-V é mais ágil, mais agradável e menos “beberrão” que o modelo vendido pela Stellantis no Brasil. Honda HR-V é bastante confortável e espaçoso (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)Os 17,7 kgfm de torque proporcionados pelos 139 cavalos de potência são suficientes para empurrar o SUV de 1.271 quilos sem maiores problemas, até mesmo nas ladeiras mais íngremes. O câmbio CVT, que simula 7 marchas com as borboletas no volante, casa bem com o conjunto mecânico. O conforto, marca registrada da Honda, seja no Civic, no City, no WR-V ou no agora extinto Fit, não poderia ser diferente no HR-V. Ele é perfeito e equilibrado, tanto nos bancos quanto nos painéis e no volante. Volante tem pegada confortável e painéis não exageram no plástico duro (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)Em termos de consumo, o SUV registrou bons números, apresentando média de 7,5 km/l circuito urbano e abastecido com etanol. Segundo dados do Inmetro, a média é de 7,7 km/l com o mesmo combustível e de 11 km/l quando abastecido com gasolina. Design e acabamento Os acabamentos em plástico do Honda HR-V são de boa qualidade e, no modelo testado pelo Canaltech, pareceram silenciosos. Esse é um problema recorrente em alguns rivais da mesma categoria e, a princípio, o modelo japonês se mostrou superior nesse ponto. O design externo pode até não ter sofrido grandes alterações, mas segue imponente e impactante. Os destaques são os faróis Full LED e os de neblina, que agora também são de LED. As rodas, de 17 polegadas, são bastante elegantes e diferentes das encontradas nas demais versões do SUV. Honda deu preferência acabamentos mais macios no HR-V ELX (Imagem: Paulo Amaral) "O Honda HR-V é lindo e tem um desempenho surpreendente com o motor 1.8, mas a atualização, tanto de design quanto de motor e tecnologia, já passou da hora" — Paulo Amaral Concorrentes O principal concorrente do Honda HR-V é mesmo o Jeep Renegade Sport, que hoje tem preços partindo de R$ 112 mil. Outros SUVs que podem ser considerados rivais são o Chevrolet Tracker 1.0 turbo, o Peugeot 2008 Allure e o Hyundai Creta em sua versão Comfort 1.0 turbo. +8 $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n5 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n6 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n7 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n8 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n9 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n10 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n11 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n12 \/ 12\n\n\n\nHonda HR-V EXL CVT 1.8 (Imagem: Paulo Amaral\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_3e2acf')); }); Veredicto O Honda HR-V ELX é um bom SUV e recebe o “positivo” da reportagem do Canaltech, mas com ressalvas. O carro tem fôlego para estar na briga com os rivais, mas pode ser derrotado por já estar “cansado”, ou seja, há muito tempo sem uma mudança radical. O modelo testado pelo Canaltech está na faixa dos R$ 143 mil. Acima dele, caso o consumidor fã da Honda queira ter um HR-V com um motor mais moderno, pode optar pela versão Touring, dotada do 1.5 turbo. Ou então esperar pela nova geração, que está chegando aí. Honda HR-V é boa opção de compra, mas peca em pontos importantes (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)O Honda HR-V analisado pelo Canaltech foi gentilmente cedido pela Honda do Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Veja Mais

Giro da Saúde: pico de transmissão da Ômicron; névoa mental pós-covid leve; e +

canaltech A semana foi marcada por dois eventos importantes: o início da vacinação infantil contra covid-19 no Brasil e a análise da Anvisa sobre os autotestes e a vacina CoronaVac para o público pediátrico. Esses e outros destaques você confere agora, no Giro da Saúde. Anvisa: autotestes e CoronaVac infantil Autoteste e CoronaVac infantil foram pautas de votações na Anvisa (Imagem: Manuta/Envato Elements) Nesta semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária votou duas importantes pautas relacionadas ao enfrentamento da covid-19 no Brasil: a questão da liberação dos autotestes e o uso emergencial da CoronaVac para crianças e adolescentes. Nas duas reuniões, que ocorreram na quarta (19) e na quinta (20), respectivamente, a agência determinou o seguinte: Autotestes: ainda falta uma política pública referente aos testes feitos em casa. A decisão foi adiada, uma vez que a Anvisa pediu detalhes de planejamento ao Ministério da Saúde, em uma diligência que pode durar até 15 dias. Os membros da agência questionaram a falta de estratégias de testagem em massa para a população e medidas para o rastreamento de contatos dos casos positivos da covid-19 e de campanhas que ensinem o cidadão a forma correta de executar e interpretar os resultados do autoteste. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- CoronaVac infantil: a Anvisa aprovou a vacina para crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos. O imunizante deverá ter a mesma formulação e concentração daquela aplicada em adultos. Além disso, valerá o mesmo intervalo de 28 dias entre as doses. No entanto, a fórmula não deve ser aplicada em crianças imunocomprometidas (com baixa imunidade). Pico de transmissão da Ômicron Pico de transmissão da Ômicron pode confrontar novas regras de isolamento (Imagem: wayhomestudio/Freepik) Uma nova descoberta se opõe aos novos protocolos de combate à variante Ômicron do coronavírus, já que dados preliminares apontam que o pico de transmissão da cepa, mais contagiosa, ocorre no quinto dia após o início dos sintomas. Ou seja, se for confirmado, o novo período de isolamento pode ser comprometido. Acontece que vários países determinaram que o tempo de isolamento de pacientes infectados foi reduzido para um período de cinco a 10 dias. E, segundo Sally Cutler, da Universidade de East London, "as evidências sugerem que, no quinto dia, muitas pessoas ainda estarão eliminando vírus viáveis, e potencialmente, isso pode resultar em [uma] considerável disseminação da covid-19". Em outras palavras, ainda há pouca evidência científica para assegurar a segurança das novas medidas de isolamento — as quais foram, também, adotadas no Brasil. Depressão e suicídio entre profissionais de saúde Opas alerta para pensamentos suicidas e depressão em profissionais de saúde (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels) Um relatório da Organização Pan-Americana da Saúde fez um alerta para os altos índices de sintomas depressivos e pensamentos suicidas entre profissionais de saúde. Os dados apontam que entre 14,7% e 22% dos profissionais de saúde entrevistados pela organização em 2020 demonstraram esses sintomas, enquanto 5% a 15% relataram os pensamentos voltados ao suicídio. "A pandemia evidenciou o desgaste do pessoal de saúde e em países onde o sistema de saúde entrou em colapso, eles sofreram com jornadas extenuantes e dilemas éticos que impactaram sua saúde mental", explica Anselm Hennis, diretor do Departamento de Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental da Opas. Começa a vacinação infantil no Brasil Crianças começam a ser imunizadas em estados brasileiros (Imagem: DragonImages/Envato) A vacinação infantil começou com um ato simbólico, promovido pelo Governo de São Paulo, na sexta passada (14): a primeira criança vacinada foi um menino indígena aldeado da tribo Xavantes, no Mato Grosso. E na última semana, a vacinação começou oficialmente no país. Cada estado brasileiro tem seu cronograma, e a campanha começou com o imunizante da Pfizer. A prioridade são crianças com comorbidade ou deficiência, além de indígenas e quilombolas, e contempla quem tem de 5 a 11 anos. Considerando a vacina da Pfizer, a segunda dose deve acontecer após 8 semanas. Crianças que não se enquadram no primeiro grupo serão vacinadas na sequência. Aliás, com a aprovação da CoronaVac pediátrica pela Anvisa, as crianças e adolescentes brasileiros terão duas vacinas disponíveis. Importante mencionar que a vacina da Pfizer é um pouco mais ampla, já que engloba a imunização de quem tem 5 anos e também de crianças imunocomprometidas. Covid leve pode gerar névoa mental pós-recuperação Névoa mental pode ocorrer meses após quadro de covid leve (Imagem: Rawpixel/Envato) Uma recente descoberta feita por cientistas dos Estados Unidos mostra que casos leves e assintomáticos da covid-19 também podem gerar, após a recuperação, problemas de memória e ainda apresentar perda da função executiva. O quadro é conhecido como névoa mental, comum em casos de covid longa. O estudo ainda não foi revisado por pares, e foi desenvolvido por pesquisadores de diferentes instituições dos EUA, como a Universidade Stanford e a Universidade Yale. Os pesquisadores utilizaram roedores na pesquisa, e perceberam diminuição acentuada de novos neurônios gerados na região do hipocampo, relacionada à memória, uma semana após a infecção. A condição persistiu por pelo menos sete semanas no cérebro dos animais. Além disso, os autores do estudo investigaram cérebros de pessoas que morreram de covid no início de 2020, e encontraram marcadores de inflamação "robustamente elevados". Ao estudarem, ainda, 46 pacientes com covid longa, os cientistas descobriram que os indivíduos que sofriam alteração de memória e execução de tarefas apresentavam níveis elevados de uma proteína associada à inflamação no sangue, o que confirma o risco potencial de sequelas da covid-19, independente do quadro apresentado. Mais sobre saúde e ciência PFF2 e N95: quantas vezes reutilizar? Onde guardar? Injetaram espuma expansiva no pênis deste homem e o resultado deu muito errado Exame de sangue inteligente prevê se a pessoa vai sobreviver à covid ou não O que acontece com o esperma depois de uma vasectomia? Estaria a Neuralink se preparando para implantar chips em humanos? Paxlovid: remédio da Pfizer é eficaz contra ômicron Microrrobô injetável pode desenvolver ossos para tratar fraturas O cérebro é capaz de cicatrizar sozinho? Por que sorvete dá sensação de congelar o cérebro? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Veja Mais

Vivo NEX 5 aparece em foto vazada após especificações indicarem Snapdragon 8 Gen 1

tudo celular Informações também revelam que modelo deve adotar tela cascata, câmera sob display e mais. Veja Mais

Como baixar apps na Apple TV

canaltech Uma atividade comum para donos de smartphones e outros dispositivos inteligentes é baixar aplicativos nas lojas virtuais. Atualmente, a Apple TV também oferece possibilidade para downloads de apps em sua plataforma para consumir conteúdo de streamings, jogos e muitos mais. Os 10 melhores aplicativos para Apple TV Como assistir Apple TV+ na TV Como baixar aplicativos na Apple TV Baixar aplicativo na Apple TV é bastante simples, mas não são todas as gerações da Smart TV que oferecem download de aplicativos. O sistema operacional tvOS e a App Store chegaram à Apple TV no seu quarto lançamento (Apple TV HD) e continua nos modelos mais recentes. A terceira geração do aparelho e anteriores, entretanto, não contam com suporte para downloads, disponibilizando apenas softwares pré-instalados de fábrica. Confira, abaixo, a tabela completa de modelos da Apple TV compatíveis com a App Store para download de aplicativos. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Modelo Ano de lançamento Compatibilidade com a tvOS/App Store Apple TV (1ª geração) 2007 Não compatível Apple TV (2ª geração) 2010 Não compatível Apple TV (3ª geração) 2012 Não compatível Apple TV HD 2015 Compatível Apple TV 4K (1ª geração) 2017 Compatível Apple TV 4K (2ª geração) 2021 Compatível Para identificar qual o modelo do seu aparelho, abra o app Ajustes, vá em "Geral" > "Sobre" e identifique o aparelho. Se não conseguiu obter a informação pela Smart TV, consulte o site do Suporte da Apple para obter assistência. Abaixo, veja como baixar um aplicativo pelo gadget. Abra a App Store. Em seguida, pesquise pelo aplicativo que você deseja baixar; Clique no preço ou no botão "Obter" para baixar um app; Clique no botão "Obter" para baixar um app na Apple TV (Captura de tela: Thiago Furquim) Aguarde até o final do processo e abra o app clicando em "Abrir" ou pela tela de início da Apple TV. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Por que os semáforos no Japão têm a cor azul e não verde? Veja Mais

Godzilla: veja ordem certa para assistir os filmes

Godzilla: veja ordem certa para assistir os filmes

Tecmundo Godzilla, o monstro mais famoso do cinema, está fazendo sucesso há mais de 70 anos e, no ano de 2021, teve a sua última aparição no filme Godzilla vs Kong, um verdadeiro sucesso entre os amantes da franquia.No entanto, não é somente essa obra que engloba esse universo de Godzilla e o personagem conta com dezenas de filmes.Leia mais... Veja Mais

PS5 deve superar Xbox Series em vendas em até 2 anos, diz analista

PS5 deve superar Xbox Series em vendas em até 2 anos, diz analista

Tecmundo A disputa entre PlayStation 5 e Xbox Series promete ser acirrada ao longo dos próximos anos. De acordo com Piers Harding-Rolls, diretor de pesquisa da empresa Ampere, a Sony deve levar a dianteira nessa disputa em um ou dois anos.Para o analista, as projeções são de que sejam vendidas 18 milhões de unidades do PlayStation 5 ao longo deste ano, e 9 milhões de unidades para os videogames da Microsoft.Leia mais... Veja Mais

Conheça as vantagens das bicicletas elétricas

Conheça as vantagens das bicicletas elétricas

Tecmundo As bicicletas elétricas, ou ebikes, são a nova promessa em questão de mobilidade urbana e combate ao aquecimento global. Esse meio alternativo de transporte é capaz de minimizar o consumo pessoal de combustíveis fósseis e reduzir a pegada individual de carbono.Além disso, são uma alternativa mais barata aos carros elétricos. E não só na compra. Ao adquirir uma ebike, você também economiza taxas de seguro, gastos com impostos, combustível diário e estacionamento.Leia mais... Veja Mais

Meta e Metaverso, o Second Life com WhatsApp

canaltech O que tem atrás da Porta 101? O estúdio do Canaltech! É onde gravamos este Podcast com nossa equipe, onde vale TUDO sobre ciência e tecnologia... Ouça ao podcast. Veja Mais

10 notícias mais importantes da semana (17/01 a 21/01)

10 notícias mais importantes da semana (17/01 a 21/01)

Tecmundo Bom dia! Para se manter atualizado neste início de sabadão (22), o TecMundo separou tudo o que rolou de mais importante nesta semana (17 a 21 de janeiro). Além de várias notícias sobre tecnologia e ciência, o mundo do entretenimento e dos games também foram bastante movimentados no período.Logo na segunda-feira (17), nós noticiamos que o PayPal está devolvendo o cupom de R$ 50 que havia sido retirado da conta dos usuários. Na quarta-feira (19), a Amazon Prime Video apresentou o nome oficial da série dos Senhor dos Anéis. Nesta sexta-feira (21), o Banco Central comunicou o vazamento de 160 mil chaves Pix.Leia mais... Veja Mais

Vazou tudo! Preços europeus da linha Galaxy S22 são publicados antes do lançamento

tudo celular Os preços da linha Galaxy S22 foram vazados na Europa antes do lançamento oficial. Veja Mais

OnePlus 10R ganha previsão de lançamento com chipset Dimensity 9000

tudo celular O OnePlus 10R deve ser o próximo lançamento da marca chinesa no mercado de flagships acessíveis. Veja Mais

Como carregar um Apple Watch

canaltech O Apple Watch possui um carregador diferente de todos os outros dispositivos Apple, o que não deixa de ser algo natural afinal, por conta da sua categoria de produto e do seu design. Para recarregar o relógio, o processo é feito por indução, através de um dock magnético de carga. Como ver o horário que o Apple Watch foi carregado pela última vez Como receber alertas de bateria do Apple Watch no iPhone Não há um lado ou jeito certo para inseri-lo, o que significa que você pode, caso prefira, ajeitar o cabo do dock magnético para recarregar o seu smartwatch lateralmente, ou seja, com a tela virada. Ao fazer isto, a tela do relógio também vai automaticamente girar, de forma a mostrar o horário em um espaço maior de exibição. Veja abaixo como carregar o seu Apple Watch: -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Insira o Apple Watch no dock magnético de carga. Logo ao encostá-lo, a tela vai exibir que o carregamento está em andamento; Com o seu Apple Watch sendo devidamente carregado, posicione-o da maneira que você considerar melhor, principalmente, caso você utilize o Modo Cabeceira ou tiver alarmes despertadores configurados no relógio. Posicione seu Apple Watch para recarregá-lo da maneira que você considerar melhor (Foto: Lucas Wetten) Formas de economizar a bateria Existem algumas formas simples e rápidas para economizar a bateria do seu Apple Watch. Uma delas é desativando a atualização em 2º plano, seja de um modo geral ou de apps selecionados. Para fazer isto, entre nos Ajustes do Apple Watch, depois toque em "Geral" e, por fim, clique em "Atualização em 2º Plano". Outro método interessante é ativar o Modo Cinema, que faz com que a tela do seu relógio inteligente não fique mais acendendo a todo momento em que você erguer o seu pulso e, consequentemente, economizando uma boa porcentagem de bateria do dispositivo. Neste caso, a tela apenas acenderá quando você tocá-la. Economiza a bateria do seu Apple Watch com estas dicas (Captura de tela: Lucas Wetten) Modo Reserva de Energia Quando precisar economizar muita bateria, o Modo Reserva de Energia interrompe o uso de todas as funcionalidades inteligentes do aparelho, exibindo na tela apenas o horário. Para ativar o recurso, acesse a Central de Controle do Apple Watch, clique na porcentagem de bateria e ative o modo "Reserva de Energia". Para desativá-lo e retornar ao uso normal do seu relógio, basta religá-lo. Em casos extremos de economia de bateria, ative o Modo Reserva de Energia (Captura de tela: Lucas Wetten) Saúde da bateria Para saber como anda a saúde da bateria do seu Apple Watch, entre nos Ajustes, vá em "Bateria" e toque em "Saúde da Bateria". Logo abaixo de "Capacidade Máxima", você encontrará a porcentagem da saúde da bateria. Não se assuste: se o seu relógio já tiver algum tempo de uso, é completamente natural que esteja abaixo dos 100%. Verifique como anda a saúda da bateria do seu Apple Watch (Captura de tela: Lucas Wetten) Carregamento Otimizado Por fim, o carregamento otimizado faz com que o seu Apple Watch "aprenda" a sua rotina diária de carregamento e aguarde até um horário próximo do que você costuma retirá-lo do dock magnético de carga para enfim recarregá-lo completamente. No entanto, caso precise de uma carga completa em um horário fora do comum e o recurso esteja impossibilitando, basta desativá-lo temporariamente. Para fazer isto, entre nos Ajustes do seu Apple Watch, vá novamente em "Bateria", toque em "Saúde da Bateria", desça a tela e desative a opção "Carregamento Otimizado da Bateria". Desative o Carregamento Otimizado para uma carga completa fora de hora (Captura de tela: Lucas Wetten) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Tesla pede licença para vender algo que tem nada a ver com carro Oumuamua: sonda seria capaz de alcançar o objeto interestelar em 26 anos Veja Mais

The Blacklist 9x9: consequências sobre Liz vem à tona (recap)

The Blacklist 9x9: consequências sobre Liz vem à tona (recap)

Tecmundo A morte de Liz Keen (Megan Boone) no final da 8ª temporada de The Blacklist continua a reverberar nos novos episódios da série. Se nas últimas semanas o público acompanhou alguns desdobramentos deste fato, o intitulado “Boukman Baptiste (No. 164)” relembra o momento em que tudo aconteceu logo em sua abertura.Quer saber mais detalhes sobre o que foi exibido pela NBC na última quinta-feira (20)? Então não deixe de conferir nosso recap completo!Leia mais... Veja Mais

Golpe usando token falso da Amazon rouba criptomoedas das vítimas

Golpe usando token falso da Amazon rouba criptomoedas das vítimas

Tecmundo Um novo golpe que divulga o suposto lançamento da “criptomoeda da Amazon” tem feito vítimas em vários países, que tiveram suas moedas digitais roubadas. A Akamai Technologies divulgou detalhes sobre o mecanismo da fraude na quinta-feira (20).Na campanha maliciosa, os criminosos virtuais ofereciam uma oportunidade única de comprar o “token da Amazon” em pré-venda, com desconto. Eles divulgaram a suposta moeda digital da gigante varejista nas redes sociais, atraindo interessados que eram direcionados a um site fraudulento, se clicassem no link da postagem.Leia mais... Veja Mais

And Just Like That: série agrada fãs de Sex and the City (crítica)

And Just Like That: série agrada fãs de Sex and the City (crítica)

Tecmundo Toda mulher que era uma jovem adulta no início dos anos 2000 lembra com nitidez o fenômeno que foi a série Sex and the city, produzida pela HBO entre 1998 e 2004. O seriado apresentava quatro amigas solteiras em Nova York, na casa dos 30 anos, que pareciam viver uma vida de sonho: estavam na melhor cidade do mundo, desfrutando de restaurantes maravilhosos, em empregos divertidos, enquanto saíam com homens interessantes.Mas a grande chave do seriado estava no estilo de vida que ele promulgava às mulheres: o tipo de liberdade que outrora era “autorizado” apenas aos homens. As quatro amigas – Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha – vivenciavam, cada uma de seu jeito, uma rotina de autonomia e independência de um par masculino. Era um retrato inédito do universo feminino, voltado aos prazeres tantas vezes condenados (e aqui não me refiro apenas à sexualidade) nas mulheres.Leia mais... Veja Mais

CT News em Podcast - Galaxy S22 chega mês que vem e mais!

canaltech No CT News de hoje: data de lançamento do S22, TikTok experimentando imitar o OnlyFans, Round 6 e mais Ouça ao podcast. Veja Mais

Bel-air: reboot de Um Maluco no Pedaço tem novos nomes no elenco

Bel-air: reboot de Um Maluco no Pedaço tem novos nomes no elenco

Tecmundo Bel-air, o reboot da icônica sitcom Um Maluco No Pedaço, está chegando cada dia mais perto da estreia. Por conta disso, os anúncios estão cada vez mais quentes. A informação mais recente é sobre os novos nomes do elenco e seus respectivos personagens.O anúncio feito pela Peacock confirmou Karrueche Tran, Duane Martin, April Parker Jones, SteVonté Hart, Joe Holt, Scottie Thompson, Jon Beavers, Tyler Barnhardt e Charlie Hall para os papéis de personagens recorrentes da série.Leia mais... Veja Mais

Como saber se a tomada é 127V ou 220V?

canaltech Mesmo que vários produtos tenham compatibilidade com diferentes padrões de tensão (ou voltagem, como é popularmente chamada), alguns dispositivos podem exigir tomadas que sejam de 127 ou 220 voltz (V). É muito importante conhecer as características dos plugues antes de conectar o cabo de energia, pois a utilização de um item na voltagem errada pode causar o seu funcionamento incorreto, ou até mesmo provocar a queima dos componentes internos, tornando o produto inutilizável. Por isso, o Canaltech dá algumas dicas para entender quais são as características de uma fonte de energia. iPhones franceses deixam de incluir fones na caixa após mudança de lei Comprar ou montar um PC gamer? Qual é melhor? Perguntar para um residente local Tomadas de 220 V podem apresentar coloração vermelha (Imagem: Instil) Em geral, a melhor forma de descobrir a voltagem correta das tomadas é, simplesmente, perguntar para alguém que possa ter a informação, como um residente local ou funcionário do hotel em que você está hospedado. Apesar de parecer uma resposta simplista, essa solução é mais eficiente do que confiar totalmente em listas ou outros conteúdos similares, pois o padrão de cada cidade não é necessariamente utilizado em todas as tomadas de um determinado local. Caso não seja possível encontrar ninguém com essa informação, alguns referenciais visuais podem estar presentes, especialmente em hotéis ou outros locais de grande circulação de pessoas. Itens como placas indicativas com a tensão, ou coloração diferente da tomada (como o uso da cor vermelha para tomadas 220V) podem ser úteis para identificar as características de uma tomada. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Conferir a lista de voltagem por estado Os estados brasileiros possuem diferentes padrões de voltagem, pois as suas redes elétricas foram construídas em épocas distintas, e um processo de unificação nunca foi realizado ao longo dos últimos séculos. No geral, cada estado pode ter adotado tomadas de 127 V ou 220 V, por isso é bom checar a lista abaixo para evitar dores de cabeça — atualmente, o padrão de 110 V caiu em desuso, mesmo que a voltagem ainda seja referenciada em vários locais. Acre: 127 V Alagoas: 220 V Amapá: 127 V Amazonas: 127 V Bahia: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Porto Seguro) Ceará: 220 V Distrito Federal: 220 V Espírito Santo: 127 V Goiás: 220 V Maranhão: 220 V Mato Grosso: 127 V Mato Grosso do Sul: 127 V Minas Gerais: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Uberlândia) Pará: 127 V Paraná: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Guarapuava) Paraíba: 220 V Pernambuco: 220 V Piauí: 220 V Rio de Janeiro: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Nova Friburgo) Rio Grande do Norte: 220 V Rio Grande do Sul: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Gramado) Rondônia: 127 V Roraima: 127 V Santa Catarina: 220 V São Paulo: 127 V (exceto regiões específicas que utilizam o 220 V, como Santos) Sergipe: 127 V Tocantins: 220 V Utilizar acessórios para descobrir a voltagem Uma das funções do multímetro é a medição de tensão (Imagem: Reprodução/Magalu) Uma solução bastante útil para descobrir de forma rápida a voltagem de uma tomada é a utilização de acessórios especializados para esse fim, como um multímetro. Produtos do tipo apresentam uma ampla variedade de formatos e preços — portanto, não é difícil encontrar o produto ideal para quem somente quer fazer alguma aferição simples, ou mesmo para quem costuma fazer usos mais profissionais e detalhados da ferramenta. Medidores de tensão podem ser encontrados em lojas de utensílios gerais, ou mesmo em locais especializados em materiais de construção, por exemplo. As formas de utilização dependem da complexidade do dispositivo, mas vários modelos podem ser aproveitados até mesmo por quem não tem tanto conhecimento técnico — a voltagem medida aparecerá em um display correspondente, ou mesmo com indicações luminosas. Acessórios mais simples também podem identificar a voltagem (Imagem: Reprodução/Mercado Livre) Os multímetros funcionam com a inserção dos terminais de teste nas tomadas, e por isso o processo deve ser feito com muito cuidado para evitar choques elétricos que podem causar danos à integridade física ou mesmo à rede elétrica. É sempre recomendado ler o manual de cada produto antes de realizar as medições. Colocar produtos na tomada errada causa danos? Com certeza! Caso um produto 110 ou 127 V seja colocado em uma tomada 220 V, é quase certo que ele irá queimar assim que ligado, pois receberá uma tensão elétrica muito acima do que está projetado para operar. Por isso, é de extrema importância ter certeza da voltagem da tomada antes de conectar um dispositivo que não seja bivolt, especialmente se há a desconfiança de que seja 220 V. Porém, quando o contrário acontece, os danos podem não ser tão graves, pelo menos a curto prazo. A princípio, o produto 220 V ligado na tomada 127 V irá apenas operar com suas capacidades reduzidas — um secador de cabelo pode gerar menos calor ou soprar menos ar, por exemplo. Mesmo assim, o dispositivo ainda estará sendo submetido a uma voltagem pela qual não foi projetado, e por isso pode sofrer avarias depois de algum tempo — a extensão desses estragos depende muito de qual é o produto e quais as proteções incluídas pela fabricante em seus sistema elétrico. Itens que possuem motores internos (como uma batedeira, por exemplo) podem sofrer mais com a tensão reduzida, já que esses componentes terão que puxar muita corrente para alcançar a potência de trabalho e assim realizar suas respectivas tarefas. Se o produto já comprado for incompatível com a voltagem disponível, é possível adquirir um transformador de tensão. Esses dispositivos costumam ter preços que partem de R$ 50, e são capazes de converter voltagens de 127 V em 220 V, e também fazer o caminho contrário de 220 V para 127 V. Como saber se o produto é bivolt? Fontes geralemnte trazem indicação de forma clara (Imagem: IndiaMART) Atualmente, vários produtos comuns trazem a capacidade de funcionar corretamente tanto em 127 V quanto no 220 V. Em geral, eles possuem fontes de energia com indicações visuais inscritas diretamente no acessório, ou mesmo em um adesivo colado na sua estrutura. Quando um produto é bivolt, a configuração da tensão pode acontecer de duas formas diferentes. Alguns dispositivos exigem o ajuste manual por meio de um pequeno interruptor que deverá estar em um lugar acessível e com grande visibilidade, enquanto outras fontes poderão fazer essa troca de forma automática, por meio de componentes internos que identificam a voltagem e permitem a operação sempre correta. Caso o dispositivo não tenha uma indicação clara sobre qual é a voltagem correta, é recomendada uma pesquisa no manual para descobrir mais informações sobre o produto em si, e também sobre qual configuração normalmente é utilizada pela marca. Se mesmo assim a configuração ideal não for identificada, o próximo passo é abrir o produto para conferir se há alguma identificação na parte interna da estrutura — entretanto, essa etapa deve ser realizada apenas com algum conhecimento técnico, e o item deve estar desconectado da fonte de energia durante todo o processo, para evitar possíveis choques. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

O que é uma órbita? Conheça os tipos de órbitas que existem

canaltech Muito se fala da Terra orbitando o Sol, da Lua orbitando a Terra, etc. Mas o que é uma órbita? Bem, resumidamente, órbita é o caminho curvo e regular que as estrelas, planetas, luas, asteroides, cometas e até mesmo objetos artificiais seguem ao redor de algum outro. Esse caminho acontece por causa da gravidade, que faz com que objetos com massa sejam atraídos por outros que estejam por perto. E quanto mais massivo for o objeto, maior será a força gravitacional que ele exercerá sobre aqueles ao seu redor. Como os satélites na órbita da Terra evitam colisões entre si? Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Isso significa que a gravidade é a grande responsável pelas órbitas no universo. Trata-se da força que existe entre dois objetos com massa, seja ele uma grande estrela ou uma pequena partícula subatômica. No Sistema Solar, por exemplo, o objeto mais massivo é o Sol, cuja influência gravitacional afeta todos os outros objetos do nosso “quintal espacial” — incluindo todo e qualquer objeto com massa que seja atraído pela gravidade solar. Quando pensar o que é uma órbita, lembre-se que no Sistema Solar tudo orbita o Sol (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech) Durante a formação do Sistema Solar, partículas de poeira, gás e gelo se moviam pelo espaço, até que cercaram o Sol em uma grande nuvem. A imensa gravidade do nosso astro atraiu essas partículas, que formaram um anel ao redor dele. Depois, o material do anel começou a se agrupar em corpos maiores, originando os planetas, luas e asteroides. É por isso que, hoje, vemos todos os planetas orbitando o Sol acompanhando um único plano orbital. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Mas o que é uma órbita? De forma bem resumida, podemos dizer que “órbita” é o nome dado ao caminho regular e repetitivo que um objeto percorre ao redor de outro mais massivo. As órbitas têm formas diferentes e têm excentricidade (o tanto que ela se difere de um círculo perfeito) própria. Por exemplo, a Terra viaja ao redor do Sol em uma órbita elíptica com excentricidade média de 0,017. Portanto, esta órbita tem formato bem próximo do de um círculo, mas ainda assim é uma elipse. O tempo necessário para percorrer este caminho é chamado “período orbital” e depende da massa do objeto orbitado. De novo, pensemos no Sistema Solar: quanto mais distante um planeta estiver do Sol, que é o objeto mais massivo do nosso sistema, maior será seu período orbital. É por isso que Netuno leva mais de 160 anos para orbitar nosso astro, enquanto Mercúrio precisa de apenas 88 dias. Netuno, o planeta mais distante do Sol, tem órbita bastante ampla (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech) No Sistema Solar, temos diversos satélites naturais orbitando seus planetas, que orbitam o Sol, enquanto nosso sistema inteiro viaja ao redor do buraco negro supermassivo no coração da Via Láctea em uma órbita galactocêntrica. Já a órbita heliocêntrica descreve o movimento dos planetas e asteroides ao redor do baricentro, o nome dado ao centro de massa de um sistema de corpos. Na maior parte das vezes, os planetas têm órbitas quase circulares. Já os cometas também orbitam o Sol, mas com uma grande diferença: a órbita deles tem grande excentricidade — ou seja, é bastante alongada. Por isso, eles podem visitar o Sistema Solar e demorar algumas dezenas ou centenas de milhares de anos para completar uma volta. Enquanto Mercúrio tem anos curtíssimos em comparação com a Terra, o cometa Kohoutek poderá levar 100 mil anos terrestres para completar sua órbita heliocêntrica. Como é a órbita da Terra? Foi por volta do século XVI que Nicolau Copérnico, matemático e astrônomo, demonstrou que a Terra e os demais planetas giravam ao redor do Sol. Esta constatação fez com que cientistas trabalhassem incansavelmente até entender como isso acontecia em termos matemáticos. Hoje, os astrônomos já determinaram algumas características fascinantes da órbita do nosso planeta ao redor do Sol. Por exemplo, a cada órbita, a Terra percorre 940 milhões de quilômetros à velocidade de aproximadamente 108.000 km/h. Hoje, os planetas seguem em órbitas estáveis, mas isso pode mudar com colisões de partículas, forças gravitacionais de outros planetas e até mudanças na massa do Sol (Imagem: Reprodução/NASA / JPL) Conforme se desloca, a distância entre a Terra e o Sol varia. Isso acontece porque nosso planeta segue uma órbita elíptica ao redor do astro, mas com excentricidade tão baixa que a torna quase um círculo. Quando a Terra está no ponto mais longe do Sol em sua órbita elíptica, ela está no afélio; quando chega ao ponto mais próximo, ela alcança o periélio. Ao contrário do que a crença popular coloca, as estações do ano não vêm destas variações, mas sim da inclinação no eixo de nosso planeta. A Terra não está sozinha em seu caminho ao redor do Sol, mas sim em companhia da Lua. Assim, dizer que a Lua orbita a Terra significa que nosso satélite natural viaja ao redor do nosso planeta, seguindo à velocidade de 3.683 km/h, levando 27 dias para completar uma rotação em seu eixo e cerca de 27,3 dias em sua órbita elíptica. Então, como não tem órbita perfeitamente circular, a Lua sofre algumas variações em seu tamanho aparente no nosso céu, conforme se aproxima e se afasta da Terra ao longo de sua órbita. Quando está no perigeu (o ponto de sua órbita em que fica mais próxima da Terra), a Lua pode parecer pelo menos 10% maior e 30% mais brilhante do que quando está no apogeu (o ponto mais distante de sua órbita). Como seu período orbital e rotacional têm duração próxima, a Lua mantém sempre a mesma face para nós graças a interações gravitacionais com a Terra, que causam o "bloqueio de marés". Conforme orbita a Terra, algumas partes da superfície da Lua recebem luz, enquanto outras ficam escuras. Durante sua órbita ao redor da Terra, a Lua acompanha a rotação do nosso planeta, de modo que mantém a mesma face voltada para nós (Imagem: Reprodução/NASA's Scientific Visualization Studio/Ernie Wright) Perceba que, apesar de não conseguirmos ver uma parte da Lua aqui da Terra, isso não significa que existam regiões lunares sempre iluminadas ou permanentemente nas sombras. Por isso, não é certo dizer que a Lua tem um “lado escuro”, que seria o hemisfério que não conseguimos observar aqui de nosso planeta. O ideal é se referir à região como “lado afastado” da Lua ou “lado mais distante” do nosso satélite natural. Como satélites ficam em órbita? Quando satélites artificiais são lançados ao espaço, eles são liberados a algumas centenas ou milhares de quilômetros da superfície da Terra. Depois, recebem um “empurrãozinho” do foguete que os lançou, que aplica a força necessária para o satélite entrar em órbita com velocidade adequada, sem ser alta demais e nem baixa demais. Com isso, eles seguem um caminho que “acompanha” a curvatura do nosso planeta. Outra forma de entender isso é pensar que os satélites estão em uma “queda livre” constante, mas com velocidade alta o suficiente para vencerem a gravidade que os puxa para a Terra. Como o espaço não tem ar para criar fricção, eles podem orbitar a Terra praticamente sem precisar de “ajuda externa” — mas, mesmo assim, de tempos em tempos eles acionam seus propulsores para realizar pequenas correções orbitais e manobras de desvio, necessárias para evitar colisões com objetos em órbita, como satélites e detritos orbitais. Com a quantidade crescente de lixo em órbita, é comum que os satélites precisem realizar manobras de desvio para evitar colisões (Imagem: Reprodução/NASA) Geralmente, os satélites são posicionados em órbitas ao redor da Terra, que variam de acordo com o objetivo em questão, mas também pode acontecer de serem enviados em uma jornada interplanetária para se tornarem satélites artificiais de outros mundos. Por exemplo, um satélite na órbita geoestacionária (GEO) viaja acima do equador terrestre, sempre acompanhando a rotação do planeta, o que faz com que eles pareçam estar “estacionados”. A GEO é bastante usada para satélites de telecomunicações, que precisam estar constantemente sobre algum ponto específico. Já a órbita baixa terrestre (LEO), caracterizada pela altitude de aproximadamente 160 km a 1000 km, é bastante útil para satélites que produzem imagens da superfície. Esta é também a órbita da Estação Espacial Internacional, que completa uma volta pela Terra cerca de 16 vezes por dia. Há diversos outros tipos de órbitas, como a órbita média, órbitas polares e órbitas heliossíncronas, entre outras. Dentre elas, vale destacar os Pontos de Lagrange, regiões onde a gravidade da Terra e do Sol se "anulam", criando áreas de estabilidade gravitacional. Assim, naves e telescópios lançados para lá podem ficar razoavelmente próximos da Terra, com a vantagem de estarem livres da luz visível e infravermelha emitida por nosso planeta, que pode atrapalhar as observações do espaço profundo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Novo Kindle Paperwhite está mais barato em oferta da Amazon

canaltech O novo Kindle Paperwhite, lançado em 2021, é focado em quem gosta de ler muito. Equipado com temperatura de luz ajustável e bordas mais finas, a nova geração do modelo traz ainda novas melhorias ao e-reader clássico da Amazon. Ele está em promoção nesta oferta da própria loja, com frete grátis para assinantes Prime. Com o Kindle, você pode ler milhares de livros disponíveis na loja da Amazon e até mesmo enviar seus próprios arquivos pessoais para ler no dispositivo, em uma tela com iluminação confortável que não incomoda os olhos. Compre o Kindle Paperwhite por R$ 616,55 Sobre o novo Kindle Paperwhite   O novo Kindle Paperwhite veio para aproximar a linha Paperwhite cada vez mais dos modelos premium de e-readers da Amazon. Em contraposição ao Kindle 10ª Geração, que é focado em custo-benefício, esse modelo aposta em características dignas de um topo de linha. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Equipado com tela antirreflexo de 300 ppi, agora com 10% mais brilho do que a geração anterior, com bordas mais finas e com uma bateria que dura até 10 semanas, o Kindle Paperwhite é focado em quem é realmente fã de livros - o novo ajuste na temperatura de luz do dispositivo faz com que a leitura fique confortável em qualquer ambiente. Além disso, como já é tradicional do e-reader, você pode comprar e-books através da loja da Amazon, assinar o Kindle Unlimited para garantir milhares de livros por um valor fixo mensal ou transferir seus próprios arquivos em formato .mobi ou PDF através do cabo USB-C que já vem com o dispositivo. Além disso, o recurso Page Flip existe para salvar automaticamente a página que você está lendo. Então, você pode interromper a leitura a qualquer momento, e quando retomar a atividade continuará exatamente do ponto em que parou. Você também pode fazer anotações durante a leitura. Compre o Kindle Paperwhite por R$ 616,55 IMPORTANTE: alterações de preço podem acontecer a qualquer momento e não estão sob controle do Canaltech. O valor total pode mudar de acordo com sua localidade, considerando frete e possíveis impostos. Se você fizer uma compra, o Canaltech talvez receba uma comissão pela venda. Entre no Canaltech Ofertas e faça seu dinheiro render mais Com os preços no Brasil cada vez mais caros, a única saída para economizar dinheiro é ficando de olho nas promoções das lojas brasileiras e internacionais. O problema é que a grande quantidade de marcas e condições de pagamento torna quase impossível acompanhar as ofertas que aparecem diariamente no país. Para facilitar a sua vida, o time do Canaltech Ofertas pesquisa incessantemente todas as pechinchas da internet e reúne os melhores preços em um único lugar: no seu smartphone. Chega de perder tempo e dinheiro, entre no nosso grupo de ofertas e comece a economizar em um piscar de olhos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Call of Duty pode deixar de ser lançado anualmente

Call of Duty pode deixar de ser lançado anualmente

Tecmundo Se uma informação divulgada nesta semana pelo site Bloomberg acabar se confirmando em algum momento, é possível que muito em breve a série Call of Duty deixe de lado o seu cronograma de lançamentos anuais.De acordo com o site, essa discussão surgiu de maneira interna entre os próprios executivos da companhia, já que a franquia recebe um game novo por ano desde 2005. Curiosamente, esse comentário surge poucos dias após a compra da Activision pela Microsoft em uma das transações mais caras da indústria dos games.Leia mais... Veja Mais

Conheça todos os tipos sanguíneos e as principais diferenças entre eles

Conheça todos os tipos sanguíneos e as principais diferenças entre eles

Tecmundo O sangue está presente em nosso corpo e é tão fundamental à vida que há várias campanhas de incentivo ao cidadão comum para que seja um doador de sangue. Mas você conhece todos os tipos sanguíneos e suas características? Sabe algo sobre a compatibilidade entre aquelas letrinhas e símbolos? Então venha conosco para entender um pouco mais do assunto.Os tipos sanguíneos são conhecidos também como o “sistema ABO”. Quem os descobriu e se tornou responsável por catalogá-los foi o médico e cientista austríaco Karl Landsteiner no início do século XX.Leia mais... Veja Mais

Microsoft vai forçar a instalação do Windows 10 21H2 em mais PCs

Microsoft vai forçar a instalação do Windows 10 21H2 em mais PCs

Tecmundo A Microsoft iniciou na última quinta-feira (20) a distribuição forçada do Windows 10 versão 21H2 em mais dispositivos, tendo como foco os computadores cuja versão do sistema operacional esteja chegando perto do fim do suporte. Essa medida faz parte do processo de treinamento do sistema de aprendizado de máquina da companhia.Lançado em novembro do ano passado, o Windows 10 21H2 não trouxe grandes novidades para o usuário doméstico. A atualização inclui principalmente algumas correções de bugs e otimizações voltadas à melhoria do desempenho do sistema, o mesmo acontecendo nas edições para o público corporativo.Leia mais... Veja Mais

Bitcoin derrete em nova queda e valor chega aos US$ 35 mil

Bitcoin derrete em nova queda e valor chega aos US$ 35 mil

Tecmundo Na última quinta-feira (20), o Bitcoin (BTC) entrou em uma queda que ainda não se estabilizou e, na sexta-feira (21), o valor da criptomoeda caiu para abaixo dos US$ 38 mil (cerca de R$ 207 mil na cotação atual). Conforme informações do CoinGlass, foram mais de US$ 250 milhões vendidos em menos de 12 horas — sem contar a queda das outras moedas. Na manhã de sábado (22), a criptomoeda chegou a ser negociada por US$ 35 mil.De acordo com diversos especialistas do mercado, o Bitcoin está em um nível crítico há algum tempo e, justamente por isso, grandes investidores estão vendendo seus ativos por medo dos riscos causados pela situação atual do mercado. Em uma única transação na corretora Bitmex, um usuário vendeu US$ 9,9 milhões em BTC — só na Binance, foram mais de US$ 170 milhões liquidados nas últimas movimentações.Leia mais... Veja Mais

Cobra Kai: veja o antes e depois do elenco de Karatê Kid

Cobra Kai: veja o antes e depois do elenco de Karatê Kid

Tecmundo A franquia Karatê Kid iniciou na década de 80 e conta com filmes que marcaram a vida de muitas pessoas na época. E esse universo segue vivo até os dias atuais em uma das séries mais famosas da Netflix, Cobra Kai.O show é um dos seriados mais comentados da plataforma e segue contando a história dos dojos e do Torneio All-Valley, além de contar com a participação de grandes nomes do elenco dos filmes, como o próprio Ralph Maccio como Daniel LaRusso.Leia mais... Veja Mais

Nintendo Switch poderá ser o console mais vendido de 2022, segundo análise

tudo celular O Nintendo Switch poderá ser o console mais vendido de 2022, segundo uma análise do Ampere Analysis. Veja Mais

Meizu pode lançar smartphone avançado com design inovador este ano

tudo celular A Meizu pode lançar smartphone flagship avançado com design inovador e sensor 3D Sonic Sensor Gen 2 este ano. Veja Mais

Windows 11 permite operar teclado virtual por voz em nova versão beta

tudo celular A nova versão beta do Windows 11 trouxe um importante recurso de acessibilidade que permite comandar um teclado virtual por voz. Veja Mais

O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais

canaltech Um grande asteroide passou perto da Terra, mas, como de costume, não apresentou nenhum perigo de colisão. Por outro lado, outra rocha espacial assustou os habitantes de Minas Gerais, ao explodir com certa violência nos céus do Triângulo Mineiro. Apesar do brilho e estrondo da "bola de fogo", nenhum relato de acidentes foi registrado. A semana foi também recheada com descobertas astronômicas sobre nosso planeta, Sistema Solar e universo. Confira as notícias espaciais mais importantes da semana no compilado abaixo! Asteroide de 1 km se aproximou da Terra Ilustração de asteroide aproximando-se da Terra (Imagem: Reprodução/urikyo33/Pixabay) O asteroide (7482) 1994 PC1, de 1 km de extensão, se aproximou da Terra na terça-feira (18), sem oferecer nenhum risco de colisão. A próxima aproximação a distâncias semelhantes será apenas em 2105. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- A quase 2 milhões de distância, a rocha ficou o equivalente a 5,15 vezes a distância média entre a Terra e a Lua. Os donos de pequenos telescópios puderam observá-lo durante a passagem, bastando procurar pelo objeto na constelação de Peixes. Núcleo da Terra resfriará mais rápido que o esperado Ilustração das camadas do planeta Terra (Imagem: Reprodução/shooogp/Sketchfab) O núcleo da Terra está esfriando mais rápido do que os cientistas imaginavam, graças às propriedades de um cristal chamado bridgmanita, considerado o tipo de mineral mais abundante do planeta. Apesar disso, ele não é encontrado na superfície, apenas no manto, onde atua como “mediador” de transferência de calor entre manto e núcleo externo. Ao simular as condições do manto terrestre, os cientistas descobriram que com o resfriamento do manto, a bridgmanita se transforma no mineral pós-perovskita, capaz de acelerar ainda mais o processo de resfriamento do núcleo, conduzindo calor de forma ainda mais eficiente que na fase de bridgmanita. Se isso for comprovado, significa que a Terra pode perder seu campo magnético mais cedo do que o previsto. Mas não se preocupe, isso não acontecerá nos próximos milhões de anos. Satélites Starlink atrapalham observações astronômicas Registro da estrela Albireo, junto de rastros de satélites (Imagem: Reprodução/Rafael Schmall) A constelação de satélites Starlink, da SpaceX, já atrapalham em quase 20% das observações astronômicas. De acordo com um estudo, os rastros ficam ainda mais evidentes nas observações realizadas entre o amanhecer e o entardecer. A pesquisa também concluiu que os revestimentos escuros adotados pela SpaceX para amenizar o problema reduzem o brilho dos satélites para magnitude de 6,8, o que é apenas um pouco abaixo do limite visível a olho nu. Os pesquisadores que é possível desenvolver softwares que podem reduzir impactos dos satélites nas observações, prevendo as localizações dos satélites. Mas instrumentos como o Zwicky Transient Facility (ZTF) já têm 5.000 rastros luminosos em imagens capturadas, e os cientistas preveem que, quando a SpaceX chegar ao total de 12 mil satélites, todas as imagens do ZTF feitas durante o crepúsculo terão pelo menos um rastro. Oceano no hemisfério norte marciano há 3 bilhões de anos Os cientistas cogitam que a água líquida tenha fluído pelo vale Mawrth Vallis (Imagem: Reprodução/ESA/DLR/FU Berlin) Um novo estudo realizou simulações climáticas da antiga atmosfera marciana e de sua água, e concluíram que um oceano de água líquida existiu ao norte do planeta, mesmo quando o Planeta Vermelho estava bem frio. É que padrões de circulação oceânica poderiam ter aquecido aquela região em até 4,5 °C, mantendo assim a água por lá em estado líquido. Além disso, o oceano poderia ter chuvas moderadas ao longo de sua extensão e áreas costeiras. O estudo contraria pesquisas anteriores que rejeitaram a ideia de um oceano em Marte naquela época. Meteoro explode em Minas Gerais e foi visto em outros estados   Um meteoro "explodiu" intensamente no céu das cidades de Patos de Minas, Uberlândia, entre outras cidades do Triângulo Mineiro. Câmeras em São Paulo e outros estados brasileiros também registraram o evento. Quando meteoros relativamente grandes demoram para queimar ao passar pela atmosfera terrestre, um brilho acima do normal e um estrondo o acompanham. Esse tipo de meteoro é chamado pelos astrônomos de bólido. Os moradores do Triângulo Mineiro relatam que suas paredes e janelas tremeram, até que o meteoro desaparecesse a 18,3 km de altitude, entre os municípios de Perdizes e Araxá. Lua Mimas de Saturno pode ter um oceano líquido Mimas (esquerda) e Encélado (direita) em comparação (Imagem: Reprodução/NASA / JPL-Caltech / Space Science Institute) A lua Mimas, de Saturno, teria um oceano líquido em seu interior, sob uma camada espessa de gelo, de acordo com dados da missão Cassini, da NASA. A pista foi encontrada quando os cientistas notaram uma oscilação que geralmente indica atividade geológica e, potencialmente, um oceano subterrâneo. Os autores do novo estudo disseram que Mimas, se possuir um oceano abaixo de sua crosta, poderia ser usada como referência para modelos de sua formação e evolução. Isso seria útil para entender melhor os anéis de Saturno e suas luas, além ajudar na busca por outras luas potencialmente habitáveis com oceanos, principalmente em Urano. Dezenas de quintilhões de buracos negros no universo Arte que retrata um buraco negro se alimentando de uma estrela (Imagem: Reprodução/Sophia Dagnello/NRAO/AUI/NSF) Consegue imaginar 40 quintilhões de qualquer coisa que seja? É humanamente impossível, mas a estimativa tem implicações na matemática do universo. Para chegar a essa quantidade de buracos negros no universo, cientistas usaram um modelo de evolução estelar e incluíram o tempo de vida do nosso cosmos. Já que buracos negros são estrelas massivas colapsadas, a abordagem tentou calcular quantas delas já poderiam ter nascido e colapsado nos 13,7 bilhões de anos do universo. O resultado foi 40.000.000.000.000.000.000 buracos negros no nosso universo observável. Um tipo inesperado de supernova pode existir Representação de grandes estrelas, onde os diferentes elementos ficam dispostos em camadas antes da explosão (Imagem: Reprodução/Itai Raveh) Nas supernovas conhecidas, o espectro dos elementos deixados para trás em forma de nebulosa pode ser observado, mas em nenhuma delas foram encontrados algo que corresponda à explosão de um tipo de estrela gigante chamada Wolf-Rayet. Estas, quando colapsam, empurram suas camadas externas através de um forte vento estelar, mantendo um núcleo massivo o suficiente para colapsar direto em um buraco negro. Contudo, astrônomos analisaram uma supernova chamada SN 2019hgp, que parece contar uma história diferente. Ela possui uma nebulosa, com espectro de emissão brilhante, sem hidrogênio ou hélio. A nebulosa estava se expandindo para longe da estrela a mais de 1.500 km/se correspondia a uma Wolf-Rayet no fim de sua vida, mas também parecia uma supernova "diferentona". Ainda não é possível concluir qual processo ocorreu nessa estrela, mas sem dúvida os astrônomos investigarão mais a fundo. Telescópio TESS acumula 5.000 candidatos a exoplanetas O TESS monitora milhares de estrelas em busca de exoplanetas (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech) O catálogo de candidatos a exoplanetas encontrados pelo telescópio Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS), da NASA, atingiu a marca dos 5.000 objetos em apenas quatro anos de operação. Com o novo levantamento de dados, astrônomos de todo o mundo poderão estudar cada um desses casos para determinar se são, de fato, planetas na órbita de outras estrelas. Leia também: Como nasce uma estrela? Qual é a estrela mais próxima da Terra depois do Sol? O que é o campo magnético da Terra? Entenda como ele nos protege! O que são estrelas cadentes? Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (15/01 a 21/01/2022) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Por que os semáforos no Japão têm a cor azul e não verde? Descoberta revela qual foi o primeiro animal híbrido criado por humanos Veja Mais

Como colocar o código de convite no Kwai

canaltech É necessário saber como colocar o código de convite no Kwai para participar de promoções e benefícios da plataforma. O aplicativo de vídeos curtos permite ganhar dinheiro a partir de novas contas criadas e vinculadas a um código de convite de seis dígitos. Como ganhar dinheiro no Kwai? Entenda como funciona Como compartilhar vídeos do Kwai no Instagram Dessa forma, tanto a pessoa que convidou como a pessoa convidada podem ganhar Kwai Golds ao acessarem a plataforma diariamente. O bônus é ampliado quando, além do check-in diário, a pessoa convidada ainda assiste a pelo menos três minutos de vídeos por dia. Veja o passo a passo para inserir o código! Como colocar o código de convite no Kwai Crie um perfil no Kwai. É possível cadastrar com o número de telefone celular e com contas de Facebook ou Google; No aplicativo (Android | iOS), vá até o seu perfil e toque no ícone de moeda, localizado na parte superior da tela. Também é possível acessar o mesmo espaço com o ícone suspenso de Kwai Golds, exibido durante a reprodução de vídeos; Na tela seguinte, insira o código no campo em destaque e toque em “Confirmar” para vincular a sua conta. Siga os passos e saiba como colocar o código de convite no Kwai (Captura de tela: André Magalhães) Ao fazer login no Kwai, cada usuário tem até 72 horas para inserir um código de convite. Não é possível vincular a mesma conta com mais de um número. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Como compartilhar seu código de convite no Kwai Após criar a sua conta, você receberá um código de convite próprio. Essa combinação numérica de seis dígitos pode ser compartilhada com amigos que ainda não possuem perfil na plataforma, rendendo Kwai Golds após o vínculo e a cada acesso diário. Veja o passo a passo para usar o código: Siga o caminho anterior. Na mesma tela em que inseriu o código de convite, toque em “Copiar” para adicionar o número à sua área de transferência ou compartilhe diretamente em apps como WhatsApp e Instagram. Toque em “Convidar” para conferir mais informações; Na tela seguinte, é possível visualizar as condições para ganhar o valor máximo em Kwai Golds nessa ação promocional. Além disso, ao descer a tela, são exibidos os contatos que criaram contas a partir do seu código de convite. App também permite compartilhar o seu próprio código de convite (Captura de tela: André Magalhães) O que são Kwai Golds? Os Kwai Golds são a moeda virtual do aplicativo. É possível adquirir moedas ao assistir a vídeos, tocar nos ícones de bônus, realizar missões diárias e convidar novas pessoas para o app. Na plataforma, 10 mil Kwai Golds correspondem a R$ 1. O valor pode ser utilizado para resgate em recarga de celular ou sacado em transferência por Pix. Quem pode participar das promoções do Kwai Golds? As ações promocionais do Kwai possuem algumas regras: para participar, é necessário residir no Brasil, ter mais de 18 anos e possuir um CPF válido. Após cada acesso, o saldo é disponibilizado para saque por até 30 dias. Para que o valor não expire, o usuário precisa realizar um novo acesso na conta. Este artigo não é um publieditorial. Tem caráter unicamente informativo e não isenta o leitor quanto ao dever de tomar conhecimento e compreender a integralidade dos termos de uso do serviço mencionado na matéria jornalística aqui publicada. O Canaltech não se responsabiliza pelas condições e alterações de uso dispostas por empresas, plataformas ou agentes externos, sendo certo que a utilização de serviços de terceiros por parte dos nossos leitores ocorre exclusivamente por sua conta e risco. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O céu não é o limite | Asteroide por perto, núcleo da Terra se resfriando e mais Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Iceberg gigante da Antártida já liberou 152 bilhões de toneladas de água doce Duas explosões solares podem "tocar" nossa atmosfera neste fim de semana Por que os semáforos no Japão têm a cor azul e não verde? Veja Mais

Pixel 6: Google acerta ao abandonar o Snapdragon e apostar no Tensor? | Análise

tudo celular O Pixel 6 é um bom celular? Confira a nossa análise da novidade do Google e veja se vale a pena importar. Veja Mais

One-Punch Man: 10 heróis mais fortes do anime

One-Punch Man: 10 heróis mais fortes do anime

Tecmundo O anime One-Punch Man, disponível na Netflix do Brasil, possui personagens muito interessantes, que, em suas características gerais, são capazes de se defender de quaisquer seres vivos com grandes poderes. Na narrativa, é possível encontrar ainda organizações de heróis, responsáveis, na maioria das vezes, por controlar essas personalidades.Inclusive, os heróis são divididos e classificados por níveis, de acordo com seus próprios poderes e também popularidade. A Classe S, conhecida por ser a mais alta em comparação a todas as outras, talvez seja a mais importante. Leia mais... Veja Mais

WhatsApp beta traz melhoria que permite personalizar tela de chamadas de voz

tudo celular O WhatsApp beta recebeu uma pequena alteração de design na tela de chamadas de voz. Veja Mais

OPPO Find X5 Pro: novas imagens reais confirmam design e mais cores

tudo celular Aparelho deve ter ainda resolução 2K e nova NPU da OPPO. Veja Mais

Apple promete atualização para corrigir problema de tela rosa no iPhone 13

tudo celular Usuários do iPhone 13 reclamam de um problema em que a tela do aparelho fica rosa e causa lentidões, travamento e reinicialização automática. Veja Mais

Redmi Note 11 4G global tem Snapdragon 680 e outras especificações confirmadas

tudo celular Veja o que esperar da versão global do Redmi Note 11 4G que pode chegar com preço baixo e Snapdragon 680. Veja Mais

Bruce Campbell ironiza produção de Homem-Aranha 4 no Twitter; veja!

Bruce Campbell ironiza produção de Homem-Aranha 4 no Twitter; veja!

Tecmundo Através de suas redes sociais, o ator e produtor Bruce Campbell decidiu fazer uma brincadeira com seu amigo de juventude Sam Raimi, mostrando como o diretor da trilogia original de Homem-Aranha fez para arrecadar dinheiro para um possível quarto filme da franquia.Com a intenção de implicar com golpistas que utilizam redes sociais, através de perfis falsos, para conseguir dinheiro com supostas campanhas de arrecadação, Bruce Campbell, de Uma Noite Alucinante, decidiu se passar por Raimi para obter fundos e supostamente produzir Homem-Aranha 4, longa que vem sendo muito pedido pelos fãs desde 2007. Leia mais... Veja Mais

Google Translate para iOS recebe traduções divididas por gênero

Google Translate para iOS recebe traduções divididas por gênero

Tecmundo A atualização do Google Translate que fornece traduções específicadas para cada gênero da palavra está finalmente chegando para os usuários do aplicativo no iOS. O Google anunciou este recurso para a versão web em 2018, e quatro anos depois ele está sendo implementado nos apps mobile. Anteriormente, a depender do contexto, apenas uma tradução padrão era fornecida, traduzindo a expressão ou frase somente no masculino ou feminino. Agora, ao inserir termos em que o gênero não está especificado, duas formas são sugeridas. A palavra "doctor", por exemplo, que significa "médico" ou "médica" em inglês, não possui um gênero específico, mas ainda assim recebia apenas uma tradução.Leia mais... Veja Mais

Além da Microsoft: 5 empresas bilionárias dos games para conhecer

Além da Microsoft: 5 empresas bilionárias dos games para conhecer

Tecmundo A Microsoft anunciou na última terça-feira (18) a aquisição da Activision Blizzard, em um acordo de aproximadamente US$ 70 bilhões. Com a compra, a gigante estadunidense vai expandir as possibilidades para o Game Pass — com acesso a títulos como Call of Duty, Warcraft, Diablo e Overwatch — e aumentar seu valor de mercado global. Atualmente, a Microsoft está no primeiro lugar no ranking mundial das maiores companhias que investem no mercado de videogames, fechando um valor de US$ 2,3 trilhões.Outros nomes como Sony e Nintendo também são destaque no segmento, mostrando a dominância de empresas fora do eixo norte-americano e garantindo altas receitas no segmento de jogos eletrônicos. No artigo abaixo, listamos outras 5 grandes companhias dos mundo dos games para conhecer. Leia mais... Veja Mais

The Last of Us 2: Joel esconde um detalhe legal no flashback da Ellie

The Last of Us 2: Joel esconde um detalhe legal no flashback da Ellie

Tecmundo Já faz quase um ano e meio desde que The Last of Us Part 2 foi lançado, mas os fãs da obra-prima da Naughty Dog continuam encontrando alguns detalhes escondidos que muitos jogadores podem ter deixado passar batido em seus gameplays.No Reddit de The Last of Us, por exemplo, um membro do fórum chamado ImAFlyingShark postou uma foto bem interessante. Para a surpresa de muitos — e para a minha também! — ele notou que o bolso frontal na camisa do Joel tem uma fita cassete guardada, como você pode ver abaixo:Leia mais... Veja Mais

Eleições 2022 terão aumento de ataques cibernéticos, diz especialista

Eleições 2022 terão aumento de ataques cibernéticos, diz especialista

Tecmundo As Eleições 2022 estão acendendo o alerta de empresas e entidades que atuam no setor de cibersegurança. A possibilidade de que a popular “Festa da Democracia” seja utilizada como arma para golpes cibernéticos faz com que o período seja encarado com tensão por especialistas.“Já acendemos um alarme de segurança em relação às eleições, que é um período que haverá farta disseminação de desinformação. Essas informações falsas serão espalhadas por grupos maliciosos, que têm motivação financeira, e que querem capturar o clique desatento do usuário final”, explica ao TecMundo Filipe Pinheiro, especialista de engenharia de segurança da Tenable, empresa de cyber exposure.Leia mais... Veja Mais

Qual foi o maior tsunami do mundo?

canaltech O maior tsunami do mundo de que se tem conhecimento aconteceu na Baía Lituya, no Alasca, no final de década de 1950. O megatsunami da Baía Lituya, como ficou conhecido, superou os 500 metros de altura e varreu violentamente a vegetação costeira. Vulcões submarinos: conheça alguns deles e suas localizações Qual a diferença entre mar e oceano? O fenômeno foi provocado por uma enorme quantidade de rochas e blocos de gelo que despencaram nas águas após um intenso terremoto na região, que fica próxima à falha geológica Fairweather. Ainda hoje, é possível observar as marcas deixadas pelo poderoso tsunami. Como foi o maior tsunami do mundo Em 9 de julho de 1958, um terremoto de magnitude 7,8 na falha geológica Fairweather abalou profundamente a região na qual se encontra a Baía Lituya, no Alasca. O evento geológico provocou o deslizamento de 90 milhões de toneladas de rochas e blocos de gelo nas águas. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Árvores a 200 metros de altura na encosta da baía foram varridas pelo tsunami, como observada na região mais clara (Imagem: Reprodução/USGS) O volume de rochas e gelo despencou de uma altura aproximada de 609 metros e o impacto na baía produziu de imediato uma onda de 524 metros de altura — para comparação, o Empire State Building, em Nova York, tem apenas 381 metros de altura. A onda produzida foi tão intensa que varreu completamente a vegetação à beira da baía a uma altura de 200 metros acima do nível do mar — faixa chamada pelos geólogos de linha de corte. O maremoto percorreu toda a Baía Lituya até alcançar o Golfo do Alasca. Visão aérea da Baía Lituya. O desmoronamento ocorreu na encosta localizada no canto superior direito da imagem, na "cabeça" da baía (Imagem: Reprodução/DJ Miller/USGS Apesar do tamanho e força da grande onda, apenas cinco pessoas morreram. Três delas na ilha de Cenotaph, localizada no meio da baía, cuja praia onde estavam ficou 30 metros abaixo da água. Os outros dois tiveram seus barcos afundados pelo tsunami. A Baía Lituya A Baía Lituya é um fiorde, ou seja, uma grande entrada de mar entre montanhas, produzida pela erosão de geleiras. Ela fica na costa nordeste do Golfo do Alasca e se estende por 11,3 km, com 3,2 km de largura — em formato de “T”. Seu ponto mais profundo não passa dos 219 metros e, o mais raso, fica em torno de 9 metros. Em vermelho, a localização do desmoronamento e, em amarelo, a área costeira devastada pelo tsunami (Imagem: Reprodução/Geology.com) O maior tsunami do mundo, no entanto, não foi um fenômeno inédito no local. Estudos anteriores realizados pelo Serviço Geológico dos EUA (USGS, na sigla em inglês) já haviam documentado a ocorrência de pelo menos quatro grandes ondas, datadas de 1853, 1874, 1899 e 1936. Ainda assim, nenhum desses eventos produziu um efeito tão devastador quanto o megatsunami da Baía Lituya, que, infelizmente, apagou por completo todas as evidências locais das grandes ondas passadas. Dado o histórico recente, é muito provável que um novo maremoto ocorra na baía. Por que uma baía relativamente pequena, então, experimentou o maior tsunami do mundo? Por muito tempo, os cientistas ficaram intrigados por não detectar qual mecanismo gerou a grande onda. Depois, descobriu-se que um bloco de rocha com um tamanho de 731,52 m por 914,4 m foi o causador do maremoto. A imagem de satélite, feita em novembro de 2020, revela a linha de corte por toda costa da baía, onde as árvores foram arrancadas pelo tsunami (Imagem: Reprodução/NASA) Pesquisadores do USGS, envolvidos na análise posterior ao evento, compararam a reação gerada pela queda da grande rocha com o choque de um asteroide nas águas da pequena baía. Além disso, o formato estreito dela funcionou como um amplificador das ondas — como se fosse uma grande banheira. Os geólogos estimam que uma onda gigante como esta possa acontecer uma vez a cada 25 anos — uma chance de 1 em 9.000 — na Baía Lituya. Mesmo após tanto tempo, as marcas deixadas pelo megatsunami ainda podem ser observadas do espaço. Os maiores tsunamis do mundo O maior número de ocorrências de tsunamis se concentra nos oceanos Pacífico e Índico, devido à grande atividade geológica da região, sendo os terremotos a principal causa das ondas gigantes. Os maiores tsunamis do mundo foram os seguintes: Japão: no dia 11 de março de 2011, a costa leste do Japão foi atingida pelo quarto maior tsunami do mundo. O fenômeno produziu uma sequência de ondas com até 10 metros de altura, a uma velocidade média de 800 km/k, provocadas por um terremoto de magnitude 9. O número total de mortos é estimado em 18 mil; Sumatra: em 26 de dezembro de 2006, Sumatra, cidade da Indonésia, experimentou o tsunami mais destrutivo da história recente. Um terremoto de magnitude 9,1 a 30 km de profundidade produziu uma onda de 1.300 km de extensão e até 50 metros de altura. No total, cerca de 230 mil pessoas morreram; Lisboa: o terremoto que atingiu Lisboa, em Portugal, em 1755 é conhecido como uma das maiores catástrofes da Europa. Um terremoto de magnitude 8,7 gerou um tsunami com ondas de até 30 metros de altura, que destruíram boa parte da cidade. A grande onda foi tão intensa que atravessou o Atlântico, chegando à costa do nordeste brasileiro. Mais de 10 mil pessoas morreram; Krakatoa: em 27 de agosto de 1883, a erupção explosiva do vulcão Krakatoa, o mais poderoso da Indonésia, lançou blocos da caldeira vulcânica ao mar. A consequência foi uma sequência de ondas que atingiram 37 metros de altura. Estima-se que 40 mil pessoas tenham morrido com o evento; Nankaido: no dia 28 de outubro de 1707 um terremoto de magnitude 8,4 produziu um tsunami que alcançou uma altura de 25 metros que atingiu em cheio a costa das ilhas do Pacífico, como a cidade japonesa de Nankaido. Estima-se que 30 mil pessoas tenham morrido. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

iFood recebe autorização para fazer entregas com drones no Brasil

iFood recebe autorização para fazer entregas com drones no Brasil

Tecmundo O iFood anunciou, nesta sexta-feira (21), que recebeu uma autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para realizar entregas com drones no Brasil. Apesar da chancela, a empresa não anunciou quando começará a entregar pedidos via aérea no país.Segundo o app de delivery, a autorização para uso diário comercial é inédita na América Latina e serve para as Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPA). Os veículos poderão carregar cargas de até 2,5 quilos e circularão em um raio de 3 km, incluindo em grandes cidades.Leia mais... Veja Mais

Prisão de ventre no BBB! Quanto tempo aguentamos ficar sem fazer cocô?

canaltech Alguns participantes do BBB chamaram a atenção dos internautas ao revelar problemas para ir ao banheiro. Bárbara chegou a se queixar com a Laís de que não conseguiu desde que entrou na casa. Enquanto isso, a Brunna, esposa da cantora Ludmilla, até expôs uma estratégia para não deixar o banheiro com mau cheiro. Mas do ponto de vista científico da coisa: quanto tempo será que o corpo humano consegue ficar sem fazer cocô? Como está seu intestino? "Desafio do cocô azul" responde a essa questão Cientistas acham "cocô milenar" e descobrem o que europeus comiam há 2 mil anos Segundo os especialistas, quando a pessoa evacua duas ou menos vezes por semana, já pode ser considerado constipação (também conhecida como prisão de ventre ou intestino preso). Pode parecer bobeira, mas a situação é séria e exige tratamento, porque as fezes podem voltar para o sistema intestinal e fazer com que a pessoa adoeça. A ciência não tem uma resposta exata para o tempo que o corpo humano aguenta ficar sem evacuar o intestino, porque há uma série de variáveis nessa conta: a dieta, o metabolismo da pessoa, o estado da saúde gastrointestinal, etc. No entanto, uma semana sem ir ao banheiro já é um alerta para que a pessoa procure um médico. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- É importante considerar os sintomas que acompanham a prisão de ventre: Sentir vontade, ir ao banheiro e não sair nada Náusea Dores de estômago Uma semana sem fazer cocô já é tempo suficiente para que se procure um médico (Imagem: twenty20photos/envato) Pesquisadores já descobriram que não fazer cocô afeta não apenas o sistema digestivo, mas também o corpo como um todo. Se o excesso de fezes se acumular nos intestinos, isso pode colocar muita pressão nos intestinos, perfurando-o ou rasgando-o. A constipação também pode aumentar o risco de eventos cardiovasculares, como ataque cardíaco. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora Veja Mais

Como tirar o visto por último do WhatsApp

canaltech É muito importante saber como tirar o visto por último do WhatsApp. Embora haja usuários que consideram o recurso bastante útil e interessante, há aqueles que podem considerá-lo bastante invasivo — especialmente porque algumas pessoas podem usar essa informação para questionar a ausência de uma resposta rápida no mensageiro. Onde fica a lixeira do WhatsApp? Como tirar o online do WhatsApp e ficar invisível Caso você não queira mais utilizá-lo, saiba que pode desativá-lo de forma rápida e prática diretamente nas configurações do mensageiro no celular Android, iOS ou na verão web. Confira abaixo mais detalhes sobre o recurso! O que é o visto por último do WhatsApp O visto por último do WhatsApp é uma informação exibida para os contatos que refere-se à última vez que você acessou o mensageiro. Esse recurso fica disponível exatamente abaixo do nome do usuário quando você abre uma conversa individual e geralmente informa o dia e a hora. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Se a pessoa não entra há muito tempo, pode ser que seja exibido somente a data. Caso opte por desativá-la, não poderá mais visualizar essa informação de nenhum contato, mesmo que ele tenha escolhido deixá-la visível. Também é importante ressaltar a diferença entre esse recurso e o “Online”, que significa que o contato está com o WhatsApp aberto em primeiro plano e está conectado à internet — mas isso não significa que ele está com a sua conversa aberta. A pessoa pode ter aberto o app sem querer ou ter acessado outra conversa ou aba. Por que não consigo ver o visto por último? Se você não consegue ver essa informação ao abrir uma conversa com alguém, podem haver alguns motivos: O contato pode ter omitido essa informação; Se você tirar o visto por último do WhatsApp, também não poderá ver essa informação de outros contatos; Pode ser que a pessoa tenha te bloqueado ou deletado a conta do WhatsApp. Em ambos os casos, você não poderá mais ver qualquer informação sobre ela. Como tirar o visto por último do WhatsApp no Android Abra o WhatsApp, toque no ícone de "Três pontos" e selecione "Configurações"; Selecione "Conta" e toque em "Privacidade"; Clique em "Visto por último"; Marque a opção "Ninguém" ou "Meus contatos, exceto" e escolha quem não poderá ver essa informação; Por fim, clique em "OK" para tirar o visto por último do WhatsApp. Veja como tirar o visto por último do WhatsApp no Android (Captura de tela: Matheus Bigogno) Como tirar o visto por último do WhatsApp no iPhone Abra o WhatsApp e toque em "Configurações" à direita do menu inferior; Selecione "Conta" e toque em "Privacidade"; Clique em "Visto por último" e marque a opção "Ninguém"; Volte à aba de conversas para tirar o visto por último do WhatsApp. Veja como tirar o visto por último do WhatsApp no iPhone (Captura de tela: Matheus Bigogno) Como tirar o visto por último do WhatsApp Web Abra o WhatsApp Web, clique no ícone de "Três pontos" e selecione "Configurações"; Selecione "Privacidade" e clique em "Visto por último"; Acesse a aba de "Privacidade" do WhatsApp Web e clique em "Visto por último" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Marque a opção "Ninguém"; Marque a opção "Ninguém" para tirar o visto por último do WhatsApp (Captura de tela: Matheus Bigogno) Volte à aba de conversas para tirar o visto por último do WhatsApp. A partir desse momento você sabe exatamente como tirar o visto por último do WhatsApp e quais as suas implicações. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Nova vacina pode combater Ômicron e virar o jogo na pandemia Novo Gerenciador de Tarefas do Windows 11 tem visual revelado em atualização Como é a sensação de morrer? Eis o que a ciência descobriu até agora HQ recente do Homem-Aranha mostra que os outros heróis não ligam muito pra ele Ômicron: segredo de picos e surtos pode estar no esgoto Veja Mais

Windows 11: conheça as diferentes versões do sistema operacional

Windows 11: conheça as diferentes versões do sistema operacional

Tecmundo Lançado em outubro de 2021, o Windows 11 ainda está em período de transição para alguns dispositivos. Atualmente, o sistema conta com três versões principais e uma extra para estudantes, totalizando quatro edições, cada uma tendo um público-alvo diferente. As três principais versões do sistema operacional são Windows 11 Home, Windows 11 Pro e Windows 11 Pro para Estações de Trabalho (ou Business).Leia mais... Veja Mais